Página 1 dos resultados de 886 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Comparação do desempenho nas características de resfriamento entre óleos vegetais e minerais; Comparison of the vegetable and mineral oils cooling performance

Souza, Ester Carvalho de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.93%
No presente trabalho são relatados os resultados obtidos por meio de ensaios de caracterização para os diferentes tipos de óleos vegetais (algodão, canola, girassol, milho e soja), no estado novo e puro, tais como viscosidade, número de acidez, índice de iodo, índice de saponificação, cromatografia gasosa, curvas de resfriamento e coeficiente de transferência de calor. Esses mesmos ensaios foram realizados também com as amostras de óleo de soja com diferentes concentrações de aditivos antioxidantes. As diferentes formulações feitas com óleo de soja foram submetidas a um processo de envelhecimento acelerado (durante 72 horas), suas propriedades foram comparadas com as de dois óleos minerais utilizados para têmpera. O mesmo foi feito para os óleos vegetais, estes porém foram envelhecidos durante 48 horas. Pode-se então, comparar qual amostra sofreu menor oxidação durante um mesmo tempo de envelhecimento e, desta maneira, avaliar qual aditivo antioxidante obteve melhor desempenho, retardando o processo de oxidação no óleo de soja. Esses estudos também permitiram verificar qual, dentre os óleos vegetais, possui as melhores propriedades para ser utilizado no tratamento térmico de têmpera. Amostras do aço AISI 4140 foram temperadas nos diferentes óleos estudados...

Biocompósitos a partir de "polietileno verde", óleos vegetais, macro e nano fibras de curauá; Biocomposites from "green polyethylene", vegetable oils, macro and nano curaua fibers

Castro, Daniele Oliveira de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/05/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.93%
O polietileno de alta densidade utilizado neste trabalho foi obtido em escala industrial pela polimerização de eteno, gerado a partir do etanol de cana de açúcar. Este polímero é também chamado de biopolietileno (BPEAD), por ser preparado a partir de material oriundo de fonte natural. O BPEAD foi usado como matriz em compósitos reforçados por fibras de curauá em proporções em massa variando de 5 a 20%, 1 cm de comprimento. Óleo de mamona (CO), óleo de canola (CA), óleo de linhaça epoxidado (OLE) e óleo de soja epoxidado (OSE) foram usados na preparação dos compósitos (5, 10, 15 e 20%) visando atuação como agentes compatibilizantes, uma vez que o CO, CA, OLE e OSE têm cadeias hidrocarbônicas com afinidade pelo biopolietileno, e grupos hidroxilas com afinidades pelos grupos polares presentes nas fibras. Os compósitos foram caracterizados por microscopia eletrônica de varredura (MEV), Calorimetria Exploratória Diferencial (DSC), Termogravimetria (TG), Análise Dinâmico-Mecânica (DMA) e propriedades mecânicas (impacto e flexão). Os resultados de impacto, flexão e DMA apresentados pelos compósitos mostraram que a incorporação dos óleos nas diferentes composições, principalmente CO, no geral levou a melhores propriedades quando comparados aos compósitos BPEAD/Fibra...

Síntese de biodiesel através de transesterificação enzimática de óleos vegetais catalisada por lipase imobilizada por ligação covalente multipontual

Rodrigues, Rafael Costa
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.88%
Biodiesel consiste de ésteres alquílicos de ácidos graxos produzidos pela transesterificação de triglicerídeos com álcoois de cadeia curta. Tradicionalmente, a reação ocorre na presença de catalisadores químicos, como álcalis ou ácidos. A utilização alternativa de lipases como biocatalisadores na reação de síntese do biodiesel não gera materiais residuais tóxicos, e o glicerol pode ser facilmente recuperado sem um processamento complexo. Neste trabalho estudou-se a síntese de biodiesel através da transesterificação enzimática de óleos vegetais e álcoois de cadeia curta catalisada pela lipase de Thermomyces lanuginosus (TLL). Primeiramente, as condições da reação de transesterificação, entre óleo de soja e etanol catalisada pela TLL em sua forma livre foram otimizadas através de planejamento experimental e da metodologia de superfície de resposta. A seguir, foram estudadas as condições para a reação catalisada pela TLL imobilizada comercial (Lipozyme TL-IM). Na etapa seguinte foram avaliados diferentes óleos vegetais (óleo de soja, óleo de girassol e óleo de arroz) e álcoois (metanol, etanol, propanol e butanol), na reação de transesterificação catalisada por três derivados enzimáticos comerciais de lipases de diferentes fontes (Lipozyme TL-IM...

Comportamento de óleos vegetais em frituras descontínuas de produtos pré-fritos congelados

Del Ré, Patrícia Vieira; Jorge, Neuza
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 56-63
POR
Relevância na Pesquisa
66.94%
Este estudo teve como objetivo avaliar algumas alterações de óleos vegetais (girassol, soja e milho), utilizado em sucessivas frituras de produtos pré-fritos congelados (batata palito e produto cárneo empanado (snacks). As frituras dos produtos foram conduzidas em fritadeira doméstica e com as seguintes condições controladas: temperatura de 180°C, relação superfície/volume de 0,3 cm-1 e tempo total de aquecimento de 12 h. Nas amostras dos óleos procederam-se as determinações analíticas: compostos polares totais, dienos conjugados, índice de ácido tiobarbitúrico (TBA) e medida da estabilidade oxidativa. Os resultados, em duplicata, obtidos das determinações analíticas foram submetidos às análises de variância, empregando um esquema fatorial, no delineamento inteiramente casual, de modo a determinar a influência dos fatores (produtos, óleos e tempos de fritura) sobre as alterações nos óleos. Os óleos vegetais utilizados nas frituras dos snacks apresentaram menores alterações do que os óleos utilizados para fritura das batatas. Os resultados mostraram que os óleos estudados, apesar das diferenças na composição em ácidos graxos, não apresentaram, em nenhuma análise, valores acima dos limites recomendados em alguns países para o descarte de óleos...

Desenvolvimento de um tribômetro, tipo cilindro sob disco, para ensaios tribológicos em formulações com óleos vegetais

Alves, Fernando Ribeiro
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 132 f. : il. color.
POR
Relevância na Pesquisa
66.93%
Pós-graduação em Engenharia Mecânica - FEIS; Global warming and the environment are the most troubling issues now-a-days. Thus, many studies are being developed in order to find ways to preserve them so that future generations can enjoy the same quality of life we have today. One of the most sources of pollution are the used lubricating oils, for not being biodegradable and have a high toxicity, if discarded in the environment incorrectly, can cause serious environmental damage. With these thoughts the choice for environmentally friendly products is a concern that is part of day-to-day companies seeking sustainable development, minimizing wherever possible the environmental aggressions. In order to minimize these effects, scientists are engaged in developing new lubricants based on vegetable oils (biolubricants) having the same tribological characteristics of a mineral oil or synthetic base. For future besides reducing dependence on petroleum for the manufacture of lubricants, we are preserving the environment. With focus on this scenario, the work in question has as main objective the construction of a machine to simulate wear, for testing and tribological analyzes in vegetables oils with different types of additives in your composition in order to compare them as to their performance in the simulator. Analyzing all the oils...

Novos catalizadores para transesterificação de oleos vegetais

Osvaldo Candido Lopes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/03/1983 PT
Relevância na Pesquisa
67.05%
O transporte em nosso país depende em 70% do sistema rodoviário, utilizando veículos com motores de ciclo Diesel. O óleo Diesel necessário para esta finalidade determina a quantidade de petróleo importado, visto que a gasolina está sendo produzida em excesso e exportada. Portanto a substituição do óleo Diesel por combustíveis alternativos é a meta mais importante para diminuir os gastos com petróleo importado. Existem três tipos de produtos que podem ser obtidos a partir de biomassas e substituir o óleo Diesel: a - etanol, obtido através da fermentação de açúcar da cana ou da hidrólise de amido ou celulose; b - óleos obtidos através do processamento termoquímico de biomassas; c - extratos de plantas como terpenóides e óleos vegetais. O etanol somente pode ser queimado em motores Diesel, quando for adicionado um acelerador de ignição. Esses aceleradores causam corrosão no motor, sendo que este problema até agora não foi resolvido. O processamento termoquímico tem a vantagem de aproveitar toda a biomassa, mas encontra-se ainda em fase de estudos de laboratório. Uma opção tecnicamente viável é a substituição do óleo Diesel por óleos vegetais. A combustão direta destes óleos mostrou-se problemática porque causa cheiro desagradável (acroleina) e depósitos nos motores. Os ésteres metílicos e etílicos...

Simulação computacional de processos de desodorização e desacidificação de oleos vegetais.; Computational simulation of deodorization and deacidification of vegetable oils.

Roberta Ceriani
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/10/2005 PT
Relevância na Pesquisa
66.88%
Este trabalho de tese teve como objetivo o estudo por simulação computacional de processos de desacidificação por via física e de desodorização presentes na indústria de óleos vegetais. A modelagem foi desenvolvida tanto para o estudo dos processos em batelada como contínuo em regimes permanente e dinâmico. Para a descrição dos balanços de massa, energia e das relações de equilíbrio, são necessárias equações empíricas e/ou modelos preditivos para o cálculo das propriedades físicas dos componentes da mistura, como a pressão de vapor, calores específicos, entalpias de vaporização, coeficientes de atividade, coeficientes de fugacidade e propriedades críticas. Em vista da grande variedade de dados experimentais de pressão de vapor de compostos graxos disponível na literatura, a primeira etapa deste trabalho foi ajustar uma equação preditiva desta propriedade utilizando o conceito de contribuição de grupos. Em conjunto com o modelo UNIFAC (UNIquac Functional group Activity Coefficients), diversos dados de equilíbrio líquido-vapor de misturas binárias (ácidos graxos, ésteres graxos e triacilgliceróis) e multicomponentes (miscelas de óleo/solvente) foram preditos com sucesso utilizando um programa computacional desenvolvido para o cálculo do ponto de bolha. A segunda etapa foi estudar a desacidificação por via física em batelada...

Avaliação dos principios fitosterois em oleos vegetais e azeite; Evaluation of the main phytosterols in vegetable and olive oils

Claudia Aparecida Silva Almeida
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
66.99%
Foi otimizado e validado um método para determinação dos principais fitosteróis em óleos vegetais, utilizando cromatografia gasosa, eliminando-se a etapa preparativa por cromatografia em camada delgada preconizada no método oficial da AOCS. A etapa de extração dos fitosteróis foi otimizada utilizando um planejamento experimental rotacional completo 24, cujas variáveis estudadas foram: temperatura, tempo de saponificação, número de extrações e peso da amostra. Os resultados dos testes de recuperação, obtidos a partir de dois níveis de adição, variaram de 96 a 105% para o b-sitosterol, de 96 a 97% para o campesterol e de 101 a 103% para o estigmasterol. Os limites de detecção e de quantificação foram, respectivamente, 11,4 e 38,0 mg/100g para o b-sitosterol, 2,3 e 7,65 mg/100g para o campesterol e 1,95 e 6,5 mg/100g para o estigmasterol. A identificação dos picos foi confirmada por espectrometria de massas. O método otimizado foi também validado por comparação com a metodologia oficial da AOCS. O resultados não apresentaram diferenças significativas (p>0,05) entre os teores de estigmasterol e b-sitosterol obtidos pelas duas metodologias. Entretanto, foram observadas diferenças significativas (p<0,05) entre os resultados de campesterol sendo que...

Uso da espectrometria de massas como ferramenta metabolômica e controle de qualidade de óleos vegetais e gorduras animais; Use of mass spectrometry as a metabolomic tool and quality control of vegetable oils and animal fats

Maria Francesca Riccio
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.97%
Este trabalho direcionou-se ao controle de qualidade de óleos vegetais e gorduras animais pelo emprego de análise de baixa massa molecular pela técnica EASI-MS utilizando a ferramenta metabolômica. As matérias-primas graxas (óleos e gorduras vegetais e animais) e os produtos sintetizados a partir destes insumos são misturas complexas, com aplicações e valores agregados variados como por exemplo para a nutrição humana, aplicações industriais na produção de lubrificantes, biodiesel, plasticidas, surfactantes, entre outros. As técnicas disponíveis como Cromatografia gasosa (GC) com detector de ionização de chama (FID) ou acoplada a um espectrômetro de massas (GC-MS) tem sido as técnicas mais utilizadas para caracterizar óleos e gorduras, através da determinação da composição de ácidos graxos. Como a caracterização da composição graxa destas matrizes são muitas vezes restritas, exigindo a necessidade de procedimentos laboriosos como extrações, purificações que requerem muito tempo utilizamos neste trabalho uma recente técnica de ionização ambiente de espectrometria de massas: EASI-MS (easy ambient sonic-spray ionization mass spectrometry) na caracterização de óleos vegetais e gorduras animais que dispensa o emprego de processos de derivatização química e a separação cromatográfica. Neste trabalho aplicamos a metabolômica para elucidação de um conjugado de marcadores taxonômicos de óleos nunca observados ou analisados em conjunto antes...

Inovação tecnológica : o uso direto de óleos vegetais como vetor energético no Brasil

Melo, José Antonio Sales de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
66.94%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2009.; Estudo das condições de inserção de inovações tecnológicas em projetos selecionados de desenvolvimento energético que utilizam diretamente óleos vegetais para a produção de energia em motores diesel no Brasil, relacionando as políticas públicas associadas a estes projetos, o papel do Estado e das empresas envolvidas, checando as dificuldades de sua inserção na Matriz Energética Nacional, confrontadas com fontes fósseis tradicionais. Apresenta-se uma introdução histórica do uso do óleo vegetal como vetor energético e dos programas políticos brasileiros que apoiaram e apóiam o uso de óleos vegetais. Considerações técnicas sobre o uso direto dos óleos vegetais em motores diesel, e suas consequências, são analisadas para verificar a possibilidade técnica de implantação desta tecnologia. Exemplos significativos do uso direto de óleo vegetal em motores diesel no Brasil são analisados, onde se verificam quais os problemas normalmente encontrados e as soluções consideradas, buscando identificar as rotas tecnológicas destinadas à implantação dessas inovações tecnológicas. Descrevem-se também como as fontes de energia alternativa renováveis participam do planejamento energético brasileiro no médio e no longo prazo e se discute o conceito de desenvolvimento e desenvolvimento sustentável à luz do uso direto de óleos vegetais em motores diesel. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT; Study of the insertion conditions of technological Innovations in a selection of energy development projects which use straight vegetable oil as energy source in diesel engines in Brazil...

Utilização de óleos vegetais como bases lubrificantes

Matos, Paulo Roberto Rodrigues de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
67.05%
Dissertação (mestrado)—Univerdidade de Brasília, Instituto de Química, 2011.; A demanda dos óleos lubrificantes é cada vez maior na crescente economia brasileira. A utilização de bases vegetais em substituição às minerais poderá trazer benefícios socioeconômicos e ambientais para o país. O objetivo deste trabalho foi verificar a capacidade lubrificante de óleos vegetais e adequá-los em função do seu uso potencial como lubrificante, tendo em vista a variedade de aplicações possíveis. Espera-se com isso obter alguns lubrificantes de base vegetal específicos para aplicações industrial e automotiva. Em uma primeira etapa, foram determinadas as seguintes propriedades desses óleos: ponto de fluidez, ponto de fulgor, viscosidade cinemática, índice de viscosidade, espuma, demulsibilidade, índice de acidez total, densidade, cor ASTM e absorbância no U.V/VIS. Esses resultados foram tratados por meio do método estatístico de análise dos componentes principais, comparando os resultados de óleos vegetais com diversos óleos minerais e sintéticos, obtendo-se um panorama da similaridade entre as bases vegetais e minerais. Em seguida, foram realizados ensaios de estabilidade oxidativa, termogravimetria e análise térmica diferencial nos óleos que apresentaram maior proximidade nos estudos estatísticos. As análises térmicas foram realizadas em atmosfera inerte e oxidativa. Dessa forma...

Controlo de qualidade de óleos vegetais comercializados na região do Grande Porto

Freire, Dora Bertina Pacheco
Fonte: Porto : edição de autor Publicador: Porto : edição de autor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 2 vols.(tese+relatório); 30 cm
POR
Relevância na Pesquisa
67.04%
Resumo da tese: O trabalho que se apresenta é um estado de controlo de qualidade de óleos vegetais (estremes e alimentares, virgens e refinados) disponíveis para consumo humano no mercado português, num total de 69 amostras. Os óleos vegetais avaliados foram os seguintes: 29 óleos alimentares, 11 óleos de girassol), 10 óleos de soja, 5 óleos de milho, 5 óleos de amendoim, 2 óleos de palma, 2 óleos de sésamo, 1 óleo de avelã. 1 azeite virgem extra, 1 óleo de bagaço de azeitona, 1 óleo de grainha de uva e 1 óleo de noz. Os parâmetros de qualidade analisados foram: Indice de acidez, índice de peróxido, compostos polares e resistência à oxidação. Para melhor caracterizar os óleos vegetais do ponto de vista nutricional foram determinadas as composições em ácidos gordos e em esteróis. Simultaneamente confrontaram-se os resultados obtidos com as referências na rotulagem de cada amostra e com o cumprimento da legislação referente a estes produtos. A discussão dos resultados teve também em consideração a adequação nutricional de cada tipo de óleo vegetal avaliado. De uma maneira geral, os óleos vegetais estudados encontravam-se em conformidade com a legislação e com a respectiva rotulagem. No entanto...

Previsão de estabilidade de óleos vegetais através da rede de inteligência artificial

VALE,Cauê M.; ZAMBIAZI,Rui C.
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2000 PT
Relevância na Pesquisa
66.91%
Redes Neurais Artificiais são técnicas computacionais que se utilizam de um modelo matemático capaz de adquirir conhecimentos pela experiência; esse comportamento inteligente da rede provém das interações entre unidades de processamento, denominadas de neurônios artificiais. O objetivo deste trabalho foi criar uma rede neural capaz de prever a estabilidade de óleos vegetais, a partir de dados de suas composições químicas, visando um modelo para a previsão da shelf-life de óleos vegetais, tendo como parâmetros apenas dados de suas composições químicas. Os primeiros passos do processo de desenvolvimento da rede consistiram na coleta de dados relativos ao problema e sua separação em um conjunto de treinamento e outro de testes. Estes conjuntos apresentaram como variáveis dados de composição química, que incluíram os valores totais em ácidos graxos, fenóis, tocoferóis e a composição individual em ácidos graxos. O passo seguinte foi a execução do treinamento, onde o padrão de entrada apresentado à rede como parâmetro de estabilidade foi o índice de peróxido, determinado experimentalmente por um período de 16 dias de armazenagem na ausência de luz, a 65ºC. Após o treinamento foi testada a capacidade de previsão adquirida pela rede...

Comportamento de óleos vegetais em frituras descontínuas de produtos pré-fritos congelados

Del Ré,Patrícia Vieira; Jorge,Neuza
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.94%
Este estudo teve como objetivo avaliar algumas alterações de óleos vegetais (girassol, soja e milho), utilizado em sucessivas frituras de produtos pré-fritos congelados (batata palito e produto cárneo empanado (snacks). As frituras dos produtos foram conduzidas em fritadeira doméstica e com as seguintes condições controladas: temperatura de 180°C, relação superfície/volume de 0,3 cm-1 e tempo total de aquecimento de 12 h. Nas amostras dos óleos procederam-se as determinações analíticas: compostos polares totais, dienos conjugados, índice de ácido tiobarbitúrico (TBA) e medida da estabilidade oxidativa. Os resultados, em duplicata, obtidos das determinações analíticas foram submetidos às análises de variância, empregando um esquema fatorial, no delineamento inteiramente casual, de modo a determinar a influência dos fatores (produtos, óleos e tempos de fritura) sobre as alterações nos óleos. Os óleos vegetais utilizados nas frituras dos snacks apresentaram menores alterações do que os óleos utilizados para fritura das batatas. Os resultados mostraram que os óleos estudados, apesar das diferenças na composição em ácidos graxos, não apresentaram, em nenhuma análise, valores acima dos limites recomendados em alguns países para o descarte de óleos...

Perfil de ácidos graxos e teor de colesterol de mortadela elaborada com óleos vegetais

Yunes,João Felipe Ferraz; Terra,Nelcindo Nascimento; Cavalheiro,Carlos Pasqualin; Fries,Leadir Lucy Martins; Godoy,Helena Teixeira; Ballus,Cristiano Augusto
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.94%
Os objetivos deste trabalho foram avaliar o perfil de ácidos graxos e o teor de colesterol em mortadelas elaboradas com diferentes óleos vegetais. Nove tratamentos de mortadela foram elaborados com quatro diferentes óleos vegetais (canola, linhaça, oliva e soja), em dois níveis de substituição (50% e 100%). Os ácidos graxos e o teor de colesterol foram separados e identificados por cromatografia gasosa. Houve predominância dos ácidos graxos oleico, linoleico e palmítico. O teor de ácidos graxos saturados foi menor nos produtos que continham óleos vegetais. A relação PUFA/SFA foi menor no tratamento controle, enquanto que o maior valor foi observado no tratamento com 100% de óleo de linhaça. Os teores de colesterol encontrados foram semelhantes entre todos os tratamentos, sendo superior apenas no tratamento contendo 100% de óleo de soja. Logo, exceto o tratamento com 100% de óleo de soja, todos os outros tratamentos com óleos vegetais apresentaram uma melhor qualidade nutricional quando comparados com o controle.

Capacidade antioxidante total de óleos vegetais comestíveis: determinantes químicos e sua relação com a qualidade dos óleos

Castelo-Branco,Vanessa Naciuk; Torres,Alexandre Guedes
Fonte: Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.99%
A capacidade antioxidante total de óleos vegetais comestíveis é determinada por sua composição físico-química e pode estar associada a atributos de qualidade dos óleos, especialmente a sua bioatividade e possivelmente a sua estabilidade oxidativa. Este artigo apresenta os fundamentos dos ensaios de capacidade antioxidante total e avalia criticamente os ensaios aplicáveis na análise de óleos e os pontos críticos nas aplicações dos ensaios para a análise dessas amostras. Discute-se o potencial papel dos componentes químicos dos óleos comestíveis como determinantes da capacidade antioxidante total, assim como a possível relação da capacidade antioxidante com a bioatividade e a estabilidade oxidativa dos óleos. Finalmente, discutem-se evidências de que, caso seja sistematicamente investigado em trabalhos experimentais futuros, o uso de ensaios de capacidade antioxidante total na análise de óleos vegetais pode contribuir para integrar o conhecimento da composição química com a bioatividade e possivelmente com a estabilidade de óleos vegetais específicos. Dessa forma, os ensaios de capacidade antioxidante apresentam potencial para aplicação no controle da qualidade integral de óleos comestíveis.

Avaliação do potencial de aplicação de óleos vegetais como fluidos isolantes em transformadores de distribuição da rede elétrica

Stocco, Mônica Buffara Cecato
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
67.08%
Resumo: O setor elétrico vem buscando alternativas para a substituição do óleo mineral tradicionalmente utilizado como fluido isolante em transformadores de distribuição por fluidos biodegradáveis e renováveis. Existem, no mercado, óleos sintéticos biodegradáveis a base de ésteres que apresentam característica biodegradável, mas a utilização destes óleos no setor elétrico brasileiro é insignificante devido ao seu elevado custo. Mais recentemente, têm sido introduzidos óleos vegetais isolantes à base de ésteres naturais, denominados de fluidos ecologicamente corretos devido a sua característica biodegradável e renovável. O objetivo deste trabalho consistiu no estudo de diferentes óleos vegetais como matérias primas alternativas às usadas na fabricação de óleos vegetais isolantes comercialmente disponíveis no Brasil. Para isso foram escolhidos quatro tipos de óleos vegetais, a base de soja, girassol, arroz e mamona, denominados de OV-1, OV-2, OV-3 e OV-4. Estes óleos foram usados conforme recebidos e suas aracterísticas físico-químicas comparadas com as de produtos comercialmente disponíveis denominados de OVI-A (à base de soja) e OVI-B (mistura de óleos) e com as do óleo mineral isolante (OMI). Usando como metodologia a caracterização química e físico-química dos óleos...

Desenvolvimento de formulações cosméticas contendo óleos vegetais para proteção e reparação capilar; Development of cosmetic formulations with vegetable oils for hair care

Araújo, Lidiane Advíncula de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/04/2015 PT
Relevância na Pesquisa
67.04%
A fibra capilar está exposta a danos diários, como radiação solar, poluição, ato de pentear, higienização e fatores endógenos, além de tratamentos químicos, com o alisamento capilar. Assim, os produtos cosméticos possuem grande importância, uma vez que são desenvolvidos de forma a restaurar a fibra capilar danificada, que é mais porosa e hidrofílica, e proteger os cabelos de danos futuros. Os óleos vegetais destacam-se como importantes constituintes de produtos cosméticos, seguindo uma tendência mundial de incorporar ingredientes naturais em formulações para cuidados da pele e cabelos. Nesse contexto, o objetivo do presente trabalho foi desenvolver formulações cosméticas contendo óleos vegetais para a proteção e reparação capilar. Para tal, foram selecionados os óleos vegetais de abacate, argan e moringa, e desenvolvidas formulações contendo os óleos isolados ou associados, para aplicação em cabelos submetidos ao alisamento químico. Além disso, na etapa de pré-tratamento, foi incorporado um filtro solar às formulações. Em seguida, foi feito um direcionamento racional da escolha da formulação com maior potencial para ser utilizada nas etapas posteriores, usando a análise sensorial em mechas de cabelo e avaliação das propriedades mecânicas do fio. A formulação contendo a associação dos 3 óleos vegetais foi selecionada e...

Influence of Brazilian vegetable oils on mechanical resistence of hair fiber; Influência de óleos vegetais brasileiros na resistência mecânica da fibra capilar

Velasco, Maria Valéria; Balogh, Tatiana Santana; Kagiyama, Erica Junko Waki; Dario, Michelli Ferrera; Gama, Robson Miranda; Bedin, Valcinir; Baby, André Rolim
Fonte: Edições Universitárias Lusófonas Publicador: Edições Universitárias Lusófonas
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG; POR
Relevância na Pesquisa
66.91%
Associating the global trend of incorporating active compounds and plants in cosmetic formulations and the vast Brazilian biodiversity, the present work aimed to study the incorporation of Brazilian vegetable oils in hair conditioner formulations, evaluating the mechanical resistance of hair fibers. The following oils were incorporated into base formulations at 5.0 % (w/w): babassu, buriti, andiroba and pequi. The formulations were applied to samples of Caucasian hair, followed by several washing steps, then the evaluation of mechanical strength. It was found that there was no statistically significant difference in mechanical resistance between samples treated with oils and the control between the first and seventh wash cycles. This fact can be explained by the possible low penetration of oils into the cortex, a region responsible for the mechanical properties of the hair fiber, since the grease composition disfavors its diffusion. The common effects of vegetable oils on the cuticle, such as filling in cracks or cavities, lubrication, and increased protein hydrophobicity cannot be excluded. The oils tested in this work were not able to raise or protect hair tresses. However, additional studies are required in order to establish the effects of oil treatments...

Aplicação de metodos quimiometricos para analises de controle de qualidade de oleos vegetais utilizando espectroscopias no infravermelho e Raman

Rosangela Cristina Barthus
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/1999 PT
Relevância na Pesquisa
66.93%
O controle de qualidade dos óleos vegetais é extremamente importante para diversos setores industriais, como o de produtos alimentícios, cosméticos, tintas, vernizes e lubrificantes, entre outros. Para assegurar a qualidade destes óleos existem inúmeros métodos de controle. Neste trabalho, duas novas metodologias para o controle de qualidade de óleos vegetais foram propostas. O desenvolvimento destes métodos visa tomar as análises de controle de qualidade mais práticas e rápidas, além de não consumirem reagentes com alto grau de toxicidade. Na primeira metodologia foi proposta a determinação do nível total de insaturação de diversos tipos de óleos vegetais empregando calibração multivariada, mais especificamente o método dos mínimos quadrados parciais ( PLS ) a dados obtidos através de espectroscopia Raman. Foram obtidos bons resultados, comparáveis com o do método oficial da American Oil Chemist' Society ( AOCS ). Em uma segunda metodologia procurou-se caracterizar o processo oxidativo do óleo de soja de diferentes procedências utilizando cartas de controle de qualidade multivariadas (Te Q). Os dados utilizados para a construção destas cartas foram obtidos por espectroscopia no infravermelho médio através de medidas por reflectância total atenuada (ATR). Através destas cartas foi possível identificar óleos deteriorados e um óleo que não era de soja.; The quality control of vegetable oils is very important in several industrial sectors such as food products...