Página 1 dos resultados de 404 itens digitais encontrados em 0.132 segundos

Quantificação voltamétrica de α-Tocoferol em cultivares de amêndoa (Prunus dulcis): endosperma e tegumento

Barreira, João C.M.; Falcão, Soraia; Vilas-Boas, Miguel; Pereira, J.A.; Oliveira, M.B.P.P.; Ferreira, Isabel C.F.R.
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
46.15%
A resposta biológica sob stress oxidativo severo é por vezes insuficiente. Em consequência, podem desencadear-se doenças cardiovasculares, imunossupressão, envelhecimento precoce ou, em última instância, cancro. Pela sua actividade antioxidante, os tocoferóis podem contribuir para a prevenção destas doenças, desempenhando um papel essencial na diminuição do risco de doença coronária, provavelmente por inibirem a oxidação do colesterol LO L, uma etapa chave no processo aterogénico [I]. A amêndoa é o fruto seco com maior teor de a-tocoferol. No entanto, os estudos efectuados baseiam-se em especial no endosperma (miolo) da amêndoa. Neste trabalho, para além do endospelma, quantificou-se o a-tocoferol presente no tegumento (cutícula) em dez cultivares (regionais: Casa Nova, Duro l/aliano, Molar, Orelha de Mula, Pegarinhos 1 grão e Pegarinhos 2 grãos; comerciais: Ferraduel, Ferragnes, Ferras/ar e Guara) de amêndoa. Por não necessitarem de técnicas preparatórias morosas, optou-se pelo método electroanalítico. Além do mais, os mecanismos electroquímicas são muitas vezes comparáveis aos que ocorrem nos processos metabólicos dos organismos vivos [2]. O comportamento voltamétrico do a-tocoferol presente nos óleos (extracção feita com éter de petróleo durante 1...

Efeito da sinvastatina, alfa-tocoferol e L-arginina sobre os inibidores endógenos da óxido nítrico sintase, metabólitos do óxido nítrico e tióis em pacientes hipercolesterolêmicos; Effect of simvastatin, alpha-tocopherol and L-arginin on the endogenous nitric oxide synthase inhibitors, nitric oxide metabolites and thiols in hypercholesterolemic patients

Pereira, Edimar Cristiano
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/03/2002 PT
Relevância na Pesquisa
36.27%
O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da sinvastatina, isolada e associada ao α-tocoferol e à L-arginina, sobre os inibidores endógenos da óxido nítrico sintase, os metabólitos do óxido nítrico e tióis, em pacientes hipercolesterolêmicos. Analisou-se um grupo de 16 pacientes hipercolesterolêmicos que seguiram o seguinte protocolo: período de washout (sem medicação), 1 mês; sinvastatina (20mg/dia), 2 meses; sinvastatina (20mg/dia) + α-tocoferol (400U/dia), 2 meses; sinvastatina (20mg/dia, washout), 1 mês; sinvastatina (20mg/dia) + L-arginina (7g/dia), 2 meses. A sinvastatina reduziu significativamente as concentrações do colesterol total e LDL-colesterol e a razão LDL-colesterol/HDL-colesterol. O tratamento com sinvastatina, isolada e associada ao α-tocoferol, promoveu diminuição nas concentrações de S-nitrosotióis. A L-arginina associada à sinvastatina, aumentou os níveis de colesterol total quando comparada com a sinvastatina isoladamente. As concentrações plasmáticas de α-tocoferol e L-arginina não aumentaram em decorrência da suplementação, devido à grande dispersão dos dados obtidos, embora as medianas das concentrações plasmáticas de Larginina e α-tocoferol tenham sido mais elevadas após as suplementações. O tratamento com sinvastatina...

Ação antioxidante de alfa-tocoferol e extrato de alecrim em óleo de soja submetido à termoxidação

Ramalho, Valéria Cristina
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 154 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
46.25%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Engenharia e Ciência de Alimentos - IBILCE; O presente trabalho teve como objetivos avaliar, em condições de termoxidação, o compor tamento e a atividade antioxidante do a- tocoferol naturalmente presente em óleo de soja e adicionado em óleo de soja pur ificado, o compor tamento e a atividade antioxidante do extrato de alecr im adicionado em óleo de soja com seus tocoferóis or iginais e pur ificado e, ainda, ver ificar a influência do alecr im na res is tência do a- tocoferol natural ou adicionado em óleo de soja. Para is so foram realizados três ensaios. No pr imeiro deles, o óleo pur ificado com alumina foi acres cido de vár ias concentrações de a- tocoferol ou de extrato de alecr im e, por meio de uma determinação preliminar da atividade antioxidante, as concentrações de 600 mg/kg para o a- tocoferol e de 1.000 mg/kg para o extrato de alecr im foram selecionadas a fim de serem submetidas aos ensaios poster iores. Nos segundo e terceiro ensaios, o óleo pur ificado adicionado das concentrações selecionadas dos antioxidantes citados ou da mistura dos mesmos e o óleo natural adicionado da concentração selecionada de extrato de alecr im foram aquecidos à temperatura de 180ºC por 10 horas. Os resultados obtidos das determinações analíticas foram submetidos às análises de var iância...

Avaliação dos parâmetros hematológicos de pacientes infectados pelo HIV submetidos à terapia anti-retroviral associada à suplementação com alfa-tocoferol

Michelon, Cleonice Maria
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: iii, 76 f.| il., grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.22%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Farmácia.; O vírus da imunodeficiência humana adquirida (HIV) promove uma síndrome infecto-contagiosa de caráter crônico e progressivo, cujo estágio final é a AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Humana Adquirida). A evolução da doença é caracterizada pelo comprometimento do sistema imunológico e está associada a desordens sistêmicas incluindo a indução de stress oxidativo. Nos pacientes infectados pelo HIV ocorre um aumento na produção de espécies reativas de oxigênio (EROs) com conseqüente diminuição nos níveis plasmáticos de antioxidantes, como o alfa-tocoferol. O objetivo deste trabalho foi avaliar o comportamento dos parâmetros hematológicos de pacientes infectados pelo HIV que fizeram uso de terapia anti-retroviral associada a suplementação com alfa-tocoferol 800 mg/dia. Para realização do estudo foram obtidas amostras de sangue de 22 pacientes soropositivos para o HIV, destes 11 fizeram uso de terapia anti-retroviral mais suplementação com alfa-tocoferol e 11 fizeram uso de terapia anti-retroviral mais placebo. As análises foram realizadas antes do início do tratamento e após 60...

Incorporação de nanocápsulas de poli(e-caprolactona) contendo a-tocoferol em biofilmes de metilcelulose

Noronha, Carolina Montanheiro
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 129 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
56.31%
Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciencias Agrarias, Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Alimentos, Florianópolis, 2012; O a-tocoferol, isômero da Vitamina E, é um antioxidante natural, amplamente empregado como aditivo em alimentos. No entanto, a utilização de seus efeitos benéficos é limitada devido à sua instabilidade frente às degradações químicas do ambiente, causadas pela oxidação e temperatura. A nanoencapsulação pode ser uma alternativa para proteger o a-tocoferol de um ambiente desfavorável, além de promover uma liberação controlada deste composto. As nanocápsulas também podem ser aplicadas em biofilmes para atuarem como embalagens ativas na preservação dos alimentos. Em vista disso, o presente trabalho teve como objetivo o desenvolvimento de nanocápsulas de a-tocoferol para aplicação em biofilmes de metilcelulose. Suspensões de nanocápsulas foram preparadas pela técnica da nanoprecipitação. A metodologia de superfície de resposta foi empregada para avaliar a influencia da quantidade do a-tocoferol e das concentrações dos surfactantes lecitina e Pluronic F68 sobre a eficiência de encapsulação, tamanho de partícula e índice de polidispersão...

Efeito da suplementação com ascorbato e a-tocoferol em pacientes infectados pelo HIV

Baggio, Giovana Lótici
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 121 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
46.19%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Farmácia; Os pacientes infectados pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) apresentam diminuição dos níveis séricos de antioxidantes e aumento simultâneo na produção de espécies reativas de oxigênio (EROs), caracterizando um estado crônico de estresse oxidativo. A ativação imune crônica que ocorre desde os estágios iniciais da infecção é responsável pelo aumento da produção das EROs, que favorecem a replicação viral através da ativação de fatores de transcrição, como NF-kB e AP-1, e a depleção dos linfócitos por apoptose. Os elevados níveis de apoptose verificados nesses pacientes são responsáveis pelo comprometimento do sistema imune e progressão para AIDS. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da suplementação com 800 mg/dia de a-tocoferol e 2.000 mg/dia de ascorbato sobre a viabilidade celular e a evolução da infecção pelo HIV em pacientes submetidos à terapia antirretroviral, através da avaliação de marcadores laboratoriais. Participaram deste estudo 47 voluntários soropositivos para o HIV, destes, 13 foram suplementados com ascorbato, 14 com a-tocoferol e 20 fizeram uso de placebo. As análises laboratoriais foram realizadas antes do início do tratamento e após 60...

Avaliação do efeito da vitamina e em modelo animal de comportamento depressivo induzido por TNF-a

Manosso, Luana Meller
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 140 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.22%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Neurociências, Florianópolis, 2013.; A vitamina E tem varias funcoes fisiologicas nos humanos, incluindo acao antioxidante e anti-inflamatoria, alem de ser um nutriente importante para o sistema nervoso central (SNC). O papel dessa vitamina na prevencao e/ou tratamento de algumas doencas neurologicas tem sido sugerido em estudos pre-clinicos e clinicos. Alem disso, o envolvimento da vitamina E na modulacao da depressao, uma doenca neuropsiquiatrica prevalente no mundo ocidental, e um assunto que tem emergido nos trabalhos recentes. Muitos fatores tem sido implicados na fisiopatologia da depressao, incluindo a inflamacao e a apoptose neuronal. Desse modo, o objetivo desse trabalho foi investigar o efeito antidepressivo do a-tocoferol, uma das formas mais abundantes da vitamina E, em um modelo animal de comportamento depressivo induzido pela citocina pro-inflamatoria fator de necrose tumoral-a (TNF-a), avaliar o possivel efeito sinergico do a-tocoferol com antidepressivos (fluoxetina, imipramina e bupropiona), bem como o envolvimento dos receptores N-metil-D-aspartato (NMDA) e da oxido nitrico sintase neuronal (nNOS). Alem disso...

Concentração de alfa-tocoferol no soro e colostro materno de adolescentes e adultas

Dimenstein,Roberto; Pires,Jeane Franco; Garcia,Lígia Rejane Siqueira; Lira,Larissa Queiroz de
Fonte: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia Publicador: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.26%
OBJETIVOS: avaliar a concentração de alfa-tocoferol no soro e colostro materno de puérperas adolescentes e adultas e verificar a adequação nutricional de vitamina E do colostro oferecido ao lactente. MÉTODOS: participaram do estudo 72 puérperas, sendo 25 adolescentes e 47 adultas. Foram coletados 5 mL de sangue e 2 mL de colostro em condição de jejum para análise dos níveis de alfa-tocoferol. As amostras foram analisadas por cromatografia líquida de alta eficiência. A adequação nutricional do colostro para a vitamina E foi calculada pelo produto do volume estimado de ingestão de leite com a concentração de alfa-tocoferol no colostro e por comparação direta desse produto com o valor de referência para ingestão do nutriente (4 mg/dia). RESULTADOS: os níveis de alfa-tocoferol no soro de puérperas adolescentes e adultas foram, respectivamente, 30,8±9,8 e 34,1±9,5 µmol/L (média±DP). No colostro, as adolescentes apresentaram concentração de alfa-tocoferol de 32,9±15,8 µmol/L e as adultas de 30,4 ± 18,0 µmol/L, não sendo encontrada diferença significativa entre as concentrações séricas, assim como no colostro dos grupos estudados. CONCLUSÕES: Tanto as puérperas adolescentes quanto as adultas apresentaram um estado nutricional satisfatório de vitamina E refletido no colostro cujos valores foram capazes de suprir o requerimento nutricional do lactente...

Comparação entre a concentração sérica de alfa-tocoferol de puérperas assistidas em maternidades públicas e privadas no Nordeste do Brasil

Gurgel,Cristiane Santos Sânzio; Lira,Larissa Queiroz de; Azevedo,Gabrielle Mahara; Costa,Priscila Nunes; Araújo,Janaina Oliveira; Dimenstein,Roberto
Fonte: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia Publicador: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.25%
OBJETIVO: Comparar a concentração de alfa-tocoferol no soro entre puérperas atendidas em maternidades das redes pública e privada da cidade de Natal (RN), Brasil. MÉTODOS: Participaram do estudo 209 puérperas, sendo 96 mulheres provenientes da rede privada e 113, da rede pública, entre 24 e 48 horas pós-parto. Foram incluídas no estudo parturientes com idade a partir de 12 anos, sem patologias associadas à gestação, que tiveram concepto único sem má-formação. Mulheres descompensadas clinicamente e com gestação múltipla foram excluídas. Amostras de 5 mL de sangue de cada participante foram coletadas no período de jejum, antes da primeira refeição do dia. A concentração de alfa-tocoferol no soro (µg/dL) foi determinada por cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE). A diferença estatística entre as médias foi testada utilizando o teste t de Student. RESULTADOS: As médias da concentração de alfa-tocoferol nas puérperas da rede pública e da rede privada, respectivamente, foram 1.115,7±341,4 μg/dL e 1.355,7±397,6 μg/dL, tendo sido observada diferença estatisticamente significante (p=0...

Atividade funcional neutrofílica em cabras com mastite induzida experimentalmente por Staphylococcus aureus e suplementadas com vitamina E (acetato DL-a-tocoferol)

Lopes,S.T.A.; Paes,P.R.O.; Kohayagawa,A.; Lopes,R.S.; Langoni,H.; Bulla,C.; Langrafe,L.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2003 PT
Relevância na Pesquisa
55.87%
Avaliou-se a função neutrofílica em cabras com mastite por Staphylococcus aureus, induzida experimentalmente, suplementadas com vitamina E (acetato DL-a-tocoferol). Foram utilizadas 14 cabras gestantes da raça Saanen, com idades entre 8 e 12 meses e com cultura bacteriológica do leite negativa. Sete cabras receberam 2000UI de vitamina E, via intramuscular, no dia do parto e no sétimo dia pós-parto. As outras sete não foram medicadas. No 10º dia pós-parto, os dois grupos foram inoculados com 300 unidades formadoras de colônias de Staphylococcus aureus, cepa ATCC 25923, diluídas em 10ml de solução fisiológica, na glândula mamária esquerda. A função de neutrófilos sangüíneos foi medida pelo teste nitroazul tetrazólio (NBT), antes da inoculação, no momento da infecção e 12, 24, 48 e 72 horas pós-infecção, quando foi instituído o tratamento intramamário com antimicrobiano, por três dias consecutivos. A colheita final de sangue foi realizada 48 horas após a última aplicação do medicamento. Amostras de sangue para determinação da vitamina E foram colhidas no dia do parto, no momento da infecção, 48 horas pós-infecção e 48 horas pós-tratamento e analisadas por cromatografia líquida de alta performance. Na prova não estimulada do NBT não foram verificadas diferenças entre grupos e entre momentos. Na prova estimulada do NBT (NBT-E) houve diferença entre tratamentos às 12 e 72 horas pós-infecção...

Efeitos do alfa-tocoferol nas lesões de isquemia-reperfusão induzidas em pata direita de ratos

Bitu-Moreno,José; Gregório,Eliza Aparecida; Maffei,Francisco Humberto A.
Fonte: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Publicador: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2001 PT
Relevância na Pesquisa
46.02%
Recentes estudos demonstraram que os radicais livres de oxigênio parecem desempenhar papel importante nas lesões de isquemia-reperfusão. O alfa-tocoferol(AT) age in vivo como um anti-oxidante. Nosso objetivo foi o de verificar se o AT atenuava as lesões de isquemia-reperfusão em pata direita de ratos. Os animais, randomizados, foram divididos nos seguintes grupos(G): G1-controle sem isquemia; G2 e G3 - quatro horas isquemia e duas reperfusão. Os animais do G2 foram tratados com salina e os do G3 com AT, 50mg/kg. Como parâmetros examinamos as alterações de volume e circunferência do pé direito ao longo do experimento, assim como a captação de 99mTc-pirofosfato e a microscopia eletrônica de transmissão do músculo soleus direito. Os aumentos de volume e circunferência do pé dos animais do G2 foram estatisticamente maiores quando comparados com o G1. As medidas do G3 não diferiram do G1. A captação de 99mTc-pirofosfato foi bem aumentada nos G2 e G3, quando comparados ao G1, porém sem diferenças entre os grupos isquêmicos. As lesões ao MET foram menos intensas em três animais do G3, quando comparados ao G2. Conclusão: O tratamento com AT diminuiu a formação do edema mas só protegeu parcialmente as células musculares contra as lesões de isquemia-reperfusão.

Estudos visando a síntese de híbridos de tocoferol com ácido ascórbico

Pinto de Albuquerque Melo, Rosanne; Malvestiti, Ivani (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.32%
A atividade antioxidante do tocoferol e ácido ascórbico, bem como a capacidade deste último em regenerar o tocoferol, gerou o grande interesse na preparação de compostos que tivessem estas duas unidades ligadas e atuasse como captador autoregenerável de radical livre. Com o intuito de obter uma molécula híbrida do a-tocoferol e do ácido ascórbico, onde a hidroxila fenólica do a-tocoferol e o sistema 2,3- enediol do ascorbato estão livres de substituição, foram realizados estudos modelos que levassem à síntese convergente de unidades de tocoferol e ascorbato unidas por vários espaçadores entre a posição 5 do tocoferol e a posição 6 do ácido ascórbico. Considerando o 5,6-O-isopropilideno-L-ácido ascórbico (11) como material de partida, obteve-se primeiramente em 78% o 2,3-di-O-benzoil-5,6-O-isopropilideno-L-ácido ascórbico (12), com as hidroxilas 2 e 3 protegidas por grupos benzoíla. A desproteção das hidroxilas 5 e 6 do composto (12) nos forneceu em 58% o 2,3-di-O-benzoil-L-ácido ascórbico (13), que através de uma reação com cloreto de tosila e piridina leva em 75% ao composto 2,3-di-O-benzoil-6-O-tosil-L-ácido ascórbico (18). Na reação de halogenação realizada no a-tocoferol...

Avaliação da suplementação materna com megadose de vitamina a sobre os níveis de retinol e alfa-tocoferol no colostro

Garcia, Lígia Rejane Siqueira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Bioquímica; Bioquímica; Biologia Molecular Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Bioquímica; Bioquímica; Biologia Molecular
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.22%
The vitamins A and E are recognizably important in the initial stages of life and the newborn depends on nutritional adequacy of breast milk to meet their needs. These vitamins share routes of transport to the tissues and antagonistic effects have been observed in animals after supplementation with vitamin A. This study aimed to verify the effect of maternal supplementation with vitamin A megadose (200,000 UI) in the immediate post-partum on the concentration of alpha-tocopherol in colostrum. Healthy parturient women attended at a public maternity natalensis were recruited for the study and divided into two groups: control (n = 37) and supplemented (n = 36). Blood samples of colostrum and milk were collected until 12 hours after delivery. The women of the supplemented group was administered a retynil palmitate capsule and 24 hours after the first collection was obtained the 2nd sample of colostrum in two groups for analysis of retinol and alpha-tocopherol in milk. The mean retinol concentration of 50,7 ± 14,4 μg/dL (Mean ± standard deviation) and alpha-tocopherol of 1217.4 ± 959 mg/dL in the serum indicate the nutritional status biochemical appropriate. Supplementation with retynil palmitate resulted in increase not only retinol levels in the colostrum of the supplemented group (p = 0.002)...

Qualidade do azeite e sua relação com a cultivar e o clima em Portugal

Melo-Abreu, J.P.M. de; Maia, F.B.; Vasconcelos, P.; Ribeiro, A.C.; Barba, N.G.; Barros, F.; Cordeiro, A.M.; Neves, A.
Fonte: Associação Portuguesa de Horticultura Publicador: Associação Portuguesa de Horticultura
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
45.87%
A qualidade do azeite pode ser um elemento diferenciador, permitindo a prática de melhores preços num mercado cada vez mais competitivo. Os constituintes que mais têm sido apontados como tendo propriedades benéficas para a saúde são a composição acídica elevada em monoinsaturados, os valores elevados de tocoferóis, nomeadamente do atocoferol (vitamina E), e de polifenóis. A cultivar, a temperatura e o índice de maturação são variáveis que influenciam alguns dos parâmetros que estão associados à qualidade do azeite. No âmbito do projeto Futurolive, financiado pela FCT, as cultivares Arbequina, Cobrançosa, Galega, Picual e Verdeal foram ensaiadas em Mirandela, Santarém, Elvas e/ou Moncarapacho (Algarve) durante 2 anos. Fizeram-se medições nas plantas, na atmosfera e no solo. No azeite extraído em todas as localizações e olivais, fizeram-se análises detalhadas (análise sensorial, acidez, índice de peróxidos, espectrofotometria, horas rancimat, tocoferóis, polifenóis, esteróis, ácidos gordos totais, e triglicéridos). Todas as amostras foram classificadas como azeite Virgem Extra, obtiveram na análise sensorial uma classificação final igual ou superior a 6,5 e índices de peróxidos, na generalidade dos casos...

Suplementação nutricional de novilhos nelore com alfa-tocoferol (Vitamina E) e seus efeitos na qualidade da carne.; Nutricional supplementation of nelore steers with alpha-tocoferol (Vitamin "E") and its effect in the quality of the meat.

Moacir Evandro Lage
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/02/2004 PT
Relevância na Pesquisa
36.35%
O presente estudo teve como objetivos comparar a oxidação da mioglobina, dos lipídeos e do colesterol e a perda de suco na carne maturada e processada de bovinos suplementados ou não com vitamina E, durante a exposição em balcão remgerado, além de avaliar as alterações de sabor decorrentes da oxidação após o cozimento e posterior aquecimento. Também, determinar os níveis de vitamina E, ácidos graxos, colesterol, lipídeos totais e pH das mesmas amostras. Foram confinados 24 bovinos machos castrados, da raça Nelore (Bos indicus), submetidos a um período de confinamento de 98 dias, com ração de concentrado de milho, farelo de soja, polpa cítrica, e mistura mineral, e bagaço de cana-de-açúcar in natura como fonte de volumoso. Um lote de 12 novilhos foi suplementado com 1.000 mg de acetato de alfa-tocoferoVcabeça/diae o outro foi mantido como controle. Após o abate as carcaças foram resmadas por 24 horas e desossadas. A carne correspondente aos músculos Supraspinatus (SS), Semitendinosus (ST) e Longissimus lumborum (LL) foi embalada a vácuo e maturada em câmara ma (2°C por 14 dias), congelada e mantida em câmara de estocagem (-20°C) até o momento das análises.Com a parte da ponta-de-agulha desossada (referente a 68...

Incorporação do antioxidante natural a-tocoferol em filmes de carboximetilcelulose

Motta, Caroline
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 109 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
56.01%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Físicas e Matemáticas, Programa de Pós-Graduação em Química, Florianópolis, 2012; A incorporacao de antioxidantes em filmes e recobrimentos comestiveis auxilia na prolongacao da vida de prateleira dos alimentos retardando o processo de oxidacao desses produtos. A funcao da vitamina E como antioxidante e desacelerar as reacoes de oxidacao impedindo a propagacao das reacoes via radicais livres. O a-tocoferol (TC) e o antioxidante natural mais abundante, com maior bioatividade e biodisponibilidade. A carboximetilceluose (CMC) e um polissacarideo anionico, linear, insipido, inodoro, soluvel em agua, sendo amplamente utilizado em produtos alimenticios. O objetivo deste trabalho foi incorporar TC em filmes de CMC e avaliar a estabilidade quimica e as propriedades antioxidantes. Os filmes foram obtidos atraves da tecnica de casting. As emulsoes de CMC 2% (m/m) com o TC e os surfactantes, Tween 80 (TW) e lecitina com diferentes composicoes, foram preparadas em um Ultra-Turrax a 7500 rpm por 20 minutos. As emulsoes secaram em placas de Petri por aproximadamente 6 dias. Medidas de fluorescencia indicaram que o TC presente nos filmes permaneceu estavel por todo o periodo analisado...

Incorporação de nanopartículas lipídicas sólidas contendo alfa-tocoferol em filmes de álcool polivinílico

Carvalho, Sabrina Matos de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 162 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.29%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Alimentos, Florianópolis, 2013.; O objetivo deste trabalho foi desenvolver filmes poliméricos a base de álcool polivinílico incorporados com nanopartículas lipídicas sólidas contendo a-tocoferol e avaliar a possibilidade de seu uso como embalagens ativas antioxidantes para preservação de alimentos. As nanopartículas lipídicas contendo a-tocoferol foram preparadas pela técnica da homogeneização à alta pressão. A metodologia de superfície de resposta foi empregada para avaliar a influência das concentrações de a-tocoferol e dos surfactantes Lipoid S75 e Pluronic F68 sobre a recuperação total do a-tocoferol, diâmetro médio de partícula e potencial zeta, a fim de se obter condições ótimas para o preparo das nanopartículas. Foram também avaliadas a estabilidade das dispersões através do diâmetro médio de partícula, potencial zeta, índice de polidispersão e recuperação total do a-tocoferol pelo período de 21 dias em temperaturas de 6, 20 e 40 °C. A formulação ótima foi caracterizada quanto à morfologia das partículas e através de análises de raios-X e calorimetria exploratória diferencial. As condições ótimas para a encapsulação do a-tocoferol foram obtidas com 1...

Niveles de ácidos grasos poliinsaturados Y œ-tocoferol en el pienso de broilers equilibrio entre composición lipídica y estabilidad oxidativa de la carne /

Cortinas Hernández, Lucía
Fonte: Bellaterra : Universitat Autònoma de Barcelona, Publicador: Bellaterra : Universitat Autònoma de Barcelona,
Tipo: Tesis i dissertacions electròniques; info:eu-repo/semantics/doctoralThesis Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em //2005 SPA; SPA
Relevância na Pesquisa
36.32%
Consultable des del TDX; Descripció del recurs: 9 de febrer 2005; El objetivo de la Tesis doctoral fue valorar la interacción entre el grado de poliinsaturación y el nivel de a-tocoferol dietéticos sobre el valor nutritivo y la estabilidad oxidativa de la carne de pollo. Así mismo, también se pretendió estudiar la responsabilidad de la síntesis endógena sobre el depósito de ácidos grasos (AG) en la misma. Para ello se diseñaron dos experimentos. Ambos experimentos se basaron en niveles crecientes de acetato de a-tocoferol (0, 100, 200 y 400 mg/kg) y de ácidos grasos poliinsaturados (AGPI) dietéticos. En el primer estudio el gradiente de poliinsaturación dietético se consiguió reemplazando una grasa saturada (sebo) por una mezcla de aceites poliinsaturados (linaza y pescado) suplementados a un nivel constante de 9%. En el segundo estudio este gradiente se consiguió mediante la adición de niveles crecientes de la fuente de grasa poliinsaturada (2, 4, 6 y 8%). Para la realización de cada estudio experimental se utilizaron 192 broilers hembras. En relación a la composición de AG, a medida que aumentó el grado de poliinsaturación dietético, el contenido y proporción de los AGPI en muslo y pechuga aumentó exponencialmente...

Determinación de vitamina (a -Tocoferol) en Pinus Caribaea Morelet y Eucalyptus SP.

Bécquer Romagosa,Clara; Quert Alvarez,Rolando; Castiñeira Díaz,Mirta; Capote Hernández,Raúl
Fonte: Revista Cubana de Farmacia Publicador: Revista Cubana de Farmacia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/1996 ES
Relevância na Pesquisa
45.89%
Se presenta un método rápido de cromatografía de capa delgada para la determinación cualitativa y cuantitativa de vitamina E (a -tocoferol) en muestras de Pinus caribaea Morelet y Eucaliptus sp. Los extractos etereos se cromatografiaron en placas preelaboradas con silicagel, para lo cual se empleó cloroformo como fase móvil. La cuantificación se realizó por detección densitométrica de las manchas del compuesto mediante un sistema controlado por computadora en los modos de reflexión/absorbancia a una longitud de onda de 280 nm. Este trabajo constituye el primer reporte de la presencia de esta sustancia en Cuba, encontrándose la vitamina E en concentraciones de 177 y 2 400 mg/kg de droga seca en pino y eucalipto respectivamente.

Efeito da suplementação com vitamina E sobre a concentração de alfa-tocoferol no colostro humano

Dimenstein,Roberto; Lira,Larissa; Medeiros,Ana C. P.; Cunha,Lahyana R. F.; Stamford,Tânia L. M.
Fonte: Organización Panamericana de la Salud Publicador: Organización Panamericana de la Salud
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.29%
OBJETIVO: Avaliar a concentração de alfa-tocoferol no colostro humano em condições de suplementação com cápsulas de vitamina A acrescidas de vitamina E sintética. MÉTODOS: Foram recrutadas para o estudo 30 parturientes saudáveis atendidas em uma maternidade pública. Após jejum noturno, foram coletadas amostras de sangue e de colostro (2 mL) das parturientes. Após a primeira coleta, as mesmas receberam suplemento na forma de uma cápsula de palmitato de retinila (200000 UI ou 60 mg) acrescido de vitamina E sintética (49,4 mg de dl-alfa-tocoferol). Após 24 horas da suplementação, foi realizada nova coleta de 2 mL de colostro, também em jejum. RESULTADOS: A concentração sérica de alfa-tocoferol foi de 1 042,9 ± 319,0 μg/dL. Os teores de alfa-tocoferol no colostro antes da suplementação foram de 1155,4 ± 811,0 μg/dL, vs. 1396,3 ± 862,2 μg/dL 24 horas depois da suplementação (P > 0,05). Foi encontrada correlação entre o alfa-tocoferol do colostro na condição de jejum antes da suplementação e 24 horas após a suplementação (P = 0,001; r = 0,58), mas não entre soro e o colostro em nenhuma das condições acima citadas. CONCLUSÕES: Não houve aumento na concentração de alfa-tocoferol do colostro 24 horas após a suplementação. Isso indica que não é vantajoso suplementar a mãe com vitamina E sintética. Entretanto...