Página 1 dos resultados de 6192 itens digitais encontrados em 0.015 segundos

Gramíneas de altitude do Parque Natural da Serra da Estrela

Machado, Célia Cristina Clemente
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.03%
As Poaceae do Parque Natural da Serra da Estrela (PNSE) constituem uma das famílias de maior importância nas zonas de altitude. No entanto, são poucos os estudos detalhados existentes sobre a distribuição desta família na Serra da Estrela. Esta investigação teve duas componentes. A primeira componente diz respeito à composição florística em Poaceae de altitude do PNSE. Foram identificados 25 géneros e 48 espécies. Em qualquer estudo florístico a identificação depende de uma chave de identificação adequada o que não é fácil em Poaceae dado a sua evolução ter ocorrido por simplificação extrema da morfologia. A chave multi-acesso criada no âmbito deste trabalho revelou resultados muito positivos, permitindo identificação rápida, simples e com elevada taxa de sucesso numa família onde os problemas de identificação são sobejamente conhecidos. A outra componente da investigação diz respeito à distribuição das espécies de Poaceae identificadas num gradiente altitudinal de Seia (600 m) à Torre (1993 m) considerando (1) a variedade de macro e microclimas existentes no PNSE e (2) algumas adaptações morfológicas desenvolvidas pelas diferentes espécies com a altitude. (1) Os andares de vegetação da Serra da Estrela têm sido estabelecidos baseado em critérios fisionómicos/paisagísticos que são altamente subjectivos e que não consideram informação relevante sobre a distribuição das espécies. O método seguido nesta investigação para a delimitação dos andares de vegetação é baseado na composição das espécies (método florístico qualitativo)...

Diversidade de pteridófitas em gradientes de altitude na Mata Atlântica do estado do Paraná; Diversity of pteridophytes along altitudinal gradients in the Atlantic Rain Forest of the Paraná State, Brazil

Paciencia, Mateus Luís Barradas
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.88%
A fim de se compreender como varia a diversidade de pteridófitas em função do aumento da elevação do terreno e quais os potenciais mecanismos responsáveis pelas mudanças na riqueza e na abundância de espécies ao longo do gradiente de altitude, foram estudadas as vertentes leste-nordeste de três montanhas do complexo costeiro da Serra do Mar, no Estado do Paraná Serra da Graciosa, Pico do Marumbi e Serra da Prata. As amostragens foram conduzidas em 10 parcelas de 10m x 60m, ao longo do gradiente florestal altitudinal de cada montanha. Os sítios de amostragem foram distribuídos em intervalos aproximados de 200 m em elevação, desde localidades próximas à linha de costa (áreas de Restinga arbórea e de Floresta Ombrófila Densa de Terras Baixas, entre 0-10 m de altitude) até os pontos mais altos das serras de (1.500 m.s.n.m., aproximadamente). Considerando todos os sítios, foram registradas 166 espécies, distribuídas em 61 gêneros e 21 famílias. Enquanto Hymenophyllaceae, Lycopodiaceae e as gramitidóides são observadas em altitudes mais elevadas, Polypodiaceae, Cyatheaceae, Thelypteridaceae, Lomariopsidaceae e Schizaeceae tendem a ocorrer em localidades mais baixas. Os resultados indicaram que existe um forte efeito da altitude sobre a determinação da riqueza de espécies...

Utilização da técnica de co-krigagem com inclinação máxima e altitude do terreno no delineamento de zonas de manejo: granulometria do solo e disponibilidade hídrica; Using the technique of cokriging with maximum slope of the terrain and altitude in the delineation of management zones: grain size and soil water availability

Medeiros, Sergio Ricardo Rodrigues de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.06%
No Brasil pouco se estuda sobre as estratégias de amostragem em áreas com mais de um tipo de solo e várias feições de paisagem, estratégias estas, importantes para mapear a variabilidade espacial dos atributos físicos: frações granulométricas, como também a correlação destas com os parâmetros geomorfológicos: altitude e inclinação máxima da área amostrada da extensão multivariada da krigagem, a cokrigagem. Essa extensão multivariada permite a associação de duas variáveis dependentes gerarem novas informações correlacionadas através do modelo de variância cruzada. O objetivo deste trabalho foi avaliar a correlação espacial entre a distribuição da fração granulométrica com os parâmetros de altitude e a inclinação máxima através de uma densidade amostral agregada (100x100 e 50x50m) com dois níveis de densidade amostral, 20x20 e 40x40m. O estudo se deu numa área de 180 ha, onde se coletou frações de solo numa grade amostral agregada, ou seja, um arranjo amostral 100x100m e três sub-grades de 50x50m distribuídas aleatoriamente na área. Foi realizada análise estatística descritiva dos dados processados no laboratório e a análise espacial através de modelos de variância. De posse dos modelos ajustados na análise dos variogramas...

Correlação espacial entre a altitude e as precipitaç ões pluviométricas no estado de São Paulo

Fenille, Mareio Colombo; Cardim, Márcio
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 135-141
POR
Relevância na Pesquisa
36.96%
The rain occurrence is one of the most important phenomena to determinate the climate and, as most of the other climatic phenomena, shows a continuous spatial variability that can be detected through special geostatistical methods. Besides the great influence of the topographic relief on the specific climate of each region, it is normal to expect spatial correlations of this variable with the precipitations; the determinism of this correlation may help to elaborate more precise conclusions involving these phenomena. In this paper, the spatial variability of altitude and of the pluviometric precipitations was rigorously analyzed, besides the existing correlation between these variables. It was concluded that these variables show strong spatial dependence and they are directly correlated. The mapping of the occurrence of both the phenomena was done by geostatistical methods pased on the infomiation concerning the spatial variability of each one.; A ocorrência de precipitação é um dos fenômenos de maior importância na determinação do clima e, como a maioria dos demais fenômenos climáticos, apresenta uma variabilidade espacial contínua que pode ser detectada através de métodos geoestatísticos especiais. Conhecida a grande influência do relevo topográfico no clima específico de cada região...

Estudos floristicos, fitossociologicos e fitogeograficos em formações vegetacionais altimontanas da Serra da Mantiqueira Meridional, sudeste do Brasil; Floristic, phytossociology and phytogeography of the high-altitude vegetation of Serra da Mantiqueira Meridional, southeastern Brazil

Leonardo Dias Meireles
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/11/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.01%
A Serra Fina é o nome de umas das áreas da Serra da Mantiqueira Meridional, uma cadeia montanhosa na divisa geográfica entre Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro, sudeste do Brasil. A Serra Fina compreende um dos maciços de rochas alcalinas que forma uma das áreas de maior altitude dessa região com mais de 2.500 metros de altitude em vários locais. Ela apresenta um destacado gradiente altitudinal que permite a ocorrência de diferentes formações vegetacionais altimontanas. Sua vegetação apresenta-se ainda relativamente conservada, mas pouquíssimo conhecida. Nós objetivamos analisar a composição florística de suas formações vegetacionais altimontanas, descrever a estrutura fitossociológica das florestas nebulares, verificar a similaridade dessa floresta com outras florestas montanas brasileiras e verificar como mudanças climáticas quaternárias influenciaram a distribuição geográfica das espécies que as compõem. Nos campos de altitude, matas de candeias e nas florestas nebulares foram coletadas 393 espécies das quais sete são provavelmente novas para a ciência. As famílias Asteraceae, Poaceae, Melastomataceae, Rubiaceae, Cyperaceae, Fabaceae, Myrtaceae, Orchidaceae e Ericaceae apresentaram as maiores riquezas específicas. Duas espécies novas da família Asteraceae restritas aos campos de altitude acima de 2.500 metros de altitude foram descritas e ilustradas e as demais necessitam de estudos detalhados por especialistas. A riqueza específica amostrada denota a importância das áreas de altitude na diversidade da Floresta Atlântica e denotam a importância fitogeográfica da Serra Fina por apresentar um grande número de espécies endêmicas ou com distribuição geográfica restrita e comportar espécies com fortes relações com a flora dos Andes...

Crescimento fisico em crianças e adolescentes de moderada altitude; Physical growth in children and adolescents of moderate altitude : physical growth in children and adolescents

Marco Antonio Cossio Bolaños
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 23/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.07%
O objetivo do presente estudo foi analisar o crescimento físico de crianças e adolescentes de moderada altitude. Foram selecionadas de forma probabilística estratificada 955 crianças de 6 a 12 anos, sendo 473 homens e 482 mulheres provenientes de escolas públicas da área urbana da região de Arequipa (Perú) localizada a 2320msnm. As variáveis mensuradas foram a massa corporal (kg), estatura (cm) e as circunferências corporais do braço relaxado, tórax e a panturrilha (cm). Para a relação da massa corporal com a estatura, utilizou-se o [IMC=Peso (kg)?Estatura (m)2]. As variáveis de massa corporal, estatura e o IMC foram comparados com a referência internacional da Organização Mundial da Saúde (OMS). Os valores das circunferências corporais foram distribuídos em percentís e escores Z, com a tentativa de propor curvas e tabelas referenciais para o monitoramento do crescimento e o estado nutricional das crianças de moderada altitude. A análise estatística descritiva utilizada foi de média, desvio padrão, percentis, e escores Z, e para avaliar as diferenças entre as crianças de moderada altitude e a referência internacional (OMS) utilizou-se o teste "t" para amostras pareadas, com uma probabilidade de p<0,001. Os resultados mostram que as crianças do estudo apresentam menor estatura que a referência. Os valores do IMC propostos pela OMS não pode ser aceito para crianças e adolescentes de moderada altitude...

Avaliação de taninos condensados, antocianinas e precursores de aroma ao longo da maturação em castas tintas: efeito da altitude da vinha

Dias, Catarina Alexandra Figueiredo
Fonte: ISA/UTL Publicador: ISA/UTL
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
36.96%
Mestrado em Viticultura e Enologia - Instituto Superior de Agronomia / Faculdade de Ciências. Universidade do Porto; This study aims to evaluate the influence of altitude on the phénolic compounds and the precursors of aroma glycosides in Touriga Nacional and Touriga Franca. It was gathered from several samples along the maturation of two vineyard with different altitudes, Quinta Cova da Barca. In Douro Superior, is at an altitude of 125m and 700m at Quinta do Cardo, in Beira Interior (Sub-region Castelo Rodrigo). The results show that there is a tendency to higher values of anthocyanins, color intensity and % prodelfinidyn of condensed tannins in the vineyards at a higher altitude. In the case of proanthocyanidins and the % esterification with acid gálhico this tendency is reversed, since this is higher than in the vineyards that have a lower altitude, which is indeed visible in both variety. As for the degree of polymerization, there are differences when comparing both variety. Touriga Nacional in this case is higher than in Quinta do Cardo (high altitude), the same is not true of Touriga Franca, since it is at a low altitude that the degree is higher. Finally, analyzing the glycosylated precursors, there are still differences that are not statistically significant. Highest in the vineyard...

Evaluation of the thickness of the proximal femoral canal in patients living at altitude

Dani,Wiliam Soltau; Contreras,Marcos Emilio Kuschnaroff; Padilha,Eleazar Lara; Berral,Francisco José
Fonte: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2015 EN
Relevância na Pesquisa
36.88%
OBJECTIVE: Our goal is to confirm the hypothesis that people who were born and raised on cities at altitude have a smaller proximal femoral canal. METHODS: Prospective study with 169 participants, divided into two groups. Group A: 99 patients who were born and raised at altitude and group B: 70 patients who were born and raised at low altitude. All patients underwent panoramic radiographs of the pelvis, where we marked three measure and checked the thickness of the cortical and the lateral and medial cortical, as well as the thickness of the femoral canal. RESULTS: We noticed that the first measure showed no significant difference in both groups, but the second measure, the lateral cortex, is thicker in group A, and the femoral canal is smaller in comparison to group B. CONCLUSION: We concluded that patients who were born and raised at altitude have a smaller femoral canal. This may help in proper planning of future surgical procedures, especially in total hip arthroplasty cases. Level of Evidence II, Development of Diagnostic Criteria in Consecutive Patients (with universally applied reference "gold" standard).

Flora vascular da Serra da Pedra Branca, Caldas, Minas Gerais e relações florísticas com áreas de altitude da Região Sudeste do Brasil

Rezende,Munike Goncalves de; Elias,Ricardo Cunha Loyola; Salimena,Fatima Regina Goncalves; Menini Neto,Luiz
Fonte: Instituto Virtual da Biodiversidade | BIOTA - FAPESP Publicador: Instituto Virtual da Biodiversidade | BIOTA - FAPESP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 EN
Relevância na Pesquisa
36.88%
Serra da Pedra Branca (SPB) is a mountain range located in the Southwestern portion of the state Minas Gerais, in the municipality of Caldas (21°58′-21°55′S, 46°24′-46°22′W). It is a striking feature in the landscape, between 1100 and 1780 m.s.m., in a region that is part of the Atlantic Forest Domain and is considered as a priority area for conservation of the flora in Minas Gerais state. The vegetation is composed by a mosaic of “campo de altitude” (which occupy the greatest extension in the area), Seasonal Semidecidual Montane Forest, Dense Ombrophilous High-Montane Forest and Mixed Ombrophilous Forest. The aims of this study was the elaboration of a floristic survey of SPB added to the specimens collected by Anders Fredrik Regnell in the nineteenth century in Caldas and to analyze its floristic similarity with altitude areas of the Southeastern Region of Brazil. There were recorded 502 vascular plant species, distributed in 274 genera and 100 families. The majority of recorded species present herbaceous habit, terricolous, saxicolous and/or rupicolous (representing around 58% of recorded species), predominantly occurring in the “campo de altitude” (ca. 46%). The richest families were Polypodiaceae (20 spp.) and Dryopteridaceae (10 spp.) among the ferns...

Biometria, germinação e crescimento inicial de Erythrina velutina Willd. (Leguminosae - Papilionoideae) ocorrente em caatinga e brejo de altitude (PE)

Tavares da Silva Junior, Valter; Carvalho de Alencar Barbosa, Dilosa (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.92%
Erythrina velutina Willd. é uma espécie lenhosa com cerca de 10 m de altura, sementes de coloração vermelha e dispersa por animais. O objetivo deste trabalho foi comparar a biometria de frutos e sementes, o potencial germinativo das sementes sob diferentes potenciais hídricos e a variação de temperatura, além do crescimento inicial em solos dos locais de coleta de duas populações. As populações localizadas em áreas de caatinga (Alagoinha) e brejo de altitude (Poção), a 700 e 950 m, respectivamente, ambas na zona do agreste, da região semi-árida do estado de Pernambuco. Os frutos e as sementes foram avaliados, quanto ao comprimento, largura, espessura (cm) e peso (g), bem como o número de sementes por fruto, e o volume (cm3) das mesmas. Foi verificada a embebição médias das sementes escarificadas com lixa de ferro ou não (intactas). Na germinação, avaliou-se o efeito da luz branca contínua ou ausente e o fotoperíodo de 12 horas a 25ºC; disponibilidade hídrica, com as sementes submetidas a diferentes potenciais hídricos (controle; -0,1; -0,2; -0,4 e 0,8 MPa), à temperaturas constantes de 20º, 25º, 30º e 35ºC e luz branca contínua; e nas temperatura constantes de 10, 15, 20, 25, 30, 35 e 40ºC também sob luz branca contínua. Para todos os tratamentos...

Controle de atitude e altitude para um veículo aéreo não tripulado do tipo quadrirrotor

Guimarães, João Paulo Ferreira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica; Automação e Sistemas; Engenharia de Computação; Telecomunicações Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica; Automação e Sistemas; Engenharia de Computação; Telecomunicações
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.92%
A Quadrotor is an Unmanned Aerial Vehicle (UAV) equipped with four rotors distributed on a simple mechanical "X"form structure. The aim of this work is to build and stabilize a Quadrotor aircraft in the roll, pitch and yaw angles at a certain altitude. The stabilization control approach is based on a transformation in the input variables in order to perform a decoupled control. The proposed strategy is based on breaking the control problem into two hierarchical levels: A lower level, object of this work, maintains the desired altitude an angles of the vehicle while the higher level establishes appropriate references to the lower level, performing the desired movements. A hardware and software architecture was specially developed and implemented for an experimental prototype used to test and validate the proposed control approach; Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Um Quadrirrotor é um Veículo Aéreo Não Tripulado (VANT) dotado de quatro rotores distribuídos nas extremidades de uma estrutura mecânica simples em forma de "X". O objetivo desse trabalho é construir e estabilizar uma aeronave desse tipo, com alta capacidade de carga, em uma determinada altitude, sob ângulos de rolagem, guinada e arfagem pré-definidos. A abordagem de controle de estabilização baseia-se numa transformação das variáveis de entrada do sistema a fim de realizar o controle de forma desacoplada. A estratégia proposta se baseia na divisão do problema de controle em dois níveis hierárquicos: o nível inferior...

Plasticity in aerobic capacity across bar-headed goose (Anser indicus) populations as a result of variable altitude and muscle activity

Hammond, Gareth
Fonte: Quens University Publicador: Quens University
EN
Relevância na Pesquisa
36.88%
During their migration across the Himalayas, bar-headed geese (Ansier indicus) maintain high rates of aerobic metabolism under severe hypoxic stress, all while flying at heights up to 6000m. Underlying this extreme ability for physical performance is a myriad of adaptations that specializes these birds to preform optimally over a wide range of altitudes. This thesis investigated plasticity in the capacity for aerobic metabolism at a molecular level across three populations of bar-headed geese. Of these three populations, two were found at altitude (3 200m), (wild geese and flight-restricted birds from the Lake Qinghai Rescue Center) while the third population (from The University of British Columbia) has been living at sea level for several generations. By comparing the maximal activities (Vmax) of two key mitochondrial enzymes, cytochrome c oxidase (COX IV) and citrate synthase (CS) in the leg and pectoralis muscle tissues, it was determined that both exposure to altitude and muscle activity influenced enzyme activity, respectively. High altitude acclimated geese exhibited lower COX IV activities than those found at sea level and this would tend to protect against intracellular hypoxia under environmentally limiting oxygen conditions. On the other hand...

Development of aptitude at altitude

Hogan, A.; Virues-Ortega, J.; Botti, A.; Bucks, R.; Holloway, J.; Rose-Zerilli, M.; Palmer, L.; Webster, R.; Baldweg, T.; Kirkham, F.
Fonte: Blackwell Publishing Publicador: Blackwell Publishing
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2010 EN
Relevância na Pesquisa
36.92%
Millions of people currently live at altitudes in excess of 2500 metres, where oxygen supply is limited, but very little is known about the development of brain and behavioural function under such hypoxic conditions. We describe the physiological, cognitive and behavioural profile of a large cohort of infants (6–12 months), children (6–10 years) and adolescents (13–16 years) who were born and are living at three altitude locations in Bolivia (∼500 m, ∼2500 m and ∼3700 m). Level of haemoglobin oxygen saturation and end-tidal carbon dioxide were significantly lower in all age groups living above 2500 metres, confirming the presence of hypoxia and hypocapnia, but without any detectable detriment to health. Infant measures of neurodevelopment and behaviour yielded comparable results across altitude groups. Neuropsychological assessment in children and adolescent groups indicated a minor reduction in psychomotor speed with increasing altitude, with no effect of age. This may result from slowing of underlying brain activity in parallel with reduced cerebral metabolism and blood flow, evidenced here by reduced cerebral blood flow velocity, particularly in the basilar artery, in children and adolescents. The proportion of European...

Diversidade funcional hidráulica em campo de altitude e floresta nebular no suldeste do Brasil; Hydraulic functional diversity in a high-altitude grassland and in a cloud forest in southeasterm Brazil

Caio Oliveira Di Migueli
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.09%
A disponibilidade de água é um importante fator determinante da distribuição de espécies vegetais em várias comunidades. Vários modelos climáticos preveem secas mais severas para regiões tropicais de altitude em decorrência do aumento na altitude média das camadas de nuvens orográficas que dão origem à neblina, o que poderá afetar a distribuição de espécies e de tipos vegetacionais da Floresta Atlântica nesses locais. Investiguei a diversidade de atributos hidráulicos de seis espécies de Floresta Nebular e quatro espécies de Campos de Altitude com o objetivo de entender as respostas de espécies desse tipo de vegetação a variações sazonais na disponibilidade de água. Optei por investigar atributos hidráulicos pois têm influência direta sobre as estratégias de uso de água pelas plantas em diferentes condições de disponibilidade desse recurso. Escolhi esses ecossistemas por co-ocorrerem em um topo de montanha e por apresentarem condições contrastantes quanto à seca ambiental, com diferentes níveis de exposição do solo às condições climáticas. Quantifiquei densidade da madeira, potenciais hídricos antes do amanhecer, às 10:00 h e mínimo diário e condutância estomática. Investiguei ainda a ocorrência nesses ecossistemas de relações negativas entre densidade da madeira e potenciais hídricos mínimos...

Patterns of geographic distribution and conservation of the open-habitat avifauna of southeastern Brazilian mountaintops (campos rupestres and campos de altitude)

Vasconcelos, Marcelo Ferreira de; Rodrigues, Marcos
Fonte: Universidade de São Paulo. Museu de Zoologia Publicador: Universidade de São Paulo. Museu de Zoologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2010 ENG
Relevância na Pesquisa
36.99%
Os ambientes abertos das montanhas do sudeste do Brasil são representados pelos campos rupestres (principalmente na Cadeia do Espinhaço) e pelos campos de altitude (nas Serras do Mar e da Mantiqueira). Apesar da ocorrência de espécies endêmicas em ambos os tipos de vegetação, uma análise e síntese de suas comunidades de aves nunca foram realizadas. Nesse estudo, apresentamos uma revisão da avifauna dessas áreas, descrevemos padrões de distribuição geográfica e comentamos sobre a conservação destes ambientes e de sua avifauna. Um total de 231 espécies de aves foi registrado nos ambientes abertos dos topos de montanha do sudeste do Brasil. Nos campos rupestres, 205 espécies foram registradas, enquanto nos campos de altitude o total foi de 123 espécies. Cinco padrões de distribuição são reconhecidos dentre as aves que ocorrem nestes habitats: não-endêmicas (191 espécies), endêmicas da Mata Atlântica (26 espécies), endêmicas do Cerrado (6 espécies), endêmica da Caatinga (1 espécie) e endêmicas dos habitats abertos dos topos de montanha (7 espécies). Apesar da presença de várias unidades de conservação nessas regiões, estas reservas não garantem a conservação de seus importantes tipos vegetacionais e de suas avifaunas sob os atuais níveis de gestão. Uma vez que várias espécies de aves endêmicas e ameaçadas de extinção vivem nos campos rupestres e campos de altitude...

High-altitude grasslands (campos de altitude) on the Serra do MarMountain in Southern Brazil: floristic aspects; CAMPOS DE ALTITUDE NA SERRA DO MAR PARANAENSE: ASPECTOS FLORÍSTICOS

Mocochinski, Alan Yukio; Scheer, Mauricio Bergamini; SANEPAR
Fonte: FUPEF DO PARANÁ Publicador: FUPEF DO PARANÁ
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 23/12/2008 POR
Relevância na Pesquisa
37.03%
The floristic of high-altitude grasslands (campos de altitude) of the “Serra do Mar” in the state of Parana was studied. In a total of six investigated areas, 280 vascular species were detected. They belong to 73 botanic families, in which 63 are angiosperms (260 species), 8 are pteridophytes (18 species) and 2 are gymnosperms. Asteraceae was the richest family, with 44 species (15.7% of the total), followed by Poaceae (31; 11%), Melastomataceae (17; 6%) and Cyperaceae (16; 5.7%). The Serra do Ibitiraquire presents the largest area of “campos de altitude” and the highest richness of species (224 species). Serra da Pedra Branca do Araraquara presents the lowest number of species (71 species) probably due to the smallest grassland area. Only 17 species (6%) were found on the six sites and 137 species (49%) were detected on just one site. A moderate negative correlation was observed between floristic similarity and the geographic distance among the high-altitude grassland areas. The biological contamination (mostly by Pinus sp.), the human inadequate behavior in mountain environments and telecommunication facilities are the most important threats to the high-altitude grassland in Paraná.; O presente trabalho teve o objetivo de estudar a composição florística de seis áreas de ocorrência de campos de altitude na Serra do Mar no estado do Paraná. Foram detectadas 280 espécies vegetais vasculares...

Variação da aceleração da gravidade com a latitude e altitude; Variation of the gravity acceleration with the latitude and altitude

Lopes, Wilson; USJT - São Paulo
Fonte: Imprensa Universitária - UFSC Publicador: Imprensa Universitária - UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 08/01/2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.92%
http://dx.doi.org/10.5007/2175-7941.2008v25n3p561Propõe-se, neste trabalho, uma equação para o módulo do vetor aceleração da gravidade, variando com a latitude e altitude. Para essa finalidade, foram usados os seguintes valores para a aceleração da gravidade, ao nível do mar: no equador, g0 = 9,7803 m/s2 e, na latitude de 450, gP = 9,8062 m/s2. O perfil terrestre foi assumido como sendo um elipsóide de revolução, achatado nos pólos, e a aceleração da gravidade variando com a altitude, em relação ao nível do mar, foi considerada também dependente da latitude.; The propose of this work is an equation for the module of the acceleration vector of the gravity, varying with the latitude and altitude. For this purpose, the following values of the gravity acceleration were used, at the sea level: in the equator, g0 = 9,7803 m/s2, and in the latitude of 450, gP = 9,8062 m/s2. The terrestrial profile were assumed as being a revolution ellipsoid, flattened in the poles, and the acceleration of the gravity varying with the altitude, at sea level, was considered dependent of the latitude too.

Bat assemblages at a high-altitude area in the atlantic forest of southeastern Brazil

Moras,Ligiane M; Bernard,Enrico; Gregorin,Renato
Fonte: Mastozoología neotropical Publicador: Mastozoología neotropical
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 ES
Relevância na Pesquisa
36.96%
Most Brazilian landscapes lie below 600 m above sea level and studies on the rich Brazilian bat fauna at higher altitudes are scarce. In this study, we investigated bat assemblages associated with different habitats in Chapada do Abanador, Minas Gerais, an area with altitudes ranging from 1000 to 1580 m. Forty-five nights of sampling (153 000 m2h) were performed in semideciduous montane forest, cloud forest and campo de altitude. A total of 137 individuals were captured, belonging to 12 species of the families Phyllostomidae and Vespertilionidae, with a large dominance of the former. Species-accumulation curves reached values close to the asymptote for the campo de altitude and cloud forest habitats, but not for montane forest, suggesting that more species may be added by extending the sampling effort in this habitat. A non-metric multidimensional scaling analysis indicated no strong separation between sampled habitats. Higher abundances of Desmodus rotundus and Histiotus velatus in the campo de altitude were observed, with the latter being exclusively recorded in this habitat. Moreover, a higher abundance of frugivores was observed in forested habitats, while hematophagous, insectivores and nectarivores were more abundant in the campo de altitude. Although presenting lower species richness when compared with environments below 1000 m...

Effect of oxygen supplementation in a hatchery at high altitude and growth performance of broilers reared at low altitude

Yılmaz-Dikmen,B.; Şahan,Ü.; İpek,A.; Aydın,C.; Kederli,E.
Fonte: South African Journal of Animal Science Publicador: South African Journal of Animal Science
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2014 EN
Relevância na Pesquisa
37.03%
The objective of this study was to investigate the effect of oxygen supplementation on broiler eggs in a hatchery at high altitude on the growth performance and ascites syndrome of broilers reared at low altitude. The treatment groups were low altitude with no oxygen supplemented in the hatchery (LA-NOX); high altitude with oxygen supplementation in the hatchery (HA-OX); and high altitude with no oxygen supplemented in the hatchery (HA-NOX) group. Growth performance, heart weight, the concentrations of the hormones, T3,T4 T3/T4, and and plasma concentrations of haematocrit, haemoglobin, glucose and parameters of ascites syndrome during the growing period were investigated. A total of 243 one-day-old broilers were used for this study. During the growing period, excluding days 7, 28 and 35, oxygen supplementation at high altitude did not affect the live weight of broilers compared with the HA-OX and HA-NOX groups. The cumulative feed consumption was determined to be lower in the LA-NOX group and the same in the HA-OX and HA-NOX groups on the 42nd day. Between 21 and 42 days old, the LA-NOX group had a better feed conversion ratio (FCR) than the HA-OX and HA-NOX groups. Chick weight (CW), yolk sac weight (YSW) and chick heart weight (CHW) were higher in the LA-NOX group than in the HA-OX and HA-NOX groups. At 42 days old...

Accumulation pattern of flavonoids in Cabernet Sauvignon grapes grown in a low-latitude and high-altitude region

Xing,Ran-Ran; He,Fei; Xiao,Hui-Lin; Duan,Chang-Qing; Pan,Qiu-Hong
Fonte: South African Journal of Enology and Viticulture Publicador: South African Journal of Enology and Viticulture
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2015 EN
Relevância na Pesquisa
36.96%
Particular climate conditions in a low-latitude and high-altitude region endow grape berries with distinctive quality characteristics. So far, few reports have been concerned with the formation of berry flavour in such a region. This study aimed to investigate the accumulation pattern of flavonoids in Vitis vinifera L. cv. Cabernet Sauvignon grape berries growing at different altitudes of the highland in southwest China in two consecutive vintages. In addition to the 3-0-monoglucosides and 3-0-acyl monoglucosides of the five main anthocyanidins (delphinidin, cyanidin, peonidin, petunidin and malvidin), some uncommon anthocyanins, such as three diglucosides of anthocyanidins and pelargonidin-3-O-glucoside, were detected in the grape berries. Higher altitude cultivation greatly promoted the production of anthocyanins and flavonols, particularly cyanidin-type anthocyanins and quercetin-type flavonols from the F3'H branch of the flavonoid biosynthetic pathway. Flavan-3-ols from both branches were comparatively less influenced by vineyard altitude. Vintage in this high-altitude region also had a dramatic influence on the accumulation of flavonoids. Most of the anthocyanin and flavonol components were affected more by vineyard altitude than by vintage...