Página 1 dos resultados de 2110 itens digitais encontrados em 0.015 segundos

Comunicação suplementar e/ou slternativa e ganho lexical na criança com síndrome de Down: estudo piloto; Augmentative and alternative communication and lexical gain in children with Down syndrome: pilot study

Pires, Sandra Cristina Fonseca
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
56.05%
Crianças e adolescentes com síndrome de Down (SD) apresentam particularidades de linguagem e fala em função de múltipos fatores: anatômicos, fisiológicos, cognitivos, linguísticos, comprometendo a inteligibilidade de fala e as habilidades conversacionais. Caracterizam-se por atraso no desenvolvimento da linguagem, sobretudo expressiva, com uso prolongado dos gestos. Na condição de expressão verbal, apresentam comprometimentos quanto à sintaxe, morfologia, léxico, inteligibilidade de fala. Justifica-se, assim, o uso de Comunicação Suplementar e/ou Alternativa (CSA) para promover a capacidade de comunicação dos indivíduos com SD, com possibilidade de também promover a linguagem verbal. Objetivou-se neste estudo, verificar, em acompanhamento longitudinal (doze meses), a influência do uso da CSA na aquisição lexical em cinco participantes com SD (5;3 a 11;8 anos), que se encontravam no estágio cognitivo pré-operatório segundo pressupostos da Epistemologia Genética, e que apresentavam dificuldades severas de linguagem quanto à expressão, com uso prioritário do meio verbal e/ou vocal para se comunicarem. Utilizou-se avaliação de linguagem e cognição para identificar o estágio cognitivo; prova de pragmática para identificar o meio de comunicação; prova de vocabulário expressivo para as avaliações e reavaliações...

Intervenção nas afasias com o uso da comunicação suplementar e/ou alternativa; Intervention in aphasia using the augmentative and alternative communication

Franco, Elen Caroline
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.24%
A American Speech-Language-Hearing Association ASHA define a linguagem como um sistema complexo e dinâmico de símbolos convencionais, utilizados de várias maneiras durante a comunicação. Alterações nas regiões cerebrais responsáveis pela fala e linguagem, podem trazer como consequência a afasia, que é definida como a perda ou debilidade da função de linguagem causada por um prejuízo do cérebro. Indivíduos afásicos podem necessitar de recursos da Comunicação Suplementar e/ou Alternativa para complementar ou substituir a transmissão de uma mensagem, que não pode ser transmitida de maneira eficiente pela comunicação verbal. Segundo von Tetzchner e Jensen, a Comunicação Suplementar e/ou Alternativa envolve o uso de modos não verbais de comunicação, para suplementar ou substituir a linguagem oral, que pode estar ausente ou comprometida. Desta forma, o presente estudo teve o objetivo de descrever o uso da Comunicação Suplementar e/ou Alternativa em dois casos de afasia pós Acidente Vascular Encefálico. Para tanto, foi realizada intervenção fonoaudiológica com dois participantes afásicos, utilizando os recursos da Comunicação Suplementar e/ou Alternativa. A intervenção fonoaudiológica foi dividida em quatro etapas...

A relação linguagem-cognição no trabalho com Comunicação Suplementar e/ou Alternativa com a criança com paralisia cerebral; The cognitive-language relation in the Augmentative and/or Alternative Communication intervention in children with cerebral palsy

Pires, Sandra Cristina Fonseca
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/03/2005 PT
Relevância na Pesquisa
56%
Comunicação Suplementar e/ou Alternativa (CSA) é uma área clínica reconhecida pela ASHA (1991) que visa suprir temporária ou permanentemente dificuldades severas de comunicação oral, seja qual for o fator etiológico e a idade do indivíduo em questão. É uma área ainda recente no Brasil, havendo poucos estudos científicos, sobretudo que a relacionem com o trabalho cognitivo e de linguagem e com quadros de alteração sensório-motora em crianças. A hipótese inicial é que haja pré-requisitos cognitivos e de linguagem para a abordagem direta da CSA. A presente pesquisa teve como objetivo relacionar o nível de desenvolvimento cognitivo e de linguagem com o desempenho do trabalho de CSA com crianças com Paralisia Cerebral. Utilizou-se como amostra nove crianças com paralisia cerebral, com idades entre 4;0 e 9;11. Cada criança foi avaliada a partir de um protocolo estabelecido para determinar sua etapa de desenvolvimento cognitivo e de linguagem. Paralela a esta avaliação registrou-se o desempenho da criança no uso da CSA e a descrição detalhada do seu material - tipo de sistema utilizado, número de símbolos no total e por categoria semântica, forma de disposição e tipo de acesso. No caso das crianças que apresentaram uso eficiente da CSA...

Aplicações de técnicas de inteligência artificial à comunicação alternativa e aumentativa

Silveira, Milene Selbach
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.14%
A maior parte da população mundial se comunica de forma multimodal (fala, gestos, expressões faciais, etc.). Na medida em que algum destes modos falta, a pessoa afetada encontra dificuldades para manifestar suas idéias e pensamentos. Este trabalho é destinado a pessoas com dificuldades severas de fala e graves danos, tamb6m, na parte motora, o que as impede de se comunicarem por outras formas usuais, como a linguagem de sinais dos surdos, por exemplo, restando-lhes buscar alternativas de comunicação. Estas alternativas são pesquisadas em uma área denominada Comunicação Alternativa e Aumentativa (comumente chamada de AAC, do inglês: Augmentative and Alternative Communication), dentro da qual ha uma linha que estuda a utilização de sistemas simbólicos para comunicação, que é abordada neste trabalho. A fim de auxiliar estas pessoas que apresentam distúrbios motores e de fala, na sua busca por autonomia pessoal, estudou-se maneiras de facilitar a utilização destes sistemas simbólicos de comunicação, com o emprego de recursos de Multimídia e técnicas de Inteligência Artificial. O intuito foi o de auxiliá-las no aprendizado da forma de comunicação a ser utilizada e de proporcionar-lhes uma interação mais amigável e eficaz com o sistema. Para estes fins...

Design de recursos e estratégias em tecnologia assistiva para acessibilidade ao computador e à comunicação alternativa

Martins, Daianne Serafim
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.1%
O acesso às tecnologias de informação e comunicação tem impactado significativamente a forma como as pessoas se relacionam com o mundo. Essas mudanças afetam a realização de atividades do dia-a-dia, as relações humanas, o trabalho e a aprendizagem. Para as pessoas com deficiência física, o desenvolvimento dos recursos de tecnologia tem possibilitado maneiras de interagir, de se comunicar e de participar em contextos diversos superando as barreiras impostas pelas suas limitações e pelo meio. A vigência de políticas públicas e de ações concretas em prol da inclusão contempla a diversidade humana e o direito de acesso à tecnologia para a comunicação, aprendizagem e trabalho para os cidadãos com deficiência. Para a efetivação da participação e aprendizagem dos alunos com deficiência nas escolas públicas brasileiras são disponibilizados os serviços do Atendimento Educacional Especializado (AEE) com vistas à eliminação de barreiras para o acesso à construção do conhecimento. É através da tecnologia assistiva apropriada que esses alunos poderão desenvolver suas competências possibilitando maior autonomia e independência na vida social de acordo com suas necessidades e interesses. Desta forma, este trabalho teve como foco principal a proposição de uma metodologia para avaliação em acessibilidade ao computador e à comunicação alternativa para alunos com deficiência física. Para tanto...

Sistema scala e deficiência motora : contribuições na inclusão de uma aluna com paralisia cerebral na rede regular de ensino

Sitoe, Sheila António
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.18%
A presente pesquisa vinculada ao grupo TEIAS (Tecnologia em Educação para Inclusão e Aprendizagem em Sociedade: http://www.ufrgs.br/teias/) procurou desenvolver uma tecnologia assistiva (sistema de varredura) e um estudo de caso com uma criança com Paralisia Cerebral e não oralizada, matriculada em uma escola regular do Rio Grande do Sul. A pesquisa teve como objetivo desenvolver um sistema de varredura para o SCALA (Sistema de Comunicação Alternativa para Letramento de Pessoas com Autismo: http://scala.ufrgs.br/siteScala/projetoScala/) de modo a possibilitar seu uso por pessoas com deficiência motora bem como compreender como ocorre o processo de inclusão de um aluno com Paralisia Cerebral na escola mediado por um sistema de comunicação alternativa. Participou do estudo uma criança com Paralisia Cerebral, duas professoras e seus colegas de turma (2 ciclo). A pesquisa foi desenvolvida com base na teoria sócio histórica, por entender que a estrutura humana é produto de um processo de desenvolvimento profundamente enraizado nas ligações entre a história individual e história social. A coleta foi realizada por meio de observações sistemáticas e entrevistas informais gravadas em vídeos com o complemento do diário de bordo. Assim...

SCALA : Sistema de comunicação alternativa para processos de inclusão em autismo: uma proposta integrada de desenvolvimento em contextos para aplicações móveis e web

Bez, Maria Rosangela
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.22%
As pessoas desenvolvem-se na interação social, a partir do uso de instrumentos e de signos, sendo o processo de comunicação essencial para tal desenvolvimento. No entanto, a comunicação, longe de ser um processo inato ou maturacional, é um processo sócio-histórico que se desenvolve ao longo da vida e por meio do qual o sistema de símbolos é adquirido em um longo processo ontológico de aprendizagem cultural. A comunicação é estruturada como um complexo e multidimensional processo de aquisição da linguagem. Assim, é impossível pensar em comunicação sem linguagem. A linguagem tem uma dupla função comunicativa, como meio de comunicação e como processo de compreensão e representação do pensamento. A aquisição da linguagem inclui, entre outras, as dimensões social, cultural, histórica e intersubjetiva. Percebe-se que, nos casos de déficits na comunicação, o processo de intersubjetividade fica comprometido, uma vez que ao menos um dos envolvidos é prejudicado, seja na construção ou na compreensão de sentidos e significados nas interações/mediações. Em pessoas com Transtorno do Espectro Autista há déficits de comunicação e de linguagem que se manifestam com alterações principalmente no uso, na forma ou no conteúdo da linguagem pragmática. Nesses casos...

Comunicação suplementar e alternativa no discurso narrativo do aluno com paralisia cerebral

Ponsoni, Adriana
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 163 f. : il. color. + Apêndices e anexos
POR
Relevância na Pesquisa
46.19%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Pós-graduação em Educação - FFC; O desenvolvimento do discurso narrativo pode estar relacionado com as experiências prévias dos usuários do sistema de comunicação suplementar e alternativa na atividade de narração, ou seja, o modelo de narrativa fornecido para as crianças em âmbito familiar e escolar. Primeiramente a criança realiza narrativas pessoais, posteriormente, consegue narrar histórias. Ensinar a habilidade de narrar histórias pode ser um meio de induzir mudanças na linguagem da criança com paralisia cerebral usuário do recurso de comunicação suplementar e alternativa. Neste sentido, elaborar programas de intervenção que proporcionem o desenvolvimento do discurso narrativo dos alunos com paralisia cerebral é um tema de discussão. A presente pesquisa teve como objetivo: Analisar as contribuições do recurso de Comunicação Suplementar e alternativa para o reconto de histórias de crianças com paralisia cerebral, após um programa de intervenção. Participaram deste estudo três alunos usuários do recurso de comunicação suplementar e alternativa, um do gênero masculino e duas do gênero feminino, com idades variando entre sete a dez anos. A coleta de dados foi realizada por meio da aplicação de um programa de intervenção com o recurso de comunicação suplementar e alternativa...

O impacto da afasia na perspectiva de cuidadores e/ou familiares de sujeitos afásicos fluentes e não-fluentes usuários de comunicação suplementar e/ou alternativa; The impact of the aphasia from the perspective of caregivers and/or families of fluent and non-fluent aphasic individuals who use Augmentative and Alternative Communication

Rafaela Marques Di Giulio
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.12%
INTRODUÇÃO: O acidente vascular cerebral (AVC) representa a terceira causa de morte em países industrializados. Além de alta incidência, a sequela mais comum de AVC é a afasia, o que traz sérios impactos sobre a qualidade de vida dos indivíduos. Os comprometimentos lingüístico-cognitivos e psíquicos repercutem nas relações entre a pessoa com afasia e seus familiares, geram a demanda de cuidados diferenciados e implicam a participação de um cuidador, geralmente um dos membros familiares. No âmbito da Fonoaudiologia, existem poucos estudos voltados aos cuidadores e/ou familiares na afasia. OBJETIVOS: investigar o impacto da afasia no cuidar de sujeitos afásicos fluentes e não-fluentes bem como nas relações de comunicação entre eles e seus cuidadores e/ou familiares. Esse estudo também procura verificar como a atuação fonoaudiológica, na ótica dos cuidadores e/ou familiares, pode contribuir para o processo de comunicação. SUJEITOS E MÉTODO: Participaram da pesquisa 18 cuidadores e/ou familiares de pessoas afásicas participantes de um Centro de Convivência de Afásicos do Instituto de Estudos da Linguagem/UNICAMP e do Grupo Fonoaudiológico de Comunicação Suplementar e/ou Alternativa do CEPRE/FCM - UNICAMP. Para a coleta de dados foram realizados quatro grupos focais (com uma média de três a sete integrantes)...

Subsídios para a construção de pranchas de comunicação suplementar e/ou alternativa : visão de cuidadores e profissionais de saúde em formação; Subsidies to create augmentative and alternative communication boards : perception of family members and health care professionals in training

Cintia Monteiro Carvalho
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
56.14%
Introdução: Em função de causas diversas, uma parcela significativa da população possui algum tipo de comprometimento de linguagem, necessitando de alternativas, tais como a Comunicação Suplementar e Alternativa (CSA) pode proporcionar. A CSA trata-se de área de conhecimento prático, clínico, educacional e de pesquisa, que visa favorecer sujeitos com comprometimento de linguagem, seja oral, escrita ou gestual. A implementação desses recursos da CSA envolve o processo de construção de pranchas de comunicação, foco deste trabalho. Objetivos: Investigar a percepção de familiares e profissionais da saúde em formação que acompanham usuários de Comunicação Suplementar e/ou Alternativa quanto as suas necessidades de modo a subsidiar a construção de pranchas de comunicação em diferentes recursos. Sujeitos e Método: Trata-se de investigação de caráter clínico-qualitativo, cujos participantes foram familiares de usuários de CSA (n= 09) e profissionais de saúde em formação que os acompanham (n=10). A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas semi-estruturadas, gravadas em vídeo e transcritas para análise, segundo critérios de relevância e repetição. As categorias de análise estabelecidas foram: a) Uso e impacto dos recursos de CSA; b) Construção das pranchas de CSA; c) Possibilidades de uso mais efetivo da CSA e d) Dificuldades no uso dos recursos de CSA. Resultados: A maioria dos sujeitos relatou vantagens na comunicação e melhor entendimento do usuário de CSA...

The use of information an communication technologies in augmentative and alternative communication : literature review in Portugal

Pinheiro, Patrícia Alexandra Loureiro; Gomes, Maria João; Santos, Anabela Cruz dos
Fonte: Universidade do Minho. Instituto de Educação. Centro de Investigação em Educação Publicador: Universidade do Minho. Instituto de Educação. Centro de Investigação em Educação
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /07/2014 ENG
Relevância na Pesquisa
56.17%
The applicability of the information and communication technologies, especially mobile devices, to augmentative and alternative communication is relatively recent in Portugal. Their characteristics of universality and portability allow to access information, communicate through voice, image and writing, working, perform recreational activities and multiple others activities almost anywhere and any place. It also promotes skills development in people with special educational needs, like physical, cognitive and social skills, when using the appropriate adaptations and digital augmentative and alternative communication software or other applications adapted to their physical or sensory disabilities. The aim of this work is to reveal the state of the art about the use of information and communication technologies in the context of special educational and more specifically in augmentative and alternative communication in Portugal, supported on the literature review. We selected the Portal B-on – Online Knowledge Library, since it allows us to have a perspective of several databases repositories of scientific research. This literature review aim to analyze, summarize and interpret some studies carried out in Portugal that focus on the binomial: Information and Communications Technologies and children with Special Education Needs.

Quality of life in aphasia: differences between fluent and non-fluent aphasic Augmentative and Alternative Communication users

Bahia,Mariana Mendes; Chun,Regina Yu Shon
Fonte: Academia Brasileira de Audiologia Publicador: Academia Brasileira de Audiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 EN
Relevância na Pesquisa
55.94%
Purpose To investigate and to compare quality of life (QOL) in fluent and non-fluent aphasics. Methods This is a prospective, quantitative, and transversal study. We included 11 stroke patients with aphasia (five non-fluent aphasics augmentative and alternative communication users and six fluent aphasics). Data was gathered from the Stroke Specific Quality of Life Scale (SS-QOL), a structure interview, and The Modified Rankin Scale. Results The non-fluent aphasics presented poorer Rankin and quality of life than the fluent aphasics. The major difference occurred in the fields of language and upper extremity function. The three most affected domains in non-fluent aphasics were language, social roles, and thinking, whereas in the fluent aphasics were personality, social roles, and thinking. All the subjects referred a worse quality of life after stroke. The domains of language and self-care were identified as the most affected after stroke. Conclusion This study demonstrated that, in general, non-fluent aphasics have lower quality of life than fluent aphasics. However, this difference is not homogeneous among the several quality of life domains. Additionally, this research evidences a relationship between aphasia severity and individual functionality...

Augmentative and Alternative Communication Training Using Eye Blink Switch for Locked-in Syndrome Patient

Park, Si-Woon; Yim, You-lim; Yi, Sook-hee; Kim, Hyun-young; Jung, Seung-min
Fonte: Korean Academy of Rehabilitation Medicine Publicador: Korean Academy of Rehabilitation Medicine
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
46.06%
Locked-in Syndrome is a severe pontine stroke causing quadriplegia, lower cranial nerve paralysis, and mutism with preservation of only vertical gaze and upper eyelid movement in a conscious patient. We present a case of a Locked-in Syndrome patient who received communication training with augmentative and alternative communication equipment by using eye blinks. After 3 weeks of training, the patient was able to make an attempt to interact with other people, and associate a new word by Korean alphabet selection. Augmentative and alternative communication equipment which uses eye blinks might be considered to be beneficial in improving the communication skills of locked-in syndrome patients.

Teoría crítica de la comunicación alternativa para el cambio social. El legado de Paulo Freire y Antonio Gramsci en el diálogo Norte-Sur

Barranquero, Alejandro; Sáez, Chiara
Fonte: ITESM Campus Estado de México Publicador: ITESM Campus Estado de México
Tipo: info:eu-repo/semantics/publishedVersion; info:eu-repo/semantics/article
Publicado em //2012 SPA
Relevância na Pesquisa
46.08%
Desde su conformación, el campo de la comunicación alternativa para el cambio social ha tendido a apropiarse de manera reduccionista de las reflexiones y experiencias prácticas que desde hace décadas se vienen dando en muchos países de América Latina y de la Europa Mediterránea. En este sentido, las tensiones entre saberes y geopolíticas convierten en objeto prioritario de análisis por cuanto revelan las posibilidades y limitaciones para la construcción de una teoría crítica de la comunicación que ofrezca un justo reconocimiento de las idiosincrasias locales en las que nacen las aportaciones y conceptos. El siguiente artículo está orientado a problematizar y comparar el legado de Paulo Freire y Antonio Gramsci en tanto que promotores de una visión compleja y dialéctica de los mecanismos que atañen a la comunicación participativa en susinteracciones con la cultura masiva y popular.; From its origin, the field of the alternative communication for the social change has tended to incorporate the legacy of Latin American and Mediterranean Europe reflections and practical experiences adopting a limited and reductionist perspective. Within this context, the tensions between knowledge and geopolitics become an object of out most importance...

The Experiences of Students with Intellectual Disability and their Teachers During the Implementation Process of an Augmentative and Alternative Communication Device: A Case Study

Paterson, Leslie A.
Fonte: Quens University Publicador: Quens University
Tipo: Tese de Doutorado
EN; EN
Relevância na Pesquisa
66.04%
The purpose of this study was to describe the experiences of students with intellectual disability (ID) and their teachers throughout the implementation process of an augmentative and alternative communication (AAC) device. Two students and three teachers at an arts-based school for adults with developmental disabilities were trained by a speech and language pathologist on how to use the device. The students were selected by the teachers because they had limited ability to produce speech, and it was thought that they would benefit from using the device. The three teachers made up the school’s faculty, and the speech and language pathologist was selected based on her expertise working with people with developmental disabilities. Self-determination theory (Deci & Ryan, 1985) framed the study, and, it guided the observations and discussion of this thesis. Student experiences were explained through the lens of this theory, but teacher experiences were more applicable to Guskey’s (1989) model of teacher change. This framework was used to interpret the experiences of the teachers. Data were collected through direct observations and teacher journals throughout the implementation process, and semi-structured interviews, post-implementation. A total of 10...

Analyse de la pratique et des besoins des acteurs pour l’utilisation d’aides à la communication en déficience intellectuelle

Valiquette, Christine
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Thèse ou Mémoire numérique / Electronic Thesis or Dissertation
FR
Relevância na Pesquisa
56.09%
La présente recherche a pour objet la pratique orthophonique en suppléance à la communication (SC) auprès de personnes qui ont une déficience intellectuelle (DI). Des recherches ont montré que les aides à la communication à sortie vocale (ACSV) pouvaient améliorer la communication des personnes ayant une DI. Cependant, la plupart de ces recherches ont été menées dans des conditions idéales qui ne reflètent pas nécessairement celles que l’on retrouve dans les milieux cliniques typiques. On connaît peu de choses sur les pratiques professionnelles en SC auprès des personnes ayant une DI. Le but de cette recherche est de décrire la pratique orthophonique, de documenter les perspectives des utilisateurs sur les résultats des interventions et de décrire l’implication des parents et leurs habiletés à soutenir leur enfant dans l’utilisation d’une ACSV afin de proposer un modèle d’intervention en SC auprès de cette clientèle qui tienne compte de ces différentes perspectives. Une méthode qualitative a été choisie pour réaliser la recherche. Des entrevues individuelles semi-structurées ont été réalisées avec onze orthophonistes francophones et avec des parents ou familles d’accueil de dix utilisateurs d’ACSV et des entrevues structurées ont été menées avec huit utilisateurs d’ACSV. Un outil d’entrevue a été conçu à l’aide de pictogrammes pour permettre aux utilisateurs d’ACSV de répondre à des questions portant sur leur appréciation et utilisation de leur ACSV...

A concept-environment for computer-based augmentative and alternative communication founded on a systematic review

Loja,Luiz Fernando Batista; Gomide,Renato de Sousa; Mendes,Fabiana Freitas; Teixeira,Ricardo Antonio Gonçalves; Lemos,Rodrigo Pinto; Flôres,Edna Lúcia
Fonte: Sociedade Brasileira de Engenharia Biomédica Publicador: Sociedade Brasileira de Engenharia Biomédica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2015 EN
Relevância na Pesquisa
56.08%
AbstractIntroductionLocked-In Syndrome is admittedly the worst case of motor and speech impairment, it seriously damages the ability of oral and gestural communication of patients. In recent years, alternative and augmentative communication technology has provided resources to restore these patients' ability to communicate.MethodsIn order to relate and classify the main methods with that purpose, this work conducted a systematic review on several journal databases.ResultsWe found 203 related papers and 55 of them were selected to compose the study. After that, we classified them into three major groups and we identified the main difficulties when using each approach.ConclusionIn order to overcome these difficulties, we propose a new system concept to develop an adaptive, robust and low cost communication environment. The proposed system is composed of five modules: data entry, communication, aid to the caregiver and external interaction.

Alternative communication program readapted for a kaingang adolescent; Programa de comunicación alternativa readaptado para una adolescente kaingang; Programa de comunicação alternativa readaptado para uma adolescente kaingang

Buratto, Lúcia Gouvêa; Almeida, Maria Amelia de; Costa, Maria da Piedade Resende da
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2012 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
56.05%
The present study aimed to determine whether the use of the Picture Exchange Communication System - PECS favored the communication of an adolescent from the Kaingang indigenous population with intellectual disabilities and language disorders. To verify the effects of the independent variable a single subject design study was performed which involved two phases: baseline and intervention. The system was readapted considering the social, cultural, moral and religious values as well as the habits and customs of that ethnic group. The results showed that the use of the readapted alternative communication system helped to improve the non-verbal communication of the indigenous adolescent and increased her vocabulary, previously considered very restricted and unintelligible.; Se trata de un estudio de caso que tuvo como objetivo describir la implementación del Sistema de Comunicación por Intercambio de Imágenes (Picture Exchange Communication System - PECS) en una adolescente perteneciente a la población indígena Kaingang que presentaba discapacidad intelectual y trastornos de lenguaje. Para verificar los efectos de la variable independiente, fue empleado el diseño experimental de un sólo sujeto, conforme dos condiciones: línea de base e intervención. El instrumento fue reajustado teniendo en cuenta los aspectos sociales...

An Investigation of alternative communication methods to face to face interaction between design and client

Friedman, Tanya
Fonte: Rochester Instituto de Tecnologia Publicador: Rochester Instituto de Tecnologia
Tipo: Tese de Doutorado
EN_US
Relevância na Pesquisa
46.06%
As technology becomes increasingly more sophisticated, means and demand for digital communication are increasing. The geographical expansion of the business world has made communication alternatives critical to working together more effectively. Face to face meetings may not be possible or the most cost and time efficient approach. Also, there is a move towards working at home, telecommuting, by using electronic communication for interaction (Fitzgerald 1993). Thus, electronic correspondence is becoming essential and we are witnessing a move towards higher performance and potential for communication alternatives. Knowing the options and their appropriateness is a competitive advantage. "In a information society dominated by computers and communications, value is increased by knowledge, as well as by the speed of movement of that knowledge." (Fitzgerald 1994). Graphic designers rely on strong communication with their clients. Clients' needs must be expressed to the designer and designer's solutions must be communicated for approval. This process is repeated at several stages: initial, revision, and final. Traditionally, when face to face meetings were not feasible, comprehensives were mailed to the client. With the current move towards electronic communication...

"We definitely need an audience": Experiences of Twitter, Twitter networks and tweet content in adults with severe communication disabilities who use augmentative and alternative communication (AAC)

Hemsley, Bronwyn; Dann, Stephen; Palmer, Stuart; Allan, Meredith; Balandin, Susan
Fonte: Carfax Publishing, Taylor & Francis Group Publicador: Carfax Publishing, Taylor & Francis Group
Tipo: Artigo de Revista Científica
Relevância na Pesquisa
46.06%
Purpose: The aim of this study was to investigate the Twitter experiences of adults with severe communication disabilities who use augmentative and alternative communication (AAC) to inform Twitter training and further research on the use of Twitter in populations with communication disabilities. Method: This mixed methods research included five adults with severe communication disabilities who use AAC. It combined (a) quantitative analysis of Twitter networks and (b) manual coding of tweets with (c) narrative interviews with participants on their Twitter experiences and results. Results: The five participants who used AAC and Twitter were diverse in their patterns and experiences of using Twitter. Twitter networks reflected interaction with a close-knit network of people rather than with the broader publics on Twitter. Conversational, Broadcast and Pass Along tweets featured most prominently, with limited use of News or Social Presence tweets. Tweets appeared mostly within each participant's micro- or meso-structural layers of Twitter. Conclusions: People who use AAC report positive experiences in using Twitter. Obtaining help in Twitter, and engaging in hashtag communities facilitated higher frequency of tweets and establishment of Twitter networks. Results reflected an inter-connection of participant Twitter networks that might form part of a larger as yet unexplored emergent community of people who use AAC in Twitter.Implications for RehabilitationTwitter can be used as an important vehicle for conversation and a forum for people with communication disabilities to exchange information and participate socially in online communities.It is important that information and resources relating to the effective use of Twitter for a range of purposes are made available to people with communication disabilities who wish to take up or maintain use of Twitter.People with communication disabilities might benefit from support in using Twitter to meet their goals relating to participation in online forums and information exchange. Practitioners need to consider how their own social media skills might impact on service delivery and supporting these goals.