Página 8 dos resultados de 222 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Virtual simulation of the postsurgical cosmetic outcome in patients with pectus excavatum

Vilaça, João L.; Moreira, António H. J.; Rodrigues, Pedro L.; Rodrigues, Nuno F.; Fonseca, Jaime C.; Pinho, A. C. Marques de; Pinto, Jorge
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 12/02/2011 ENG
Relevância na Pesquisa
16.5%
Pectus excavatum is the most common congenital deformity of the anterior chest wall, in which several ribs and the sternum grow abnormally. Nowadays, the surgical correction is carried out in children and adults through Nuss technic. This technic has been shown to be safe with major drivers as cosmesis and the prevention of psychological problems and social stress. Nowadays, no application is known to predict the cosmetic outcome of the pectus excavatum surgical correction. Such tool could be used to help the surgeon and the patient in the moment of deciding the need for surgery correction. This work is a first step to predict postsurgical outcome in pectus excavatum surgery correction. Facing this goal, it was firstly determined a point cloud of the skin surface along the thoracic wall using Computed Tomography (before surgical correction) and the Polhemus FastSCAN (after the surgical correction). Then, a surface mesh was reconstructed from the two point clouds using a Radial Basis Function algorithm for further affine registration between the meshes. After registration, one studied the surgical correction influence area (SCIA) of the thoracic wall. This SCIA was used to train, test and validate artificial neural networks in order to predict the surgical outcome of pectus excavatum correction and to determine the degree of convergence of SCIA in different patients. Often...

Using the ethernet protocol for real-time communications in embedded systems

Carreiro, Francisco Borges
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
ENG
Relevância na Pesquisa
16.5%
Os Sistemas Computacionais de Controlo Distribuído (SCCD) estão muito disseminados em aplicações que vão desde o controlo de processos e manufactura a automóveis, aviões e robôs. Muitas aplicações são de natureza tempo-real, ou seja, impõem fortes restrições às propriedades subjacentes aos sistemas de controlo, gerando a necessidade de fornecer um comportamento temporal previsível durante períodos alargados de tempo. Em particular, dependendo da aplicação, uma falha em garantir as restrições pode causar importantes perdas económicas ou mesmo pôr vidas humanas em risco. Actualmente, a quantidade e funcionalidade dos modernos SCCD têm crescido firmemente. Esta evolução é motivada por uma nova classe de aplicações que requer maior demanda de recursos tais como aplicações de multimedia (por exemplo visão), bem como pela tendência em usar grande número de processadres simples e interconectados, em vez de poucos e poderosos processadores, encapsulando cada funcionalidade num único processador. Consequentemente, a quantidade de informação que deve ser trocada entre os nós da rede também cresceu drasticamente nos últimos anos e está agora atingindo os limites que podem ser obtidos por tradicionais barramentos de campo...

More than maternal sensitivity shapes attachment : infant coping and temperament

Fuertes, Marina; Santos, Pedro Lopes dos; Beeghly, Marjorie; Tronick, Edward
Fonte: New York Academy of Sciences Publicador: New York Academy of Sciences
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /06/2006 ENG
Relevância na Pesquisa
16.5%
The aim of this longitudinal studywas to investigate the effect of a set of factors from multiple levels of influence: infant temperament, infant regulatory behavior, and maternal sensitivity on infant’s attachment. Our sample consisted of 48 infants born prematurely and their mothers. At 1 and 3 months of age, mothers described their infants’behavior using the Escala de Temperamento do Beb´e. At 3 months of age, infants’ capacity to regulate stress was evaluated during Tronick’s Face-to-Face Still-Face (FFSF) paradigm. At 9 months of age, mothers’ sensitivity was evaluated during free play using the CARE-Index. At 12 months of age, infants’ attachment security was assessed during Ainsworth’s Strange Situation. A total of 16 infants were classified as securely attached, 17 as insecure-avoidant, and 15 as insecure-resistant. Mothers of securely attached infantswere more likely than mothers of insecure infants to describe their infants as less difficult and to be more sensitive to their infants in free play. In turn, secure infants exhibited more positive responses during the Still-Face. Infants classified as insecureavoidant were more likely to self-comfort during the Still-Face and had mothers who were more controlling during free play. Insecure-resistant exhibited higher levels of negative arousal during the Still-Face and had mothers who were more unresponsive in free play. These findings show that attachment quality is influenced bymultiple factors...

Dificuldades no aleitamento materno e influência no desmame precoce

Rocci,Eliana; Fernandes,Rosa Aurea Quintella
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2014 PT
Relevância na Pesquisa
16.5%
O estudo objetivou verificar o tempo médio do aleitamento materno exclusivo (AME) de crianças nascidas em Hospital Amigo da Criança (IHAC) e correlacioná-lo com as variáveis: estado civil, idade materna, peso do bebê, dificuldades na amamentação e orientações recebidas. Trata-se de estudo de coorte com amostra de 225 mães entrevistadas no puerpério mediato e no 15º, 30º, 60º, 120º e 180º dias após a alta, por telefone. O monitoramento do AME demonstrou mediana de 113 dias e que 34,1% das mães aleitaram exclusivamente por 180 dias. Houve correlação estatisticamente significativa entre o tempo de AME e dificuldades na amamentação. Não houve correlação entre o tempo de AME e as variáveis: estado civil, idade materna, peso do recém-nascido e orientações recebidas. Houve diferença significativamente maior de desmame aos 60 dias nas mulheres que tiveram dificuldade na pré-alta. O estudo demonstrou a influência positiva da IHAC na adesão das mães ao AME.

Mortalidade neonatal precoce relacionada a intervenções clínicas

Bittencourt,Rossana Marchese; Gaíva,Maria Aparecida Munhoz
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
16.5%
Estudo descritivo, transversal, que objetivou identificar a influência das intervenções clínicas realizadas na sala de parto e UTI Neonatal no óbito neonatal precoce em Cuiabá-MT, no ano de 2010. A coleta de dados foi feita em janeiro-fevereiro/2011, com base nos dados contidos nas declarações de nascidos vivos, declarações de óbito e prontuário hospitalares, sendo arquivados e tratados no programa SPSS versão 15.0. Dos 77 óbitos analisados, 94,7% dos bebês nasceram no hospital e mais de 70% morreram precocemente. As intervenções em sala de parto que se associaram ao risco de óbito precoce foram a reanimação cardiopulmonar e intubação; durante a internação, o cateter central de inserção periférica e a hemotransfusão associaram-se como fator de proteção para o óbito precoce. O conhecimento de práticas clínicas benéficas ou maléficas para a saúde do neonato é imprescindível para alcançar a qualidade do cuidado e, consequentemente, reduzir os óbitos neonatais, especialmente os precoces.

Serious game e-Baby: percepção dos estudantes de enfermagem sobre a aprendizagem da avaliação clínica do bebê prematuro

Fonseca,Luciana Mara Monti; Aredes,Natália Del’ Angelo; Dias,Danielle Monteiro Vilela; Scochi,Carmen Gracinda Silvan; Martins,José Carlos Amado; Rodrigues,Manuel Alves
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
16.5%
Objetivo: avaliar a opinião dos estudantes sobre a tecnologia educacional e-Baby. Método: estudo descritivo exploratório que teve como amostra 14 estudantes de enfermagem portugueses que utilizaram a tecnologia educacional digital e-Baby em um curso extracurricular. Para atender ao objetivo, a coleta de dados foi realizada por meio de um instrumento de opinião em escala do tipo Likert e com possibilidade de comentários pelos estudantes além de um instrumento de caracterização dos participantes. Resultados: os estudantes emitiram avaliações muito satisfatórias sobre o jogo e-Baby, variando desde aceitação no âmbito de usabilidade até sugestão de expansão para outros temas da Enfermagem. Conclusão: o serious game e-Baby pode ser considerado uma inovação didática e motivadora da aprendizagem e demonstra possuir interface adequada quanto aos aspectos do design e função educativa, provocando intensa interação entre o usuário e a ferramenta computacional.

Iniciativa Unidade Básica Amiga da Amamentação e sua relação com o aleitamento materno exclusivo

Alves,Ana Lúcia Naves; Oliveira,Maria Inês Couto de; Moraes,José Rodrigo de
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
16.5%
OBJETIVO : Analisar a prevalência do aleitamento materno exclusivo e sua associação com a assistência pela Iniciativa Unidade Básica Amiga da Amamentação. MÉTODOS : Estudo transversal, com dados da pesquisa sobre práticas alimentares no primeiro ano de vida conduzida nas campanhas de vacinação em Barra Mansa, RJ, em 2003 e 2006. Foram selecionadas as crianças < 6 meses, no total 589 em 2003 e 707 em 2006. Tomou-se por base o inquérito de 2006 para estimar a relação entre ser assistido pela Iniciativa Unidade Básica Amiga da Amamentação e a prática do aleitamento materno exclusivo. Variáveis de exposição que se mostraram associadas (p ≤ 0,20) ao desfecho na análise bivariada foram selecionadas para a análise múltipla. As razões de prevalência ajustadas foram obtidas por modelo de regressão de Poisson com variância robusta, segundo modelo conceitual hierarquizado. O modelo final foi composto por variáveis de exposição que obtiveram p ≤ 0,05. RESULTADOS : A prevalência do aleitamento materno exclusivo aumentou de 30,2% em 2003 para 46,7% em 2006. Baixa escolaridade materna reduziu o aleitamento materno exclusivo em 20...

Recomendações para a prática de exercício físico na gravidez: uma revisão crítica da literatura

Nascimento,Simony Lira do; Godoy,Ana Carolina; Surita,Fernanda Garanhani; Pinto e Silva,João Luiz
Fonte: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia Publicador: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
16.5%
Os exercícios físicos podem e devem ser recomendados para todas as gestantes saudáveis. Sua prática regular durante a gestação pode promover inúmeros benefícios físicos e psicológicos, além de não haver evidências de desfechos adversos para o feto e/ou recém-nascido, quando realizados em intensidade leve a moderada. No entanto, poucas gestantes aderem a essa prática e muitas ainda têm receios e dúvidas quanto à segurança da sua realização. Este artigo teve como objetivo a informação e a disseminação entre profissionais de saúde, que assistem às gestantes no Brasil, das atuais recomendações sobre exercício físico durante a gestação, baseadas nas melhores evidências científicas disponíveis. Diante da percepção de existirem poucos modelos sistematizados a respeito, e após a realização de vários estudos nesta área específica, reunimos informações práticas de interesse para os profissionais e gestantes. Ademais, incluímos recomendações quanto às indicações, contraindicações...

Aspectos perinatais relacionados à hemorragia intracraniana em recém-nascidos de muito baixo peso no Sul do Brasil

Silva,Lisandra Radaelli da; Iser,Betine Pinto Moehlecke; Tartare,Bianca; Bonetti,Heloise Serafin
Fonte: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia Publicador: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2015 PT
Relevância na Pesquisa
16.5%
OBJETIVO: Analisar a relação da via de parto e de outros aspectos perinatais com a ocorrência de hemorragia intracraniana em recém-nascidos de muito baixo peso em um Hospital Universitário do Sul do Brasil. MÉTODOS: Estudo de caso-controle. Foram analisados os prontuários de todos os recém-nascidos que nasceram com peso ≤1.500 g, no período de janeiro de 2011 a setembro de 2014, e que foram submetidos ao exame de ultrassonografia transfontanela. Foram selecionados como casos os que tiveram diagnóstico de hemorragia intracraniana e como controles, os que apresentaram exame normal. As diferenças entre os grupos foram avaliadas pelo teste t de Student, do χ2 ou exato de Fisher, e a medida de associação foi a odds ratio, com intervalo de confiança de 95% e α=5%. RESULTADOS: Foram registrados 222 nascimentos com peso ao nascer ≤1.500 g; desses, 113 foram submetidos à ultrassonografia transfontanela e puderam ser incluídos no estudo. Em 69 (61,1%) casos houve o diagnóstico de hemorragia intracraniana (casos) e 44 (38,9%) tiveram o exame de ultrassonografia transfontanela normal (controles). A maioria dos casos apresentou hemorragia grau I (96...

Designação sexual em crianças intersexo: uma breve análise dos casos de "genitália ambígua"

Guimarães,Anibal; Barboza,Heloísa Helena
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2014 PT
Relevância na Pesquisa
16.5%
Sob uma perspectiva ética, este trabalho tem como objetivo oferecer uma breve análise das recomendações terapêuticas que, no Brasil, são atualmente propostas para o diagnóstico de intersexualidade em crianças. A vertente explorada é a da “genitália ambígua”, considerada como uma das “anomalias da diferenciação sexual” (ADS). Salvo situações em que, de fato, existe risco de vida para os bebês diagnosticados como intersexo, não se verifica, na literatura internacional, consenso médico e institucional quanto à própria definição do que se denomina intersexo, nem tampouco quanto às recomendações terapêuticas propostas para o caso em questão. Cabe aos pais do incapaz, ou a seus responsáveis legais, a autorização para a realização de tais procedimentos. Dada a irreversibilidade que caracteriza alguns dos citados procedimentos, merecem atenção os relatos de pessoas intersexo que, em sua vida adulta, não reconhecem os benefícios físicos e psicossexuais que justificariam as intervenções sofridas em sua infância e adolescência.

Concepções de humanização de profissionais em Unidades de Terapia Intensiva Neonatal

Roseiro,Cláudia Paresqui; Paula,Kely Maria Pereira de
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
16.5%
Considerando-se a importância das estratégias de humanização e intervenção hospitalar no atendimento ao recém-nascido enfermo, esta pesquisa investigou a concepção de humanização da equipe de profissionais de três Unidades de Terapia Intensiva Neonatal da Região Metropolitana da Grande Vitória, Espírito Santo. Participaram do estudo 29 profissionais de saúde, entre médicos, enfermeiros, fonoaudiólogos, fisioterapeutas e técnicos de enfermagem, os quais responderam a roteiros de entrevistas semiestruturadas. Os dados das entrevistas foram processados pelo software Alceste e submetidos à Análise de Conteúdo. Concluiu-se que os profissionais compreendem o cuidado humanizado a partir do resgate da perspectiva afetiva, em oposição ao modelo médico-tecnicista de atenção à saúde, ou seja, com ênfase nos aspectos emocionais que envolvem sua relação com o bebê e com o trabalho em Neonatologia. A participação da família foi o aspecto mais relevante para os profissionais, que expressaram a importância da permanência dos pais na unidade de terapia e sua participação nos cuidados ao recém-nascido.

A constelação da maternidade na gestação adolescente: um estudo de casos

Martins,Letícia Wilke Franco; Frizzo,Giana Bitencourt; Diehl,Angela Maria Polgati
Fonte: Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo Publicador: Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
16.5%
O objetivo deste estudo foi investigar a constelação da maternidade no contexto da gravidez na adolescência. Foi utilizado um delineamento de estudo de caso coletivo, com a participação de três adolescentes grávidas, primíparas, que estavam no terceiro trimestre da gestação. Foi realizada uma análise de conteúdo qualitativa das entrevistas e os dados foram categorizados seguindo os quatro temas da constelação da maternidade: vidacrescimento, relacionar-se primário, matriz de apoio e reorganização da identidade. Por serem gestantes, as questões do tema relacionar-se primário apareceram fortemente ligadas às suas expectativas em relação à maternidade e ao bebê, porém algumas participantes demonstraram dificuldades em criar tais expectativas. A diferença mais marcante da constelação da maternidade entre as gestantes adolescentes se deu no tema da reorganização da identidade, no qual os aspectos mais salientados se referiram a uma reorganização e busca da identidade adolescente concomitante à passagem para o mundo adulto.

Bioética em reprodução humana assistida: influência dos fatores sócio-econômico-culturais sobre a formulação das legislações e guias de referência no Brasil e em outras nações

Leite,Tatiana Henriques; Henriques,Rodrigo Arruda de Holanda
Fonte: IMS-UERJ Publicador: IMS-UERJ
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
16.5%
Em 1978 nasceu oprimeiro bebê gerado por fertilização in vitro (FIV). A partir de então, as técnicas de reprodução assistida (TRA) começaram a se desenvolver e se transformar em uma realidade clínica no tratamento da infertilidade. No entanto, a reprodução assistida fez surgir grandes polêmicas de caráter moral e ético. Devido a essas divergências, alguns países optaram por regulamentar a reprodução assistida através de legislações específicas ou guias de referência. O objetivo deste trabalho é comparar as legislações ou guias de referências em reprodução humana assistida de diferentes países; mostrar as diferenças em relação às normatizações em TRA, levando em consideração aspectos sociais, financeiros, religiosos e culturais de nove países: Brasil, China, Egito, Índia (países com guia de referência) e Dinamarca, Israel, Itália, África do Sul, e Espanha (países com legislação específica). Foi realizada revisão da literatura entre 2006 e 2011, nos sites de buscas Cochrane BVS e PUB MED. Alguns documentos importantes referentes ao assunto foram adicionados à pesquisa. Os itens avaliados foram: existência de leis ou guias de referência para TRA...

Integralidade como uma dimensão da prática assistencial do enfermeiro no acolhimento mãe-bebê

Souza,Maria Helena do Nascimento; Paz,Elisabete Pimenta Araújo; Farias,Sheila Nascimento Pereira; Ghelman,Liane Gack; Mattos,Camille Xavier de; Barros,Rebecca Rodrigues de
Fonte: Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
16.5%
Este estudo teve como objetivo analisar a prática da integralidade no acolhimento mãe-bebê no contexto da atenção primária à saúde. MÉTODOS: Trata-se de um estudo transversal do tipo descritivo. Os dados foram coletados em prontuários de crianças atendidas por enfermeiras em uma unidade básica de saúde do Rio de Janeiro, nos anos de 2009 e 2011, com 421 e 275 registros, respectivamente. Os resultados mostraram que em ambos os anos mais de 70% das mães atendidas tinham idade entre 20 e 35 anos e que em 2011 houve um aumento significativo de registros de partos cesáreos, de crianças com icterícia fisiológica e da adesão das mulheres à prática do aleitamento materno exclusivo. Concluiu-se que as ações voltadas para a integralidade do cuidado à criança constituem uma das dimensões da prática do enfermeiro na atenção primária à saúde e contribuem para a melhoria da qualidade de vida da clientela atendida.

Fatores do pré-natal e do puerpério que interferem na autoeficácia em amamentação

Rodrigues,Andressa Peripolli; Padoin,Stela Maris de Mello; Guido,Laura de Azevedo; Lopes,Luis Felipe Dias
Fonte: Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
16.5%
O objetivo deste estudo foi analisar quais os fatores relacionados ao pré-natal e ao puerpério que interferem na autoeficácia em amamentação para as puérperas internadas em alojamento conjunto. Métodos: Pesquisa quantitativa, transversal, realizada com 322 puérperas, no período de dezembro de 2011 a março de 2012, com um instrumento composto pela Breastfeeding Self-Efficacy Scale-Short Form e um formulário para caracterização das puérperas. A análise bivariada foi efetuada no software Statistical Package for Social Science. Resultados: A maioria das puérperas apresentou alta autoeficácia na amamentação. Ocorreu associação estatisticamente significante da autoeficácia na amamentação com o fato de o bebê ter sido colocado para sugar após a primeira hora. Conclusão: A promoção da autoeficácia materna em amamentar deve ter início no pré-natal, ser estimulada precocemente na maternidade e acompanhada durante o puerpério e puericultura.

Avaliacao de fatores que interferem na amamentacao na primeira hora de vida

Pereira,Celia Regina Vianna Rossi; Fonseca,Vania de Matos; Oliveira,Maria Ines Couto de; Souza,Ivis Emilia de Oliveira; Mello,Rosane Reis de
Fonte: Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
16.5%
Objetivo: Investigar como o passo 4 da Iniciativa Hospital Amigo da Criança foi aplicado, avaliar a prevalência da amamentação na primeira hora após o nascimento e analisar os fatores associados à não amamentação neste período de vida. Métodos: Estudo transversal conduzido em alojamento conjunto de maternidade de alto risco na cidade do Rio de Janeiro, com entrevista com amostra de 403 puérperas. A Razão de Prevalência, com seu respectivo intervalo de confiança de 95%, foi estimada a partir de modelo com função de ligação complementar log log, através do programa SPSS15® . Resultados: A prevalência de amamentação na primeira hora após o nascimento foi de 43,9%. A análise multivariada evidenciou que foram protegidas contra a não amamentação na primeira hora de vida as mulheres de cor não preta (RP = 0,62; IC 95%: 0,42-0,90), multíparas (RP = 0,66; IC 95%: 0,47-0,93), que fizeram pré-natal (RP = 0,23; IC 95%: 0,08-0,67), com parto normal (RP = 0,41; IC 95%: 0,28-0,60), cujos bebês tiveram peso ao nascer igual ou superior a 2.500g (RP = 0,31; IC 95%: 0,11-0,86) e que receberam ajuda da equipe de saúde para amamentar na sala de parto (RP = 0...

Diálogo de pais e bebês em situação de risco ao desenvolvimento

Flores,Mariana Rodrigues; Souza,Ana Paula Ramos de
Fonte: CEFAC Saúde e Educação Publicador: CEFAC Saúde e Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
16.5%
Objetivo investigar as relações enunciativas estabelecidas entre pais e crianças com risco ao desenvolvimento infantil, sobretudo, os efeitos da presença do risco no processo de aquisição da linguagem. Métodos a amostra constituiu o estudo de três crianças que apresentaram risco ao desenvolvimento, acompanhadas de 0 a 18 meses a partir dos Indicadores de Risco ao Desenvolvimento Infantil, bem como, por filmagens da interação dos pais com as crianças. A análise dos dados considerou a perspectiva enunciativa proposta por Carmen Silva (2007, 2009) e a psicanalítica. Resultados nos três casos constatou-se dificuldade de separação da mãe com a criança o que refletiu no processo de semantização da língua, sobretudo, na ampliação dos possíveis interlocutores. Contudo, os sujeitos evidenciaram a possibilidade de domínio semiótico da língua tendo em vista que os três mecanismos enunciativos propostos por Silva (2007). Conclusões o estudo evidenciou que as dificuldades de separação mãe-bebê e a fragilidade da entrada da função paterna obstacularizaram a posição da criança na língua...

Caracterização do desenvolvimento da alimentação de crianças nascidas pré-termo entre três e 12 meses

Brusco,Thaísa Rodrigues; Delgado,Susana Elena
Fonte: CEFAC Saúde e Educação Publicador: CEFAC Saúde e Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
16.5%
Objetivo caracterizar o desenvolvimento da alimentação de um grupo de prematuros, entre três e 12 meses, nascidos em Canoas/RS, verificando o tipo de aleitamento, época de introdução da alimentação complementar, hábitos orais deletérios, orientações recebidas, dificuldades alimentares e perfil sociodemográfico. Métodos essa pesquisa foi avaliada e aprovada pelo comitê de ética da da ULBRA sob Nº. 2011-480H CEP-ULBRA. Trata-se de um estudo descritivo, quantitativo e transversal. Foi realizada entrevista com os responsáveis e avaliação de 32 crianças nascidas pré-termo que compareceram às consultas de seguimento em um hospital em Canoas. Resultados constatou-se que o aleitamento materno exclusivo foi realizado por apenas 37,5% (N=12) crianças e a média de duração foi de 31 dias. O oferecimento de líquidos apresentou introdução precoce; a introdução de pastosos foi realizada na época adequada e a introdução de sólidos foi realizada precocemente, considerando a idade cronológica das crianças. Os pais relataram que 53,1% (N=17) dos bebês possuíam dificuldades alimentares. Foi encontrada associação (p=0...

Alterações fonoaudiológicas em crianças com hipotireoidismo congênito: revisão crítica da literatura

Muñoz,Monica Barby; Dassie-Leite,Ana Paula; Behlau,Mara; Filho,Luiz de Lacerda; Hamerschmidt,Rogério; Nesi-França,Suzana
Fonte: CEFAC Saúde e Educação Publicador: CEFAC Saúde e Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
16.5%
O Hipotireoidismo Congênito (HC) é a doença endócrina congênita mais comum na infância e corresponde à deficiência de hormônios tireoidianos. Este artigo teve o objetivo de realizar uma revisão crítica da literatura, a respeito das possíveis alterações fonoaudiológicas relacionadas ao HC. Os descritores utilizados para a busca nas bases de dados eletrônicas PUBMED e MEDLINE foram: hypothyroidism OR congenital hypothyroidism AND voice OR hearing OR language. Foram incluídos estudos publicados até julho de 2011. As análises foram realizadas independentemente por dois dos pesquisadores, com posterior discussão e consenso sobre a inclusão. Dos 324 estudos localizados na análise inicial, apenas 20 compuseram a amostra final após o estabelecimento dos critérios de inclusão. Observou-se que há um número considerável de artigos sobre a linguagem de crianças com HC, embora com controvérsias no que se refere aos resultados das avaliações. Quanto à Audiologia, nos últimos anos houve uma redução no número de artigos que descrevem alterações auditivas em crianças com HC. Na área de Voz...

Atuação fonoaudiológica hospitalar junto a um processo de relactação e adoção: relato de caso

Santana,Maria da Conceição Carneiro Pessoa de; Moroni,Bárbara Cavalcante Silveira; Alpino,Luana de Lima; Porto,Vanessa Fernandes de Almeida
Fonte: CEFAC Saúde e Educação Publicador: CEFAC Saúde e Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
16.5%
Quando ocorre a morte materna de um recém-nascido, há a necessidade de alguém para substituir as funções da mãe. A equipe multiprofissional pode ajudar na escolha e na preparação da pessoa para tal finalidade. O fonoaudiólogo também tem papel fundamental neste processo, pois é responsável por desenvolver e aprimorar uma das principais funções do recém-nascido que é a sucção. Esse relato de caso tem por objetivo relatar a atuação fonoaudiológica no processo de adoção ocorrido em uma maternidade pública do estado de Alagoas. Trata-se de um relato de uma intervenção direcionada a um recém-nascido pré-termo, cuja mãe faleceu pouco tempo depois do seu nascimento. O acompanhamento foi realizado nas três etapas do Método Canguru e ocorreu por meio de intervenções direcionadas ao binômio mãe adotiva-recém-nascido e de orientações à equipe multiprofissional. O recém-nascido pré-termo do relato de caso teve alta sem alterações sensório-motoras orais, mamando ao seio materno e recebendo complemento por meio da relactação...