Página 1 dos resultados de 148 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Avaliação da qualidade de vida e do grau de dependência dos idosos apoiados pelo serviço de apoio domiciliário da Penha de França da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

Pires, Marco António Estevens
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.9%
Objetivos: Este estudo que surge na conclusão do Iº Mestrado em Cuidados Continuados Integrados, da Escola de Ciências e Tecnologias da Saúde da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias de Lisboa, está diretamente relacionado com a prática dos Cuidados Continuados e tem como objetivo melhorar o conhecimento sobre a população idosa apoiada pelo Serviço de Apoio Domiciliário (SAD) da Penha de França (PDF) da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML), através da Avaliação da sua Qualidade de Vida e dos seus Graus de Dependência, verificando ainda a existência de correlações entre os resultados dos instrumentos. Métodos: Realizou-se um estudo exploratório descritivo-correlacional, quantitativo e qualitativo, em que a seleção da amostra teve como critério de exclusão o défice cognitivo em que participantes não teriam diagnosticada doença Psiquiátrica, e como fatores de inclusão ter mais de 65 anos e beneficiar do serviços de SAD da PDF da SCML. Aos 40 idosos que assinaram o consentimento informado, representando cerca de 20% da população total, foi aplicado o Formulário de recolha de dados demográficos, os Índices de avaliação: das Atividades Básicas da Vida Diária (ABVD), de Barthel (IB); da avaliação das Atividades Instrumentais da Vida Diária (AIVD)...

Modelos de gestão do serviço de apoio domiciliário: uma análise comparativa

Lima, Anicéta Maria Cavalcante
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.73%
O aumento da expectativa de vida e a queda da taxa de natalidade acentuaram o fenómeno do envelhecimento populacional em várias partes do mundo causando impactos na provisão de cuidados. É neste cenário que as organizações de economia social assumem um papel imprescindível, criando soluções e oferecendo respostas às necessidades da população, importando pesquisar os modelos de gestão nelas praticados. O objectivo deste estudo é conhecer a gestão do Serviço de Apoio Domiciliário (SAD) nas diversas organizações prestadoras destes serviços. Como referencial de análise utilizou-se os princípios de gestão das organizações, o modelo de gestão do ISS. IP, os princípios da intervenção gerontológica e a Análise Swot. Esta investigação situa-se numa abordagem qualitativa, realizada com a aplicação de entrevistas aos actores sociais envolvidos. Metodologicamente utilizou-se a análise de conteúdo temática para a análise dos resultados. Os resultados de desempenho organizacional obtidos são relativos e dependem de diversos intervenientes, facto que de certa forma as podem constranger. Destacam-se, ao nível da gestão do SAD, factores como: as necessidades de âmbitos variados, a complexidade na gestão dos serviços e da equipa e a falta de formação adequada às ajudantes domiciliárias.; The increase in life expectancy and the de increase birth rates have produced the world phenomenon of population aging that causes impact on the provision of care. This is the background where Social Economical Organizations have their essential role...

Implementação da gestão da qualidade no serviço de apoio domiciliário: Centro de Dia São Simão

Nunes, Joana Margarida Silva
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
67.07%
O presente relatório reporta-se ao estágio desenvolvido no Centro de Dia São Simão pertencente à Santa Casa da Misericórdia de Torres Novas. O estágio teve como principal objetivo contribuir para a implementação da gestão da qualidade na instituição, mais especificamente, no serviço de apoio domiciliário do Centro de Dia São Simão. A gestão da qualidade é de extrema importância e de carácter obrigatório para as instituições do terceiro setor. O objetivo é que as instituições adotem os Modelos de Avaliação da Qualidade das Respostas Sociais dado pelo Ministério da Solidariedade, Emprego e Segurança Social e que alcancem os níveis obrigatórios de qualidade. Os novos acordos de cooperação vão ser mais exigentes e só serão atribuídos se existir certificação de qualidade. A parte teórica do presente relatório incidiu sobre o envelhecimento e também sobre a qualidade, gestão e liderança nas instituições. Procedeu-se ainda a um melhor conhecimento do local através da caraterização do concelho de Torres Novas, sua demografia, caracterização da Santa Casa da Misericórdia de Torres Novas e do Centro de Dia São Simão. Com vista especificamente à implementação do sistema de qualidade foi elaborado o plano individual para cada um dos utentes do serviço de apoio domiciliário...

Apoio domiciliário : resposta educativa para as crianças com NEE

Gomes, Sílvia Julieta Moreira
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 06/07/2013 POR
Relevância na Pesquisa
67.05%
Dedicamos este estudo às crianças privadas de ir à escola, uma vez que são portadoras de deficiências profundas. O objetivo principal desta investigação é conhecer a realidade educativa do Apoio Domiciliário como resposta educativa a crianças com NEE (Necessidades Educativas Especiais), passando pelo entendimento das estratégias e metodologias de ensino - aprendizagem que se desenvolve neste formato de apoio. Quisemos avaliar a sobrecarga das cuidadoras, tentando perceber até que ponto, cuidar de uma criança dependente de um adulto, pode ter ou não sobrecarga para os seus cuidadores. Numa primeira parte da nossa investigação procedeu-se à revisão da literatura, repensando questões teóricas-conceituais relativamente ao tema em estudo, referindo-se primordialmente a questões relacionadas com o Apoio Domiciliário. Na segunda parte, realizamos todo o trabalho empírico, com recurso a entrevistas aos seguintes participantes: duas encarregadas de educação, duas professoras de Educação Especial numa Unidade de Apoio Especializada à Multideficiência, uma professora de Educação Especial que leciona Apoio Domiciliário e uma subcoordenadora de Educação Especial. Aplicou-se a escala de sobrecarga de Zarit às encarregadas de educação dos alunos que usufruem de Apoio Domiciliário. A análise dos dados recolhidos possibilitou uma melhor compreensão da temática...

Plano de Negócios - Criação de uma empresa de apoio domiciliário

Neves, Marco Alexandre Faria das
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /11/2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.9%
Mestrado em Gestão; O tema empreendedorismo nunca tão discutido como hoje. Na atual conjuntura macro económica portuguesa impõe-se cada vez mais a figura do empreendedorismo como um meio para a criação de emprego e de crescimento económico. O envelhecimento da população oferece oportunidades crescentes na área dos serviços sociais e dos cuidados de saúde em virtude das necessidades que surgem do aumento da esperança média de vida. O aumento da longevidade é um fato decorrente das melhorias das condições de vida dos cidadãos. Por outro lado, na sociedade atual a conciliação entre a vida familiar e a vida laboral é cada vez mais difícil fruto das condições do mercado e dos estilos de vida nas grandes cidades, o que tem como consequência uma diminuição do tempo disponível para cuidar das pessoas mais fragilizadas. As respostas de apoio social como os centros de apoio domiciliário têm como objetivo oferecer uma ajuda aos indivíduos que se encontrem numa situação mais frágil, promovendo a sua autonomia e independência face aos outros ao mesmo que incrementa a qualidade de vida e bem-estar dos utentes. A dificuldade do sistema nacional oferecer uma reposta adequada a todas as pessoas abre espaço para a atividade privada neste setor. Neste trabalho pretende-se compreender se o espaço deixado pela falta de resposta do setor público permite a criação de uma empresa de apoio domiciliário.; The entrepreneurship theme as never been discussed as it is today. In the current Portuguese macroeconomic the focus on entrepreneurship seems to be a solution for some problems such as job creation and the need of economic growth. The aging of the population offers increasing opportunities in the areas of social services and health care because new needs born from the increase of the average life expectancy. Population aging decurs from the better life conditions. In other side...

A criação de um serviço de apoio domiciliário no combate ao retraimento social dos mais velhos

Ferreira, Raquel Sofia Leite Marinho
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /07/2014 POR
Relevância na Pesquisa
67.02%
A prestação de cuidados no domicílio tem-se revelado uma aposta em ascensão ao nível das políticas sociais dirigidas à população idosa. Num território onde se pretende criar o Serviço de Apoio Domiciliário, torna-se pertinente refletir sobre a importância que lhe atribuem os idosos, seus potenciais utilizadores, pensando na satisfação das suas necessidades. É crucial ter uma perceção adequada das reais necessidades dos idosos que consideramos não estarem confinadas àquelas que permitem manter a sua vida biológica. As questões que se prendem diretamente com a perspetivação do Serviço de Apoio Domiciliário, obrigam-nos também a compreender a dimensão de fenómenos sociais como o isolamento, a solidão e o retraimento dos indivíduos nos seus domicílios. Conhecer a origem destes fenómenos e perceber como interferem no quotidiano de vida dos indivíduos, constitui uma mais-valia na estruturação de uma resposta social com um lado inovador. Neste projeto o objetivo de estender esta resposta a outros domínios da vida dos indivíduos, potenciando sobretudo a sua rede de relacionamento social e a sua participação ativa na sociedade, assume centralidade. Ter conhecimento das condições em que os idosos vivem...

Contributos da intervenção comunitária para um serviço de apoio domiciliário socioeducativo

Moço, Joana Rafaela
Fonte: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti Publicador: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
67.07%
Trabalho de projeto apresentado à Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti para obtenção do grau de mestre em Intervenção Comunitária, especialização em Educação para a Saúde.; As respostas sociais que procuram ir ao encontro das necessidades das pessoas idosas têm sofrido uma crescente evolução quando se trata de escolher a resposta na qual querem e/ou necessitam de integrar. Expressão desta evolução é o facto de, entre várias respostas possíveis, hoje se privilegiar o envelhecimento no próprio ambiente domiciliário e familiar do idoso. O Serviço de Apoio Domiciliário (SAD), para além do seu carácter inovador, vem destacar-se por se revelar como sendo uma verdadeira alternativa à institucionalização. Porém, a resposta em causa tem sido alvo de reflexões que vêm criticar a sua intervenção meramente assistencialista e standardizada, sendo neste contexto que surge o presente estudo. Partindo do interesse pela resposta em causa, surge a vontade de perceber o que leva realmente o idoso a optar por envelhecer em sua casa e que dinâmica está associada ao SAD a partir de uma instituição de solidariedade social, no sentido de melhor responder às necessidades do idoso. Destas duas vertentes resulta um conjunto de reflexões...

Gestão do apoio social: o papel do prestador de cuidados informais

Sousa, Cátia Susana Pereira de
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.78%
Dissertação de Mestrado em Gestão de Serviços de Saúde; Os serviços de apoio domiciliário são uma resposta social e que se dirigem, predominantemente, a pessoas idosas, por apresentarem mais dificuldades na vida diária e necessitarem de maior acompanhamento. São também dirigidos a pessoas com diferentes graus de deficiência e dependência e que careçam de cuidados no domicílio. São exemplos destes serviços: higiene e conforto pessoal, medicação, arrumação e limpezas, preparação e acompanhamento de refeições e tratamento de roupas. É necessário sensibilizar a sociedade para uma melhor adaptação e aceitação do idoso na vida social. Com este estudo pretendemos perceber a perceção da qualidade dos serviços de apoio domiciliário que são a resposta social ao alcance dos prestadores de cuidados informais.; The home support services are a social response and targeted, predominantly the elderly, because they have more difficulties in daily life and require closer monitoring. Are also directed at people with varying degrees of disability and dependency and in need of home care. Hygiene and personal comfort, medication, housekeeping and cleaning, meal preparation and monitoring and treatment of clothing: examples of these services are. It is necessary to sensitize society to better adaptation and acceptance of elderly people in social life. With this study we intend to realize the perception of the quality of home care that are the social response to the scope of informal care.

Práticas de serviço social no âmbito da política de apoio domiciliário: contextualização dos serviços prestados em espaço rural e urbano

Boura, Tito José Fernandes
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
67.08%
Dissertação de Mestrado em Serviço Social; As modificações económicas, sociais e familiares têm influenciado ao longo dos tempos os paradigmas de apoio ao envelhecimento, principalmente desde a introdução da mulher no mercado de trabalho, impossibilitando que esta tomasse conta dos seus idosos como acontecera até ai. Nas últimas décadas os vários Governos desenvolveram políticas de apoio à população idosa, permitindo haver um conjunto de serviços que vão ao encontro das necessidades desta população. O Serviço de Apoio Domiciliário é uma das respostas social que segundo o discurso formal deve possibilitar ao idoso permanecer no seu contexto sociocultural, permitindo um apoio especializado e diversificado mediante as suas necessidade, evitando a sua institucionalização. Com este serviço o idoso pode usufruir de apoio alimentar, tratamento de roupa, higiene pessoal e habitacional, entre outros serviços, nomeadamente o acompanhamento ao exterior, e o apoio farmacológico, numa base de contextualização individualista deste serviço. O objecto de estudo desta investigação foi o Serviço de Apoio Domiciliário, explorando as práticas profissionais do Serviço Social, em torno dos serviços prestados no âmbito do plano de desenvolvimento individual. Seguindo uma abordagem qualitativa (estudo de caso)...

O serviço de apoio domiciliário e a participação social das pessoas idosas

Macedo, Cristiana Nogueira Pires
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.78%
Mestrado em Serviço Social; O projeto propõe a criação de um Serviço de Apoio Domiciliário (SAD) organizado segundo uma perspetiva multidimensional da pessoa idosa, seja na sua qualidade de cidadão utente de um SAD, seja na de cidadão sénior atento às necessidades da sociedade e interessado em participar na vida da comunidade. Parte-se da constatação de que o SAD se organiza em volta de necessidades básicas relacionadas com a higiene e alimentação e, por vezes, alguns cuidados de saúde, não havendo o desejável e regular apoio na vertente relacional que permita o bem-estar emocional dos utentes; parte-se, também, da constatação do aumento de pessoas seniores, que se encontra disponível para participar em atividades de caráter social, pelo que o projeto procura concertar necessidades e interesses de ambos, integrando no SAD a participação ativa destes seniores para a melhoria do bem-estar daqueles que usufruem do serviço e não têm rede familiar de suporte ou quando esta não é suficiente. A estratégia de intervenção a privilegiar apoia-se na ação articulada com os municípios, entidades gestoras dos Bancos Locais de Voluntariado.; This project proposes the creation of a Home Care Center (HCC), organized following a multidimensional perspective of the elder...

Grau de dependência e grau de ajuda em idosos em serviço de apoio domiciliário: perspectivas do idoso, do ajudante familiar e do fisioterapeuta

Carvalho, Isabel Maria Pinheiro de
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.86%
RESUMO:O envelhecimento e a preocupação com a dependência da população idosa é uma prioridade social. A permanência em casa onde se encontram todas as referências é importante em diversos aspectos, nomeadamente para uma maior independência. Quando a dependência surge, o Serviço de Apoio Domiciliário (SAD) é um dos serviços sociais a que se pode recorrer. Numa análise dos serviços de SAD nas vertentes de legislação, instituições, cuidadores e utentes, não são relacionados o grau de dependência e a atribuição da ajuda, o que parece pertinente para equacionar as necessidades das pessoas idosas em SAD. Nesse sentido, este estudo teve como objectivo verificar a percepção dos utentes de SAD do grau de dependência e do grau de ajuda na realização de taferas de auto-cuidado e mobilidade, avaliados pelo próprio idoso, pelo ajudante familiar e pelo fisioterapeuta. O presente estudo, transversal (Agosto 2013 – Abril 2014), de natureza quantitativa e qualitativa, e abordagem descritiva, observacional e correlacional, avaliou uma amostra de 51 idosos do SAD da Amadora, dos quais 80,4% eram mulheres, com média de idade de 82,4 anos (dp 6,81), principalmente viúvas, com escolaridade primária incompleta ou completa...

Serviços de apoio domiciliário para idosos no concelho da Covilhã: percepção de utentes

Cardona, Inês Sofia Martins
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
66.78%
Dado o actual panorama de envelhecimento da população e a crescente procura de estruturas de apoio à dependência e qualidade de vida na velhice, este estudo centrase num serviço com grande procura: Serviço de Apoio Domiciliário (SAD), que consiste em prestar cuidados no domicílio dos utentes, promovendo o bem-estar e a qualidade de vida. . Este estudo pretende, numa perspectiva fenomenológica, analisar a percepção que utentes idosos de SAD do concelho da Covilhã possuem acerca dos serviços que lhes são prestados. O instrumento de recolha de dados utilizado foi a entrevista semi-estruturada, com questões sobre o SAD, factores de solicitação, caracterização dos serviços e técnicos, horários/tempo disponibilizado, e grau de satisfação. Participaram no estudo 7 indivíduos idosos do concelho da Covilhã que usufruem de SAD. Os resultados da investigação indicam que os idosos recorrem ao SAD, sobretudo, para satisfação de necessidades básicas diárias devidas à falta de ajudas informais. Quanto aos funcionários, os utentes consideram que podem ser vários, devem possuir formação e ter mais tempo para conviver com os utentes. Em termos gerais, demonstram um bom grau de satisfação com o SAD. Os resultados sugerem ainda que...

Análise da intensidade dos serviços de cuidado prestados aos Utentes Idosos do Serviço de Apoio Domiciliário

Martin,José Ignácio Guinaldo; Oliveira,Laura Maria Alves de; Duarte,Natália Sofia Correia
Fonte: Universidade do Estado do Rio Janeiro Publicador: Universidade do Estado do Rio Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
47.07%
A intensidade dos cuidados prestados pelo Serviço de Apoio Domiciliário (SAD) é um tema importante em diversos países. Em alguns casos, é considerada um critério de qualidade e a base de cálculo do pagamento do Serviço de Apoio Domiciliário. Este estudo tem como objectivos analisar quantitativamente a intensidade das tarefas de cuidado prestadas no Serviço de Apoio Domiciliário em Portugal, em termos de periodicidade e tempo despendido (em minutos), e fazer o cálculo dos valores de referência do consumo de tempo para cada tarefa de cuidado nas Actividades de Vida Diária (Básicas e Instrumentais). No total foram analisadas oito instituições promotoras do Serviço de Apoio Domiciliário, as quais se agruparam segundo o contexto territorial a que pertencem (rural/ urbano) e a capacidade de utentes que possuem (pequena/ grande dimensão). De cada instituição foram aleatoriamente seleccionados seis utilizadores, resultando em amostra final de 48 sujeitos. A recolha de dados foi realizada com o recurso ao Protocolo de Serviço de Apoio Domiciliário (ProSAD). Os resultados indicam que a intensidade é superior nos cuidados prestados em termos de Actividades Básicas de Vida Diária, mas os valores variam em função da presença/ausência de cuidador informal. Concluiu-se que a intensidade dos cuidados em Portugal é reduzida...

Sistema de classificação de utentes em serviços de apoio domiciliário

Oliveira, Laura Maria Alves de
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
66.92%
O Serviço de Apoio Domiciliário (SAD) tem-se revelado como um serviço comunitário altamente vantajoso para a população idosa em face do progressivo aumento da esperança de vida e o consequente aumento dos custos relacionados com os cuidados a esta faixa etária. Para controlar os custos associados à prestação dos cuidados em contexto domiciliário existem sistemas de classificação de utentes que visam garantir o pagamento dos custos dos cuidados de acordo com a tipologia de utentes, isto é, de acordo com a necessidade de recursos necessárias face à situação clínica que o individuo apresenta. Os objetivos deste estudo visam a caraterização da amostra através do MDSHC, a classificação de utentes através do sistema RUG-III/HC (Resource Utilization Groups for Home Care), e, por último, calcular o custo total de utente através de Indices de case mix, onde se inclui também o custo do cuidado informal. Para a recolha de dados utilizou-se uma amostra constituída por 164 sujeitos utilizadores do SAD de 4 instituições. Os instrumentos de recolha de dados foram o InterRAI Minimum Data-Set Home Care (MDS-HC) e o diagrama RUG-III/HC. Os resultados indicam que nem todos os grupos foram representados na amostra tal como verificado em outros estudos sendo o grupo Funções físicas reduzidas o mais representado. O tempo utilizado com a prestação de serviços mais representativo é o das auxiliares. A variância total do custo explicada pelo RUG III-HC foi de 25...

Contextos e prática do serviço social com pessoas idosas em serviço de apoio domiciliário

Andrade, Alexandra Cristina Correia dos Santos
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.73%
Este trabalho sob a forma de projeto profissional tem como objetivo refletir sobre a prática profissional do Assistente Social sobretudo na forma como se intervém, na promoção dos direitos e na promoção da autonomia e participação das pessoas idosas, enquanto seres sociais e agentes de mudança. A temática do envelhecimento e mais especificamente do envelhecimento ativo tem merecido, na nossa sociedade, alguns tempos de reflexão e análise. É importante estarmos conscientes das consequências e dos desafios que temos enquanto cidadãos e profissionais da área Social. É tempo de mudança e principalmente de mudança de mentalidades e de assumirmos as responsabilidades que temos a nosso cargo. Temos que ter consciência que estamos a falar de pessoas, com expectativas, desejos, de vidas que se querem plenas de conhecimento e de sentido. Falar da prática dos Assistentes Sociais em gerontologia social, a nível da gestão das respostas, e nos dilemas éticos e deontológicos que se enfrentam diariamente é fundamental para se conseguir construir uma prática profissional que se quer reflexiva. O Serviço de Apoio Domiciliário (SAD) da Santa Casa da Misericórdia da Amadora, enquanto resposta social é determinante para promover a qualidade de vida das pessoas idosas; This work intends to be a Professional Thesis...

Modelo de negócio como metodologia de avaliação do apoio domiciliário

Pereira, Ana Maria Fernandes
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.86%
A presente dissertação tem como principal objectivo avaliar e caracterizar o Serviço de Apoio Domiciliário de duas entidades privadas, uma lucrativa e outra não lucrativa, utilizando como metodologia a Ontologia de Modelo de Negócio de Osterwalder & Pigneur (2009). Paralelamente tentou compreenderse a perspectivas dos clientes sobre a qualidade e satisfação com o serviço. Neste sentido, procedeu-se à revisão da literatura que permitiu mapear um modelo de negócio do serviço de apoio domiciliário lucrativo e não lucrativo. Este modelo serviu como base para o desenvolvimento de um guião de entrevista utilizado para a recolha de dados. Como metodologia recorreu-se a dois estudos de caso feitos com entrevista, e aplicou-se um instrumento de avaliação da qualidade percebida e da satisfação aos respectivos clientes. Após uma análise transcaso dos resultados conclui-se que os modelos são semelhantes no que respeita à forma de entrega do serviço, à formação dos recursos humanos, à aposta na qualidade do serviço, e quanto ao tipo de relação estabelecida com o cliente. Distinguem-se quanto ao segmento de clientes, à aposta na inovação, à estratégia e intensidade da divulgação, à quantidade e tipo de parcerias estabelecidas...

Serviços de apoio domiciliário para idosos no concelho da Covilhã: percepção de utentes

Cardona, Inês Sofia Martins
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
66.78%
Dado o actual panorama de envelhecimento da população e a crescente procura de estruturas de apoio à dependência e qualidade de vida na velhice, este estudo centrase num serviço com grande procura: Serviço de Apoio Domiciliário (SAD), que consiste em prestar cuidados no domicílio dos utentes, promovendo o bem-estar e a qualidade de vida. . Este estudo pretende, numa perspectiva fenomenológica, analisar a percepção que utentes idosos de SAD do concelho da Covilhã possuem acerca dos serviços que lhes são prestados. O instrumento de recolha de dados utilizado foi a entrevista semi-estruturada, com questões sobre o SAD, factores de solicitação, caracterização dos serviços e técnicos, horários/tempo disponibilizado, e grau de satisfação. Participaram no estudo 7 indivíduos idosos do concelho da Covilhã que usufruem de SAD. Os resultados da investigação indicam que os idosos recorrem ao SAD, sobretudo, para satisfação de necessidades básicas diárias devidas à falta de ajudas informais. Quanto aos funcionários, os utentes consideram que podem ser vários, devem possuir formação e ter mais tempo para conviver com os utentes. Em termos gerais, demonstram um bom grau de satisfação com o SAD. Os resultados sugerem ainda que...

Alterações das respostas sociais, especialmente nos serviços de apoio domiciliário, perante as exigências da população idosa jovem

Montanha, Ana Lúcia Barbosa
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.9%
Apesar dos benefícios que os atuais Serviços de Apoio Domiciliário (SAD) têm proporcionado às populações, aumentando a sua cobertura a nível nacional, existe ainda um conjunto de constrangimentos que limitam a qualidade dos serviços. São eles: a insuficiente e pouca diversidade dos serviços, limitando-se às atividades de apoio social (alimentação e ao banho); deficiências em termos de funcionamento, reduzidos somente aos dias úteis; e deficits em termos formativos dos recursos humanos e da qualidade da prestação (Gil, 2009). Tem sido consensual que quer o modelo de funcionamento, quer o de financiamento dos atuais serviços de apoio domiciliário necessitam ser redimensionados, não só aumentando a oferta de novos serviços, bem como pensar numa harmonia de respostas a populações desfavorecidas para uma visão geral e preventiva, com estratégias diferenciadas, dirigidas a diferentes públicos-alvo (Gil, 2009). Seguindo esta linha de raciocínio este estudo tem como principal objetivo delinear os futuros serviços de apoio domiciliário de acordo com as exigências da futura população idosa, do concelho de Mirandela. Uma vez que se pretendia fazer uma análise descritiva exploratória trabalhou-se com uma de 100 individuos de um total de 4854...

O contributo do serviço de apoio domiciliário para a qualidade de vida em meio rural e em meio urbano

Toscano, Anabela Lopes
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
67.07%
O presente trabalho foi desenvolvido no Centro Comunitário Paroquial de Famões e na Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos “Os Ferrinhos”. A parte teórica do presente trabalho incidiu sobre o envelhecimento. A parte da investigação contemplou a caracterização de cada uma das instituições bem como do meio urbano e rural, tendo sido feitas entrevistas tanto aos idosos como às coordenadoras técnicas (Assistente Social e Educadora Social) do Serviço de Apoio Domiciliário. Devido às alterações demográficas ocorridas nas últimas décadas, Portugal debate-se com uma subida no seu número de idosos, o que se tem vindo a traduzir numa necessidade de respostas sociais adequadas. O Serviço de Apoio Domiciliário é uma resposta social considerada por muitas pessoas em situação de dependência como uma forma de continuarem inseridas no seu meio habitual de vida, rodeadas dos seus afetos e pertences, dando-lhes a possibilidade de conviverem com os colaboradores e voluntários que se deslocam ao seu domicílio, constituindo para muitas dessas pessoas a sua única ligação com o exterior. O objetivo deste estudo foi o de avaliar o contributo do Serviço de Apoio Domiciliário para a melhoria da sua qualidade de vida...

O apoio domiciliário a pessoas infectadas pelo VIH em França e em Portugal

Maia,Marta
Fonte: ArquiMed - Edições Científicas AEFMUP Publicador: ArquiMed - Edições Científicas AEFMUP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.9%
O VIH/Sida é uma doença que existe há mais de vinte anos. Com a chegada das triterapias, esta doença deixa de ser sinónimo de morte, mas permanece uma afecção grave, os seus tratamentos são pesados e os efeitos secundários são frequentemente importantes. Neste contexto, o apoio social é fundamental para as pessoas infectadas. O apoio domiciliário é um dos principais elementos de suporte às pessoas que vivem com o VIH/Sida. A mobilização associativa em torno desta doença é volumosa mas nem sempre é suficiente em Portugal, como podemos constatar através do paralelo entre a ajuda financeira estatal e do apoio domiciliário em Portugal e em França.