Página 1 dos resultados de 12 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Atividades de voo de Melipona quadrifasciata Lepeletier, 1836 (Apidae, Meliponinae) e sua preferência floral no Parque das Neblinas, Mogi das Cruzes, SP; Flight activity of Melipona quadrifasciata Lepeletier, 1836 (Apidae, Meliponinae) and its floral preferences in the Parque das Neblinas, Mogi das Cruzes, SP

Abreu, Carina Oliveira de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/05/2011 PT
Relevância na Pesquisa
17.63%
Os meliponíneos (Apidae, Meliponini) são insetos com organização altamente eussocial, formando colônias com população que varia de centenas a milhares de indivíduos. Em suas colônias, as operárias distribuem suas atividades conforme a faixa etária. As mais jovens são responsáveis pelos cuidados da cria, trabalhos com a cera e cerume, construção e aprovisionamento de células. As mais velhas ocupam as posições de receptoras e desidratadoras de néctar, guardas e forrageiras. As colônias de meliponíneos são perenes. Para isso, as operárias forrageiam continuamente em busca dos recursos florais e estocam grande quantidade de pólen e néctar em potes de alimento. A atividade de voo das campeiras está relacionada aos fatores meteorológicos como: temperatura, intensidade luminosa, umidade relativa, precipitação pluviométrica e vento. Neste estudo investigamos a influência dos fatores meteorológicos (temperatura e umidade relativa), bem como da disponibilidade de recursos florais na coleta de pólen e néctar das operárias de Melipona quadrifasciata Lep. Além disso, analisamos os tipos polínicos encontrados nas corbículas das abelhas forrageiras e nos potes de mel. Cinco colônias foram instaladas em um meliponário no Parque das Neblinas...

Nicho trófico de abelhas coletoras de óleo das tribos Centridini e Tetrapediini (Hymenoptera, Apidae) em diferentes escalas biológicas; Trophic niche of oil-collecting bees of Centridini and Tetrapediini tribes (Hymenoptera, Apidae) in different biological scales

Faria, Letícia Biral de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
17.63%
Informações sobre as plantas visitadas pelas abelhas para a obtenção de recursos alimentares são importantes para conhecimento básico de padrões ecológicos e também para a aplicação desse conhecimento na polinização de plantas cultivadas. Por isso, faz-se necessário não somente conhecer quais plantas são fontes de pólen, néctar e/ou óleo para as abelhas, mas também analisar e compreender como essas plantas são utilizadas. Pode-se, então, estudar o uso dos recursos alimentares em diferentes escalas biológicas: individual, populacional ou comunitária. Nesse contexto, estudando-se espécies de abelhas solitárias coletoras de óleo, este trabalho objetivou compreender como indivíduos de duas populações de Epicharis dejeanii (Centridini) do litoral paulista contribuem para o nicho trófico da espécie. A sobreposição/partição dos recursos alimentares também foi estudada para populações de três espécies de Tetrapedia: T. curvitarsis, T. diversipes e T. rugulosa em uma área de cerrado. Aplicando-se a metodologia de análise polínica do resíduo pós-emergencial dos ninhos-armadilha aliada a um levantamento florístico-fenológico das plantas da área, observou-se que as três espécies de Tetrapedia estudadas ao longo de um ano são generalistas. Apesar disso...

Estratégias de exploração dos recursos florais pelas abelhas (Hymenoptera: Apiformes) em uma comunidade vegetal em regeneração

Polatto, Leandro Pereira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 165 f. : il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
16.91%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Ciências Biológicas (Zoologia) - IBRC; As características florais podem facilitar ou restringir a coleta de recursos alimentares por determinados animais. Assim sendo, o objetivo deste trabalho foi determinar os níveis de especialização dos sistemas de polinização em uma comunidade vegetal em regeneração, mantendo o foco principal na avaliação das interações envolvidas entre os atributos florais e a diversidade de visitantes. Para isso, foram selecionadas algumas espécies vegetais. As características florais de cada planta e o comportamento de forrageio de seus visitantes foram registrados. Com base nesses dois critérios, determinou-se o grau de especialização em relação ao sistema de polinização observado em cada espécie de planta. As espécies estudadas apresentaram oito tipos de formato floral (aberta, goela, capítulo, aberta com glândulas secretoras de óleo, aberta com anteras poricidas, pincel, tubular e transição entre aberta e polipétala profunda), e mostraram um contínuo de sistemas de polinização, desde os níveis mais especializados até os mais generalizados. As espécies mais especialistas foram visitadas predominantemente pelo grupo funcional de polinizadores eficientes...

Abelhas e vespas solitárias em ninhos-armadilha na Reserva Biológica Guaribas (Mamanguape, Paraíba, Brasil)

Aguiar,Antonio José Camillo; Martins,Celso Feitosa
Fonte: Sociedade Brasileira de Zoologia Publicador: Sociedade Brasileira de Zoologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2002 PT
Relevância na Pesquisa
16.91%
The trap-nesting bees of Guaribas Biological Reserve were studied during one year. Three areas with different vegetation types were sampled, open savanas, closed forest, and a mosaic of these two types. Twelve species of trap-nesting bees were observed, four of which are parasites. The most abundant species were Centris tarsata (Smith, 1879), C. analis (Fabricius, 1804), Tetrapedia diversipes KJug, 1810, and Mesocheira bicolor (Fabricius, 1804). Nesting of Centris tarsata and Mesocheira bicolor occurred mainly during the dry season, while Centris analis and Tetrapedia diversipes did not show any seasonal preferences. Mesocheira bicolar occurred only in the nests of C. tarsata, parasitizing more than 50% of the nests and representing 23.2% of the individuais emerged in the host nests. The mosaic area yielded a greater abundance and diversity. Comparing the sampling methods of trap-nests and entomological nets, conducted simultaneously in the same area, in relation to diversity of trap nesting bees, it was observed a great similarity in terrns of composition and differences of abundance in species sampled. Some hypothesis are discussed to explain a reason for the greater diversity and abundance of the mosaic area in relation to the other areas.

Estratificação vertical de abelhas Euglossina (Hymenoptera, Apidae) em uma área de Mata Atlântica, Paraíba, Brasil

Martins,Celso F.; Souza,Alysson K. P. de
Fonte: Sociedade Brasileira de Zoologia Publicador: Sociedade Brasileira de Zoologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 PT
Relevância na Pesquisa
16.91%
Existem poucos estudos sobre distribuição vertical de insetos, principalmente de Hymenoptera Apiformes. O objetivo do presente estudo foi verificar se existe estratificação vertical entre as espécies de Euglossina em áreas de Mata Atlântica, através da comparação da riqueza, abundância e diversidade em dois estratos, sub-bosque (1,5 m) e copa (10-12 m). Para isso, foram realizadas coletas mensais na Reserva Biológica Guaribas, de maio a dezembro de 2002, utilizando seis armadilhas contendo fragrâncias artificiais: eugenol, eucaliptol, escatol, beta ionona, acetato de benzila e vanilina, distribuídas nos dois estratos. Foram coletados 1.151 indivíduos pertencentes a 11 espécies e três gêneros de Euglossina. No estrato de sub-bosque a abundância e a diversidade foram maiores, em números absolutos, e a riqueza foi significativamente maior que no estrato de copa.

Emergence dynamics and bet hedging in a desert bee, Perdita portalis

Danforth, B. N.
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 07/10/1999 EN
Relevância na Pesquisa
16.91%
Bees (series Apiformes, superfamily Apoidea) are most diverse in arid regions of the world. Arid regions (deserts and semi-deserts) are characterized by discrete rainy seasons and extreme temporal variability in rainfall. This paper documents several novel mechanisms by which one desert bee species (Perdita portalis) copes with harsh and unpredictable conditions in xeric habitats. These same mechanisms are likely to be present in diverse bee families. First, diapausing P. portalis follow a bet-hedging emergence pattern, such that only approximately half of the larvae pupate under optimal conditions. Second, emergence is condition dependent such that larvae with a low average body weight are significantly more likely to emerge than are larvae with a high average body weight under similar conditions. Finally, larval emergence is induced by exposure to high humidity (rainfall). The parallels between bee larvae and angiosperm seeds in arid environments are striking. In both cases there is clear evidence of bet hedging, emergence (or germination) is dependent on larval (or seed) condition and rainfall triggers emergence (or germination). These patterns of emergence are significant for understanding bee species diversity in arid regions.

Interações entre plantas e abelhas nas matas ciliares do Rio São Francisco

Coelho Moura, Debora; Peter Schlindwein, Clemens (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
16.91%
Os Apiformes constituem um grupo monofilético que desenvolveram numerosas relações com as plantas e são os principais polinizadores da Mata Ciliar do Rio São Francisco e da Caatinga. Contudo, a diversidade é pouco conhecida. Foram desenvolvidos estudos da composição de apifauna e flora associada, ao longo de um ano, nestes ambientes. A análise da composição de Euglossini mostrou que espécies comuns da Floresta Atlântica (Euglossa imperialis, E. truncata e Eulaema cingulata) também ocorrem no local de estudo, onde foram registrados 3873 indivíduos de abelhas de 137 espécies. Destas foram confirmadas várias espécies não descritas e um gênero novo. No período seco foi registrada maior riqueza de espécies (82 e 1388 indivíduos) enquanto que o período chuvoso apresentou maior abundância de indivíduos (2485e 55spp.). Estudos de caso de polinização foram realizados com Melochia tomentosa e Parkinsonia aculeata, plantas que se mostraram importantes fontes de recurso para muitas abelhas coletadas no inventário: 1) Foram estudados individuos de Melochia tomentosa (Sterculiaceae), que possuem flores brevistílicas e longistílicas, com hercogamia e dicogamia recíproca; as flores longistilas foram protogínicas e as brevistilas protândricas. Parkinsonia aculeata (Caesalpiniaceae) possui maior atratividade para abelhas de tamanho médio a grande...

Paralysis of the Honey Bee, Apis mellifera Linnaeus; La paralysie de l'abeille domestique, Apis mellifera Linnaeus

Bailey, L.
Fonte: INRA - Instituto Nacional de Investigação Agronômica da França Publicador: INRA - Instituto Nacional de Investigação Agronômica da França
Tipo: Journal Article-postprint
EN; ENGLISH
Relevância na Pesquisa
16.91%
Chronic bee paralysis virus (CBPV) was differentiated from acute bee paralysis virus (ABPV) by the symptoms it caused when injected into normal bees and by histological and serological means. It was isolated from naturally paralyzed bees from various parts of Britain and from Hong Kong, and, in one instance, from normal bees. Overt disease disappeared when the queens of naturally diseased colonies were replaced with others from normal colonies. Normal bees in colonies or cages were resistant to chronic paralysis when sprayed or fed with CBPV. Bees injected with CBPV transmitted it in the food they passed to normal bees.

Aculeate hymenopterans communities as a management tool for the evaluation of habitat integrity and quality, in the Vale do Guadiana Natural Park

Vieira, Lígia Maria Marques Cota
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em //2008 ENG
Relevância na Pesquisa
18.66%
Tese de mestrado, Biologia (Biologia da Conservação), 2008, Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências; The creation of Protected Areas was one of the first measures taken for the protection of biodiversity and it is still the most widely used. The establishment of systems to evaluate the effectiveness of the management of these areas is crucial to validate their importance in terms of conservation and guide the managers to their conservation goals. This can be efficiently done with the assessment of indicator groups like Aculeate Hymenopterans, the Aculeata. Aculeata, specifically Apiformes and Spheciformes, gather all the bioindication advantages of using arthropods and are essential to the sustainability of any natural or agricultural ecosystem since they include important pollinators and pest control agents. The Aculeata were sampled with Malaise traps in eight different habitats. The aim of the study was to determine the aculeate hymenopterans communities' characteristic of each of the habitat initially identified by habitat type (manly vegetation) and be able to differentiate the habitats based on their Aculeata communities. Specific richness, equitability and diversity were in general different among the eight habitats. The communities of each habitat were generally differentiated. Habitats differed in one or more families of Aculeata or genera of Apiformes and Spheciformes. It was even possible to associate family Sphecidae and genera Melitturga...

Construction et reconstruction de la cellule des rayons d'Apis mellifica; Construction and rebuilding of bee cells

Darchen, Roger
Fonte: INRA - Instituto Nacional de Investigação Agronômica da França Publicador: INRA - Instituto Nacional de Investigação Agronômica da França
Tipo: Journal Article-postprint
FR; FRENCH
Relevância na Pesquisa
16.91%
On étudie ici les régulations nombreuses survenant autour des cellules d'un rayon de cire d'Apis mellifica, lorsqu'une destruction partielle ou totale y a été pratiquée, lorsqu'un obstacle quelconque y est inséré. 1° On note que les irrégularités de cellules sont généralement éliminées d'une façon rapide par les nombreuses abeilles qui visitent sans cesse les cellules : les insectes sont capable de percevoir rapidement les faibles variations de l'épaisseur et de la rugosité des cloisons. 2° Les abeilles bouchent facilement les orifices, même important , percés dans les fonds ou dans les parois des alvéoles et se servent pour cela de cire vierge et de cire récupérée sur les rayons (cf. au si MEYER). Les reconstructions se divisent toujours en deux temps : a) apport des matériaux informes sur les parties détruites; b) sculpture de l'ensemble par raclage des mandibules. 3° Les cellules écrasée sont réparées beaucoup moins vite. Les abeilles détruisent d'abord les parois anormales, puis les reconstruisent. Cependant, lorsque l'écrasement a été très important, les rayons, établis sur les fonds des cellules d'ouvrières, présentent de nombreuses cellules de colmatage, et les rayons, rebâtis sur les fonds des cellules de mâles...

Morphologie und Physiologie der Drüsen in Kopf und Thorax der Honigbiene (Apis mellifica L.); Morphologie et physiologie des glandes céphaliques et du thorax de l'abeille

Kratky, Erich
Fonte: INRA - Instituto Nacional de Investigação Agronômica da França Publicador: INRA - Instituto Nacional de Investigação Agronômica da França
Tipo: Journal Article-postprint
DE
Relevância na Pesquisa
16.91%

ABELHAS (HYMENOPTERA, APOIDEA APIFORMES) DE UMA ÁREA DE RESTINGA, PARAÍBA, NORDESTE DO BRASIL: ABUNDÂNCIA, DIVERSIDADE E SAZONALIDADE.; ABELHAS (HYMENOPTERA, APOIDEA APIFORMES) DE UMA ÁREA DE RESTINGA, PARAÍBA, NORDESTE DO BRASIL: ABUNDÂNCIA, DIVERSIDADE E SAZONALIDADE.; ABELHAS (HYMENOPTERA, APOIDEA APIFORMES) DE UMA ÁREA DE RESTINGA, PARAÍBA, NORDESTE DO BRASIL: ABUNDÂNCIA, DIVERSIDADE E SAZONALIDADE.

Madeira-da-Silva, Maria Cristina; Martins, Celso Feitosa
Fonte: Revista Nordestina de Biologia Publicador: Revista Nordestina de Biologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 13/11/2008 POR
Relevância na Pesquisa
28.4%
Abelhas (Hymenoptera, Apoidea Apiformes) de uma área de restinga, Paraíba, Nordeste do Brasil: abundância, diversidade e sazonalidade. Neste trabalho estudou- se a comunidade de abelhas em uma área de restinga localizada na Praia de Intermares, Município de Cabedelo, NE do Brasil, com relação a riqueza, composição de espécies, abundância relativa, diversidade e atividade sazonal. Estas informações foram utilizadas para caracterizar a estrutura da comunidade de abelhas. A fauna de abelhas foi comparada com dados obtidos em outras regiões brasileiras. A coleta de abelhas nas flores foi realizada mensalmente de maio de 1996 a abril de 1997. foram registrados 1520 espécimens (86% fêmeas, 14% machos) pertencentes a 40 espécies. As espécies predominantes de abelhas, em número de indivíduos (representando 79% do total), em ordem decrescente foram: Apís mellifera Linnaeus, 1758, Trigona spinipes (Fabricius, 1793), Centris (Centris) leprieuri Spinola, 1841, Centris (Centris) caxiensis Ducke, 1907, Centris (Hemisiela) trigorioides Lepeletier, 1841, Xylocopa (Neoxylocopa) cearensis Ducke, 1910 e Xylocopa (Schoenherria) muscaria (Fabricius...