Página 5 dos resultados de 527 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Fundamentos da etica marxista : a critica radical da sociedade capitalista e as meidações politicas para construção da emancipação humana; The ethical foudations of the Marxim : the radical critics of the capitalist society and the political mediation for the construction of the emancipation human being

Antonio Carlos de Souza
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
26.89%
O presente texto, inscrito na Linha de Pesquisa "Ética, Política e Educação", do Grupo de Pesquisa "Paidéia", da Faculdade de Educação da Unicamp, discute os fundamentos éticos do marxismo: a crítica radical da sociedade capitalista e as mediações políticas para a construção da emancipação humana. O eixo norteador da pesquisa é a investigação dos textos de Marx e Engels, especialmente os Manuscritos Econômico-Filosóficos de 1844 que, junto à análise científica da relação homem-natureza-sociedade, estão repletos de considerações filosóficas e éticas. A ética marxista leva em consideração a totalidade do ser e do existir do homem histórico, concreto, social. Ela se constitui na contundente crítica, indignação, denúncia a toda forma de opressão e "exploração do homem pelo homem" e das condições desumanas de vida da classe trabalhadora sob o modo de produção capitalista. Tal crítica tem uma dimensão propositiva, como possibilidade e necessidade histórica de "superar o estado atual de coisas" no processo de construção da "emancipação humana universal". Enfim, a ética crítica marxista, de base histórica, de perspectiva transformadora está ligada à educação omnilateral da classe trabalhadora...

Estado e relações internacionais : uma comparação crítica entre Hans Morgenthau e Nicos Poulantzas; State and international relations : a critical comparison between Hans Morgenthau and Nicos Poulantzas

Tatiana Berringer
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
26.89%
A presente dissertação tem por objeto o Estado e o papel desta instituição nas relações internacionais. Buscaremos comparar criticamente a concepção de Estado utilizada por Hans Morgenthau, autor consagrado pioneiro da teoria realista das relações internacionais, com a teoria de Estado marxista sistematizada por Nicos Poulantzas em Poder Político e Classes Sociais (1968). A particularidade deste trabalho reside em identificar o conceito de Estado utilizado pelo realismo, visto que esta corrente preconiza a centralidade desta categoria aos estudos de relações internacionais sem se ocupar em defini-lo claramente. Defenderemos o conceito marxista de Estado e outro conjunto de problemas para a teoria das relações internacionais. Para Morgenthau, o Estado é o representante do ?interesse nacional?, cuja legitimação está baseada na defesa e segurança do território, frente aos demais Estados e no equilíbrio de justiça entre os grupos de interesse. Concomitantemente, afirma que somente alguns indivíduos estão aptos a representar o Estado na cena internacional. O marxismo entende que o discurso de Morgenthau está confinado na superfície do fenômeno estudado; que Morgenthau toma o Estado pelo que esse diz ser, e não...

Aspectos da metodologia de Michael Löwy; Aspects of Michael Löwy's methodology

Mateus Zeferino
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
26.89%
O presente trabalho procura analisar alguns aspectos do pensamento sociológico de Michael Löwy, suas principais premissas sociológicas e a sua relação com pensadores como Karl Mannheim e Max Weber. Em relação a Weber, tentaremos analisar a proposta de Löwy a respeito da incorporação do método weberiano de uma forma não eclética, mas dialética. Em um segundo momento, este trabalho também procura analisar o conceito de "afinidades eletivas" na obra de Michael Löwy. O surgimento de tal conceito no âmbito das Ciências Sociais se deu através de Max Weber, sobretudo em "A ética protestante e o espírito do capitalismo". Este é um outro aspecto do pensamento de Weber que Löwy se apropria, e utiliza-o para analisar figuras como "judaísmo libertário" e "teologia da libertação". Porém, afirmamos que o estudo de Löwy acerca da Teologia da Libertação possui alguns aspectos que precisam ser rediscutidos, pois ele dá uma ênfase na "fusão" e "simbiose" entre as duas figuras que estão se relacionando, o marxismo e o cristianismo. Procuramos, com base no pensamento de Antonio Gramsci, argumentar que a ênfase na "fusão'' entre as figuras acaba por travar o movimento dialético e não perceber a necessidade de continuidade do movimento; The present work seeks to analyse some aspects in Michael Lowy's sociological thought...

Classes médias e modo de produção capitalista : um estudo a partir do debate marxista; Middle classes and the capitalist mode of production

Sávio Machado Cavalcante
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/09/2012 PT
Relevância na Pesquisa
26.89%
Esta tese é uma incursão crítica no debate marxista acerca das classes sociais, em geral, e das classes médias, em particular. O objetivo foi o de indicar, contextualizar e problematizar as questões teóricas subjacentes ao relativo incômodo de trabalhos marxistas com o tema das classes médias. Nossa tese é a de que a forma pouco consensual do marxismo em trabalhar com o conceito (geralmente, recusando-o) não se deve apenas ao fato de o termo ter sido mais desenvolvido pela ótica da estratificação social. As inúmeras controvérsias a esse respeito devemse principalmente a formas distintas de análise da própria obra de Marx, no tocante a temas como trabalho produtivo/improdutivo, trabalho manual/intelectual e a divisão capitalista do trabalho. Ao contrário de inúmeros trabalhos críticos produzidos a partir da metade do século XX, que alegavam ser o crescimento das classes médias uma prova do equívoco de Marx, seguimos a hipótese segundo a qual o problema das classes médias é compatível com a teoria marxista, que apresenta teses importantes para sua explicação na sociedade contemporânea. Usamos, para tanto, um conjunto variado de argumentos e propostas, em especial a partir das contribuições de G. Carchedi...

Fundamentos da etica marxista : a critica radical da sociedade capitalista, as mediações politicas para construção da emancipação humana; Beddings of the marxist ethics: the critical radical of the captalism society and the mediation politics for the construction of the emancipation human being

Antonio Carlos de Souza
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
26.89%
O presente texto, inscrito na Linha de Pesquisa "Ética, Política e Educação", do Grupo de Pesquisa "Paidéia", da Faculdade de Educação da Unicamp, discute os fundamentos éticos do marxismo: a crítica radical da sociedade capitalista e as mediações políticas para a construção da emancipação humana. O eixo norteador da pesquisa é a investigação dos textos de Marx e Engels, especialmente os Manuscritos Econômico-Filosóficos de 1844 que, junto à análise científica da relação homem-natureza-sociedade, estão repletos de considerações filosóficas e éticas. A ética marxista leva em consideração a totalidade do ser e do existir do homem histórico, concreto, social. Ela se constitui na contundente crítica, indignação, denúncia a toda forma de opressão e "exploração do homem pelo homem" e das condições desumanas de vida da classe trabalhadora sob o modo de produção capitalista. Tal crítica tem uma dimensão propositiva, como possibilidade e necessidade histórica de "superar o estado atual de coisas" no processo de construção da "emancipação humana universal". Enfim, a ética crítica marxista, de base histórica, de perspectiva transformadora está ligada à educação omnilateral da classe trabalhadora...

Revolucionante

Fernandes, Felipe Bruno Martins
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
26.89%
Revolucionante é um ensaio teórico sobre fragmentos da obra de Edgar Morin, pensador francês. Materializa-se como artigo voltado às companheiras e aos companheiros com identidade de esquerda, principalmente revolucionária; diz-se isso devido à linguagem e aspectos sócio-culturais divididos com estes indivíduos. Busca perceber como a complexidade se insere no cotidiano da luta social, muitas vezes individual, além de nos fazer questionar algumas certezas que tínhamos. Morin estrutura o pensamento da complexidade, que prediz que pensamentos e posições devem tencionar-se e não se tentar excluir a outridade. Debate, em momentos diferentes, a crise de paradigma, aspectos do marxismo e questões sobre a revolução. Conclui-se que é provável a necessidade de refiguração de diversos entes que se reproduzem em nossas mentes, idéias, para uma noção de fenomenologização, na qual, se optássemos por (re)figurar o pensamento, teríamos a possibilidade de vivermos nossos desejos, sonhos e utopias.; Revolucionable is a theorical essay about fragments of work of the French thinker Edgar Morin. Materializes as an article for fellows with left political identities, mostly revolutionaries; reminding that it is needed done because of the language and social-cultural aspects shared with them. Tries to reveal how complexity goes into daily social movement life...

The Politics of Impossibility: A Socio-Symbolic Analysis of Society, the Subject, Identification, and Ideology

Dodson, Thomas A
Fonte: Harvard University Publicador: Harvard University
Tipo: Thesis or Dissertation
EN_US
Relevância na Pesquisa
26.89%
The present study seeks to explain why every discursive articulation of society must fail both to constitute itself as a closed totality and to fully symbolize and give meaning to individual subjects. It further seeks to explain how this symmetrical lack in society and the social agent contributes to our understanding of the multiple and flexible structures of ideological (dis)identification. This model of society and the subject will draw primarily from the discourse-theoretical analytics developed by Ernesto Laclau and Chantal Mouffe and extended by others. Often referred to by the terms "discourse theory" or "hegemony theory," this body of work applies semiotics, deconstruction, psychoanalysis, and post-Gramscian Marxism to contemporary social struggles. The present study also draws significantly from Lacanian psychoanalysis and from those theorists (notably Yannis Stavrakakis and Slavoj Zizek) who have begun to articulate a distinctively Lacanian political theory.

The Rise of Democracy in Europe and the Fight Against Mass Poverty in Latin America: The Implications for Marxist Thought of Some Recent Mainstream Papers

Petith, Howard
Fonte: Conselho Superior de Investigações Científicas Publicador: Conselho Superior de Investigações Científicas
Tipo: Documento de trabajo
ENG
Relevância na Pesquisa
26.89%
This paper is a much revised version of a paper that was presented at El Primer Coloquio Internacional de Economía Política y Pensamiento Económico, Cuba 2005 and Rethinking Marxism 2006, Amherst, Mass.; Recently a number of mainstream papers have treated the rise of democracy in 19th century Europe and its instability in Latin America in an eminently Marxist fashion. This paper sets out their implications for Marxist thought. With respect to Europe, Marx's emphasis on political action backed by the threat of violence is vindicated but his justification for socialism is not. With respect to Latin America, the unequal distribution of wealth is the cause of political instability that is, in turn, the root cause of mass poverty. In addition it is possible to explain some of the paradoxical characteristics of neo-liberalism and to make a weak argument for socialism in spite of its rejection in Europe.; Finanncial assistance is acknowledged from the Spanish Ministry of Science and Education and FEDER through grants SEC2003-00306 and SEJ2006-0379, from the Barcelona Economics Program of CREA, from the Generalitat of Catalunya through grant 2005SGR00477, and from Consolider-Ingenio 2010(CSD2006-00016).; Peer reviewed

La Historiografia Irlandesa a través de James Connolly : visions dominants

Llacuna, Adrià
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2010 CAT
Relevância na Pesquisa
26.89%
La particular dinàmica política irlandesa als primers decennis del segle vint ha estat un dels fenòmens més convulsos de l’Europa Occidental en el període d’entreguerres. A més, durant els anys posteriors a la creació de la República del Eire s’ha anat desenvolupant un panorama historiogràfic, tant vívid com poc conegut en els nostres cercles més propers, que queda exemplificat en un dels personatges més controvertits del socialisme internacional del període intersecular: James Connolly. En base a la seva figura, el nacionalisme, el revisionisme, i el marxisme han desenvolupat diverses línies interpretatives interessants d’analitzar i discutir.; La particular dinámica política irlandesa en los primeros decenios del siglo veinte fue uno de los fenómenos más convulsos de la Europa Occidental en el período de entreguerras. Así mismo, durante los años posteriores a la creación de la República del Eire se ha ido desarrollando un panorama historiográfico, tan vívido como poco conocido en nuestros círculos más próximos, que queda ejemplificado en uno de los personajes más controvertidos del socialismo internacional del período intersecular: James Connolly. En base a su figura, el nacionalismo, el revisionismo y el marxismo han desarrollado líneas interpretativas interesantes de analizar i discutir.; The particular dynamics of Irish politics during the first decades of the twentieth century has been one of the most upheaval episodes of the interwar period in Western Europe. Furthermore...

Jaume Miravitlles and marxism : a twentieth-century voyage

Pujol, Enric,
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2012 ENG
Relevância na Pesquisa
26.89%
This article examines the political career of writer and journalist Jaume Miravitlles i Navarra (Figueres, 1906 – Barcelona, 1988). It proposes that the importance of his contributions to intellectual thought and politics deserve reassessment, partly because Miravitlles’s political progress was typical of certain left-wing European intellectuals during the period in discussion: of those whose initiation in politics was full-blooded Leninism, but who then progressively distanced themselves from Soviet ideology and finally became profoundly critical of political Marxism. Miravitlles played a leading role in the Spanish Civil War of 1936–1939, when he headed the Generalitat’s Propaganda Commissariat. After 1939, in exile, he became one of the leading narrators of human experience during this period of war and revolution, a role that he reaffirmed on his return to Catalonia in 1963.

Marx (sin ismos)

Fernández Buey, Francisco
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Article; info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em //1999 SPA
Relevância na Pesquisa
26.89%
El artículo introduce al libro Marx (sin ismos) escrito por Francisco Fernández Buey. La intención de la obra es ofrecer una comprensión de Marx distinguiéndolo del marxismo y de lo que en la historia otros autores han dicho y hecho en o contra su nombre: Marx no como un determinista económico sino precisamente como el autor genialmente crítico cuyo mensaje lleva a revelarse contra los determinantes económicos. La lectura de Korsch, Rubel y Sacristán, la comparación de Marx y el comunismo con la historia de Jesús de Nazaret y el cristianismo, así como las imágenes de una serie de grandes películas sobre el tema, inspiran el relato que esta obra propone.; This article is part of a book on Marx (sin ismos) written by Francisco Fernández Buey. This work pretends to understand Marx, discerning him of Marxism and what others have said and done on his and against his name: Marx is viewed not as an economic determinist but as a genial critical author whose message is that mankind needs to be liberated of its economic determinants. The reading of Korsch, Rubel and Sacristán, the comparison of Marx and Communism with Jesus and Christians' history, as well as the images of some big films about this theme, inspire the relate of this book.

¿Deberían interesarse los sociológos por el marxismo analítico?

Miguel Quesada, Francisco J.
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Article; info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em //1996 SPA
Relevância na Pesquisa
26.89%
El escrito presenta una visión crítica del marxismo analítico, de sus bases metodológicas y de sus consecuencias no deseadas.; The text shows a critical review on analytical marxism, her methodological basis and nonwanted consequences.

La Segunda Internacional en su relación con Marx y Engels a propósito de la cuestión nacional (1889-1914)

Piemonte, Augusto
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2014 SPA
Relevância na Pesquisa
26.89%
La interpretación que sobre las naciones pudieron brindar Marx y Engels resultó inconclusa, quedando lejos de verse cristalizada en fórmulas analíticas precisas a partir de las cuales fuera posible combinar la cuestión nacional en un plan de acción revolucionario. No obstante, estos primeros bocetos en torno de las naciones fueron recogidos y ampliados por los socialistas de la Segunda Internacional. El objetivo de este trabajo es recuperar analíticamente las primeras interpretaciones que emergieron en el seno del socialismo europeo a finales del siglo XIX y comienzos del siglo XX alrededor del proceso de conformación de aquella novedosa relación dialéctica mediada entre la lucha nacional y la lucha de clases. Con este propósito serán abordadas las producciones intelectuales más salientes del período, lo que permitirá actualizar desde una perspectiva histórica el núcleo de los intensos debates experimentados por el marxismo europeo que alcanzaron su punto de ebullición hace exactamente un siglo alrededor del surgimiento de las naciones y las nacionalidades y sus posibles vinculaciones con los planes para alcanzar la emancipación de los trabajadores.; La interpretació que sobre les nacions van poder oferir Marx i Engels va restar inconclusa...

A idéia de nação no século XIX e o marxismo; The idea of nation in the 19th century and Marxism

Paula, João Antônio de
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Avançados Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Avançados
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/04/2008 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
26.89%
O texto busca traçar a emergência e o desenvolvimento tanto do conceito de nação, de seus pioneiros formuladores, ao final do século XVIII e início do XIX, como Rousseau, Herder e Fichte, quanto de seus desdobramentos ao longo do século XIX, destacando-se, também, alguns processos concretos de constituição de nações, em particular os casos dos Estados Unidos, da Itália e da Alemanha. Ao final, discute-se a recepção da questão nacional por Marx e Engels.; The article traces the emergence and development of the concept of nation: from its first formulators (as Rousseau, Herder, and Fichte) to its developments in the nineteenth century. It also highlights some concrete processes of formation of nations, particularly the cases of the United States, Italy and Germany. The article also discusses the reception of the national question by Marx and Engels.

Marxismo e comunicação: contribuições para revitalizar o pensamento crítico brasileiro; Marxism and communication: contributions to revitalize the Brazilian critical thought

Melo, José Marques de
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
26.89%
Qual a participação dos intelectuais e das instituições para o estudo da economia política da comunicação? Fundamentadoem sua própria trajetória acadêmica, o autor delineia as contribuições teóricas evidentes, focalizando os históricos aportes marxistas, para melhor compreender as tendências dessa interdisciplina no âmbito das ciências da comunicação.; What is the participation of intellectuals and institutions in the study of the political economy of communication? Based on his own academic trajectory, the author designs evident theoreticalcontributions, focusing on historical Marxist approaches, to best understand the trends in this interdiscipline of the communicationscience.

COLLECTED PAPERS OF HERBERT MARCUSE (MARXISM, REVOLUTION, AND UTOPIA)

Carneiro, Silvio Ricardo Gomes
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 08/07/2015 POR
Relevância na Pesquisa
26.89%
Resenha do texto: MARCUSE, H., Collected Papers of Herbert Marcuse, vol. 6 (Marxism, Revolution, and Utopia), Douglas Kellner and Clayton Pierce (ed.), New York: Routledge, 2014.

Objeções marxistas? Adorno e Benjamin na “encruzilhada de magia e positivismo” dos anos 30; Marxist objections? Adorno and Benjamin in the "Crossroads of magic and positivism" of the thirties

Nobre, Marcos
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 17/11/1997 POR
Relevância na Pesquisa
26.89%
O debate entre Adorno e Benjamin na década de 30 sempre foi interpretado tendo como parâmetro um certo hegelo-marxismo por assim dizer oficial do Instituto de Pesquisa Social. Esse artigo pretende mostrar o equívoco desta tese, apontando para a necessidade da reconstrução do referido debate a partir do pano de fundo dos escritos de Benjamin da década de 20. Não se encontrará aqui a demonstração cabal desta tese, mas tão-somente o realce de elementos que possam conduzir a tal.; The debate between Adorno and Benjamin in the 30’s was always understood in relation to a certain official hegelianism-marxism from the Social Research Institute. This article tries to show the misunderstandig of this thesis, pointing out the necessity of the reconstruction of this debate having as a background Benjamin’s writings of the 20’s.

A utopia concreta da poesia: "Uma árvore de veneno" de Blake;

Brenkman, John
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 23/06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
26.89%
O ensaio examina algumas perspectivas amplas sobre a arte que vêm da tradição do “marxismo crítico”, por meio da análise de um poema de Canções da experiência, de William Blake. A leitura deve tanto à hermenêutica e ao pós-estruturalismo quanto aos escritos estéticos da Escola de Frankfurt.; The essay examines some broad perspectives on the art that comes from the tradition of “critical Marxism”, by analyzing a poem of Songs of Experience, written by William Blake. The reading is related to hermeneutics and post-structuralism, as the aesthetic writings of the Frankfurt School.

RELAÇÕES DE TRABALHO E GESTÃO DE PESSOAS: ENTRE O MACRO E O MICRO? PROVOCAÇÕES EPISTEMOLÓGICAS; WORK PLACE RELATIONS AND PERSONNEL MANAGEMENT: BETWEEN THE MICRO AND MACRO? EPISTEMOLOGICAL PROVOCATIONS; RELACIONES DE TRABAJO Y GESTIÓN DE PERSONAS: ¿ENTRE EL MACRO Y EL MICRO? PROVOCACIONES EPISTEMOLÓGICAS

Carvalho Neto, Antonio
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 14/01/2013 POR
Relevância na Pesquisa
26.89%
El objetivo de este artículo es provocar la discusión sobre nuestras elecciones epistemológicas a la luz deldebate sobre la predominancia del macro o del micro en la metodología de las investigaciones en los campos de las Relaciones de Trabajo (RT) y de la Gestión de Personas (GP). De manera general, el campo de RT se identifica con una mirada macro, mientras el de la GP se identifica con el micro. Autores de RTcentralizan su análisis en la fuerza de los contextos como determinantes de los fenómenos, mientras autores de GP trabajan con la noción de contexto condicionante. El artículo hace ejercicios con temas de RT y de GP para cuestionar lo que es micro o macro, relacionando esos dos campos respectivamente a la oposición  entre: subjetivismo versus objetivismo; irracionalismo versus racionalismo; acción del individuo versus estructura; volición del individuo versus no volición; contexto condicionante (individualismo metodológico)versus contexto determinante (colectivismo metodológico). Se discute la contribución del marxismo y delpositivismo, y se sitúa a la escuela frankfurtiana entre esos dos extremos. Las contribuciones de esos grandes campos pueden tener relevancia para los lados que sobresalen tanto por el macro como por elmicro...

JOSÉ LUIS ROMERO Y LA HISTORIA DEL SIGLO XX; José Luis Romero y la Historia del Siglo XXI; José Luis Romero and XXI Century´s History

Barros, Carlos
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2012 SPA
Relevância na Pesquisa
26.89%
Análisis de la obra de un historiador argentino poco conocido. José Luis Romero semueve entre Annales y el marxismo de manera independiente, es creativo y global: elúnico que hace “historia total”, según Jacques Le Goff. Medievalista y contemporaneísta.Cultiva la historia europea, argentina y latinoamericana. Trabajador empírico yteórico. Hombre académico y hombre de acción (socialista democrático). Se anticipó asu tiempo desde la “periferia” latina y es un precursor de Historia a Debate, tendencia historiográfica del siglo XXI.; Análisis de la obra de un historiador argentino poco conocido. José Luis Romero semueve entre Annales y el marxismo de manera independiente, es creativo y global: elúnico que hace “historia total”, según Jacques Le Goff. Medievalista y contemporaneísta.Cultiva la historia europea, argentina y latinoamericana. Trabajador empírico yteórico. Hombre académico y hombre de acción (socialista democrático). Se anticipó asu tiempo desde la “periferia” latina y es un precursor de Historia a Debate, tendencia historiográfica del siglo XXI.; Analysis of the work of a little–known argentine historian. José Luis Romero moves independently, creatively and globally between Marxism and Annales: the only thing that makes “total history”...