Página 5 dos resultados de 161486 itens digitais encontrados em 0.035 segundos

A questão social e as alternativas da sociedade civil no contexto das novas formas de governação

Ferreira, Sílvia
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.04%
Discuto aqui o significado e o papel da sociedade civil no contexto das transformações das sociedades contemporâneas, em especial em nível da governação dos problemas sociais equacionados na nova questão social. Proponho uma definição relacional da sociedade civil como mediadora entre as exigências e necessidades do mundo da vida e os sistemas sociais. Discuto as fronteiras modernas entre Estado, economia e comunidade/ sociedade e a relação da sociedade civil a estas fronteiras e ao seu questionamento. Problematizo o significado e papel da sociedade civil em contextos de hibridização e de formas de governação em rede e os desafios a um novo papel e significado.; In this paper, I discuss the meaning and role of civil society in the context of transformations in contemporary societies, mainly in terms of the governance of the social problems that are conceived in terms of the social question. I suggest a relational definition of civil society as mediator between the demands and needs of the life world and the social systems. I discuss the modern boundaries between state, economy, community and society and the relationship between civil society, these boundaries and it questioning. Finally, I problematize the meaning of civil society in contexts of hybridization and network governance and the challenges for a new meaning and a new role.

Educação, sociedade e democracia no pensamento de John Dewey; Education, democracy and society in the works of John Dewey

Trindade, Christiane Coutheux
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.04%
A pedagogia de John Dewey (1859-1952) é referência para compreender as alterações no pensamento e na prática do campo educacional do século XX. Suas propostas questionam o modelo escolar tradicional predominante na época, realocando a criança para o centro do processo pedagógico. Apesar de ilustre por suas contribuições à Educação, Dewey assegura seu lugar nas discussões filosóficas tanto pela amplitude temática de seu pensamento quanto pela riqueza analítica de suas ideias. Tido como um dos pioneiros do pragmatismo (ao lado de William James e C. S. Pierce), o filósofo se debruça sobre as mais prementes questões políticas e sociais de seu tempo: o avanço desenfreado do capitalismo lança uma série de novos desafios ao homem, ao mesmo tempo em que ascendem totalitarismos de esquerda e direita na Europa e na Rússia. O horizonte da emancipação humana, representado pela democracia, está sob ameaça de diferentes modos. Essa importante pauta recebe o tratamento de Dewey em escritos que transcendem as fronteiras pedagógicas. Entendemos que a pedagogia de John Dewey é melhor compreendida quando matizada pela concepção de sociedade democrática presente nessas reflexões filosóficas mais amplas. Com o intuito de delinear essa concepção...

A exclusão de sócios na sociedade limitada de acordo com o Código Civil de 2002; The exclusion of the partner in the limited liability company in accordance with the 2002 civil code.

Vio, Daniel de Avila
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/05/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.04%
O objeto principal da dissertação é a análise do regime jurídico da exclusão de sócios nas sociedades limitadas, nos termos do Código Civil de 2002 (Lei Federal n° 10.406/02). Parte-se de um exame do percurso histórico de afirmação do instituto, entrelaçado com uma visão panorâmica da disciplina atual da matéria em alguns dos ordenamentos que mais influenciaram o Direito brasileiro, com destaque para Alemanha, França e, sobretudo, Itália. Em relação à experiência brasileira anterior à promulgação do Código Civil de 2002, o estudo concentra-se em demonstrar o caráter eminentemente doutrinário e jurisprudencial da consolidação do instituto. De fato, sempre sob a vigência do Código Comercial de 1850, à margem de quaisquer mudanças legislativas de maior relevo, a possibilidade de exclusão de sócios foi primeiramente recusada, para paulatinamente ser aceita e, finalmente, ser aplicada com exagerada liberalidade. Conceitualmente, a exclusão é enquadrada como uma expressão da especialidade da sociedade, enquanto contrato plurilateral. A exclusão facultativa, em particular - em oposição à exclusão de pleno direito -, é vista como manifestação peculiar da resolução contratual por inadimplemento. O estudo compreende uma análise crítica das disposições do Código Civil de 2002 em matéria societária...

Nas franjas da sociedade política: estudo sobre o orçamento participativo.; On the fringes of political society: a study of the participatory budget.

Romão, Wagner de Melo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.04%
A literatura acadêmica sobre as novas instâncias de participação surgidas no Brasil, nas últimas duas décadas, foi marcada por estudos que colocavam a sociedade civil como elemento impulsionador e centro deste processo. A tese se estrutura a partir da crítica a esta perspectiva de análise, focalizando o modo como esta literatura conformou determinada visão sobre as experiências de orçamento participativo (OP). Defende-se que os estudos sobre tais experiências devem considerar menos a referência da sociedade civil e mais as dinâmicas sociopolíticas próprias dos partidos políticos e dos governos, reunidas no conceito de sociedade política. Assim, o OP é analisado enquanto: a) uma estratégia de mobilização e ampliação da base social de apoio de governos e de partidos; e b) um novo espaço de interação de agentes sociopolíticos, permeado pela lógica das disputas eleitorais. Apresenta-se um estudo de caso do orçamento participativo de Osasco SP, voltado, sobretudo, para os aspectos político-institucionais da experiência e para a análise do conselho do OP e do perfil sociopolítico de seus conselheiros. A pesquisa indica a predominância de um alto envolvimento dos conselheiros com a sociedade política, o que se combina com as funções estratégicas do orçamento participativo...

A concentração geográfica da sociedade civil global: análise da distribuição das sedes das organizações não governamentais credenciadas para as conferências sociais globais da Organização das Nações Unidas (1925-1996) e para as conferênci; The geographic concentration of global civil society: analysis of the distribution of the seats of non-governmental organizations accredited to the global social conferences of The United Nations (1992-1996) and the ministerial conferences of the world Trade Organization

Silva, Vania Sandeléia Vaz da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.04%
Entre 1992 e 2005, representantes de 11.921 organizações não governamentais (ONGs) participaram de conferências realizadas pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Organização Mundial do Comércio (OMC). Tendo em vista que, tradicionalmente, apenas os representantes dos Estados-membros dessas duas organizações seriam admitidos, a crescente presença de atores não-governamentais nesses eventos foi considerada uma das evidências empíricas do surgimento de uma sociedade civil global. Contudo, alguns críticos afirmam que a sociedade civil não seria global, mas concentrada geograficamente em alguns países. Nosso objetivo é analisar se, de fato, existe tal concentração e quais suas principais características. Com esse objetivo, analisamos a distribuição geográfica das sedes das ONGs credenciadas para esses eventos, discutindo dois dos principais argumentos contrários à idéia de sociedade civil global: o primeiro afirma que a sociedade civil não é global porque seus atores estão concentrados em países do Norte (gerando um desnível Norte-Sul, com predomínio numérico e político de ONGs do Norte sobre as do Sul); o segundo, defende que a concentração das ONGs espelha as atuais constelações de poder em âmbito internacional (pois as ONGs seriam...

Empresa, sociedade e comunicação: debates e tendências na transição pós-moderna; Business, Society and Communication: debates and trends in the context of postmodern transition.

Gioielli, Rafael Luis Pompeia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/03/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.04%
Na medida em que o século XXI avança, a sociedade contemporânea passa por transformações socioculturais importantes que gradativamente a distanciam do contexto que caracterizou a modernidade-industrial. Entre outros desdobramentos da transição pós-moderna, a relação entre empresa, sociedade e comunicação se transforma. Uma das dimensões deste fenômeno é a emergência de um modelo específico de Responsabilidade Social Empresarial (RSE), denominado neste trabalho de modelo dinâmico-interativo de RSE. Fundamentado em uma abordagem políticocontratual, prevê um processo permanente de negociação por meio do qual as responsabilidades mútuas entre empresa e sociedade se definem dinamicamente. Paralelamente, a disseminação das novas tecnologias da comunicação e das redes propicia a emergência de um sistema informal de controle sobre as corporações o qual opera na esfera pública mediática por meio da mobilização política da sociedade civil. A este sistema emergente denominamos de governança corporativa extrainstitucional. Frente a estes dois processos, a prática da comunicação empresarial encara desafios que sinalizam para os limites do seu paradigma de origem funcionalista. Por conta disso, advoga-se pela necessidade de adoção de um novo paradigma para a comunicação empresarial capaz de reconhecê-la não mais como instrumento de gestão...

Comunidades de prática e articulação de saberes na relação entre universidade e sociedade

Schommer, Paula Chies
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Tese de Doutorado
Relevância na Pesquisa
36.04%
Este trabalho foi realizado com o objetivo de identificar se programas de relação entre universidade e sociedade orientados para a valorização e articulação de diferentes saberes são espaços privilegiados de aprendizagem organizacional. Foram estudados oito programas de relação entre universidade e sociedade, criados entre 1992 e 2001 e ainda em curso, no Brasil. Foram exploradas características de processos de aprendizagem no contexto das atividades desses programas, bem como mecanismos pelos quais articulam diferentes saberes, tanto entre segmentos nas próprias universidades, como em suas relações com a sociedade. O Programa de Desenvolvimento e Gestão Social (PDGS), da Universidade Federal da Bahia, foi estudado em profundidade, por meio da observação participante, entre agosto de 2003 e fevereiro de 2005. O foco da análise foi uma experiência de residência social – metodologia desenvolvida pelo PDGS para a formação de gestores sociais, baseada na articulação entre saberes científicos multidisciplinares e saberes não-científicos. Os demais sete programas foram estudados por meio de recursos para estudos de casos múltiplos, buscando-se ampliar a compreensão do fenômeno em análise: aprendizagem e articulação de saberes nas relações entre universidade e sociedade. O estudo baseou-se na abordagem social da aprendizagem...

A relação forma literária e sociedade em Eles Eram Muitos Cavalos, de Luiz Ruffato

Fretta, Cristiano
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.04%
O presente trabalho discute as relações que podem ser estabelecidas entre forma literária e sociedade contemporânea no romance Eles eram muitos cavalos do escritor mineiro Luiz Ruffato. Para tanto, será analisada essa relação no mundo grego, no romance burguês do século XIX, no Modernismo do início do século XX para então chegarmos à contemporaneidade. Vendo as características textuais do romance de Luiz Ruffato, é possível que se estabeleçam nexos muito fortes com a sociedade brasileira contemporânea, ficando claro, assim, que literatura e sociedade dialogam também em termos textuais, como o gênero e desestruturação da sintaxe e da pontuação tradicional, por exemplo. Nesse sentido, o romance Eles eram muitos cavalos é importante para se refletir sobre forma literária e sociedade brasileira contemporânea.; This paper discusses the relationships that can be established between literary form and contemporary society in the romance Eles eram muitos cavalos from the Brazilian author Luiz Ruffato. Thus, we examined this relationship in the Greek world, the bourgeois novel of the nineteenth century, modernism in the early twentieth century then we get to the present. Seeing the textual characteristics of the novel by Luiz Ruffato...

Conselheiros do Orçamento Participativo nas franjas da sociedade política

Romão, Wagner De Melo
Fonte: CEDEC Publicador: CEDEC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 219-244
POR
Relevância na Pesquisa
36.04%
This article suggests the need for change in focus of studies on new instances of participation in public policy management, which emerged in the Brazilian re-democratization. Moving away from the literature that addresses the role of civil society in these instances, the author reviews studies on Participatory Budgeting (PB) indicating how such experiences are marked by the dynamics of political society. The argument is reinforced by the presentation of a survey of PB counselors in Osasco-SP, by which we perceive, in general, a role filled by political processes of representative democracy. Most councilors compose the fringes of the political society, lie on the rise in, seeking better position in the local political field, internal disputes within the parties and the municipal government. This points the limits of the democratizing potential of the PB, since the expansion of participation in budget decisions would be just within the political society.; Este artigo sugere a necessidade da mudança de enfoque dos estudos sobre as novas instâncias de participação na gestão de políticas públicas, surgidas na redemocratização brasileira. Afastando-se da literatura que preconiza o papel da sociedade civil nessas instâncias, são revistos os estudos sobre o Orçamento Participativo (OP) que indicam como tais experiências são marcadas pelas dinâmicas da sociedade política. O argumento é reforçado pela apresentação de pesquisa realizada junto a conselheiros do OP de Osasco-SP...

O socioambientalismo na perspectiva da sociedade civil latino americana : uma analise no ambito das conferencias das Nações Unidas; Social environmentalism in the Latin American civil society perspective : an analysis in the United Nations conferences

Antonio Carlos Carneiro de Albuquerque
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.04%
Nesta tese estabeleceu-se o objetivo de pesquisar a construção da abordagem socioambiental, na perspectiva da sociedade civil da América Latina no âmbito internacional, com o recorte nas conferências internacionais e reuniões organizadas pelas Nações Unidas sobre meio ambiente. Neste sentido, o que se pretendeu nesse trabalho foi compreender as origens, os significados e os desdobramentos das discussões sobre a sustentabilidade, o desenvolvimento, a temática ambiental, ocorridas nas fases preparatórias e durante a realização desses encontros, e de que forma levaram à formação de uma perspectiva socioambiental na arena internacional. Também são apresentadas as alterações no contexto, nos elementos constitutivos e nos referenciais teóricos criados pelos atores participantes dos fóruns internacionais patrocinados pela ONU ao longo de cerca de cinco décadas, especialmente no que diz respeito à sociedade civil. Procurou-se, assim, realizar a análise dos registros e produtos gerados nas fases preparatórias e durante a realização de cada um dos eventos internacionais, tanto na agenda oficial quanto nos eventos paralelos de cada um deles. A tese também faz uma análise segundo cada um dos períodos históricos vinculados às conferências e reuniões da ONU e cobertos pela pesquisa (1960 e 1970...

Sociedade do conhecimento e educação superior na década de 1990

Mari, Cezar Luiz de
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Formato: 265 f.| tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.04%
O desenvolvimento das forças produtivas após a segunda Guerra Mundial foi marcado por revoluções tecnológicas e científicas, ampliando a materialidade capitalista. O conhecimento constitui-se como fator central da produção, amplificado pela crise de acumulação do taylorismo-fordismo da década de 1970. O pensamento liberal vislumbra nessa materialidade a "sociedade do conhecimento", cujas promessas anunciam a vinda de uma nova condição social e de desenvolvimento. O nosso objetivo foi apreender esse processo por meio do estudo da noção "sociedade do conhecimento" e sua relação com as reformas no ensino superior brasileiro na década de 1990. Defendemos a hipótese de que a expressão "sociedade do conhecimento" é uma ideologia polissêmica utilizada para a sustentação das relações de poderes entre os países centrais e os periféricos e semiperiféricos e para o aprofundamento da produção de lucro e acumulação. Essa ideologia é articulada às orientações das políticas para a educação superior, recuperando em nova versão a teoria do capital humano, prometendo maior desenvolvimento e alívio da pobreza. O Banco Mundial como intelectual coletivo realiza a mediação das forças globais produzindo e implementando idéias de consenso e coerção...

Os impactos da propriedade intelectual do software sobre o desenvolvimento no contexto da sociedade da informação

Martins, Diana Zerbibi de Carvalho
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.04%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Jurídicas, Programa de Pós-graduação em Direito, Florianópolis, 2009; A propriedade intelectual do software permanece um tema controvertido no direito. A partir da assinatura do Acordo sobre Aspectos dos Direitos de Propriedade Intelectual Relacionados ao Comércio (TRIPS), em 1994, no âmbito da Organização Mundial do Comércio (OMC) estabeleceu-se que os programas de computador seriam protegidos como obras literárias, aplicando-se a eles o arcabouço jurídico internacional já existente do Direito de Autor e do Copyright. No entanto, a adoção deste sistema de proteção deu-se mais por razões pragmáticas do que por uma identidade perfeita entre o objeto a ser tutelado e o ramo do direito escolhido. As características específicas do software fizeram com que, ao longo das últimas décadas, surgissem diversas questões relevantes, das quais se ocuparam tanto os doutrinadores como as cortes dos diversos países integrantes da OMC. Hoje verifica-se a existência de uma sobreposição entre dois tipos de proteção principais: o Direito de Autor e/ou Copyright e o sistema de patentes. O Direito de Autor continua a proteger o programa de computador...

A sociedade da informação : perspectiva para Angola

Aparício, Maria Alexandra Miranda
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.04%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, 2006.; Pretendemos com este trabalho apresentar uma proposta de elementos mínimos para a formulação do Programa Sociedade da Informação de Angola visando o seu desenvolvimento, através de uma perspectiva comparada. Para contextualizar a nossa pesquisa são tecidas considerações e comentários acerca da sua ligação com a Ciência da Informação, a relação com outros assuntos pertinentes ao tema como a comunicação da informação, a identidade e diversidade cultural, a educação, a inclusão digital, entre outros assuntos. Como fundamentação teórica do trabalho, apresentamos o estado da arte da expressão "sociedade da informação" do ponto de vista conceitual e institucional, baseado na literatura existente, abordando o histórico, definições variadas, teóricos e críticos, o papel das Organizações Internacionais e suas orientações sobre o tema, a Sociedade da Informação como agenda política e seu desenvolvimento no mundo. Fizemos um estudo comparado de cinco Programas Sociedade da Informação, escolhidos um por cada continente...

O processo de participação da sociedade civil na elaboração de políticas públicas : a experiência da comissão de legislação participativa da câmara dos deputados de 2001 a 2005

Burgos, Cristiano de Castro
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.04%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação, Programa de Pós-Graduação em Administração, 2007.; O presente trabalho tem por objetivo apresentar um debate sobre o processo de participação da sociedade civil na elaboração de políticas públicas, mas especificamente a experiência proporcionada pela da Comissão de Legislação Participativa (CLP) da câmara dos deputados entre os anos de 2001 a 2005. De forma a subsidiar a pesquisa, foi utilizado um referencial teórico sobre Estado, Democracia, Sociedade Civil, Cidadania, Participação Cidadão, Política Pública e Agenda Política. A primeira parte de análises dessa dissertação foi feita por meio da análise de conteúdo de todas as sugestões encaminhadas pelas Organizações da Sociedade Civil (OSC) e que foram submetidas para a avaliação da comissão, no período que abrangeu o estudo, o que possibilitou o desenvolvimento de uma entrevista semiestruturada que foi aplicada a servidores e parlamentares, de forma a verificar como a sociedade civil tem utilizado a CLP, respondendo, assim, à pergunta proposta para direcionar este trabalho. Entre as principais conclusões...

Sociedade civil brasileira e cooperação sul-sul para o desenvolvimento : estudo de caso da presença da Viva Rio no Haiti

Schmitz, Guilherme de Oliveira
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.04%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais, 2013.; No trabalho utilizam-se dois conceitos, o de Cooperação Sul-Sul para o Desenvolvimento (CSSD) e o de Organização para o Desenvolvimento Não Governamental (ODNG), para analisar a participação da Sociedade Civil Brasileira na Cooperação Sul-Sul para o Desenvolvimento. Para tanto, escolhe-se o estudo de caso da atuação da ONG Viva Rio no Haiti, com vistas a compreender as interações sociais e a maneira pela qual a sociedade civil brasileira tem participado deste fenômeno. Afirma-se que o caso em tela apresenta-se como um caso notório da sociedade civil brasileira atuando na Cooperação Sul-Sul para o Desenvolvimento. Entretanto, no que tange ao aspecto da internacionalização de suas atividades e a sua presença em outros países, ainda um caso desviante quando comparado a outras ODNGs brasileiras tendo em vista a reduzida, porém crescente, presença destas organizações na Cooperação Sul-Sul para o Desenvolvimento. Ao resgatar as formas pelas quais o Governo Nacional, as Organizações Internacionais, as corporações transnacionais e ODNGs do norte interagem com as ODNGs do Sul Global, toma-se claro que a prática na sociedade civil ainda é tímida em função da incipiente internacionalização da própria sociedade e do governo brasileiro...

As responsabilidades dos sócios administradores na sociedade limitada

Vieira, Marcelo Machado
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.06%
Trabalho de Conclusão de Curso, apresentado como requisito parcial para obtenção de grau de Bacharel no Curso de Ciências Contábeis da Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC.; O trabalho consiste em apresentar as responsabilidades dos administradores na sociedade limitada. Antes disso, serão explicados os tipos de sociedades básicos que existem, falando um pouco de cada um, apresentando de forma resumida o que representa cada sociedade. Após isso, ficará apenas em evidência a sociedade limitada. Contudo, após isso será visto o contrato social e suas estruturas, chegando até o objetivo do trabalho que é a apresentação das responsabilidades dos sócios, seus direitos e deveres perante a sociedade limitada, e enfim, a responsabilidade dos sócios administradores da sociedade limitada, objetivando, suas obrigações e direitos junto à sociedade, o impedimento de pessoas quando não for apto para o exercício da administração, o administrador não sócio e por fim a remuneração do administrador, que nada mais é, um direito dos serviços prestados à empresa em que ele próprio investiu.

Educar na sociedade de risco: o desafio de construir alternativas

Jacobi, Pedro Roberto
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2007 POR
Relevância na Pesquisa
36.06%
Os avanços rumo a uma sociedade sustentável são permeados de obstáculos, na medida em que existe uma restrita consciência na sociedade a respeito das implicações do modelo de desenvolvimento em curso. As causas básicas das atividades ecologicamente predatórias podem ser atribuídas às instituições sociais, aos sistemas de informação e comunicação e aos valores adotados pela sociedade. A multiplicação dos riscos, em especial os ambientais e tecnológicos, de graves conseqüências, é elemento-chave para entender as características, os limites e as transformações da nossa modernidade. A sociedade, produtora de riscos, se torna crescentemente reflexiva, o que significa dizer que ela se torna um tema e um problema para si. A sociedade global "reflexiva" se vê obrigada a confrontar-se com aquilo que criou, seja de positivo ou de negativo. A reflexão sobre "sociedade de risco" nos permite estabelecer elos com a complexa temática das relações entre meio ambiente e educação, potencializando o engajamento dos diversos sistemas de conhecimento, a capacitação de profissionais e a comunidade universitária numa perspectiva interdisciplinar.; The transformations towards a sustainable society are permeated by obstacles...

Saúde pública e sociedade de risco

Ianni, Aurea Maria Zöllner
Fonte: Núcleo de Pesquisa em Direito Sanitário da Universidade de São Paulo Publicador: Núcleo de Pesquisa em Direito Sanitário da Universidade de São Paulo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Peer-reviewed article; ; ; ; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 14/02/2008 POR
Relevância na Pesquisa
36.06%
 O presente trabalho apresenta uma síntese sobre o conceito de sociedade de risco, formulada por Ulrich Beck, o principal autor nesse campo da teoria social contemporânea, estabelecendo correlações desta nova etapa da sociedade moderna com questões enfrentadas pela saúde pública. A sociedade de risco emerge no contexto da modernização reflexiva em que a sociedade industrial entra numa etapa de autoconfrontação, ou seja, os riscos são produzidos pelas certezas da sociedade industrial: o pensamento, a ação das pessoas, as instituições. As políticas públicas, neste contexto, e dentre elas as de saúde pública, não permanecem ilesas ao processo de produção sistemática, residual e multiplicadora de riscos e perigos, explícitos e silenciosos. Este fenômeno coloca aos profissionais do campo da saúde, sociedade civil, formuladores de políticas e legisladores o desafio da construção de pactos de segurança considerando esse novo cenário da modernidade industrial. 

A PARTICIPAÇÃO DA SOCIEDADE CIVIL NAS INSTITUIÇÕES COMUNITÁRIAS DO MERCOSUL (1991 – 2010)

Culpi, Ludmila Andrzejewski; UNINTER
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 18/12/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.06%
O presente artigo tem como tema a participação dos cidadãos nas instituições comunitárias do MERCOSUL. O problema a ser respondido é de que maneira a institucionalização do bloco impactou sobre a participação da sociedade civil organizada nas decisões comunitárias e se há uma maior preocupação em incluí-las. Neste sentido, o presente trabalho possui como objetivo geral analisar a dinâmica da participação dos cidadãos do MERCOSUL, através do estudo do funcionamento dos órgãos comunitários de caráter representativo. Coloca-se como objetivos específicos investigar: i) o envolvimento da sociedade civil na integração regional, a partir do reconhecimento da importância desse grupo para determinar os rumos do bloco; ii) a participação da sociedade civil nas reuniões dos órgãos comunitários; iii) o interesses dos organismos comunitários na promoção da participação popular e da questão social. O referencial teórico do artigo é a teoria construtivista das relações internacionais...

Da utopia da sociedade em rede à realidade da sociedade de risco

Fernandes,José Pedro Teixeira
Fonte: Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa Publicador: Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.06%
Neste artigo é passada em revista a emergência da sociedade em rede, com as suas raízes na internet, na invenção da World Wide Web e na revolução digital. É também revisitado o ethos da “cultura da internet” e a sua projeção na sociedade em rede. Em seguida, é fornecida uma macro visão da “galáxia internet”, um fenómeno desigual e em rápida expansão. Por último, são analisadas algumas tendências que sugerem a crescente transformação da sociedade em rede numa sociedade de risco. Entre a perda de neutralidade da web e o risco da ciberguerra, constata-se uma substituição do idealismo inicial por preocupações económicas e securitárias.