Página 1 dos resultados de 30188 itens digitais encontrados em 0.024 segundos

Fatores dietéticos associados à obesidade abdominal: estudo transversal de base populacional em nipo-brasileiros de Bauru; Dietary factors associated with abdominal obesity: cross-sectional population based study among Japanese-Brazilian from Bauru, SP

Cristofoletti, Maria Fernanda
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/03/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.68%
Introdução: A obesidade abdominal associa-se ao risco para diabetes mellitus tipo 2 (DM) e doença cardiovascular (DCV). Entre os fatores associados à obesidade abdominal, destaca-se o importante papel da dieta. Objetivo: O presente estudo investigou a associação entre fatores dietéticos e adiposidade em nipo-brasileiros de Bauru, Estado de São Paulo. Métodos: Para o presente estudo, 772 participantes (329 homens e 443 mulheres) com idade entre 30-92 anos foram analisados em inquérito transversal de base populacional. Um questionário quantitativo de freqüência alimentar validado para essa população foi empregado para avaliar a dieta habitual. Índice de massa corporal (IMC, em kg/m2) e circunferência de cintura (CC, em cm) foram classificados de acordo com critérios da Organização Mundial de Saúde para a população asiática (obesidade geral IMC >= 25kg/m2; obesidade abdominal CC >= 90 cm para homens e >= 80 cm para mulheres). Modelos de regressão logística múltiplos foram utilizados na comparação entre o menor e o maior tercil de consumo alimentar em relação ao risco associado para obesidade abdominal, obesidade geral ou obesidade geral com obesidade abdominal, após ajuste para co-variáveis sócio-demográficas...

Ramos colaterais viscerais da artéria aorta abdominal em Myocastor coypus (nutria); Collateral visceral branches of the abdominal aorta in Myocastor coypus (nutria), The

Culau, Paulete de Oliveira Vargas; Azambuja, Rodrigo Cavalcanti de; Campos, Rui
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.65%
A nutria é um roedor originário do extremo sul da América do Sul explorado comercialmente por sua pele e carne. Neste trabalho, sistematizou-se os ramos colaterais viscerais da aorta abdominal. Utilizaram-se 30 nutrias, 15 fêmeas e 15 machos, com o sistema arterial aórtico-abdominal preenchido com látex 603. A aorta abdominal emitiu ventralmente como ramo colateral visceral à artéria celíaca, que se trifurcou nas artérias gástrica esquerda, hepática e lienal. Os ramos da artéria celíaca promoveram a irrigação do estômago, duodeno, fígado, pâncreas e baço. A seguir, a aorta abdominal emitiu a artéria mesentérica cranial, de calibre maior que a artéria celíaca, justaposta caudalmente. A artéria mesentérica cranial emitiu ramos, vascularizando a parte final do duodeno, lobo direito do pâncreas, jejuno, íleo, ceco, cólon maior e cólon menor. A aorta abdominal emitiu lateralmente as artérias renais direita e esquerda. As artérias adrenais foram ramos colaterais diretos das artérias renais e/ou da artéria frênico-abdominal. A artéria mesentérica caudal foi emitida da superfície ventral da aorta abdominal, próximo à sua bifurcação em artérias ilíacas comuns. A artéria mesentérica caudal lançou ramos para o cólon menor e porção cranial do reto. Os ramos colaterais viscerais diretos da aorta abdominal foram: artéria celíaca...

Ramos colaterais parietais e terminais da aorta abdominal em Myocastor coypus (nutria); Terminal and parietal colateral branches of the abdominal aorta in Myocastor coypus (nutria)

Culau, Paulete de Oliveira Vargas; Azambuja, Rodrigo Cavalcanti de; Campos, Rui
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Neste estudo, utilizaram-se 30 nutrias, 15 fêmeas e 15 machos, com o sistema arterial aórtico-abdominal preenchido com látex 603, pigmentado em vermelho, e fixado em uma solução aquosa de formaldeído a 20%. A aorta abdominal emitiu de sua superfície dorsal de 6 a 8 artérias lombares únicas. Das artérias renais, direita e esquerda, originaram-se as artérias frênico-abdominal para irrigar parte do diafragma e da parede abdominal lateral cranial. A aorta abdominal lançou dorsalmente, a artéria sacral mediana, cranialmente a sua bifurcação em artérias ilíacas comuns. As artérias ilíacas comuns, ramos terminais da aorta abdominal, originaram as artérias ilíacas interna e externa. A artéria ilíaca interna distribuiu-se nas vísceras da cavidade pélvica. A artéria ilíaca externa emitiu uma artéria umbilical e, antes de alcançar o anel femoral, lançou a artéria circunflexa ilíaca profunda para a parede abdominal lateral, em seus dois terços caudais. A artéria ilíaca externa lançou o tronco pudendo-epigástrico, que originou a artéria epigástrica caudal, para a parede abdominal ventral e a artéria pudenda externa, que saiu pelo canal inguinal, para irrigar a genitália externa. Os ramos parietais diretos da aorta abdominal foram as artérias lombares e a artéria sacral mediana...

Sistematização da aorta abdominal, ramos colaterias parietais e viscerais e ramos terminais em coelhos da raça Nova Zelândia (Oryctolagus cuniculus)

Bavaresco, Andréia Zechin
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.64%
Neste estudo definiu-se o padrão, as variações e a distribuição dos ramos colaterais parietais e viscerais e ramos terminais da aorta abdominal em coelhos (Oryctolagus cuniculus) da raça Nova Zelândia, sendo utilizados 30 animais, 14 machos e 16 fêmeas, adultos jovens. O sistema arterial foi preenchido com látex corado em vermelho através da aorta torácica no sentido do fluxo sanguíneo e fixado em uma solução aquosa de formaldeído a 20%. A artéria celíaca foi o primeiro ramo colateral visceral direto, seguida da artéria mesentérica cranial, sendo estas emitidas ventralmente da aorta abdominal. As artérias renais foram originadas lateralmente da aorta abdominal, sendo que o vaso direito teve origem mais cranial que o esquerdo. Próximo à entrada da cavidade pélvica, a aorta abdominal emitiu ventralmente a artéria mesentérica caudal e nas proximidades desta última, originou as artérias gonadais. Os ramos colaterais parietais diretos foram as artérias lombares, enquanto que os ramos colaterais indiretos foram as artérias frênico-abdominais, que eram ramos colaterais das artérias renais; artérias frênicas craniais, ramos colaterais das artérias intercostais dorsais e as artérias circunflexas ilíacas profundas que eram ramos colaterais das artérias ilíacas comuns...

Detecção de hipertensão arterial em adolescentes através de marcadores gerais e adiposidade abdominal

Christofaro, Diego G. D; Ritti-Dias, Raphael M; Fernandes, Rômulo A; Polito, Marcos D; Andrade, Selma M. de; Cardoso, Jefferson R; Oliveira, Arli Ramos de
Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) Publicador: Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 465-470
POR
Relevância na Pesquisa
36.67%
FUNDAMENTO: A obesidade está ligada à hipertensão arterial (HA) na infância. Entretanto, o papel da gordura como preditor de HA em adolescentes permanece desconhecido. OBJETIVO: Investigar a associação entre obesidade geral e abdominal com HA e identificar a sensibilidade e especificidade desses indicadores para detectar HA em adolescentes. MÉTODOS: A amostra consistiu em 1.021 adolescentes com idade de 10-17 anos. Os indivíduos foram classificados como normal, sobrepeso/obesidade, de acordo com as medidas do IMC, e como não-obeso com obesidade abdominal, de acordo com as medidas da circunferência da cintura (CC). A pressão arterial sistólica (PAS) e diastólica (PAD) foi avaliada através de um dispositivo oscilométrico. Regressão logística e curvas ROC foram usadas na análise estatística. RESULTADOS: A prevalência geral de HA foi 11,8% (13,4% em meninos e 10,2% em meninas). A prevalência de HA em meninos e meninas com sobrepeso/obesidade foi 10% e 11,1%, respectivamente. A prevalência de HA em meninos com obesidade abdominal foi 28,6%. Para ambos os sexos, o odds ratio (OR) para HA foi mais alto na obesidade abdominal do que no sobrepeso/obesidade geral (4,09 [OR IC95% = 2,57-6,51]) versus 1,83 [OR IC95% = 1,83-4...

Aplicação de protocolo de 8 semanas de treinamento utilizando Método Pilates : avaliação eletromiográfica da musculatura abdominal e pico de torque no dinamômetro isocinético; Evaluation of eight weeks of Pilates sessions : eletromyographic responses and peak torque of the abdominal muscles

Gavião, Kelly Cristina
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/01/2015 PT
Relevância na Pesquisa
36.63%
O presente trabalho teve como objetivo verificar a influência de oito semanas de sessões de Método Pilates nas respostas eletromiográficas e pico de torque da musculatura abdominal, em jovens do sexo feminino. Foram selecionadas para o estudo 20 voluntárias universitárias, com idade entre 18 e 25 anos, fisicamente ativas, que foram classificadas, aleatoriamente, em dois grupos: Grupo experimental (GE) e grupo Controle (GC). As voluntárias do grupo experimental foram submetidas a oito semanas de treinamento utilizando exercícios do Método Pilates no solo (MAT Pilates), enquanto as voluntárias do grupo controle não receberam intervenção. Antes e após as oito semanas de treinamento, todas as voluntárias foram submetidas à avaliação isocinética da musculatura abdominal por meio do dinamômetro isocinético da marca BIODEX® e avaliação eletromiográfica da musculatura abdominal utilizando eletrodos (superfície) ativos e o Sistema de Aquisição e Análise de Sinais MP150 da BIOPAC System, contendo 16 canais. Os músculos abdominais foram analisados de forma conjunta e os eletrodos de superfície foram posicionados bilateralmente no ventre dos músculos reto abdominal, fibras superiores e inferiores, e músculos oblíquo externo abdominal. Os dados dos sinais eletromiográficos brutos foram expressos em RMS (root mean square). Os dados obtidos após o treinamento foram comparados com os dados obtidos no período pré-treinamento e aos dados obtidos na avaliação do grupo controle. Os valores referentes ao protocolo realizado no dinamômetro isocinético...

Relationship between Sequential Organ Failure Assessment (SOFA) and intra-abdominal pressure in intensive care unit

FREITAS,Gustavo Rocha Costa de; FONSECA-NETO,Olival Cirilo Lucena da; PINHEIRO,Carla Larissa Fernandes; ARAÚJO,Luiz Clêiner; BARBOSA,Roberto Esmeraldo Nogueira; ALVES,Pedro
Fonte: Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Publicador: Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 EN
Relevância na Pesquisa
36.65%
BACKGROUND: Patients in the intensive care unit are at risk of developing intra-abdominal hypertension and abdominal compartment syndrome. AIM: To describe the relation between Sequential Organ Failure Assessment (SOFA) vs. intra-abdominal pressure and the relation between SOFA and risk factors for intra-abdominal hypertension. METHOD: In accordance with the recommendations of the World Society of the Abdominal Compartment Syndrome, the present study measured the intra-abdominal pressure of patients 24 h and 48 h after admission to the unit and calculated the SOFA after 24 h and 48 h. Data was collected over two-month period. RESULTS: No correlation was found between SOFA and intra-abdominal pressure. Seventy percent of the patients were men and the mean age was 44 years, 10% had been referred from general surgery (with a mean intra-abdominal pressure of 11) and 65% from neurosurgery (with a mean intra-abdominal of 6.7). Only three (7.5%) presented with intra-abdominal hypertension. The highest SOFA was 15 and the most frequent kind of organ failure was neurological...

Prevalência e fatores associados à desnutrição e à obesidade abdominal em pacientes em hemodiálise na cidade de Goiânia-Go; Prevalence and factors associated with abdominal obesity and malnutrition in hemodialysis patients in Goiânia-Go

FREITAS, Ana Tereza Vaz de Souza
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Doutorado em Ciencias da Saude; Ciencias da Saude Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Doutorado em Ciencias da Saude; Ciencias da Saude
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.65%
Introduction: parallel to the malnutrition, overweight, and especially abdominal fat, contribute to worse clinical outcomes in hemodialysis patients. Objective: To assess the prevalence and factors associated with malnutrition and abdominal obesity in hemodialysis (HD) patients. Methodology: cross sectional study with 344 patients over 18 years old. The dependent variables, malnutrition and abdominal obesity were obtained by the subjective global assessment (SGA) and waist circumference, respectively. The independent variables involved socioeconomic, demographic, lifestyle, medical history factors, energy and macronutrients intake. It was calculated the body mass index (BMI) and midarm muscle circumference (MAMC), body fat by the sum of four skinfolds (triceps, biceps, subscapular and suprailiac), serum albumin and creatinine. A statistical package Stata 8.0 was used. Student t test, Mann Whitney, chi-square and multiple Poisson regression, with a hierarchical model were used. The considered the level of significance was < 0.05. Results: the group was composed mostly by males (59,30%), with average age of 49.33 ± 13.76 years old and prevalence of moderate malnutrition in 22.4%, with no statistically significant difference between sexes (p=0...

Efectividad de la gimnasia abdominal hipopresiva frente al entrenamiento perineal clásico en el fortalecimiento del suelo pélvico de la mujer: revisión sistemática

Díaz Águila, María Estrella
Fonte: Universidade de Alcalá Publicador: Universidade de Alcalá
Tipo: info:eu-repo/semantics/bachelorThesis; info:eu-repo/semantics/acceptedVersion Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
36.65%
Antecedentes: La Gimnasia Abdominal Hipopresiva es un método creado en la década de los 80 por el Dr. Marcel Caufriez en el ámbito de la reeducación postparto. En Fisioterapia Uroginecológica se emplea como terapia para el tratamiento de las disfunciones del suelo pélvico y desde el año 2007 se utiliza también como forma de entrenamiento abdominal. Objetivo: El objetivo de este trabajo es revisar la evidencia publicada sobre la efectividad de la Gimnasia Abdominal Hipopresiva en el fortalecimiento de la musculatura perineal y analizar si esta terapia puede resultar más efectiva que el entrenamiento muscular del suelo pélvico, cuya validez está ampliamente demostrada. Metodología: Se realizaron búsquedas sistemáticas en Pubmed (MEDLINE), Cochrane, PEDro y otros 17 recursos incluidos en el metabuscador Metal de la Universidad de Alcalá. También se buscó de forma manual en revistas, actas de congresos y en las listas de referencias de los artículos encontrados. Se incluyeron Ensayos Clínicos Aleatorios y Estudios Observacionales que analizaban el efecto de la Gimnasia Abdominal Hipopresiva en el fortalecimiento o activación del suelo pélvico en mujeres con o sin patología. La elegibilidad de cada artículo, su nivel de evidencia y su calidad metodológica se evaluaron de manera independiente por la autora de la revisión. Debido a la heterogeneidad en los diseños de los estudios...

Efeitos de um programa de exercícios específico no domicílio, em indivíduos com doença arterial coronária, na composição corporal, gordura abdominal, perfil lipídico, glicose e nível de atividade física

Pinto, Joana
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.64%
contribuindo para o aumento da gordura abdominal, e consequentes complicações metabólicas. O exercício físico permite quebrar este ciclo através da estimulação da lipólise e da utilização de ácidos gordos. Objetivo: Verificar os efeitos de um programa de exercícios no domicílio, em indivíduos com doença arterial coronária, na composição corporal, gordura abdominal, perfil lipídico, glicose, e nível de atividade física. Métodos: Estudo experimental composto por 20 indivíduos, aleatorizados grupo experimental (GE) e grupo de controlo (GC), ambos com 10, tendo o GE sido sujeito ao programa durante 8 semanas. Realizou-se uma avaliação inicial e final, através da bioimpedância, Tomografia Computorizada (TC) abdominal, perimetria, adipometria, análises sanguíneas e acelerómetro. Resultados: Numa análise intergrupal, verificouse uma diminuição da percentagem (%) de gordura total (GT) calculado pela adipometria (p<0.01), na prega supra-ilíaca (p=0.005), na prega abdominal horizontal (p=0.001) e vertical (p=0.003) no GE, e da % de tempo em atividades moderadas no GC (p=0.035). Após 8 semanas o GE diminuiu a %GT (p=0.008); a massa gorda (MG) (p=0.002); perímetro abaixo da última costela (p=0.037) e acima das cristas-ilíacas (p=0.021); %GT calculado (p=0.002); pregas supra-ilíaca (p=0.008)...

Rotura e Hematoma do Recto Abdominal

Moura, D; Lindo, T
Fonte: Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra Publicador: Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.67%
A miologia ântero-lateral do abdómen é constituída por dois músculos longos, o recto abdominal e o piramidal e três músculos largos, o oblíquo externo, oblíquo interno e transverso abdominal. A bainha do recto abdominal é formada pelas aponevroses de inserção anteriores dos músculos largos do abdómen em volta do recto abdominal, tendo camada anterior e camada posterior. Estes músculos abdominais são responsáveis por flexão e rotação do tronco, compressão e suporte/estabilidade de vísceras abdominais e pélvicas e abaixamento de costelas (auxílio na respiração). Apresentam-se 2 casos clínicos de rotura do recto abdominal muito diferentes clinicamente. O primeiro caso é uma rotura aguda num indivíduo praticante de hóquei em patins. A rotura apresentava atingia o recto anterior esquerdo e tinha cerca de 45mm de comprimento. O paciente foi internado e submetido a tratamento conservador sintomático, sem intercorrências, tendo alta em 3 dias. As lesões traumáticas do recto abdominal são raras, no entanto atingem mais atletas de alta competição de desportos de contacto. Existem poucos estudos na última década sobre este tema. Os atletas desenvolvem muitas vezes sintomas insidiosos, que persistem por semanas...

Indicadores de gordura abdominal: antropometria VS absortometria de raio-x de dupla energia; Abdominal fat indicators: anthropometry vs dual energy x-ray absortometry

Paccini, Marina Kanthack; Arsa, Gisela; Glaner, Maria Fátima
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.65%
O excesso de gordura abdominal contribui no desenvolvimento de doenças crônicas não-transmissíveis. A absortometria de raio-X de dupla energia (AXDE) é uma técnica de simples aplicação, que permite a mensuração do percentual de gordura abdominal (%G abdominalAXDE). As medidas antropométricas, validadas e de baixo custo, como os perímetros abdominal 2,5cm acima da cicatriz umbilical (PAB2,5) e ao nível da cicatriz umbilical (PABum), são empregadas como indicadores de gordura abdominal. As dobras cutâneas (DC) são pouco estudadas nesse sentido. Assim, o objetivo desse estudo foi verifi car quais destes indicadores antropométricos mais se correlacionam e explicam o %G abdominalAXDE. A amostra foi composta por 22 mulheres (43,9±11,6 anos; 34,7±8,3 %G totalAXDE) e 18 homens (31,9±11,6 anos; 19,0±8,0 %G totalAXDE) submetidos à mensuração dos PAB2,5, PABum, DC suprailíaca (SI), axilar medial (AM), abdominal (AB), e %G abdominal (L1-L4) por AXDE. Correlação de Pearson e a regressão linear múltipla (método enter) foram empregadas para verifi car a correlação e o percentual de explicação das medidas antropométricas em relação ao %G abdominalAXDE. Correlações fortes e explicações signifi cativas (p<0,05) foram encontradas...

Fisiología, fisiopatología y tratamiento de la distensión abdominal.

Barba Orozco, Elizabeth
Fonte: [Barcelona] : Universitat Autònoma de Barcelona, Publicador: [Barcelona] : Universitat Autònoma de Barcelona,
Tipo: Tesis i dissertacions electròniques; info:eu-repo/semantics/doctoralThesis; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em //2015 SPA
Relevância na Pesquisa
36.69%
El volumen del contenido de la cavidad abdominal varía en diferentes situaciones de forma fisiológica a lo largo del día. La cavidad abdominal tiene unas paredes que se adaptan a su contenido. Existen dos paredes con escasa movilidad, que se corresponden a nivel posterior, con la columna vertebral y a nivel inferior con la pelvis. Por el contrario, existen dos paredes móviles, el diafragma y la pared antero-lateral del abdomen. Estas paredes tienen un componente muscular importante con una contracción tónica basal. Recientemente se demostrado que la adaptación de las paredes abdominales a su contenido se produce de forma activa modulando el grado de contracción tónica de sus paredes. Inicialmente se demostró el papel de la pared abdominal anterior en la acomodación abdominal. Posteriormente se vio que el diafragma también participa en este proceso. Además, como el abdomen y el tórax forman una cavidad común, los cambios en la actividad del diafragma se compensan con una adaptación de la actividad muscular de la pared costal, para preservar la función respiratoria. Como resultado, el tórax también participa en el proceso de acomodación abdominal. Como introducción a este trabajo se va a revisar: - las estructuras que participan en el proceso de acomodación abdominal: la pared abdominal anterior...

O impacto da obesidade abdominal sobre os níveis plasmáticos de lípides nos idosos; The impact of abdominal obesity on the plasmatic lipid levels in the older people

Nagatsuyu, Daniela Tiemi; Moriguti, Eny K. Uemura; Pfrimer, Karina; Formighieri, Paulo Fernandes; Lima, Nereida Kilza da Costa; Ferriolli, Eduardo; Moriguti, Julio César
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Modelo do Estudo: estudo de prevalência. Introdução : Há relatos do aumento da prevalência de dislipidemias com o envelhecimento. Há poucos estudos associando a obesidade centrípeta com a dislipidemia e há, ainda, que se determinar a real influência da obesidade abdominal sobre os níveis plasmáticos de lípides em idosos. Objetivo : Avaliar a possível associação entre a medida da circunferência abdominal, marcadora de gordura visceral, e os níveis de lípides no sangue. Métodos: O estudo foi realizado em 98 pacientes com 60 a 79 anos de idade, moradores do Distrito Oeste da cidade de Ribeirão Preto, sendo que 58 eram mulheres. A idade média dos voluntários foi de 66,3 anos. Foram colhidos os seguintes dados: circunferência abdominal, circunferência do quadril, triglicérides, colesterol total e HDL colesterol. A circunferência abdominal foi o parâmetro para a obesidade centrípeta.Resultados:  Não houve associação entre colesterol total e circunferência abdominal (p = 0,88). Quando separamos pelo gênero verificamos que também não houve associação (p=0,73 e p=0,60 para homens e mulheres, respectivamente). A associação entre triglicérides e circunferência abdominal foi significativa (p<0...

Resultado do tratamento operatório do aneurisma da aorta abdominal roto contido crônico: estudo caso-controle; Outcome after surgical repair of sealed rupture abdominal aortic aneurysms: a case-control study

Bonamigo, Telmo Pedro; Becker, Monica; Weber, Elton Luiz Schmidt; Bianco, Cláudia; Miranda Jr, Fausto; Figueiredo, Luiz Francisco Poli de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/2006 ENG
Relevância na Pesquisa
36.67%
OBJETIVO: Estabelecer, através de um estudo caso-controle, a mortalidade precoce e sobrevida a longo prazo após o tratamento cirúrgico do aneurisma da aorta abdominal roto contido crônico comparada aos respectivos controles, submetidos ao reparo do aneurisma da aorta abdominal não roto, operado eletivamente. PACIENTES E MÉTODO: De Janeiro de 1992 a Dezembro de 2002, 465 pacientes foram submetidos ao reparo de aneurismas da aorta abdominal. Destes, 13 eram aneurisma da aorta abdominal roto contido crônico (2,8%), que foram comparados a 26 controles nos quais a correção eletiva do aneurisma ocorreu imediatamente antes e após a correção do aneurisma da aorta abdominal roto contido crônico. RESULTADO: Não houve diferença entre os grupos com relação a idade, sexo, fatores de risco para aterosclerose, doenças associadas e cardiopatia isquêmica. Pacientes com aneurisma da aorta abdominal roto contido crônico apresentaram maior incidência de dor lombar (92,3% versus 3,9%; p; OBJECTIVE: To establish, in a case-control study, the early mortality and long-term survival after surgical correction of sealed rupture abdominal aortic aneurysm, compared to controls who underwent standard, nonruptured abdominal aortic aneurysm repair. PATIENTS AND METHODS: From January 1992 to December 2002...

Exceso de peso y obesidad abdominal en mujeres atendidas en Unidad de Estrategia Salud de la Familia; Overweight and abdominal obseity in women users of a Family Health Strategy Unit; Excesso de peso e obesidade abdominal em mulheres atendidas em Unidade da Estratégia Saúde da Família

Cristóvão, Maria Fernanda; Sato, Ana Paula Sayuri; Fujimori, Elizabeth
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/12/2011 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
36.66%
Se investigó prevalencia de sobrepeso y obesidad abdominal y variables asociadas en mujeres. Estudio transversal con 298 mujeres (20-59 años), pacientes de Unidad de la Estrategia Salud de la Familia, en São Paulo-SP. Se consideró exceso de peso: índice de masa corporal >;25kg/m²; obesidad abdominal: circunferencia de cintura 0,80m o relación cintura-caderas >;0,85. Se realizó análisis de regresión logística. El exceso de peso afectó al 56% de las mujeres, resultando 37% sobrepeso y 19% obesidad, se asoció con edad, renta familiar, tabaquismo e hipertensión. El 59% presentaba obesidad abdominal, asociada a edad e hipertensión. Se reiteró alta prevalencia de exceso de peso y obesidad abdominal en mujeres, reforzando la importancia de evaluación de circunferencia de cintura y/o relación cintura-caderas en examen físico, además del índice de masa corporal, adyuvantes de predicción de riesgo. Se evidencia necesidad de intervenciones conjuntas de promoción y disminución del exceso de peso y obesidad abdominal.; We performed an investigation of the prevalence of overweight and abdominal obesity and associate variables in women. A cross-sectional study with 298 women (20-59 years), users of a Family Health Strategy unit...

Consumo de bebida alcohólica y adiposidad abdominal en donadores de sangre; Alcohol consumption and abdominal fat in blood donors; Consumo de bebida alcoólica e adiposidade abdominal em doadores de sangue

Ferreira, Márcia Gonçalves; Valente, Joaquim Gonçalves; Gonçalves-Silva, Regina Maria Veras; Sichieri, Rosely
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/12/2008 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
36.64%
OBJETIVO: Analisar a associação entre o consumo de bebidas alcoólicas e adiposidade abdominal. MÉTODOS: Estudo transversal com uma amostra de homens doadores de sangue (N=1.235), de 20 a 59 anos, em Cuiabá (MT), realizado de agosto/1999 a janeiro/2000. Os indicadores de adiposidade abdominal foram circunferência da cintura e relação cintura/quadril, ajustados pela adiposidade total. As medidas aferidas foram: peso, estatura, circunferências da cintura e do quadril. O consumo de álcool foi avaliado utilizando-se um questionário sobre tipo, freqüência e quantidade da bebida consumida. A associação entre o consumo de álcool e adiposidade abdominal foi analisada por regressão linear múltipla, com os modelos ajustados para idade, atividade física, tabagismo e adiposidade total. RESULTADOS: Após ajuste, a circunferência da cintura e a relação cintura quadril mantiveram-se associadas positivamente ao consumo de cerveja (p=0,02) e ao total de álcool consumido (p=0,01 e 0,03, respectivamente). O consumo de aguardente mostrou associação somente com a circunferência da cintura (p=0,04). CONCLUSÕES: O consumo de álcool, particularmente de cerveja, associou-se com a localização abdominal de gordura.; OBJETIVO: Analizar la asociación entre el consumo de bebidas alcohólica y adiposidad abdominal. MÉTODOS: Se efectuó estudio transversal con una muestra de hombres donadores de sangre (N= 1.235)...

Insuficiência renal aguda secundária à síndrome compartimental abdominal: relato de quatro casos e revisão da literatura; Acute renal failure due to abdominal compartment syndrome: report on four cases and literature review

Cleva, Roberto de; Silva, Fabiano Pinheiro da; Zilberstein, Bruno; Machado, David J B
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2001 ENG
Relevância na Pesquisa
36.64%
Descrevemos quatro casos de síndrome compartimental abdominal complicadas por insuficiência renal aguda e prontamente revertidas por diferentes métodos de descompressão abdominal. Caso 1: paciente obesa de 57 anos no pós-operatório de correção de hérnia incisional gigante com pressão intra-abdominal de 24 mm Hg. Após sedação e curarização, a PIA caiu para 15 mm Hg. Caso 2: paciente de 73 anos com abdômem agudo inflamatório submetida à laparotomia exploradora quando foi diagnosticado pneumoperitôneo hipertensivo. Durante a cirurgia houve melhora da diurese. Caso 3: paciente de 18 anos submetido a hepactetomia apresentou coagulopatia e sangramento hepático necessitando tamponamento com compressas, evoluindo com oligúria e PIA de 22 mm Hg. Na reoperação, após remoção das compressas houve melhora importante do fluxo urinário. Caso 4: paciente de 46 anos com cirrose hepática foi admitido após correção de hérnia incisional com pressão intra-abdominal de 16 mm Hg. Após paracentese, a pressão intra-abdominal caiu para 11 mm Hg.; We report on 4 cases of abdominal compartment syndrome complicated by acute renal failure that were promptly reversed by different abdominal decompression methods. Case 1: A 57-year-old obese woman in the post-operative period after giant incisional hernia correction with an intra-abdominal pressure of 24 mm Hg. She was sedated and curarized...

Relação da criptosporidiose à dor abdominal e diarréia nos índios Maias; Relationship of cryptosporidiosis to abdominal pain and diarrhea in Mayan Indians

Bentley, Camille; Laubach, Harold; Spalter, Joel; Ginter, Elisa; Jensen, Lauritz
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2004 ENG
Relevância na Pesquisa
36.64%
Demonstração da criptosporidiose entre índios Maias que vivem ao redor do lago Atitlan deu oportunidade de correlacionar a infecção com dor abdominal e/ou diarréia em crianças de diferentes grupos etários. 94 indivíduos com dor abdominal e/ou diarréia, entre as idades de 2 e 13 anos foram estudados em cidades ao redor do lago Atitlan, Guatemala, durante período de 2 anos. Oocistos de Cryptosporidium foram encontrados nas fezes de 29% das crianças que apresentaram dor abdominal e 21% daquelas com diarréia. Dos 60 infectados, 45% apresentavam dor abdominal e 33% diarréia, 22% tinham dor abdominal e diarréia. Ambos, dor abdominal e diarréia foram significativamente mais elevados em crianças abaixo de 10 anos e mais prevalentes no grupo de 6-9 anos de idade mas a correlação de sintomas à infecção não foi significativamente diferente quando as idades das crianças aumentava. A alta frequência de dor abdominal e/ou diarréia com infecção nas crianças foi compatível com criptosporidiose, doença considerada como uma das muitas infecções intestinais comuns que produzem este sintoma.; Demonstration of cryptosporidiosis in Mayan Indians living around Lake Atitlan provided an opportunity to correlate infection with abdominal pain and/or diarrhea in different age groups of children. 94 subjects experiencing abdominal pain and/or diarrhea...

Abdominal fat indicators: anthropometry vs dual energy x-ray absortometry; Indicadores de gordura abdominal: antropometria vs absortometria de raio-x de dupla energia

Paccini, Marina Kanthack; Universidade Estácio de Sá; Arsa, Gisela; Universidade Católica de Brasília; Glaner, Maria Fátima; Universidade Católica de Brasília
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, SC. Brasil
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Avaliado por Pares",; ; Avaliado por Pares Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 18/07/2008 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
36.64%
http://dx.doi.org/10.5007/1980-0037.2008v10n3p283Excessive abdominal fat contributes to the development of chronic nontransmissible diseases. Dual emission X Ray absorptiometry (DXA) is a simple to administer technique that allows abdominal fat percentage (%abdominalFDXA) to be determined. Anthropometric measurements, which have been validated and are of low cost, such as the abdominal circumferences 2.5cm above the umbilical scar (ABC2,5) and level with the umbilical scar (ABCum), are used as indicators of abdominal fat. Skin folds (SF) are little used for this purpose. The objective of this study was to verify which of these anthropometric indicators best correlates with and best explains abdominalFDXA. The sample was made up of 22 women (43.9±11.6 years; 34.7±8.3 %G totalDXA) and 18 men (31.9±11.6 years; 19.0±8.0 %G totalDXA) who were measured for ABC2.5, ABCum, suprailiac SF (SI), midaxillary SF (AM) and abdominal SF (AB), while abdominalF (L1-L4) was measured by DXA. Pearson’s correlation and multivariate linear regression (“enter” method) were employed to verify the anthropometric measurements’ correlations and percentage of explanation with relation to abdominalFDXA. Strong correlations and significant levels of explanation (p<0.05) were observed for both women and men using ABC2.5 (0.90; 81% and 0.89; 78%)...