Página 1 dos resultados de 2994 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Os Açores em finais do regime de capitania geral, 1800-1820

Costa, Ricardo Manuel Madruga da
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 12/03/2004 POR
Relevância na Pesquisa
47.16%
Dissertação de Doutoramento em História, especialidade de História Moderna; "[…]. Efectivamente, apesar do entusiasmo revelado por Ferreira Drummond nos seus Anais da Ilha Terceira quanto ao regime de capitania-geral mandado introduzir nos Açores em 1766 pelo futuro Marquês de Pombal, como o limiar de uma nova era, não parece transparente que os resultados correspondam às intenções e, menos ainda, ao aparente empenho de alguns capitães-generais, patente no conteúdo de anunciadas medidas de disciplina administrativa e de fomento, nomeadamente no campo da agricultura. Quando compulsamos a volumosa e variada documentação do acervo reunido no fundo da Capitania-Geral dos Açores, à guarda da Biblioteca Pública e Arquivo de Angra do Heroísmo, fica-nos a impressão de que o regime criado por Pombal em 1766 gerou e alimentou uma enorme teia burocrática que, em novos moldes e sob a aparência de uma desejada modernidade, perpetuou, afinal, o quadro das dificuldades que justificaram a reforma do ministro de D. José. De facto, embora tornando a relação mais próxima e personificada numa autoridade centralizadora com tutela à escala insular, pode dizer-se que quase apenas se alterou a proximidade da esfera do Estado e a maior frequência do relacionamento entre as várias instâncias do poder nas ilhas. Importa ter ainda em conta que...

Comparação morfométrica das populações de Mythimna unipuncta (Haworth) (Lep., Noctuidae) originárias das ilhas dos Açores, Portugal Continental e Canadá.

Vieira, Virgílio; Medeiros, Jorge R.; Tavares, João
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 23/09/1995 POR
Relevância na Pesquisa
47.12%
1st International Symposium on Biological Control in European Islands, Centro de Luta Biológica do Departamento de Biologia da Universidade dos Açores, Ponta Delgada (Açores), September 23 to 29, 1995.; A análise dos caracteres morfológicos foi efectuada para apreciar o grau de variabilidade de dez populações de Mythimna unipuncta (Haworth)(Lepidoptera, Noctuidae), originárias do Arquipélago dos Açores (ilhas de Santa Maria, São Miguel, Terceira, Pico, Faial, São Jorge, Flores e Corvo), de Portugal continental (zona centro) e do Canadá (Quebec), em cultura a 22°±1ºC, 70±5% de humidade relativa e 16 horas de luz. Dezasseis e onze caracteres morfométricos, respeitantes às asas, às patas e às genitálias masculinas, foram medidos para os machos e fêmeas, respectivamente. Após o estudo das correlações entre estes caracteres, uma análise factorial descriminante foi efectuada para separar as dez populações estudadas. Os indivíduos vivendo nas ilhas dos Açores são morfologicameme próximos, apesar da divergência dos indivíduos do Corvo e Terceira em relação aos das Flores; as populações de Portugal continental e do Canadá estão separadas entre si, mas são similares, respectivamente, as da Terceira e Corvo e às das Flores. Estes resultados são discutidos quer sob um ponto de vista de evolução...

Lagos vulcânicos dos Açores : caracterização geoquímica e monitorização vulcanológica

Antunes, Paulo Custódio Pires
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 06/05/2004 POR
Relevância na Pesquisa
47.16%
Dissertação de Mestrado em Vulcanologia e Riscos Geológicos.; A contribuição da hidrogeoquímica dos lagos vulcânicos para a vigilância vulcânica é uma área de estudo muito recente quando comparada a outras técnicas que têm o mesmo objectivo. Com efeito, o estudo destas massas de água, quando em contacto com fluidos de origem magmática, permite um melhor conhecimento destes sistemas vulcânicos. Esta área de estudo é mais um meio que se coloca à disposição da vigilância vulcânica. O interesse no estudo destes reservatórios naturais onde ocorre, por vezes, a condensação de gases vulcânicos ou a mistura com águas termais onde poderá existir a acumulação de fluidos extremamente acidificados, ganhou uma maior atenção após a libertação de CO2 nos lagos Monoun (1984) e, principalmente, no lago Nyos (1986), nos Camarões. Em resultado, o número de contribuições científicas relativo à problemática dos lagos vulcânicos tem aumentado sustentadamente. Os registos históricos nos Açores, nomeadamente na ilha de São Miguel, relatam erupções vulcânicas ocorridas no interior de lagos vulcânicos, bem como mudanças nestes sistemas lacustres relacionadas com este evento, os quais chegaram a secar durante as crises vulcânicas. No entanto...

Governança oceânica : bases estratégicas para o desenvolvimento do "Mar dos Açores"

Paramio, Luz
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 05/03/2012 POR
Relevância na Pesquisa
47.21%
Tese de Doutoramento em Geografia (Planeamento e Ordenamento do Território).; O tema do presente estudo consiste na definição de um quadro estratégico para a Região Autónoma dos Açores numa perspectiva de governança oceânica. A linha condutora da pesquisa salienta a importância do oceano para o desenvolvimento do território e reforça o papel do oceano nas estratégias de desenvolvimento sustentável. O caso de estudo do Arquipélago dos Açores foca as diferentes dimensões que o oceano assume, enquanto território, espaço e recurso. A evolução da visão do oceano é suportada pela aplicação de diferentes conceitos e ferramentas, tais como, princípios de Desenvolvimento Sustentável, Gestão Baseada nos Ecossistemas, Gestão Integrada de Zonas Costeiras e Áreas Marinhas Protegidas, que serviram de base para atingir o objectivo de estudo – a governança do “Mar dos Açores”. Através do enquadramento, identificação e análise das políticas, componentes e dinâmicas relacionadas com o mar, a presente investigação aborda a gestão marinha rumo a uma governança oceânica efectiva para o arquipélago dos Açores. As discussões sobre as políticas do oceano, a sua implementação vertical, e a sua articulação horizontal...

Os artrópodes auxiliares generalistas associados aos citrinos na ilha Terceira (Açores)

Borges, Paulo A. V.; Santos, Ana M. C.; Mendonça, Enésima
Fonte: Centro de Biotecnologia dos Açores Publicador: Centro de Biotecnologia dos Açores
Tipo: Parte de Livro
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
47.16%
A fauna de artrópodes dos Açores, que foi recentemente listada, é composta por cerca de 2.209 espécies e subespécies (Borges et al., 2005a). Uma fracção importante da fauna de artrópodes dos Açores é constituída por espécies de predadores, incluindo predadores generalistas (e.g. Araneae – aranhas, Hemiptera‑Heteroptera, Neuroptera, Staphylinidae, Diptera‑Syphidae etc.) e parasitoides (Hymenoptera – Parasitica). Os ecossistemas agrícolas são aqueles que mais poderão beneficiar da acção dos predadores generalistas, geralmente designados por auxiliares. No entanto, a densidade dos insectos fitófagos, muitos dos quais constituem pragas, só pode ser controlada pelos auxiliares quando não é muito elevada. Apesar do elevado número de pomares existentes na ilha Terceira (Açores), a superfície ocupada por culturas frutícolas é pequena comparativamente à área coberta por pastagens (as pastagens ocupam 44% da área total; Borges 1999a). No ano 2003, iniciou‑se o projecto INTERFRUTA (projecto de cooperação entre Açores, Madeira e Canárias), que contribuiu para o maior conhecimento dos artrópodes associados a quatro culturas frutícolas (bananeiras, citrinos, macieiras e pessegueiros) da ilha Terceira (ver Santos et al....

Água virtual no sector dos lacticínios na Região Autónoma dos Açores

Machado, Joana Brum
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 22/03/2013 POR
Relevância na Pesquisa
47.19%
Dissertação de Mestrado em Ambiente, Saúde e Segurança.; A água, apesar de ser um recurso essencial à vida e imprescindível ao desenvolvimento socioeconómico, encontra-se submetida a crescentes pressões quantitativa e qualitativa, que se manifestam a múltiplos níveis, desde a escassez à poluição química e biológica. Torna-se, assim, necessário promover a sua preservação, associada a medidas de gestão sustentável dos recursos. A presente dissertação tem por principal objetivo proceder à determinação da água virtual no sector dos lacticínios na Região Autónoma dos Açores, nomeadamente a associada à produção de leite, queijo, manteiga e leite em pó. Para tal, procedeu-se à determinação da água virtual em três empresas do sector de Lacticínios da Ilha de São Miguel, e respetiva evolução ao longo do tempo, e extrapolou-se esta determinação para o sector de lacticínios na Região Autónoma dos Açores. A determinação da água virtual requer a recolha de um amplo conjunto de dados de base, nomeadamente, sobre a quantidade de água que entra e sai de cada empresa, os processos de fabrico e o volume de produtos final de acordo com a sua tipologia. No presente estudo, as fronteiras da avaliação foram definidas...

Caracterização das megaesponjas do batial superior dos Açores

Pereira, Raquel Sofia Macedo
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 19/07/2013 POR
Relevância na Pesquisa
47.16%
Dissertação de Mestrado, Estudos Integrados dos Oceanos, 19 de Julho 2013, Universidade dos Açores.; As esponjas constituem um grupo taxonómico importante e diverso nas comunidades bentónicas, em especial em ecossistemas de oceano profundo, onde desempenham papéis funcionais chave. Em certas regiões, exemplares de grandes dimensões (e.i. > 5 cm) formam comunidades estruturadas conhecidas como agregações de esponjas. Contudo, devido às suas características biológica e ecológicas estes habitats são vulneráveis ao impacte humano tendo, por isso, sido classificados como Ecossistemas Marinhos Vulneráveis pela CE e como espécies ou habitats ameaçados ou declínio pela OSPAR. Os Açores são conhecidos por possuírem uma fauna diversa de espongiários. O presente estudo tem como principais objetivos: a) identificar e caracterizar morfologicamente as principais espécies de megaesponjas (classe Demospongiae) presentes no batial superior (200 - 800 m) dos Açores; e b) caracterizar a distribuição de megaesponjas no monte submarino Condor. Para a análise morfológica foram usados 64 exemplares capturados acessoriamente por palangre de fundo na ZEE dos Açores (COLETA-DOP/UAç). A identificação taxonómica foi realizada através da análise de caracteres morfológicos externos e internos...

A diplomacia Norte-Americana e as movimentações independentistas nos Açores em 1975: uma neutralidade atenta

Tavares, Berta (Maria Tavares Sousa Cabral)
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 03/12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
47.12%
Dissertação de Mestrado, Relações Internacionais, 3 de Dezembro de 2013, Universidade dos Açores.; A ideia da independência dos Açores foi uma constante no processo autonómico sendo os impulsos independentistas mais acentuados em momentos de crise económica e associados a interesses estrangeiros que oscilaram ao longo dos tempos. No período em análise, o ano de 1975, a ligação privilegiada foi aos Estados Unidos da América, mas existiram outras. No entanto, centraremos a discussão nesta. É a partir dela que se aborda a influência das forças independentistas na instauração do regime autonómico após o 25 de abril de 1974. A correspondência trocada no triângulo Departamento de Estado norte-americano, embaixada em Lisboa e consulado dos Estados Unidos em Ponta Delgada é a principal fonte a que recorremos, através de consulta no sítio do National Archives. A administração norte-americana manteve uma relação privilegiada com os independentistas. Depois da criação da Junta Regional a atenção do consulado em Ponta Delgada volta-se para este órgão que assume as funções governativas até à tomada e posse do primeiro Governo Regional dos Açores do regime autonómico constitucional.; ABSTRACT: The idea of the Independence of Azores was a constant in autonomic process and the independence impulses was being more pronounced in time of economic crisis and associated with foreign interests fluctuated over time. In this period...

O serviço público de televisão nos Açores: legitimação e condicionalismos

Resendes, Rita Morgado
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 08/11/2013 POR
Relevância na Pesquisa
47.16%
Dissertação de Mestrado, Ciências da Comunicação (Ciências da Linguagem e da Comunicação), 8 de Novembro de 2013, Universidade dos Açores.; Esta dissertação tem como objetivo analisar a RTP-Açores, canal de televisão público regional, principalmente do ponto de vista da sua programação no sentido de verificar se esta está a desempenhar as suas funções de acordo com o interesse público. Concluímos que a RTP-Açores preenche os parâmetros das características mais gerais das televisões de serviço público. No entanto, a nível da sua programação, por um lado as suas escolhas editoriais e isenção na transmissão da informação são questionáveis e colocam em causa a sua credibilidade enquanto serviço público de televisão e, por outro lado, a regionalização da programação consagra inequivocamente a RTP-Açores como televisão de serviço público regional. Os programas regionais são o argumento para o qual os defensores da permanência e existência deste canal apelam para definir este canal como símbolo de coesão regional e de abertura dos Açores ao Mundo, sem que este seja refutado.; ABSTRACT: This thesis aims to analyze RTP-Azores, the regional public television channel, mainly from the point of view of its schedule to see if it fulfills its functions in accordance with the public interest. We conclude that RTP-Azores fulfills the parameters of the general characteristics of public service television. Nevertheless...

Caracterização da pescaria do peixe-espada preto nos Açores de 2008 a 2012

Besugo, Ana Isabel Canelas Pinto
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 13/02/2014 POR
Relevância na Pesquisa
47.16%
Dissertação de Mestrado, Estudos Integrados dos Oceanos, 13 de Fevereiro de 2014, Universidade dos Açores.; Desde 1998 que a pesca do peixe-espada preto nos Açores tem vindo a ter uma importância crescente, como resultado da procura de novos recursos e dos bons resultados obtidos pelas experiências de pesca exploratórias levadas a cabo pela frota Madeirense na região. Actualmente a pescaria açoriana é caracterizada por uma actividade irregular cuja frota é composta por embarcações palangreiras cabinadas e de dimensão média. A área de actuação da frota compreende as áreas circundantes às ilhas de registo de cada embarcação mas um maior esforço de pesca é observado na região adjacente às ilhas do grupo central. A variação dos rendimentos anuais em peso parece indicar uma estabilidade dos índices de abundância de peixe-espada preto na região. As quantidades de espécies acessórias descarregadas variaram entre os 5% (2010) e os 12% (2012) das capturas totais em peso e a sua composição específica foi essencialmente composta por “tubarões de profundidade”. Até à data a gestão desta pescaria tem considerado apenas a captura de uma espécie, Aphanopus carbo. Contudo, estudos recentes demonstraram que existem duas espécies (A. carbo e A. intermedius) que vivem em simpatria na região dos Açores. Neste contexto...

Contribuição para o estudo das comunidades zooplanctónicas das lagoas dos Açores

Cruz, Ana Mafalda Gomes Vieira
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 04/04/2014 POR
Relevância na Pesquisa
47.21%
Dissertação de Mestrado, Biodiversidade e Ecologia Insular, 4 de Abril de 2014, Universidade dos Açores.; O estudo das comunidades zooplanctónicas das lagoas dos Açores tem sido bastante negligenciado ao longo dos anos. Contudo, o zooplâncton é uma importante comunidade biológica nos lagos, uma vez que se insere nas cadeias tróficas entre os produtores e consumidores finais, podendo contribuir para a qualidade da água. Assim este trabalho tem como objectivos conhecer a composição taxonómica do zooplâncton dos lagos dos Açores, produzindo uma listagem de espécies; perceber se existem variações desta comunidade nas diferentes lagoas e ao longo do ano e quais os factores ambientais que modelam as comunidades zooplânctónicas. Neste sentido, procedeu­‐se a uma amostragem, recorrendo a uma caixa de Schindler-­Patalas de 30L, de 21 lagoas do arquipélago (profundas e pouco profundas) nas ilhas de São Miguel, Santa Maria, Pico, Flores e Corvo. As lagoas profundas foram amostradas nas quatro estações do ano, enquanto as lagoas pouco profundas apenas foram amostradas no Verão. Este trabalho conta com uma lista de 141 taxa de zooplâncton dulçaquicola para os Açores, contribuindo assim para o incremento do número de registos para 291 espécies de invertebrados de água doce e 2717 espécies animais registadas nos Açores. Apesar de...

Contribuição para a valorização de produtos lácteos dos Açores : qualificação e caracterização da manteiga açoriana

Dinis, Sónia Cristina Carvalho
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 03/07/2014 POR
Relevância na Pesquisa
47.19%
Dissertação de Mestrado em Tecnologia e Segurança Alimentar; O desenvolvimento da Região Autónoma dos Açores (RAA) assenta, sobretudo, na melhoria da qualidade da sua produção, em especial na área da agro-pecuária. Neste contexto, importa implementar a diversificação e a modernização do tecido empresarial dos Açores, através da realização de estudos que visem uma melhoria da qualidade e diversificação de produtos e, particularmente, que confiram à indústria de lacticínios uma maior capacidade de inserção nos mercados nacionais e internacionais. Estes estudos deverão contribuir para a valorização da produção leiteira dos Açores e para a identificação de novos produtos lácteos de valor acrescentado, através, designadamente, da quantificação de diversos componentes funcionais existentes que os tornem únicos e com características distintas. Este trabalho surge da necessidade de compilar dados e concluir sobre as características físico-químicas, microbiológicas e organoléticas que permitam determinar a reputação da manteiga dos Açores e valorizar este produto lácteo característico da Região, que poderá ser muito importante para a economia dos Açores. Construir um caderno de especificações para a manteiga dos Açores é o primeiro passo a dar no sentido de criar para este produto uma indicação geográfica protegida (IGP).; ABSTRACT: The development of the Azores Region (RAA) will be achieved mainly by improving the quality of local products...

Contribuição para o desenvolvimento e a implementação do sistema de planeamento de emergência na Região Autónoma dos Açores

Araújo, Irina Pacheco
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 13/10/2014 POR
Relevância na Pesquisa
47.21%
Dissertação de Mestrado em Vulcanologia e Riscos Geológicos; O contexto Atlântico dos Açores, o seu enquadramento geodinâmico e a sua condição arquipelágica, colocam esta região sob a ameaça de perigos e riscos meteorológicos, hidrológicos e geológicos com alguma diversidade e frequentemente relacionados no tempo e no espaço. Nos últimos anos o arquipélago dos Açores tem sido palco de alguns eventos que deixaram marcas significativas no terreno, tecido socioeconómico, mas acima de tudo na memória de todos os açorianos, sendo alguns exemplos, a erupção do vulcão dos Capelinhos em 1957 na ilha do Faial, o sismo de 1998 também na mesma ilha, o movimento de vertente na Ribeira Quente (S. Miguel) em 1997, as cheias na freguesia da Agualva em 2009, entre outros. Posto isto, é necessário priorizar a mitigação dos riscos no arquipélago, através da alteração e elaboração de novas políticas públicas, tendo sempre presente o desenvolvimento económico e social sustentável da região, que exige a implementação de medidas que concorram para a minimização do impacte de futuros eventos e que garantam respostas adequadas as mais diversas situações de emergência. Primeiramente estudaram-se a estrutura do actual quadro legal vigente nos Açores...

O financiamento da economia dos Açores

Gomes, Vílson Filipe da Costa Ponte
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 26/11/2014 POR
Relevância na Pesquisa
47.16%
Dissertação de Mestrado em Ciências Económicas e Empresariais.; O presente estudo analisa o financiamento da economia dos Açores, no período compreendido entre 1992 e 2012 e, simultaneamente, investiga se os Açores apresentam sintomas semelhantes aos previstos na Teoria da Doença Holandesa e até que ponto o financiamento da Região provocou um efeito equivalente ao sugerido nesta teoria. Na análise à economia dos Açores, constatou-se que, nos últimos anos, a Região suporta com poupança interna apenas metade do crédito utilizado, o que leva a recorrer à poupança externa para o financiamento da sua atividade, onde as transferências recebidas pela Região, nomeadamente, Transferências do Orçamento do Estado e Transferências da União Europeia, se apresentam como preponderantes na estrutura da economia dos Açores. Utilizando cinco modelos empíricos, procurou-se analisar o comportamento do setor transacionável e não transacionável e, simultaneamente, testar o impacto da entrada de recursos externos. Para isso, recorreu-se ao método de regressão linear múltipla, através da utilização do programa SPSS (Statistical Package for the Social Sciences). Nos resultados obtidos observa-se a diminuição de atividades transacionáveis...

Perceção da flora de uma região : o caso dos alunos da Universidade dos Açores

Pereira, Maria da Conceição
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 21/11/2014 POR
Relevância na Pesquisa
47.16%
Dissertação de Mestrado em Biodiversidade e Biotecnologia Vegetal.; A conservação da biodiversidade é fundamental para a regulação e manutenção dos serviços dos ecossistemas insulares. A biodiversidade constitui o alicerce para a existência de solos férteis, uma agricultura sustentável, florestas de produção equilibradas e disponibilidade de alimentos. Existem atualmente inúmeras pesquisas sobre o estado das espécies e os efeitos nefastos que as espécies introduzidas e invasoras exercem sobre nativas e endémicas. Para além dos aspetos ambientais, a flora tem uma importância económica muito relevante. O presente trabalho pretende avaliar a perceção que os alunos da Universidade dos Açores possuem acerca de alguns aspetos da flora deste arquipélago. Neste sentido, construiu-se um questionário que aborda as seguintes questões de investigação: A – "Que conceito têm os alunos sobre a origem da flora dos Açores (endémica, nativa, introduzida e invasora)?"; B – "Qual a perceção dos alunos em relação à importância da flora para a identidade, tradição e cultura açorianas?"; C – "Qual a perceção dos alunos em relação à importância económica da flora?"; D – "Qual a perceção dos alunos relativamente à importância da flora para a preservação da biodiversidade?" e E – "A perceção dos alunos em relação à flora dos Açores é afetada por fatores sociodemográficos?". O questionário foi aplicado a 309 alunos pertencentes a 14 cursos em diferentes áreas científicas. Os resultados obtidos mostraram que os discentes têm algum conhecimento acerca dos conceitos de espécie endémica...

Proposta de metodologia e estudo de foto-identificação das baleias-de-Bryde (Balaenoptera edeni e B. brydei) nos Açores e Madeira

Fernandes, Ricardo André Leite
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 30/01/2015 POR
Relevância na Pesquisa
47.16%
Dissertação de Mestrado em Estudos Integrados dos Oceanos.; A baleia-de-Bryde (Balaenoptera edeni) descrita pela primeira vez por J. Anderson em 1878 é uma espécie de baleia-de-barbas que é avistada nos Açores e na Madeira, tendo uma distribuição mundial em águas tropicais e subtropicais. Muito pouco é conhecido sobre as populações do Atlântico Norte. Os objetivos principais deste trabalho consistiram em criar um catálogo de foto-identificação "on-line" que esteja disponível a qualquer interessado e definir uma metodologia para esta espécie. Tentou-se também verificar se existiam reavistamentos entre os Açores e a Madeira e tentar perceber se é a espécie que ocorre nestes arquipélagos é Balaenoptera edeni ou a espécie Balaenoptera brydei. Toda a informação recolhida e analisada proveio de avistamentos e fotografias das baleias-de-Bryde, obtidos de entidades de "whale whatching". Os resultados mostraram que nos Açores nem todos os anos são observadas as baleias-de-Bryde, mas na Madeira são mais frequentes. Em ambos os arquipélagos os meses de julho a setembro são os que apresentam mais avistamentos. Foram identificados 73 indivíduos desde 2004 a 2014, dos quais 4 deles foram observados nos Açores e na Madeira. Foram avistados um par fêmea-cria nos Açores e três pares na Madeira tendo sido observado o mesmo indivíduo com crias diferentes num espaço de 2 anos. As características observadas nos dois arquipélagos indicam tratar-se da espécie Balaenoptera brydei porém são necessários mais dados para se retirarem conclusões. Seria importante para a continuação deste estudo que os dados continuassem a ser retirados...

Diversidade de briófitos e alterações climáticas nos Açores: olhar para o futuro para delinear o presente; Bryophyte diversity and climate change in the Azores: looking to the future to redesign the present

Henriques, Débora; Gabriel, Rosalina; Coelho, Márcia Catarina Mendes; Borges, Paulo A. V.; Ah-Peng, Claudine
Fonte: Governo dos Açores - Secretaria Regional da Educação, Ciência e Cultura Publicador: Governo dos Açores - Secretaria Regional da Educação, Ciência e Cultura
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
47.16%
Jornadas "Ciência nos Açores – que futuro? Tema Ciências Naturais e Ambiente", Ponta Delgada, 7-8 de Junho de 2013.; As alterações que o clima do planeta tem vindo a sofrer nas últimas décadas têm efeitos variados sobre a biodiversidade, alterando a distribuição das espécies e as interacções entre estas, afectando a jusante os serviços de ecossistemas e, consequentemente, o ser humano. Nos Açores, vários desses serviços são garantidos pelos briófitos. Para além das suas funções ecossistémicas, estes organismos respondem rapidamente a variações ambientais, sendo por isso indicados para detectar os efeitos biológicos das alterações climáticas. Este estudo procura determinar que impactos terão as alterações climáticas previstas pelo Intergovernmental Panel on Climate Change sobre a distribuição e composição específica e funcional da brioflora dos Açores e que novos dados podemos integrar no sistema de gestão de áreas protegidas do arquipélago. Para tal, pretende-se inventariar a diversidade específica e funcional de briófitos ao longo de gradientes altitudinais em várias ilhas dos Açores, relacionar os padrões de distribuição encontrados com uma série de factores ambientais e desenvolver...

Mar dos Açores, mar de Portugal, mar da Europa : aprofundar o passado para projectar o futuro : resumos

Rego, Margarida Vaz do; Chaves, Duarte Nuno; Costa, Ricardo Manuel Madruga da
Fonte: CHAM - Universidade dos Açores Publicador: CHAM - Universidade dos Açores
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 27/11/2014 POR
Relevância na Pesquisa
47.19%
Colóquio Internacional "Mar dos Açores, Mar de Portugal, Mar da Europa", Ponta Delgada, 27-29 de Novembro de 2014.; Desde sempre o mar foi fundamental na definição da identidade e das fronteiras de Portugal e os Açores, por força do mar, foram sustentáculo da expansão de Portugal no Mundo, sendo igualmente o mar dos Açores um dos elementos determinantes da dimensão oceânica da União Europeia. Cientes desta importância e impelidos pelo repto lançado em 1982 pela convenção da Nações Unidas, que "todos os assuntos do mar estão interligados e devem ser tratados como um todo", o Centro de História d'Aquém e d'Além Mar da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e da Universidade dos Açores promove o Colóquio Internacional Mar dos Açores, Mar de Portugal e Mar da Europa. Aprofundar o passado e projetar o futuro, que assenta no cruzamento dos saberes da História com os demais contributos das ciências sociais, humanas, naturais e tecnológicas. Neste desafio o CHAM conta com importantes parcerias científicas e institucionais, nomeadamente o da Universidade de Pablo de Olavide (UPO), o do Governo Regional dos Açores, Secretaria Regional do Mar, Ciência e Tecnologia, assim como dos municípios da Ribeira Grande (CMRG) e Lagoa (CML). [da Nota de Apresentação]

Mar dos Açores, Mar de Portugal, Mar da Europa, aprofundar o passado para projetar o futuro

Chaves, Duarte Nuno; Costa, Ricardo Madruga da; Machado, Margarida Vaz do Rego
Fonte: Centro de História d’Aquém e d’Além-Mar, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidades Nova de Lisboa, Universidade dos Açores Publicador: Centro de História d’Aquém e d’Além-Mar, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidades Nova de Lisboa, Universidade dos Açores
Tipo: Trabalho em Andamento
Publicado em /11/2014 POR
Relevância na Pesquisa
47.19%
Colóquio Internacional realizado em Ponta Delgada de 27-29 de Novembro de 2014, Açores; Desde sempre o mar foi fundamental na definição da identidade e das fronteiras de Portugal e os Açores, por força do mar, foram sustentáculo da expansão de Portugal no Mundo, sendo igualmente o mar dos Açores um dos elementos determinantes da dimensão oceânica da União Europeia. Cientes desta importância e impelidos pelo repto lançado em 1982 pela convenção da Nações Unidas, que "todos os assuntos do mar estão interligados e devem ser tratados como um todo", o Centro de História d'Aquém e d'Além Mar da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e da Universidade dos Açores promove o Colóquio Internacional Mar dos Açores, Mar de Portugal e Mar da Europa. Aprofundar o passado e projetar o futuro, que assenta no cruzamento dos saberes da História com os demais contributos das ciências sociais, humanas, naturais e tecnológicas. Neste desafio o CHAM conta com importantes parcerias científicas e institucionais, nomeadamente o da Universidade de Pablo de Olavide (UPO), o do Governo Regional dos Açores, Secretaria Regional do Mar, Ciência e Tecnologia, assim como dos municípios da Ribeira Grande (CMRG) e Lagoa (CML).

Schéma d'orientation pour la création de réserves naturelles sur les îles de Pico, Graciosa, São Jorge et Faial (Archipel des Açores).

Le Grand, Gérald
Fonte: Instituto Universitário dos Açores Publicador: Instituto Universitário dos Açores
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /07/1980 FRA
Relevância na Pesquisa
47.16%
La création de réserves d'une certaine importance doit se justifier et en premier lieu nous devons définir les buts d'une réserve naturelle aux Açores. […]. L'importance pour les sciences naturelles de champs d'étude constitués par des écosystèmes systématiquement soustraits à l'influence humaine, écosystèmes vierges, écosystèmes déjà modifies mais laisses libre de suivre une dynamique évolutive, est considérable. Il est important pour la recherche écologique de pouvoir disposer de telles zones dont changements effectués et contrôlés par des scientifiques permet de suivre au mieux les effets de telles actions. Il faut savoir comment se présente un équilibre biologique en son état naturel pour pouvoir manipuler rationnellement avec la productivité optima et une destructivité minima. Ces études permettent de mieux intervenir dans ces écosystèmes par des mesures fondées sur des connaissances réelles et non empiriques. […].