Página 1 dos resultados de 2509 itens digitais encontrados em 0.065 segundos

Modelação Matemática como Ferramenta de Gestão e Exploração de Sistemas de Distribuição de Água

Gomes, Ricardo de Jesus
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
116.06%
A redução das perdas em sistema de distribuição de água, até níveis considerados economicamente viáveis e tecnicamente aceitáveis, constitui um dos principais objectivos para a maior parte das Entidades Gestoras de serviços públicos de abastecimento de água, tendo em vista alcançar a médio e longo prazo a sustentabilidade do serviço prestado. Esta realidade tem vindo a ser evocada a nível internacional, e, em Portugal, está consagrada no PEAASAR 2007-2013, que fixa a necessidade de reduzir as perdas de água para valores inferiores a 20% (Objectivo operacional 2). Neste contexto, a implementação de Zonas de Medição e Controlo (ZMC), sectorização do sistema em subsistemas de menor dimensão, pode dar um excelente contributo para atingir esses objectivos. Embora a sectorização da rede não permita directamente o controlo das perdas, acaba por ser um instrumento crucial no que concerne à sua detecção, caracterização e distribuição espacial. Além disso, facilita a implementação de estratégias activas de controlo de perdas, o estabelecimento de prioridades de intervenção na rede, a gestão das pressões ao longo do dia em função dos consumos, o controlo da facturação e monitorização de parâmetros relacionados com a qualidade da água. Partindo deste pressuposto...

Sistema de informações geograficas aplicado a sistemas de abastecimento de agua

Andre Negrão de Moura
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/02/2001 PT
Relevância na Pesquisa
116.11%
A crescente escassez de água adequada ao abastecimento e a maior exigência de uma melhor qualidade na distribuição, por parte dos clientes e também pelos órgãos financiadores, estão forçando os Sistemas de Abastecimento de Água (SAA), a modernizarem toda sua estrutura administrativa, gerencial e operacional, levando-os inclusive a reverem seu real papel junto à sociedade. O presente trabalho, tem como principal objetivo apresentar e integrar duas ferramentas computacionais, SIG Sistema de Informação Geográfica e MCSH - Modelo Computacional de Simulação Hidráulica, capazes de auxiliar na operação, gerenciamento e planejamento dos SAA, não importando seu porte, unificando todas as informações necessárias em uma única base de dados. O desenvolvimento do trabalho foi baseado num Estudo de Caso, tendo sido escolhido um pequeno SAA, que já dispunha de uma base de dados digital, a qual se tornaria o elo de ligação entre o SIG e o MCSH. A experiência profissional do autor, a revisão bibliográfica sobre o tema e o Estudo de Caso, permitiram formular duas metodologias básicas sobre o assunto, que são destinadas aos SAA; a primeira, para planejamento e implantação do SIG e a segunda, para seleção e digitalização de documentos; permitindo validar o método...

Analise de risco aplicada a sistemas urbanos de abastecimento de agua com suporte na teoria das opções reais; Risk analysis of urban water supplying systems based on real options theory

Luiz Carlos Alves de Souza
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
116.18%
Os sistemas urbanos de abastecimento de água são fundamentais para a qualidade de vida de milhões de pessoas que habitam os grandes centros urbanos. Portanto, a gestão e o planejamento para implantação e expansão desses sistemas, requerem cada vez mais uma abordagem dinâmica, tendo em vista que são limitados os recursos financeiros disponíveis para investimentos nesse setor. Para superar as dificuldades que se apresentam, é primordial que sejam consideradas e, na medida do possível, aplicadas técnicas gerenciais que permitam lidar com as variáveis intervenientes na avaliação das opções mais adequadas para implantação ou expansão dos sistemas de abastecimento de água potável. Os tomadores de decisão precisam se orientar em análises que possibilitam apresentar um panorama mais abrangente sobre o presente, assim como cenários futuros que podem influenciar as decisões sobre quando e como investir nos sistemas de abastecimento de água. Na literatura relacionada ao assunto, há muitas técnicas que visam estabelecer o nível de risco associado aos sistemas de abastecimento assim como são propostos métodos para mensuração dos riscos. A metodologia proposta aborda um aprimoramento na maneira de avaliar como podem ser implantados os projetos e analisa os riscos físicos e econômicos que incidem sobre o investimento. O processo de tomada de decisão incorpora o gerenciamento dinâmico sobre as incertezas que atuam sobre o investimento a realizar...

Estilos de gestão no abastecimento de água e saneamento

Paludo, José Roberto
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 1v| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
116.22%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política, Florianópolis, 2009.; Esta dissertação tem como tema a análise comparativa de dois estilos de gestão de abastecimento de água e saneamento, tomando por base empírica as experiências dos municípios catarinenses de Indaial e de Itapema. Portanto, qual o estilo de gestão que responde melhor ao desafio de políticas públicas complexas e interdisciplinares, como é o caso do abastecimento de água e saneamento? Tomou-se como ponto de partida o debate teórico, tanto do tema da água de modo geral, como do conceito de gestão no campo da ciência política e no contexto histórico brasileiro. Na sequencia, passou-se pela contextualização do problema, através de um diagnóstico sobre a situação da água em nível global e nacional, e pela discussão a respeito da sua gestão. A partir de então, buscou-se fazer uma análise do marco regulatório e um diagnóstico da gestão do abastecimento de água e saneamento no Brasil e em Santa Catarina, para enfim se chegar ao caso empírico dos dois municípios a serem comparados.Nesse aspecto, considera-se a água como um tema complexo e inserido num contexto epistêmico da gestão de recursos naturais renováveis...

O Uso de indicadores de desempenho para planejamento e regulação dos serviços de abastecimento de água

Zimermann, Daniela Mara Hoffmann
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 188 p.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
116.14%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental, Florianópolis, 2010; O presente estudo avalia e discute a aplicação de indicadores de desempenho nas atividades de planejamento e regulação dos serviços de abastecimento de água. No que se refere ao planejamento, a metodologia desenvolvida consistiu, basicamente, na aplicação associada do roteiro proposto pela ISO 24.512:2007, referente à gestão e avaliação dos serviços de abastecimento de água, com um método de tomada de decisão multicriterial. A escolha dos indicadores na fase de planejamento baseou-se em critérios de avaliação que foram estabelecidos a partir de objetivos estratégicos relacionados à sustentabilidade da entidade gestora, à proteção ao meio ambiente e à continuidade dos serviços prestados. Quanto à regulação, a seleção dos indicadores considerou aqueles usualmente praticados pelas agências reguladores desses serviços no Brasil. Os resultados alcançados nesta pesquisa permitiram, dentre outros aspectos, identificar setores operacionais críticos, através de um processo decisório participativo, bem como estabelecer metas para o planejamento desses setores. O estudo verificou...

Otimização operacional de sistemas de abastecimento de água com objetivo de redução de custo de energia elétrica

Gebrim, Diogo Valadão de Brito
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
116.16%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Civil e Ambiental, 2013.; O trabalho desenvolveu um modelo de otimização, com foco na redução dos custos de energia elétrica, para aplicação no planejamento operacional de sistemas de abastecimento de água. O modelo foi aplicado ao caso do sistema de abastecimento do Rio Descoberto, no Distrito Federal, que é de um sistema de grande porte, com capacidade de produção de 5.300 l/s, onde foram considerados 32 elementos, entre bombas e válvulas, que podem ser comandados para que o abastecimento seja realizado com sucesso. O modelo utiliza o simulador EPANET para representação do comportamento hidráulico e a técnica de algoritmos genéticos para a busca da solução otimizada. Foi desenvolvido um código computacional em linguagem C++, que implementa a biblioteca de algoritmos genéticos apresentado por Wall (1996), em conjunto com as rotinas da Tollkit Library do EPANET, de forma a testar diversas soluções de operação e encontrar a que produz os melhores resultados. Cada solução encontrada foi avaliada por uma função aptidão, que considerou, além do custo de energia, o atendimento às restrições operacionais expressas em termos de penalidade. Para a demanda de água foram adotados valores médios mensais que representaram o comportamento característico do sistema estudado para um período de 24h. Apesar da dimensão e da complexidade do sistema de abastecimento...

Inter-relacionamento de dados ambientais e de saúde: análise de risco à saúde aplicada ao abastecimento de água no Rio de Janeiro utilizando Sistemas de Informações Geográficas

Barcellos, Christovam de Castro; Coutinho, Kátia; Pina, Maria de Fátima Rodrigues Pereira de; Magalhaes, Mônica M. A. F.; Paola, Júlio C. M. D.; Santos, Simone M.
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública/ Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública/ Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
116.14%
O inter-relacionamento de dados ambientais e sanitários, necessário na avaliação da exposição de grupos populacionais a fatores de risco, é dificultado pela defasagem no tempo e espaço destes conjuntos de dados. Neste trabalho utilizaram-se como bases de dados georreferenciadas: os setores censitários, que contêm informações sobre a forma com que são abastecidos os domicílios; a rede de abastecimento de água, seus principais mananciais e reservatórios; a qualidade da água, segundo programa de monitoramento. Mediante operações espaciais entre estas camadas, foram localizados e quantificados grupos populacionais submetidos a risco, de acordo com diferentes critérios. Grande parte dos riscos associados ao abastecimento de água encontram-se localizados na encosta norte do Maciço da Tijuca, e na Zona Oeste, onde a população procura formas alternativas de abastecimento. Em razão das diferentes origens, objetivos e estruturas dos dados, os Sistemas de Informações Geográficas (SIG) podem ser utilizados como instrumento de organização, de validação destes dados e de verificação de possíveis inconsistências.

Custos de construção de infra-estruturas de abastecimento de água e de saneamento

Gomes, João Paulo Dragão
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
116.02%
Com o presente trabalho, pretende-se fazer uma sistematização dos custos unitários associados à construção de infra-estruturas de abastecimento de água e saneamento, para que em sede de programação urbanística se possam definir metas e estratégicas de desenvolvimento urbano, de acordo com as políticas que se pretendam ver instituídas.; The present work aims to make a systematic unit costs associated with building infrastructure for water supply and sanitation, so that in place of urban planning can be defined strategic goals and urban development, according to the policies that wish to see imposed; Mestrado em Planeamento Regional e Urbano

Abastecimento de água na zona norte da Figueira da Foz

Braga, Diana Raquel Castro
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
116.2%
O abastecimento de água à população é fundamental para o desenvolvimento de uma sociedade saudável. Neste contexto, o abastecimento deve garantir o fornecimento de uma água de forma contínua, na pressão adequada, isenta de microrganismos e de substâncias químicas que possam constituir potencial perigo para a saúde humana. Como tal, o presente trabalho tem por objetivo central um diagnóstico geral do sistema de abastecimento de água, nomeadamente da zona norte do concelho da Figueira da Foz. Pretende-se essencialmente tomar contacto com os processos de tratamento e distribuição de água potável ao consumidor final. Para isso, recorreu-se à caracterização da água bruta, caracterização do sistema de tratamento da Estação de Tratamento de Água das Braças, caracterização das infraestruturas de adução e reserva de água, modelação matemática da rede de adução e análise da qualidade da água tratada.; The water supply to the population is essential to the development of a healthy society. In such context, the company must ensure the provision of continuous and clear water with suitable pressure, free from microorganism and chemical substances that might be potentially dangerous to human health, so that the water should be well accepted by the consumers. As such...

Contributo para o Desenvolvimento da Teoria da Vulnerabilidade de Redes de Abastecimento de Água: a Sua Integração com as Teorias Clássicas

Afonso, Luís Manuel Fernandes
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
116.1%
Dissertação de Mestrado em Engenharia Civil; A teoria da vulnerabilidade de redes de abastecimento de água (TVRAA) é uma teoria emergente que tem vindo a ser desenvolvida no Departamento de Engenharias, da Universidade de Trás‐os‐Montes e Alto Douro (UTAD) com colaboração de outras universidades nacionais e estrangeiras. O conceito de vulnerabilidade é traduzido pela desproporcionalidade existente entre um esforço e o dano resultante numa rede de abastecimento de água (RAA). Esta teoria tem como principal objectivo identificar os elementos mais vulneráveis de uma RAA e, desta forma, dar um contributo quer na fase de projecto quer na fase de gestão e de exploração dos sistemas. A fase de projecto ajudará o projectista a decidir acerca do reforço ou redimensionamento das zonas da rede estruturalmente ou hidraulicamente mais vulneráveis. Na fase de gestão e exploração da RAA auxiliará na elaboração de planos de manutenção e de reabilitação, permitindo a sua monitorização e uma priorização criteriosa das intervenções mais adequadas. Este trabalho de investigação dá uma contribuição fundamental para o desenvolvimento da TVRAA. O teste de utilização de todos os critérios de aglutinação, a integração com as teorias clássicas de dimensionamento hidráulico...

Inter-relacionamento de dados ambientais e de saúde: análise de risco à saúde aplicada ao abastecimento de água no Rio de Janeiro utilizando Sistemas de Informações Geográficas

Barcellos,Christovam; Coutinho,Kátia; Pina,Maria de Fátima; Magalhães,Mônica M. A. F.; Paola,Júlio C. M. D.; Santos,Simone M.
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/1998 PT
Relevância na Pesquisa
116.14%
O inter-relacionamento de dados ambientais e sanitários, necessário na avaliação da exposição de grupos populacionais a fatores de risco, é dificultado pela defasagem no tempo e espaço destes conjuntos de dados. Neste trabalho utilizaram-se como bases de dados georreferenciadas: os setores censitários, que contêm informações sobre a forma com que são abastecidos os domicílios; a rede de abastecimento de água, seus principais mananciais e reservatórios; a qualidade da água, segundo programa de monitoramento. Mediante operações espaciais entre estas camadas, foram localizados e quantificados grupos populacionais submetidos a risco, de acordo com diferentes critérios. Grande parte dos riscos associados ao abastecimento de água encontram-se localizados na encosta norte do Maciço da Tijuca, e na Zona Oeste, onde a população procura formas alternativas de abastecimento. Em razão das diferentes origens, objetivos e estruturas dos dados, os Sistemas de Informações Geográficas (SIG) podem ser utilizados como instrumento de organização, de validação destes dados e de verificação de possíveis inconsistências.

Utilização de um algoritmo genético híbrido para operação ótima de sistemas de abastecimento de água

Costa,Luis Henrique Magalhães; Castro,Marco Aurélio Holanda de; Ramos,Helena
Fonte: Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental - ABES Publicador: Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental - ABES
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 PT
Relevância na Pesquisa
116.09%
A operação dos Sistemas de Abastecimento de Água é realizada por profissionais que usam a sua experiência como um meio de avaliação no controle de equipamentos hidromecânicos com o objetivo de garantir o fornecimento de água à população. Geralmente, as regras operacionais utilizadas visam à garantia da continuidade do abastecimento público, sem a preocupação com a economia de energia elétrica dos motores em funcionamento. Neste trabalho, apresenta-se um algoritmo genético híbrido que permite determinar as estratégias de operações com custos energéticos reduzidos. A análise do modelo é feita em um estudo de caso real localizado na cidade de Ourém (Portugal). O novo modelo reduz consideravelmente o tempo computacional em comparação aos modelos utilizados na literatura especializada.

Aspectos climáticos da captação de água de chuva no Estado de Pernambuco.

GALVÍNCIO, J. D.; MOURA, M. S. B. de
Fonte: Revista de Geografia, Recife, v. 22, n. 2, p. 100-116, jul./dez. 2005. Publicador: Revista de Geografia, Recife, v. 22, n. 2, p. 100-116, jul./dez. 2005.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Formato: il.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
116.1%
Captação de água de chuva tem sido uma técnica popular em muitas partes do mundo, especialmente em regiões áridas e semi-áridas (que são aproximadamente 30% da superfície da terra). A captação de água de chuva é especialmente usada em áreas semi-áridas, onde a precipitação ocorre somente durante em alguns meses e em diferentes locais, como o semi-árido do Estado de Pernambuco, Brasil. O governo brasileiro está construindo 1 milão de cisternas para fornecer água de beber para 1 milhão de famílias do Semi-Árido brasileiro. Em Pernambuco serão construidas 22% do total de cisternas. A variabilidade da precipitação no Estado é decisiva para determinar a área de captação ideal para o abastecimento das cisternas nas diferentes regiões do estado. Esse estudo usou dados de precipitação anual para o estado de Pernambuco. Foi estimada a ocorrência de probabilidade de chuva usando a Distribuição Normal de Probabilidade dos quantis. Os resultados mostraram que em anos normais, nas áreas mais secas do estado, a precipitação média foi 400 mm. Este valor deve ser considerado para escolha do tamanho da cisterna e da área de captação para diferentes regiões de estado. A cisterna construída pelo governo tem capacidade para armazenar 16m³...

Gestão dos serviços de abastecimento de água e de esgotamento sanitário da Região Metropolitana do Recife e suas relações com o meio ambiente

Fernando de Laranjeiras Pinto, Edson; Takayuki Kato, Mario (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
116.19%
Nesta dissertação, sobre a Gestão dos Serviços de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário na RMR e suas relações com o meio ambiente, tratou-se principalmente de fazer uma retrospectiva dos seguintes assuntos tratados por capítulos: gestão dos serviços de abastecimento de água e gestão do esgotamento sanitário, levando em consideração os aspectos políticos, jurídicos, institucionais e ambientais que intermedeiam os temas. Realizou-se, inicialmente, uma retrospectiva desde a época da Companhia do Beberibe (1838 a 1912) até os dias atuais com a COMPESA. Depois disto, foi efetuada uma abordagem sobre as principais bacias da RMR, que são: bacia do Jaguaribe, bacia do Botafogo, bacia do Igarassu, bacia do Timbó, bacia do Paratibe e bacia do Beberibe, que fazem parte do grupo de bacias de pequenos rios litorâneos (GL-1), e depois, a bacia do rio Capibaribe. Continuando o estudo, têm-se o grupo de bacias de pequenos rios litorâneos (GL-2): bacia do Tejipió, bacia do Jaboatão e bacia do Pirapama e finalmente a bacia do rio Ipojuca. O estudo feito sobre essas bacias, relacionou-se principalmente, com suas características físicas. Prosseguindo com o capítulo, foi feito um breve estudo de hidrogeologia da RMR...

Modelagem multicritério em grupo para planejamento estratégico do controle de perdas no abastecimento de água

Aquino, Daniela Silva de
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Tese de Doutorado
PT_BR
Relevância na Pesquisa
116.11%
O planejamento estratégico para o controle de perdas em sistemas de abastecimento de água está envolvendo cada vez mais a participação de várias organizações na tomada de decisão sobre as ações a serem desenvolvidas, tendo em vista a crescente preocupação com as questões relacionadas à água. Essas organizações têm diferentes objetivos, responsabilidade e interesses, fazendo-se necessário um procedimento estruturado para a resolução dos conflitos. Nesse contexto, este trabalho concentra-se na tomada de decisão em grupo para o controle de perdas em sistemas de abastecimento de água. É proposto um modelo multicritério que faz uso da abordagem de estruturação de problemas, para facilitar o compartilhamento de informações a partir do desenvolvimento participativo, como forma de geração de idéias alternativas de solução e melhorar o processo de aprendizagem entre todos os membros envolvidos. Esse modelo é capaz de apoiar o processo de decisão em todas as fases: definição e estruturação do problema, identificação de possíveis alternativas de solução, análise das prioridades individuais e decisão final do grupo. Essa decisão final é realizada por meio do método proposto neste trabalho (Análise das Prioridades Individuais para Escolha em Grupo)...

A avaliação de desempenho da prestação de serviços de abastecimento de água independe da perspectiva do avaliador, se usuário ou prestador?; Assesment of the provision of water supply independent assessor's perspective, if or provider?

Carvalho, Bruno Eustáquio Ferreira Castro de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
116.21%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Civil e Ambiental, 2013.; A disponibilização de serviços públicos com qualidade, eficiência, efetividade e eficácia é de fundamental importância para o desenvolvimento econômico, social e ambiental. Nesse contexto, a fiscalização, a regulação e a participação da sociedade são essenciais para o aperfeiçoamento da prestação dos serviços. A fim de contribuir para o processo decisório com vistas à melhoria da prestação dos serviços, o presente trabalho objetivou o desenvolvimento e a definição de um conjunto de indicadores para avaliação da prestação de serviços de abastecimento de água que pemitisse capturar e comparar o desempenho a partir da perspectiva do usuário dos serviços e do prestador de serviços. No desenvolvimento do trabalho, foram selecionados, da literatura, seis sistemas de informação, sendo três nacionais e três internacionais, justificados pela sua larga aplicabilidade e representatividade. Os indicadores pré-selecionados a partir desses sistemas, utilizando-se os critérios de recorrência, aplicabilidade, clareza e relação com o usuário foram submetidos à avaliação por meio de consulta a especialistas utilizando o método Delphi. Os indicadores submetidos à primeira rodada da consulta Delphi foram avaliados em níveis de representatividade “muito alto”...

Optimização de recursos energéticos em redes de abastecimento de água; Energy resources optimization in water supply networks

Coelho, Bernardete da Costa
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
116.13%
As preocupações com o consumo de água e energia no mundo são cres- centes. No entanto, em Portugal não se dá, ainda, a devida importância aos consumos energéticos relacionados com o abastecimento de água. Actual- mente, nas estações elevatórias, as bombas são postas em funcionamento até encher os reservatórios responsáveis por abastecer determinadas popu- lações. As mesmas são desligadas quando os reservatórios atingem o seu nível máximo e apenas voltam a funcionar quando os mesmos atingem o ní- vel mínimo. Este tipo de funcionamento não tem qualquer tipo de atenção à variação do custo da energia (necessária ao bombeamento) ao longo do dia. A introdução de um padrão de funcionamento das bombas adequado às tarifas energéticas e aos padrões de consumo das populações permite minimizar os custos energéticos de forma significativa. Nesta dissertação construiram-se dois exemplos distintos de simulação de redes de abastecimento de água e procedeu-se à aplicação de diferentes metodologias de optimização na tentativa de minimizar os consumos e cus- tos energéticos associados ao bombeamento da água. Os métodos de op- timização seleccionados foram o método de Levenberg-Marquardt (LM), um método clássico baseado no gradiente...

Modelação do uso de energias em sistemas de abastecimento de água

Rodrigues, Valter Filipe Cunha
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
116.16%
Atualmente, as preocupações com o consumo de água têm vindo a ser cada vez maiores. Em Portugal ainda não é dada a devida atenção à eficiência dos sistemas de abastecimento de água. O modelo atual de funcionamento dos sistemas de abastecimento de água está baseado no nível do reservatório de acumulação, que liga quando o nível baixa e desliga quando o nível máximo é atingido. Este modelo não tem em consideração a variação do custo de energia nem o aproveitamento de recursos renováveis. Nesta dissertação criou-se um modelo matemático que encontra padrões de funcionamento otimizados com o objetivo de reduzir o consumo energético dos sistemas de abastecimento de água. Foi também avaliado, sempre que as caraterísticas topográficas do terreno assim o permitam, a introdução de uma estação hidroelétrica. Foram analisadas as vantagens financeiras e energéticas desta aplicação. A combinação de energias renováveis a este modelo permite obter elevados benefícios, passando este modelo a ser denominado de sistema de fins-múltiplos. Foram realizadas diversas simulações utilizando a metodolgia aplicada, de forma a avaliar a flexibilidade do modelo e sempre com o objetivo de minimizar o custo de exploração de funcionamento destes sistemas e maximizar os lucros da venda de energia à rede elétrica. Neste trabalho...

Comportamento do alumínio num sistema público de água para consumo humano

Nunes, Marisa de Lurdes Pedrosa Venâncio
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
116.21%
Por forma a satisfazer os requisitos regulamentares e as necessidades dos consumidores, as entidades gestoras de sistemas de abastecimento de água têm necessidade de compreender melhor os movimentos e transformações a que a água, destinada ao consumo humano, está sujeita ao longo dos sistemas de distribuição, de modo a proteger a sua qualidade em sistemas públicos de abastecimento. Os modelos de simulação para sistemas de transporte e distribuição de água constituem instrumentos computacionais muito utilizados e consagrados no campo do planeamento, do projecto e do diagnóstico de funcionamento, complementando o discernimento e a experiência dos técnicos envolvidos. O desenvolvimento de um modelo de simulação fiável é, tanto para a componente hidráulica como para a de qualidade da água, uma opção vantajosa para a gestão de um sistema de abastecimento de água. A utilidade de um modelo de simulação, tanto para apoiar a exploração dos sistemas – na procura da garantia de satisfação das condições hidráulicas e de qualidade ideais – como para melhorar o planeamento de expansões e de outras intervenções, é atestada pela experiência de inúmeras entidades gestoras em todo o mundo. O Epanet 2.0 é um programa para simulação hidráulica e da qualidade da água em sistemas de transporte e distribuição de água que permite ao utilizador analisar o comportamento hidráulico e a alteração da qualidade da água num sistema de distribuição sujeito a diversas condições operacionais durante um determinado período de funcionamento. A modelação matemática para simular o comportamento de sistemas de abastecimento de água é uma técnica empregue na análise de problemas teóricos ou em aplicações práticas e para soluções de projecto...

Inter-relacionamento de dados ambientais e de saúde: análise de risco à saúde aplicada ao abastecimento de água no Rio de Janeiro utilizando Sistemas de Informações Geográficas

Barcellos,Christovam; Coutinho,Kátia; Pina,Maria de Fátima; Magalhães,Mônica M. A. F.; Paola,Júlio C. M. D.; Santos,Simone M.
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/1998 PT
Relevância na Pesquisa
116.14%
O inter-relacionamento de dados ambientais e sanitários, necessário na avaliação da exposição de grupos populacionais a fatores de risco, é dificultado pela defasagem no tempo e espaço destes conjuntos de dados. Neste trabalho utilizaram-se como bases de dados georreferenciadas: os setores censitários, que contêm informações sobre a forma com que são abastecidos os domicílios; a rede de abastecimento de água, seus principais mananciais e reservatórios; a qualidade da água, segundo programa de monitoramento. Mediante operações espaciais entre estas camadas, foram localizados e quantificados grupos populacionais submetidos a risco, de acordo com diferentes critérios. Grande parte dos riscos associados ao abastecimento de água encontram-se localizados na encosta norte do Maciço da Tijuca, e na Zona Oeste, onde a população procura formas alternativas de abastecimento. Em razão das diferentes origens, objetivos e estruturas dos dados, os Sistemas de Informações Geográficas (SIG) podem ser utilizados como instrumento de organização, de validação destes dados e de verificação de possíveis inconsistências.