Página 1 dos resultados de 1 itens digitais encontrados em 0.212 segundos

Por um entendimento retórico-funcional da categoria modalidade em função argumentativa; For a rhetorical-functional understanding of the modality category in argumentative function; Por un entendimiento retórico-funcional de la categoría modalidad en función argumentativa

Menezes, Léia Cruz; Bolsista do Programa Nacional de Pós-Doutorado (PNPD/CAPES) no Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade Federal do Ceará
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Linguística - UFSC Publicador: Programa de Pós-Graduação em Linguística - UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; avaliado por pares; Revisão de Literatura Formato: application/pdf
Publicado em 25/07/2012 POR
Relevância na Pesquisa
125.93%
http://dx.doi.org/10.5007/1984-8412.2012v9n1p47O objetivo deste artigo é propor diálogo entre os postulados de duas perspectivas teórico-metodológicas: a Nova Retórica, com ênfase nos estudos empreendidos por Perelman e Olbrechts-Tyteca ([1958], 1996) e a Linguística de base funcional, com ênfase nos estudos empreendidos por Hengeveld e Mackenzie (2008), na compreensão da categoria modalidade em função argumentativa. Defendemos que esse diálogo viabiliza o entendimento dos modos de atuação das expressões linguísticas modalizadoras na construção do discurso argumentativo, o qual, em termos retóricos, caracteriza-se como construto linguístico que tem, como ponto de partida, o acordo do auditório sobre premissas nas quais aquele que argumenta alicerça seu discurso e conduz a conclusões autorizadas por justificativas – técnicas argumentativas.; The aim of this article is to propose a dialogue between the postulates of two theoretical-methodological perspectives: the New Rhetoric, from the perspective of studies done by Perelman e Olbrechts-Tyteca ([1958], 1996) and the Linguistics of functional base from the perspective of studies done by Hengeveld & Mackenzie (2008), which point to the understanding of the modality category in the argumentative function. We support that this dialogue makes possible the understanding of the ways modal linguistic expressions act in the construction of the argumentative speech...