Página 3 dos resultados de 850 itens digitais encontrados em 0.012 segundos

Organiza????o espacial, sa??de e qualidade de vida: an??lise espacial e uso de indicadores na avalia????o de situa????es de sa??de

Barcellos, Christovam de Castro; Sabroza, Paulo Chagastelles; Peiter, Paulo; I??iguez Rojas, Luisa
Fonte: Centro Nacional de Epidemiologia/ Funda????o Nacional de Sa??de/ Minist??rio da Sa??de Publicador: Centro Nacional de Epidemiologia/ Funda????o Nacional de Sa??de/ Minist??rio da Sa??de
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.02%
Christovam de Castro Barcellos Departamento de Informa????es em Sa??de/FIOCRUZ Paulo Chagastelles Sabroza Escola Nacional de Sa??de P??blica/FIOCRUZ Paulo Peiter Departamento de Geografia/UFRJ Luisa I??iguez Rojas Centro de Estudios de Salud y Bienestar Humano/Universidad de La Habana; O espa??o ?? uma categoria de s??ntese e converg??ncia onde se expressam os diversos processos envolvidos nas condi????es de vida, ambiente e sa??de das popula????es. Ao longo desses processos, os resultados obtidos pela an??lise de indicadores s??o sens??veis ?? sele????o desses indicadores, das fontes de informa????o, da escala de an??lise, de unidades espaciais de refer??ncia e dos m??todos de an??lise espacial. O objetivo deste trabalho ?? levantar o papel da an??lise espacial na avalia????o das situa????es de sa??de, que engloba a descri????o de perfis epidemiol??gicos, de qualidade de vida e de condi????es ambientais. Conhecer a estrutura e a din??mica espacial da popula????o ?? o primeiro passo para a caracteriza????o de situa????es de sa??de. Al??m disso, permite o planejamento de a????es de controle e aloca????o de recursos. A an??lise espacial propicia o restabelecimento do contexto no qual um evento de sa??de ocorre, contribuindo para o entendimento dos processos socioambientais envolvidos.

Avalia????o da qualidade das vari??veis s??cio-econ??micas e demogr??ficas dos ??bitos de crian??as menores de um ano registrados no Sistema de Informa????es sobre Mortalidade do Brasil (1996/2001)

Montilla, Dalia Elena Romero; Cunha, Cynthia Braga da
Fonte: Escola Nacional de Sa??de P??blica, Funda????o Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Sa??de P??blica, Funda????o Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36%
Este estudo tem como objetivo avaliar a qualidade da informa????o s??cio-econ??mica e demogr??fica, por Unidade Federada (UF) do Sistema de Informa????es sobre Mortalidade (SIM). A finalidade ?? reconhecer sua potencialidade no monitoramento da desigualdade da mortalidade infantil no Brasil. Utilizaram-se como indicadores de qualidade a acessibilidade, oportunidade, claridade metodol??gica, incompletitude e consist??ncia. Selecionaram-se as vari??veis: ra??a da crian??a, peso ao nascer, semanas de gesta????o, assist??ncia m??dica, parturi????o, escolaridade, idade e ocupa????o materna. Foram revisadas a documenta????o do SIM e a literatura sobre indicadores associados com a mortalidade infantil, estimaram-se propor????es de incompletitude, por regi??o e UF, e identificaram-se fatores que a influenciam a partir de regress??es log??sticas. Constatou- se que, apesar da acessibilidade da base de dados e da relev??ncia de suas vari??veis, o SIM possui s??rios problemas de qualidade que incluem instru????es confusas no manual para informa????o ignorada, m?? classifica????o da ocupa????o materna, aus??ncia de identifica????o sobre a ra??a do informante e elevada propor????o de incompletitude da informa????o. Conclui-se que o SIM n??o ?? uma fonte de dados adequada para monitorar...

Avalia????o das condi????es de atendimento do Programa de Sa??de do Adolescente no Munic??pio do Rio de Janeiro

Ruzany, Maria Helena; Andrade, Carla Louren??o Tavares de; Esteves, Maria Angela Pires; Pina, Maria de F??tima Rodrigues Pereira de; Szwarcwald, Celia Landmann
Fonte: Escola Nacional de Sa??de P??blica/ Funda????o Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Sa??de P??blica/ Funda????o Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36%
A pesquisa consistiu no estudo das condi????es b??sicas para a presta????o da aten????o integral aos adolescentes nas Unidades de Sa??de (US) do Munic??pio do Rio de Janeiro. Inicialmente aplicou-se um question??rio estruturado aos coordenadores de 70 centros e postos de sa??de (70/ 78). Em seguida, com os resultados obtidos, criou-se um ??ndice que sintetizava as condi????es b??sicas oferecidas para a presta????o do atendimento e procedeu-se a estratifica????o da rede p??blica ambulatorial. O estudo espacial da concentra????o da popula????o adolescente e de seus principais problemas deu origem a tr??s mapas tem??ticos. Entre as 70 US estudadas, 49 participavam do Programa de Sa??de do Adolescente (PROSAD). Destas, 12% foram classificadas como em "boas" condi????es e 45% como "regulares". O estudo espacial demonstrou que somente seis, das 17 US situadas nas ??reas de maior densidade demogr??fica, estavam em condi????es boas ou regulares. Concluiu-se que, para aumentar a efetividade do PROSAD do Munic??pio do Rio de Janeiro, deve-se melhorar as condi????es dos profissionais para prestar aten????o integral a este grupo et??rio, levando em considera????o os problemas de sa??de em n??vel local, a densidade demogr??fica da popula????o adolescente por ??rea geogr??fica e a demanda de servi??os.

Estima????o da mortalidade infantil no Brasil: o que dizem as informa????es sobre ??bitos e nascimentos do Minist??rio da Sa??de?

Szwarcwald, Celia Landmann; Leal, Maria do Carmo; Andrade, Carla Louren??o Tavares de; Souza Junior, Paulo Roberto Borges de
Fonte: Escola Nacional de Sa??de P??blica/ Funda????o Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Sa??de P??blica/ Funda????o Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.02%
Apresenta-se uma proposta metodol??gica para a estima????o da mortalidade infantil, no Brasil, mediante a utiliza????o das informa????es do Minist??rio da Sa??de. O estudo consistiu em estabelecer crit??rios para identificar munic??pios com limita????es nas informa????es, propondo-se um ??ndice para sintetizar a adequa????o. Os munic??pios foram, ent??o, agregados em estratos, por Grande Regi??o, de acordo com a categoria de adequa????o das informa????es dispon??veis. Para estimar a mortalidade infantil por regi??o, no ano de 1998, utilizou-se o c??lculo direto nos estratos com adequa????o das informa????es e o modelo das Na????es Unidas nos demais. Verificou-se que a Regi??o Norte ?? a que possui as maiores defici??ncias, com 63% dos munic??pios com notifica????o inadequada (35% da popula????o da regi??o), seguida da Nordeste (29% da popula????o). J?? na Regi??o Sul, somente 1% da popula????o apresenta grande precariedade dos dados de ??bitos. Para a totalidade do Brasil, 12% da popula????o apresenta grandes defici??ncias nas informa????es. O ??ndice de adequa????o variou de -28%, no Maranh??o, a 94%, no Rio de Janeiro. A mortalidade infantil foi estimada no intervalo 30,7-32,6 por 1.000 nascidos vivos e a cobertura de ??bitos infantis...

Sistema de Informa????es sobre Mortalidade: estudo de caso em munic??pios com precariedade dos dados

Frias, Paulo Germano de; Pereira, Pricila Melissa Honorato; Andrade, Carla Louren??o Tavares de; Szwarcwald, Celia Landmann
Fonte: Escola Nacional de Sa??de P??blica, Funda????o Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Sa??de P??blica, Funda????o Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.02%
Esse estudo foi parte de uma pesquisa realizada em aglomerados de munic??pios brasileiros com precariedade das informa????es de ??bito, visando ?? estima????o da mortalidade infantil nessas ??reas no ano 2000. O artigo discute as principais fontes de informa????o do ??bito infantil nesses munic??pios, assim como alguns dos problemas relacionados ?? operacionaliza????o do Sistema de Informa????es sobre Mortalidade (SIM). A metodologia adotada foi a de busca ativa de ??bitos em fontes oficiais e n??o oficiais de informa????es previamente cadastradas. A busca ativa identificou 344 ??bitos n??o processados no SIM (66% do total de ??bitos). Foi observado um baixo percentual de ??bitos processados no SIM oriundos das fontes oficiais: cart??rios e estabelecimentos de sa??de, o que assinalou para problemas tanto na notifica????o do ??bito e emiss??o da declara????o de ??bito quanto no fluxo de informa????es. A elevada contribui????o do Programa Agentes Comunit??rios de Sa??de/Programa Sa??de da Fam??lia na identifica????o de ??bitos infantis aponta para a necessidade de busca ativa de informa????es nesta fonte como rotina nos munic??pios com precariedade dos dados. A insuficiente capacita????o dos profissionais e a alta rotatividade de t??cnicos foram quest??es-chave para a deficiente operacionaliza????o do sistema.

Reposit??rio institucional da sa??de: a experi??ncia da Funda????o Oswaldo Cruz

Carvalho, Maria da Concei????o Rodrigues de; Silva, C??cera Henrique da; Guimar??es, Maria Cristina Soares
Fonte: UFPB Publicador: UFPB
Tipo: Artigo de Revista Científica
Relevância na Pesquisa
36.01%
Descreve a trajet??ria da cria????o, desenvolvimento e implementa????o do Reposit??rio Institucional da Fiocruz - ARCA, que iniciou suas atividades em 2007, com o objetivo de garantir a preserva????o da mem??ria da produ????o cient??fica e t??cnica do Icict e sua amplia????o na perspectiva de promover o acesso livre e irrestrito da produ????o intelectual da Fiocruz. O Movimento do Acesso Livre ?? informa????o cient??fica vem se firmando em todo mundo e no Brasil essa iniciativa come??a a se manifestar, em 2005. Na ??rea da sa??de, neste mesmo ano foi lan??ada, no ??mbito do IX Congresso Mundial de Informa????o em Sa??de e Bibliotecas - ICML9 a Declara????o de Salvador ??? Compromisso com a Equidade, que defende a equidade no acesso ?? informa????o cientifica como condi????o essencial para melhorar a sa??de das coletividades. A Funda????o Oswaldo Cruz - Fiocruz foi pioneira em dire????o ao ???Acesso Livre??? na ??rea por meio de duas iniciativas lideradas pelo Instituto de Comunica????o e Informa????o Cient??fica e Tecnol??gica em Sa??de - Icict. A primeira delas foi o lan??amento da ???Revista Eletr??nica de Comunica????o Informa????o e Inova????o em Sa??de ??? RECIIS???, situada na via dourada do acesso livre. A segunda iniciativa foi a implementa????o do ???Reposit??rio Institucional da Fiocruz ??? ARCA??? situada na via verde.

Tratamento das les??es mucosas das vias a??reas e digestivas superiores de pacientes com Leishmaniose Tegumentar Americana com doses baixas de Antimoniato de meglumina (5mg sb 5+ /kg/dia)

Moreira, Jo??o Soares
Fonte: Funda????o Oswaldo Cruz. Instituto de Pesquisa Cl??nica Evandro Chagas Publicador: Funda????o Oswaldo Cruz. Instituto de Pesquisa Cl??nica Evandro Chagas
Tipo: Tese de Doutorado
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.01%
Os antimoniais pentavalentesem doses de 10 a 20mg Sb 5+ /kg/dia continuam sendo o tratamento de escolha para a leishmaniose tegumentar americana (LTA), apesar dos relatos de baixa efetividade e de elevado n??mero de efeitos adversos, inclusive ??bito. Este estudo teve como objetivo descrever a efetividade e a seguran??a do antimoniato de meglumina 5mg Sb 5+ /Kg/dia no tratamento de pacientes com a forma mucosa ou mucocut??nea (LM/LMC) da LTA, ao longo de dezesseis anos, no Instituto de Pesquisa Cl??nica Evandro Chagas (IPEC), Funda????o Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, Brasil. Foi realizado um estudo descritivo e retrospectivo, tipo s??rie de casos acompanhados longitudinalmente. Os dadosforam obtidos dos prontu??rios dos pacientes com LM/LMC atendidos no Servi??o de Otorrinolaringologia do IPEC entre 1?? de janeiro de 1989 e 31 de dezembro de 2004 e tratados com baixa dose de antimoniato de meglumina, de forma cont??nua ou intermitente (em s??ries com intervalos de descanso). Dos 1667 pacientes com LTA tratados nesse per??odo, 148 (8,9%) apresentavam LM/LMC. Destes, 98 (66,2%) tratados com antimoniato de meglumina 5mg Sb 5+ /Kg/dia foram inclu??dos neste estudo. A maioria dos pacientes eram homens que desempenhavam atividades de risco para LTA na regi??o Sudeste do Brasil. A apresenta????o cl??nica mais frequente foi a forma mucosa tardia com acometimento nasal. Os pacientes submetidos ao tratamento em s??ries eram na maioria mais velhos e...

Fitoter??picos da RENAME 2012, possibilidades de inclus??o na padroniza????o de medicamentos da Funda????o Hospital Maternidade Santa Theresinha - RJ

Gomes, Abelardo Leandro Pereira
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.01%
O presente trabalho apresenta um breve hist??rico dos fitoter??picos, exp??e os fitoter??picos apresentados na RENAME 2012, avalia as pol??ticas p??blicas voltadas para a inclus??o desses fitoter??picos para os usu??rios do Sistema ??nico de Sa??de - SUS suas modalidades de compra e analisa a poss??vel inclus??o na padroniza????o, da rela????o de medicamentos padronizados da Funda????o Hospital Maternidade Santa Theresinha, localizada na regi??o serrana do estado do Rio de Janeiro - Brasil.

V??deo institucional da Funda????o Jo??o Pinheiro

Funda????o Jo??o Pinheiro
Fonte: Fundação João Pinheiro Publicador: Fundação João Pinheiro
Tipo: Arquivo de v??deo
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.12%
Criada em 1969, a Funda????o Jo??o Pinheiro ?? uma institui????o de pesquisa e ensino vinculada ?? Secretaria de Estado de Planejamento e Gest??o de Minas Gerais. Fonte de conhecimento e informa????es para o desenvolvimento do estado e do pa??s, tem como caracter??stica a cont??nua inova????o na produ????o de estat??sticas e na cria????o de indicadores econ??micos, financeiros, demogr??ficos e sociais.

Resist?ncia adesiva ? microtra??o de restaura??es biol?gicas posteriores; Bond strength of biological restorations submitted to microtraction

Nogueira, Lilian Capanema
Fonte: UFVJM Publicador: UFVJM
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.05%
ABSTRACT ?Biological restoration? offers excellent biocompatibility and maintains the esthetic and functional characteristics of the tooth, such as physiological wear, surface shine, texture, hardness, size, shape, color and resilience. The aim of the present study was to evaluate the bond strength of biological restorations on dentin in comparison to conventional porcelain restorations through a microtraction test and characterize areas of fracture. The crowns of 24 recently extracted sound human third molars were planed to the dentin and randomly divided into a control group (n = 12; porcelain restorations ? IPS e.max ZirPress) and experimental group (n = 12, biological restorations). Biological restorations were made from fragments of the teeth cut to a thickness of 2.0 mm. Porcelain crowns were made with the same dimensions as the biological fragments. All restorations were cemented with Rely X ARC resin and, after 24 hours, submitted to 10,000 thermal cycles (5 to 55 ?C). The teeth were sectioned perpendicularly to the interface of the union for the obtainment of samples measuring 1 mm2, which were submitted to microtraction using the EZ Test - L universal testing machine operating at 0.5 mm/min with a 5 Kg cell load. Standard fracture analysis was performed with a stereomicroscopic magnifying glass (magnification: 40 x). Representative samples were characterized by scanning electron microscopy (SEM) for the analysis of general morphology and the quantitative element composition of the materials. Additional representative samples from each group were submitted to nano-injection with AgNO3 and analyzed using SEM. Data analysis involved the Student?s t-test for independent samples and the chi-squared test (p ? 0.05). No significant difference in bond strength was found...

Programa Nacional de Suplementa??o de Vitamina A: representa??es sociais, conhecimentos e pr?ticas em um munic?pio do Vale do Jequitinhonha

Marques, Elis?ngela Christina Siqueira
Fonte: UFVJM Publicador: UFVJM
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.05%
?rea de concentra??o: Interdisciplinar.; ABSTRACT The objective of this study was to analyze social representations, knowledge and practices related to the National Vitamin A Supplementation Program (PNSVitA in its Portuguese acronym) in a municipality of the Jequitinhonha Valley. This Program has been established within the framework of the Brazilian Unified Health System in order to prevent / control Vitamin A Deficiency (VAD), which is currently one of the major public health problems associated with food and nutrition. As far as methodology is concerned, a qualitative approach and the Social Representations Theory were adopted. Semi-structured and focused interviews were conducted with twenty mothers of children who benefit from the National Vitamin A Supplementation Program, this number being defined by progressive inclusion, interrupted by the saturation method. The interviews were tape-recorded, transcribed and subjected to thematic content analysis. With regard to the practices relating to the National Vitamin A Supplementation Program, this study reveals that vitamin A supplementation has been a strategy linked to the National Immunization Program. This is an issue that may have both positive and negative repercussions. It shows that the supplementation practice has not been accompanied by a proper communication...

O sistema alimentar no munic?pio de Couto de Magalh?es de Minas: a inser??o da agricultura familiar no com?rcio local

Paulino, ?rika J?nia
Fonte: UFVJM Publicador: UFVJM
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.03%
ABSTRACT The street markets, each one with its peculiarity and magnitude, play an important role in consolidating economic and social, especially family farming. This research aimed to describe the production system and food marketing in the street market at Couto de Magalh?es de Minas, Minas Gerais. Based on informations of the Secretaria Municipal de Agricultura, Pecu?ria e Meio Ambiente and the regional office of Empresa de Assist?ncia T?cnica e Extens?o Rural, some rural communities were visited to identify properties with some food production. In the production areas selected, it was evaluated the installations domiciliary, the food production systems and was identified which types of foods produced. During 27 weeks, visits were made to the fair to identify and characterize the products sold by the stallholders. A questionnaire was applied to 25 consumers, in order to obtain information about their reasons for attending the fair. In the rural area, 61 farmers (mean age of 54.46 years) were interviewed and 44.26% reported that ever lived in the same properties. With respect to the food production, 44.26% responded that it is for their own consumption, while 19.67% sell their products directly at the municipal street markets. Fruit trees were identified in 86.89% of peridomestic areas...

Perfil epidemiol?gico dos doadores de sangue da Funda??o Hemopa em Bel?m-Par?, infectados pelo V?rus da imunodefici?ncia humana

PEREIRA, Luciana Maria Cunha Maradei
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.01%
O estudo do perfil dos doadores de sangue com sorologia positiva para o HIV ? essencial para rever os m?todos que t?m sido empregados na triagem cl?nica, para que o cumprimento rigoroso das normas estabelecidas para a exclus?o de candidatos ? doa??o seja poss?vel. A avalia??o desse perfil foi realizada atrav?s de um estudo, no qual, doadores de sangue confirmadamente positivos para o HIV-1 (n=96) foram comparados com um grupo controle de doadores com resultados falso-positivos no teste de triagem para o HIV (n=224). Esta pesquisa, realizada com foco na seguran?a transfusional e na redu??o do risco residual de transmiss?o do virus por transfus?o, foi feita no per?odo de 01 de janeiro de 2006 a 31 de mar?o de 2008. Os dados demogr?ficos e os potenciais fatores de risco para a infec??o pelo HIV foram avaliados em entrevistas p?s-doa??o. A omiss?o de fatores de risco na triagem cl?nica - que deveriam ter gerado recusa dos doadores - foi relatada em 74,69% dos entrevistados. Na an?lise multivariada os fatores de risco para a infec??o pelo HIV foram: doadores homens que mantiveram rela??o sexual com outros homens, doadores que tiveram quatro ou mais parceiros sexuais nos ?ltimos 12 meses, doadores usu?rios de drogas il?citas, doadores que fizeram uso inconsistente de preservativo nas rela??es sexuais...

Rela????es de parceria entre poder p??blico e entes de coopera????o e colabora????o no Brasil

Graef, Aldino; Salgado, Val??ria
Fonte: Editora IABS Publicador: Editora IABS
Tipo: Livro
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
36.02%
O primeiro volume da s??rie Inova????o na Gest??o P??blica trata dos v??nculos de coopera????o entre a administra????o p??blica e entidades civis sem fins lucrativos, apresentando texto elaborado a partir de pesquisa financiada pela AECID sobre a dissemina????o no Brasil dos institutos do Servi??o Social Aut??nomo (SSA), da Organiza????o Social (OS) e da Organiza????o da Sociedade Civil de Interesse P??blico (OSCIP), no ??mbito dos governos federal, estadual e municipal. Esta publica????o est?? organizada como segue: o Cap??tulo I cont??m uma an??lise geral das rela????es entre o Poder P??blico e o chamado Terceiro Setor, desde as origens hist??ricas da atividade assistencial, e seus impactos no modelo assistencial brasileiro. O cap??tulo discute, tamb??m, o conceito de Terceiro Setor e os atuais formatos de financiamento das entidades civis que atuam no campo da assist??ncia social. O Cap??tulo II, por sua vez, contempla os resultados do diagn??stico das formas de relacionamento da Administra????o P??blica com entes de coopera????o e colabora????o, segundo pesquisa realizada entre novembro de 2008 e fevereiro de 2009 no ??mbito da coopera????o entre a extinta Secretaria de Gest??o (SEGES) e a AECID. O Cap??tulo III trata dos principais aspectos do processo de avalia????o e fiscaliza????o dos contratos de gest??o firmados entre o Poder Executivo Federal e as OS...

Sistematiza????o normativa e tipologia preliminar de organiza????es federais

Komatsu, Suely
Fonte: Editora IABS Publicador: Editora IABS
Tipo: Livro
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
36.04%
O segundo volume da s??rie Inova????o na Gest??o P??blica trata de estudo realizado pela consultora Suely Komatsu sobre estruturas organizacionais do Governo Federal. O trabalho foi realizado em agosto de 2009 e, portanto, traz um retrato das estruturas ?? ??poca da pesquisa. Apesar do lapso temporal de tr??s anos, o estudo permanece relevante e atual. A publica????o ?? composta por tr??s cap??tulos. O Cap??tulo 1 traz a consolida????o e an??lise da evolu????o das reformas administrativas que orientamos arranjos institucionais e organizacionais no pa??s. O Cap??tulo 2, por sua vez, apresenta o levantamento e a sistematiza????o de marcos legais e orienta????es normativas relevantes para defini????o de estruturas organizacionais nas ??reas meio e final??stica. Por fim, o Cap??tulo 3 identifica par??metros comuns e compar??veis nos arranjos organizacionais, com a proposi????o de uma tipologia inicial de estruturas organizacionais da esfera federal tendo como base as seguintes vari??veis: ???concentra????o das atribui????es principais???, ???natureza jur??dico- -institucional???, ???grau de descentraliza????o das principais atividades???, ???n??mero de subunidades em cada n??vel hier??rquico??? e ???amplitude de comando???; N??mero de p??ginas: 236 p.; Volume: v. 2; Administra????o P??blica; A s??rie de publica????es intitulada ???Inova????o na gest??o p??blica??? resulta da exitosa coopera????o t??cnica entre a Secretaria de Gest??o P??blica ??? Segep e a Ag??ncia Espanhola de Coopera????o Internacional para o Desenvolvimento ??? Aecid e nasceu da necessidade de organizar e disseminar o conhecimento produzido na secretaria sobre a tem??tica de gest??o p??blica; ISBN: 978-85-64478-07-7; Sum??rio: APRESENTA????O CAP??TULO I 1. TRANSFORMA????ES NO QUADRO JUR??DICO-POL??TICO DAS INSTITUI????ES FEDERAIS 1.1. Um breve resumo das reformas do estado brasileiro entre 1930 e 1990 1.2. as transforma????es do estado brasileiro p??s-1990 CAP??TULO II 2. ESTRUTURAS ORGANIzACIONAIS DA ESFERA FEDERAL 2.1. institui????es e Modelos de Gest??o para o setor P??blico 2.2. Classifica????o e Tipologia dos ??rg??os Federais: uma primeira aproxima????o 2.2.1. estrutura pol??tica e administrativa do estado e de governo 2.2.2. Classifica????o de entes p??blicos 2.2.3. Classifica????o de servi??o p??blico 2.2.4. Compet??ncias constitucionais da Uni??o e ??rg??os da administra????o p??blica federal 2.2.5. Gest??o de sistemas nacionais de pol??ticas p??blicas 2.2.6. Gest??o de fundos p??blicos e suas estruturas operacionais 2.2.7. espa??os colegiados de decis??o e discuss??o 2.2.8. estruturas sist??micas de apoio administrativo 2.2.9. Descentraliza????o e desconcentra????o 2.3. natureza do ??rg??o P??blico 2.3.1. Padr??o decis??rio na administra????o indireta 2.4. Descri????o de pap??is e fun????es 2.4.1. entendimento do atual modelo de organiza????o do Poder P??blico federal CAP??TULO III 3. DISTRIBUI????O E CLASSIFICA????O POR COMPLEXIDADE DO ARRANJO INSTITUCIONAL 3.1. An??lise da Complexidade do Arranjo Institucional 3.2. Consolida????o Preliminar da Tipologia para ??rg??os da Administra????o P??blica CAP??TULO IV 4. REFER??NCIAS NORMATIVAS...

Semin??rio de desenvolvimento de recursos humanos

Funda????o Centro de Forma????o do Servidor P??blico (FUNCEP)
Fonte: Funda????o Centro de Forma????o do Servido P??blico (FUNCEP) Publicador: Funda????o Centro de Forma????o do Servido P??blico (FUNCEP)
Tipo: Folders/Cartilhas
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
36.01%
0 treinamento vem passando por um processo evolutivo que o tem levado a apresentar e absorver inova????es, tanto em termos de abordagem, como de t??cnicas, metodologias e meios. Surge, gradativamente, uma tecnologia do treinamento, que busca a efici??ncia e a efic??cia dos resultados, pela ado????o de fundamentos e procedimentos t??cnico-cient??ficos. Essa tecnologia, aliando-se ??s que dizem respeito ?? organiza????o do trabalho, ?? sele????o e motiva????o do pessoal, ?? manuten????o do desempenho e ?? cria????o de um clima saud??vel na organiza????o, vem tornando o papel do especialista em recursos humanos cada vez mais complexo. Essa complexidade pressup??e uma vis??o sist??mica, na qual o treinamento ?? situado como parte de um esfor??o mais amplo, como resposta a problemas espec??ficos identificados no contexto da organiza????o, e n??o como panac??ia aplic??vel indiscriminadamente a qualquer situa????o. ?? essa a abordagem do nosso Semin??rio.; N??mero de p??ginas: 2 p.; Gest??o de Pessoas

Semin??rio ger??ncia: conhecimento e a????o

Funda????o Centro de Forma????o do Servidor P??blico (FUNCEP)
Fonte: Funda????o Centro de Forma????o do Servido P??blico (FUNCEP) Publicador: Funda????o Centro de Forma????o do Servido P??blico (FUNCEP)
Tipo: Folders/Cartilhas
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
36.01%
Trata do folder do Semin??rio ger??ncia: conhecimento e a????o, que procura introduzir de forma intensiva no????es b??sicas sobre ??reas de conhecimento em que cada gerente necessita posteriormente se aprofundar, dando continuidade ao seu processo de desenvolvimento profissional.; N??mero de p??ginas: 2 p.; Gest??o P??blica

Di??logo, entendimento, negocia????o: voc?? est?? preparado?

Funda????o Centro de Forma????o do Servidor P??blico (FUNCEP)
Fonte: Funda????o Centro de Forma????o do Servido P??blico (FUNCEP) Publicador: Funda????o Centro de Forma????o do Servido P??blico (FUNCEP)
Tipo: Folders/Cartilhas
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
36.01%
O acordo conciliador t??o discutido hoje na pol??tica e na economia n??o se limita a estes setores. Objetivos conflitantes ocorrem nas rela????es entre pessoas em todos os n??veis hier??rquicos de qualquer administra????o. A quest??o ?? o como transform??-los em objetivos maiores e unificadores ou em pactos que possibilitem a conviv??ncia e o desenvolvimento de grupos com interesses opostos. As habilidades de negocia????o emergem, a??, como o instrumental adequado para prevenir e administrar conflitos. E os bons negociadores n??o resultam da transa????o improvisada ou da genialidade mas, da a????o programada, da pesquisa e an??lise de situa????o, do auto-conhecimento e do conhecimento do outro, do esfor??o orientado; N??mero de p??ginas: 2 p.; Negocia????o

Ciclo de pol?tica curricular do estado do Par? (2008-2012): a enuncia??o discursiva sobre rela??es ?raciais?

SANTOS, Raquel Amorim dos
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
36.07%
O presente estudo analisa os enunciados discursivos do ciclo de Pol?tica curricular do Estado do Par? sobre as rela??es ?raciais? no per?odo de 2008 a 2012, a partir da abordagem do ciclo de pol?ticas, proposto por Stephen Ball. Nesta an?lise, ? focalizada a produ??o das pol?ticas no contexto de influ?ncia, contexto de produ??o de textos pol?ticos e contexto da pr?tica. O referencial te?rico-metodol?gico que subsidia a an?lise parte da Teoria s?cio-hist?rica e dial?gica da linguagem com base em Bakhtin (2010, 2011), abordagem do ciclo de pol?ticas abalizado pelas teoriza??es de Ball et al (1992), para os estudos acerca Rela??es ?Raciais? partimos dos conceitos de Guimar?es (1999, 2002, 2008) e Coelho (2009) sobre ra?a. E, sobre as rela??es sociais estabelecidas no campo educacional, utilizamos as no??es conceituais de campo e de habitus em Bourdieu (2008, 2009, 2010). O estudo ? de abordagem qualitativa (FLICK, 2004). Utilizamos como fontes de coleta de dados documentos orais e escritos, dentre os quais destacamos: Artigos, Teses e Disserta??es sobre Rela??es ?Raciais? e Pol?tica Curricular realizado em duas bases de dados nacionais e uma internacional: a) ANPED (GT-21); b) site da CAPES/PPGE; c) Funda??o Ford. Publica??es: a) Pol?tica de Educa??o B?sica do Estado do Par?...

An??lise do comportamento de estacas tipo h??lice cont??nua em argila porosa: estudo de caso

Oliveira, Vin??cius Klier da Silva
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.01%
Este trabalho tem como objetivo analisar o comportamento de funda????es profundas do tipo estaca escavada tipo h??lice cont??nua monitorada de grande di??metro, 0,70 e 0,80 m, em solo formado inteiramente por argila poroso com presen??a de len??ol fre??tico. Para alcan??ar tais objetivos, foi feita uma an??lise utilizando as provas de carga no local, executadas a priori, sondagens existentes dispon??veis na fase de elabora????o de projeto, m??todos semi-empiricos de c??lculo de capacidade de carga e os m??todos de extrapola????o de carga. Concluiu-se que para uma deforma????o m??dia de 15mm para todas as estacas o m??todo de extrapola????o de carga mais condizente para estacas de di??metro de 0,70m foi o m??todo de D??court (1996), enquanto para estacas com di??metro de 0,80m o m??todo mais condizente foi o m??todo Van der Veen (1953).