Página 5 dos resultados de 5434 itens digitais encontrados em 0.032 segundos

Terminologia da atenção primária à saúde; Terminology of primary health care

Gusso, Gustavo Diniz Ferreira; Bensenor, Isabela Judith Martins; Olmos, Rodrigo Diaz
Fonte: Associação Brasileira de Educação Médica Publicador: Associação Brasileira de Educação Médica
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
125.96%
INTRODUÇÃO: Muitos termos da área de Atenção Primária à Saúde não são utilizados adequadamente. É importante resgatar a origem desses termos, a fim de entender porque são usados de maneiras diferentes por trabalhadores da saúde e pela população leiga. OBJETIVO: Pesquisar e discutir os significados e usos de termos ligados àAtenção Primária à Saúde. MÉTODO: Revisão, em diferentes fontes, de significados de termos como Atenção Primária à Saúde, medicina de família, clínica geral, medicina interna, Programa Saúde da Família. RESULTADOS: Referências diferentes geralmente têm o mesmo significado para termos similares. Alguns termos, como, por exemplo, "clínica médica", que na prática significa "medicina interna", não têmorigem clara. DISCUSSÃO: Muitos termos são usados indevidamente por causa de diferentes interesses e motivos históricos. Este trabalho não pretende esgotar a discussão sobre a importância da terminologia na Atenção Primária. É um campo relevante de investigação, porque pode ajudar a comunicação entre pacientes, profissionais da saúde e políticos e, em especial, colaborar para o adequado entendimento pelos estudantes deste cenário de prática.

Informatização do registro clínico essencial para a atenção primária à saúde: um instrumento de apoio às equipes da estratégia saúde da família; Computerization of the essential clinic record to health primary care: a tool to support the family health strategy teams

Roman, Angelmar Constantino
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/05/2009 PT
Relevância na Pesquisa
125.95%
INTRODUÇÃO: A atenção primária à saúde (APS), porta de entrada dos sistemas de saúde organizados, é o nível de atenção de maior contato com as populações e onde as pessoas são atendidas como sujeitos sociais e emocionais com projetos existenciais, sofrimentos e riscos para a saúde e não apenas como portadores de doenças classificáveis. Esse é o modelo da integralidade, opção adotada pelo Sistema Único de Saúde (SUS) brasileiro, desde sua criação oficial em 1990, para reorientação da assistência, em busca da consolidação dos seus princípios. Compatível com esses princípios estruturadores, a Medicina de Família e Comunidade (MFC) é a especialidade que atua na APS. Mas, os níveis de atenção secundária e terciária, que embasam seus conceitos no modelo explicativo biomédico, é que determinam discurso e prática da educação médica e delineiam a forma de registrar os eventos clínicos e de codificar os agravos. Essa forma de registrar e codificar revela-se insuficiente para abarcar o universo complexo de achados no cotidiano do atendimento à maioria das pessoas que acorrem à APS. Assim, este trabalho descreve um software de registro essencial, compatível com os princípios do SUS, com os atributos da APS e com as características estruturadoras da MFC...

Ações de enfermeiros(as) na atenção primária à saúde de crianças e adolescentes vítimas de violência doméstica no distrito oeste do município de Ribeirão Preto-SP; Nurses' actions in the primary health care to children and adolescents victims of domestic violence in west district of the municipality of Ribeirão Preto - SP

Leite, Jéssica Totti
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
125.95%
A violência doméstica é uma realidade evidenciada com grande frequência e apontada como um grave problema de saúde pública em nosso país. Ela se concretiza, sobretudo contra pessoas em fase de desenvolvimento como crianças e adolescentes. Nosso estudo teve como objetivo conhecer e descrever as ações na Atenção Primária à Saúde prestadas pelo(a) enfermeiro(a) às crianças e aos adolescentes vítimas de violência doméstica em Unidades de Saúde da Família localizadas no Distrito Oeste do Município de Ribeirão Preto - SP. Trata-se de um estudo com abordagem qualitativa, se delineando como pesquisa social estratégica, com modalidade de estudo de caso. Para a coleta de dados, foram realizadas entrevistas semiestruturadas, diário de campo e uma visita na Secretaria Municipal de Saúde de Ribeirão Preto, especificamente a Divisão de Vigilância Epidemiológica no Núcleo de Violência e Acidentes. Participaram do estudo 05 enfermeiras que atuam nos 05 Núcleos de Saúde da Família no Distrito Oeste da cidade de Ribeirão Preto. A análise dos dados foi realizada por meio da análise de conteúdo, modalidade temática. Emergiram dois núcleos temáticos principais: Ações Municipais na Atenção à Criança e ao Adolescente Vítima de Violência Doméstica e Enfermagem na Atenção Primária à Saúde: barreiras no combate à violência doméstica. No primeiro núcleo foi abordado as ações no Município de Ribeirão Preto para o combate à violência doméstica em crianças e adolescentes. Embora os esforços da Secretaria Municipal de Saúde promovendo eventos com o objetivo de promover à capacitação e educação permanente dos profissionais de saúde...

Avaliação da atenção primária à saúde da criança no município de Colombo - Paraná; Evaluation of the primary care of the childs health in the city of Colombo - PR

Oliveira, Vanessa Bertoglio Comassetto Antunes de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
125.96%
O presente estudo enquadra-se no campo cuidados em saúde e sua temática refere-se à avaliação do serviço de saúde da criança na rede básica do município de Colombo Paraná. Constitui-se seu objeto o desempenho das Unidades Básicas de Saúde (UBS) e das Unidades de Estratégia Saúde da Família (USF) do município. Os objetivos foram: avaliar a presença e a extensão dos atributos essenciais e derivados relativos à Atenção Primária à Saúde (APS) no cuidado prestado na atenção primária às crianças, sob a ótica das suas famílias, e comparar o desempenho das UBS e USF quanto a esses atributos. Os sujeitos da pesquisa foram responsáveis por crianças de 17 a 22 meses cadastradas e assíduas às atividades das unidades de saúde do município, numa amostra aleatória total de 482 pessoas, sendo 247 das Unidades Básicas e 235 das Unidades de ESF. A coleta de dados foi feita em domicílio e o instrumento utilizado foi o Primary Care Assessment Tool (PCATool) versão criança, já validado em 2008 e utilizado como referência pelo Ministério da Saúde do Brasil. As entrevistas aconteceram entre junho e julho de 2012. As análises, com auxílio do software Statistica 10.1, incluíram o teste t de student para comparação de variáveis quantitativas e o teste qui-quadrado para variáveis qualitativas; para verificação da consistência interna dos itens do instrumento foi obtido o Alfa de Crombach para cada um dos atributos e para o instrumento total. Um estudo piloto foi realizado para garantir a eficácia do instrumento e da entrevista. O estudo seguiu a Resolução 196/96 do Conselho Nacional de Ética em Pesquisa. A pesquisa revelou que as Unidades de ESF obtiveram escores superiores ao mínimo exigido em Afiliação...

Assistência à saúde mental na atenção primária à saúde

Pereira, Elize Dilly
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
125.96%
O tema desta pesquisa é assistência à saúde mental na Atenção Primária à Saúde (APS). Teve como objetivo conhecer a assistência à saúde mental na APS. É uma pesquisa caracterizada como revisão de literatura. Foram analisados 33 artigos encontrados na Biblioteca Virtual em Saúde que abrange as bases de dados LILACS e SCIELO. Os dados coletados foram analisados em quatro etapas: leitura exploratória, leitura seletiva, leitura analítica e leitura interpretativa. Foram analisadas quatro categorias prévias: caracterização da amostra, atividades desenvolvidas na APS, impacto das atividades na vida dos usuários e interação entre atenção primária e secundária à saúde. Os resultados mostraram que a saúde mental está presente na APS através de tecnologias leves e estratégias de atenção à saúde mental, como: consultas individuais e em grupos, reuniões de equipe para discussão de casos, encaminhamentos para serviços especializados e apoio matricial, realizado pelo Núcleo de Apoio a Saúde da Família. Pouco se fala sobre o impacto das atividades voltadas à saúde mental na vida dos usuários, mas informações sobre a importância da humanização nas práticas de saúde, o vínculo entre profissional e usuário...

O acesso avançado e sua relação com o número de atendimentos médicos em atenção primária à saúde

Vidal, Tiago Barra
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
125.94%
O Acesso Avançado (AA) é um sistema moderno de agendamento médico que consiste em agendar as pessoas para serem atendidas pelo médico no mesmo dia ou em até 48 horas após o contato do usuário com o serviço de saúde. Diversos Sistemas Nacionais de Saúde no mundo, tais como Canadá e Inglaterra, por exemplo, implementaram o acesso avançado na Atenção Primaria à Saúde (APS) com o objetivo de melhorar o acesso das pessoas aos cuidados em saúde. O Acesso Avançado tem como objetivos diminuir o tempo de espera por uma consulta médica, diminuir o número de faltas às consultas médicas e aumentar o número de atendimentos médicos da população. Equipes de Saúde da Família, estratégia preconizada pelo Ministério da Saúde como formas de orientação da Atenção Primária no Brasil têm utilizado esse novo sistema com tais objetivos. Florianópolis, capital do Estado de Santa Catarina, tem a Estratégia de Saúde da Família (ESF) como o modelo de atenção a saúde escolhido pelo município como eixo central das ações de saúde a sua população, apresenta muitos centros de saúde com suas respectivas equipes de saúde da família com esse novo sistema de agendamento de consulta médicas. Esta dissertação de mestrado evidencia que o acesso avançado realizado por essas equipes de ESF atendem um número maior de consultas médicas anualmente em comparação com outras formas de agendamento médico...

Produção do cuidado de enfermeiros em atenção primária à saúde no atendimento em situações de urgência; Production of primary care in the work process of nurses in demand emergency situations; Producción de cuidado primario en salud en el proceso laboral de los enfermeros y para atención en condición de urgencia

Pelegrini, Alisia Helena Weis
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
125.97%
Este estudo teve como objetivo analisar a produção de cuidado primário em saúde no processo de trabalho dos enfermeiros com base na presença e na extensão dos atributos da atenção primária à saúde (APS) e no atendimento de usuários em situação de urgência. Foi utilizada a estratégia metodológica híbrida de combinação das abordagens qualitativas e quantitativas. A pesquisa foi desenvolvida com enfermeiros dos serviços de APS, unidades básicas de saúde (UBS) e unidades de saúde da família (USF) do Distrito Assistencial Glória/Cruzeiro/Cristal e do Distrito Assistencial Sul/Centro Sul do município de Porto Alegre. Na primeira etapa da pesquisa foram coletados dados qualitativos por meio de entrevista semiestruturada com 18 enfermeiros. Na segunda etapa foram coletados dados quantitativos através do instrumento Primary Care Assessment Tool – PCATool-Brasil, versão profissionais, com 52 enfermeiros. Os dados qualitativos foram tratados pela técnica de análise de conteúdo temática. Foi utilizado o software NVivo6 para operacionalização da análise qualitativa. Para organização dos dados quantitativos e realização das análises estatísticas foi utilizado o Programa Statistical Package for the Social Sciences (SPSS). A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre. Conforme as respostas dos enfermeiros ao instrumento PCATool-versão profissionais...

A atenção primária à saúde e o censo - IBGE: a relevância do setor censitário como fator de integração

Gonzaga, Jorge Luiz
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
125.94%
A chamada Sociedade da Informação tem provocado profundos impactos nas relações sociais, com modificações significativas nos processos de elaboração e difusão de informações e dados e nos modos de produção em diferentes setores. No campo da Atenção Primária à Saúde, este cenário acentua a necessidade de desenvolver um olhar mais amplo sobre a realidade, considerando a interdisciplinaridade e o emprego de novas tecnologias como dimensões importantes, tendo em vista prestar uma assistência mais fidedigna à população. O emprego de recursos tecnológicos avançados em conjunto com novas dimensões de análise pode favorecer, entre outros aspectos, o processo de tomada de decisões pelos gestores e demais profissionais da área de Saúde. O presente estudo apresenta como foco de análise a possibilidade de incorporar às bases de dados do PSF a definição de unidade territorial estabelecida como padrão uniforme de coleta de dados, pelo IBGE - setor censitário. Para tanto, a metodologia adotada envolveu a leitura de artigos acadêmicos disponíveis em bibliotecas virtuais, livros de autores renomados e documentos oficiais produzidos pelo Ministério da Saúde e pelas principais escolas formadoras e produtoras de estudos nesta área. Foram também realizados diversos contatos com profissionais que atuam neste campo...

Avaliação de estratégias inovadoras na organização da Atenção Primária à Saúde

Onocko-Campos,Rosana Teresa; Campos,Gastão Wagner de Sousa; Ferrer,Ana Luiza; Corrêa,Carlos Roberto Silveira; Madureira,Paulo Roberto de; Gama,Carlos Alberto Pegolo da; Dantas,Deivisson Vianna; Nascimento,Roberta
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
125.96%
OBJETIVO: Comparar o desempenho de Unidades Básicas de Saúde segundo a implantação de novos arranjos e estratégias de atenção primária e saúde mental. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS: Pesquisa avaliativa, com triangulação de métodos e referencial teórico da hermenêutica crítica em seis Unidades Básicas de Saúde dos dois distritos de saúde mais populosos de Campinas, SP, 2007. As Unidades Básicas de Saúde foram analisadas segundo resolutividade da clínica, articulação entre as redes de atenção primária e saúde mental e implantação de estratégias de promoção à saúde. Foram definidos dois grupos pela técnica de clusters: um com maior e outro com menor grau de implantação das ações. Os grupos foram comparados a partir da melhora do seguimento clínico, dada pela ocorrência de acidente vascular cerebral; avaliação da dispensação de medicamentos psiquiátricos; grupos focais com trabalhadores, usuários e agentes comunitários de saúde; e entrevistas com usuários e familiares. Empregaram-se estratégias de pesquisa inclusivas e participativas. ANÁLISE DOS RESULTADOS: Não houve modelos puros, mas um mosaico de propostas organizacionais. Foram identificados avanços positivos no grupo com maior implantação de estratégias inovadoras em relação à melhor integração dos agentes comunitários nas equipes das Unidades; à percepção de melhora da assistência pelos trabalhadores e agentes; e à facilidade para encaminhamentos e assistência de casos de saúde mental. As dificuldades identificadas em ambos os grupos foram: comunicação entre os níveis de atenção e dentro das equipes...

Terminologia da atenção primária à saúde

Gusso,Gustavo Diniz Ferreira; Bensenor,Isabela Judith Martins; Olmos,Rodrigo Díaz
Fonte: Associação Brasileira de Educação Médica Publicador: Associação Brasileira de Educação Médica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
125.96%
INTRODUÇÃO: Muitos termos da área de Atenção Primária à Saúde não são utilizados adequadamente. É importante resgatar a origem desses termos, a fim de entender porque são usados de maneiras diferentes por trabalhadores da saúde e pela população leiga. OBJETIVO: Pesquisar e discutir os significados e usos de termos ligados àAtenção Primária à Saúde. MÉTODO: Revisão, em diferentes fontes, de significados de termos como Atenção Primária à Saúde, medicina de família, clínica geral, medicina interna, Programa Saúde da Família. RESULTADOS: Referências diferentes geralmente têm o mesmo significado para termos similares. Alguns termos, como, por exemplo, "clínica médica", que na prática significa "medicina interna", não têmorigem clara. DISCUSSÃO: Muitos termos são usados indevidamente por causa de diferentes interesses e motivos históricos. Este trabalho não pretende esgotar a discussão sobre a importância da terminologia na Atenção Primária. É um campo relevante de investigação, porque pode ajudar a comunicação entre pacientes, profissionais da saúde e políticos e, em especial, colaborar para o adequado entendimento pelos estudantes deste cenário de prática.

Diretrizes para o ensino na atenção primária à saúde na graduação em medicina

Demarzo,Marcelo Marcos Piva; Almeida,Rodrigo Cariri Chalegre de; Marins,João José Neves; Trindade,Thiago Gomes da; Anderson,Maria Inez Padula; Stein,Airton Tetelbom; Guimarães,Fabiano Gonçalves; Oliveira,Felipe Proenço de; Carvalho,Fernanda Plesmann
Fonte: Associação Brasileira de Educação Médica Publicador: Associação Brasileira de Educação Médica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
125.94%
O presente documento traz diretrizes construídas conjuntamente pela Associação Brasileira de Educação Médica (ABEM) e a Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC) com a intenção de apoiar as escolas médicas de forma objetiva e prática, na elaboração de projetos político-pedagógicos no contexto da Atenção Primária à Saúde. Um marco reconhecido na política educacional brasileira é a publicação das Diretrizes Curriculares Nacionais, as quais flexibilizam as organizações curriculares, possibilitando a construção de projetos político-pedagógicos contemporâneos e consonantes com o Sistema Único de Saúde brasileiro. A Atenção Primária à Saúde é o ponto de convergência entre estas duas políticas, descentralizando o ensino da Medicina dos hospitais para toda a rede de saúde no Brasil. Destaca-se a imperiosidade de que o ensino na Atenção Primária à Saúde esteja presente longitudinalmente, ao longo de todo o curso, de preferência com inserções significativas (de aprendizado real e a partir do trabalho), mas que, sobretudo, deva fazer parte do núcleo de ensino da prática clínica do futuro médico.

Avaliação multidimensional do idoso: uma abordagem em atenção primária à saúde

Sirena, Sergio Antonio
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
125.96%
OBJETIVO: Avaliar a eficácia e efetividade de uma abordagem multidimensional em atenção primária à saúde direcionada para a detecção dos problemas de saúde que mais freqüentemente afetam a qualidade de vida dos idosos, em comparação com a prática do atendimento clínico que lhes é dispensado em ambulatórios de atenção primária. METODOLOGIA: Estudo transversal desenvolvido com idosos de 60 anos ou mais atendidos em postos de atenção primária à saúde de Porto Alegre (RS) mediante aplicação de um instrumento de avaliação multidimensional do idoso (AMI), no período de maio a setembro de 2002. Para análise da eficácia do instrumento, foram descritas as prevalências de problemas de saúde obtidos pela sua aplicação a 189 idosos atendidos no período, informações que foram então, comparadas com as registradas nos prontuários de 143 idosos atendidos nas mesmas unidades nos 24 meses precedentes. Para determinar a efetividade da abordagem foi analisado o tempo despendido na avaliação, a opinião dos médicos de família quanto à adequação dos domínios investigados, a relevância do instrumento para a sua prática, sua opinião sobre a utilidade do método e o seu interesse na atenção ao idoso. Foram...

Vivência de profissionais da atenção primária à saúde relativa aos direitos dos pacientes; Experiences of Health Primary Care professionals regarding Patient Rights

Martins, Maristela Santini
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/04/2015 PT
Relevância na Pesquisa
125.97%
Introdução: A Atenção Primária à Saúde (APS) é a porta de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS), o que inclui o acesso a bens, serviços e direitos. Objetivo: Compreender a vivência de profissionais atuantes na Atenção Primária à Saúde relativas aos direitos dos pacientes. Método: Pesquisa qualitativa com coleta de dados através de revisão sistemática qualitativa e pesquisa-ação. A revisão seguiu o método da Biblioteca Crochrane, as buscas foram na BVS, PubMed, Cinahl, Base de Teses e Dissertações da USP e Portal de Periódicos da CAPES. Os descritores foram Atenção Primária à Saúde, Direitos do paciente e outros 17 relativos a direitos específicos. Aplicados os critérios de inclusão, 18 trabalhos foram selecionados. O método da pesquisa-ação foi o de Thiollent. Foram analisados os direitos dos pacientes requeridos em um serviço público de ouvidoria e os resultados do PMAQ-AB. Posteriormente, foram realizados seis seminários, com a participação de 17 profissionais atuantes na APS. Resultados: Na literatura, foram encontrados nove direitos descritos: acolhimento, integralidade, equidade, privacidade, confidencialidade, humanização, autonomia, acesso e direito à saúde. No serviço de ouvidoria os direitos requeridos foram: acesso a bens e serviços (62...

Problemas éticos dos cuidados paliativos na atenção primária à saúde: scoping review; Ethical issues of Palliative Care in Primary Health Care: Scoping Review

Saito, Danielle Yuri Takauti
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
125.97%
Introdução: Com o aumento da população idosa e das condições crônicas de saúde, a Atenção Primária à Saúde (APS) é preciso reorganizar esse nível do Sistema Único de Saúde (SUS) para atender às necessidades de saúde decorrentes do novo perfil epidemiológico. Por serem progressivas e incuráveis, as doenças crônico-degenerativas geram crescente demanda por cuidados paliativos (CP). Os CP são indicados desde o diagnóstico de uma doença crônica até o estágio final de vida. Dado o cenário da necessidade de incluir os CP na APS, quais seriam as questões éticas relativas a essa inclusão? Objetivo: Identificar as questões éticas relativas aos Cuidados Paliativos na Atenção Primária à Saúde. Método: Revisão Sistematizada do tipo Scoping Review. As buscas foram nas bases de dados: LILACS, PubMed, CINAHL e EMBASE. Utilizou-se duas estratégias de busca. A primeira cruzou os descritores ética e bioética com atenção primária à saúde. A segunda fez o cruzamento dos dois descritores com cuidados paliativos. Além das buscas nas bases, incluiu-se o acervo de buscas anteriores. Resultados: Foram encontrados 3923 artigos e, após análise, mantiveram-se 16 artigos, referentes a 15 estudos. Os problemas encontrados foram: escassez de recursos; falta de conhecimento dos profissionais de saúde sobre a prática de CP; falta de habilidades comunicacionais; dificuldade em estabelecer limites na relação clínica; sobrecarga de trabalho; falta de apoio de serviços de referência; e falta de comunicação entre os serviços da Rede de Atenção à Saúde (RAS). Esses problemas assemelham-se aos vividos no cotidiano da APS...

Práticas assistenciais em saúde mental na atenção primária à saúde

Frosi, Raquel Valiente
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 198 p.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
125.98%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, Florianópolis, 2013.; Este estudo qualitativo foi realizado com objetivo de descrever e analisar práticas assistenciais em saúde mental na Atenção Primária à Saúde (APS) na cidade de Florianópolis. Foram incluídos no estudo nove (09) equipes de saúde da família de centros de saúde e distritos sanitários distintos, havendo 21 profissionais e 20 usuários envolvidos de forma direta. Além de haver uma contextualização na análise de documentos e contato com gestores, a pesquisa foi realizada por meio de entrevistas com profissionais de atenção primária a saúde (incluídos alguns profissionais de NASF), pela observação de atividades de atenção e também por meio de entrevista e análise de prontuário de usuários atendidos. As análises foram feitas a partir das ofertas identificadas, sendo que para isso os casos foram sistematizados utilizando-se o fluxograma de síntese proposto por Merhy, a saber, entrada, recepção, decisão de ofertas, cardápio (modalidades de atenção) e saída. Utilizou-se como referência para analisar as práticas a diferenciação entre o modo asilar psiquiátrico e o modo de atenção psicossocial proposto por Abílio Costa-Rosa...

Movimento Atenção Primária à Saúde como um produto da hegemonia

Lima, Rita de Cássia Gabrielli Souza
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 318 p.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
125.97%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, Florianópolis, 2013.; A proposta deste estudo nasceu de uma insistente observação gerada em nossas experiências profissionais e acadêmicas: a inclinação social que condiciona a existência do hoje às incertezas do amanhã tem gerado nas ações de Atenção Primária à Saúde uma expressiva lógica de subordinação do sofrimento humano da concretude da vida à ordem moderna contemporânea de materialização da ideia de risco. Entendendo por sofrimento humano da concretude da vida os eventos que estão atuando no processo de viver das pessoas no tempo presente, ora objetivos, ora subjetivos, mas sempre históricos, e que para elas estão determinando e/ou condicionando o seu estar bem na vida. Tal observação nos mobilizou para buscar no "Movimento Atenção Primária à Saúde" (MAPS), protagonizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), no período compreendido entre 1948 e 1978, se e como a ideia de risco se apresentou naquele momento histórico. Para o desenvolvimento do estudo, utilizou-se como recurso metodológico a reconstrução etnográfica de abordagem ética na perspectiva demartiniana...

Cartografia das práticas de apoio na atenção primária à saúde na Regional Recanto das Emas, Distrito Federal

Cardoso, Janaina Rodrigues
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
125.95%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, 2015.; A pesquisa foi realizada no âmbito do Sistema Único de Saúde do Distrito Federal, apostando-se na inserção do apoio institucional como dispositivo para ressignificar a compreensão dos processos de trabalho e de gestão da Atenção Primária à Saúde. Nesse contexto, buscou-se cartografar as práticas de apoio na Atenção Primária à Saúde da Regional Administrativa do Recanto das Emas e correlacioná-las com as prioridades de saúde do Distrito Federal, mediante pesquisa intervenção, sob referencial qualitativo, com métodos participativos, produção de narrativas coletivas e cartografia. A experimentação do apoio propiciou: qualificação e alinhamento das ações institucionais com as prioridades da gestão; qualificação, humanização e melhoria dos processos de trabalho e da gestão; implantação de colegiados gestores; ativação de redes de coletivos preocupados com a qualificação da assistência e da gestão; intervenção nas práticas cotidianas dos serviços da Atenção Primária. Conclui-se que as práticas de apoio podem aprimorar os processos de gestão democrática e contribuem para a qualificação da assistência. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT; The survey was conducted within the National Health System of the Federal District...

Gestão da Assistência Farmacêutica: módulo 3: unidade 3: políticas de saúde, atenção primária à saúde e a gestão da assistência farmacêutica

Soares, Luciano; Verdi, Marta
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Texto Formato: Texto com 35 páginas no formato pdf
PT_BR
Relevância na Pesquisa
125.95%
Neste conteúdo serão apresentados os diferentes períodos históricos da construção das políticas de saúde no Brasil e seus modelos de assistência. A partir disso, serão abordadas as principais caracaterísiticas dos modelos de Atenção Primária à Saúde e a Saúde da Família, adotada como estratégia de reorganização do modelo assistencial da Atenção Básica no SUS. Ao final, o especializando poderá conhecer o papel dos medicamentos no sistema de cuidado em saúde, associados aos estilos de pensamento, ou seja, suas possíveis concepções de saúde.; 1.0; Ministério da Saúde

Fortalecimento da atenção primária à saúde: estratégia para potencializar a coordenação dos cuidados

Almeida,Patty Fidelis de; Fausto,Márcia Cristina Rodrigues; Giovanella,Lígia
Fonte: Organización Panamericana de la Salud Publicador: Organización Panamericana de la Salud
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
125.97%
OBJETIVO: Descrever e analisar ações empreendidas em quatro centros urbanos para fortalecer a estratégia saúde da família (ESF) no Brasil. MÉTODOS: Foram realizados estudos de caso em Aracaju, Belo Horizonte, Florianópolis e Vitória com base em entrevistas semiestruturadas com gestores. Além disso, foi realizado um estudo transversal com questionários aplicados a amostras de profissionais e usuários da ESF. RESULTADOS: Em todos os municípios foram identificadas ações para fortalecer os serviços de atenção primária à saúde, com destaque para: aumento da oferta de atenção primária à saúde com diminuição das barreiras de acesso, estruturação dos serviços de atenção primária à saúde como porta de entrada do sistema, ampliação da resolutividade (apoio diagnóstico e terapêutico, promoção da interlocução entre equipamentos da rede de serviços para organizar o processo de trabalho, capacitação, supervisão) e articulação entre ações de vigilância e assistência. CONCLUSÕES: Os municípios investigados apresentam experiências consolidadas de reorganização do modelo assistencial com base em uma atenção primária à saúde fortalecida, com potencial para tornar-se coordenadora dos cuidados. Todavia...

Avaliação de estratégias inovadoras na organização da Atenção Primária à Saúde

Onocko-Campos,Rosana Teresa; Campos,Gastão Wagner de Sousa; Ferrer,Ana Luiza; Corrêa,Carlos Roberto Silveira; Madureira,Paulo Roberto de; Gama,Carlos Alberto Pegolo da; Dantas,Deivisson Vianna; Nascimento,Roberta
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
125.96%
OBJETIVO: Comparar o desempenho de Unidades Básicas de Saúde segundo a implantação de novos arranjos e estratégias de atenção primária e saúde mental. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS: Pesquisa avaliativa, com triangulação de métodos e referencial teórico da hermenêutica crítica em seis Unidades Básicas de Saúde dos dois distritos de saúde mais populosos de Campinas, SP, 2007. As Unidades Básicas de Saúde foram analisadas segundo resolutividade da clínica, articulação entre as redes de atenção primária e saúde mental e implantação de estratégias de promoção à saúde. Foram definidos dois grupos pela técnica de clusters: um com maior e outro com menor grau de implantação das ações. Os grupos foram comparados a partir da melhora do seguimento clínico, dada pela ocorrência de acidente vascular cerebral; avaliação da dispensação de medicamentos psiquiátricos; grupos focais com trabalhadores, usuários e agentes comunitários de saúde; e entrevistas com usuários e familiares. Empregaram-se estratégias de pesquisa inclusivas e participativas. ANÁLISE DOS RESULTADOS: Não houve modelos puros, mas um mosaico de propostas organizacionais. Foram identificados avanços positivos no grupo com maior implantação de estratégias inovadoras em relação à melhor integração dos agentes comunitários nas equipes das Unidades; à percepção de melhora da assistência pelos trabalhadores e agentes; e à facilidade para encaminhamentos e assistência de casos de saúde mental. As dificuldades identificadas em ambos os grupos foram: comunicação entre os níveis de atenção e dentro das equipes...