Página 5 dos resultados de 2551 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

Banana as Adjunct in Beer Production: Applicability and Performance of Fermentative Parameters

CARVALHO, Giovani B. M.; SILVA, Daniel P.; BENTO, Camila V.; VICENTE, Antonio A.; TEIXEIRA, Jose A.; FELIPE, Maria das Gracas A.; SILVA, Joao B. Almeida e
Fonte: HUMANA PRESS INC Publicador: HUMANA PRESS INC
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
37.11%
Traditionally, the raw materials for beer production are barley, hops, water, and yeast, but most brewers use also different adjuncts. During the alcoholic fermentation, the contribution of aroma compounds from other ingredients to the final beer flavor depends on the wort composition, on the yeast strain, and mainly on the process conditions. In this context, banana can also be a raw material favorable to alcoholic fermentation being rich in carbohydrates and minerals and providing low acidity. In this work, the objective was to evaluate the performance of wort adjusted with banana juice in different concentrations. For this, static fermentations were conducted at 15 degrees C at pilot scale (140 L of medium). The addition of banana that changed the concentration of all-malt wort from 10 degrees P to 12 and 15 degrees P were evaluated (degrees P is the weight of the extract or the sugar equivalent in 100 g solution, at 20 degrees C). The results showed an increase in ethanol production, with approximately 0.4 g/g ethanol yield and 0.6 g/L h volumetric productivity after 84 h of processing when concentrated wort was used. Thus, it was concluded that banana can be used as an adjunct in brewing methods, helping in the development of new products as well as in obtaining concentrated worts.; Fapesp ( Fundacao de Amparo a Pesquisa do Estado de Sao Paulo/Brasil); CAPES ( Coordenacao para Aperfeicoamento do Ensino Superior/Brasil); GRICES ( Gabinete de Relacoes Internacionais da Ciencia e do Ensino Superior/Portugal); FCT ( Fundacao para a Ciencia e Tecnologia/Portugal)

Non-starch polysaccharide composition of two cultivars of banana (Musa acuminata L.: cvs Mysore and Nanicao)

CORDENUNSI, Beatriz Rosana; SHIGA, Tania Misuzu; LAJOLO, Franco
Fonte: ELSEVIER SCI LTD Publicador: ELSEVIER SCI LTD
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
37.11%
Fruits represent a rich source of soluble and insoluble fibre, and the pectin is the most common and known soluble fraction from the cell wall solubilization occurring during fruit ripening. Banana fruit, for example, is one of the most consumed fruits in the world, but its non-starch polysaccharide composition is almost unknown. Despite few works have been carried out about the enzymes concerning cell wall loosening focusing banana ripening, there is no knowledge about the composition of the banana cell wall. Moreover, there is no information about the influence of the cultivar in that composition. Nanicao and Mysore cultivars were chosen for this work because of their differential accumulation of both starch during development and amounts of total fibre in the ripe fruit. Nanicao and Mysore had their fibres subfractioned and their composition analysed. Results showed that the cultivars are distinct not only in terms of starch and soluble sugars accumulation, but also in non-starch polysaccharides amounts and composition. Non-starch polysaccharides are similar in total amounts in both banana cultivars (similar to 3.5), but substantially different in the content of CDTA and NaOH-4M soluble fractions and also in the molecular mass distribution of WSP and CDTA. Nanicao has more calcium-linked pectin than Mysore...

In Vitro Colonic Fermentation and Glycemic Response of Different Kinds of Unripe Banana Flour

MENEZES, Elizabete Wenzel; DAN, Milana C. T.; CARDENETTE, Giselli H. L.; GONI, Isabel; BELLO-PEREZ, Luis Arturo; LAJOLO, Franco M.
Fonte: SPRINGER Publicador: SPRINGER
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
37.11%
This work aimed to study the in vitro colonic fermentation profile of unavailable carbohydrates of two different kinds of unripe banana flour and to evaluate their postprandial glycemic responses. The unripe banana mass (UBM), obtained from the cooked pulp of unripe bananas (Musa acuminata, Nanico variety), and the unripe banana starch (UBS), obtained from isolated starch of unripe banana, plantain type (Musa paradisiaca) in natura, were studied. The fermentability of the flours was evaluated by different parameters, using rat inoculum, as well as the glycemic response produced after the ingestion by healthy volunteers. The flours presented high concentration of unavailable carbohydrates, which varied in the content of resistant starch, dietary fiber and indigestible fraction (IF). The in vitro colonic fermentation of the flours was high, 98% for the UBS and 75% for the UBM when expressed by the total amount of SCFA such as acetate, butyrate and propionate in relation to lactulose. The increase in the area under the glycemic curve after ingestion of the flours was 90% lower for the UBS and 40% lower for the UBM than the increase produced after bread intake. These characteristics highlight the potential of UBM and UBS as functional ingredients. However...

Estudo estrutural e eletro-óptico da fase B2 de materiais com moléculas de banana ; Structural and electro-optical studies of the B2 phase of materials with banana molecules

Pedreira, Aline Moojen
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/08/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.11%
Com base em resultados de DSC, análise estrutural por difração de raios X e observações de textura, analisamos os efeitos da mistura do solvente apolar hexadecano com cristais líquidos formados pelas moléculas banana 1,3-fenilenobis[4-(4-tetradecilfeniliminometil)benzoato] (MB14) e 4-cloro-1,3-fenilenobis[4-(4-tetradecilfeniliminometil) benzoato] (MB14Cl). Propusemos um modelo estrutural para explicar as modificações causadas no arranjo molecular da fase B2 pelo acréscimo gradual do solvente. Observamos a diminuição da temperatura de transição entre esta fase e a fase isotrópica, porém a transição entre a fase B2 e a fase a temperaturas mais baixas não sofre alteração significativa. Para concentrações em massa de hexadecano de 45 % no MB14 e de 55 % no MB14Cl, a fase B2 já não é mais observada. Para o MB14Cl, resultados de difração de raios X revelaram que as moléculas de hexadecano penetram entre as camadas esméticas, aumentando a distância intercamada em torno de 3 Å. Acima de 5 % de concentração do solvente, o aumento da distância intercamada satura e ocorre segregação de fases em escala nanométrica. O comportamento da fase B2 sob a ação de um campo elétrico variável também foi analisado para o MB14 puro. Apresentamos um modelo para a linha de base do sinal de corrente de polarização...

Síntese da sacarose no amadurecimento da banana. Envolvimento da sacarose sintetase e sacarose fosfato sintetase; Sucrose synthesis during banana ripening: sucrose synthetase and sucrose phosphate synthetase involviment

Cordenunsi, Beatriz Rosana
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/04/1989 PT
Relevância na Pesquisa
37.11%
A sacarose sintetase pode ser extraída de bananas pré-climatéricas cisteína (0,02M), em tampão tris-HCl pH 8,0 (0,05M), contendo EDTA (O,OlM), PVP (1%) e bissulfito de sódio (0,02M) na proporção de 1:4 (massa de banana/volume desolução f extratora). O seu isolamento pode ser efetuado por precipitação com sulfato de amônio, cromatografia por peneira molecular seguida de troca iônica ou, alternativ~ente, por cromatografia apenas em troca iônica. Obtém-se assim preparações com atividade específica entre 0,42 e 6,11 e grau de purificação de 5 a 18 vezes. A enzima purificada tem elevada afinidade por UDPG (Km = 0,67), UDP (Km = O, 17) , frutose (Km = 0,31) e reduzida afinidade para a sacarose (Km = 22,7). A enzima está presente durante a fase de desenvolvimento do fruto até o período préclimatérico, quando sua atividade sintética e hidrolítica tende a desaparecer a medida que aumenta o tempo decorrido após a colheita. Contrariamente, a sacarose fosfato sintetase não é detectada nas fases iniciais de desenvolvimento do fruto, mas tem sua atividade aumentada durante o amadurecimento, concomitantemente ao desaparecimento do amido. A sacarose fosfato sintetase e não a sacarose sintetase pode estar envolvida na transformação amido-sacarose durante o amadurecimento.; Banana sucrose synthetase can be purified almost to homogeneity by extraction with tris-HCl pH 8.0 (0.05M) buffer containing cystein (0.02M)...

Funcionamento e performance dos sistemas de produção da banana na microrregião do Litoral Norte do Rio Grande do Sul

Wives, Daniela Garcez
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.11%
O cultivo da banana configura-se como uma das produções de maior expressão comercial da Microrregião do Litoral Norte do Rio Grande do Sul, garantindo quase toda a produção do estado. Tal produção apresenta dois grupos de sistemas de cultivo diferenciados, baseados em perspectivas agrícolas distintas, um utilizando preceitos convencionais e outro de cunho ecológico. Observa-se que o convencional é fundamentado em pressupostos altamente impactantes ao ambiente e à sociedade – o que muitos autores denominam de crise do modelo convencional – originando formas alternativas de produção de alimentos, dentre as quais se destaca a agricultura de base ecológica. Neste trabalho, busca-se entender a economicidade e o funcionamento deste sistema de produção e cultivo. Para tanto, apresenta-se uma análisediagnóstico comparativa dos principais sistemas de produção e cultivo da banana. Tal análise foi feita com base na abordagem dos sistemas agrários de Mazoyer e Roudart. Como resultado, seis sistemas de produção foram encontrados, os quais praticam quatro sistemas de cultivo distintos. Os indicadores técnicos demonstram que o cultivo ecológico obtém uma eficiência relativamente maior do que os sistemas convencionais dois e três. Os indicadores econômicos demonstram que ele atinge uma eficiência econômica semelhante a do sistema convencional e levantam indícios de que sua viabilidade está atrelada intimamente à venda de produtos em mercados diferenciados...

Depósitos de calda obtidos com a aplicação aérea de defensivos na cultura da banana

Corrêa, Hermes Geraldo; Benez, Sergio Hugo; Berton, Ronaldo S.; Sáes, Luís Alberto
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 121-128
POR
Relevância na Pesquisa
37.11%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); O objetivo deste trabalho foi contribuir para maior eficiência das aplicações aéreas de defensivos na cultura da banana, mediante o levantamento dos depósitos da faixa total de aplicação, e realizado no município de Registro, Região do Vale do Ribeira (SP). Utilizou-se um avião Ipanema modelo 201-A equipado com quatro micronairs AU 3000, aplicando 13,8 L.ha-1 de calda contendo 3% de propiconazole em óleo de pulverização agrícola. Três vôos foram realizados em diferentes condições meteorológicas, sendo os depósitos de calda amostrados acima da cultura e no solo e por diferença obteve-se o depósito de calda retido pelas plantas. A análise desses depósitos, obtidos com espectrofotometria de absorção atômica, apresenta acima da cultura para o 1.º; 2.º e 3.º vôos, depósitos máximos nas faixas de aplicação de 12,5; 11,6 e 9,1L.ha-1 respectivamente. Para as aplicações utilizaram-se gotas de diâmetros medianos volumétricos (Dmv) de 181, 219 e 275 micrômetros, recolhidas na faixa de vôo e acima da cultura, respectivamente, no 1.º, 2.º e 3.º vôos. Os depósitos máximos obtidos sobre as plantas foram de 9,1; 10,1 e 7,1 L.ha-1...

Qualidade e conservação de banana nanica irradiada, climatizada e refrigerada

Manoel, Luciana
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xvii, 102 f. : il. color, gráfs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.11%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia (Energia na Agricultura) - FCA; Objetivou-se no primeiro experimento avaliar o uso da radiação gama, na dose de 0,4 kGy, na redução da temperatura de armazenamento da banana ‘Nanica’, enquanto que no segundo experimento avaliou-se a qualidade da banana ‘Nanica’ irradiada a 0,4 kGy e climatizada em diferentes horas após a colheita. No primeiro experimento as bananas ‘Nanica’ foram adquiridas na Fazenda Taperão, cidade de Brotas (SP), enviadas a CBE (Companhia Brasileira de Esterilização-Cotia-SP) para irradiação e contituição dos seguintes tratamentos: T1 (frutas irradiadas a 0,4 kGy e armazenadas a 16±1°C); T2 (frutas irradiadas a 0,4 kGy e armazenadas a 14±1°C); T3 (frutas irradiadas a 0,4 kGy e armazenadas a 12±1°C); T4 (frutas não irradiadas e armazenadas a 16±1°C); T5 (frutas não irradiadas e armazenadas a 14±1°C) e T6 (frutas não irradiadas e armazenadas a 12±1°C). No segundo experimento as bananas ‘Nanica’ adquiridas na Fazenda Sacramento, cidade de Avaré (SP), também foram separadas em lotes de acordo com a definição dos tratamentos: BNINC (frutas não irradiadas e não climatizadas); BINC (frutas irradiadas a 0...

Relationship between banana plant cultivation and stream macroinvertebrate communities

Kleine,Priscila; Trivinho-Strixino,Susana; Corbi,Juliano José
Fonte: Associação Brasileira de Limnologia Publicador: Associação Brasileira de Limnologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 EN
Relevância na Pesquisa
37.16%
AIMS: The present study describes the influence of banana plant cultivation on macroinvertebrate communities of streams located in the southeastern region of São Paulo state in the Atlantic Forest (four located in areas of banana cultivation and four in preserved areas); METHODS: Sampling was performed during October and November of 2005. The fauna was collected with Surber sampler and a D-aquatic net (both with mesh of 0.25 mm) in rapids and backwaters. Simultaneously, an environmental characterization of each stream was made; RESULTS: In total, 3,609 individuals were collected, distributed in 57 families, in which 45 were in forested streams and 46 in the banana plantation sites. Gripopterygidae, Perlidae, Leptophlebiidae, Leptoceridae, Helicopsychidae and Palaemonidae were abundant in forested streams, while Hydropsychidae, Chironomidae and Baetidae were abundant in the streams located in banana cultivation areas. Cluster analysis (UPGMA) with Simpson similarity measurement applied to the fauna of all streams evidenced the differences between forested and banana plantation streams. An analysis of similarity applied to both situations also pointed to significant differences (p < 0.05) between the two areas; CONCLUSIONS: This agricultural activity...

Níveis de irrigação na cultura da banana no município de Teresina.

VELOSO, M. E. da C.; VASCONCELOS, L. F. L.; SOUZA, V. A. B. de; ANDRADE JÚNIOR, A. S. de; RIBEIRO, V. Q.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 17., 2002, Belém. Os novos desafios da fruticultura brasileira: anais. Belém: SBF, 2002. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 17., 2002, Belém. Os novos desafios da fruticultura brasileira: anais. Belém: SBF, 2002.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.; 4 p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.16%
A banana é a fruta mais consumida no mundo, com 59 milhões de toneladas, e envolve um agronegócio de nove bilhões de dólares por ano. O Equador é o maior exportador dessa fruta e ocupa 26% do mercado mundial, correspondendo a 3,5 milhões de toneladas anuais e uma receita de 900 milhões de dólares, aproximadamente. O Brasil exporta apenas 0,4% da sua produção, especialmente para a Argentina e Uruguai, entretanto, é o maior consumidor de banana do mundo (Agrianual..., 2000) e o segundo maior produtor, com uma produção que deixa a desejar em qualidade, contribuindo para esse baixo índice de exportação (Agrianual..., 2001). No Brasil, o Nordeste é a região com maior potencial para a produção de frutas tropicais e, em 1999, ostentou a primeira posição na produção de banana do país (Agrianual..., 2001). A bananicultura é uma das principais atividades exploradas economicamente nos Estados do Piauí e Maranhão. Nos últimos anos, essa região contribuiu com 11,6% da produção nordestina. Somente o estado do Piauí possui uma área de 5.156 ha, sendo que 1.427 são irrigados. Esses números são preocupantes, uma vez que não se dispõe de tecnologias desenvolvidas e/ou adaptadas para a exploração racional da bananicultura irrigada na região. O regime sazonal das precipitações pluviométricas na região Meio-Norte do Brasil...

Estudo das variáveis de processo em doce banana de corte elaborado com variedade resistente à sigatoka-negra

Godoy, Rossana Catie Bueno de
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
37.16%
Resumo: No Brasil, a produção de doces é um dos segmentos mais importantes da agroindústria de banana, sendo um produto típico do mercado interno. As variedades de banana utilizadas na fabricação de doces pertencem ao subgrupo Cavendish, que tem por inconveniente a susceptibilidade à doença Sigatoka-negra, tida como a principal ameaça da bananicultura mundial. Além disso, os doces de banana de corte têm grande variabilidade com defeitos que podem estar relacionados à matéria-prima, à formulação e a tecnologia empregada. O objetivo dessa pesquisa foi o estudo das variáveis de processo em doce de banana de corte elaborado com variedade resistente à Sigatoka-negra. Primeiramente fez-se um estudo para selecionar qual variedade, dentre aquelas recomendadas pela Embrapa, tem aptidão para a produção de doces. Foram feitas avaliações físicoquímicas e sensoriais, através de testes afetivos e discriminativos. Em seguida procedeu-se o levantamento das variáveis de processo junto às agroindústrias, através de questionários. A partir destes dados foi gerado um delineamento experimental para verificar quais destas variáveis apresentam maior efeito na qualidade sensorial dos produtos. As variedades resistentes originaram doces de diferentes composições...

Características agronômicas de cultivares de bananeira, em Goiânia-GO; Agronomics caracteristics of banana cultivars, in Goiania-GO, Brazil.

MARTINEZ, Aurélio Ludovico de Almeida
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Agronomia; Ciências Agrárias Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Agronomia; Ciências Agrárias
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.16%
The banana is one of the most important fruit in the human diet being and, important source of income for small producers, mostly responsible for its production. The explored´s cultivars present diseases problems that hinder its steady production to long it time. With intention to evaluate the agronomics characteristics of six cultivars of banana tree under irrigation, in Goiânia-GO, was carried through an assay in the period of August of 2005 the March of 2007, understanding the first cycle of production. The experimental design was randomized block, with six spot. They had been used dumb piece of corm, planted in 3x2 m spacing. It was evaluated the characteristics vegetative cycle, productive cycle, total cycle, leaf number in the bloom and the harvest, height of plant, circumference of pseudsterm, number of hands, number of fruits, length and diameter of the central fruit of second hand, number of fruits of second hand, mass of second hand and mass of hand. The average total cycles had been of 479 days for BRS FHIA 18, 504 days for Caipira , 481 days for the Nanicão IAC 2001, 531 days in Prata Zulu, 502 days in Thap Maeo, 516 days in Tropical. The plants had not presented problems with leves illnesses, despite Yelow-Sigatoka being seen in leves of BRS FHIA 18 and Thap Maeo . Already Tropical and Zulu Silver had had some plants infecteds for Panama-Disease. The average mass of hands kg in BRS FHIA had been of 12...

Produção de polpa celulósica a partir de engaço de bananeira.; Pulp production from banana stem.

Soffner, Maria de Lourdes Aparecida Prudente
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/08/2001 PT
Relevância na Pesquisa
37.16%
O engaço de bananeira, suporte que sustenta o cacho de bananas, normalmente é descartado após a colheita da fruta, seja nas casas de embalagens (packing houses) ou em centros distribuidores, onde é considerado verdadeiro resíduo pelo grande volume gerado e por não ser aproveitado. Por essa razão e por constituir-se em material fibroso, o engaço foi avaliado para produção de polpa celulósica. O engaço in natura apresenta cerca de 93% de umidade e células de parênquima em abundância; em termos de composição química, o engaço apresenta 7,4% de lignina, 47,8% de extrativos totais, e 47,6% de holocelulose. Nesta pesquisa, a performance do engaço como matéria-prima para produção de polpa celulósica foi avaliada, usando o CaO como fonte álcali. Foram utilizadas lavagem e pré-extração aquosa (100 ºC, por 100 minutos) como pré-processos com o propósito de reduzir a grande quantidade de extrativos no bagaço do engaço de bananeira. O bagaço original e os materiais obtidos após os pré-processos foram submetidos à polpação com CaO com 8, 10, 12 e 14% de CaO, à temperatura de 120 ºC por 120 minutos em digestor rotativo. Para comparação foi utilizado o processo soda de polpação, sob as mesmas condições...

Estudo das cadeias produtivas da banana e da manga no pólo Juazeiro/Petrolina: logística e qualidade.

Mendes, Luciene do Nascimento
Fonte: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Publicador: Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
Relevância na Pesquisa
37.16%
O fenômeno da abertura dos mercados tem propiciado o crescimento da demanda mundial por frutas frescas desde o início da década de 90, da mesma forma as exigências quanto à qualidade do produto têm se elevado sensivelmente. O Brasil, grande produtor de frutas, vem incorporando as mudanças ocorridas no setor para preservar e alcançar novos mercados. Contudo, o bom desempenho do país não se expressa para todas as frutas produzidas. Parte desse desempenho passa pela qualidade do produto ofertado e pela eficiência do sistema logístico de produção, comercialização e distribuição. Entretanto, não se observa tal desempenho nas cadeias de produção de frutas voltadas para o mercado doméstico. Diante deste contexto, o presente trabalho teve por objetivo avaliar como a estrutura de governança das cadeias produtivas de banana e manga no pólo frutícola Juazeiro/Petrolina, tem influenciado no sistema logístico de produção, comercialização e distribuição e na qualidade das frutas ofertadas aos diferentes mercados, interno e externo. Avaliou-se por meio dos conceitos da Commodity System Approach, Economia dos Custos de Transação, Nova Economia Institucional e Organização Industrial, como o ambiente institucional e a estrutura de governança interagem...

Dynamic headspace solid-phase microextraction combined with one-dimensional gas chromatography–mass spectrometry as a powerful tool to differentiate banana cultivars based on their volatile metabolite profile

Pontes, Marisela; Pereira, Jorge; Câmara, José S.
Fonte: Elsevier Publicador: Elsevier
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /04/2012 ENG
Relevância na Pesquisa
37.16%
In this study the effect of the cultivar on the volatile profile of five different banana varieties was evaluated and determined by dynamic headspace solid-phase microextraction (dHS-SPME) combined with one-dimensional gas chromatography–mass spectrometry (1D-GC–qMS). This approach allowed the definition of a volatile metabolite profile to each banana variety and can be used as pertinent criteria of differentiation. The investigated banana varieties (Dwarf Cavendish, Prata, Maçã, Ouro and Platano) have certified botanical origin and belong to the Musaceae family, the most common genomic group cultivated in Madeira Island (Portugal). The influence of dHS-SPME experimental factors, namely, fibre coating, extraction time and extraction temperature, on the equilibrium headspace analysis was investigated and optimised using univariate optimisation design. A total of 68 volatile organic metabolites (VOMs) were tentatively identified and used to profile the volatile composition in different banana cultivars, thus emphasising the sensitivity and applicability of SPME for establishment of the volatile metabolomic pattern of plant secondary metabolites. Ethyl esters were found to comprise the largest chemical class accounting 80.9%, 86.5%...

Effect of menadione sodium bisulfite, an inducer of plant defenses, on the dynamic of banana phytoalexin accumulation during pathogenesis

Borges, Andrés Antonio; Borges-Pérez, Andrés; Fernández Falcón, Marino
Fonte: American Chemical Society Publicador: American Chemical Society
Tipo: Artículo Formato: 2373 bytes; 4694906 bytes; text/plain; application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
37.16%
3 pages, 2 figures.-- PMID: 12926878 [PubMed].-- Printed version published Aug 27, 2003.; Using an authentic sample of 2-hydroxy-9-(p-hydroxyphenyl)-phenalen-1-one, a banana phenalenone-type phytoalexin, we studied its dynamic of accumulation during pathogenesis of banana plants (Musa acuminata (AAA), Grand Nain) inoculated with Fusarium oxysporum f.sp. cubense (FOC), Race 4, the causal agent of Panama disease. The results obtained demonstrate that banana plants treated prior inoculation with menadione sodium bisulfite (MSB), an inducer of plant defenses, are capable of changing the dynamic of accumulation (higher amount and speed of biosynthesis) of this banana phytoalexin, biosynthesized by the banana plant during pathogenesis.

VERIFICATION OF THE VIABILITY AND UTILIZATION OF USING POST-FERMENTATIVE RESIDUES IN BANANA (Musa balbisiana colla) VINEGAR FOR FOOD INDUSTRY; VERIFICAÇÃO DO APROVEITAMENTO E VIABILIDADE DA UTILIZAÇÃO DOS RESÍDUOS PÓS-FERMENTATIVOS DO VINAGRE DE BANANA (Musa balbisiana Colla) NA INDÚSTRIA DE ALIMENTOS

COSTA, FRANCISCO JOSÉ DO LAGO; DE OLIVEIRA, JOSÉ AGOBAR PEIXOTO; SALES, RONALDO DE OLIVEIRA; DOS SANTOS, ANTÔNIO MELQUÍADES; CARLOS MAIA, MARIA DE JESUS
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 19/08/2009 POR
Relevância na Pesquisa
37.16%
In order to utilize the post-fermentative residues if banana vinegar (M.balbisiana Colla), the project was developed concerning the determination of the basic components of this residue (fermented paste) with a view to a possible rational use in the manufacture of animal feed, as well as to try to reduce the problem of environmental pollution. Several proceedings were.; Visando aproveitar os resíduos pós-fermentativos de vinagre de banana (M. balbisiana Colla), desenvolveu-se projeto para verificação dos constituintes básicos deste resíduo (massa fermentada) para seu possível aproveitamento racional como fonte alimentar, na fabricação de ração animal, como também minimizar e problema de poluição ambiental. Foram realizados os procedimentos para obtenção e preparo da matéria-prima, acompanhamento dos processos e análises físico-químicas.

MICROBIOLOGICAL EVALUATION OF BANANA CONSERVED BY THE MINIMUM LEVEL OF PROCESSING AND COMBINED METHODS OF HURDLE TECHNOLOGY; AVALIAÇÃO MICROBIOLÓGICA DE BANANA CONSERVADA POR MÍNIMO DE PROCESSAMENTO E MÉTODOS COMBINADOS DA TECNOLOGIA DE OBSTÁCULOS

SÁ, MEN DE; EMBRAPA Fortaleza, CE; FEITOSA, TEREZINHA; Embrapa Tropical, Ceará; ABREU, FERNANDO ANTONIO PINTO DE; EMBRAPA, Fortaleza, CE; MUNIZ, CELI RODRIGUES; EMBRAPA, Fortaleza, CE; FERREIRA BRINGEL, MARIA HELOÍSA; EMBRAPA Fortaleza, CE
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 27/04/2009 POR
Relevância na Pesquisa
37.16%
It has been evaluated the hurdle technology efficiency in banana conservation by combined methods, in relation to its microbiological aspect, when processed in situ at a low cost. Sucrose (30 °Brix syrup) was used as osmotic medium to reduce water activity. The syrup received an extra addition of 200 ppm SO2, 500 ppm sorbic acid, 600 ppm citric acid and 200 ppm calcium chloride. Before osmosis, fruits were steam-blanched at 100 ·C for two minutes, and after osmosis, they were packed in polyethylene bags, covered with syrup, sealed and heat-treated at 100°C for one minute. The process was followed up with microbiologic analysis of mesophilic aerobic bacterial, mold and yeast counting per gram. The most probable number (MPN) of feacal coliforms, for both fresh and blanched fruits, during osmosis and after heat-treatment were performed. A reduction of 98.8% was found in bacterial counts of mesophilic aerobic in comparison to the fresh fruit and after heat­-treatment (1.7x103 and 2.0x102 CFU/g respectively). The initial counting of mold and yeast (2.5 x101 CFU/g) and feacal coliforrns (<3/g) after heat-treatment were respectively reduced to <10 and <3. The results showed up the potentiality of hurdle technology conduced as aforementioned for in situ preservation of banana...

Structural features of banana starches using HPSEC-MALLS-RI

Méndez-Montealvo,G.; Rodriguez-Ambriz,S.L.; Bello-Pérez,L.A.
Fonte: UAM, Unidad Iztapalapa, División de Ciencias Básicas e Ingeniería Publicador: UAM, Unidad Iztapalapa, División de Ciencias Básicas e Ingeniería
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2015 EN
Relevância na Pesquisa
37.16%
An analytical method to quantify the amylose content and to characterize the structures of the banana starch molecules is reported. This study consists of two parts: Part 1 describes the individual chains present in the starch granules, as the chain-length distribution, and Part 2 characterizes the molecular structure of the starch components by high performance size exclusion chromatography coupled with multi-angle laser light scattering and refractive index detection (HPSEC-MALLS-RI). The quantification of amylose using two methods (HPSEC-RI and Concanavalin A) is in agreement with the percentage reported. In addition, the ratio Fr III/Fr. II (Fr. II represents amylopectin long B chains and Fr. III represents amylopectin A and B short chains), shows structural differences among banana starches, with more branching in Morado banana starch and less branching in Macho banana starch. A recognition that amylose has significant branching, and thus is not linear, led to the characterization of two populations of amylose: one that is highly branched and the other, which is essentially linear, as established by the HPSEC-MALLS-RI method. Morado amylose has the highest Mw of the branched starches while Macho amylose has the highest Mw and Rz values consistent with differences in the structures of banana starches.

Effect of chemical modification type on physicochemical and rheological characteristics of banana starch

Guerra-DellaValle,D.; Sánchez-Rivera,M. M.; Zamudio-Flores,P. B.; Méndez-Montealvo,G.; Bello-Pérez,L. A.
Fonte: UAM, Unidad Iztapalapa, División de Ciencias Básicas e Ingeniería Publicador: UAM, Unidad Iztapalapa, División de Ciencias Básicas e Ingeniería
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2009 EN
Relevância na Pesquisa
37.16%
Isolation of non-conventional starches has increased in the last decade; chemical modification of these no conventional starches may produce starches with improved physicochemical and functional properties that are not available from commercial starches. Banana starch was acetylated and oxidized and the thermal, pasting and rheological characteristics were evaluated. The low carbonyl and carboxyl groups might be due to the starch source. The acetylated banana starch obtained had a low degree of substitution (0.04). The acetylated banana starch had lower temperature and enthalpy of gelatinization than oxidized and native banana starches, had higher peak viscosity in the viscoamylographic profile than its native counterpart. The oxidized starch produced the peak viscosity during the cooling step and the three starches had higher viscosity during the cooling step, showing a gel conformation. The native, acetylated and oxidized starches showed a non-Newtonian behavior of the shear-thinning type. The rotational test showed that oxidized banana starch had a firmer gel than acetylated starch, which agrees with the viscoamylographic results.