Página 1 dos resultados de 8345 itens digitais encontrados em 0.058 segundos

Sistemas de classificação do conhecimento na filosofia e na biblioteconomia: uma visão histórico-conceitual crítica com enfoque nos conceitos de classe, de categoria e de faceta; Sistemas de classificação do conhecimento na filosofia e na biblioteconomia: uma visão histórico-conceitual crítica com enfoque nos conceitos de classe, de categoria e de faceta

Anjos, Liane dos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
75.9%
A análise dos sistemas de classificação do conhecimento na Filosofia e na Biblioteconomia sob um ponto de vista histórico-conceitual crítico com enfoque nos conceitos de classe, categoria e faceta foi desenvolvida a partir dos objetivos específicos de acompanhar e delinear a trajetória das classificações dos saberes (classes) e dos seres (categorias) à luz da Filosofia; averiguar as possíveis influências que as classificações filosóficas historicamente exerceram sobre as classificações bibliográficas tradicionais; e verificar de que modo os conceitos específicos de categoria, de classe e de faceta têm sido definidos no âmbito das classificações biblioteconômicas tradicionais. Trata-se de uma pesquisa do tipo exploratório-descritivo, embasada na literatura pertinente, oriunda de ambas as áreas do conhecimento em questão. A partir do levantamento bibliográfico construiu-se o referencial teórico, conduzindo à objetivação, análise, discussão e o aprofundamento do objeto. É possível afirmar que tanto os princípios das classificações filosóficas em relação aos saberes e em relação aos seres, quanto as próprias classificações que dividem os saberes e os seres, apresentam-se como construtos destinados a conhecer e disciplinar o conhecimento do ser e do saber. A influência das classificações filosóficas sobre as classificações bibliográficas reside no fato de que as classificações bibliográficas são adaptações das classificações do conhecimento ou das ciências. As bibliográficas...

A construção do conhecimento, as intervenções metodológicas e os novos saberes e fazeres na cultura digital rural

Porciúncula, Mauren Moreira da Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
75.85%
As tecnologias digitais de informação e comunicação estão modificando a nossa cultura, não só a urbana, como também a rural, principalmente com o surgimento da Agroinformática. Este momento histórico vem sendo denominado de Revolução Digital, ocasionando uma ruptura social entre cidadãos incluídos e excluídos digitalmente. Somente cumprindo os pré-requisitos de acesso, educacionais e mobilizadores, caracteriza-se o processo integral de inclusão digital. Nesta tese, o foco é algo que deve ser considerado primordial para a inclusão digital, mas que geralmente passa despercebido pela literatura da chamada Sociedade da Informação: a questão cognitiva. As questões para as quais se buscam respostas são: Como incluir digitalmente produtores rurais? Como ocorre a construção do conhecimento de produtores rurais? Que intervenção metodológica parece efetiva para a construção de suas habilidades e competências digitais? Que novos saberes e fazeres são apresentados durante e após os processos de inclusão digital? Embasada em concepções construtivistas sobre os processos de desenvolvimento e de aprendizagem, essa tese apresenta a construção do conhecimento em processos de inclusão digital no meio rural a partir do desenvolvimento de habilidades e competências digitais durante o desenvolvimento de Projetos de Aprendizagem. Através de uma pesquisa-ação...

A digitalidade e a exclusividade digital : como as diferentes áreas do conhecimento tratam destes fenômenos?

Pires, Fernando Paganella
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
95.92%
Objetiva identificar como a digitalidade e a exclusividade digital (a propriedade de não poder ser transformado em analógico sem perda de conteúdo ou de experiência ao ser utilizado ou acessado) são referenciadas em diferentes áreas do Conhecimento através de suas literaturas científicas. Adota a metodologia de Análise de Conteúdo e utiliza instrumentos de pesquisa criados com base na Lingüística Textual e na Terminologia. Chega aos resultados de que entre os textos que abordam a digitalidade, 71% trata, de fato, da exclusividade digital, e que o principal tipo de texto utilizado pelas diferentes áreas para tratar dos fenômenos pesquisados é o artigo de pesquisa original, excetuando-se a área do grupo Ciências Humanas e a Lingüística, Letras e Artes por utilizar preferencialmente textos de divulgação científica. Descobre que estes fenômenos são relacionados principalmente à metodologia de pesquisa das áreas Ciências Agrárias e Ciências Ambientais, enquanto estão relacionados principalmente a documentos digitais e sua preservação e a fenômenos sociais, como a pirataria, comunicação mediada por computadores e o e-business, nas áreas Ciências Sociais Aplicadas, na área do grupo Ciências Exatas e da Terra e as Engenharias e no grupo da área Ciências Humanas e a Lingüística...

Gestão do conhecimento nas empresas gaúchas líderes em inovação

Leão, Fabrício Schirmann
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
85.84%
Trata de um estudo que objetiva pesquisar de que forma as empresas gaúchas, líderes em inovação, fazem a Gestão do Conhecimento (GC). A proposta desse trabalho apresenta-se pelo fato de que a Gestão do Conhecimento é um processo utilizado para a inovação empresarial e ela se baseia no uso de ferramentas específicas e entende-se que a presença do bibliotecário se faz importante para o sucesso do processo de coleta, organização e disseminação deste conhecimento. Trata de um estudo exploratório de cunho qualitativo que permitiu descobrir quais ferramentas, profissionais e formas de estímulos estão envolvidos no processo de criação do conhecimento. Os dados foram coletados através de entrevistas estruturadas e gravadas presencialmente. Conclui-se que aplicação da Gestão do Conhecimento e as ferramentas utilizadas variam conforme o perfil da empresa e que nem todas obedecem um padrão preestabelecido encontrado na literatura. No que se refere às ferramentas, apontam diversas ferramentas colaborativas de Tecnologias da Informação (TI) e os agentes atuantes na GC são de diversas áreas do conhecimento, excluindo o profissional Bibliotecário nesta atividade. Recomenda algumas ações para incentivar a pesquisa nesta área e a fortalecer o papel do Bibliotecário neste processo.; Is a study that aims to research how the gaucho companies...

Avaliação do Programa de Apoio a Eventos no País-PAEP, como uma política pública de fomento à disseminação do conhecimento científico; Assessment of the program of support for events in the country – paep, a public fostering policy to dissemination of scientific knowledge

Oliveira, Marta Elias Ribeiro de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
75.85%
A disseminação do conhecimento científico é de suma importância para o desenvolvimento social, cultural e tecnológico de um país. Para isso existem programas de políticas públicas que investem na realização de eventos com essa finalidade. Este trabalho avaliou o Programa de Apoio a Eventos no País – PAEP, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – Capes, que entre os seus objetivos tem o de “apoiar eventos destinados à melhoria da formação de docentes para a educação básica e professores de cursos de pósgraduação”. Na fundamentação teórica deste trabalho foram utilizados três temas que caracterizam o objeto avaliado e o próprio processo avaliativo: comunicação científica, políticas públicas e avaliação de programas. Nesses estão ideias de diversos autores que se completam, interagem e subsidiam os assuntos discutidos nesta pesquisa. A metodologia adotada teve oito etapas: o planejamento do processo avaliativo; o mapeamento dos macroprocessos do PAEP para a identificação dos públicos externos e internos desse programa; elaboração e aplicação do questionário da pesquisa de opinião aos presidentes de eventos de educação básica e pós-graduação; coleta, análise e comunicação dos resultados sobre o nível de satisfação desses presidentes sobre o PAEP e as respectivas sugestões para a melhoria desse programa. Os resultados obtidos nesta tese estão sendo apresentados em um artigo...

Organização social do conhecimento : um estudo no contexto das universidades federais brasileiras

Silva, Patrícia Nunes da
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
75.95%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação, Departamento de Ciência da Informação e Documentação, 2012.; A pesquisa teve como objetivo caracterizar a organização social do conhecimento no contexto das universidades federais brasileiras, a fim de contribuir para o futuro desenvolvimento de classificações de áreas do conhecimento condizentes com a realidade acadêmica brasileira. A pesquisa tem caráter exploratório e foi realizado um estudo de caso. Foram descritos e analisados os modelos de organização institucional das dez universidades federais brasileiras selecionadas na amostra. A partir disso, se a organização social do conhecimento nessas instituições, relativamente à na CDU e à Tabela de Áreas do Conhecimento do CNPq. Da CDU foram selecionadas as classes de zero a três e da Tabela de Áreas do Conhecimento do CNPq, as áreas de Ciências Aplicadas e Ciências Humanas. Concluiu-se que há semelhanças entre as três estruturas e que fatores externos influenciam na definição da estrutura organizacional das universidades. Observou-se que essa é uma característica da Organização Social do Conhecimento...

Análise bibliométrica dos temas inteligência competitiva, gestão do conhecimento e conhecimento organizacional, no Repositório Institucional da Universidade de Brasília; Bibliometric analysis of themes competitive intelligence, knowledge management and organizational knowledge in Institutional Repository University of Brasília

Araújo Júnior, Rogério Henrique de; Perucchi, Valmira; Lopes, Paulo Roberto Danelon
Fonte: Escola de Ciência da Informação da UFMG Publicador: Escola de Ciência da Informação da UFMG
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
75.93%
Trata da análise dos temas Inteligência Competitiva (IC), Gestão do Conhecimento (GC) e Conhecimento Organizacional (CO), no Repositório Institucional da Universidade da Brasília (RIUnB), que está disponível em acesso aberto desde setembro de 2008. O objetivo é verificar a produção científica sobre as áreas de pesquisa, a partir dos documentos que constam no RIUnB. O método de trabalho consistiu nos estudos bibliométricos, a fim de se inteirar sobre a produção de trabalhos referentes ao conhecimento resultante do desenvolvimento de pesquisas no âmbito institucional, para conhecer a comunidade. Os resultados apontam para um crescimento notório desses temas na ciência da informação, com perspectiva de crescimento em outras áreas: administração, engenharia elétrica, educação e gestão social e trabalho, demonstrando sua potencial interdisciplinaridade; houve maior concentração de publicação nos temas gestão do conhecimento, conhecimento organizacional e inteligência competitiva, respectivamente, e existe uma concentração dessas publicações em três pesquisadores na comunidade da Faculdade de Ciência da Informação (FCI). Conclui-se que os temas são mais frequentes na área de ciência da informação...

Como poderia a Gerontologia, um campo multidisciplinar do saber, estar presente na Tabela das Áreas do Conhecimento do CNPq?

Prado,Shirley Donizete; Sayd,Jane Dutra
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
95.88%
Discutimos a possibilidade da inserção da Gerontologia na Tabela das Áreas do Conhecimento do CNPq num cenário em essa tabela vem sendo questionada na comunidade científica, particularmente no que se refere à inclusão de áreas multidisciplinares. A partir de Foucault, entendemos a Árvore do Conhecimento como uma taxonomia, um continuum, onde todas as áreas são colocadas lado a lado, mais próximas ou mais afastadas conforme semelhanças e diferenças entre si. Trata-se de um tratamento linear e finito que estabelece que uma determinada área do conhecimento só pode estar situada num ponto da parte da linha que corresponde a uma grande área. A Gerontologia caracteristicamente multidisciplinar não alcançou lugar nessa taxonomia institucionalizada, seja porque haveria problemas em relação a conceitos, interesses e projeto político em sua constituição como área do conhecimento, seja porque a taxonomia seria incompatível com a multidisciplinaridade. Concluímos que é possível conceber uma nova Tabela de Campos de Conhecimentos e de Saberes e proceder visualizações dos estudos sobre o envelhecimento e sobre toda e qualquer região dos conhecimentos e dos saberes na plenitude de sua muldisciplinaridade e de suas transformações ao longo dos tempos.

Análise bibliométrica dos temas inteligência competitiva, gestão do conhecimento e conhecimento organizacional, no repositório institucional da universidade de Brasília

Araújo Júnior,Rogério Henrique de; Perucchi,Valmira; Lopes,Paulo Roberto Danelon
Fonte: Escola de Ciência da Informação da UFMG Publicador: Escola de Ciência da Informação da UFMG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
75.89%
Trata da análise dos temas Inteligência Competitiva (IC), Gestão do Conhecimento (GC) e Conhecimento Organizacional (CO), no Repositório Institucional da Universidade da Brasília (RIUnB), que está disponível em acesso aberto desde setembro de 2008. O objetivo é verificar a produção científica sobre as áreas de pesquisa, a partir dos documentos que constam no RIUnB. O método de trabalho consistiu nos estudos bibliométricos, a fim de se inteirar sobre a produção de trabalhos referentes ao conhecimento resultante do desenvolvimento de pesquisas no âmbito institucional, para conhecer a comunidade. Os resultados apontam para um crescimento notório desses temas na ciência da informação, com perspectiva de crescimento em outras áreas: administração, engenharia elétrica, educação e gestão social e trabalho, demonstrando sua potencial interdisciplinaridade; houve maior concentração de publicação nos temas gestão do conhecimento, conhecimento organizacional e inteligência competitiva, respectivamente, e existe uma concentração dessas publicações em três pesquisadores na comunidade da Faculdade de Ciência da Informação (FCI). Conclui-se que os temas são mais frequentes na área de ciência da informação...

Estudo da produ????o cient??fica em gest??o do conhecimento e inova????o identificada na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Disserta????es (BDTD)

Rodrigues, Charles; Droescher, Fernanda Dias
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
75.89%
Analisa a produ????o cient??fica sobre Gest??o do Conhecimento e Inova????o, dispon??vel na Biblioteca Digital de Teses e Disserta????es (BDTD) do Instituto Brasileiro de Informa????o em Ci??ncia e Tecnologia (IBICT), no per??odo compreendido de janeiro de 2010 a junho de 2011. Fundamenta as principais abordagens e caracter??sticas da Gest??o do Conhecimento e da Inova????o. Por meio de uma pesquisa bibliogr??fica e documental, em um universo de 35.965 documentos, foram identificados 25 (entre teses e disserta????es), que continham os crit??rios pr??-definidos. As vari??veis de pesquisas foram: abordagens utilizadas; n??veis de p??s-gradua????o em que foram desenvolvidas; ??reas de concentra????o; ramos de atua????o das organiza????es pesquisadas; frequ??ncia de cita????o dos autores; e a natureza dos estudos. Conclui que os estudos sobre Gest??o do Conhecimento e Inova????o t??m sido tratados por meio de diferentes abordagens. Nas pesquisas sobre Gest??o do Conhecimento, sobressaem Aprendizagem Organizacional e Modelos Mentais. E sobre Inova????o, as abordagens Processo de Inova????o e Inova????o Radical. Quanto aos n??veis de p??s-gradua????o, encontraram-se 21 disserta????es e quatro teses. Quanto ??s ??reas de concentra????o, destaca-se a Administra????o...

Atributos para avaliação da qualidade da informação nos ambientes de intranet no contexto da gestão do conhecimento

Trindade, Ana Lúcia Batista
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
75.85%
As organizações estão vivendo o momento da era da informação e do conhecimento. Neste ambiente, a gestão do conhecimento (GC) pode ser considerada como um fator de diferenciação estratégica para as empresas, melhorando a capacidade das organizações para lidar com um ambiente complexo e que se modifica rapidamente. Neste contexto, a tecnologia da informação (TI) pode ser considerada como um dos elementos-chave na GC, para sustentar o conjunto de processos na transformação de conhecimento tácito em explícito e na criação de novo conhecimento, permitindo capturar, armazenar, categorizar, pesquisar e compartilhar de forma mais flexível e inteligente o conhecimento organizacional. A intranet pode ser considerada como uma tecnologia que suporta os sistemas de gestão de conhecimento, possibilitando o acesso à informação, facilitando a criação de conhecimento. Para as organizações de desenvolvimento de software, onde o conhecimento pode ser considerado como seu principal ativo, é importante adotar práticas e mecanismos de GC, utilizando a intranet como uma tecnologia para que o conhecimento relevante possa ser encontrado, integrado e compartilhado, apoiando as etapas do processo de desenvolvimento de software. No entanto...

Redes de conhecimento em ciências e o compartilhamento do conhecimento

Teixeira, Maria do Rocio Fontoura
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
95.85%
Esta Tese de Doutorado tem com tema principal o estudo das redes de conhecimento no campo científico, também entendidas como redes sociais, em suas relações internas e no tocante ao uso de fontes de informação. A metodologia de pesquisa se caracterizou sob a perspectiva cognitivista, descritiva, exploratória e qualitativa, realizada por meio de uma pesquisa de campo, baseada na amostragem não probabilística por conveniência com três turmas de alunos. Foram utilizadas matrizes, sociogramas e gráficos de mensuração das propriedades de centralidade e densidade das turmas, além da descrição e compreensão das redes de conhecimento. A metodologia específica foi a de Análise de Redes Sociais (ARS), que possibilitou a análise e avaliação das redes de conhecimento e as fontes de informação. Inicialmente, apresenta um olhar histórico com a finalidade de mostrar a emergência do estudo das redes de conhecimentos nas diferentes áreas do conhecimento e, por conseqüência, no âmbito das ciências. Faz um levantamento teórico acerca do conceito de redes, das redes sociais, das redes de conhecimento, do campo científico na perspectiva de Bourdieu, das fontes de informação e da educação em ciências. A sociedade atual caracteriza-se por ser uma sociedade conectada...

Organização e representação do conhecimento no contexto de gestão e avaliação: domínios interdisciplinares em ciência e tecnologia

Souza, Rosali Fernandez de; Silva, Roberta Pereira da
Fonte: Ufba Publicador: Ufba
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
75.85%
presente trabalho se insere na linha de investigação da organização e representação do conhecimento no contexto de gestão e avaliação de ciência e tecnologia. Objetiva investigar a natureza conceitual e de representação da interdisciplinaridade em classificações do conhecimento. Explora definições de interdisciplinaridade e outras inter-relações de domínios de conhecimento. Estuda modos de formação de assunto como base teórica para identificar interdisciplinaridade e analisa a área Multidisciplinar da tabela de áreas do conhecimento da CAPES como campo empírico de observação . Os resultados revelam definições não unívocas de interdisciplinaridade, mostram os modos de formação de assunto como válidos para a identificação de saberes interdisciplinares, e indicam a classificação por objetivo sócio-econômico como relevante para gestão e avaliação em ciência e tecnologia.; [en] The work belongs to the line of investigation of knowledge organization and representation in the context of management and evaluation of science and technology. The objective is to investigate conceptual nature and representation of interdisciplinary in knowledge classifications. It explores definitions of interdisciplinary and other inter-relations of knowledge domains. It studies the modes of subject formation as theoretical basis to identify interdisciplinary and analyses the Multidisciplinary area in CAPES classification areas of knowledge as empirical observation. The results reveal non-consensual definitions of interdisciplinary...

Organização e representação de áreas do conhecimento em ciência e tecnologia: princípios de agregação em grandes áreas segundo diferentes contextos de produção e uso de informação; Organization and representation of knowledge areas in science and technology: principles of aggregation in great areas according to different contexts of information production and use

Souza, Rosali Fernandez de
Fonte: UFSC Publicador: UFSC
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
85.95%
Também publicado na revista Encontros Bibli, v.11, n.21 especial, 2006. DOI 10.5007/1518-2924.2006v11nesp1p27; A Organização do Conhecimento é área tradicional de pesquisa e ensino em Ciência da Informação. Grande parte da literatura nesta área trata do processo, das atividades e dos instrumentos especialmente desenvolvidos no tratamento de documentos para armazenamento, disseminação, recuperação e uso em sistemas e serviços de informação. Os diferentes tipos e demandas de informação têm demonstrado a crescente diversidade em organização do conhecimento em outros contextos de aplicação. O presente trabalho é de natureza exploratória. Analisa exemplos de tabelas e esquemas de classificação em C&T com o objetivo de identificar agregações em nível de super-ordenação de áreas do conhecimento para diferentes necessidades de produção e uso de informação. Os instrumentos analisados foram: esquemas de classificação bibliográfica, tabelas de classificação de áreas do conhecimento para propósitos de comunicação em ciência, administração de programas de agências de fomento a para a produção de estatísticas nacionais. Apresenta também uma abordagem temática de classificação dos saberes no contexto da educação. Os resultados mostraram que há consenso na agregação de áreas em grandes áreas do conhecimento em C&T...

Organização e representação de áreas do conhecimento em ciência e tecnologia: princípios de agregação em grandes áreas segundo diferentes contextos de produção e uso de informação; Organization and representation of knowledge areas in science and technology: principles of aggregation in great areas according to different contexts of information production and use

Souza, Rosali Fernandez de
Fonte: UFSC Publicador: UFSC
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
95.95%
DOI 10.5007/1518-2924.2006v11nesp1p27; A Organização do Conhecimento é área tradicional de pesquisa e ensino em Ciência da Informação. Grande parte da literatura nesta área trata do processo, das atividades e dos instrumentos especialmente desenvolvidos no tratamento de documentos para armazenamento, disseminação, recuperação e uso em sistemas e serviços de informação. Os diferentes tipos e demandas de informação têm demonstrado a crescente diversidade em organização do conhecimento em outros contextos de aplicação. O presente trabalho é de natureza exploratória. Analisa exemplos de tabelas e esquemas de classificação em C&T com o objetivo de identificar agregações em nível de super-ordenação de áreas do conhecimento para diferentes necessidades de produção e uso de informação. Os instrumentos analisados foram: esquemas de classificação bibliográfica, tabelas de classificação de áreas do conhecimento para propósitos de comunicação em ciência, administração de programas de agências de fomento a para a produção de estatísticas nacionais. Apresenta também uma abordagem temática de classificação dos saberes no contexto da educação. Os resultados mostraram que há consenso na agregação de áreas em grandes áreas do conhecimento em C&T...

A emergência de novas áreas do conhecimento científico para a problemática socioambiental: o caso da engenharia ambiental e sua contribuição no contexto da região carbonífera catarinense

Souza, Gláucia Cardoso de
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
85.79%
Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação da Universidade do Extremo Sul Catarinense para a obtenção do grau de Mestre em Ciências Ambientais.; Engenharia ambiental A internalização das questões ambientais pelas instituições de ensino superior remonta aos anos 60, a partir dos alertas de algumas áreas do conhecimento científico em relação aos desequilíbrios ecológicos causados pelas atividades humanas. Nos anos 90, houve uma verdadeira explosão de cursos universitários ligados ao meio ambiente. Na região carbonífera catarinense, o curso de Engenharia Ambiental se insere no ano de 1999 em face de toda a problemática socioambiental derivada da atividade carbonífera. Nesse sentido, o presente trabalho problematiza a contribuição do profissional da Engenharia Ambiental no âmbito da região carbonífera catarinense, tendo em vista a existência do curso e as potencialidades de sua atuação para a melhoria da qualidade socioambiental regional. Quanto aos procedimentos metodológicos, o sujeito de pesquisa compreende o engenheiro ambiental formado entre os anos de 2004 e 2010 pela Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC). Para tanto, julgou-se pertinente a elaboração de dois instrumentos de coleta de dados: um questionário (primeira etapa) e um roteiro de entrevista estruturada (segunda etapa). Verificou-se que 65% dos egressos estão atuando na área ambiental...

Domínios científicos na UFRJ: mapeamento de áreas de conhecimento

Canchumani, Roberto Mario Lovón
Fonte: Universidade Federal do Rio de Janeiro / Insitituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia; Brasil; Ciência da Informação; Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação; UFRJ/ECO - IBICT Publicador: Universidade Federal do Rio de Janeiro / Insitituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia; Brasil; Ciência da Informação; Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação; UFRJ/ECO - IBICT
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
75.93%
In Brazil, most of the scientific activity is developed by graduate programs from public universities. The thematic diversity and structural complexity of these institutions make the identification of their profiles and academic standards a hard task. The study of scientific production, using scientific domain analysis, allows knowing how the scientific activities are configured and the various actors involved. Considering the research questions: how are the scientific domains of the UFRJ configured? Do they change over time? Do different domains interact with each other? This thesis aims mapping the scientific domains of one of the largest and most important educational and research institutions of the country, the Federal University of Rio de Janeiro (UFRJ), identifying the its main fields of expertise as well as the interactions between the different actors of its social body. It is a quantitative study that encompasses information related to the fields of knowledge and authorship from the scientific production of UFRJ’s graduate programs, which uses the network analysis technique based on the co-occurrence measures. The study investigated 44,233 records retrieved from the institutional database, EspaçoSIGMA.UFRJ, articles published in journals from 2001 to 2012. Data were organized and analyzed using Excel and Gephi software. The two sets of analysis...

Organization and representation of knowledge areas in science and technology: principles of aggregation in great áreas according to different contexts of information production and use; Organização e representação de áreas do conhecimento em ciência e tecnologia: princípios de agregação em grandes áreas segundo diferentes contextos de produção e uso de informação 10.5007/1518-2924.2006v11nesp1p27

Souza, Rosali Fernandez de; IBICT – Brasília- DF
Fonte: Departamento de Ciência da Informação – UFSC Publicador: Departamento de Ciência da Informação – UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 14/11/2007 POR
Relevância na Pesquisa
95.96%
this field mainly deals with the process, activities and instruments developed for the treatment of documents regarding storage, dissemination, retrieval and use in information systems. Different types and needs of information have demonstrated the diversity in knowledge organization in other application contexts. The present work has explanatory purpose. It analyses examples of tables and schemes of classification in science and technology aiming to identify aggregations of areas of knowledge at super-ordination level for different needs of information production and use. The instruments analysed were: bibliographical classification schemes, areas of knowledge classification tables for purposes of communication in science, science administration and production of statistics in science. It also presents a thematic approach of science in the context of education. Results showed that exists a consensus of areas of knowledge aggregation at super-ordination level, although the number and order of presentation may vary regarding the nature of the object to be represented, as well as the specific purpose of knowledge organization.; A Organização do Conhecimento é área tradicional de pesquisa e ensino em Ciência da Informação. Grande parte da literatura nesta área trata do processo...

Os mapas conceituais para a visualização de conceitos de áreas do conhecimento em unidades de informação Concept maps for visualization of concepts of knowledge in areas of information units

Rodrigues, Maria Rosemary; Cervantes, Brígida Maria Nogueira
Fonte: Associação Catarinense de Bibliotecários Publicador: Associação Catarinense de Bibliotecários
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 15/10/2012 POR
Relevância na Pesquisa
85.86%
Apresenta os resultados de estudo em que se analisa a contribuição dos Mapas Conceituais para a visualização das áreas do conhecimento em Unidades de Informação. Como objetivo geral analisa-se os aspectos teóricos e a contribuição de Mapas Conceituais para a visualização de conceitos de áreas do conhecimento em Unidades de Informação. Quanto à metodologia, caracteriza-se como descritiva e exploratória com abordagem qualitativa e quantitativa. Conclui-se que os Mapas Conceituais na Ciência da Informação podem colaborar com o campo da Organização do Conhecimento. Também pressupõe uma forma de organizar, representar e compartilhar o conhecimento. Os resultados alcançados permitem ampliar esse assunto.

Como poderia a Gerontologia, um campo multidisciplinar do saber, estar presente na Tabela das Áreas do Conhecimento do CNPq?

Prado,Shirley Donizete; Sayd,Jane Dutra
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
95.88%
Discutimos a possibilidade da inserção da Gerontologia na Tabela das Áreas do Conhecimento do CNPq num cenário em essa tabela vem sendo questionada na comunidade científica, particularmente no que se refere à inclusão de áreas multidisciplinares. A partir de Foucault, entendemos a Árvore do Conhecimento como uma taxonomia, um continuum, onde todas as áreas são colocadas lado a lado, mais próximas ou mais afastadas conforme semelhanças e diferenças entre si. Trata-se de um tratamento linear e finito que estabelece que uma determinada área do conhecimento só pode estar situada num ponto da parte da linha que corresponde a uma grande área. A Gerontologia caracteristicamente multidisciplinar não alcançou lugar nessa taxonomia institucionalizada, seja porque haveria problemas em relação a conceitos, interesses e projeto político em sua constituição como área do conhecimento, seja porque a taxonomia seria incompatível com a multidisciplinaridade. Concluímos que é possível conceber uma nova Tabela de Campos de Conhecimentos e de Saberes e proceder visualizações dos estudos sobre o envelhecimento e sobre toda e qualquer região dos conhecimentos e dos saberes na plenitude de sua muldisciplinaridade e de suas transformações ao longo dos tempos.