Página 6 dos resultados de 1535 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Resíduos de acetamiprid e thiamethoxam em tomate estaqueado (Lycopersicon esculentum Mill.), em diferentes modalidades de aplicação. ; Acetamiprid and hiamethoxam residues in staked tomato crop (lycopersicon esculentum mill.) from different kinds of application.

Pessini, Milena Martins de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/05/2003 PT
Relevância na Pesquisa
27.24%
No final dos anos 80, intensificaram-se as preocupações com os danos provocados à saúde do trabalhador rural e ao meio ambiente devido o uso indiscriminado de agrotóxicos. A descoberta de novos grupos de inseticidas, menos tóxicos e agressivos ao meio ambiente, vieram amenizar o problema. Entretanto, seus efeitos residuais ainda são pouco estudados, o que motivou esta pesquisa. Este trabalho visou avaliar o efeito dos inseticidas acetamiprid e thiamethoxam, pertencentes ao grupo dos neonicotinóides em diferentes modalidades de aplicação, com a finalidade de reduzir o número de pulverizações na cultura do tomate, eliminando seus efeitos negativos sobre o meio ambiente, bem como evitar a contaminação desse inseticida sobre os aplicadores. O ensaio foi realizado no campo experimental de tomate envarado no Departamento de Entomologia, Fitopatologia e Zoologia da ESALQ/USP, utilizando o cultivar Santa Clara, sendo realizados três tipos de aplicações: a) “band-aid”, que consistiu em misturar os inseticidas a um gel seco, colocando-se estes produtos em um saquinho de papel e envolvendo-os a uma fita adesiva, sendo colocados no colo das plantas; b) sachê, onde os inseticidas foram misturados com o gel seco e acondicionados em sachês...

Controle de Blattella germanica (L.) com Metarhizium anisopliae e inseticidas reguladores de crescimento. ; Control of the german cockroach Blattella germanica with Metarhizium anisopliae and insect growth regulators.

Lopes, Rogério Biaggioni
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/04/2005 PT
Relevância na Pesquisa
27.3%
Avaliou-se o efeito de Metarhizium anisopliae e dos inseticidas triflumuron e pyriproxifen para adultos e ninfas de Blattella germanica, e a eficiência da associação desses agentes no controle de colônias da praga. Doses elevadas do patógeno ocasionaram altos índices de mortalidade de adultos e ninfas. Não foi observada mortalidade significativa para insetos que se alimentaram de iscas contaminadas com o patógeno. Adultos e ninfas expostos à superfície contaminada com o fungo na formulação pó (5%) apresentaram mortalidade de 93,7% e 82,3% após 9 dias da aplicação, respectivamente. As CL25 para ninfas tratadas com triflumuron e pyriproxifen foram de 0,19% e 0,45% de ingrediente ativo, respectivamente, para um período de alimentação de 72 horas na isca contaminada. Os inseticidas afetaram a produção de ootecas viáveis e o número de ninfas produzidas por ooteca. Após 60 dias, colônias de laboratório não tratadas apresentaram 6,55 vezes mais insetos em relação à população inicial, com uma média de 233,9 insetos. As colônias apresentaram crescimento menor quando submetidas aos inseticidas triflumuron e pyriproxifen, com 60,8 e 81 insetos em média, respectivamente. Os melhores resultados foram obtidos nos tratamentos em que os inseticidas foram associados ao patógeno...

Seletividade de inseticidas recomendados para a produção integrada de citros sobre o parasitoide Tamarixia radiata (Waterston, 1922) (Hymenoptera: Eulophidae); Selectivity of insecticides recommended for integrated citrus production on the parasitoids Tamarixia radiata (Waterston, 1922) (Hymenoptera: Eulophidae)

Beloti, Vitor Hugo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/01/2014 PT
Relevância na Pesquisa
27.3%
Apesar de o Brasil ser um dos principais produtores de laranja no mundo e o maior exportador de suco concentrado, atualmente a cultura vem sofrendo perdas em razão do ataque de diversas pragas e doenças, sendo a principal o Huanglongbing (HLB), ou Greening, que foi relatada pela primeira vez em 2004 no estado de São Paulo. Essa doença está associada às bactérias do gênero "Candidatus Liberibacter sp.", sendo que no Brasil ocorrem as bactérias "Ca. Liberibacter asiaticus" e "Ca. Liberibacter americanus", tendo como seus vetores o psilídeo Diaphorina citri, praga importante devido a sua distribuição geográfica e características biológicas. Existe registro de cerca de 50 espécies da família Rutaceae, que incluem as espécies do gênero Citrus (laranjas, limões, limas, etc.), que podem hospedar esse inseto, além da murta (Murraya paniculata). Na natureza, D. citri é controlado por uma série de fatores, podendo ser outros insetos, fungos ou até condições climáticas desfavoráveis para seu desenvolvimento. Porém, os resultados de pesquisas indicam que ectoparasitoide Tamarixia radiata é eficiente no controle de D. citri. Entretanto, levantamentos realizados nos últimos anos verificaram que o parasitismo natural vem sendo reduzido consideravelmente...

Associações entre o herbicida glyphosate e inseticidas na cultura da soja Roundup Ready; Associations among glyphosate and insecticides in roundup ready soybean

Petter, Fabiano André; Procópio, Sérgio de Oliveira; Cargnelutti Filho, Alberto; Barroso, Alberto Leão de; Pacheco, Leandro Pereira; Bueno, A.F.
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
27.3%
Este trabalho teve o objetivo de avaliar os efeitos da associação do herbicida glyphosate com 10 inseticidas de diferentes grupos químicos sobre a cultura da soja Roundup Ready® (cultivar Monsoy 8585 RR®), o controle de plantas daninhas e o controle da lagartada- soja (Anticarsia gemmatalis). O experimento foi realizado em lavoura no município de Nova Xavantina – MT, no período de novembro de 2005 a abril de 2006, em solo classificado como Latossolo Vermelho distrófico. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, em esquema fatorial 11 x 2, sendo os fatores constituídos por 11 tratamentos inseticidas [lambdacyhalothrin (3,75 g ha -1 ); permethrin (12,50 g ha-1 ); methamidophos (300,00 g ha -1 ); chlorpyriphos (240,00 g ha-1 ); acephate (150,00 g ha -1); endosulfan (175,00 g ha-1 ); methomyl (107,50 g ha-1); lufenuron (7,50 g ha-1); triflumuron (14,40 g ha-1 ); spinosad (24,00 g ha-1); e testemunha sem inseticida], com ou sem a adição (mistura em tanque) de 960 g e.a. ha-1 de glyphosate, formando 22 tratamentos, conduzidos em quatro repetições. Os tratamentos foram aplicados 30 dias depois da emergência da cultura. A mistura do herbicida glyphosate com o inseticida chlorpyriphos causou fitotoxicidade inicial à cultura da soja RR®. O controle das plantas daninhas Chamaesyce hirta...

Efeito de inseticidas , superfícies tratadas e período de exposição em duas populações de Blattella germanica (Linnaeus, 1767) (Blattodea: Blattellidae)

Parreira, Renata Souza
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xi, 58 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
27.24%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia (Entomologia Agrícola) - FCAV; O objetivo do trabalho foi avaliar a mortalidade de duas populações de Blattella germanica em função da área e do tempo de exposição a inseticidas. Os experimentos foram realizados no Depto. Fitossanidade, UNESP-Jaboticabal. Os inseticidas foram aplicados em torre de Potter, com volume de 1 mL sobre placas de Petri, em exposições de 2, 8 e 32 min, no primeiro experimento; e volume de 0,5 mL em áreas de exposição de 25, 50, 75 e 100%, no segundo experimento. No terceiro experimento foram tratadas superfícies revestidas por azulejos, com um pulverizador pressurizado (CO2). Foram utilizados os inseticidas gammacialotrina, bendiocarb, deltametrina, lambdacialotrina CS, lambdacialotrina CE, alfacipermetrina e cipermetrina nas dosagens recomendadas pelos fabricantes, comparados a uma testemunha sem aplicação. Foram confinadas cinco baratas adultas sobre a placa para os dois primeiros experimentos e dez baratas adultas nas superfícies de azulejo para o terceiro experimento. A mortalidade foi avaliada 0, 1, 2, 4, 24, 48 e 72 h após confinamento na superfície tratada. Verificou-se que os inseticidas foram eficientes para os três períodos de exposição. Para a área de exposição o inseticida cipermetrina apresentou a maior mortalidade que ocorreu na maior área. Na avaliação antes da lavagem os produtos resultaram em alta mortalidade...

Componentes do valor adaptativo e investigação do polimorfismo genético do gene Cyp6g1 (exons 1 e 2) em linhagens resistentes e suscetíveis de Drosophila melanogaster e de Drosophila simulans

Gomes, Mariana Oliveira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 128 f. : il. color.
POR
Relevância na Pesquisa
27.24%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Genética - IBILCE; Uma questão central da evolução da resistência a inseticidas é o custo adaptativo do organismo contendo um genótipo que confere a resistência. O custo adaptativo refere-se à sobrevivência e à habilidade reprodutiva de um organismo. As mutações que conferem resistência aos inseticidas são preditas trazerem um custo na ausência dos mesmos e, consequentemente não se fixam nas populações. Entretanto, a resistência ao DDT em Drosophila melanogaster (DDT-R) está se aproximando de uma fixação global, mesmo após ter sido abolido o uso do DDT. Existem evidências consideráveis na literatura apoiando a hipótese que a resistência ao DDT baseada no metabolismo é poligênica em Drosophila e está parcialmente associada à superexpressão de genes do citocromo P450. Alguns trabalhos, entretanto consideram que a superexpressão de um único gene, Cyp6g1, associado com a inserção de um elemento transponível, Accord em D. melanogaster e Doc em D. simulans, é suficiente para promover a resistência, enquanto outros discutem que a superexpressão desse gene não confere necessariamente a resistência em D. melanogaster. O presente trabalho avaliou sete componentes do valor adaptativo (fertilidade...

Extração de rotenona com fluido em estado supercrítico em escala semi-industrial

Marangoni, Alessandra
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 232 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
27.24%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química, Florianópolis, 2011; A busca por novas alternativas para um uso mais sustentável nos cultivos agrícolas é de fundamental importância para uma produtividade economicamente viável e ecologicamente aceitável. Na agricultura atual o uso de inseticidas e imprescindível, não existe cultivo sem aplicação de um bom controle de pragas. No esforço de controlar os insetos, o uso de inseticidas representa gastos da ordem de bilhões de dólares. Os produtos mais utilizados para essa finalidade são os fosforados, piretróides e os organoclorados. Esses inseticidas químicos deixam resíduos, contaminam solos, rios e os alimentos. Como são de amplo espectro, matam todas as classes de insetos que provocam desequilíbrios ambientais. Além disso, o seu uso frequente causa resistência nos insetos, o que demanda constante de aplicações e em maiores quantidades. A necessidade de outros métodos mais eficientes e menos agressivos ao homem e ao ambiente tem estimulado a busca por novos inseticidas. Na natureza várias plantas apresentam compostos com ação inseticida e, na maioria das vezes, esses extratos botânicos têm um efeito tóxico somente contra o inseto. Uma dessas substâncias com ação tóxica sobre animais de sangue frio é a rotenona. Essa molécula chegou a ser muito utilizada como inseticida até a Segunda Guerra Mundial...

Avaliação temporal de aspectos relacionados à capacidade vetorial de populações de Aedes aegypti com diferentes perfis de resistência a inseticidas

David, Mariana Rocha
Fonte: Instituto Oswaldo Cruz Publicador: Instituto Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.34%
Considera-se que a resistência a inseticidas estaria associada a custos na aptidão dos indivíduos resistentes, uma vez que recursos energéticos seriam realocados para a produção e manutenção dos mecanismos responsáveis pela resistência. Neste contexto, este estudo visa avaliar temporalmente como alguns parâmetros biológicos relacionados à capacidade vetorial de A. aegypti estão associados à resistência aos inseticidas em populações provenientes de Campo Grande/MS (CG), Duque de Caxias/RJ (DC), Parnamirim/RN (PN) e Santarém/PA (ST). A variação temporal do perfil de resistência a temephos (organofosforado) e deltametrina (piretróide) foi monitorada a cada três meses, durante um ano, assim como algumas características biológicas deste mosquito. O tempo de desenvolvimento de larvas L1 até a fase adulta foi medido através da observação de 120 indivíduos de cada população e para cada mês. Além disso, observou-se o sexo, a tolerância ao jejum e comprimento de asa dos adultos resultantes. Com a finalidade de avaliar a sobrevivência e aspectos relacionados à fecundidade, 60 fêmeas adultas foram mantidas individualmente em tubos de plástico cilíndricos. Todos os experimentos foram realizados em paralelo com a linhagem Rockefeller...

Seletividade de inseticidas a Orius insidiosus

Torres,Fabrícia Zimermann Vilela; Carvalho,Geraldo Andrade; Souza,Jander Rodrigues de; Rocha,Liuz Carlos Dias
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 PT
Relevância na Pesquisa
27.24%
A utilização de produtos fitossanitários seletivos a inimigos naturais é importante para o sucesso de programas de manejo integrado de pragas em agroecossistemas. Objetivou-se investigar efeitos letais e subletais de inseticidas empregados para o controle de pragas da roseira sobre ovos e ninfas de quinto ínstar de Orius insidiosus (Say) Hemiptera: Anthocoridae, em condições laboratoriais. Formulações comerciais dos seguintes inseticidas foram diluídas em água destilada (concentração em g i.a./100 ml): endosulfam (0,021), formetanato (0,04), espinosade (0,0144) e deltametrina (0,0008). O tratamento testemunha foi somente com água destilada. Os bioensaios foram mantidos em câmara climática a 25 ± 2ºC, UR de 70 ± 10% e fotofase de 12 horas. Ovos do predador colocados em hastes de picão-preto (Bidens pilosa L.) foram imersos nas caldas inseticidas por cinco segundos. As ninfas de quinto ínstar do predador foram tratadas com os inseticidas em torre de Potter. O efeito total dos inseticidas foi estimado e enquadrados em classes toxicológicas de acordo com a IOBC. O inseticida deltametrina foi nocivo a ovos e ninfas de quinto ínstar de O. insidiosus; endosulfam, formetanato e espinosade foram levemente nocivos. Endosulfam e formetanato não afetaram negativamente as características reprodutivas de fêmeas oriundas de ovos tratados. Endosulfam e espinosade reduziram o número de ovos colocados por fêmeas oriundas de ninfas de quinto ínstar que receberam tratamento...

Efeito de inseticidas em diferentes fases de desenvolvimento de Grapholita molesta (Busck, 1916) (Lepidoptera: Tortricidae) e estruturas vegetais da macieira e do pessegueiro

Chaves,Cindy Corrêa; Baronio,Cléber Antonio; Botton,Marcos; Garcia,Mauro Silveira
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
27.3%
A mariposa-oriental Grapholita molesta é uma das principais pragas da macieira e do pessegueiro. Neste trabalho, foi avaliada a mortalidade causada por inseticidas quando aplicados sobre diferentes fases de desenvolvimento de G. molesta e sobre ponteiros e frutos de macieira e pessegueiro. Os inseticidas acetamiprido (8 g 100L-1), fosmete (100 g 100L-1), espinetoram (3,75 g 100L-1) e novalurom (4,0 g i.a 100L-1) reduziram a eclosão em níveis superiores a 80%, independentemente de a aplicação ser realizada em pré ou pós-oviposição. O etofenproxi (15 g 100L-1) foi mais eficaz quando aplicado em pós-oviposição. Em ponteiros de macieira e pessegueiro, os inseticidas acetamiprido, clorantraniliprole (4,9 g 100L-1), etofenproxi, fosmete, novalurom e espinetoram causaram mortalidade de lagartas acima de 90%. Em frutos de macieira, os inseticidas acetamiprido, clorantraniliprole, etofenproxi, fosmete e espinetoram causaram mortalidade de lagartas de 100; 79; 76; 97 e 100%, respectivamente, enquanto em frutos de pessegueiro apresentaram controle superior a 85%. O inseticida novalurom aplicado em frutos causou menor mortalidade das lagartas quando comparado à aplicação em ponteiros. Em adultos, apenas os inseticidas etofenproxi e fosmete foram tóxicos tanto a fêmeas (59 e 39%) quanto a machos (79 e 80%)...

Associações entre o herbicida glyphosate e inseticidas na cultura da soja Roundup Ready®

Petter,F.A.; Procópio,S.O.; Cargnelutti Filho,A.; Barroso,A.L.L.; Pacheco,L.P.; Bueno,A.F.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 PT
Relevância na Pesquisa
27.3%
Este trabalho teve o objetivo de avaliar os efeitos da associação do herbicida glyphosate com 10 inseticidas de diferentes grupos químicos sobre a cultura da soja Roundup Ready® (cultivar Monsoy 8585 RR®), o controle de plantas daninhas e o controle da lagarta-da-soja (Anticarsia gemmatalis). O experimento foi realizado em lavoura no município de Nova Xavantina - MT, no período de novembro de 2005 a abril de 2006, em solo classificado como Latossolo Vermelho distrófico. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, em esquema fatorial 11 x 2, sendo os fatores constituídos por 11 tratamentos inseticidas [lambdacyhalothrin (3,75 g ha-1); permethrin (12,50 g ha-1); methamidophos (300,00 g ha-1); chlorpyriphos (240,00 g ha-1); acephate (150,00 g ha-1); endosulfan (175,00 g ha-1); methomyl (107,50 g ha-1); lufenuron (7,50 g ha-1); triflumuron (14,40 g ha-1); spinosad (24,00 g ha-1); e testemunha sem inseticida], com ou sem a adição (mistura em tanque) de 960 g e.a. ha-1 de glyphosate, formando 22 tratamentos, conduzidos em quatro repetições. Os tratamentos foram aplicados 30 dias depois da emergência da cultura. A mistura do herbicida glyphosate com o inseticida chlorpyriphos causou fitotoxicidade inicial à cultura da soja RR®. O controle das plantas daninhas Chamaesyce hirta...

CONTROLE DE LARVAS DE Diloboderus abderus COM INSETICIDAS EM TRIGO

Silva,Mauro Tadeu Braga da; Boss,Adriano
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2002 PT
Relevância na Pesquisa
27.34%
A larva de Diloboderus abderus Sturm (Coleoptera: Melolonthidae) é uma praga importante da cultura do trigo (Triticum aestivum L.) em plantio direto na região Sul do Brasil. Este estudo teve como objetivo avaliar diferentes inseticidas aplicados nas sementes (fipronil e tiametoxam) e via pulverização do solo (clorpirifós e lambdacialotrina) para o controle dessa praga. A eficiência dos inseticidas foi determinada através do número de larvas vivas no solo aos 30, 60 e 90 dias após a emergência das plantas (DAE), da massa seca da parte aérea das plantas aos 90 DAE e da produção de grãos. Foram observadas correlações negativas significativas entre a dose dos inseticidas fipronil e tiametoxam e o número de larvas, e correlações positivas significativas entre estes inseticidas e a massa seca da parte aérea e a produtividade de grãos. Infestações de larvas nas testemunhas não tratadas reduziram a produtividade em relação às áreas tratadas com inseticidas. A produtividade incrementou à medida que aumentou a eficiência de controle do inseto pelos inseticidas. Concluiu-se que clorpirifós (960 e 1200g i.a./ha) e lambdacialotrina a 25g i.a./ha (formulação CE), aplicados em pulverização do solo, são eficientes para reduzir a população de larvas de D. abderus...

Viabilidade da antecipação do tratamento de sementes de arroz com inseticidas em relação à data de semeadura no controle de Oryzophagus oryzae (Coleoptera: Curculionidae)

Grützmacher,Anderson Dionei; Martins,José Francisco da Silva; Cunha,Uemerson Silva da; Giolo,Fabrizio Pinheiro; Neves,Márcio Bartz das; Härter,Wagner da Roza; Franco,Daniel Fernandez; Mattos,Maria Laura Turino
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2008 PT
Relevância na Pesquisa
27.34%
Oryzophagus oryzae (Costa Lima, 1936) é uma das pragas mais prejudiciais da cultura do arroz irrigado, sendo seu controle efetuado tradicionalmente com inseticidas granulados aplicados na água de irrigação. No entanto, o uso de inseticidas aplicados às sementes tem sido considerado promissor. Embora existam máquinas adequadas para aplicação de inseticidas às sementes, há dificuldade de assegurar a qualidade das sementes tratadas, em poucos dias ou mesmo horas antes da semeadura. Assim, objetivou-se avaliar a viabilidade do tratamento de sementes de arroz com inseticidas aplicados com antecedência à data de semeadura para o controle de O. oryzae. Dois experimentos foram instalados na Estação Experimental de Terras Baixas da Embrapa Clima Temperado, localizada no município de Capão do Leão, Rio Grande do Sul (RS), em duas épocas (1997/1998 e 2004/2005). O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com quatro repetições. Foram avaliados os inseticidas carbosulfano e fipronil aplicados manualmente às sementes de arroz em diferentes épocas que antecederam a semeadura e foram avaliadas as variáveis poder germinativo e vigor das sementes, plantas emergidas, população larval e produtividade de grãos. O tratamento das sementes de arroz com inseticidas...

Seletividade de inseticidas às diferentes fases de desenvolvimento do predador Doru luteipes (Scudder) (Dermaptera: Forficulidae)

Simões,Juliana C.; Cruz,Ivan; Salgado,Luis O.
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1998 PT
Relevância na Pesquisa
27.3%
O predador Doru luteipes (Scudder) é um dos principais reguladores da população de Spodoptera frugiperda (J.E. Smith) e Helicoverpa zea (Boddie) na cultura de milho (Zea mays). O objetivo do trabalho foi estudar a seletividade de cinco inseticidas químicos (deltametrina, lambdacialotrina, permetrina, diflubenzuron e triflumuron) e dois microbianos [Baculovirus e Bacillus thuringiensis (Berliner)] sobre as diferentes fases de desenvolvimento do predador. Ovos e ninfas dos quatro ínstares receberam os inseticidas diretamente através de um pulverizador acoplado a uma esteira rolante. Adultos do predador receberam como alimento posturas de S. frugiperda, que foram pulverizadas com os diferentes inseticidas. Para os ovos, houve um efeito letal pronunciado com os inibidores de crescimento diflubenzuron (81,8% de mortalidade) e triflumuron (78,6%), sendo este também tóxico para os ínstares ninfais (69,6%). Os inseticidas biológicos Baculovirus e B. thuringiensis foram seletivos a todas as fases do predador. A sobrevivência do predador aos inseticidas foi crescente com o instar do inseto (S = 39,5 + 7,79 I, R2² = 0,87). Os adultos foram tolerantes a todos os inseticidas (95,3% de sobrevivência).

Controle de larvas de Diloboderus abderus Sturm (Coleoptera: Melolonthidae) via tratamento de sementes de trigo com inseticidas em plantio direto

Silva,Mauro T.B.
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2000 PT
Relevância na Pesquisa
27.34%
A larva de Diloboderus abderus Sturm (Coleoptera: Melolonthidae) é uma praga importante da cultura do trigo (Triticum aestivum L.) em plantio direto na região Sul do Brasil. Este estudo teve como objetivo avaliar doses de diferentes inseticidas aplicados via tratamento de sementes para controle dessa praga. A eficiência dos inseticidas foi avaliada através do número de larvas vivas aos 30, 60 e 90 dias após a emergência das plantas (DAE), da massa seca da parte aérea das plantas aos 90 DAE, do número de espigas aos 120 DAE e da produção de grãos. Foram observadas correlações negativas significativas da dose dos inseticidas com o número de larvas, e correlações positivas significativas entre dose dos inseticidas e massa seca da parte aérea e número de espigas. Infestações de larvas nas testemunhas não tratadas causaram reduções significativas na produtividade em relação às áreas tratadas com inseticidas. A produtividade aumentou à medida que se aumentou a dose dos inseticidas. Embora imidaclopride não se tenha mostrado muito eficiente na redução da população de larvas de D. abderus, doses a partir de 350, 320, 125 e 42 g i.a./100 kg de sementes dos inseticidas tiodicarbe, furatiocarbe, carbossulfam e imidaclopride...

Seletividade de inseticidas utilizados na cultura dos citros para ovos e larvas de Chrysoperla externa (Hagen) (Neuroptera: Chrysopidae)

Godoy,Maurício S.; Carvalho,Geraldo A.; Moraes,Jair C.; G. Júnior,Márcio; Morais,Alexandre A.; Cosme,Luciano V.
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2004 PT
Relevância na Pesquisa
27.3%
Objetivou-se neste trabalho avaliar a seletividade dos inseticidas abamectina (0,0054 g i.a. L-1), deltametrina (0,0125 g i.a. L-1), óxido de fenibutatina (0,4 g i.a. L-1), lufenurom (0,0375 g i.a. L-1), tebufenozide (0,12 g i.a. L-1) e tiaclopride (0,036 g i.a. L-1) para ovos e larvas de Chrysoperla externa (Hagen). Os inseticidas foram pulverizados, por meio de torre de Potter, garantindo a aplicação de 1,5 ± 0,5 mg/cm², nos ovos ou em placas de vidro, sobre as quais foram colocadas larvas de primeiro, segundo e terceiro ínstares. Avaliaram-se a viabilidade dos ovos, a sobrevivência de larvas, pupas e adultos e o efeito dos inseticidas na capacidade reprodutiva dos indivíduos oriundos de ovos e de larvas tratadas. A toxicidade dos inseticidas foi calculada em função do seu efeito total (E), conforme metodologia padrão estabelecida pela "IOBC". Todos os inseticidas foram seletivos para ovos de C. externa. Lufenurom e deltametrina foram altamente nocivos a larvas de primeiro, segundo e terceiro ínstares de C. externa (E > 99% de mortalidade). Abamectina, óxido de fenibutatina, tebufenozide e tiaclopride apresentaram toxicidade intermediária à fase larval de C. externa. O primeiro ínstar desse predador foi o mais susceptível à ação dos produtos avaliados. Recomenda-se avaliar os efeitos dos inseticidas testados para larvas de C. externa em condições de casa de vegetação e campo para confirmação de sua toxicidade e possível utilização em programas de manejo integrado de pragas em citros.

Seletividade de inseticidas as diferentes fases de desenvolvimento do predador Doru luteipes (Scudder) (Dermaptera: forficulidae).

SIMOES, J.C.; CRUZ, I.; SALGADO, L.O.
Fonte: Anais da Sociedade Entomologica do Brasil, Jaboticabal, v. 27, n. 2, p. 289-294, 1998. Publicador: Anais da Sociedade Entomologica do Brasil, Jaboticabal, v. 27, n. 2, p. 289-294, 1998.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.3%
O predador Doru luteipes (Scudder) e um dos pincipais reguladores da populacao de Spodoptera frugiperda (J.E. Smith) e Helicoverpa zea (Boddie) na cultura de milho (Zea mays). O objetivo do trabalho foi estudar a seletividade de cinco inseticidas quimicos (deltametrina, lambdacialotrina, permetrina, diflubenzuron e triflumuron) e dois mecrobianos (Baculovirus e Bacillus thuringiensis (Berliner) sobre as diferentes fases de desenvolvimento do predador. Ovos e ninfas dos quatro instares receberam os inseticidas diretamente atraves de um pulverizador acoplado a uma esteira rolante. Adultos do predador receberam como alimento posturas de S. frugiperda, que foram pulverizadas com os diferentes inseticidas. Para os ovos, houve um efeito letal pronunciado com os inibidores de crescimento diflubenzuron (81,8% de mortalidade) e triflumuron (78,6%), sendo este tambem toxico para os instares ninfais (69,6%). Os inseticidas biologicos Baculovirus e B. thuringiensis foram seletivos a todas as fases de predador. A sobrevivencia do predador aos inseticidas foi crescente com o instar do inseto (S=39,5 + 7,79 I, R2 2 = 0,87). Os adultos tolerantes a todos os inseticidas (93,3% de sobrevivencia).; 1998

Controle da lagarta-do-cartucho com inseticidas granulados aplicados mecanicamente nas culturas de milho e sorgo.

CRUZ, I.; SANTOS, J.P.; WAQUIL, J.M.; BAHIA, F.G.T.F.C.
Fonte: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 18, n. 6, p. 575-581, jun. 1983. Publicador: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 18, n. 6, p. 575-581, jun. 1983.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.3%
Numa granuladeira comercial para aplicar inseticidas no solo, realizaram-se algumas adaptacoes que permitiram, tambem, a aplicacao de inseticidas granulados diretamente no cartucho da planta, para controlar a lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda Smith). Esta maquina foi adaptada em um cultivador-adubador, permitindo realizar, simultaneamente, as operacoes de cultivo mecanico, adubacao nitrogenada em cobertura e aplicacao de inseticida granluado. Utilizando esta adaptacao, foi avaliada uma serie de inseticidas na cultura tanto do milho quanto do sorgo. A excecao dos inseticidas deltamethrin (5,3 gramas do principio ativo/ha) e carbofuran (0,44 kg/ha) que, nas dosagens utilizadas, nao deram controle satisfatorio do inseto, os demais inseticidas apresentaram uma percentagem de controle variando de 81,2 a 100%. Entre estes, foram testados o methomyl, dizinon, forate, chlorpyrifos ethil, fonofos, quinalfos, carbaril e acephate. Considerando as vantagens apresentadas pelos inseticidas granulados (menor risco de intoxicacao, menor probabilidade de provocar desequilibrio biologico e dispensa de agua) e os resultados da eficiencia obtidos, pode-se concluir que a granuladeira acrescida das adaptacoes realizadas pode ser udada para o controle mecanizado da lagarta-do-cartucho em milho e sorgo...

Avaliação do efeito bioinseticida de linhagens de Isaria farinosa e dos extratos naturais de Caesalpinia ferrea sobre Dactylopius opuntiae (Hemiptera: Dactylopiidae) praga da forrageira (Opuntia ficus-indica) em Pernambuco

Lopes, Rosineide da Silva; Lima, Vera Lúcia de Menezes (Orientadora); Lima, Elza Áurea de Luna Alves (Coorientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Tese de Doutorado
BR
Relevância na Pesquisa
27.34%
A utilização de inseticidas químicos no controle de insetos-praga causa danos ao meio ambiente devido à contaminação do solo, água (lençois freáticos, rios e lagoas), fauna, flora e o próprio homem. Assim, o uso de fungos entomopatogênicos e extratos vegetais são considerados métodos eficientes e seguros, com baixo impacto ambiental. A cochonilha-do-carmim (Dactylopius opuntiae) parasita os cladódios da palma forrageira (Opuntia ficus-indica) causando perdas na produção do vegetal. Nasutitermes corniger é uma espécie de cupim arborícola considerada praga nas áreas urbanas, causando muitos prejuízos econômicos. Em função disso, o trabalho teve por objetivo avaliar a ação de três espécies de Isaria, dos extratos de folhas e vagens de Libidibia ferrea var. ferrea (= Caesalpinia ferrea var. ferrea) e da folha de Agave sisalana sobre D. opuntiae e N. corniger; o efeito dos inseticidas Clorpirifós, Acetamiprid, Thiamethoxan e Lambacyhalothrin sobre a D. opuntiae,. bem como a ação sinergética dos extratos e dos inseticidas sobre o crescimento micelial, esporulação e germinação dos conídios dos fungos. Neste estudo foram realizados bioensaios usando suspensões de 1x108 conídios/mL de linhagens de Isaria farinosa...

Avalia????o de inseticidas para o controle de Aryrotaenia sphaleropa (Meyrick,1909) (Lepidoptera : Tortricidae) na cultura da videira e Efeitos secund??rios sobre Trichogramma pretiosum (Riley,1879) (Hymenoptera : Trichogrammatidae); Evaluation of organic insecticides for the control Argyrotaenia sphaleropa (Meyrick, 1909) (Lepidoptera:Tortricidae) control in vineyards and secondary effects on Trichogramma pretiosum (Riley, 1879) (Hymenoptera:Trichogrammatidae).

MORANDI FILHO, Wilson Jos??
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Agronomia; Programa de P??s-Gradua????o em Fitossanidade; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Agronomia; Programa de P??s-Gradua????o em Fitossanidade; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
27.3%
The Argyrotaenia sphaleropa (Meyrick, 1909) (Lepidoptera:Tortricidae) is often found damaging vineyards and other temperate fruit orchards, in the Serra Gaucha region. This work was conducted to study seasonal occurrence of A. sphaleropa adults in vineyards using sexual synthetic pheromone, the effect of commercial formulations of insecticides with emphasis on that allowed in the organic production (neem, natural piretro, pirolenhoso extract and Bacillus thuringiensis) to control A. sphaleropa and their effects on the egg parasitoid Trichogramma pretiosum adults. Based on weekly evaluation A. sphaleropa adults catched in Delta trap baited with synthetic sexual pheromone (Z11,13-14Ac + Z11,13-14Al + Z11-14Al in a ratio of 4:4:1, 1000μg/septum) during 2003/2004 season, it was observed four populational peaks in a Cabernet Sauvignon vineyards. The first population peak occurred in the beginning of October, the second in the beginning of February, the third occurred in middle of March and the forth in June. In the experiments conducted in the laboratory using grapevine leaves with artificial infestations of 3st to 4th instars) and in commercial vineyard, Bacillus thuringiensis var. kurstaki (Dipel DF 50, 75 and 100 g/100L), fenitrothion (Sumithion 500 CE...