Página 5 dos resultados de 28381 itens digitais encontrados em 0.012 segundos

Ações dos profissionais de saúde no planejamento das atividades desenvolvidas pela unidade de saúde da família

Betin, Leonardo Dicson Sanchez
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
O planejamento é considerado um instrumento essencial de gestão no SUS, contribuindo para que o mesmo responda com qualidade e eficiência às demandas e necessidades de saúde, conforme Brasil, (2009). Objetivou-se analisar as ações desenvolvidas pelos profissionais da Estratégia de Saúde da Família no planejamento das atividades realizadas na Unidade de Saúde da Família; Descrever a Estratégia de Saúde da Família no município de Uruguaiana/RS; Identificar se há planejamento nas Unidades de Saúde e quais ferramentas são utilizadas pelos profissionais no planejamento das ações realizadas na Unidade de Saúde da Família no município de Uruguaiana/RS; Identificar a importância e os benefícios trazidos pela utilização de ações de planejamento na unidade de Saúde da Família. Trata-se de uma pesquisa de cunho exploratório descritiva, com abordagem qualitativa. Foi realizado em duas Unidades de Saúde da Família no município de Uruguaiana. Os informantes foram os profissionais de nível superior e técnico das unidades selecionadas. Os dados foram coletados através de uma entrevista semi-estruturada, com base no auto-relato. A análise dos dados foi realizada com base na interpretação descritiva das informações coletadas. Os resultados mostram que falta melhor integração equipe/equipe e equipe/comunidade. Há grande rotatividade ou falta de profissionais nas unidades que comprometem a realização do planejamento. Constatou-se a não utilização de métodos específicos de planejamento e sim ferramentas alternativas. Porém...

Corredores verdes : uma abordagem para o seu planejamento em municípios brasileiros de pequeno porte

Souza, Daniele Tubino Pante de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
Introdução: A forma como os assentamentos humanos são dispostos na paisagem influencia o funcionamento dos ecossistemas naturais e, consequentemente, a qualidade de vida das populações. A manutenção de conexões entre importantes elementos naturais em uma paisagem é um dos principais aspectos para a sustentabilidade na ocupação de um território, já que essas viabilizam a ocorrência dos fluxos de matéria e energia, que dão suporte aos serviços ambientais. Os corredores verdes podem ser utilizados como uma estratégia de planejamento para a manutenção da conectividade de uma paisagem. Entre os municípios brasileiros, os de pequeno porte, são aqueles que apresentam paisagens com menor grau de alteração pela ação humana; no entanto, não se verifica nesses locais o desenvolvimento de planejamentos territoriais que garantam a preservação de suas paisagens, segundo os aspectos mencionados. Objetivos: O objetivo principal desta pesquisa foi o desenvolvimento de uma abordagem que auxilie no planejamento de uma rede de corredores verdes, em municípios brasileiros de pequeno porte. Com a intenção de que a abordagem fosse efetiva para essa realidade, foram atendidos três requisitos fundamentais: utilizaram-se base de dados de domínio público...

A importância do planejamento estratégico para a ASBACE/ATP S.A.

Socoloski Junior, Gilberto
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xix, 150 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção; O presente trabalho, desenvolvido a partir do estudo acerca da evolução histórica do planejamento estratégico, a visão dos autores atuais e as principais ferramentas utilizadas nas atividades diárias do processo de planejamento, procura avaliar os benefícios da adoção de modelos participativos de planejamento em substituição a modelos "do topo para baixo" tradicionais. Utiliza-se da técnica de estudo de caso para mostrar sua aplicabilidade nas atividades de uma empresa posicionada no mercado financeiro, a ASBACE/ATP S.A. O estudo divide-se em quatro partes, iniciando-se pela Introdução, que contextualiza, utilizando-se de uma abordagem generalista das organizações, a aplicação de um modelo tradicional de planejamento estratégico, denominado, informalmente, Top Down. Também apresenta os objetivos do trabalho, a justificativa para a realização da pesquisa e sua estrutura de apresentação. A segunda parte, referenciada no Capítulo 2, aborda o referencial teórico do planejamento estratégico, com base nos principais autores, livros e artigos escritos sobre o assunto. Os quatro capítulos seguintes referem-se à terceira parte e apresentam o estudo de caso ASBACE/ATP. No Capítulo 3 é apresentada a metodologia da pesquisa realizada. O capítulo 4 explora as informações obtidas por meio de pesquisa exploratória...

Um estudo sobre o grau de utilização do planejamento estratégico nas microempresas e empresas de pequeno porte de Brasília

Costa, Sérgio Henrique Barroca
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 111 f.| il.,
POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.; Este trabalho tem por objetivo verificar em que medida o planejamento estratégico é utilizado por microempresas e empresas de pequeno porte de Brasília; descrever o processo formal do planejamento estratégico através do desenvolvimento de suas etapas; e descobrir as razões que levam, ou não, as empresas a implementar o planejamento estratégico. São discutidas as teorias referentes ao planejamento estratégico, apresentando os conceitos de estratégia, sua evolução e origem, a conceituação de planejamento, os tipos mais usuais e as principais etapas: análise do ambiente externo, análise do ambiente interno e desenvolvimento da base estratégica. Após, são descritas os tipos de estratégias corporativas mais utilizadas no mercado. Para a realização deste estudo, utilizou-se da pesquisa conclusiva descritiva, para conhecimento dos perfis das empresas, e a pesquisa conclusiva causal, com levantamento de dados primários junto às empresas e secundários em bibliografias específicas. Na conclusão, foi constatado que algumas empresas utilizam estratégias para melhor aproveitar as oportunidades de mercado e que outras não dão importância a nenhum tipo de planejamento ou estabelecimento de estratégias. Das empresas que estabelecem estratégias e utilizam planejamentos...

Planejamento estratégico

Boff, Rubem José
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 156 f.| il., tabs., grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.; Este trabalho descreve o processo formal de planejamento estratégico a partir de pesquisa bibliográfica que analisa as principais questões envolvidas com o mesmo e propostas por alguns autores e empresas que implantaram essa ferramenta. Verifica como as organizações elaboram: missão, visão, objetivos, metas e outros valores e propósitos relativos ao planejamento estratégico. Descreve o modelo de planejamento estratégico atualmente em uso e mostra a sua importância para o planejamento das organizações empresariais e institucionais como base para a elaboração das estratégias organizacionais. A finalidade é permitir ao administrador tomar decisões mais seguras, realizar ações mais acertadas e aumentar as chances de sucesso na condução das organizações. O trabalho conta também com uma pesquisa de campo, aplicada em 102 organizações empresariais e institucionais do Distrito Federal, as quais representam uma amostra das organizações selecionadas. Os dados estão tabulados e apresentados de forma organizada e sintetizados em: tabelas, quadros e gráficos estatísticos. As conclusões procuram identificar o ambiente das organizações do DF...

Adequação do modelo de planejamento estratégico do Banco do Brasil a um mercado globalizado e competitivo

Cardoso, Moacir
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xiii, 108 f.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção; Este trabalho estuda o modelo de planejamento estratégico adotado pelo Banco do Brasil e sua adequação, considerando a literatura sobre o assunto e o porte da instituição. Para a pesquisa de campo, elegeu-se a técnica da pesquisa bibliográfica e documental sobre a Instituição-alvo. Após comparar os dados sobre o modelo de planejamento estratégico da Instituição-alvo com as informações disponíveis na revisão da literatura foi possível elaborar conclusões sobre os assuntos abordados. A pergunta que serviu para orientar a pesquisa foi: qual o modelo de planejamento estratégico mais adequado a ser implementado pelo Banco do Brasil para que o mesmo possa atuar em um mercado globalizado e competitivo? A pesquisa procurou comparar o modelo de planejamento estratégico do Banco com as premissas das dez escolas de administração estratégicas mais conhecidas e proeminentes da atualidade, como, por exemplo, a escola do Design, do Poder, do Posicionamento e a do Planejamento. Com isso, visava-se analisar os pontos fortes e fracos de cada escola e, tendo verificado com qual (quais) delas o modelo da Instituição-alvo mais se identificava...

Bases epistemológicas das principais propostas teóricas na formulação do planejamento estratégico para bibliotecas universitárias

Lima, Arnaldo Jose de
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 227 f.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.; São descritos os fundamentos teóricos sobre a organização como sistema aberto; a racionalidade nas organizações, a evolução do planejamento estratégico, as escolas de pensamento estratégico, as estratégias, as metodologias de planejamento estratégico aplicadas para o setor público e privado. Descreve-se, ainda, o planejamento em instituições de ensino superior e em bibliotecas universitárias para destacar as bases epistemológicas das principais escolas de pensamento estratégico, quais sejam, do desenho, do posicionamento, do planejamento, do empreendedor, da cognição, da aprendizagem, do poder, cultural, ambiental e da configuração, para na seqüência, apresentar uma proposta metodológica de planejamento estratégico para biblioteca universitária decorrentes dos fundamentos teóricos e práticos discutidos neste trabalho, principalmente, por Ansoff, 1979; Porter 1986; Oliveira, 1988; 1991; Vasconcellos Filho, Pagnoncelli, 2001; Stoner, 1984; Selnznick, 1957; Chandler, 1962, Schumpeter, 1988; Simon, 1971; Daft, Weick, 1984; Huff, Narapareddy, Fletcher, 1990; Senge, 1990; Quinn...

Planejamento de carreira

Xikota, Jaqueline Longo
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.; Esta pesquisa teve como objetivo identificar a percepção de egressos de cursos de Administração sobre planejamento de carreira. Caracterizou-se como um estudo qualitativo de caráter exploratório. O procedimento utilizado para a coleta de dados foi a entrevista semi-estruturada, que combinou perguntas abertas e fechadas. Foram realizadas nove entrevistas com egressos do ano de 2002 de cursos de Administração que freqüentavam pós-graduação em nível de especialização. Os resultados, analisados com base na análise de conteúdo e confrontados com a escassa literatura sobre planejamento de carreira disponível nas diferentes áreas do conhecimento, apontaram que o entendimento de grande parte dos entrevistados se aproxima no que diz respeito ao planejamento de carreira. Suas falas nortearam-se pelas idéias de "aonde quero e posso chegar", e de que conseguir chegar depende única e exclusivamente de um esforço individual. Tanto a formação acadêmica quanto a formação recebida no dia-a-dia contribuíram para o entendimento que os entrevistados têm acerca de planejamento de carreira. A grande maioria obteve informações sobre planejamento de carreira no meio acadêmico...

Processo de planejamento e gestão de territórios turísticos

Anjos, Francisco Antonio dos
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 256 f.| il., mapas
POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.; O planejamento turístico integra-se a outros processos de planejamento amplos, visando promover melhoria econômica, social e ambiental para o local, região ou país envolvido através do desenvolvimento adequado da atividade turística. A visão sistêmica se adapta a tais concepções, pois possibilita a compreensão da complexidade do mundo real, ainda mais perceptível neste início de século, como recurso indispensável para enfrentar os desafios de ordem econômico, financeira e mercadológica e, sobretudo, política, cultural e ambiental e suas relações. O planejamento sistêmico se apresenta como modelo apropriado para o desenvolvimento do turismo na aplicação de propostas sustentáveis, pois possibilita melhores condições para a sustentabilidade econômica, contribui para a sustentabilidade social e subsidia o desenvolvimento ambiental sustentável do turismo. Aliado ao planejamento sistêmico, a gestão por processos é uma metodologia gerencial adequada ao cenário atual das organizações empresarias e territoriais, que é caracterizado por mudanças permanentes, inovações contínuas e interatividade do cliente nos processos de gestão...

O papel das associações de municípios na dinâmica de planejamento regional e urbano em Santa Catarina

Butzke, Luciana
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 149 f.| tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política.; A trajetória do sistema de planejamento do desenvolvimento no Brasil e em Santa Catarina foi profundamente marcada pela ênfase na dimensão do crescimento econômico de curto e médio prazo, na centralização e no distanciamento dos atores sociais envolvidos no nível local. Nesse contexto, surgiram na década de 1960, em Santa Catarina, inovações institucionais na forma de associações de municípios. Com a emergência da problemática socioambiental na década de 1970, o modelo de desenvolvimento hegemônico passou a ser questionado em nome de um outro estilo de desenvolvimento, centrado no tratamento integrado das várias dimensões - social, econômica, cultural, política e ambiental - contidas nas dinâmicas de desenvolvimento. Sob o rótulo de ecodesenvolvimento, foi elaborado um novo enfoque sistêmico e participativo de planejamento e gestão. No decorrer da década de 1980, o modelo originário foi sendo progressivamente enriquecido com a agregação de novos conceitos. Atualmente, ele se identifica com a proposta de planejamento para o desenvolvimento territorial sustentável. Tendo essa proposta como ponto de referência conceitual-teórica...

Avaliação da gestão do planejamento da Universidade Federal de Santa Catarina, utilizando a Metodologia Multicritérios de Apoio à Decisão - MCDA

Kobus, Mário
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 196 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
Dissertação (mestrado profissional) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Administração Universitária, Florianópolis, 2012; A complexidade da estrutura organizacional das IFES tem exigido a introdução de critérios mais sofisticados no processo de tomada de decisão. A incorporação de procedimentos lógicos para facilitar as decisões e o conhecimento cada vez maior de técnicas de intervenção sobre a realidade têm conduzido as organizações a adotarem o planejamento em suas atividades, como uma das maneiras mais racionais de administrar os recursos e minimizar os riscos das ações. Esta dissertação tem como objetivo realizar uma avaliação detalhada na área de gestão do planejamento da Universidade Federal de Santa Catarina, utilizando-se a Metodologia Multicritério de Apoio à Decisão - MCDA. Este modelo de apoio à decisão é fundamentado em uma visão construtivista, cujo aspecto principal é gerar conhecimento aos atores do processo decisório. Os modelos construídos através do processo de apoio à decisão permitem identificar oportunidades de aperfeiçoamento e devem servir também como base para que os atores entendam o impacto que as ações exercem sobre os seus valores. A pesquisa analisou a situação atual da gestão do planejamento...

A Política de planejamento familiar a partir da experiência vivênciada no Hospital Universitário de Florianópolis

Silva, Cristiane.
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Relevância na Pesquisa
36.58%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico, Curso de Serviço Social.; 0 presente Trabalho de Conclusão de Curso aborda uma das questões centrais percebidas durante as atividades realizadas no Estágio Curricular Obrigatório no setor de Serviço social do Hospital Universitário de Florianópolis, no Programa de Planejamento Familiar. O interesse pelo tema surgiu da constatação que as pessoas que procuram o Serviço de Planejamento Familiar do MU desconhecem informações básicas sobre saúde reprodutiva. concepção e contracepção. Objetivando identificar a razão do desconhecimento da população interessada nos aspectos do planejamento familiar foram realizadas entrevistas coin os Postos de Saúde, com os profissionais que recepcionam as pessoas nas unidades de saúde e também con-1 algumas pessoas que procuraram o Serviço de Planejamento Familiar do HU. Para entender qual a realidade sócio-econômica e cultural dessa demanda, e principalmente como tem sido o seu acesso as informações a respeito de saúde reprodutiva, as entrevistas foram semi-estruturadas, partindo de certos questionamentos básicos que consideramos importante. Tinhamos como objetivo principal, entender por que a demanda que chega até o hospital não recebeu nem um tipo de informação ou orientação no Posto de Saúde sobre saúde reprodutiva e planejamento familiar. Na busca por essas informações foram averiguadas as singularidades. motivos...

Relação entre o processo de planejamento estratégico e a estrutura organizacional: o caso do Ministério Público de Santa Catarina

Neis, Dyogo Felype
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 407 p.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Administração, Florianópolis, 2014.; Esta dissertação aborda a relação entre o planejamento estratégico e a estrutura organizacional. A literatura aponta que o planejamento estratégico decorre basicamente a partir de duas fases e a estrutura organizacional se constitui de diversos elementos. Em relação à fase de formulação do planejamento estratégico, o embasamento teórico que norteou a pesquisa segue especialmente as concepções de Almeida; Collis e Porras; Drucker; Dye e Sibony; Pereira; Procópio; e Scott, Jaffe e Tobe. Em relação à implementação, pesquisas como as de Beer e Eisenstat; Bossidy e Charan; Brenes, Mena e Molina; Beppler e Pereira; Hrebiniak; Hussey; Jick; e Kich e Pereira embasam o entendimento acerca do tema. Já no que diz respeito à estrutura organizacional, as obras de Blenko, Mankins e Rogers; Hall; Hamel; Mintzberg; Quinn, Anderson e Finkelstein; Sewell; Sveiby; Tsoukas; e Volberda se destacam. Embasado neste arcabouço teórico, esta pesquisa visou avaliar a relação entre o processo de planejamento estratégico e a estrutura organizacional na realidade do MPSC. O MPSC se configura como um importante espaço de estudo...

Um modelo de referência orientado ao conhecimento para o processo de planejamento de sistemas de distribuição de média tensão

Guembarovski, Ricardo Haus
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 277 p.| il., grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Florianópolis, 2014.; O processo de planejamento merece destaque em qualquer circunstância da vida. No setor de energia elétrica, recursos incomensuráveis são muitas vezes desperdiçados de forma equivocada, repercutindo em severos prejuízos financeiros devido a deficiências no processo de planejamento. Além dos aspectos puramente técnicos, outras questões devem ser consideradas para aprimorar o processo de planejamento do sistema de distribuição de média tensão (SDMT). Os métodos empregados no processo de planejamento e preconizados na atualidade baseiam-se exclusivamente em modelos matemáticos e não consideram o conhecimento organizacional relacionado ao processo. A partir de uma busca sistemática e de uma pesquisa realizada com as empresas distribuidoras de energia elétrica, empregando a metodologia CommonKADS, pôde-se identificar e descrever os principais aspectos e problemas relacionados ao atual processo de planejamento. Com base na visão sistêmica e nos recursos tecnológicos da engenharia do conhecimento e nos processos da gestão do conhecimento, propõe-se um modelo de referência (MR) orientado ao conhecimento para que o processo de planejamento seja reorganizado...

Planejamento estratégico : instrumento para analisar e coordenar a implantação do planejamento de transportes integrado ao urbano

Noronha, Maria Carolina Piloto de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil, 2011.; A estrutura urbana é definida como uma articulação particular de espaços adaptados ou o solo visto por seus diferentes usos, que podem existir numa área urbana, mas que são mutáveis, tendo em vista que a cidade é um organismo vivo. As atividades humanas estabelecidas pelos espaços adaptados interagem dentro do contexto de vários sistemas de atividades, tais como: domicílios, locais de trabalho, escolas e hospitais. Um elemento crítico de um plano estrutural urbano é a configuração do seu sistema de transporte, uma vez que ele engloba os demais componentes da estrutura urbana, mas que nem sempre são considerados adequadamente quando da elaboração do Planejamento de Transportes e, conseqüentemente, do Planejamento Urbano. As metodologias do Planejamento Estratégico Situacional e de Cidades são ferramentas que buscam integrar as configurações dos diversos sistemas demandados pelas cidades. Os autores estudados são unânimes ao salientar a importância da participação popular nas decisões a respeito do Planejamento Urbano, pois esta seria a única maneira de torná-las sustentáveis. Neste trabalho foi analisado o Planejamento Urbano do Distrito Federal...

Planejamento e mediação pedagógicos : análise de uma situação educativa a distância

Prata, Danilo Nogueira
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.58%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, 2013.; O presente estudo apresenta uma discussão sobre a relação entre planejamento e mediação pedagógica na Educação a Distância (EaD). O tema é considerado no contexto de uma modalidade de educação que está em constante emergência no cenário nacional de Educação Superior e privilegia o papel e a importância do professor que planeja e o impacto que esta ação gera sobre a mediação pedagógica. O trabalho docente é compreendido a partir de suas percepções sobre o planejamento pedagógico e pela mediação nos ambientes virtuais de aprendizagem, os quais possibilitam a construção do conhecimento, e busca retratar a realidade fática do curso de Pedagogia a distância da Universidade Aberta do Brasil (UAB) operacionalizada pela Universidade de Brasília (UnB). Nossos objetivos foram caracterizar a mediação pedagógica como elemento do planejamento; identificar, nos documentos institucionais, evidências de estratégicas de planejamento pedagógico; e verificar as estratégias pessoais dos professores entrevistados sobre o planejamento pedagógico no desenvolvimento das atividades dos professores do curso de Pedagogia a distância. Para desenvolvimento desta investigação foram tomados como base principal os pressupostos da pesquisa de natureza qualitativa. Quanto ao método e à forma de abordar o problema...

As discussões entre formador e professores no planejamento do ambiente de modelagem matemática

Silva,Lilian Aragão da; Oliveira,Andréia Maria Pereira de
Fonte: UNESP - Universidade Estadual Paulista, Pró-Reitoria de Pesquisa; Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática Publicador: UNESP - Universidade Estadual Paulista, Pró-Reitoria de Pesquisa; Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.58%
Neste artigo, nosso objetivo é analisar as discussões entre formador e professores no planejamento do ambiente de modelagem em um curso de formação continuada para professores da Educação Básica. Essas discussões aconteceram em dois momentos que antecederam a implementação da atividade de modelagem na prática pedagógica dos professores participantes: primeiramente, na discussão geral do planejamento do ambiente de modelagem e, posteriormente, na elaboração do planejamento de cada professor. O contexto foi o quinto encontro do curso cuja finalidade era abordar o planejamento do ambiente de modelagem. Os dados referentes à pesquisa qualitativa foram coletados por meio de observações realizadas durante o desenvolvimento do encontro. Os resultados sugerem que as discussões entre os participantes convergem para duas vertentes do planejamento do ambiente de modelagem, a saber: o planejamento das ações do professor e o planejamento da atividade de modelagem. Além disso, observamos que os professores, durante as discussões com a formadora, tendem a legitimar o discurso dela na elaboração do planejamento, nesse caso, quando lidam com dilemas para construção de situações-problema abertas ou fechadas, bem como apresentam dificuldades em evidenciar elementos que possam gerar um debate social ou reflexões com os alunos na prática pedagógica.

O planejamento nacional da política de saúde no Brasil: estratégias e instrumentos nos anos 2000

Machado,Cristiani Vieira; Baptista,Tatiana Wargas de Faria; Lima,Luciana Dias de
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.58%
O artigo enfoca o planejamento nacional da política de saúde de 2003 a 2010, à luz da trajetória do planejamento estatal no Brasil e do contexto do Governo Lula. Inicialmente, é traçado um histórico dos momentos relevantes para o planejamento nacional, considerando suas interfaces com a saúde. A seguir, situa-se o contexto governamental e discutem-se as estratégias e instrumentos de planejamento em saúde recentes. A metodologia envolveu revisão bibliográfica e análise de documentos - os planos plurianuais, o Plano Nacional de Saúde, o Pacto pela Saúde e o Mais Saúde - considerando o seu propósito, conteúdo e processo de elaboração. Os resultados sugerem um adensamento do planejamento nacional em saúde, visando dar direcionalidade à política. Foram identificados dois momentos no planejamento federal em saúde: entre 2003 e 2006, predominou uma orientação participativa e gerencialista; entre 2007 e 2010, a orientação gerencialista se manteve e houve um esforço de atrelar a política de saúde ao modelo de desenvolvimento. Apesar dos avanços, o planejamento em saúde expressou limitações como a não regulamentação do financiamento setorial, que tem comprometido a execução dos planos, o escasso enfrentamento de problemas estruturais do sistema de saúde e a fragilidade da lógica territorial.

Das tensões às intenções: gestão do planejamento urbano e Orçamento Participativo no Recife (1997 a 2002)

Barbosa da Silva, Evanildo; Lacerda Gonçalves, Norma (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.58%
O presente estudo visa compreender os paradigmas de planejamento urbano e sua gestão, a partir da experiência do Orçamento Participativo durante as administrações de Roberto Magalhães (1997 a 2000) e João Paulo (2001 até 2002) e o processo de participação popular na gestão do município do Recife. Buscamos recuperar o debate sobre o planejamento e a gestão municipal no Recife, problematizando a adoção de velhos e novos paradigmas e suas implicações sobre as dinâmicas do planejamento urbano. Ao lançarmos um olhar sobre os referenciais de planejamento urbano e sua gestão, privilegiamos a questão correlata aos lugares do Orçamento Participativo nessas dinâmicas, observando como se deu e se dá a participação popular nessa experiência. Fizemos uso da noção de rupturas e permanências, descontinuidades e heranças para enfocar a abordagem da experiência do Orçamento Participativo no Recife e sua relação com o planejamento urbano. Optamos pela pesquisa focada numa metodologia que comparou as trajetórias do Orçamento Participativo no Recife, desde a administração de Roberto Magalhães (1997 a 2000) até a de João Paulo (2001 e 2002). Tratamos o Orçamento Participativo como o espaço das intenções e como o espaço das tensões...

Planejamento e Avaliação de Ações de Saúde

Núcleo de Educação em Saúde Coletiva da Medicina - UFMG; Núcleo de Tecnologias e Educação a Distância em Saúde - UFC
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Publicado em // PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.58%
Discute o processo de planejamento em saúde, desde a identificação dos problemas até a elaboração de um plano de ação capaz de intervir na realidade. Propõe mudanças e oferece subsídios teóricos para a reorganização dos processos de planejamento e avaliação de ações de saúde. Reflete sobre o planejamento em saúde, com o objetivo de discutir a importância do planejamento e a necessidade de trabalhá-lo enquanto um processo, contando, para tal, com um método de planejamento. Argumenta sobre aspectos gerais do planejamento em saúde, citando as principais diferenças entre os métodos de planejamento até então utilizados pela equipes da Estratégia de Saúde da Família.