Página 1 dos resultados de 339 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Espécies de abelhas (Hymenoptera, apoidea) e tipificação dos méis por elas produzidos em área de cerrado do município de Pirassununga, estado de São Paulo.; Species of bees (Hymenoptera, apoidea) and caracterization of the honeys produced by them in the "cerrado" area of the municipality of Pirassununga, state of São Paulo, Brazil.

Almeida, Daniela de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/11/2002 PT
Relevância na Pesquisa
27.43%
A comunidade de abelhas associada a uma área de cerrado do Campus da Universidade de São Paulo, no município de Pirassununga-SP foi estudada no período de julho de 2000 a julho de 2002, por meio de amostragem sistemática das abelhas em plantas com floração realizadas quinzenalmente, e com concomitante tipificação dos méis produzidos pelas espécies de abelhas que apresentaram um número significativo de indivíduos coletados. Foram coletados 511 indivíduos, pertencentes a 51 espécies e a 31 gêneros de 4 famílias de Apoidea. A comunidade de abelhas no cerrado seguiu o padrão geral encontrado nas comunidades neotropicais, apresentando muitas espécies com poucos indivíduos e poucas espécies com muitos indivíduos. A família Apidae (sensu latu) foi a mais rica em espécies e a mais abundante. Foram encontradas plantas com períodos prolongados de florescimento lado a lado com plantas de períodos curtos, de modo que praticamente o ano todo tem-se plantas em floração, proporcionando recursos tróficos para as abelhas durante todos os meses. As abelhas visitantes foram coletadas em 52,86% das 140 espécies de plantas em floração, sendo a família Asteraceae a que obteve um maior número de espécies de plantas visitadas pelos insetos (18...

Abundância relativa, fenologia e visita ás flores pelos apoidea do cerrado da Estação Ecológica de Jataí - Luiz Antônio - SP; Relative abundance, fenology, flowers visit in the cerradso vegetation for aqpoidea in the Estação Ecológica de Jataí - Luiz Antônio - SP

Mateus, Sidnei
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/04/1998 PT
Relevância na Pesquisa
37.64%
RESUMO O trabalho foi desenvolvido em uma área de cerrado de 1 ha., localizada na Estação Ecológica de Jataí, no município de Luiz Antônio - SP. A fauna de abelhas e suas fontes de alimento foram amostradas quinzenalmente, durante dois anos de coletas (setembro de 1991 a agosto de 1993), foi estudada a sua composição, riqueza, abundância relativa, fenologia e visita às flores através de levantamentos padronizados. Foram coletados 3659 indivíduos, pertencentes a 142 espécies e a 57 gêneros de 6 famílias de Apoidea, sendo que Apidae foi a melhor representada em número de indivíduos e Anthophoridae em número de espécies. Com relação à fenologia, as espécies foram mais abundantes no período de menor precipitação (maio a novembro de 1992). As abelhas visitaram 72 espécies de plantas para a coleta de néctar, pólen e óleo. As famílias Asteraceae, Leguminosae e Bignoniaceae foram as melhores representadas em número de espécies. Didymopanax vinosum (Araliaceae) e Pyrostegia venusta (Bignoniaceae) foram as espéceis vegetais mais visitadas. Quanto à fenologia do florescimento, a maior diversidade de espécies de plantas floridas foi verificada no verão e outono; já no inverno, houve uma queda acentuada de espécies floridas. Estabeleceu-se como espécies dominantes de abelhas...

The Type Specimens of Apoidea (Hymenoptera) Deposited in the Entomological Collection of Instituto Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, RJ, Brazil

Fonte: Instituto Oswaldo Cruz, Ministério da Saúde Publicador: Instituto Oswaldo Cruz, Ministério da Saúde
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/1997 EN
Relevância na Pesquisa
37.26%
A list of 41 Apoidea (Hymenoptera) type specimens deposited in the Entomological Collection of the Instituto Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, RJ, Brazil is presented. The types previously belonged to the Zikán and Schrottky private collections. A total of 11 holotypes and 30 paratypes are listed with their respective data and literature

O subgênero Centris (Aphemisia) Ayala: notas complementares e descrição de uma nova espécie (Hymenoptera, Apoidea)

Moure,Jesus Santiago
Fonte: Sociedade Brasileira De Entomologia Publicador: Sociedade Brasileira De Entomologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2002 PT
Relevância na Pesquisa
37.26%
The subgenus Centris (Aphemisia) Ayala: complementary notes and description of a new species (Hymenoptera, Apoidea). Centris (Aphemisia) Ayala, 2002 is redescribed pointing out some others important distinctive characters. The nominal species designated by Ayala as the type species, Centris plumipes Smith, 1854, is preocupied by Centris plumipes (Fabricius, 1781) originaly described in Apis Linnaeus. Being so, Centris xanthosara nom. nov. is proposed to replace Centris plumipes Smith, 1854 non Centris plumipes (Fabricius, 1781). Two other species are considered to belong in this subgenus: Centris (Aphemisia) lilacina Cockerell, 1919, and Centris (Aphemisia) plumbea sp. nov., from Tingo Maria, Peru. A key for the species, illustrations, and geographical distribution are also added.

Uma espécie nova de Xylocopa Latreille, 1802, e notas sobre Xylocopa transitoria Pérez e X. mordax Smith (Hymenoptera, Apoidea)

Moure,Jesus Santiago
Fonte: Sociedade Brasileira De Entomologia Publicador: Sociedade Brasileira De Entomologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.26%
A new species of Xylocopa Latreille, 1802, and notes on Xylocopa transitoria Pérez and X. mordax Smith (Hymenoptera, Apoidea). Xylocopa (Neoxylocopa) orthogonaspis sp. nov. (Brazil, Amazonas) is described. It is a remarkable species from the Amazonian Region easily recognized by the strong and sharp right angle between upper and posterior portions of the scutellum; the wings are slightly brown with a brassy hue and a little vinaceous apex. Some notes to separate Xylocopa (N.) orthogonaspis sp. nov. from X. (N.) transitoria Pérez, 1901, and X. (N.) mordax Smith, 1874, are given. Xylocopa (N.) submordax Cockerell, 1935, on the other hand, is considered as a new synonym of X. (N.) transitoria Pérez, 1901.

Comunidade de abelhas (Hymenoptera, Apoidea) em ecossistema de dunas na Praia de Panaquatira, São José de Ribamar, Maranhão, Brasil

Oliveira,Fabiana S.; Mendonça,Márcio W. A.; Vidigal,Márcia C. S.; Rêgo,Márcia M. C.; Albuquerque,Patrícia M. C.
Fonte: Sociedade Brasileira De Entomologia Publicador: Sociedade Brasileira De Entomologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
27.26%
Comunidade de abelhas (Hymenoptera, Apoidea) em ecossistema de dunas na Praia de Panaquatira, São José de Ribamar, Maranhão, Brasil. Foi analisada a estrutura da comunidade de Apoidea de uma área restrita de dunas primárias em São José de Ribamar, Maranhão, Brasil. Amostragens foram realizadas quinzenalmente durante um ano com metodologia padronizada totalizando 24 coletas. As coletas ocorreram no período das 12:00 às 18:00 h no primeiro dia e das 6:00 às 12:00 h no segundo, realizadas por dois coletores. Um total de 3305 indivíduos de 31 espécies pertencentes a quatro famílias (Apidae>Halictidae>Megachilidae>Andrenidae em número de indivíduos) foram coletadas nas flores. Centris com 14 espécies e 890 indivíduos foi o gênero mais rico e abundante. O padrão de abundância e riqueza foi bastante semelhante ao de outros habitats de dunas no nordeste brasileiro. Das espécies amostradas, 61% foram representadas por menos de 36 indivíduos e apenas 5 espécies foram muito abundantes com mais de 177 indivíduos: Apis mellifera Linnaeus, Centris (Centris) leprieuri Spinola, Eulaema (Apeulema) nigrita Lepeletier, Eufriesea surinamensis Linnaeus e Xylocopa (Neoxylocopa) cearensis Ducke. As abelhas estiveram presentes durante todo o ano...

Diversidade de abelhas e vespas solitárias (Hymenoptera, Apoidea) que nidificam em ninhos-armadilha disponibilizados em áreas de cerrado e em fragmentos próximos de mata estacional semidecidual- MG; Diversity of solitary bees and wasps (Hymenoptera, Apoidea) that nests in trap-nests made available in areas of Cerrado and in fragments close to Semidecidual Seasonal Forest - MG

Carvalho, Sharita de Miranda
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
27.26%
O objetivo desse estudo foi caracterizar a comunidade de abelhas e vespas que nidificam em cavidades preexistentes quanto à diversidade, grau de sobreposição quanto os tipos de ninhosarmadilha ocupados, razão sexual e inimigos naturais. O estudo foi realizado em dois fragmentos de Mata Estacional Semidecidual (MES) e em duas áreas de Cerrado (CE) do Triângulo Mineiro, no período de março de 2009 a abril de 2010. As áreas de MES foram a Fazenda Experimental do Glória (FEG), Uberlândia-MG, e a Fazenda Furnas (FFU), Araguari-MG. As áreas de CE, ambas situadas em Uberlândia-MG, foram a Estação Ecológica do Panga (EEP) e a Estação Experimental Água Limpa (EEAL). O estudo utilizou ninhos-armadilha (NA) de dois tipos, Gomos de Bambu (GB) e Tubos de Cartolina Preta (TC). Foram realizadas inspeções mensais nas áreas de estudo. Para as áreas de CE, foram coletadas 11 espécies de abelhas e 5 espécies de vespas na EEAL e na EEP foram amostradas 8 espécies de abelhas e 4 espécies de vespas. Já para as áreas de MES foram coletadas 8 espécies de abelhas e 6 espécies de vespas na FEG e 4 espécies de abelhas e 6 espécies de vespas na FFU. As áreas de MES (H’MES= 2,13 e J’MES= 0,77) apresentaram índices de diversidade e uniformidade maiores que os encontrados para as áreas de CE (H’CE= 1...

A comunidade de abelhas (Hymenoptera: Apoidea) das dunas interiores do Rio São Francisco, Bahia, Brasil

Viana,Blandina F.
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/1999 PT
Relevância na Pesquisa
37.26%
A comunidade de abelhas das dunas interiores do médio São Francisco foi estudada com relação à riqueza em espécies, abundância relativa e distribuição temporal e sazonal. Os dados foram comparados aos obtidos em outros estudos realizados na caatinga. As amostragens foram realizadas nos meses de março, setembro e dezembro de 1996 e março de 1997, utilizando-se rede entomológica para a captura das abelhas nas flores ou em vôo. A área de estudos está localizada em Ibiraba (10º48'S, 42º50'W), município de Barra, Bahia. O clima é semi-árido, do tipo quente e seco. A vegetação local predominante é a caatinga. Foram coletados 931 indivíduos de 31 espécies pertencentes a cinco famílias de Apoidea. A maioria das espécies foram representadas por pequeno número de indivíduos. Apenas oito espécies predominaram; juntas representaram 87,6% do total de indivíduos coletados. Anthophoridae representou a maior porção da fauna local de abelhas (52%) enquanto que em número de indivíduos, Apidae predominou (75%). Em nível específico, Apis mellifera Linnaeus e Frieseomellita silvestri languida Moure foram predominantes; representaram respectivamente 34,9% e 16% do total dos indivíduos amostrados. Embora os dados obtidos sejam ainda insuficientes para a determinação de um padrão...

Fenologia e estrutura de comunidade de abelhas (Hymenoptera: Apoidea) visitante de flores do município de Esperantina, Estado do Tocantins.

Santos, Florisvaldo Mesquita dos
Fonte: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Publicador: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
Relevância na Pesquisa
27.26%
A comunidade de abelhas no município de Esperantina-TO, região do Bicodo- Papagaio, foi estudada entre novembro de 1999 e novembro de 2000, com o objetivo de obter informações sobre a sua composição faunística, fenologia das espécies e plantas visitadas. Um total de 5.534 indivíduos distribuídos em 83 espécies e 38 gêneros foram coletados. A maior abundância de indivíduos e riqueza de espécies foi encontrado na família Apidae. Os gêneros com maior riqueza foram Trigona, Megachile, Centris, Augochloropsis, Coelioxys, Paratetrapedia e Xylocopa, enquanto que a espécie mais freqüente foi Apis mellifera. A freqüência, constância e dominância das espécies são discutidas e os índices de abundância, diversidade, eqüitabilidade e dominância são apresentados. As espécies coletadas apresentaram a seguintes distribuição: 19,28% ocorreram no período chuvoso, 19,28% no período seco e 61,45% em ambos os períodos. O número capturado de indivíduos foi 54,33 % no período da seca e 45,63% no período das chuvas. Os horários de maior atividade das abelhas foram 07:01 às 12:00 horas no turno matutino e 13:01 às 17:00 no vespertino, destacando-se os intervalos de 09:00 às 11:00 horas e 13:00 às 16:00 horas. A flora visitada foi formada por 19 famílias...

A comunidade de Apoidea (Hymenoptera) da Reserva Passa Dois (Lapa, Paraná, Brasil): 1. Diversidade, abundância relativa e atividade sazonal

Bárbola, Ivana dem Freitas; Laroca, Sebastião
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 09/12/2005 POR
Relevância na Pesquisa
27.43%
A comunidade de abelhas silvestres (Hymenoptera, Apoidea) da reserva Passa Dois (Lapa, Paraná, Brasil) foi estudada quanto aos aspectos de diversidade, abundância relativa e fenologia. As coletas de abelhas em flores foram realizadas em intervalos de 10 dias, de maio de 1990 a maio de 1991. Um total de 2.361 indivíduos, pertencentes a 158 espécies das seis famílias que ocorrem no Brasil foram amostrados. Destas, Apidae foi a mais abundante em número de indivíduos (41,7 %), seguida de Halictidae (34,3 %), Anthophoridae (10,0 %), Megachilidae (6,3 %), Andrenidae (6,0 %) e Colletidae (1,7 %). Halictidae (5 %) foi a família mais rica em espécies, seguida de Anthophoridae (25,9 %), Megachilidae (12,6 %), Andrenidae (8,9 %), Colletidae (6,3 %) e Apidae (5,7 %). Observou-se uma elevada proporção de espécies representadas por um ou dois indivíduos e um número reduzido de espécies abundantes, o que concorda com levantamentos realizados em outras áreas. Como tendência fenológica geral, verificou-se um decréscimo na atividade de indivíduos e de espécies durante a época mais fria (inverno). Halictidae, Xylocopinae e Apidae mantiveram-se ativas o ano todo, enquanto que Anthophoridae e Megachilidae interromperam suas atividades no período de inverno. Em Colletidae e Andrenidae não foi possível detectar uma clara sazonalidade...

Some species of Centris (Paracentris) (Hymenoptera, Apoidea); Algumas espécies de Centris (Paracentris) (Hymenoptera, Apoidea)

Moure, Pe. Jesús Santiago; UFPR
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 23/05/2006 POR
Relevância na Pesquisa
37.55%
Some species of Centris (Paracentris) (Hymenoptera, Apoidea); Algumas espécies de Centris (Paracentris) (Hymenoptera, Apoidea)

Análisis de la estructura biológica de la comunidad de abejas (Hymenoptera, Apoidea) en un bosque seco tropical del Estado de Guárico (Venezuela); Análisis de la estructura biológica de la comunidad de abejas (Hymenoptera, Apoidea) en un bosque seco tropical del Estado de Guárico (Venezuela)

Rodriguez-Parilli, Severiano; URG; Velázquez, Mercedes; URG; Laroca, Sebastião; UFPR
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 20/07/2009 POR
Relevância na Pesquisa
27.43%
 Análisis de la estructura biológica de la comunidad de abejas (Hymenoptera, Apoidea) en un bosque seco tropical del Estado de Guárico (Venezuela), ; Análisis de la estructura biológica de la comunidad de abejas (Hymenoptera, Apoidea) en un bosque seco tropical del Estado de Guárico (Venezuela)

Associação das abelhas silvestres (Hym., Apoidea) visitantes das flores de Schinus terebinthifolius (Anacardiaceae), na Ilha de Santa Catarina (sul do Brasil)

LENZI, MAURÍCIO; ORTH, AFONSO INÁCIO; LAROCA, SEBASTIÃO
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 05/01/2005 POR
Relevância na Pesquisa
37.26%
As abelhas silvestres, incluindo as espécies solitárias e sociais, são os visitantes florais mais freqüentes, constituindo-se nos mais importantes polinizadores de plantas entomófilas tropicais. Estuda- se a melissofauna associada às flores de Schinus terebinthifolius em ambientes de restinga e urbano. Objetiva-se detectar os efeitos da urbanização sobre a abundância e diversidade dos visitantes florais dessa espécie. O estudo foi em Florianópolis (sul do Brasil), entre outubro e novembro de 2002 e março de 2003. Entre 317 indivíduos, Halictidae, predominou (n=259). Das 20 espécies levantadas, às mais abundantes e freqüentes em ambos os anos e sexos florais foram: Thectochlora alaris; Dialictus (Chloralictus) opacus e Augochloropsis cupreola, e foram consideradas os efetivos polinizadores das flores de S. terebinthifolius, nas áreas estudadas. O predomínio de um número superior de espécies (n = 17) e de indivíduos visitantes (n = 297) na área com vegetação natural apontam para um possível declínio da melissofauna na área alterada, demonstrando o impacto negativo da urbanização sobre suas populações. ABSTRACT Wild bees, including solitary and social species, are the most frequent flower visitors, and more important pollinators of tropical species of plants. In this paper...

Biologia da Polinização: interações entre as abelhas (Hym., Apoidea) e as flores de Vassobia breviflora (Solanaceae)

TAURA, HILDA MASSAKO; LAROCA, SEBASTIÃO
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 06/01/2005 POR
Relevância na Pesquisa
37.55%
Biologia da Polinização — As interações entre as abelhas (Hym., Apoidea) e as flores de Vassobia breviflora são estudadas nos Passeio Público (Curitiba, Brasil), entre setembro e outubro de 1987 e de setembro a novembro de 1991. Assim como em 1992 e 1993, para coleta de dados complementares. As espécies de abelhas mais comuns foram: Apis mellifera, Plebeia emerina, Partamona helleri, Caenohalictus mourei and Bicolletes tauraphilus. Evidências comportamentais fazem crer que uma abelha oligolética, Bicolletes tauraphilus, é a principal polinizadora das flores da espécie no Paraná oriental. ABSTRACT Pollination biology — Interaction between the bees (Hym., Apoidea) and the flowers of Vassobia breviflora in a public garden (Passeio Público, Curitba, Brazil), are studied from September to October, 1987 and from September to November, 1991, as well as in the blooming season of 1992 and 1993, for complementary data. The predominant species of bees were as follows: Apis mellifera, Plebeia emerina, Partamona helleri, Caenohalictus mourei and Bicolletes tauraphilus. Behavioral evidences indicate that the principal pollinator is Bicolletes tauraphilus, an olicolectic species of Paracolletini in easthern Paraná (Brazil). RÉSUMÉ La biologie de la pollinisation—Interaction entre les abeilles (Hym....

Sobre a bionomia de Bombus brasiliensis (Hymenoptera, Apoidea)

LAROCA, SEBASTIÃO
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 19/04/2005 POR
Relevância na Pesquisa
37.43%
Neste trabalho é descrito um ninho de Bombus brasiliensis Lepeletier localizado no Município de Antonina, Paraná. São feitas observações sobre sua localização e arquitetura, bem como anotados alguns aspectos do comportamento de defesa da colônia da espécie em questão. São apresentados alguns dados sobre a localização dos ninhos de B. atratus Franklin (espécie próxima de B. brasilensis — cf. Pisani et al, 1966), coletados nos arredores de Castro e Curitiba, Paraná. Baseado em tais dados, o autor aventa a hipótese de que, nas áreas sujeitas a constante intervenção humana, esta espécie pode nidificar com grandes vantagens acima do chão, bastando para isso que o local escolhido apresente disponibilidade de substrato que permita aos ninhos uma expansão em plano horizontal e seja relativamente abrigado contra as intempéries. ABSTRACT On the Bionomics of Bombus brasilionsis (Hymenoptera, Apoidea) A nest of B. brasiliensis from Antonina, Paraná, South Brazil is described. Data on location and architecture of the nest, some aspects of defensive behavior, composition of the colony and condition of the members of each cast are given. Data refering to the location of the nests of B. atratus (species near of B. brasiliensis) collected in the vicinities of Castro and Curitiba...

Melissocenologia no Terceiro Planalto Paranaense. I: Abundância relativa das abelhas silvestres (Apoidea) de um biótopo urbano de Guarapuava (PR, Brasil)

Bortoli, Carlos de; Laroca, Sebastião
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 09/12/2005 POR
Relevância na Pesquisa
37.55%
Com este trabalho, inicia-se urna série progresssiva de publicações sobre melissocenologia [abundância relativa, fenologia e preferências florais pelas espécies abelhas silvestres (Hymenoptera. Apoidea)], no Terceiro Planalto Paranaense. Neste primeiro artigo, analisa-se a diversidade e abundância relativa das abelhas silvestres de um biótopo urbano de Guarapuava (PR, Brasil). Abstract With this paper. we begin a series of publications on melissocoenology [relative abundance, phenology and flower preferences of the wild bees (Hymenoptera, Apoidea)] of Third Plateaux of Paraná (southern Brazil). This article is on relative abundance of wild hees of an urban biotope of Guarapuava, Paraná State (southem Brazil). Résumé Avec ce papier, nous commençons une série de publications sur melissocénologie [abondance relatif, phenologie et préférences pour les fleurs pour les abeilles sauvages (Hymenoptera, Apoidea)] des Troisièrne Plateaux du Paraná (Brésil). Cet article est sur l'abondance relatif d’abeilles sauvages d’un biotope urbain de Guarapuava, Paraná (Brésil).

Uma nova espécie de Osiris Smith,1854 (Apoidea, Anthophoridae)

Almeida, Maria Christina de
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 09/12/2005 POR
Relevância na Pesquisa
37.55%
É descrita uma nova espécie de Osiris Smith. 1854 (Apoidea, Anthophoridae) procedente da região dos cerrados paranaenses (Jaguariaíva, PR. Brasil). Abstract A new species of Oxiris Smith, 1854 (Apoidea. Anthophoridae) from the cerrado region of Paraná State (Jaguariaíva, PR, Brazil) is described. Résumé Une nouvelle spèce de Oxiris Smith, 1854 (Apoidea, Anthophoridae) du Cerrado du Paraná (Jaguariaíva, PR, Brésil) esl décrite.

The wild bee community (Hymenoptera, Apoidea) of Ilha das Cobras (Paraná, Brazil): ecolgical and biogeographical aspects; A comunidade de abelhas silvestres (Hymenoptera, Apoidea) da Ilha das Cobras (Paraná, Brasil): aspectos ecológicos e biogeográficos

Schwartz, Deni Lineu; UFPR
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 23/05/2006 POR
Relevância na Pesquisa
37.55%
The wild bee community (Hymenoptera, Apoidea) of Ilha das Cobras (Paraná, Brazil): ecolgical and biogeographical aspects; A comunidade de abelhas silvestres (Hymenoptera, Apoidea) da Ilha das Cobras (Paraná, Brasil): aspectos ecológicos e biogeográficos

Uma comunidade de abelhas silvestres (Hym., Apoidea) de Pato Branco (PR-Brasil): diversidade, fenologia, recursos florais e aspectos biogeográficos

JAMHOUR, JORGE; LAROCA, SEBASTIÃO
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 06/01/2005 POR
Relevância na Pesquisa
27.9%
Abundância relativa, fenologia e visitas das abelhas silvestres (Apoidea) às flores de uma área restrita em Pato Branco (PR-Brasil) são estudadas. Os resultados são comparados com os de outros biótopos sul-brasileiros, especialmente com aqueles de Caçador (Santa Catarina) (dados de ORTH, 1983 — Tese de Mestrado, UFPR) e Guará (dados BAZÍLIO, 1997 — Paraná-Tese de Mestrado, UFPR). A amostragem foi feita seguindo-se as técnicas de Sakagami & Laroca (cf. SAKAGAMI, LAROCA & MOURE, 1967 — J. Fac. Sci., Hokkaido Univ., 16: 253-291; Laroca, 1972). O censo, feito de novembro de 1995 a janeiro de 1997, e resultou em 1.079 espécimes coletados, pertencentes a 151 espécies. Halictidae predominou em espécies e Apidae em indivíduos. As porcentagens de cada família em espécies e em indivíduos (entre parênteses) foram as seguintes: Halictidae 45,0 % (25,1 %), Anthophoridae 18,6 % (13,9 %), Andrenidae 14,6 % (8,5 %), Megachilidae 11,9 % (3,2 %), Apidae 7,8 % (48,6 %), Colletidae 2,0 % (0,7 %). As espécies de Xylocopinae 9,9 % (7,0 %) e Anthophoridae (excl. Xylocopinae) 8,6 % (6,9 %). Em nível específico, Trigona (Trigona) spinipes (Fabricius) (15,8 % do total de indivíduos) e Plebeia (Plebeia) droryana (9,1 %) predominaram. A fenologia de Apoidea em Pato Branco (Paraná...

ABELHAS (HYMENOPTERA, APOIDEA APIFORMES) DE UMA ÁREA DE RESTINGA, PARAÍBA, NORDESTE DO BRASIL: ABUNDÂNCIA, DIVERSIDADE E SAZONALIDADE.; ABELHAS (HYMENOPTERA, APOIDEA APIFORMES) DE UMA ÁREA DE RESTINGA, PARAÍBA, NORDESTE DO BRASIL: ABUNDÂNCIA, DIVERSIDADE E SAZONALIDADE.; ABELHAS (HYMENOPTERA, APOIDEA APIFORMES) DE UMA ÁREA DE RESTINGA, PARAÍBA, NORDESTE DO BRASIL: ABUNDÂNCIA, DIVERSIDADE E SAZONALIDADE.

Madeira-da-Silva, Maria Cristina; Martins, Celso Feitosa
Fonte: Revista Nordestina de Biologia Publicador: Revista Nordestina de Biologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 13/11/2008 POR
Relevância na Pesquisa
27.55%
Abelhas (Hymenoptera, Apoidea Apiformes) de uma área de restinga, Paraíba, Nordeste do Brasil: abundância, diversidade e sazonalidade. Neste trabalho estudou- se a comunidade de abelhas em uma área de restinga localizada na Praia de Intermares, Município de Cabedelo, NE do Brasil, com relação a riqueza, composição de espécies, abundância relativa, diversidade e atividade sazonal. Estas informações foram utilizadas para caracterizar a estrutura da comunidade de abelhas. A fauna de abelhas foi comparada com dados obtidos em outras regiões brasileiras. A coleta de abelhas nas flores foi realizada mensalmente de maio de 1996 a abril de 1997. foram registrados 1520 espécimens (86% fêmeas, 14% machos) pertencentes a 40 espécies. As espécies predominantes de abelhas, em número de indivíduos (representando 79% do total), em ordem decrescente foram: Apís mellifera Linnaeus, 1758, Trigona spinipes (Fabricius, 1793), Centris (Centris) leprieuri Spinola, 1841, Centris (Centris) caxiensis Ducke, 1907, Centris (Hemisiela) trigorioides Lepeletier, 1841, Xylocopa (Neoxylocopa) cearensis Ducke, 1910 e Xylocopa (Schoenherria) muscaria (Fabricius...