Página 1 dos resultados de 41 itens digitais encontrados em 0.052 segundos

Estudo reológico de nanocompósitos reforçados com óxido de grafite

Valim, Fernanda Cabrera Flores; Cunha, Mariana Kaori Kobayashi; Silva, Mauro Francisco Pinheiro da; Silva, Guilherme Frederico Bernardo Lenz e; Yee, Marcio; Valera, Ticiane Sanches
Fonte: Associação Brasileira de Cerâmica; Bento Gonçalves, RS Publicador: Associação Brasileira de Cerâmica; Bento Gonçalves, RS
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
86.33%
Os grandes avanços nas áreas da eletrônica e da biomédica proporcionaram ao Óxido de Grafite em destaque mundial pelas suas promissoras aplicações na síntese do Grafeno. Oriundo de uma fonte abundante e de baixo custo, o Grafite é a sua única materia prima, sendo um material de fácil obtenção e altamente acessível no mercado.

Estudo reológico de nanocompostitos reforçados com óxido de grafite

Valim, Fernanda Cabrera Flores; Cunha, , M. K. K.; Silva, M. F. P. da; Silva, Guilherme Frederico Bernardo Lenz e; Yee, Marcio; Valera, Ticiane Sanches
Fonte: Associação Brasileira de Cerâmica; Bento Gonçalves, RS Publicador: Associação Brasileira de Cerâmica; Bento Gonçalves, RS
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
86.13%
Os grandes avanços nas áreas de eletrônica e de biomédica proporcionaram ao Òxido de Grafite, um destaque mundial pelas suas promissoras aplicações na síntese do Grafeno. Oriundo de uma fonte abundante e de baixo custo, o Grafite é a sua única matéria, sendo, um material de fácil obtenção e altamente acessível no mercado.; CNPq; DEpartamento de Engenharia Metalúrgica e Materiais

Estudo da interação de nanomateriais com modelos de membranas celulares e com células-tronco neurais; Interaction of nanomaterials with cell membrane models and with stem cells

Uehara, Thiers Massami
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.7%
O desenvolvimento da nanociência e nanotecnologia promoveu uma nova fronteira no estudo da matéria, permitindo que materiais já conhecidos tivessem suas propriedades redescobertas ao serem manipulados em nível molecular. Vários materiais vêm apresentando relevância na nanociência e nanotecnologia, como os nanotubos de carbono (CNTs), nanopartículas (NPs) e óxido de grafeno, uma vez que os CNTs e óxido de grafeno são dotados de propriedades mecânicas, térmicas e elétricas que os tornam apropriados para o desenvolvimento e a aplicação em dispositivos, especialmente na área biotecnológica e de sensores. Diversas áreas se beneficiam com o uso da tecnologia em nanopartículas (NPs), por exemplo: alimentícia, médica, agronegócio, cosmética, etc. Uma possível perspectiva na utilização desses nanomateriais em sistemas biológicos torna muito interessante investigar como tais materiais interagem em nível molecular com modelos de membranas celulares e com células. Esta tese tem como objetivos: i) investigar detalhadamente a interação entre nanopartículas (Fe3O4/Dextran; Fe3O4/PDAC; PDAC; Dextran) e nanotubos de carbono com modelos de membranas celulares; e ii) desenvolver nanofibras poliméricas pela técnica de electrospinning para ser utilizada com óxido de grafeno como modelos mimetizados (scaffolds) para a diferenciação de células-tronco neurais. Os filmes ultrafinos foram fabricados utilizando as técnicas de Langmuir e Langmuir-Blodgett. Esses nanomateriais foram avaliados através da técnica de Espectroscopia vibracional por Geração de Soma de Frequências. A espectroscopia SFG é sensível a interfaces. Nanofibras de Poli(ε-Caprolactone) foram fabricadas pela técnica de electrospinning. Scaffolds com óxido de grafeno/Nanofibras de Poli(ε-Caprolactone) foram desenvolvidos como suportes sólidos para a diferenciação de células-tronco neurais de rato. Óxido de grafeno em diferentes concentrações foi incorporado nas nanofibras poliméricas. Os modelos deste sistema foram investigados por imagens de Microscopia Eletrônica de Varredura. Os resultados mostraram que a carga eletrostática de cada fosfolipídio utilizado pode influenciar nas interações com os nanomateriais (nanopartículas ou nanotubos de carbono)...

Simulações de sistemas em nanoescala : membranas de grafeno e espectroscopia fora do equilíbrio; Simulations of nanoscale systems : from graphene membranes to non equilibrium spectroscopy

Gustavo Brunetto
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/02/2014 PT
Relevância na Pesquisa
76.46%
Nas últimas décadas, sucessivas descobertas em materiais baseados em carbono abriram uma nova era na ciência dos materiais. Exemplos destas descobertas são os fulerenos, nanotubos de carbono e, mais recentemente, o grafeno. O grafeno é uma rede bi-dimensional de unidades hexagonais de carbono com ligações do tipo sp2. Grafeno apresenta propriedades mecânicas e eletrônicas não usuais e muito interessantes e devido a estas propriedades é um dos materiais mais promissores para aplicações em diversas áreas da tecnologia tais como eletrônica, militar, aeroespa- cial, dispositivos e outras. Entretanto, há algumas barreiras que devem ser superadas a fim de utilizar o grafeno em aplicações práticas. O grafeno, em sua forma pura, é um semicondutor com gap zero. Esta característica impõe sérias limitações em algumas aplicações em eletrônica, tal como, transistores. Além do mais, é muito difícil a síntese de grandes porções de grafeno que possuam poucos ou nenhum defeito estrutural. Através de simulações de primeiros princípios, propomos uma rota de síntese a partir da de-hidrogenação completa do grafeno poroso para a obtenção de um alótropo de carbono conhecido como BPC. Cálculos de estrutura eletrônica mostraram que o BPC possui um gap da ordem de 0...

Aplicação de nanoestruturas de carbono em células solares orgânicas e inorgânicas = : Application of carbon nanostructures in organic and inorganic solar cells; Application of carbon nanostructures in organic and inorganic solar cells

Thiago Franchi Pereira da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
86.26%
Células solares orgânicas e inorgânicas representam uma excelente alternativa como fonte de energia renovável. Este trabalho consiste em aplicar nanoestruturas de carbono obtidas pela técnica HFCVD (Hot Filament Chemical Vapour Deposition) como componentes utilizados na construção e melhoria de células solares orgânicas (organic photovoltaics - OPVs) e células sensibilizadas por corante (dye-sensitized cells - DSCs). Foi obtido óxido de grafeno reduzido (rGO), carbono tipo diamante (DLC - diamondlike carbon) e diamante condutor nanoestruturado. Estes materiais foram caracterizados por microscopia eletrônica de varredura (SEM-FEG), microscopia de transmissão de alta resolução (HRTEM), espectroscopia Raman e análise termogravimétrica (TGA). O rGO foi empregado na construção das células DSC misturado na pasta de TiO2 em diferentes concentrações, produzindo o aumento de fotocorrente gerada e, consequentemente, o rendimento. O mesmo material foi empregado nas OPVs, em diferentes concentrações, para a substituição do fulereno PCBM (1-(3-metoxicarbonil)-propil-1-1-fenil- (6,6)metanofulereno) e também em conjunto com o fulereno, sendo observada também a melhoria no desempenho dos dispositivos em função da concentração. Com finalidade de substituir os contraeletrodos das células DSC...

Obtenção fotoquímica de nanocompósito baseado em azul da Prússia e óxido de grafeno reduzido; Photochemical obtention of nanocomposite based on Prussian blue and reduced grephene oxide

Pãmyla Layene dos Santos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
96.74%
O azul da Prússia (AP) é um dos mais antigos compostos de coordenação e pode ser utilizado na modificação de sensores eletroquímicos para a detecção de H2O2, o AP pode catalisar a redução do peróxido e por isso é conhecido como "artificial peroxidase". Entretanto, filmes de AP não apresentam boa estabilidade eletroquímica e alternativas como a obtenção de nanocompósito baseados em AP e grafeno podem ser utilizadas para contornar o problema. O grafeno é um material com alta condutividade, flexibilidade e resistência à tração, pode ser obtido pelo método de Hummers que consiste na redução do óxido de grafeno e neste caso é chamado de óxido de grafeno reduzido. Assim, o objetivo deste trabalho é a obtenção fotoquímica de um nanocompósito baseado em azul da Prússia (AP) e óxido de grafeno reduzido (rGO) que permite uma combinação das propriedades eletrocatalíticas do AP e condutoras do rGO para a aplicação em sensores eletroquímicos. Além disso, espera-se uma maior estabilidade eletroquímica deste material. Os materiais óxido de grafeno reduzido e azul da Prússia foram obtidos separadamente pelos métodos químicos e fotoquímicos com a utilização de LEDs. Os resultados mostraram vantagens do método fotoquímico como o controle da morfologia e do tamanho dos cristais de azul da Prússia. O grau de redução dos materiais baseados em grafeno foi controlado com o tempo de irradiação no LED e isso foi refletido em suas propriedades eletroquímicas...

Graphene oxide and graphene oxide functionalized with silver nanoparticles : antibacterial activity and polymeric composites applications; Óxido de grafeno e óxido de grafeno funcionalizado com nanopartículas de prata : atividade antibacteriana e aplicações em compósitos poliméricos

Ana Carolina Mazarin de Moraes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/04/2015 PT
Relevância na Pesquisa
106.68%
O óxido de grafeno (GO) é uma forma quimicamente modificada de grafeno que possui grupos funcionais contendo oxigênio (epóxi, carboxila, carbonila, e hidroxila) distribuídos sobre a base e as bordas de suas folhas. Devido à abundância dos grupamentos oxigenados, o GO tem sido usado como uma plataforma para suportar e estabilizar nanoestruturas metálicas, tais como nanopartículas de prata (NPAgs), visando aplicações biológicas. Além disso, devido à sua excelente capacidade de dispersão e elevada área superficial, o GO tem sido considerado uma carga promissora para a construção de compósitos poliméricos. Neste trabalho, relatamos a síntese do GO e dos nanocompósitos de óxido de grafeno funcionalizado com NPAgs (GO-Ag) os quais podem ser utilizados como agentes antibacterianos de amplo espectro. O GO foi sintetizado por meio do método de Hummers modificado, e o GO-Ag foi preparado através da redução in situ dos íons de prata por citrato de sódio. As folhas de GO foram funcionalizadas com NPAgs esféricas de diâmetro médio de 9,4 nm. Estes nanocompósitos exibiram excelente atividade antimicrobiana contra as principais bactérias em ambiente hospitalar, tais como Escherichia coli, Enterococcus faecalis, Acinetobacter baumannii...

Obtenção, caracterização e funcionalização seletiva de óxido de grafeno com espécies sulfuradas e fragmentos orgânicos

Smaniotto, Alessandra
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 158 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
96.43%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Físicas e Matemáticas. Programa de Pós-Graduação em Química, Florianópolis, 2015.; Óxido de grafeno (MPGO, C/O 1,53) foi obtido a partir de micropartículas de grafite por oxidação com ácidos fortes e exfoliação térmica em baixa temperatura. A reação com SO2 por via térmica e por plasma resultou na inserção de diferentes intermediários de enxofre, paralelamente à redução parcial da matriz. O pico a 164,0 eV no espectro XPS na região S2p de MPGO tratada com SO2 a 630 oC mostrou que apenas o intermediário sulfurado não oxidado foi inserido na matriz. A partir do estudo cinético da redução térmica de SO2 sobre MPGO, foi determinado um ???? de 103,9?1,8 kcal·mol-1 a 900 oC. O tratamento da MPGO por plasma frio em atmosfera de SO2 resultou na inserção exclusiva do SO2 como intermediário oxidado (pico em 168,7 eV na região S2p do espectro XPS). Tratamentos térmicos posteriores das amostras modificadas por plasma produziram evidências a respeito do mecanismo primário de inserção de SO2 na matriz. Choques térmicos a 600 e 400 oC em atmosfera de Ar produziram enxofre e dióxido de carbono, e o refluxo em CS2 (p.e. 46 oC) resultou na eliminação de enxofre e interconversão entre os intermediários sem descarboxilação...

Obtenção e avaliação de atividade fotocatalítica de compósitos de dióxido de titânio e óxido de grafite

Souza, Thiago de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 106 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
96.07%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química, Florianópolis, 2015.; A fotocatálise heterogênea é um Processo Oxidativo Avançado (POA) que ocorre através da irradiação de luz com comprimentos de onda específicos na superfície de um semicondutor gerando radicais livres altamente reativos que são capazes de oxidar não seletivamente diversos compostos orgânicos. Os principais fotocatalisadores utilizados, como o TiO2, são ativados apenas em comprimentos de onda dentro da região do ultravioleta. Logo, torna-se inviável utilizar radiação solar como fonte de irradiação, pois apenas uma faixa de 3% a 5% desta radiação corresponde à região do ultravioleta. Além disso, os fotocatalisadores estão propensos a sofrer o efeito de recombinação eletrônica, o que reduz a geração de radicais livres e torna o processo menos efetivo. Na literatura, relata-se que o fotocatalisador compósito formado pelo TiO2 e o óxido de grafeno (GO) é capaz de ser ativado em comprimentos de onda mais próximos da região do espectro visível e que este é menos propenso ao efeito da recombinação eletrônica. No presente trabalho, foram produzidos diferentes compósitos fotocatalisadores...

Nanocomposites as probes for biodetection by SERS; Nanocompósitos como substratos para biodeteção utilizando SERS

Cruz, Sandra Maria Alves da
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
ENG
Relevância na Pesquisa
66.59%
The present work aimed to explore the potential of new nanocomposites based on carbon nanostructures and metal nanoparticles for the detection of biomolecules through surface enhanced Raman scattering (SERS). In a first step, polyvinyl alcohol composites were prepared incorporating silver nanoparticles by two different reduction procedures. At first without introduction of carbon nanostructures. These composites showed good results for the SERS identification of nucleic acids. Next, the synthesis and characterization of graphene oxide was studied to be used in the preparation of silver and gold nanocomposites. The reduction of this nanomaterial with different chemical agents was explored, since its reduction degree may be a determinant factor for the application envisaged (biomolecules interaction). The preparation of the nanocomposites with silver and gold was performed with different reducing agents. The SERS activity of these new nanocomposites was then explored in the presence of different analytes, varying the experimental conditions for Raman spectra acquisition. It was interesting to verify that the silver containing nanocomposites presented the particularity to intensify the graphene D and G bands. It is also important to highlight that a new eco-friendly reducing agent was tested for the synthesis of the graphene oxide composites...

Revestimento em magnésio ultra puro e na liga AZ31 biodegradáveis

Piedade, Cátia
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /11/2014 POR
Relevância na Pesquisa
76.37%
Dissertação de Mestrado em Engenharia Biomédica- Desporto e Reabilitação; O magnésio e as suas ligas são materiais metálicos interessantes para utilização em implantes médicos devido a possuírem características como baixa densidade, módulo de elasticidade próximo do osso e principalmente à sua capacidade de biodegradação. O objetivo deste trabalho consistiu, assim, em desenvolver um novo revestimento osteoindutor e biocompatível para melhorar o comportamento deste material, permitindo a sua utilização em implantes médicos biodegradáveis. De modo a promover a proliferação celular e controlar a taxa de corrosão do implante efetuou-se, pelos processos de eletrodeposição/eletroforese, a passivação da superfície criando um revestimento à base de fosfato de composição química semelhante à do osso. Além disso, funcionalizou-se a superfície com incorporação de hidroxiapatite e grafeno para diminuir a taxa de degradação do implante biodegradável. Os revestimentos desenvolvidos foram caracterizados quanto à sua morfologia e composição química por SEM (Microscopia eletrónica de varrimento), EDS (Espetroscopia de Energia Dispersiva) e Espectroscopia de Raman e submetidos a testes de molhabilidade e degradação em condições fisiológicas. Os revestimentos apresentam uma morfologia acicular...

Photocatalytic activity of graphene oxide-titanium dioxide composites; Actividad fotocatalítica de composites de óxido de grafeno-dióxido de titanio

Astoreca Álvarez, Laura
Fonte: Universidade de Cantabria Publicador: Universidade de Cantabria
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
ENG
Relevância na Pesquisa
86.75%
ABSTRACT: Drinking water availability is one of the highest priority factors for human existence and its life’s quality. However, it is estimated that nearly 780 million people do not have access to suitable water for human consumption, so they are forced to rely on biologically unsafe water source, being imperative to develop a sustainable methodology for water disinfection aiming its reuse (Wang et al, 2013; Fernández Ibáñez et al, 2014). There is a really deep concern about this problem, since new polluting compounds are being detected in wastewater treatment plant’s effluents. Some of those emerging pollutants consist of organic compounds, endocrine modulating chemicals (EMCs) and pharmaceuticals and personal care products. Nevertheless, conventional technology becomes insufficient because of these emerging substances’ complex degradation. Therefore, new technologies are being developed for the treatment of polluted water. Among them advanced oxidation technologies, adsorption/separation processes and bioremediation are included. This work proposes to employ the advanced oxidation processes, particularly the heterogeneous photocatalysis with titanium dioxide to remove organic compounds from water. It is intended to use solar light as irradiation source to produce the photocatalysis...

Produção e caracterização de espumas 3D obtidas por electrofiação para aplicação em engenharia de tecidos

Ferrão, Mariana Pires
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2015 POR
Relevância na Pesquisa
86.58%
A produção de estruturas tridimensionais poliméricas tem sido foco de estudo por parte da Engenharia de Células e Tecidos, pelo que mimetizam melhor as condições in vivo dos tecidos. A conjugação das propriedades eléctricas com arquitectura 3D permite uma regeneração tecidual mais eficaz. Desta forma este estudo incidiu na construção de scaffolds, que conjugasse as propriedades mecânicas, eléctricas e biológicas num só suporte. O processo utilizado para produção de scaffolds baseou-se na electrofiação de soluções poliméricas de PCL (8% m/m) com incorporação de óxido de grafeno em diferentes concentrações: 0.01%, 0.1% e 0.25% (m/V). Foram avaliados os parâmetros de electrofiação que permitiram a organização tridimensional. A composição química e a morfologia das membranas foram avaliadas por FTIR-ATR e por microscopia electrónica de varrimento (MEV), respectivamente. Através de ensaios de tracção e de permeabilidade estudou-se a influência de óido de grafeno na matriz polimérica. Foram feitas experiências de redução de óxido de grafeno nas fibras electrofiadas, tanto nas membranas como das espumas, através do uso de vapores de hidrazina. Este mecanismo mostrou-se ineficaz, uma vez que afectou a sua morfologia. As espumas foram avaliadas quanto à sua bioactividade e propriedades mecânicas (ensaios de compressão). Também foram realizados testes de viabilidade celular nas membranas e de adesão celular nas espumas...

Desenvolvimento e caracterização de filmes eletroativos a base de PAni/rGO-PEG-NH2/HRP visando a construção de um biossensor enzimático para detecção de H2O2; Study of the properties of electroactive films based on PAni/rGO-PEG-NH2 as a platform for biosensors development

Pimentel, Delton Martins
Fonte: UFVJM Publicador: UFVJM
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
76.47%
Área de concentração: Química Analítica.; ABSTRACT In the present work a composite material based on polyaniline (PAni), graphene (rGO) and Horseradish peroxidase (HRP) was fabricated, aiming the development of a new platform for the detection of hydrogen peroxide (H2O2) with high sensitivity. The graphene used in this work was produced from the reduction of graphite oxide, using a microwave oven. The graphite oxide was synthesized by the method of J. Laura Cote et al. Subsequently, the nanomaterial was chemically modified with O, O'-Bis (2 - aminoethyl) polyethylene glycol, thus producing graphene functionalized with amino groups (rGO / PEG). After this step, the composite PAni/rGO-PEG-NH2 was produced by potentiodynamic method and it was used as a substrate to fabricate a sensor for H2O2 by immobilizing the enzyme HRP over the polymer, thus producing a composite material. Electrochemical experiments were performed in an electrochemical cell for up to 10 mL, with three electrodes: Ag / AgCl was used as the reference electrode; platinum wire as the counter electrode and the working electrode was an Au electrode with an area of 0.071 cm2. Comparative studies of the redox processes of PAni and PAni/rGO-PEG-NH2, performed by cyclic voltammetry and electrochemical impedance spectroscopy...

Eletrólito polimérico gel contendo óxido de grafeno reduzido para aplicação em células solares sensibilizadas por corante; Gel polymer electrolyte containing reduced graphene oxide for use on dye-sensitized solar cells

Paulo Ernesto Marchezi
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/07/2015 PT
Relevância na Pesquisa
76.61%
Células solares sensibilizadas por corante (DSSC) são candidatas promissoras para a geração de energia fotovoltaica de baixo custo desde o trabalho pioneiro de O¿Regan e Grätzel em 1991. Uma das principais desvantagens encontradas por esses dispositivos está relacionada com a utilização de um eletrólito líquido, o que limita a durabilidade e estabilidade. Este problema pode ser parcialmente resolvido usando eletrólitos poliméricos sólidos ou gel, apesar de ser observada uma diminuição do potencial de circuito aberto (Voc) das células solares utilizando eletrólitos poliméricos gel. A adição de materiais carbonosos, como nanotubos de carbono (CNT ) e derivados grafeno em eletrólitos poliméricos gel é uma alternativa interessante para aumentar a eficiência de DSSCs. Assim, óxido de grafeno (GO) ou óxido de grafeno reduzido (RGO) pode ser adicionado a eletrólitos poliméricos gel, devido à sua capacidade de promover condução eletrônica, além de suas propriedades catalíticas. Além disso, estes materiais podem formar uma rede 3D e, assim, aumentar a estabilidade das células solares, que contribui para evitar a perda do eletrólito. Neste trabalho, apresentamos a síntese e caracterização de um eletrólito polimérico gel contendo diferentes quantidades de rGO e sua aplicação em DSSCs. Utilizou-se um copolímero baseado em poli(óxido de etileno)...

Eletrofiação em corrente alternada / corrente contínua de nanocompósitos de poli(caprolactona) com óxido de grafeno e nanotubos de carbono visando aplicações como biomateriais = : Electrospinning for alternating current / direct current of nanocomposites of poly (3-caprolactone) with graphene oxide and carbon nanotubes aiming applications as biomaterials; Electrospinning for alternating current / direct current of nanocomposites of poly (3-caprolactone) with graphene oxide and carbon nanotubes aiming applications as biomaterials

Rosemeire dos Santos Almeida
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/02/2014 PT
Relevância na Pesquisa
86.5%
O polímero Poli(caprolactona) (PCL) tem sido amplamente usado como biomaterial nas últimas décadas. Sua biocompatibilidade e boas propriedades termo-mecânicas são as principais características que levam à seleção desse material para aplicação nas áreas biotecnológica, farmacêutica e têxtil. Neste trabalho, montou-se um equipamento para realizar o processamento de eletrofiação e caracterização de mantas formadas por fibras de PCL puro e nanocompósitos de PCL/nanotubos de carbono (NTC). Recorreu-se à eletrofiação com a aplicação de um campo elétrico gerado por uma corrente alternada (CA) e por uma corrente contínua (CC) simultaneamente (CA/CC) visando o controle da estabilidade do escoamento do jato polimérico durante o processamento a fim de determinar os parâmetros de processo e comparar os efeitos das diferentes frequências durante o processamento. Foram obtidos também nanocompósitos de PCL/óxido de grafeno (GO) com aplicação de um potencial elétrico em corrente contínua (CC), a fim de determinar os parâmetros de processos em diferentes concentrações de óxido de grafeno. As soluções/suspensões utilizadas no processo foram caracterizadas através de medições de condutividade elétrica, tensão superficial e propriedades reológicas. As fibras obtidas na forma de mantas porosas não-tecidas (non woven) foram caracterizadas por Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV)...

Síntese de grafenos quimicamente modificados e aplicação em células fotovoltaicas orgânicas; Synthesis of chemically modified graphenes and application in organic photovoltaic cells

Nicolau Saker Neto
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
86.61%
Entre as alternativas promissoras para a produção de energia elétrica de modo econômico e ambientalmente sustentável está o aproveitamento da energia luminosa do Sol pelo efeito fotovoltaico. Células fotovoltaicas orgânicas fazem parte da mais nova geração de células solares, e prometem ser produzidas em larga escala a custo reduzido. Entretanto, células orgânicas atualmente estão limitadas por eficiências comparativamente baixas. O objetivo deste trabalho é introduzir derivados de grafeno em células solares orgânicas poliméricas como aceitador de elétrons e transportadores de cargas na camada absorvedora de luz, em substituição parcial ou total aos atuais materiais mais empregados, derivados de fulerenos C60 e C70. Óxido de grafeno (GO) foi obtido a partir da oxidação de grafite mineral utilizando-se o método de Hummers com modificações. Amostras de grafenos quimicamente modificados (CMGs) foram sintetizadas pela reação direta de dispersões de óxido de grafeno com ácido 2-tiofenoacético (TAA) por uma esterificação de Steglich, ou após um tratamento de óxido de grafeno em meio básico com hidróxido de tetrabutilamônio (TBAH). Os CMGs apresentaram funcionalização bastante limitada, tendo ocorrido principalmente uma desoxigenação dos derivados de grafeno. Ainda assim...

Influência do grau de redução do óxido de grafeno eletroquimicamente reduzido nas suas propriedades eletroquímicas; Influence of the extent of reduction of the electrochemically reduced graphene oxide on its electrochemical properties

Maiuí Nagáo Lindqquer de Camargo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
106.43%
Este trabalho visa demonstrar como o grau de redução do óxido de grafeno eletroquimicamente reduzido (ERGO) pode ser modulado dependendo das condições experimentais utilizadas para se fazer a redução eletroquímica, e como ele influencia nas propriedades eletroquímicas do material final. Esta influência pôde ser constatada por medidas eletroquímicas, de espectroscopia Raman e de fotoelétrons excitados por raios-X (XPS). Através de experimentos eletroquímicos feitos na presença da sonda de ferri/ferrocianeto de potássio, foi possível demonstrar que os eletrodos de ouro modificados com os ERGOs com maiores graus de redução se comportam eletroquimicamente de maneira similar ao não modificado, e portanto, a redução dos grupos oxigenados da superfície do material é importante para que essa similaridade seja atingida. No entanto, essa sonda não permite monitorar o balanço entre grupos oxidados e reduzidos e para fazer isso, foi escolhida uma sonda eletroativa sensível aos grupos oxigenados. Análises feitas na presença de β-nicotinamida adenina dinucleotídeo (NADH) demonstraram que grupos funcionais oxigenados essenciais para a oxidação dessa espécie estavam diminuindo na superfície do material com o aumento do grau de redução deste. Os espectros de Raman e de XPS também confirmaram essa informação. Além disso...

Aplicación Biotecnológica de una Película Antifouling Basada Engrafeno

Sherwin Williams Chile S a; Universidad Técnica Federico Santa María Santa María; Paola Amandablazquez Giraudo
Fonte: Corporação de Fomento da Produção Publicador: Corporação de Fomento da Produção
Tipo: proyecto
Publicado em 18/11/2013
Relevância na Pesquisa
66.47%
La Bio Incrustación o Biofouling es la Unión de un Organismo U Organismos a una Superficie en Contacto como un Fenómeno Indeseable de Adherencia y Acumulación de Depósitos Bióticos sobre Superficies Artificiales Sumergidas o en Contacto con el Agua de Mar. Estas Incrustaciones Biológicas Responden a un Proceso Natural Común en el Ambiente Marino. Bacterias y Diatomeas Son los Grupos Más Importantes Asociados con la Suciedad. Una Vez Unido a una Superficie se Dividen Rápidamente y Forman una Película para el Asentamiento de Otras Especies. Entre los Afectados las Embarcaciones la Pesca y la Acuicultura Son Casos Extremos. Las Embarcaciones Adquieren Gran Peso Aumenta la Rugosidad del Casco y la Resistencia Hidrodinámica, por lo Tanto Mayor Gasto Energético en Mover Estas Embarcaciones Generando Consecuencias Económicas y Ambientales por el Aumento del Consumo de Combustible (40% Más) y Así una Mayor Contaminación por Efecto Gases. También Ocurre Corrosión del Casco lo que Conduce al Deterioro de la Nave. En Acuicultura las Jaulas de Malla y Redes de Arrastre Comienzan a Albergar Organismos Incrustantes Provocando Pérdidas Económicas por el Aumento del Peso o Bien por la Asfixia de las Especies en Cultivo Debido a la Invasión de Estos Organismo Sésiles. Existen Diversas Soluciones Antifouling (af) entre las que se Cuentan: Pinturas y Recubrimientos Af Biocidas Inyectables (cloro) Compuestos Marinos Bioactivos Materiales con Propiedades Antifouling Inherentes (cobre Níquel) Tratamientos de Calor Tecnologías de Pulso-poder Radiación Nuclear y Ultravioleta Fregado y Control Biológico. La Aplicación Podría Depender del Costo Beneficio y de las Posibilidades de Aplicación. No Obstante Puede Afirmarse que No hay una Bala de Plata que Ofrezca una Solución Universal a los Problemas de Contaminación Biológica. Las Pinturas y Recubrimientos Af Son Probablemente el Mejor Método Costo Efectivo para las Embarcaciones. Las Desventajas Son la Vida Limitada la Falta de Formas para Aplicar Recubrimientos a las Superficies Sumergidas o Humidificas y la Toxicidad de los Agentes de Control. En Acuicultura ha Habido un Esfuerzo Continuo para Desarrollar Materiales Estructurales que Son Inherentemente Resistentes al Ensuciamiento Ocupando un Mercado que Llega a Representar Más de 16 Billones Dólares. El Cobre y Algunas de sus Aleaciones Son los Más Antiguos y Más Ampliamente Reconocidos Materiales Estructurales Anti-incrustantes. Aleaciones de Cobre-níquel Son Bien Conocidos por su Amplio Uso. Estructuras de Hormigón Convencionales se Les ha Dado Propiedades Anti-incrustantes mediante la Incorporación de Compuestos Tóxicos con Resistencia Probada para Contaminación Biológica. El Grafeno ha Surgido como una Nueva Dimensión del Carbono que Promete Inducir Diversas Aplicaciones en Todos los Campos en Virtud de sus Propiedades como su Conductividad Térmica Única y Superior a la de Cualquier Otro Material...

Desenvolvimento e avaliação in vitro de um revestimento multifuncional para possível aplicação em implantes ósseos

João, Rita Lourenço
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /11/2015 POR
Relevância na Pesquisa
86.43%
As fraturas ósseas têm sido consideradas como um problema sócio económico mundial afetando sobretudo os jovens e idosos. No caso de pequenas correções de fraturas ou defeitos ósseos é necessário a aplicação de implantes biodegradáveis que atuem de forma temporária durante o período de formação do novo tecido ósseo. Uma das grandes vantagens da sua aplicação é evitar uma segunda intervenção cirúrgica para a sua remoção. Para isso, o Magnésio (Mg) e as suas ligas têm vindo a ser considerados como uma boa opção para este tipo de implantes temporários pois para além de serem biodegradáveis e biocompatíveis possuem propriedades semelhantes ao osso. No entanto, a sua elevada taxa de degradação em ambiente biológico é uma desvantagem para a sua utilização que conduz à perda da sua funcionalidade. O objetivo deste trabalho foi desenvolver revestimentos multifuncionais biocompatíveis, para a superfície do implante biodegradável, que permitam controlar a taxa de degradação do Mg e em simultâneo promovam a adesão e proliferação celular no local afetado. Neste trabalho, foram desenvolvidos três tipos de revestimentos biocompatíveis: Fosfatos, Fosfatos com nanopartículas de hidroxiapatite e fosfatos com nanopartículas de hidroxiapatite e óxido de grafeno aplicados na superfície da liga de Mg AZ31 através do método de eletrodeposição/eletroforese química. Foi realizado um tratamento térmico e avaliada a sua influência na resposta celular e na sua resistência à degradação. As propriedades físico-químicas do revestimento foram obtidas por microscopia electrónica de varrimento e de transmissão...