Página 1 dos resultados de 27126 itens digitais encontrados em 0.013 segundos

Associação do envolvimento físico com níveis de obesidade, aptidão física, actividades sedentárias e participação desportiva: um estudo em alunos dos 2º e 3º Ciclos, e Ensino Secundário de um concelho rural da RAM

Medeiros, Luís Cristóvão Ourique
Fonte: Universidade da Madeira Publicador: Universidade da Madeira
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.52%
O presente trabalho é constituído por dois estudos, sendo que o primeiro prende-se com a adaptação e quantificação da fiabilidade de um instrumento que visa caracterizar o envolvimento físico. O segundo estudo é constituído pela caracterização de uma amostra de jovens, no que se refere a essas variáveis do envolvimento, níveis de aptidão física, participação em actividades sedentárias e actividades desportivas, bem como da relação entre estes parâmetros. Metodologia do primeiro estudo: A amostra do primeiro estudo é constituída por 106 indivíduos de ambos os sexos (50 rapazes e 56 raparigas) do 7º ano de escolaridade. O instrumento validado por Evenson et al. (2006), foi traduzido para a língua Portuguesa, e testado para a fiabilidade através da sua aplicação em dois momentos, com uma semana de intervalo. Foi verificada a consistência interna, níveis de concordância e percentagens de acordos entre os dois momentos de avaliação. Metodologia do segundo estudo: A amostra do segundo estudo é composta por 296 indivíduos (150 do sexo masculino e 146 do sexo feminino) com idades compreendidas entre os 10 e os 18 anos (com uma média de idades de 13,6 + 1,9 anos). A classificação do IMC foi determinada pelos valores referenciados por Cole et al. (2000 e 2007). As avaliações normativas e criteriais da %MG foram obtidas pelas equações de Slaughter et al. (1988) e níveis de classificação de Lohman (1987)...

Identificação das Actividades Lúdicas de Recreio

Oliveira, Óscar Filipe Capela Madaíl de
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
POR
Relevância na Pesquisa
36.59%
O estudo por nós realizado com o tema “Identificação das actividades lúdicas de recreio nas Escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico”, apresentou-se com os objectivos de, identificar as actividades lúdicas realizadas pelos alunos durante o recreio escolar; identificar as actividades em função do género e em função das suas interacções; e identificar as actividades realizadas pelos alunos nos seus tempos livres fora da escola. Este trabalho de investigação encontrou-se delimitado a duas escolas, situadas nas localidades de Verdemilho e Bonsucesso, pertencentes ao concelho de Aveiro, envolvendo 4 crianças de cada género em ambas as escolas, perfazendo um total de 16 crianças para a aplicação das entrevistas. As técnicas utilizadas para a recolha dos dados foram, a entrevista semi-estruturada, a qual inclui questões sobre as actividades lúdicas praticadas pelas crianças no recreio, em casa e na rua; e a observação directa das acções de recreio, para a qual elaborámos uma grelha de registo. A informação recolhida foi tratada através de análise de conteúdo, tendo-se elaborado tabelas estruturadas por categorias e subcategorias, para facilitar a leitura dos dados, de acordo com os nossos objectivos. Como principais conclusões deste estudo verificámos...

Os adolescentes e o seu envolvimento em actividades extra-curriculares: estudo exploratório

Barbeiro, Maria Madalena Canelas Simões
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
Este estudo teve por objectivo explorar a percepção que os adolescentes possuem acerca do seu envolvimento em actividades extracurriculares (AEC). Em particular, procurou-se i) caracterizar as condições subjacentes a esse envolvimento, ii) identificar o grau de autonomia e a motivação subjacente à escolha das actividades extracurriculares que praticam; iii) identificar a percepção que possuem acerca do prazer e dos benefícios que retiram do seu envolvimento em actividades extracurriculares e ainda iv) identificar a sua percepção relativamente ao seu grau de empenho e aos sentimentos a ela associados. A amostra era constituída por 194 adolescentes ( 54,64% de raparigas e 45,36% de rapazes), entre os 12 e os 19 anos de idade, estudantes do 3º ciclo do ensino básico e do ensino secundário. Foi construído para o efeito um questionário, com recurso à técnica de focus group. Os resultados revelaram que da amostra total apenas 103 adolescentes estão envolvidos em actividades extra-curriculares. Revelaram também que: i) as actividades mais praticadas são o desporto e a música; ii) a prática das AEC acontece maioritariamente fora da escola; iii) a escolha é feita, pelo adolescente, ainda que pais e amigos possam exercer alguma influência; iv) os motivos têm sobretudo a ver com a valorização de si próprios; e v) os adolescentes reconhecem neste envolvimento um conjunto variado e muito positivo de benefícios...

Promoção da saúde de crianças hospitalizadas pelo exercício de actividades artísticas : percepção dos profissionais, dos pais e das próprias crianças

Rocha, Denise M.; Carvalho, Graça Simões de
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR)
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /11/2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
A criança hospitalizada, em particular a criança em tratamento oncológico, apresenta elevado grau de stress, perturbador do seu bem-estar, pelo que o exercício da actividade artística pode contribuir para ultrapassar esta situação depressiva e contribuir para a melhoria da sua qualidade de vida. No presente estudo analisámos a percepção dos profissionais de saúde e de educação, dos pais e das próprias crianças hospitalizadas sobre as actividades artísticas desenvolvidas no âmbito do apoio pedagógico (AP) e de actividade dos tempos livres (ATL), no Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto. As actividades artísticas de AP ocorreram durante todo o ano lectivo e as de ATL nas férias escolares. A amostra compreendeu três grupos: Grupo-A, com 15 sujeitos de equipa do IPO (4 enfermeiros, 3 médicos, 3 professoras, 2 assistentes operacionais, 2 voluntários e 1 educadora); gupo-B, com 11 progenitores (10 mães e 1 pai), e o grupo-C com 6 crianças, com idades entre os 5 e 13 anos praticando actividades de AP e de ATL. Aos três grupos aplicou-se um questionário/entrevista adaptado do “Pediatric Oncology Quality of Life Scale (POQOLS) de 1994”. Em geral, a visão dos sujeitos sobre a prática das actividades artísticas neste âmbito hospitalar foi claramente positiva. A equipa pedagógica enfatizou a sua importância como mediador na aprendizagem de outras disciplinas. Os pais e equipa não médica salientaram a sua contribuição no desenvolvimento cognitivo e na abstracção do ambiente hospitalar. As próprias crianças destacaram que sentiam bem-estar durante a realização das actividades e demonstraram uma disposição positiva...

A intervenção das actividades artísticas na melhoria da qualidade de vida de crianças com cancro

Rocha, Denise M.; Carvalho, Graça Simões de
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /12/2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.55%
A promoção da qualidade de vida das crianças em tratamento hospitalar é de fundamental importância. Como actividade de apoio pedagógico ou como actividade de ocupação, a prática da actividade plástica em contexto hospitalar pode conduzir a expressão dos seus sentimentos e das suas próprias experiências, abrindo portas a uma possível melhoria na sua qualidade de vida. O presente estudo procurou aceder às actividades artísticas propostas pelo apoio pedagógico e à percepção da sua influência no âmbito da Pediatria do IPO do Porto. A amostra compreendeu três grupos. Grupo-A, com 15 sujeitos de equipa médica e não médica (4 enfermeiros, 3 médicos, 3 professoras, 2 assistentes operacionais, 2 voluntários e 1 educadora); gupo-B, com 11 progenitores (10 mães e 1 pai), e o grupo-C com 6 crianças, com idades entre os 5 e 13 anos, em exercício artístico, incluído nas actividades de apoio pedagógico do hospital ou como actividade de ocupação. Aos três grupos aplicou-se um questionário/entrevista adaptado do “Pediatric Oncology Quality of Life Scale (POQOLS) de 1994”. As actividades ocorrem durante todo o ano lectivo e a equipa pedagógica enfatiza a sua importância como mediador na aprendizagem de outras disciplinas. Em geral...

A intervenção das actividades artísticas na melhoria da qualidade de vida de crianças com cancro

Rocha, Denise M.; Carvalho, Graça Simões de
Fonte: Universidade da Beira Interior. Departamento de Psicologia e Educação Publicador: Universidade da Beira Interior. Departamento de Psicologia e Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.55%
A promoção da qualidade de vida das crianças em tratamento hospitalar é de fundamental importância. Como actividade de apoio pedagógico ou como actividade de ocupação, a prática da actividade plástica em contexto hospitalar pode conduzir a expressão dos seus sentimentos e das suas próprias experiências, abrindo portas a uma possível melhoria na sua qualidade de vida. O presente estudo procurou aceder às actividades artísticas propostas pelo apoio pedagógico e à percepção da sua influência no âmbito da Pediatria do IPO do Porto. A amostra compreendeu três grupos. Grupo-A, com 15 sujeitos de equipa médica e não médica (4 enfermeiros, 3 médicos, 3 professoras, 2 assistentes operacionais, 2 voluntários e 1 educadora); gupo-B, com 11 progenitores (10 mães e 1 pai), e o grupo-C com 6 crianças, com idades entre os 5 e 13 anos, em exercício artístico, incluído nas actividades de apoio pedagógico do hospital ou como actividade de ocupação. Aos três grupos aplicou-se um questionário/entrevista adaptado do “Pediatric Oncology Quality of Life Scale (POQOLS) de 1994”. As actividades ocorrem durante todo o ano lectivo e a equipa pedagógica enfatiza a sua importância como mediador na aprendizagem de outras disciplinas. Em geral...

Actividades de enriquecimento curricular no 1º CEB : estudo de caso

Santos, Ângelo Manuel de Carvalho
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
O Programa de Actividades de Enriquecimento Curricular (AEC) no 1.º Ciclo do Ensino Básico inicia-se no ano lectivo de 2005/2006 com a introdução da actividade de Inglês nos 3.º e 4.º anos de escolaridade. Nos anos seguintes este programa foi sofrendo alterações, aumentando e diversificando o número de actividades, alargando-se, consequentemente, o tempo de funcionamento das actividades no âmbito da chamada “Escola a Tempo Inteiro”. Todavia, o programa não tem conseguido angariar opiniões consensuais quanto à pertinência e adequação pedagógica, dado, por exemplo, os riscos de “hiperescolarização”, tal como não tem conseguido corresponder a algumas das expectativas criadas em termos da qualidade da realização das actividades e do enquadramento dos docentes a trabalhar neste âmbito. É, assim, objectivo deste trabalho recolher e analisar um conjunto de informações, quer quanto à própria concepção do modelo quer quanto à gestão e desenvolvimento das AEC, na opinião dos encarregados de educação, dos docentes titulares de turma e dos docentes das AEC, no decorrer desta quarta edição do programa (2008/2009). Para o efeito, foi aplicado um inquérito por questionário a estes três universos onde se patenteiam os aspectos que a pesquisa sobre a temática atesta como de maior dificuldade e controvérsia na implementação do programa. Os resultados evidenciam o interesse das actividades propostas nas AEC na formação dos alunos e a inadequação dos espaços disponibilizados para o desenvolvimento das actividades...

Supervisão das actividades de enriquecimento curricular: perspectivas e práticas dos actores educativos

Dias, Glória do Carmo da Costa Canastra
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.52%
A implementação das Actividades de Enriquecimento Curricular, introduziu mudanças no funcionamento e na organização das escolas. Implicou, a assunção de novas funções, por parte dos Professores Titulares de Turma, a Supervisão. Com este estudo, pretende-se caracterizar, analisar e compreender o papel do Professor Titular de Turma, no acompanhamento e supervisão destas Actividades, identificando em que medida o seu desenvolvimento introduziu mudanças no seu trabalho. Procura-se, ainda, conhecer a articulação existente entre a componente curricular e as Actividades de Enriquecimento Curricular, ao nível da planificação, supervisão e avaliação. Para a realização deste estudo, adoptou-se como estratégia de investigação o estudo de caso, de natureza exploratória. Recorreu-se a uma metodologia de cariz essencialmente qualitativa. Os dados foram obtidos a partir das entrevistas realizadas ao Coordenador de Departamento e aos Coordenadores de Escola e dos questionários aplicados aos Professores Titulares de Turma e aos Professores das Actividades de Enriquecimento Curricular. O desenvolvimento das Actividades de Enriquecimento Curricular, pressupõe um novo modelo de organização escolar em que a relação com os parceiros...

Plano de Actividades e Orçamento do Departamento de Biologia para o ano 2011 - regulamentos.

Tavares, João; Furtado, Duarte
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Relatório
Publicado em 25/02/2011 POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
O Departamento de Biologia, adiante designado abreviadamente por Departamento ou DB, é uma unidade orgânica da Universidade dos Açores (UAc), nos termos do disposto nos artigos 26.º, 29.° e 30.º dos Estatutos da Universidade dos Açores (Estatutos), publicados através do Despacho Normativo nº 65-A/2008 de 22 de Dezembro. O Departamento, participando no objectivo, na missão e nas atribuições da UAç, definidos pelos artigos 2º, 3º e 4º dos respectivos Estatutos, desenvolve actividades de ensino, investigação e prestação de serviços à comunidade em diversos domínios da Biologia, das Ciências da Saúde, das Ciências do Ambiente e da Geografia. Considerando o despacho do Magnífico Reitor da UAc de 9-06-2010 (Int-UAç/2010/5579), deverão as diferentes Unidades Orgânicas enviar os seus Planos de Actividade e Orçamento para 2011, até ao próximo dia 30 de Junho, com vista à sua integração no Plano de Actividades e Orçamento da Universidade dos Açores para 2011, a submeter pelo Reitor à aprovação do Conselho Geral, com base nas alíneas b) e c) do nº 2º do artº 39º do Despacho Normativo nº 65-A/2008 de 22 de Dezembro; Considerando que o curto prazo determinado para a apresentação do Plano de Actividade e Orçamento do DB para 2011...

Actividades pessoais desenvolvidas no trabalho: um estudo de caso com base numa abordagem etnográfica

Esteves, Joana Diniz
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.62%
Mestrado em em Gestão de Recursos Humanos; A vida dos indivíduos é preenchida por um sem número de papéis. Da necessidade de articulação destes diferentes papéis, surgem actividades pessoais desenvolvidas no trabalho. Este estudo de caso foca-se então nas actividades pessoais desenvolvidas no trabalho, tais como, conversar, telefonar, comer, fumar, entre outras. Os dados foram obtidos através de observação directa não participante a 35 indivíduos de uma empresa Portuguesa, bem como por questionário – método etnográfico. O estudo comprova que num dia normal de 8 horas de trabalho os indivíduos despendem cerca de 58 minutos em actividades pessoais e analisa quais os motivos subjacentes a estas actividades. Conversar, utilizar a internet, fumar e ir ao café são quatro actividades onde os indivíduos despendem mais tempo. Através de questões de investigação e de hipóteses suportadas na literatura, constatou-se que existem: divergências entre o tempo percepcionado pelos colaboradores e o tempo real nas actividades de fumar, café, telemóvel, casa de banho; diferente opinião das chefias e dos colaboradores no que respeita à produtividade após realização de actividades pessoais; não existe relação entre os resultados organizacionais e as actividades pessoais; diferença de género no que respeita a actividade conversa; uma tendência temporal destas actividades...

As actividades extracurriculares como práticas de inclusão de alunos de 2.º Ciclo

Soares, João Luís Cerqueira
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.62%
Dissertação para obtenção do grau de Mestre em Ciências da Educação; Este estudo pretende conhecer os processos de desenvolvimento proporcionados aos alunos do 2.º Ciclo do Ensino Básico pela sua participação nas actividades extracurriculares e estudar a relação entre esses processos e a inclusão dos alunos na escola. A investigação centrou a sua atenção nos objectivos que levam a escola e os professores a desenvolverem actividades extracurriculares, nas opiniões dos professores envolvidos nestas actividades sobre as experiências de desenvolvimento proporcionadas aos alunos pela sua participação nas mesmas e a forma como contribuem para a sua inclusão na escola, nas políticas e nas práticas subjacentes à implementação destas actividades e a sua relação com as práticas da escola inclusiva, nas opiniões da directora da escola sobre os resultados proporcionados aos alunos pela sua participação nas mesmas actividades, na relevância atribuída pelos alunos à sua participação nestas atividades e, por último, nas opiniões dos alunos sobre os resultados de desenvolvimento que as mesmas actividades lhes proporcionam. Assim, pretendemos com a presente investigação 1) demonstrar ligações possíveis entre a participação dos alunos em acividades extracurriculares e a sua inclusão na escola...

Concepções e práticas de um centro de actividades ocupacionais

Neves, Ana Cristina Lopes
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2011 POR
Relevância na Pesquisa
36.61%
O presente trabalho tem como principal objectivo tentar conhecer e compreender as concepções educativas de um Centro de Actividades Ocupacionais face ao seu público-alvo em particular, as suas dimensões mais relevantes, os factores que as condicionam e os contextos que as limitam ou facilitam. Procurou-se conhecer as concepções e práticas dos actores educativos que intervêm na formação/educação junto de pessoas portadoras de deficiência mental adultas, clientes de um Centro de Actividades Ocupacionais, geograficamente situado em Lisboa. Para tal, elaborou-se um Estudo de Caso utilizando entrevistas semi estruturadas a sete profissionais do centro como técnica de recolha de dados, sendo estes posteriormente tratados através da análise de conteúdo. Assim, definiram-se como objectivos específicos do estudo: caracterizar as finalidades educativas do Centro de Actividades Ocupacionais; caracterizar as práticas de desenvolvimento para os adultos deficientes mentais; caracterizar o modo de participação dos clientes nas actividades: aspectos facilitadores e constrangimentos; identificar as dificuldades dos funcionários do Centro de Actividades Ocupacionais no atendimento aos clientes; caracterizar as iniciativas da instituição face à actualização profissional dos seus funcionários no sentido de fornecer respostas mais adequadas às necessidades dos clientes e...

Refugio para Actividades Outdoor Enla Precordillera de San Fernando-ohiggins

Felipe Olhaberry Ovalle; Jaime Iturra C. - Corfo Ohiggins
Fonte: Corporação de Fomento da Produção Publicador: Corporação de Fomento da Produção
Tipo: proyecto
Publicado em 17/06/2013
Relevância na Pesquisa
36.58%
Se Construirá un Refugio en Medio de la Precordillera donde se Realizarán un Conjunto de Prestaciones a Través del Año Rompiendo la Dependencia Estacional, que Permitirá a los Turistas Nacionales y Extranjeros Vivir la Experiencia al Aire Libre - Outdoor en la Precordillera de San Fernando Alejados del Ruido Luminarias Construcciones y Asfalto, para ello se Contará con una Superficie Propia de 4 ha en Plena Pre Cordillera con una Geografía Flora y Fauna Amigable Cercano al Rio Tumuñan. El Refugio Estará Organizado en Aéreas donde se Entregará Alojamiento en Carpas Iluminación y Agua Debidamente Acondicionadas para la Experiencia en Medio de la Naturaleza Manteniendo Total Privacidad del Resto de los Turistas. Sin Embargo la Opción de Compartir la Entregará:1. -un Gran Quincho Central donde se Realizaran 1. 1. Comidas Tradicionales de la Zona Huasa . Asado al Palo a la Parrilla Empanadas Pan Amasado Arrollado y Otros. 1. 2 Tertulias Costumbres Arraigada en la Zona desde la Llegada de los Españoles que Permitirá Reunirse de Manera Informal y Periódica a Gente Interesada en un Tema ya Sea Cultural o Científico. 1. 3. -la Entrega de Instrucciones Mapas Planes y Medidas de Seguridad para las Cabalgatas y Actividades Outdoor Según la Normativa Nacional Vigente. Así Como2. - Actividades al Aire Libre donde Destacan: Caminatas con Raquetas sobre la Nieve Ciclismo Trekking Montañismo Pesca Observación de Estrella Cabalgatas. para el Desarrollo de Estas Actividades se Establecerán Alianzas con Otros Prestadores de Servicios de la Zona a Quienes se Les Solicitará Contar con Certificación de Calidad de su Servicio y en se Formará Colaboradores al Interior de la Empresa como Persona de Apoyo para Actividades que Requieran de Menos Experiencia y Profesionalismo. 3. -movimiento del Campamento Base: en Esta Actividad se Deja el Refugio por Uno o Varios Días e Instalarse en Otros Lugares de la Precordillera donde Podrá Desarrollar una Vida Completamente Internado en la Naturaleza. Todas las Actividades Serán Entregadas a Través de un Personal Capacitado Comprometidos con la Naturaleza y un Servicio de Alta Calidad...

Patrones de descanso, actividades físico-deportivas extraescolares y rendimiento académico en niños y niñas de primaria

Cladellas Pros, Ramon; Clariana, Mercè; Gotzens Busquets, Concepció; Badía Martín, M. del Mar; Dezcallar Sáez, Teresa
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2015 SPA
Relevância na Pesquisa
36.55%
El objetivo del trabajo consiste en estudiar si existe una relación entre patrones de descanso (adecuados e inadecuados), realización de determinado número de horas de actividades físico-deportivas extraescolares, y rendimiento académico en una muestra de 573 alumnos de primaria (54,62% niños y 45,38% niñas) de las provincias de Barcelona e Islas Baleares. Un cuestionario con preguntas concernientes a aspectos sociodemográficos y preguntas específicas sobre evaluación cuantitativa y cualitativa del sueño y registro cuantitativo de las actividades extraescolares fue administrado a los padres de los alumnos. Los mejores resultados se observan como consecuencia de unos patrones de descanso adecuados y una práctica moderada del ejercicio físico (entre 2 y 5 horas a la semana). Asimismo, las peores notas escolares se obtienen cuando a unos patrones de descanso inadecuados, se une una práctica de muchas horas de actividades físico-deportivas extraescolares (más de 5 horas a la semana).; The aim of this paper was to study the connection between students’ rest patterns (appropriate and inappropriate), accumulated hours of extracurricular physical and sports activities, and the academic results of primary school students. The sample includes 573 primary school students from Barcelona and the Balearic Islands (54.62% boys and 45.38% girls). An ad hoc questionnaire gathering both quantitative and qualitative data regarding sociodemographic and psychoeducational questions concerning rest patterns and extracurricular activities was completed by the parents. The study shows that the best academic marks were found as a result of both proper rest patterns and moderate after school exercise (2 to 5 hours a week). The study further reveals that the worst school grades were obtained in cases of inadequate rest patterns combined with a high number of hours of extracurricular sports activities (more than 5 hours a week).; O objectivo do trabalho consiste em estudar se existe uma relação entre padrões de descanso (adequados e inadequados)...

LA RELACIÓN ENTRE ORIENTACIÓN PARA EL MERCADO Y LAS ACTIVIDADES DE MARKETING DE CONSTRUCTORAS DE URBANIZACIONES RESIDENCIALES DE LONDRINA Y MARINGÁ; THE RELATION BETWEEN MARKET ORIENTATION AND MARKETING ACTIVITIES OF RESIDENTIAL CONDOMINIUM BUILDERS IN LONDRINA AND MARINGA; A RELAÇÃO ENTRE ORIENTAÇÃO PARA O MERCADO E AS ATIVIDADES DE MARKETING DE CONSTRUTORAS DE CONDOMÍNIOS RESIDENCIAIS DE LONDRINA E MARINGÁ

Munhoz, Alexandre João; Pacagnan, Mario Nei
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 14/01/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.55%
En general, el uso de las escalas de Orientación para el Mercado (OPM) tiene como propósito centralmensurar la utilización de los conceptos de Marketing por parte de las empresas en el desarrollo de susactividades junto al mercado. En ese sentido, la escala Markor procura apuntar la OPM de laorganización, midiendola por intermedio del flujo de informaciones de mercado que son apropiadas porlas empresas en una perspectiva asociada a la inteligencia de mercado. Entretanto, además del flujo delas informaciones pertinentes a la inteligencia de mercado, existen otras actividades que forman parte dela “aplicación del marketing” en las empresas que no son consideradas en esas escalas. Delante de eso,procuramos informar mejor ese cuestionamiento buscando las relaciones entre los dos conceptos. En esalínea de razonamiento, el uso integrado de los esfuerzos mediante la incorporación de las actividades de marketing a las informaciones de inteligencia de mercado estructuradas en la escala Markor se presentacomo una oportunidad a ser explorada. Por lo tanto, el presente estudio tuvo como objetivo principalrevelar la relación entre las prácticas de las actividades de marketing y el nivel de OPM de las empresas.Después de la realización de una revisión literaria preliminar sobre el tema...

Leisure activities for the elderly during hospitalization; Actividades recreativas de ancianos durante la hospitalización; Atividades de lazer em idosos durante a hospitalização

Jannuzzi, Fernanda Freire; Cintra, Fernanda Aparecida
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2006 POR
Relevância na Pesquisa
36.55%
This study intended to: 1. Identify the leisure activities available in the hospital and those in which the elderly participate; 2. Relate elderly hospitalization with their participation in leisure activities; 3. Assess the factors that motivate and inhibit elderly participation in leisure activities. This is a descriptive/exploratory study carried out with one hundred hospitalized elderly patients. Available leisure activities were television and magazines. Most participants (99%) said they participate in leisure activities such as family/friends conversations and visits. Involvement in leisure activities decreases with associated diseases and increases with hospitalization time. Leisure was motivated by the elderly's personal characteristics, the reduction of the hospitalization's negative effects, and the benefits it brings to the health. Its limitation was associated to intrinsic aspects of the elderly and to the institutional context.; Este estudio tuvo como objetivos: 1. Identificar las actividades recreativas disponibles en el hospital y las realizadas por los ancianos; 2. Relacionar el internamiento con participación en las actividades recreativas; 3. Evaluar los factores que motivan e impiden la participación en estas actividades. Se trata de una investigación descriptiva/exploratoria...

Incapacidad funcional para actividades básicas e instrumentales de la vida diaria en ancianos; Disability relating to basic and instrumental activities of daily living among elderly subjects

Del Duca, Giovâni Firpo; Silva, Marcelo Cozzensa da; Hallal, Pedro Curi
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/10/2009 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
36.58%
OBJETIVO: Estimar a prevalência e os fatores associados à incapacidade funcional para atividades básicas e instrumentais da vida diária em idosos. MÉTODOS: Estudo transversal com 598 indivíduos com idade igual ou superior a 60 anos, selecionados em amostragem por conglomerado em dois estágios na cidade de Pelotas, RS, entre 2007 e 2008. Para a avaliação das atividades básicas e instrumentais foram empregados o Índice de Katz e a Escala de Lawton, respectivamente. Definiu-se como incapacidade funcional para cada domínio a necessidade de ajuda parcial ou total para a realização de, no mínimo, uma atividade da vida diária. Empregou-se a regressão de Poisson com variância robusta nas análises bruta e ajustada levando-se em consideração a amostragem por conglomerados. RESULTADOS: A prevalência de incapacidade para as atividades básicas foi de 26,8% (IC 95%: 23,0; 30,8) e a menor proporção de independência foi para controlar funções de urinar e/ou evacuar. Para as atividades instrumentais, a prevalência de incapacidade funcional foi de 28,8% (IC 95%: 24,5; 33,1), sobretudo para realizar deslocamentos utilizando algum meio de transporte. Elevado percentual de idosos (21,7%) apresentou mais de uma atividade com incapacidade nas atividades instrumentais; já nas atividades básicas...

Actividades preventivas y esquizofrenia: ¿Lo hacemos bien?

Fernández Vergel,R.; Gadea Font,M.; Sanjuan Sanchís,E.; Bonich Juan,R.; Parellada Esquius,N.; Villafáfila Ferrero,R.
Fonte: Medifam Publicador: Medifam
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/09/2001 SPA
Relevância na Pesquisa
36.55%
Fundamento: los esquizofrénicos son grandes frecuentadores en Atención Primaria, ¿aprovechamos para realizar actividades preventivas o se convierten en visitas burocráticas? Objetivo: conocer si se practican las mismas actividades preventivas en esquizofrénicos que en población general. Diseño: estudio casos-controles. Material y métodos: casos (n=36): esquizofrénicos 15 años. Controles (n=72): extracción alea toria de la base de datos, apareados por edad- sexo. Variables: registro en HCAP de datos de filiación, frecuentación, actividades preventivas (peso, talla, vacuna antigripal, vacuna antitetánica, presión arterial, colesterolemia, alcohol y tabaco, según recomendaciones PAPPS) durante 1993-1998; recogida datos mayo-junio 1999. Explotación estadística: SPSS, estadística descriptiva de variables, Chi cuadrado o análisis de la varianza para análisis bivariante, odds ratio para medidas de asociación. Resultados: en el registro de actividades preventivas no hay diferencias estadísticamente significativas entre casos y controles, excepto mejor registro del hábito enólico (p=0,04) en los controles. Las actividades preventivas registradas, excepto hábito tabáquico, presentan mejores resultados en mujeres. Mejor registro de peso (p=0...

Manejo del dolor crónico y limitación en las actividades de la vida diaria

González-Rendón,C.; Moreno-Monsiváis,M. Guadalupe
Fonte: Revista de la Sociedad Española del Dolor Publicador: Revista de la Sociedad Española del Dolor
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/08/2007 SPA
Relevância na Pesquisa
36.59%
Objetivos: 1) Determinar el manejo del dolor en pacientes con dolor crónico, 2) Identificar las actividades de la vida diaria que se ven limitadas a causa de la intensidad del dolor, 3) Determinar la asociación entre el manejo del dolor y la limitación en las actividades de la vida diaria y 4) Determinar la diferencia entre la intensidad del dolor y las limitaciones en las actividades de la vida diaria respecto al sexo. Material y métodos: El diseño del estudio fue descriptivo correlacional, la muestra estuvo compuesta por 151 pacientes mayores de 18 años de edad con presencia de dolor crónico de más de tres meses de evolución. El estudio se realizó en una institución pública del área metropolitana de Monterrey Nuevo León, México. Para determinar el manejo del dolor se utilizó el Índice del Manejo del Dolor y el esquema de la Escalera Analgésica de la OMS. Resultados: Los resultados mostraron una alta proporción de pacientes con presencia de dolor al momento de la entrevista (90.7%), con una intensidad de moderado a severo en 60.9%. El 70% de los participantes presentó un inadecuado manejo del dolor. Las actividades de la vida diaria que presentaron de moderada a severa limitación a causa del dolor fueron: labores del hogar con 67.6%...

Las actividades matemáticas y los libros de texto desde una perspectiva sociocultural

Serrano Gómez,Wladimir
Fonte: Universidad Pedagogica Experimental Libertador Publicador: Universidad Pedagogica Experimental Libertador
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em // ES
Relevância na Pesquisa
36.55%
Esta investigación se ocupa de actividades o prácticas matemáticas como contar, localizar, medir, jugar, diseñar y explicar (Bishop, 1999) en una selección de libros de texto de matemáticas del 7º grado de la Educación Básica venezolana, en particular en el marco del abordaje que hacen de uno de los tópicos que contempla el plan de estudios para este curso: el concepto de área. Consiste en un estudio teórico interpretativo con apoyo en un estudio descriptivo en el que se emplearon técnicas de análisis de contenido. Se discute el papel que desempeñan los libros de texto en la enseñanza/aprendizaje de las matemáticas. Estas ideas nos permiten abordar las siguientes cuestiones: ¿Qué tipo de actividades exponen y proponen los libros de texto de matemáticas? y ¿Cuál es su relación con actividades como contar, localizar, medir, jugar, diseñar y explicar? Entre los resultados se encuentra que: en general, los textos estudiados tienen una presencia pobre de estas actividades, se centran más bien en actividades que tienen que ver con la aplicación de ecuaciones (o fórmulas) para calcular el área de figuras poligonales -a partir de la resolución de problemas y ejercicios...