Página 1 dos resultados de 25126 itens digitais encontrados em 0.021 segundos

Dispositivos do Sistema Defensivo da Província do Norte do Estado da Índia, 1521-1739

Mendiratta, Sidh Daniel Losa
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
36.65%
A Província do Norte constituiu a primeira parcela do Estado da Índia com dimensão e profundidade territorial. Até então, a soberania portuguesa na esfera oriental do Império implantava-se apenas em posições costeiras – cidades ou fortificações – ou pequenas ilhas. Durante o período de existência do território, de 1534 a 1739, as suas quatro cidades desenvolveram extensas cercas abaluartadas cujos vestígios arqueológicos encontram-se ainda, na sua maior parte, em bom estado de preservação. Para além das suas quatro cidades costeiras, o território foi dotado de uma extensa rede de fortificações de menor dimensão e na qual se incluem estruturas de grande diversidade morfológica. Como consequência do modelo de ocupação e administração adoptado para o território, na primeira linha da sua defesa ou segurança estava uma abrangente rede de casastorre ou casas-senhoriais, muitas das quais foram fortificadas com posições de artilharia. Estas casas constituíam a residência rural dos foreiros portugueses, proprietários das aldeias respectivas. Também como consequência das características intrínsecas ao processo de apropriação territorial, surgiu uma rede considerável de estruturas religiosas afectas às ordens missionárias do Padroado...

A emergência do discurso cronístico em Gaspar Correia e Diogo do Couto : indícios de um (des)governo português na Índia quinhentista

Baptista, Maria Manuela Pinto Soares
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.65%
Dissertação de Mestrado em Estudos Portugueses Multidisciplinares apresentada à Universidade Aberta; A presente dissertação toma como objeto de estudo as obras Lendas da Índia e O Soldado Prático de Gaspar Correia e Diogo do Couto respetivamente, com o intuito de demonstrar o importante contributo destes trechos narrativos para a compreensão do enfraquecimento do império português no Oriente. Em segundo lugar, visa relacionar os dois cronistas que, apesar de terem vivido em circunstâncias temporais distintas, encontram-se ligados através da crítica analítica que empreenderam relativamente à Índia portuguesa, e cuja veracidade histórica advém dos factos presenciados e consequentes relatos narrados na primeira pessoa. O trabalho é também uma forma de divulgar dois autores que não são tão amplamente referenciados como, por exemplo, os casos de João de Barros ou Fernão Lopes de Castanheda, mas que nem por isso são de somenos importância. Assentando na temática da receção historiográfica à cronística da expansão, este trabalho encontra-se dividido em quatro capítulos. O primeiro capítulo dá a conhecer o perfil biobibliográfico dos dois cronistas, enquadrando-os no seu tempo, através da menção aos aspetos essenciais da conjuntura político-cultural e socioeconómica do reino português. O segundo capítulo contextualiza e descreve de forma sumária as Lendas da Índia...

Cecília Meireles e a Índia: das provisórias arquiteturas ao êxtase longo de ilusão nenhuma

Oliveira, Gisele Pereira de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 232 f.
POR
Relevância na Pesquisa
36.7%
Pós-graduação em Letras - FCLAS; The presence of India in Cecília Meireles’s biography is considerable. The relationship between the poetess and India presents itself both explicitly and implicitly in her writings: on one hand, there is the title Poems written in India, parallel to it there are a lot of chronicles and lectures about this country; on the other hand, dozens of poems allow the inference of premises, nuances, and themes related to Indian philosophical and religious thought, related to Hinduism and/or Buddhism. In this present analysis, we started up based on the premise that it is unavoidable both considering the poems on India (Indian sceneries, daily life and individuals), and the inventory of philosophical/religious aspects in the poems, by means of interpretative analysis, showing that India and Indian thought appear in Cecília’s poetry vertically and horizontally. In this light, we dedicate the first analytical sections to the country as a place at which Cecília devotes her attention, employ as background for several poems, and from where she elects some individuals about whom she writes. We approach, firstly, the relationship between Cecília and India, by looking at biographical data, travel chronicles and the analysis of the poem Hymn for peaceful India. Then...

Brasil e Índia : identidades autonomistas e a reconfiguração da identidade sul; Brazil and India : autonomous identities and the southern identity reconfiguration Brazil and India

Sandra Aparecida Cardozo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.65%
Este trabalho analisa como a interação entre Brasil e Índia nos anos 2000 tem relação com as trajetórias autonomistas dos dois países. Apoiado no construtivismo para execução do desenvolvimento do estudo, as políticas internacionais de cada um dos países são apresentadas, inicialmente, no decorrer de um longo período, incluindo o da Guerra Fria, onde se percebem os princípios, ideias e identidades autonomistas e críticas à estruturação do poder mundial. Na mesma perspectiva, a análise caminha para a exposição de posturas e atuações de Brasil e Índia, no mundo pós-Guerra Fria, e demonstra perante as mudanças das políticas internacionais de cada um, a preservação de posturas autonomistas, a defesa do multilateralismo e a participação dos países em desenvolvimento nas instâncias decisórias internacionais. Por fim, são expostas as principais formas de interações entre Brasil e Índia e suas posturas concertadas sobre grandes temas da agenda internacional. Argumenta-se que a aproximação entre Índia e Brasil, nos últimos anos, advém do conhecimento que cada país tem um do outro, da defesa de valores dos países em desenvolvimento, ou seja, a convergência de identidades que alavancam novas idéias e interesses. Estes elementos...

Relações Brasil-Índia (1947-1964) : a descolonização dos enclaves portugueses

Furtado, Rafael Arruda
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.68%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais, 2008.; O objeto da presente dissertação é analisar o primeiro período das relações entre Brasil e Índia. Uma observação histórica preliminar das relações entre os dois países permite dividi-la em dois grandes períodos temáticos: o primeiro, iniciado após a independência indiana, em 1947, caracterizado pela tensão diplomática gerada pelas discussões acerca da descolonização dos enclaves portugueses na Índia, dos quais o mais importante e conhecido era Goa; e o segundo, tendo início com a criação da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento - UNCTAD, em 1964, e com a mudança de rumo implantada pelo novo governo indiano, iniciado em 1966. A questão fundamental e central deste trabalho refere-se à participação brasileira na querela entre Portugal e Índia, tendo como foco particular investigar de que forma a tensão entre aquelas nações influenciou e tornou-se o principal tema das relações entre Brasil e Índia naquela época. A participação brasileira na questão teve importância fundamental. Após o rompimento das relações diplomáticas entre Portugal e Índia...

Shipwrecks of the Carreira da Índia, 1595-1623: sources for the study in Portuguese maritime history

Arnold, Torsten
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 ENG
Relevância na Pesquisa
36.71%
Tese de mestrado, História Marítima, Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2014; A presente dissertação de Mestrado em História, História Marítima pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e da Escola Naval, intitula-se “Shipwrecks of the “Carreira da Índia” (1595-1623) – Sources for the Study in Portuguese Maritime History” procura encontrar e analisar os fatores que causaram perda de embarcações da Carreira da Índia entre 1595 e 1623. Apesar da administração do comércio e navegação luso-asiático estar formalmente separada do império Habsburgo durante a União das Duas Coroas Ibéricas (1580-1640), as políticas hispanoeuropeias e, particularmente, em relação às Províncias Unidas e aos Países Baixos, influenciaram a vertente Portuguesa. Os naufrágios, seja na fase da viagem de ida ou de volta, ocorreram desde os primeiros dias da Carreira da Índia mas, o aparecimento das duas companhias privadas europeias, a Companhia Holandesa das Índias Orientais (fundada em 1602) e a Companhia Inglesa das Índias Orientais (fundada em 1600), pelas suas características de concorrência e luta pela supremacia do comércio de especiarias eurasiático, fez com que as perdas de embarcações portuguesas resultassem também de operações militares planeadas. Centrada na área geográfica do Canal de Moçambique...

Crescimento econômico da Índia antes e depois das reformas de 1985/1993

Barbosa, Marcel Jaroski
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
36.63%
Analisa-se as transformações da economia indiana nas últimas décadas à luz das reformas econômicas dos anos de 1980 e 1990. Elas possibilitaram superar um longo período de relativa estagnação, alcançando expressivas taxas de crescimento econômico. Durante o império mongol, a Índia possuía um grande setor têxtil, mas ao longo da dominação britânica o país desindustrializou-se e regrediu à fase agrícola. A industrialização foi retomada após 1947 e até meados da década de 1980 a Índia foi conduzida por políticas intervencionistas. O Estado desempenhou funções destinadas à iniciativa privada. Como resultado, entre 1950 e 1980, a Índia cresceu apenas 3,6% ao ano, em média. Diante deste cenário, deu-se início em meados nos anos de 1980 a primeira onda de reformas liberalizantes; posteriormente, nos primeiros anos da década seguinte, implementou-se a segunda onda de reformas. Embora elas se diferenciassem quanto à intensidade, ambas tinham por objetivo diminuir a interferência do governo na economia e possibilitar a abertura econômica da Índia. Assim, deste então, norteado por uma política de crescimento econômico voltado para fora, a Índia cresceu, em média, 4,6% ao ano na década de 1980, passando para 5...

Evolução das exportações e de seus determinantes nos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), nas últimas três décadas

Carvalho, Vinicius Spirandelli
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.67%
A dissertação tem como objetivo fundamental investigar o desempenho do setor exportador de economias emergentes selecionadas: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul (BRICS), a partir da identificação de seus principais determinantes. A análise econométrica baseada na decomposição de variância revelou que os fluxos de capitais (IDE) são relevantes para o desempenho das exportações para os cinco países do BRICS; resultado do esforço tecnológico (patentes) é importante para a Rússia, Índia e China; taxa de investimentos para o Brasil e África do Sul; taxa de câmbio para Brasil, Rússia, Índia e África do Sul; a proxy de crescimento para os principais parceiros comerciais é fundamental para as exportações chinesas; e por fim, educação se mostrou relevante apenas para o Brasil. Os modelos VEC de exportações estimados para Brasil, Índia, China e África do Sul indicam que os fluxos de capitais (IDE) são importantes no curto prazo (Brasil) e para os demais no longo prazo. Além disso, a taxa de câmbio real se mostrou estatisticamente significativa no longo prazo (cointegração) para Brasil e África do Sul, e para o ajuste de curto prazo, no caso chinês. A proxy de crescimento dos principais parceiros comerciais (TCPPC) é relevante no curto prazo para Índia e Brasil...

Climate change policy for India

McKibbin, Warwick J
Fonte: Universidade Nacional da Austrália Publicador: Universidade Nacional da Austrália
Tipo: Working/Technical Paper Formato: 293092 bytes; 352 bytes; application/pdf; application/octet-stream
EN_AU
Relevância na Pesquisa
36.67%
Revised Draft 30 April 2004. This was prepared for the Conference to celebrate 10 Years of ASARC to be held at the ANU April 27-28.; While the global environment waits for the world to reach some form of agreement on climate policy, developing countries such as India are entering a phase of higher economic growth. The decisions on investment in energy systems that will be made in India in coming years will have an important impact on global climate change over the coming century. This paper explores how action could be undertaken in India today, in a way that commits India to longer run goals for greenhouse emissions but does not raise the short run cost to the development process in India. The approach proposed is a modification of the McKibbin- Wilcoxen Blueprint for climate policy which relies on establishing property rights and markets in both short term and long term emission permits. The goal is to encourage long term investment decisions to move towards less carbon intensive activities. This approach could be unilaterally implemented in India. If successful it would not only reduce Indian carbon emissions but it would be an example for the entire developing world to follow and it might remove a key obstacle preventing the United States from implementing policies based on the argument that developing countries are not committed to taking action to reduce greenhouse emission. This paper outlines the recent history and prospects for carbon emissions in India. It also explores the various alternative economic instruments that might be used. The paper presents illustrative results for the consequences of a rise in the price for carbon in India based on a new version of the G-Cubed multi-country model that includes India. This simulation illustrates that an immediate increase in the price of carbon either through taxes or from entering a Kyoto style permit trading market could be very costly for India. Thus a credible commitment such as would be possible under the Blueprint is the best way to change investment incentives in India while at the same time give India time to develop before contributing to the cost of global greenhouse abatement.; no

Financial developments in India: should India introduce capital account convertibility?

Gupta, Desh; Sathye, Milind
Fonte: Universidade Nacional da Austrália Publicador: Universidade Nacional da Austrália
Tipo: Working/Technical Paper Formato: 151001 bytes; 352 bytes; application/pdf; application/octet-stream
EN_AU
Relevância na Pesquisa
36.65%
The objective of this paper is to examine whether India has reached a stage of financial development when full capital account convertibility could be introduced. In its report on capital account convertibility the Tarapore Committee provided a succinct and subtle definition: capital account convertibility is the freedom to convert local financial assets into foreign financial assets and vice-versa at market determined rates of exchange. It is associated with changes of ownership on foreign/domestic financial assets and liabilities and embodies the creation and liquidation of claims on or by the rest of the world. Capital account convertibility can be, and is, coexistent with restrictions other than on external payments. It also does not preclude the imposition of monetary/fiscal measures relating to foreign exchange transactions, which are of a prudential nature. (Reserve Bank of India, 1997) The issue is important because until the Asian crises of 1997-98, there was a growing consensus that free global financial flows were positive for all and more so for the developing countries. This was based on the proposition that it would help improve global allocation of financial resources. As the returns on capital were higher in developing countries...

Tom Thomas Remembered: A conversation with India Cruse-Griffin, student, colleague, friend

Cruse-Griffin, India
Fonte: Indiana University East Campus Library Archives Publicador: Indiana University East Campus Library Archives
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
EN_US
Relevância na Pesquisa
46.51%
India Cruse-Griffin talks about her teacher, mentor, and friend, Tom Thomas. This conversation provides a good description of Tom as Teacher and Mentor. India mentions his teaching methods, the inspiration and excitement he found in student art, and Tom as a mentor. India talks about how her art and experience as an artist grew with Tom's encouragement. This conversation enriches our understanding of Tom.; Indiana University East Campus Library Archives Indiana University East Office of External Relations

Gross violations of Duverger's law in India

Mayer, P.
Fonte: Sage Publications India Pvt Ltd Publicador: Sage Publications India Pvt Ltd
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 EN
Relevância na Pesquisa
46.39%
In his famous study of the impact of electoral regimes on party systems, Duverger suggested that two-party systems are always found to be associated with single-member constituencies where candidates are elected by a plurality of votes (Duverger, 1964). Many studies of what Rae called the political consequences of electoral laws have tended to confirm this well-known electoral ‘law’. A few studies (Betz, 2006; Chhibber and Murali, 2006; Diwakar, 2007, 2010), however, have drawn attention to India’s exceptionalism in terms of party aggregation. This article explores a relatively minor—and thus less-examined but nonetheless puzzling—aspect of Indian exceptionalism: the spectacular failure overall of candidates (and of minor parties) to conform to Duverger’s law. Since 1957, the first national election after States Reorganisation, the average number of candidates standing in Lok Sabha constituencies in all states has tended to rise. In 2004, for example, in all but four states there were more than 10 candidates per constituency in over 90 per cent of constituencies. In this article I explore why neither the mechanical nor the psychological processes commonly understood to be so compelling elsewhere exert significant influence in India. This suggests that there are hitherto unrecognized presuppositions to Duverger’s law.; Peter Mayer

A 'trade' passage to India: what alternatives does Australia have to pursue a free trade agenda with India?

Sebastian, Melanie
Fonte: Universidade Nacional da Austrália Publicador: Universidade Nacional da Austrália
Tipo: Relatório
Relevância na Pesquisa
36.67%
India is an emerging power in world diplomacy, culturally, economically, socially and politically. It has now been the subject of many scholarly articles and debate centres on how its emerging power will affect international relations in the 21st century. Australia, as middle power country, should involve itself in the vibrancy of India and be a part of India’s economic prowess. This can occur through a variety of means, including trade agreements of a bilateral, multilateral or regional manner. Australia has been a major player in the international multilateral system since the emergence of the General Agreement on Tariffs and Trade (GATT) in 1948 and the World Trade Organisation (WTO) in 1995. Australia claims its top priority is to liberalise trade through the multilateral agenda. However, this emphasis on the multilateral system is now altering with Australia’s pursuance of Free Trade Agreements (FTAs) in recent years seeing the emergence of preferential agreements with key economic partners. The World Trade Organisation is also collectively concerned as its member states resort to bilateral trade agreements over the multilateral system. This report is concerned with this shift in trade priority, specifically Australia...

India and Australia: unlikely strategic partners

Gugliotta, Marc
Fonte: Universidade Nacional da Austrália Publicador: Universidade Nacional da Austrália
Tipo: Relatório
Relevância na Pesquisa
36.63%
The purpose of this report is to shed light on an often forgotten regional actor, India. The strategic and security relationship between Australia and India, much like the wider relationship, has been largely neglected over the past fifty years. This was largely due to both countries finding themselves on opposite sides of the Cold War divide. In recent times, there has been a notable increase in relations. However, this has not translated into increased strategic and security cooperation. India is a very large nation with massive economic and military potential; it is a potential major power and is very aware of this. India is in a very important geographic area, spanning from the Persian Gulf to the Straits of Malacca. It's position on the western fringes of Southeast Asia and its naval power projection capabilities place it in a position to have a great impact on regional stability in that region. In addition, India is the world's largest democracy and has a recent history of pragmatic foreign policy and a pursuit for peace and stability. Comparatively, Australia, shares a very large western border with the Indian Ocean as well as a strategic interest in the stability of both the Indian Ocean and Southeast Asian region. Regional stability is a high priority for Australia in that no direct military threat to Australia exists. This means that the maintenance of this situation is of the highest priority to Australia. Thus...

Track 11 Diplomacy in the Asian Century: Australia, China & India

Theobald, Oliver
Fonte: Universidade Nacional da Austrália Publicador: Universidade Nacional da Austrália
Tipo: Relatório
Relevância na Pesquisa
36.66%
This report investigates the emerging role of track diplomacy in the Asian Century. The dramatic rise of India and China demands special consideration by Australian foreign policy makers, particularly within an uncertain era of shifting power realities in the Asia-Pacific. Asia is a region rife with territorial disputes and historical tensions and smaller powers, including Australia, look nervously and at times suspiciously at the rise of China and India. The need to respond to threats and alleviate rising tensions has created an opening for new actors to engage in non-traditional diplomacy. Track II diplomacy is a key example of non-traditional diplomacy and is considered an important diplomatic tool when negotiations break down at the official level. Track II diplomacy is believed to have already played an important role in preserving stability and forging regional identity in Southeast Asia. While there has been research on track II diplomacy in Southeast Asia, no research has investigated the role of track II diplomacy in developing Australia's relationship with China and India. This research utilises a case study method t o analyse the emerging role of Australian, Chinese and Indian institutes. The research shows that Australian institutes are proactive participants in track II diplomacy and they engage with a range of Asian countries...

Entre a fome e a burocracia : políticas públicas e a segurança alimentar na Índia

Tiburcio, James Augusto Pires
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
36.71%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Centro de Desenvolvimento Sustentável, 2015.; Esta pesquisa aborda políticas públicas de segurança alimentar e nutricional da República da Índia, especificamente o Sistema Público de Distribuição de Alimentos. A proposta deste trabalho de tese é apresentar e realizar uma análise crítica da segurança alimentar como campo de estudo e aplica-la ao caso da Índia, caracterizado pela complexidade e gigantismo de uma política de segurança alimentar e nutricional direcionada a 10 por cento da população mundial em um único Estado-Nação. A tese é direcionada e estruturada à volta de duas questões de fundo teórico e metodológico e uma de análise. A primeira questão teórica-metodológica é: a segurança alimentar e nutricional pode ser definida e medida objetivamente? A segunda questão teórica-metodológica: políticas públicas em geral e de segurança alimentar e nutricional especificamente podem ser analisadas quanto aos seus fundamentos? E a questão de propósito (fim) e análise: no contexto conceitual e empírico das questões teórico-metodológicas, o Sistema de Distribuição de Alimentos da Índia é socioeconomicamente e ambientalmente sustentável? Para responder a estes questionamentos...

Relações Brasil-Índia (1991-2006)

Vieira, Maíra Baé Baladão
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.65%
Esta pesquisa descreve acuradamente os eventos correspondentes ao relacionamento indo-brasileiro no período de 1991 a 2006, propondo uma periodização de quatro fases distintas. A primeira fase (1991-1995) está marcada pela mudança do paradigma indiano de inserção internacional, que fez com que aquele país, ampliando o escopo de suas relações internacionais, fomentasse o estreitamento das relações com o Brasil. A segunda fase do relacionamento, de 1996 a 1999, é caracterizada pelo aumento do interesse brasileiro em uma aproximação com a Índia. O período que abarca os anos 2000, 2001 e 2002 apresenta os primeiros frutos do esforço governamental mútuo, evidenciando o novo patamar que atingem as relações indo-brasileiras. O ano de 2003 confere diferenciada importância política a estas relações em função do surgimento do IBAS, do papel que passa a ser atribuído ao Brasil e à Índia nas negociações conclusivas da rodada de Doha na OMC, bem como do lançamento de suas candidaturas à membros permanentes do Conselho de Segurança das NaçõesUnidas. A análise das relações Brasil-Índia é realizada em três eixos: em relação ao comércio, são apresentados os desenvolvimentos do intercâmbio indo-brasileiro em termos bilaterais...

El interés estratégico de Estados Unidos en India, en el período comprendido entre 2000-2010

Rincón Montes, Catalina
Fonte: Facultad de Relaciones Internacionales Publicador: Facultad de Relaciones Internacionales
Tipo: info:eu-repo/semantics/bachelorThesis; info:eu-repo/semantics/acceptedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 28/02/2012 SPA
Relevância na Pesquisa
36.69%
A partir de la aprobación del Acuerdo Nuclear con fines civiles entre Estados Unidos e India en 2008, se evidencia un viraje contundente de la política exterior norteamericana hacia ésta nación asiática. Este hecho sin precedentes, que implicó para Estados Unidos dejar atrás más de 3 décadas de políticas de no proliferación nuclear y un cambio en su legislación, hace cuestionar cuál es el interés estratégico de Estados Unidos en India. En ese orden de ideas, el objetivo de la presente investigación, ha sido demostrar que dicho interés estratégico busca una alianza con India como un actor de peso en el tablero asiático, para contener el avance del poderío de la República Popular de China en la región, mediante la aplicación de tres dinámicas a través de India: 1) El fortalecimiento de los vínculos en seguridad con India dada su proyección y relevancia geopolítica, 2) El estrechamiento de los lazos comerciales impulsados por Estados Unidos para mejorar las condiciones económicas de India, para así contrarrestar el poder económico de China y su influencia política en la región, y 3), encontrando en India un ancla de la democracia en Asia, en contraste del modelo político socialista de China.; Since the approval of the Nuclear Agreement with civil uses between the United States and India in 2008...

Análisis de la influencia China, Rusia e India como potencias regionales, en las relaciones bilaterales entre Estados Unidos e India durante el periodo 2000-2008

Pinto Mejia, Alan Mauricio
Fonte: Facultad de Relaciones Internacionales Publicador: Facultad de Relaciones Internacionales
Tipo: info:eu-repo/semantics/bachelorThesis; info:eu-repo/semantics/acceptedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 17/08/2011 SPA
Relevância na Pesquisa
36.7%
Esta monografía surge del cuestionamiento sobre las razones que llevaron a Estados Unidos a desarrollar en muy corto tiempo una gran cantidad de relaciones, muchas de ellas de gran relevancia, con un Estado que generalmente careció de importancia dentro de su política exterior, India. Se plantea que la razón tras el surgimiento de dichas relaciones es la nueva distribución del poder en la región de Asia, la importancia de China y las nacientes relaciones entre China, Rusia e India.; This paper arises from the questioning of the reasons that led the U.S. to develop in a short time a lot of relationships, many of them of great importance, with a state that generally lacked importance in its foreign policy, India. We propose that the reason behind the emergence of such relations is the new distribution of power in the region of Asia, the importance of China and the emerging relationships between China, Russia and India.

Indialogs : Spanish journal of India studies

Fonte: Bellaterra Department of English of the UAB ; Spanish Association for Interdisciplinary India Studies, Publicador: Bellaterra Department of English of the UAB ; Spanish Association for Interdisciplinary India Studies,
Publicado em //2014 SPA; ENG
Relevância na Pesquisa
56.46%
The journal is a joint initiative of the Department de Filologia Anglesa i Germanística of the UAB and the Spanish Association of India Studies