Página 7 dos resultados de 2551 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

Proteomic analysis of banana fruit reveals proteins that are differentially accumulated during ripening

Toledo, Tatiana Torres; Nogueira, Silvia Beserra; Cordenunsi, Beatriz Rosana; Gozzo, Fabio Cesar; Pilau, Eduardo Jorge; Lajolo, Franco Maria; Nascimento, João Roberto Oliveira do
Fonte: ELSEVIER SCIENCE BV; AMSTERDAM Publicador: ELSEVIER SCIENCE BV; AMSTERDAM
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
37.04%
Bananas (Musa spp.) are highly perishable fruit of notable economic and nutritional relevance. Because the identification of proteins involved in metabolic pathways could help to extend green-life and improve the quality of the fruit, this study aimed to compare the proteins of banana pulp at the pre-climacteric and climacteric stages. The use of two-dimensional fluorescence difference gel electrophoresis (2D-DIGE) revealed 50 differentially expressed proteins, and comparing those proteins to the Mass Spectrometry Protein Sequence Database (MSDB) identified 26 known proteins. Chitinases were the most abundant types of proteins in unripe bananas, and two isoforms in the ripe fruit have been implicated in the stress/defense response. In this regard, three heat shock proteins and isoflavone reductase were also abundant at the climacteric stage. Concerning fruit quality, pectate lyase, malate dehydrogenase, and starch phosphorylase accumulated during ripening. In addition to the ethylene formation enzyme amino cyclo carboxylic acid oxidase, the accumulation of S-adenosyl-L-homocysteine hydrolase was needed because of the increased ethylene synthesis and DNA methylation that occurred in ripening bananas. Differential analysis provided information on the ripening-associated changes that occurred in proteins involved in banana flavor...

Seqüência e caracterização molecular do cDNA de uma α-amilase expressa durante o amadurecimento da banana (Musa spp.); Sequence analysis and molecular characterization of an α-amylase cDNA expressed in the pulp of ripening banana

Vieira Junior, Adair
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/11/2001 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
Para a obtenção da seqüência completa do cDNA da α-amilase foi realizada a varredura de uma biblioteca de cDNA, utilizando-se iniciadores planejados a partir do consenso entre seqüências de DNA ou aminoácidos disponíveis em bancos de dados. Após a excisão do vetor pBK-CMV carregando o inserto, foram obtidos subclones e todos foram seqüênciados. Foi obtida uma seqüência clonada de 1971pb, contendo uma ORF de 1251pb, codificando uma proteina de 416 aminoácidos (aa). Esta proteína apresentou urn provável peptídeo sinal de 15 aa, peso molecular calculado de 45.080 Da e pI 5,84. A seqüência de bases obtida mostrou similaridade de 75% quando comparada corn genes de outras monocotiledôneas como arroz, milho, cevada e trigo. Para a seqüência de aminoácidos, deduzida a partir região codificadora, esta semelhança foi de ate 80%, mostrando-se altamente conservada. Os modelos das estruturas primária, secundária e terciária para a α-amilase de banana coincidem em diversos pontos com estruturas determinadas por cristalografia de raios X para α-amilases de outras espécies, incluindo a disposição espacial de resíduos catalíticos e de ligação de substrato e íons cálcio. Análises por northern e Southern blot sugerem que apesar da existência de uma família de genes corn múltiplas cópias...

Fatores influentes na tomada de decisão e organização dos sistemas de produção de base ecológica da banana no litoral norte do Rio Grande do Sul

Wives, Daniela Garcez
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.04%
A possibilidade da compreensão de como vivem os agricultores, quais são seus objetivos, conjunturas políticas e econômicas, valores, crenças e experiências no espaço no qual estão inseridos pode responder a questão que está estreitamente relacionada com a maneira como os agricultores organizam e pensam suas atividades produtivas. Entender por que e como os homens agem e, quais são as influências operando sobre suas ações norteou o tema deste estudo. A proposta central desta tese foi compreender como fatores internos influenciam a tomada de decisão dos agricultores. Para tanto, observou-se os sistemas de produção de base ecológica da banana no Litoral Norte do RS. Nesse sentido, foram feitas cinquenta e três entrevistas, que compuseram uma amostra não probabilística, e os dados gerados foram analisados por meio de ferramentas de leitura de paisagem, estatística descritiva e análise multivariada. Os resultados sugerem que a paisagem da Microrregião do Litoral Norte do RS tem uma matriz formada por duas unidades geomorfológicas, a Serra Geral e a Planície Costeira, e que essas apresentam quatro unidades de paisagem distintas: Platô, Alta Encosta - Escarpa, Média e Baixa Encosta e Planície Aluvial e de Barreira. A paisagem Marca é baseada em elementos como banana...

Aclimatação de mudas micropropagadas de bananeira (Musa spp.) cv. Grande Naine; Acclimatization on microprpgated banana plants (Musa spp.) cv. Grande Naine

Ciro Scaranari
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/08/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
passar por um período de aclimatação, pois não realizam eficientemente a absorção de luz, água e nutrientes. A aclimatação deve ser feita em casas de vegetação, onde as condições de umidade relativa do ar e luminosidade são favoráveis a um endurecimento gradual das plântulas, período este que, para bananeira, se divide em dois estágios: o primeiro, denominado pré-aclimatação ou berçário, no qual as plântulas permanecem sob reduzida intensidade luminosa e elevada umidade relativa do ar até atingirem altura mínima de 10 cm e o segundo, a aclimatação propriamente dita, sob maior intensidade de luminosidade até que atinjam padrões comerciais. O presente trabalho estudou o desenvolvimento de mudas durante o segundo estágio da aclimatação sob diferentes condições de luminosidade (plena, 70, 50 e 30% de superfície de cobertura com malha vermelha e 50% com malha preta, ambas sob filme plástico transparente de 100 ?m) associado a períodos de aclimatação (3, 6 e 9 semanas), em ambientes sob condições favoráveis de temperatura (ao redor de 28ºC, com mínimas a 18ºC e máximas a 34ºC), umidade relativa (acima de 75%), nutrição e irrigação controladas, tendo como variáveis físicas da planta, a altura e o diâmetro do pseudocaule...

Propriedades reologicas de doce de banana.; Rheological properties of candy banana.

Paulo Ferraz de Toledo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
Neste trabalho foram determinadas as propriedades reológicas do doce de banana em massa produzido com diferentes formulações contendo ou não sacarose, açúcar invertido e ácido cítrico. As concentrações destes ingredientes atenderam as exigências da certificação orgânica. Os ingredientes foram misturados no início do processo e a etapa de concentração foi realizada num tacho encamisado à pressão atmosférica até a concentração de sólidos solúveis de 74º Brix, com exceção das formulações sem sacarose cujas concentrações foram de 55º Brix. Foram realizados os testes reológicos de compressão: ruptura e relaxação da tensão. As medidas foram realizadas no aparelho TA-XT2 e os valores de força, tempo e deformação geraram as curvas tensão versus deformação e tensão versus tempo das quais foram obtidos os parâmetros para os modelos matemáticos para materiais viscoelásticos: modelos de Maxwell, Maxwell Generalizado de cinco e sete elementos, e de Peleg & Normand. Foi analisada a influência dos ingredientes e da composição nos valores ajustados destes parâmetros. Os produtos das formulações sem açúcar apresentaram os maiores valores do parâmetro Ee nos modelos de Maxwell, Maxwell generalizado e nos parâmetros k1 e k2 do modelo de Peleg & Normand. Este último modelo foi o que apresentou os mais altos valores de R2 e o modelo de Maxwell...

Determinação de parametros de qualidade em bananas utilizando espectroscopia no infravermelho e calibração multivariada; Determination of banana quality parameters by infrared spectroscopy and multivariate analysis

Luciana Viviani Gallo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
Neste trabalho foi desenvolvida uma metodologia analítica alternativa para a determinação de parâmetros de qualidade em bananas: pH, acidez titulável e Brix utilizando as espectroscopias no infravermelho médio e próximo em conjunto com calibração multivariada. A estratégia adotada foi obter os espectros na região do infravermelho próximo e médio do fruto e estabelecer um modelo de calibração multivariada, baseada no método dos mínimos quadrados parciais, para prever os diversos parâmetros. Foram utilizadas 54 amostras de banana, em diferentes estágios de maturação. Os espectros foram obtidos a partir da análise da polpa do fruto macerada, da solução obtida após a centrifugação da polpa, e pela técnica “Dry Extract Spectroscopy by infrared Absorption” (DESIR). Um total de 9 modelos foram propostos para a determinação dos parâmetros de qualidade e o melhor resultado para a determinação de pH foi na região do infravermelho médio utilizando a técnica DESIR, com erro médio de 1,32%. Já para a acidez, o melhor modelo obtido foi na região do infravermelho próximo utilizando DESIR, com erro relativo médio de 6,20%. O parâmetro brix apresentou melhores resultados na região do infravermelho médio através da análise da solução...

Aproveitamento de residuo da banana (casca e coroa), cultivar nanição, Musa cavendishu, para uso em panificação

Sonagli, Marluce
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 48f.| il
Relevância na Pesquisa
37.04%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciencias Agrarias; Visando o aproveitamento dos resíduos da banana (casca e coroa), cultivar nanicão, Musa cavendishii L., foi proposta sua utilização como farinha para panificação. O resíduo foi submetido ao processo de branqueamento, secagem em estufa e moagem. A farinha obtida foi analisada quanto as características físico-química e microbiológica, e calculado seu valor calórico. Os pães foram elaborados com as farinhas de resíduo: trigo nas proporções de 10:90, 15:85 e 20:80, respectivamente, e suas características fisico-química e microbiológica baseadas na Legislação vigente. A análise sensorial dos pães foi realizada com 102 voluntários, em supermercado, aplicando-se o teste da escala hedônica facial com 05 expressões. Os resultados das análises fisico-químicas e microbiológicas demonstraram que a farinha de resíduo encontra-se dentro das normas estabelecidas pela Legislação em vigor para outros tipos de farinhas, com exceção do teor de resíduo mineral fixo, considerado superior. As análises fisico-química e microbiológica dos pães apresentam-se dentro dos limites estabelecidos para outros tipos de pães, já que este produto não contém parâmetros legais. A análise sensorial...

Avaliação das atividades cicatrizante e antitumoral de extratos provenientes da casca de banana cultivar Prata Anã (Musa spp)

Pereira, Aline
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 156 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.04%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia, Florianópolis, 2010; Na medicina popular brasileira, a casca de banana tem um histórico de uso na cura de lesões por queimadura. Compostos antioxidantes têm sido isolados de diferentes fontes naturais e possuem um papel importante na prevenção e cura de doenças, como o câncer por exemplo. O objetivo deste estudo foi avaliar os extratos provenientes da casca de banana (Musa spp.) (EBAQ: extrato bruto aquoso; EBHE: extrato bruto hidroetanólico; ESC: extrato derivado de extração supercrítica) no processo de cicatrização de lesões, considerando seu potencial antioxidante, e quanto a sua atividade antitumoral in vitro e in vivo. Para avaliar o potencial cicatrizante dos extratos, camundongos isogênicos Balb/C (peso 20 ± 2g, n = 6) foram submetidos ao modelo de excisão e foram divididos em grupo controle negativo (CN), que receberam topicamente água durante 3, 6, 9, 12 e 15 dias, grupo controle positivo (CP), que receberam topicamente solução de alantoína (50 mg/kg/dia) durante 3, 6, 9, 12 e 15 dias e grupos tratados topicamente com os EBAQ e EBHE (50 mg/kg/dia), conforme os grupos controle. O potencial cicatrizante e as defesas antioxidantes foram avaliados. Os resultados foram estatisticamente significativos quando comparados com os grupos CN e CP. Os tratamentos com EBAQ e EBHE foram capazes de diminuir o período de epitelização e a cicatrização das lesões se deu em 9 dias...

Proteomic analysis of banana fruit reveals proteins that are differentially accumulated during ripening

Toledo, Tatiana Torres; Nogueira, Silvia Beserra; Cordenunsi, Beatriz Rosana; Gozzo, Fabio Cesar; Pilau, Eduardo Jorge; Lajolo, Franco Maria; Oliveira do Nascimento, Joao Roberto
Fonte: Elsevier; Amsterdam Publicador: Elsevier; Amsterdam
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
37.04%
Bananas (Musa spp.) are highly perishable fruit of notable economic and nutritional relevance. Because the identification of proteins involved in metabolic pathways could help to extend green-life and improve the quality of the fruit, this study aimed to compare the proteins of banana pulp at the pre-climacteric and climacteric stages. The use of two-dimensional fluorescence difference gel electrophoresis (2D-DIGE) revealed 50 differentially expressed proteins, and comparing those proteins to the Mass Spectrometry Protein Sequence Database (MSDB) identified 26 known proteins. Chitinases were the most abundant types of proteins in unripe bananas, and two isoforms in the ripe fruit have been implicated in the stress/defense response. In this regard, three heat shock proteins and isoflavone reductase were also abundant at the climacteric stage. Concerning fruit quality, pectate lyase, malate dehydrogenase, and starch phosphorylase accumulated during ripening. In addition to the ethylene formation enzyme amino cyclo carboxylic acid oxidase, the accumulation of S-adenosyl-L-homocysteine hydrolase was needed because of the increased ethylene synthesis and DNA methylation that occurred in ripening bananas. Differential analysis provided information on the ripening-associated changes that occurred in proteins involved in banana flavor...

Variation of physical properties of banana along drying for cvs. Musa nana and Musa cavendishii

Barroca, Maria João; Guiné, Raquel
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2013 ENG
Relevância na Pesquisa
37.04%
Bananas from two different cultivars, Musa nana and Musa cavendishii, were dried by hot air at two different temperatures (50 ºC and 70 ºC) with the purpose of comparing their properties with the corresponding fresh products. Along the drying process, it was possible to conclude that bulk density of both types of banana increased as the water content was diminishing. The results also indicate that drying originated darker products when compared to the fresh ones, with lower L* (luminosity) and b* (yellowness) and with higher a* (intensification of reddish color). These results were obtained for both cultivars under study and the two hot air temperatures (50 ºC and 70 ºC). With respect to texture, it was observed a reduction of hardness, with drying at 70 ºC, higher than 60 % for the two banana varieties, when compared with the fresh fruits. In addition, the values of cohesiveness and springiness are similar among the fresh and dried state, independently of the banana variety and the temperature of drying.

Nutritional potential of green banana flour obtained by drying in spouted bed

Bezerra,Carolina Vieira; Rodrigues,Antonio Manoel da Cruz; Amante,Edna Regina; Silva,Luiza Helena Meller da
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 EN
Relevância na Pesquisa
37.04%
This study evaluated the chemical composition of peeled and unpeeled green banana Cavendish (AAA) flour obtained by drying in spouted bed, aiming at adding nutritional value to food products. The bananas were sliced and crushed to obtain a paste and fed to the spouted bed dryer (12 cm height and T = 80 ºC) in order to obtain flour. The flours obtained were subjected to analysis of moisture, protein, ash, carbohydrates, total starch, resistant starch, fiber. The green banana flours, mainly unpeeled, are good sources of fiber and resistant starch with an average of 21.91g/100g and 68.02g/100g respectively. The protein content was found in an average of 4.76g/100g, being classified as a low biological value protein with lysine as the first limiting amino acid. The results showed that unpeeled green banana flour obtained by spouted bed drying can be a valuable tool to add nutritional value to products in order to increase their non-digestible fraction.

Processamento térmico de purê de banana (Musa cavendishii, Lamb.) em embalagens flexíveis esterilizáveis

CARVALHO FILHO,Celso Duarte; MASSAGUER,Pilar Rodrigues
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/1997 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
O objetivo deste trabalho foi estabelecer as condições de processo térmico de purê de banana, variedade "nanica", em bolsas esterilizáveis porção individual (130 x 170mm). Os frutos foram selecionados, aquecidos a 98°C/5min. para inativação enzimática, separadas as sementes e fibras num despolpador com malha de 0,08cm de diâmetro e depois o purê foi embalado nas bolsas sob um vácuo de 25mmHg, resultando em média 2,7ml de ar residual por bolsa. Em seguida as bolsas foram processadas sem agitação e em posição horizontal numa autoclave horizontal, a 115°C/158KPa, com imersão total de água quente. O tempo de manutenção do processo foi de 7,5min. Inicialmente foi utilizado o Clostridium butyricum como microrganismo alvo do processo, entretanto, observou-se que esta bactéria apresentara uma resistência térmica em purê de banana (pH 4,6) um pouco menor que o valor estimado para o Clostridium botulinum, D115=0,183min. e D115=0,236min respectivamente, sendo assim, o C. botulinum foi escolhido como microrganismo alvo da esterilização do produto. O valor de F121,1°C aplicado foi de 0,64min. para causar 12 reduções decimais, calculado segundo PFLUG (1985) para um pH de 4,6, e verificado pelo método geral. Este valor somente foi considerado para a fase de aquecimento...

Influência do ácido giberélico na degradação do amido durante o amadurecimento da banana

Rossetto,Maria Rosecler Miranda; Lajolo,Franco Maria; Cordenunsi,Beatriz Rosana
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2004 PT
Relevância na Pesquisa
37.04%
O ácido giberélico (GA3) tem sido estudado com particular interesse na pós-colheita, pois melhora a qualidade e retarda a senescência dos frutos através de um complexo mecanismo de sinalização, interligado à atividade de enzimas responsáveis pelo processo do amadurecimento. Este hormônio vegetal, quando aplicado exogenamente, desempenha um papel importante no atraso da atividade de enzimas de parede celular, na síntese de carotenóides, degradação da clorofila e, em mangas, o GA3 diminuiu a atividade de amilases e peroxidases. A banana, fruto climatérico, tem como principal fonte de energia o amido. Este polissacarídeo é reduzido durante o climatério de teores que variam de 12 a 20%, dependendo da cultivar de banana, a menos de 1%, e o teor de sacarose pode aumentar até 12 vezes quando a fruta está amadurecida. No metabolismo de hidrólise do amido, as amilases parecem desempenhar um papel fundamental no início desta degradação, pois acredita-se que só endoamilases são capazes de atacar grânulos inteiros, fornecendo substrato para atuação de outras enzimas até a formação de açúcares. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da infiltração de giberelina A3 em fatias de banana no amadurecimento e degradação do amido. Observou-se que o fitohormônio não interferiu no climatério respiratório...

Granules morphology and rheological behavior of green banana (Musa cavendishii) and corn (Zea mays) starch gels

Izidoro,Dayane Rosalyn; Demczuk Junior,Bogdan; Haminiuk,Charles Windson Isidoro; Sierakowski,Maria Rita; Freitas,Renato João Sossela de; Scheer,Agnes de Paula
Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2007 EN
Relevância na Pesquisa
37.04%
In this work, it was used starch obtained from green banana (Musa cavendishii) and commercial corn (Zea mays) starch in order to compare the granule morphology and the rheological behavior of these gel-starches. Images of starch granules morphology were obtained from scanning electron microscope (SEM). The banana starch granules presented an oval and ellipsoidal shape with irregular diameters. Neverthless, the granules of corn starch showed a poliedric shape, with different sizes. The rheological behavior of gel starch solutions showed a non-newtonian character with a pseudoplastic behavior. Herschel-Bulkley model gave a good description on the rheological behavior of the gel starch. Banana gel-starch solutions showed higher values of shear stress and apparent viscosity when compared with corn gel-starch solutions. A progressive decrease in shear stress and viscosity occurred with the addition of sodium chloride and sucrose.

Caracterização fisica e quimica de banana tipo terra da variedade Maranhão em três estádios de maturação.

HANSEN, O. A. de S.; FONSECA, A. A. O.; VIEIRA, E. L.; CARDOSO, R. M. de C. B.; BITTENCOURT, N. S.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 21., 2010, Natal. Frutas: saúde, inovação e responsabilidade: anais. Natal: Sociedade Brasileira de Fruticultura, 2010. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 21., 2010, Natal. Frutas: saúde, inovação e responsabilidade: anais. Natal: Sociedade Brasileira de Fruticultura, 2010.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.04%
A banana por apresentar um padrão de respiração climatérica pode ser colhida antes do completo amadurecimento. Esse padrão é caracterizado pelo aumento da taxa respiratória e da produção de etileno durante o climatério. È nesta fase que se iniciam as principais alterações na fruta tais como pigmentação amarela da casca, amaciamento da polpa e mudanças no sabor e aroma característicos da banana madura (Medina & Pereira, 2004). Tradicionalmente, o grau de maturação das bananas inclusive dos tipos terra tem sido fortemente ligado a mudança de cor da casca (Palmer, 1971) e comparada através de cartas de cores para acompanhar a sua maturação. Entretanto, devido a altas temperaturas e baixa umidade relativa às frutas retém a cor verde de sua casca enquanto que a maturação interna já começou Dadzie & Orchard (1997). Portanto, o uso da combinação de indicadores de maturação externa e interna é essencial para a definição de parâmetros que possam indicar o correto ponto de colheita antes de ocorrer a abscisão. Este conhecimento poderá ajudar o setor produtivo no planejamento de colheitas com bananas de melhor qualidade e vida de prateleira mais prolongada; bem como a destinação mais apropriada nos diversos setores do processamento. Nesse sentido...

Avaliação sensorial de geleia mista de araçá-boi com banana.

SILVEIRA, S. M. da; VIANA, E. de S.; JESUS, J. L. de; FONSECA, M. D. da; SANTANA, F. A.; SACRAMENTO, C. K. do
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 21., 2010, Natal. Frutas: saúde, inovação e responsabilidade: anais. Natal: Sociedade Brasileira de Fruticultura, 2010. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 21., 2010, Natal. Frutas: saúde, inovação e responsabilidade: anais. Natal: Sociedade Brasileira de Fruticultura, 2010.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.04%
A espécie (Eugenia stipitata), conhecida popularmente como araçá-boi, é uma espécie arbórea nativa da Amazônia, que está sendo introduzida na agricultura moderna, devido ao potencial de comercialização de seus frutos. O fruto possui polpa suculenta, amarelo-clara, pouco fibrosa, ácida e aroma agradável (SOUZA et al., 1996; VILACHICA, 1996; SOUZA FILHO et al., 2002). A acidez do fruto do araçá-boi limita seu consumo in natura, mas misturada com outra polpa de sabor adocicado como a banana é uma boa alternativa para a elaboração de produtos processados como geleias e néctares. Tendo em vista as propriedades nutricionais da banana e o sabor e aroma marcantes do araçá-boi, o presente trabalho teve como objetivo avaliar sensorialmente quatro formulações de geleia mista de araçá-boi com banana.; 2010; pdf 2227

Production of banana genotypes under subtropical conditions in the Ribeira Valley, São Paulo, Brazil.

NOMURA, E. S.; MORAIS, W. da S.; DAMATTO JUNIOR, E. R.; FUZITANI, E. J.; SAES, L. A; JENSEN, E.; AMORIM, E. P.; SILVA, S.O.
Fonte: In: PROMUSA SYMPOSIUM, 2011, Salvador. Bananas and plantains: toward sustainable global production and improved uses: abstracts. [S.l.]: [ISHS], 2011. p. 26. Publicador: In: PROMUSA SYMPOSIUM, 2011, Salvador. Bananas and plantains: toward sustainable global production and improved uses: abstracts. [S.l.]: [ISHS], 2011. p. 26.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
EN
Relevância na Pesquisa
37.04%
The search for new cultivars combining resistance or tolerance to pests and diseases, high productivity and organoleptic characteristics similar to the traditionally grown crops is the major objective of banana breeding. This work med to evaluate the production of different banana genotypes under Ribeira Valley conditions, Brazil. The experiment was carried out in a randomized design with 20 treatments (banana genotypes) and eight repetitions.; 2011

Desafios e limitações ao melhoramento genético da bananeira.

AMORIM, E. P.; FERREIRA, C. F.; SEREJO, J. A. dos S.; HADDAD, F.; SILVA, S. de O. e
Fonte: In: CONGRESSO LATINO-AMERICANO E DO CARIBE DE BANANA PLÁTANOS, 3., 2015. Corupá. Musáceas no subtrópico: desafio e oportunidades frente à variabilidade climática. Corupá, SC: Rede da America Latina e Caribe para a Pesquisa e Desenvolvimento da Banana - MUSALC, 2015. Publicador: In: CONGRESSO LATINO-AMERICANO E DO CARIBE DE BANANA PLÁTANOS, 3., 2015. Corupá. Musáceas no subtrópico: desafio e oportunidades frente à variabilidade climática. Corupá, SC: Rede da America Latina e Caribe para a Pesquisa e Desenvolvimento da Banana - MUSALC, 2015.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.04%
A banana é considerada um dos dez alimentos mais importantes do mundo. Seu consumo se dá sob a forma in natura; entretanto há países que processam o fruto a partir da cocção ou fritura, a exemplo de alguns países africanos e da América Central e Sul. Existem mais de uma centena de tipos de banana, muitas das quais de uso restrito em algumas regiões do mundo. Em nível mundial os tipos Cavendish ocupam lugar de destaque, uma vez que são produto de exportação de países produtores, tais como a Costa Rica e o Equador.; 2015

Efeito da aplicação de ferramentas da qualidadesobre as características do licor de banana

de Morais Oliveira, Amanda; Lúcia Montenegro Stamford, Tânia (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.04%
A banana (Musa spp.) é a fruta de maior produção e comercialização mundial e o seu aproveitamento industrial tem se amplificado. Contudo, a qualidade do produto industrializado não depende apenas da composição adequada dos ingredientes, mas principalmente da segurança do processo tecnológico aplicado para sua obtenção. Neste sentido, este trabalho foi realizado para avaliar a influência da implantação do Programa 5S, BPF e do Sistema APPCC sobre a unidade de processamento de licor de banana e sobre as características do licor de banana com 16% e 20% de álcool. Foi realizado um diagnóstico INICIAL, logo depois as ferramentas da qualidade foram implantadas e em seguida realizaram-se os diagnósticos PÓS-5S, PÓS-BPF e PÓS-APPCC. Paralelamente, as análises microbiológica, físico-química foram realizadas e a análise sensorial dos licores foi feita após o diagnóstico PÓS-APPCC. Para análise estatística das ferramentas da qualidade foram aplicados o Check-list BP e Check-list BOMPREÇO os dados foram apurados e transformados em percentuais usando o software Excel for Windows. Os resultados das análises físico-químicas foram submetidos à análise de variância, sendo realizado o teste de Duncan para comparação entre as médias obtidas...

Influência do pré-tratamento com ultra-som e da secagem nas propriedades químicas, físicas e funcionais do amido de banana verde

Izidoro, Dayane Rosalyn
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
37.04%
Resumo: A produção brasileira de banana, confere ao país o lugar de quarto maior produtor mundial, sendo que elevadas perdas desde a colheita até a comercialização salientam a necessidade de se desenvolver tecnologias para melhor aplicação da fruta. A banana verde, possui elevado teor de amido com propriedades peculiares que podem ser de grande interesse industrial. Alterações na estrutura do amido visando estender a aplicabilidade, contribuíram para crescimento das técnicas de modificação. O presente trabalho teve como objetivo estudar a aplicação da técnica de ultra-som, visando modificar o amido de banana verde (Musa cavendish), previamente à secagem em estufa convencional e spray dryer, assim como avaliar as alterações das propriedades químicas, físicas e funcionais. O amido foi submetido ao pré-tratamento com ultra-som e a dois tipos de secagem. Suas propriedades foram comparadas ao controle (sem pré-tratamento e seco em estufa convencional). Foram realizadas análise de composição química, milose e amido resistente, testes de solubilidade, poder de inchamento e capacidade de absorção de água, cristalinidade, sinerése e claridade da pasta. Com relação à morfologia e tamanho, foi realizado análise de microscopia eletrônica de varredura...