Página 6 dos resultados de 28381 itens digitais encontrados em 0.015 segundos

Planejamento sob incerteza para metas de alcançabilidade estendidas; Planning under uncertainty for extended reachability goals

Pereira, Silvio do Lago
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/11/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.56%
Planejamento sob incerteza vem sendo cada vez mais requisitado em aplicações práticas de diversas áreas que eequerem soluções confiáveis para metas complexas. Em vista disso, nos últimos anos, algumas abordagens baseadas no uso de métodos formais para síntese automática de planos têm sido propostas na área de Planejamento em Inteligência Artificial. Entre essas abordagens, planejamento baseado em verificação de modelos tem se mostrado uma opção bastante promissora; entretanto, conforme observamos, a maioria dos trabalhos dentro dessa abordagem baseia-se em CTL e trata apenas problemas de planejamento para metas de alcançabilidade simples (como aquelas consideradas no planejamento clássico). Nessa tese, introduzimos uma classe de metas de planejamento mais expressivas (metas de alcançabilidade estendidas) e mostramos que, para essa classe de metas, a semântica de CTL não é adequada para formalizar algoritmos de síntese (ou validação) de planos. Como forma de contornar essa limitação, propomos uma nova versão de CTL, que denominamos alpha-CTL. Então, a partir da semântica dessa nova lógica, implementamos um verificador de modelos (Vactl), com base no qual implementamos também um planejador (Pactl) capaz de resolver problemas de planejamento para metas de alcançabilidade estendidas...

Análise crítica do processo de planejamento da implantação de um escritório de gerenciamento de projetos.; Critical analyses of planning process of implantation of a project management office.

Lima, Murilo Paes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/05/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.56%
A implantação de estruturas como o Escritório de Gerenciamento de Projetos (EGP) é uma ação que tem sido muito utilizada recentemente visando desenvolver e aprimorar a gestão de projetos nas organizações. Num momento em que cada vez mais as empresas estão utilizando projetos para implantar o seu planejamento estratégico, torna-se fundamental garantir a maior eficiência e eficácia possível na gestão de seus projetos. A utilização de um EGP pode trazer uma série de benefícios à gestão de projetos de uma organização; entretanto, sua implantação é um processo complexo que deve ser planejado com cuidado. O objetivo desta dissertação é identificar os fatores que influenciam o processo de planejamento da implantação de um EGP e analisá-los quanto à forma que sua influência é exercida, de tal modo que propicie uma implantação de sucesso. Este objetivo é alcançado através da análise do processo de constituição de um EGP, do processo de planejamento estratégico do EGP e do processo de planejamento de suas fases. Dentro do processo de planejamento estratégico do EGP, são detalhadas as análises que envolvem o diagnóstico da situação atual da empresa, os benefícios esperados, as condições de viabilidade para implantação...

X-gov: planejamento de serviços eletrônicos de governo usando mídias cruzadas.; X-gov: planning for electronic government services using crossmedia.

Correa, Danilo de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/05/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.56%
Esta dissertação trata do planejamento de serviços de governo em mídia cruzada. O conceito de x-gov governo em mídia cruzada é entendido como a disponibilização de serviços públicos em múltiplas mídias e dispositivos, tais como celulares, TV digital interativa, mídia impressa e a própria Internet. A sinergia entre as diversas mídias resulta em uma campanha que envolve o cidadão de maneira que o governo é inserido no fluxo dos eventos da sua vida, passando a fazer parte dela. X-gov é uma importante alternativa para o Governo Eletrônico, na medida em que amplia o alcance dos serviços de governo pela maior divulgação e alternativas de acesso. No entanto, o desenvolvimento de aplicações em mídia cruzada tende a crescer em proporção fatorial ao número de mídias envolvidas. A necessidade de racionalizar a distribuição da narrativa de governo nas múltiplas mídias exige um trabalho de planejamento, que é o foco desta pesquisa. Propõe-se então, um método que funciona como ferramenta de planejamento, da qual faz parte uma prova de conceito, para o planejamento de oferecimento e divulgação de serviços públicos eletrônicos, identificando-se os canais mais adequados às etapas de um serviço. O método proposto é constituído de etapas que contemplam desde a especificação do serviço a ser planejado até a escolha das mídias de suporte mais adequadas para o mesmo. Visando discutir a aplicabilidade do conceito...

Plano de recursos hídricos como instrumento de planejamento ambiental: um estudo de caso na bacia do Sorocaba/Médio Tietê, SP; Water resources plan as an instrument of environmental planning: a case study at the basin of Sorocaba /Médio Tietê, SP

Bernal, Thalita Alice
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.56%
O planejamento ambiental é vinculado à organização do trabalho de uma equipe por meio de fases interativas, tendo como objetivo a harmonização das ações humanas sobre o ambiente de tal modo que os impactos resultantes sejam identificados e incorporados às estratégias e planos de ação estabelecidos. Dentre os diferentes instrumentos de planejamento que têm relação intrínseca com o aspecto ambiental das decisões envolvidas, é possível visualizar o potencial do Plano de Recursos Hídricos (PRH) como um dos mais importantes instrumentos de planejamento ambiental uma vez que, orientados para a gestão da água, organiza os elementos técnicos de relevância e estabelece os objetivos, diretrizes, critérios e intervenções fundamentais para o gerenciamento dos recursos hídricos, tendo em vista o uso sustentável. Diante deste contexto, a presente pesquisa teve como objetivo verificar em que medida o PRH pode ser descrito como um instrumento de planejamento ambiental, a partir da confrontação entre elementos conceituais e aplicados, e valendo-se de um estudo de caso para o Plano de Recursos Hídricos da Bacia do Sorocaba e Médio Tietê (UGRHI 10) no Estado de São Paulo. A análise dos aspectos conceituais oferece campo para o enquadramento do PRH como um instrumento de planejamento ambiental e...

Integração entre as atividades de planejamento e operação em uma empresa de distribuição de energia elétrica.; Integration between the activities of planning and operation in electric utility.

Silva, Daniel Gomes da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.56%
O grau de integração entre as áreas de planejamento da expansão e de planejamento da operação de concessionárias de distribuição de energia elétrica ainda é insuficiente, pelo menos no caso brasileiro. Isso significa que a área de planejamento da operação não pode explorar plenamente e implementar os resultados e as recomendações trazidas pela área de planejamento da expansão em seus estudos de planejamento da operação. Como consequência, uma quantidade considerável de trabalho torna-se redundante, a eficiência é reduzida e há perda de qualidade. Além disso, uma concessionária de distribuição de energia elétrica geralmente possui vários sistemas independentes para a análise de redes elétricas de acordo com seu tipo (equilibrado ou desequilibrado), nível de tensão (subtransmissão, distribuição primária ou distribuição secundária) e sua topologia (radial ou malha). Obviamente, essa falta de integração também implica grandes dificuldades na realização de estudos de planejamento e de operação, ainda mais com a disponibilidade dos dados hoje difundida. Este trabalho tem como objetivo melhorar essa integração por meio de uma nova metodologia e de um sistema computacional de apoio. Uma das características mais interessantes da ferramenta é precisamente a sua capacidade de analisar qualquer tipo de rede elétrica...

O orçamento público e o planejamento no contexto dos municípios do estado de São Paulo a partir da Lei de responsabilidade fiscal

Machado, Fernando Tavora Heitmann Ferreira
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Relevância na Pesquisa
36.56%
A Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) foi concebida com o objetivo de propiciar uma situação de equilíbrio das contas públicas e também melhorar o planejamento orçamentário. Como ocorreu a evolução do planejamento orçamentário no Brasil? Como está o planejamento orçamentário a nível municipal? O presente trabalho, ao abordar a questão do planejamento orçamentário municipal, antes e depois da LRF, objetivou responder às seguintes perguntas: a) Com a promulgação da LRF, há uma maior ou menor aproximação do orçamento realizado em relação ao orçamento planejado, nos municípios que compõe o estado de São Paulo? b) A LRF não proíbe, mas sim induz a uma prevenção dos déficits orçamentários. Após a LRF, o que aconteceu com os orçamentos realizados? São equilibrados? Este trabalho dividiu os 645 municípios do estado de SP em 3 grupos, de acordo com a população, mais o município de São Paulo. A divisão foi feita da seguinte forma: a) Municípios com menos de 50.000 habitantes; b) Municípios com população entre 50.001 e 250.000 habitantes; c) Municípios com mais de 250.001 habitantes, à exceção de SP d) O Município de SP. O objetivo da divisão foi a verificação da possibilidade de existência de diferentes padrões de planejamento e equilíbrio orçamentários...

Planejamento agricola a nivel federal : uma analise do periodo - 1960/74

Rodrigues, Jose de Arimatea
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.56%
o planejamento do setor agrícola tem como objeti vo básico a integração da agricultura com os demais setores, de modo a permitir uma visão global da economia, facilitar a sele ção de alternativas de prioridades e maximizar a rentabilidade sócio-econômica dos recursos à disposição do setor. A conscientização, cada vez mais crescente, da ne cessidade de adoção do planejamento como técnica que auxilia o atingimento dos objetivos de desenvolvimento nacional é enfoca do no Capítulo I. A partir de 1939; ocorrem várias tentativas de institucionalização do planejamento global no Brasil. Três fa ses são caracterizadas: a do planejamento "Ocasional", a do "Empírico" e a do "Científico". Estas tentativas sao analisa das no Capítulo 11. Os aspectos de conceituação e de princípios do planejamento setorial, num sentido amplo, e des do planejamento setorial agrícola, inclusive guras e etapas são abordados no Capítulo 111. as peculiarid~ os níveis, fi No Capítulo IV são tratados os aspectos de insti tucionalização do planejamento agrícola a nível federal, no p~ ríodo de 1960 a 1974, em três fases distintas: a "ComissionaI" (1960/66), a "Escritorial"(1967/70) e a "Secretarial" (1971/74). No Capítulo V são abordadas as políticas públicas comumente ad~ tadas...

As metas do Conselho Nacional de Justiça e os esforços de planejamento estratégico no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro

Castello Branco, Luiza Szczerbacki
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.56%
O Poder Judiciário brasileiro tem passado por uma crise de credibilidade frente à sociedade devido a sua morosidade. Assim, com a Emenda Constitucional nº 45 do ano de 2004 foi criado o Conselho Nacional de Justiça, órgão competente pelo controle da atuação administrativa e financeira desse Poder. Desde então, observam-se esforços na gestão da justiça para profissionalizar e modernizar os Tribunais pátrios sob as diretivas deste Conselho. Este órgão instituiu no ano de 2009 o planejamento estratégico nacional com a estipulação de metas de caráter obrigatório para todos os Tribunais de Justiça do país. Desta forma, o presente estudo buscou entender quais as percepções dos magistrados e servidores sobre o cumprimento das metas impostas pelo Conselho Nacional de Justiça ao Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro e como tal processo influencia para reforçar o planejamento estratégico neste Tribunal. O trabalho caracteriza-se como qualitativo e descritivo e os dados foram coletados por meio de pesquisa bibliográfica e de campo. Foram realizadas entrevistas com juízes, desembargadores, secretários de juízes, diretores administrativos e serventuários, todos atuantes no TJERJ. Os resultados da pesquisa demonstram que embora não haja amplo conhecimento do planejamento estratégico em vigor ou ainda que as metas não sejam plenamente compreendidas...

Os desafios para o uso do planejamento estratégico nas organizações públicas: uma visão de especialistas

Ota, Eric Tatsuya
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.56%
O objetivo desta pesquisa foi estudar os desafios para o uso do planejamento estratégico em organizações públicas. Com base na literatura sobre planejamento estratégico e administração pública, buscou-se o arcabouço teórico das limitações e barreiras para o uso do planejamento estratégico em organizações públicas. Os dados foram coletados por meio de entrevistas com administradores públicos que lidam diretamente com o planejamento estratégico em suas organizações públicas, além de entrevistas com especialistas em gestão pública (acadêmicos e prestadores de assessoria técnica em gestão). Como resultado da análise, foram identificadas cinco dimensões que agrupam os principais desafios para o uso do planejamento estratégico em organizações públicas: (1) Garantir engajamento e compromisso dos envolvidos com o planejamento estratégico; (2) Compreender que processo decisório deve considerar diferentes percepções e expectativas; (3) Ter flexibilidade para lidar com fatores políticos e a rotatividade; (4) Ter sensibilidade com a cultura organizacional e princípios da administração pública; e (5) Compreender a dinâmica do provimento dos recursos humanos e financeiros das organizações públicas.; The purpose of this research was to study the challenges to the use of strategic planning in public organizations...

Zoneamento geoambiental como subsídio ao planejamento territorial municipal: estudo de caso para Currais Novos/RN

Oliveira, Antônia Vilaneide Lopes Costa de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa Regional de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente PRODEMA; Meio Ambiente, Cultura e Desenvolvimento Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa Regional de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente PRODEMA; Meio Ambiente, Cultura e Desenvolvimento
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
This paper presents the master plan and geoenvironmental zoning natures as instruments of environmental planning and management. The discussion of territory environmental planning is guided by two directions: at first the environmental elements involved in planning and the another is the implementation of these instruments at the municipal territory. To analyze the planning directed of the municipal territory we consider the fragments of its, represented by country and urban. The master plan inside of the Estatuto da Cidade (City Statute) and the geoenvironmental zoning are directed to territorial environmental planning. Regarding of the master plan the first challenge has been the spacial area that the plan can cover. It is necessary to prepare master plans that could include all the territory. The environmental zoning are directed for the territory totality.In this sense, the geoenvironmental zoning of the Currais Novos was done in the totality of the municipal territory and guided by the environmental physics variables. The geoenvironmental zoning sets in a planning and ordering of the territory instrument based in the landscape analysis. Therefore grounded in the Geosystems‟s Theory this work has like a main objective to propose a geoenvironmental zoning for the Currais Novos Municipality in RN. So...

Técnicas de workflow e planejamento apoiado em inteligência artificial aplicadas ao ensino a distância

Freitas, Everton Hipólito de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
O Ensino a Distância cresce cada vez mais em nossa sociedade e está se tornando um meio de disseminação do conhecimento em massa para populações dispersas geograficamente. Atualmente, encontram-se no mercado diversas oportunidades de aprendizado realizado a distância por intermédio de alguma tecnologia, como por exemplo, a Internet. A criação dos cursos aplicados ao Ensino a Distância pode ser dividido de uma forma geral em 3 fases: fase de concepção, planejamento e execução. A fase de concepção é a fase na qual se verifica a viabilidade do curso a ser criado, bem como o público alvo a ser alcançado, os gastos, etc. Ao concluir a fase de concepção, tem-se início a fase de planejamento; fase que define as atividades envolvidas durante todo o processo, desde as documentações necessárias, recursos humanos, a definição da estrutura de conteúdos pertencentes aos cursos, bem como a definição dos materiais necessários para realização da sessão de ensino – aprendizado. Ao término da fase de planejamento, tem-se início a fase de execução, em que cada recurso humano fica encarregado de executar as atividades que lhe foram atribuídas na fase de planejamento. Na maioria das vezes, todas essas etapas descritas anteriormente são realizadas manualmente demandando um tempo considerável para realização de cada fase estando o usuário propício à ocorrência de alguns erros. Este trabalho descreve a integração entre a técnica de Workflow e a técnica de Planejamento apoiado em Inteligência Artificial na construção de ambientes computacionais...

Colet??nea planejamento e or??amento governamental: volume 2: reforma gerencial dos processos de planejamento e or??amento

Core, Fabiano Garcia
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP)
Tipo: Cap??tulo de Livro
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
36.58%
O prop??sito deste trabalho ?? apresentar os fundamentos, as dificuldades e os desafios de duas reestrutura????es: a da natureza da despesa, vigente desde 1990 e a da classifica????o funcional-program??tica, a partir do ano 2000, ambas inseridas no escopo maior da chamada reforma gerencial dos processos de planejamento e or??amento.; N??mero de p??ginas: 47 p.; Planejamento Governamental; Colet??nea Planejamento e Or??amento - Volume 2 SUM??RIO Pref??cio 7 Introdu????o James Giacomoni 9 Cap??tulo I ??? Teoria do planejamento p??blico 31 A aus??ncia de uma teoria or??ament??ria 33 V. O. Key Jr. Em dire????o a uma teoria or??ament??ria 43 Verne B. Lewis Planejamento e elabora????o or??ament??ria em pa??ses pobres 71 Naomi Caiden e Aaron Wildavsky Conflitos e solu????es no or??amento federal 77 Allen Schick Cap??tulo II ??? Os modelos da reforma or??ament??ria 89 Do or??amento por programas para o or??amento de desempenho: o desafio para economias de mercado emergentes 91 Jack Diamond O or??amento por programa e realiza????es: aplica????o do m??todo de gest??o na prepara????o do or??amento 127 Organiza????o das Na????es Unidas A abordagem base-zero aplicada ao or??amento governamental 137 Peter A. Pyhrr Temas e quest??es sobre a gest??o da despesa p??blica 155 A. Premchand Cap??tulo III ??? O or??amento no Brasil 185 O ciclo or??ament??rio: uma reavalia????o ?? luz da Constitui????o de 1988 187 Osvaldo Maldonado Sanches Reforma gerencial dos processos de planejamento e or??amento 219 Fabiano Garcia Core

Boletim eletr??nico de bibliografias especializadas: planejamento e or??amento

Escola Nacional de Administra????o P??blica (Brasil). Biblioteca Graciliano Ramos
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP)
Tipo: Boletim
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
36.58%
O planejamento governamental ?? fundamental para romper a cultura imediatista e desarticulada do cotidiano administrativo, estabelecendo uma rela????o entre atos de curto prazo e vis??o de futuro. A Constitui????o Federal de 1988 instituiu os principais instrumentos do sistema de planejamento e or??amento da administra????o p??blica: o Plano Plurianual (PPA), a Lei de Diretrizes Or??ament??rias (LDO) e a Lei Or??ament??ria Anual (LOA). A medida significou uma grande inova????o com rela????o ao gasto p??blico. Outro aspecto importante ?? que o fortalecimento da democracia e a redu????o das desigualdades sociais permitem uma maior participa????o e controle por parte da sociedade. Entre outros resultados, tal realidade estimula propostas e experi??ncias de or??amento participativo, em que cidad??os das diversas classes sociais tornam-se sujeitos do processo, rompendo a apatia e o desinteresse pelos assuntos da administra????o p??blica. Nesta edi????o do Boletim Eletr??nico de Bibliografias Especializadas, as obras relacionadas tratam do planejamento e or??amento p??blico, bem como dos avan??os e limita????es dos instrumentos utilizados nos ??ltimos anos. Apesar de recentes, os mesmos t??m contribu??do para o aumento da transpar??ncia governamental e para a efetividade dos gastos p??blicos. As publica????es pertencem ao acervo da Biblioteca Graciliano Ramos e est??o dispon??veis para consulta e empr??stimo. A expectativa ?? que auxiliem pesquisa?? dores e gestores p??blicos na melhoria dos servi??os prestados; N??mero de p??ginas: 10 p.; Planejamento Governamental; Gest??o Or??ament??ria. Finan??as P??blicas

Processo de trabalho e planejamento na estratégia saúde da família

Universidade Federal do Maranhão - UNA-SUS
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Formato: Backup Moodle contendo recursos em texto e vídeos direcionados para o Programa de Valorização da Atenção Básica - PROVAB
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.58%
Compreender a importância do desenvolvimento de atividades planejadas e como o planejamento se incorporou nas ações de saúde é o objetivo inicial deste recurso, que traça um breve relato de fatos históricos que mudaram o sistema de saúde, dentro do cenário brasileiro, como a 8ª Conferência Nacional de Saúde (1986) e a Lei Orgânica da Saúde (Nº 8080/90). Aborda profundamente a definição de planejamento, focando no planejamento estratégico como instrumento de gestão no processo de trabalho das Equipes de Saúde da Família. Partindo desses conceitos elabora-se a proposta do Planejamento e Programação Local em Saúde (PPLS), compreendendo sua definição, objetivo e estratégias, além de como operacionalizá-lo dentro do processo de trabalho das Equipes de Saúde da Família. A próxima unidade trata sobre o surgimento do PlanejaSUS, sua definição e seu objetivo; em que contempla também a organização da saúde e suas três esferas da gestão: federal, estadual e municipal de acordo com a Lei Orgânica da Saúde. Discorre sobre o processo de regionalização do SUS, apresentando suas respectivas regiões dentro do estado do Maranhão. E por fim, na última unidade, dois materiais do Ministério de Saúde são disponibilizados como leitura complementar...

O planejamento no enfoque emergente : uma experiência no 1° ano do ensino fundamental de nove anos

Silva, Jacqueline Silva da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
Esta tese aborda a temática do planejamento voltado ao enfoque emergente, propondo como objetivo de pesquisa a investigação da prática pedagógica de uma professora, discriminando, nas ações realizadas no exercício da sua docência, o planejamento numa perspectiva teórica emergente. O estudo foi realizado com uma professora que atua com uma turma do 1° Ano do Ensino Fundamental de Nove Anos de uma escola da rede privada de ensino, situada no município de Lajeado/RS. Nesse contexto de investigação, buscou-se aproximação em alguns pressupostos da metodologia da pesquisa-ação com o intento de interagir com a professora, o que possibilitou conhecer e registrar o que foi observado ao longo da investigação. Para a geração dos dados, foram utilizados, como instrumentos de pesquisa, entrevistas semiestruturadas – que, ao longo dos encontros com a professora, foram sendo transformadas em conversas –, observações do acompanhamento da prática dessa professora, o diário de itinerância e gravações. Constata-se a possibilidade e a importância dessa abordagem de planejamento no Ensino Fundamental uma vez que ela dialoga com as crianças, com as famílias, com os professores, com a escola e com a legislação vigente. Nessa abordagem...

Planejamento de Obra: Estudo de Caso, Edifica????o Residencial de Multipavimentos em Bras??lia

Fagundes, Thales Pereira
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.58%
Planejamento de obra, um ??rea da constru????o civil que ganha uma grande import??ncia no s??culo XXI, devido a mudan??as nos cen??rios econ??micos, a globaliza????o, o aumento da competitividade, isso gerou a necessidade das empresas que trabalham com constru????o civil se tornarem ind??strias. Trabalhar com n??meros mais precisos, prazos mais bem calculados, para assim aumentar a produtividade tornando-se empresas cada vez mais competitivas. A ??rea de planejamento de uma empresa da constru????o civil ?? uma das ??reas mais importantes para se viabilizar a constru????o de uma edifica????o. ?? desta ??rea que vem grande maioria dos estudos t??cnicos, especifica????es de execu????o e prazos (que se relacionam diretamente com custos). ?? a partir dos estudos realizados pela ??rea de planejamento e projetos que se torna poss??vel fazer um or??amento fidedigno. O presente trabalho consiste em uma breve apresenta????o te??rica do que ?? planejamento de obra e como faz??-lo. Posteriormente, usando da an??lise apresentada neste trabalho, tem-se o estudo de caso que ?? a montagem do planejamento de uma obra. O estudo de caso tem o objetivo de montar um passo-a-passo dos itens para se montar o planejamento de uma obra, plano de contrata????o...

Planejamento Brasil século XXI : inovação institucional e refundação administrativa : elementos para o pensar e o agir; Planning Brazil XXI century : institutional innovation and administrative reform : elements to consider and act

Cardoso Jr., José Celso (organizador)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Livros
PT-BR
Relevância na Pesquisa
36.58%
Discute temas relacionados ao pensamento estratégico nacional de longo prazo, à emergência de novos padrões de relacionamento socioestatal na quadra atual de adensamento democrático do país e aos aspectos ligados ao desafio brasileiro de se legislar para o desenvolvimento. Formula propostas práticas ao PPA 2020-2023 e provavelmente a seus subsequentes. Reforça a necessidade de se buscar maior proximidade entre os processos formais (niti) e reais (nyaya) de governo. Esclarece sobre os arranjos institucionais e as carreiras públicas principais a comporem parte indispensável das capacidades estatais federais de planejamento e gestão na atualidade brasileira. Apresenta reflexões e propostas com vistas a: i) tornar a administração pública brasileira mais permeável e participativa, ou até mesmo deliberativa, tanto em seus métodos cotidianos de trabalho como em seus objetivos estratégicos; ii) tornar a participação popular, em particular a vertente propositiva das conferências nacionais, parte integrante do processo de formulação e planejamento estratégico de governo; e iii) valendo-se, para tanto, de metodologias e ferramentas de diálogo e pactuação sociais, ser capaz de ajudar nos momentos específicos de formulação dos PPAs...

Regional planning and the environmental question in Santa Catarina: ups and downs; Planejamento regional e a questão ambiental em Santa Catarina: caminhos e descaminhos

Butzke, Luciana; UNIFEBE; Theis, Ivo Marcos; Universidade Regional de Blumenau-FURB
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/12/2007 POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
O presente trabalho tem por objetivo analisar o planejamento regional e urbano em Santa Catarina tendocomo referencial teórico e normativo o planejamento para o desenvolvimento territorial sustentável.Parte-se do pressuposto de que a experiência catarinense de planejamento possui características doplanejamento convencional que prioriza a dimensão econômica, o curto prazo, é centralizado e tratainadequadamente as desigualdades regionais e urbanas, bem como a problemática ambiental. Examinasea experiência de planejamento em Santa Catarina, indicando as características do planejamento convencionale identificando os aspectos que apontam em direção ao planejamento para o desenvolvimentoterritorial sustentável – que recusa a ênfase na dimensão econômica, orienta-se para o longo prazo, é denatureza transdisciplinar, descentralizado e participativo. A questão proposta é analisada de forma arevelar os caminhos e descaminhos do planejamento regional e urbano em Santa Catarina, tendo comohorizonte o planejamento para o desenvolvimento territorial sustentável.; This article aims to examine the regional and urban planning process in Santa Catarina taking as thetheoretical and normative reference the “planning for sustainable territorial development” approach. Ithas been assumed that the Santa Catarina’s experience of planning has characteristics of conventional planning: it puts the economic dimension and the short term in the foreground...

Aiding the planning and management process at organizations; Facilitando o processo de planejamento e gestão nas organizações

Panegalli, José Carlos; UNOESC - Joaçaba - SC
Fonte: UFSC Publicador: UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2004 POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
The objective of this work is to present a systematic methodology called PACE Facilitator. It is a tool to make the understanding of the diagnosis, planning, and the integrated and shared administration processes possible in order to achieve the strategic objectives concerning the choice of operational actions in an aligned way to the bases, which will permit the following-up and the implementation of the maintenance process and the continuous improvement of organizations. The proposed methodology is an integrated, conceptual, pragmatic, and system-focused route for the company planning and administration, step-by-step. For the organizations to get their expected results it is necessary an intimate relationship between the operational actions adopted and the strategic objectives established. This is a pioneering work because it contains the systematization of phases, which are: the Integral Process (I) and the Revising and Replanning Process (R). The Integral Process (I) implements all the steps, namely the equalization of the organization people's knowledge, the preparation for the planning and administration, the gathering of situational data, the strategic diagnosis, the process of strategic formulation, the strategic planning, the operational planning...

O planejamento nacional da política de saúde no Brasil: estratégias e instrumentos nos anos 2000

Machado,Cristiani Vieira; Baptista,Tatiana Wargas de Faria; Lima,Luciana Dias de
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.58%
O artigo enfoca o planejamento nacional da política de saúde de 2003 a 2010, à luz da trajetória do planejamento estatal no Brasil e do contexto do Governo Lula. Inicialmente, é traçado um histórico dos momentos relevantes para o planejamento nacional, considerando suas interfaces com a saúde. A seguir, situa-se o contexto governamental e discutem-se as estratégias e instrumentos de planejamento em saúde recentes. A metodologia envolveu revisão bibliográfica e análise de documentos - os planos plurianuais, o Plano Nacional de Saúde, o Pacto pela Saúde e o Mais Saúde - considerando o seu propósito, conteúdo e processo de elaboração. Os resultados sugerem um adensamento do planejamento nacional em saúde, visando dar direcionalidade à política. Foram identificados dois momentos no planejamento federal em saúde: entre 2003 e 2006, predominou uma orientação participativa e gerencialista; entre 2007 e 2010, a orientação gerencialista se manteve e houve um esforço de atrelar a política de saúde ao modelo de desenvolvimento. Apesar dos avanços, o planejamento em saúde expressou limitações como a não regulamentação do financiamento setorial, que tem comprometido a execução dos planos, o escasso enfrentamento de problemas estruturais do sistema de saúde e a fragilidade da lógica territorial.