Página 3 dos resultados de 28381 itens digitais encontrados em 0.012 segundos

Uma contribuição para melhoria do planejamento de empreendimentos de construção em organizações públicas.; A contribution for enhancing planning for construction projects in government owned organizations.

Marques Junior, Luiz José
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/2000 PT
Relevância na Pesquisa
36.6%
O planejamento deficiente e a falta de envolvimento do proprietário na execução do planejamento são causas críticas dos atrasos e estouros de orçamento que caracterizam a fase de obras dos empreendimentos públicos de construção de edificações. No entanto, como a execução do planejamento nos órgãos públicos afeta os resultados de prazos e custos da fase de obras é uma questão não esclarecida. Neste contexto, este trabalho discute a execução dos processos de planejamento de empreendimentos da Cia Paulista de Obras e Serviços, uma empresa de economia mista do Governo do Estado de São Paulo, que gerenciou 398 empreendimentos públicos de construção de 1992 a 1999. O enfoque é sobre os efeitos do planejamento nos resultados da fase de obras em relação a prazo e custo. Os dados foram coletados através de entrevistas com gerentes de empreendimento e fiscais de obras; através de consulta a arquivos eletrônicos e documentos; e pela observação direta do pesquisador no período de 1995 a 1999. O resultados obtidos apontam que os prazos e custos são afetados pela deficiência da estrutura analítica na descrição do escopo; pelas estimativas de prazo e custo deficientes que mascaram os resultados; pelos editais com deficiências; pelas programações e orçamentações simplificadas e não integradas; pelas deficiências no planejamento organizacional e comunicação que atrasam as tomadas de decisão; por um planejamento de qualidade focado no produto; e pela ausência de planejamento de risco. Ao final são propostas algumas recomendações às organizações públicas para melhorar o planejamento de seus empreendimentos de construção ; Poor planning and lack of owner envolvement in the execution of the planning are critical causes of the delays and cost overruns that characterize the phase of civil works of the public construction projects. However...

Planejamento estratégico situacional aplicado à pequena empresa : estudo comparativo de casos em empresas do setor de serviços (hoteleiro) da região de Brotas-SP; Situational strategic planning applied to small enterprises : comparative cases studies in the hotel sector of Brotas-SP

Migliato, Antonio Luiz Tonissi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/07/2004 PT
Relevância na Pesquisa
36.6%
Este trabalho teve por objetivo aprimorar a adequação e aplicação da metodologia de planejamento estratégico empresarial às pequenas empresas, introduzindo alguns conceitos e elementos do planejamento estratégico situacional (PES). Foi apresentada uma revisão bibliográfica sobre metodologias de planejamento estratégico, especificidades das pequenas empresas e método PES, o que permitiu definir as variáveis da pesquisa. O trabalho de campo foi dividido em duas etapas. Na primeira, foram estudadas quatro empresas hoteleiras de pequeno porte, instaladas na cidade de Brotas/SP e uma média empresa sediada na cidade de Águas de São Pedro. A pesquisa de campo permitiu identificar alguns conceitos e elementos do método PES com potencial para contribuir com o aprimoramento da adequação e aplicação da metodologia de planejamento estratégico empresarial às pequenas empresas. Na segunda etapa, foi desenvolvido um roteiro de elaboração de planejamento estratégico fundamentado na metodologia de planejamento estratégico empresarial e incrementado com os conceitos do método PES identificados na primeira etapa. O roteiro foi aplicado em um pequeno hotel da região de São Carlos com o objetivo de se avaliar na prática a utilidade desses conceitos. Esta pesquisa constatou que a pequena empresa possui algumas especificidades que influenciam o desenvolvimento de seu processo de elaboração de estratégias. Elas não podem ser ignoradas pelas metodologias de planejamento que se destinem a auxiliá-la nessa atividade. Algumas dessas especificidades referem-se ao modo espontâneo com que seu dirigente formula planos e estratégias. Concluiu-se que o método PES...

Planejamento agregado em redes de distribuição secundária - modelo alternativo para empresas com cadastro de redes reduzido. ; Investments planning in low voltage distribution networks - alternative model for companies with reduced database.

Squaiella, Davi José Ferreira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/03/2004 PT
Relevância na Pesquisa
36.6%
As redes secundárias de distribuição são item de extrema importância no processo de levar a energia produzida de uma fonte até o consumidor final. Dentro de uma Empresa Concessionária de Distribuição de Energia Elétrica o setor de planejamento, juntamente com o grupo técnico, deve realizar o planejamento dos investimentos necessários nos níveis de alta, média e baixa tensão, sendo que para a baixa tensão (redes secundárias de distribuição), normalmente utilizam-se os dados históricos e a média de investimentos dos últimos anos (de três a cinco últimos anos). Em geral não são encontrados nestas Empresas os cadastramentos das redes secundárias de distribuição ou então, quando estes existem, muitas vezes não são confiáveis. Neste ponto, esta dissertação de mestrado apresentará, aplicará e discutirá os resultados de uma metodologia de geração de redes secundárias de distribuição a partir dos dados das redes primárias de distribuição (média tensão) e dos ativos da Empresa, tendo como foco os investimentos necessários para estas dentro do planejamento agregado de investimentos. O trabalho proposto visa criar condições para que as Empresas enquadradas na situação anterior possam realizar o seu planejamento de baixa tensão valendo-se da aplicação de uma metodologia capaz de gerar tais redes. Uma vez criadas...

Planejamento estratégico em organizações não governamentais: um estudo de caso ; Strategic planning for non governamental organizations: a study of case.

Pasquale, Perrotti Pietrangelo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 23/09/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.6%
RESUMO O objetivo deste estudo é propor dois modelos que integrem os aspectos teóricos relevantes, respectivamente, de planejamento estratégico e de avaliação de alianças estratégicas para organizações não governamentais - ONGs. Para tanto buscou-se fundamentação teórica em modelos de planejamento estratégico utilizados por empresas (organizações do segundo setor) e pelos órgãos governamentais (organizações do primeiro setor), como os dos autores Djalma de Pinho Rebouças de Oliveira, David J. Hunger e Thomas L. Wheelen, Arnoldo Hax e Nicolas S. Majluf. Para uma consideração mais específica, também foram estudados modelos de autores que se dedicaram ao terceiro setor, onde estão incluídas as ONGs, como Mike Hudson, Fernando G. Tenório e Takeshy Tachizawa. A verificação da adequação dos modelos propostos às necessidades de gestão das ONGs foi realizada por uma pesquisa exploratória qualitativa, que utilizou o estudo de caso como estratégia de pesquisa. O setor-alvo escolhido foi o das ONGs e a organização-caso foi a Associação Desportiva para Deficientes - ADD. O estudo apresenta os limites próprios da pesquisa e análise de caso único e, portanto, necessita de replicação para verificar se os resultados obtidos são aplicáveis às outras ONGs. Os resultados da pesquisa indicaram que há grande semelhança entre a sistemática de planejamento estratégico utilizada pela organização pesquisada e o modelo proposto. No que diz respeito à avaliação de alianças estratégicas...

Planejamento e controle da produção na pequena empresa: estudo de caso de fatores intervenientes no desempenho de um empreendimento metalúrgico da cidade de São Carlos-SP; Production planning and control in small business: case study of intervening factors in the performance of a metallurgic company in the city of São Carlos-SP

Andrade, José Henrique de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/10/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.6%
O objetivo geral desta pesquisa foi identificar fatores relacionados ao planejamento operacional da produção que intervêm no desempenho de uma pequena empresa metalúrgica. Como objetivos específicos, pretendeu-se: identificar a existência de políticas e práticas de planejamento na empresa, bem como procedimentos de sua formalização; descrever as características e as atividades do planejamento operacional da produção e os fatores intervenientes em seu desempenho; identificar as características organizacionais específicas da pequena empresa que influenciam o funcionamento do planejamento operacional da produção. Diversos trabalhos da literatura destacam uma relação positiva entre as atividades de planejamento e o desempenho empresarial no âmbito das empresas de pequeno porte e isto motiva o estudo deste assunto. A pequena empresa, devido a suas características específicas tais como restrição de recursos (humanos, financeiros e materiais) e limitado poder de negociação diante de fornecedores, concorrentes e clientes, demonstra dificuldades na sua gestão, entre elas para planejar, controlar e programar a produção de modo a obter um bom desempenho. Para atingir o objetivo proposto, foi desenvolvido um estudo de caso em uma empresa metalúrgica de pequeno porte da cidade de São Carlos/SP...

Planejamento hierárquico sob incerteza Knightiana; Hierarchical planning under Knightian uncertainty

Herrmann, Ricardo Guimaraes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/05/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.6%
Esta dissertação tem como objetivo estudar a combinação de duas técnicas de planejamento em inteligência artificial: planejamento hierárquico e planejamento sob incerteza Knightiana. Cada uma delas possui vantagens distintas, mas que podem ser combinadas, permitindo um ganho de eficiência para o planejamento sob incerteza e maior robustez a planos gerados por planejadores hierárquicos. Primeiramente, estudamos um meio de efetuar uma transformação, de modo sistemático, que permite habilitar algoritmos de planejamento determinístico com busca progressiva no espaço de estados a tratar problemas com ações não-determinísticas, sem considerar a distribuição de probabilidades de efeitos das ações (incerteza Knightiana). Em seguida, esta transformação é aplicada a um algoritmo de planejamento hierárquico que efetua decomposição a partir das tarefas sem predecessoras, de modo progressivo. O planejador obtido é competitivo com planejadores que representam o estado-da-arte em planejamento sob incerteza, devido à informação adicional que pode ser fornecida ao planejador, na forma de métodos de decomposição de tarefas.; This dissertation's objective is to study the combination of two artificial intelligence planning techniques...

Integração entre P&D e planejamento estratégico; Integration between strategic planning and R&D

Moura, Gilnei Luiz de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.6%
Um dos determinantes da competitividade é a inovação. O P&D (Pesquisa e Desenvolvimento) de uma organização pode levar a um diferencial competitivo. Por isso o planejamento estratégico deve ficar atento à decisão estratégica de qual P&D empreender, e em que nível de recursos e prioridade. A integração entre as estratégias de P&D com as tecnologias e estratégias de negócios da organização é tão fundamental quanto a inclusão na administração organizacional do processo de P&D. Todavia a integração entre P&D e planejamento estratégico organizacional é uma tarefa árdua e complexa para qualquer organização. Esta pesquisa aponta para uma proposta de discutir a idéia de que o P&D e o planejamento estratégico devem ser simultaneamente integrados, i.e., o P&D deve conhecer e se envolver nas viabilidades econômico-comerciais de seus projetos e o planejamento estratégico deve considerá-lo nas macro-estratégias da corporação. De forma objetiva, pretende-se não só investigar a relação P&D e o processo de planejamento estratégico, como também examinar sua integração e complementaridade por meio dos processos decisórios e alinhamentos estratégicos em organizações que têm a P&D como importante diferencial competitivo. Para tanto...

Da edificação ao traçado urbano: a experiência de planejamento regional integrado na CESP; From the building to the urban layout: the experience of integrated regional planning in CESP

Vianna, Mônica Peixoto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/07/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.6%
Esta tese estuda a experiência de planejamento regional integrado desenvolvida pela Companhia Energética de São Paulo (CESP). A hipótese do trabalho é que a partir dos conhecimentos adquiridos ao longo dos anos e das gerações de profissionais que trabalharam na CESP e suas antecessoras, e com o acúmulo de experiências arquitetônicas e de planejamento, a Companhia constituiu um método próprio e particular de planejamento de seus empreendimentos hidrelétricos. Por planejamento regional integrado entendemos o processo no qual se planeja uma região, definida pela bacia hidrográfica, através de seu uso múltiplo e da possibilidade de seu aproveitamento integral. O principal resultado obtido com a pesquisa foi a recuperação do processo de construção da experiência de planejamento empreendida pela CESP, através da identificação de algumas referências - como as company towns, as cidades novas, o planejamento regional, os conceitos de polo de desenvolvimento e de unidade de vizinhança, os postulados dos CIAMs e a experiência da Tennessee Valley Authority (TVA) - e da constatação de que este método de planejamento seguiu um conjunto de diretrizes estabelecidas, a partir da própria prática de planejar empreendimentos hidrelétricos. A atuação dos dois principais agrupamentos de arquitetos envolvidos nos projetos hidrelétricos de São Paulo - a Divisão de Arquitetura e Urbanismo da CESP e a PLANEMAK - assinalaram a contrapartida arquitetônica no desenvolvimento da tecnologia brasileira no setor de construção de centrais hidrelétricas. Como exemplos das aplicações do método de planejamento desenvolvido pela CESP...

Análise das especificidades do terceiro setor e suas influências no desenvolvimento de um planejamento estratégico; The main specificities of civil society organizations analyses and how such specificities affect the strategic planning

Oliveira, Claudio Soares de Moura e
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/11/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.6%
A presente pesquisa teve como objetivos identificar as principais especificidades das Organizações da Sociedade Civil e conhecer como essas particularidades (pontos que facilitam ou dificultam) influenciam o desenvolvimento de um planejamento estratégico nessas organizações. Para cumprir os propósitos desta pesquisa, a metodologia estruturou-se na natureza exploratório-descritiva com uma abordagem qualitativa. A coleta de dados foi realizada através de um questionário respondido pela Coordenadora da Casa Ronald McDonald de São Paulo, questionários estes que identificavam a instituição conforme a tabela de classificação internacional de organizações sem fins lucrativos (ICNPO), receita anual, número de colaboradores, nível de importância e influência das especificidades na elaboração do plano, dados sobre o planejamento já existente e o quanto este planejamento contribuiu com a organização (se houve ou não melhorias nos pontos estratégicos trabalhados). Observou-se que o planejamento estratégico no que se refere a empenho dos colaboradores é elevado na instituição, desde que não tenha que disputar o tempo de investimento das estratégias com a operação da organização, neste momento ele ficará em um segundo plano. Os efeitos observados são positivos principalmente nos aspectos de gestão. As especificidades influenciaram de acordo com o nível de maturidade da instituição ou o momento pelo qual ela passou...

Diretrizes e requisitos para o planejamento e controle da produção em nível de médio prazo na construção civil

Coelho, Henrique Otto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.6%
O processo de planejamento e controle pode ser representado através de duas dimensões básicas, a horizontal, que se refere às etapas do planejamento e controle em cada nível gerencial, e a dimensão vertical, que se refere à divisão deste processo em diferentes níveis hierárquicos (longo, médio e curto prazo). Essa divisão se faz necessária em função da complexidade típica dos empreendimentos de construção, da variabilidade de seus processos e da incerteza inerente ao processo de produção. Sem contestar a importância e os benefícios decorrentes da correta realização do Planejamento de Curto Prazo, neste trabalho buscou-se dedicar maior atenção ao Planejamento de Médio Prazo, visto que este nível vem, cada vez mais, se mostrando como um importante mecanismo de controle e aprendizagem dentro do processo de PCP como um todo. O objetivo geral desta dissertação é o refinamento do modelo de PCP desenvolvido no NORIE/UFRGS, propondo diretrizes para a implementação do Planejamento de Médio Prazo. Este objetivo foi definido a partir dos resultados de estudos anteriores, os quais apontaram que, de um modo geral, o referido modelo de PCP apresentava bons resultados de implementação nos níveis de longo e curto prazo...

A representação de cidade e de planejamento urbano em Porto Alegre : estado, mercado e sociedade civil em disputa pela representação legítima

Cruz, Milton
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.6%
Este é um estudo de caso de uma das grandes cidades brasileiras, Porto Alegre, cujas gestões municipais “apostaram”, desde o início do século XX, nas concepções e nos instrumentos de planejamento urbano para construir e organizar a ocupação e o uso do solo da cidade. Apesar disso, problemas urbanos típicos das cidades brasileiras, como a irregularidade fundiária, o déficit habitacional, a fragmentação social e a segregação urbana, cresceram e persistem até hoje. A investigação procura elementos que auxiliem a compreender porque o sistema de planejamento urbano, mesmo inovando com a introdução do planejamento participativo na elaboração do Plano Diretor e o próprio Orçamento Participativo (criados na década de 1990) – que descentralizaram as decisões na gestão local - se mostraram limitados para enfrentar este quadro. A pesquisa tem como compromisso ético contribuir para a construção de uma abordagem científica que questione as práticas dos órgãos estatais e as concepções de planejamento urbano e de cidade que se mostram incompatíveis com a construção de uma cidade que garanta a cidadania para todos e com o fortalecimento da sociedade civil. E, também, indicar possibilidades de construção de uma relação democrática entre o Estado...

Metaheurística GRASP para o problema de planejamento da expansão de sistemas de transmissão de energia elétrica

Lopes, Valber Sardi
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 83 f.
POR
Relevância na Pesquisa
36.6%
Pós-graduação em Engenharia Elétrica - FEIS; O Problema do Planejamento da Expansão de Sistemas de Transmissão é um problema de otimização combinatória, cujo objetivo é buscar o atendimento de requisitos de cargas a custos mínimos de investimentos, percebendo um horizonte de longo prazo. A perspectiva do planejamento otimizado deve ser feita observando duas possiblidades: o planejamento estático e o planejamento multiestágio. No planejamento estático, o planjedor procura responder as questões onde e que tipos de elementos de transmissão precisam ser adicionados ou construídos para integrar a solução do sistema futuro. No entanto, quando a estratégia de expansão ótima abrange todo um período, o planejador deseja saber quando o circuito deve ser instalado, trata-se de um planejamento multiestágio. Em ambas alternativas, a resolução do problema do planejamento deve abranger duas etapas consecutivas: a modelagem matemática e a técnica de solução para resolver essa modelagem. Neste trabalho é apresentada uma proposta de planejamento estático utilizando aMetaheurística GRASP como técnica de solução para o problema do planejamento.; The Problem of Expansion Planning of Transmission Systems is a combinatorial optimization problem whose goal is to seek the assistance of cargo requirements at minimal cost investment...

Uma metodologia de desenvolvimento de planejamento estrategico empresarial

Mendes, Jose Luiz
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 227 f.| tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.6%
Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnologico; Planejamento Estratégico é uma ferramenta importante no processo de gestão empresarial e as metodologias de desenvolvimento de Planejamento Estratégico Empresarial tem evoluído muito desde o seu surgimento, porém ainda apresentam problemas. Este trabalho propõe uma metodologia de desenvolvimento de planejamento estratégico empresarial que pretende estabelecer o que é o como fazer o Planejamento Estratégico, para assegurar a sua implantação e avaliação. Os principais produtos desta metodologia são as Definições Estratégicas, documento de interesse da alta administração da empresa, o Diagnóstico Estratégico, documento de interesse da média administração da empresa e o Plano Operacional sendo o documento que pretende assegurar a implantação e acompanhamento do Planejamento Estratégico. O trabalho inicialmente dedica-se à revisão bibliográfica, onde é mostrada a evolução do processo de Planejamento Estratégico e propostas de Metodologias de Planejamento Estratégico discutidas por alguns autores. Posteriormente é feita uma análise e interpretação, das similaridades e diferenças, das Metodologias de Planejamento Estratégico propostas pelos estudiosos da área...

Contribuições do plano de desenvolvimento institucional e do planejamento estratégico na gestão de universidades federais brasileiras

Silva, Júlio Eduardo Ornelas
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 150 p.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.6%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Administração, Florianópolis, 2013; A educação superior é uma área social que contribui significativamente para o desenvolvimento tecnológico e científico de uma nação, sendo responsável pelo ingresso de países na sociedade do conhecimento. No Brasil, as universidades exercem grande influência nesse contexto, por concentrar, além da formação de profissionais de excelência, a pesquisa nas diversas áreas da ciência. Essas instituições, por muito tempo, passam por problemas em suas gestões, ora em decorrência da falta de recursos, ora pela baixa capacidade de gestão. A partir de 2004, legislações federais determinaram a prática do planejamento em instituições de educação superior, por meio do Plano de Desenvolvimento Institucional - PDI, visando a melhoria da educação superior brasileira. Por não haver uma cultura de planejamento nas universidades, essas instituições estão aprendendo a planejar, e algumas inclusive, dizem fazer também o planejamento estratégico. Com menos de dez desde o início da obrigatoriedade do PDI, e por não haver pesquisas científicas sobre planejamento nas universidades federais...

Planejamento baseado em cenários e aprendizagem em organizações : diferenças de percepção entre profissionais que participam ou não do processo

Galazzi, Geraldo Antonio
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.6%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Economia, Administração, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação, 2009.; Esta pesquisa sustentou-se em referencial teórico, principalmente internacional, mas também nacional, que relaciona positivamente o planejamento baseado em cenários como mecanismo de aprendizagem nas organizações que o adotam. O objetivo foi descrever diferenças de percepção, quanto à cultura voltada à aprendizagem em organizações e quanto à aprendizagem relacionada ao planejamento baseado em cenários, entre profissionais que participam diretamente de planejamento baseado em cenários e aqueles que não participam e entre profissionais com diferentes características sociodemográficas e funcionais em relação à aprendizagem em organizações. A justificativa centrou-se na constatação de que os trabalhos científicos a respeito do tema estão focados na esfera conceitual, mas faltam trabalhos empíricos que suportam ou refutam a teoria. A metodologia de pesquisa foi qualitativa e quantitativa. A coleta dos dados empíricos deu-se por pesquisa documental e instrumento de pesquisa composto de três questionários. Um para identificação de características sociodemográficas e funcionais. Outro construído...

Strategus: um planejamento estratégico para pequenas empresas de tecnologia da informação

Marques, Rafael; Perrelli de Moura, Hermano (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.6%
O crescimento do número de pequenas empresas de tecnologia da informação (TI) e, consequentemente, da competitividade global, faz com que as empresas, que não desejam apenas sobreviver, se planejem, tendo em vista a realidade de um mercado cheio de incertezas, riscos e mudanças, que muitas vezes torna inviável a concretização dos objetivos, desejos e o alcance de um futuro desejado, sem um bom planejamento estratégico. Na área de TI, é muito grande o número de empresas que nascem e fecham em menos de dois anos, podendo ser uma empresa incubada, ou não. No caso das incubadas, em sua maioria, não há planejamento para o momento após o spin off, o que pode levar ao declínio imediato. Por esses e outros motivos, há um aumento das buscas por processos que orientam as empresas a trilhar caminhos para obter sucesso. É muito difícil, sem um planejamento, conhecer as oportunidades e ameaças do mercado. Apesar da existência de inúmeros processos de planejamento estratégico, podemos dizer que não existe um processo dedicado às particularidades das pequenas empresas de TI. Este trabalho apresenta um processo para a elaboração de um planejamento estratégico, assim como sua implantação e monitoração...

Disciplina 4.2: planejamento estrat??gico governamental

Escola Nacional de Administra????o P??blica (Brasil); Cardoso Junior, Jos?? Celso Pereira; Albuquerque J??nior, Ant??nio Ernesto Lassance de
Fonte: Escola Nacional de Administração Pública Publicador: Escola Nacional de Administração Pública
Tipo: Programa de Curso
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
36.61%
Apresenta????o geral e discuss??o bibliogr??fica. Conceitos e tipos de planejamento. O pensamento complexo aplicado ?? gest??o governamental contempor??nea. O planejamento estrat??gico p??blico como ferramenta de implementa????o e gest??o de pol??ticas p??blicas. Os desafios e os atributos do planejamento governamental de longo prazo. Fun????es Cl??ssicas e Contempor??neas de Estado: arranjos institucionais-burocr??ticos, origem e perfil das pol??ticas p??blicas federais brasileiras. Planejamento Governamental e Gest??o P??blica no Brasil: hist??ria (s??culo XX) e contemporaneidade (s??culo XXI); Circuito Planejamento (formula????o, decis??o), Gest??o (monitoramento, desempenho, avalia????o), Controle (interno: m??todo CGU; externo: m??todo TCU), Participa????o (engajamento, avalia????o e controle social); Planejamento governamental e a estrat??gia de desenvolvimento brasileiro. A import??ncia da leitura dos atores para a viabilidade pol??tica da agenda governamental (Prof. A. Lassance): distin????o entre institui????es, organiza????es e atores; o que s??o os atores, como encontr??-los e como entender suas posi????es nos subsistemas de pol??ticas p??blicas; o poder de iniciativa, poder de agenda e agenda: tr??s coisas muito diferentes; m??todos para a leitura dos atores e an??lise da agenda pol??tica; t??cnicas...

Gestão da Assistência Farmacêutica: módulo transversal 1: unidade 2: planejamento em saúde - parte 1

Barreto, Joslene Lacerda; Veber, Ana Paula; Lacerda, Josimari Telino de; Calvo, Maria Cristina Marino
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Texto Formato: Texto com 29 páginas no formato pdf
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.61%
O conteúdo apresenta a discussão sobre a importância do planejamento nas organizações, em especial na Assistência Farmacêutica e traz o planejamento estratégico situacional como possibilidade para o planejamento em saúde. Discute os momentos do planejamento estratégico situacional, onde são abordados a classificação, identificação e priorização dos tipos de problemas; a descrição e explicação dos problemas e a identificação de fluxos e as relações entre causas e consequências de um problema.; 1.0; Ministério da Saúde

Marcos referenciais do planejamento

Botelho, Lúcio José; Lacerda, Josimari Telino de; Colussi, Cláudia Flemming
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Formato: Conteúdo Online do módulo Planejamento na atenção básica: Marcos referenciais do planejamento. Unidade 1 do módulo 4 que compõe o Curso de Especialização Multiprofissional em Saúde da Família.Arquivo .zip contendo página html com recursos de t
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.61%
Tópico 1 – Inrodução O tópico apresenta o conceito missão/ imagem das organizações, por meio do qual é possível conhecer seus objetivos e funções, diferenciando a missão das organizações de saúde privadas e públicas, ressaltando sua importância para o sucesso do trabalho realizado, uma vez que é a missão que agrega pessoas e orienta a ação permitindo a gestão, o ciclo administrativo – o processo de planejamento, a organização e desenvolvimento de logística e estratégias para gestão de competências, execução das ações, o controle e avaliação que permite o planejamento de um novo ciclo. Também é apresentada a diferença entre meta e objetivo, sendo o segundo o propósito a ser atingido pela primeira. Tópico 2 – Por que planejamento na área de saúde O tópico mostra a importância do planejamento na área de saúde, na qual é necessário que coexistam diferentes programas e serviços de modo a atender às necessidades dos usuários, desenvolvendo processos, técnicas e atitudes administrativas para avaliar as consequências de decisões do presente para influenciar o futuro, mostrando como o planejamento, por diferentes métodos, é exercício sistemático que potencializa o alcance de objetivos reduzindo incertezas. Tópico 3 – Planejamento normativo e planejamento estratégico-situacional O tópico apresenta os conceitos e as diferenças entre os dois tipos de planejamento – o normativo (mais tradicional e fechado a alterações durante o processo...

Planejamento familiar: ações e serviços de enfermagem/saúde

Casarin, Sidnéia Tessmer
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.61%
Dissertação(mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Escola de Enfermagem, 2010.; O planejamento familiar foi regulamentado oficialmente no Brasil em 1996, pela Lei 9.263 e corresponde ao direito que homens e mulheres têm de decidirem sobre quantos filhos desejam ter e em que momento de suas vidas, cabendo ao Sistema Único de Saúde a garantia de serviços com ações/atividades resolutivos para esse fim. Este estudo teve como objetivo conhecer as ações/atividades e os serviços de planejamento familiar oferecidos aos usuários do Sistema Único de Saúde da 3ª Coordenadoria Regional de Saúde, do Rio Grande do Sul, e a atuação da enfermeira. Caracterizou-se por ser do tipo exploratório, descritivo, com abordagem qualitativa. A entrevista semiestruturada foi a técnica utilizada na coleta de dados junto às vinte e duas enfermeiras coordenadoras das ações de enfermagem ou coordenadoras das ações de planejamento familiar nos municípios da referida regional de saúde. Os dados foram coletados no período compreendido entre 27 de julho e 06 de outubro de 2009. Visando contemplar o objetivo do estudo e responder aos pressupostos, utilizou-se o método da análise temática. Como resultado da análise interpretativa dos dados...