Página 3 dos resultados de 3233 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Saborear para saber: diferentes olhares sobre a motivação em sala de aula - um estudo com alunos e professores de espanhol do ensino médio; Savoring in order to learn: different views on motivation in the classroom a study based on high school Spanish teachers and students.

Callegari, Marília Oliveira Vasques
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/04/2004 PT
Relevância na Pesquisa
36.89%
Neste trabalho estudamos o papel da motivação em aulas de línguas estrangeiras, em contextos formais de aprendizagem. O objetivo principal é apresentar diferentes visões sobre a questão motivacional em sala de aula, através da análise de modelos teóricos que se reportam ao tema (o Modelo do Monitor, de Stephen Krashen e o Modelo Sócio-Educacional de Aquisição de Segundas Línguas, de Robert Gardner e Wallace Lambert, entre outros). Além disso, também tivemos por objetivo investigar a percepção de alunos e professores de Espanhol quanto à importância da motivação na busca de uma aprendizagem significativa de idiomas. Partimos da hipótese de que a motivação é fator essencial em toda atividade humana e que, portanto, não pode ser ignorada e subestimada numa aula de língua estrangeira. Entretanto, por ser um conceito de extrema complexidade, a motivação não deve ser analisada sob uma única perspectiva; faz-se necessário um estudo que envolva aspectos históricos, sociais, psicológicos e pedagógicos que busquem a sua compreensão. Ao coletar dados com alunos e professores do Ensino Médio de três escolas particulares da cidade de São Paulo, objetivamos analisar os caminhos tomados pelos recentes cursos de Espanhol que passaram a ser oferecidos principalmente após a promulgação da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9394/96). Os resultados obtidos com a pesquisa mostram que tanto os alunos como os professores consideram a motivação fator fundamental na aprendizagem da língua estrangeira. No entanto...

Os demonstrativos no português do Brasil e no espanhol: discutindo a construção de referências nas duas línguas e os diferentes graus de (in)definição em algumas expressões com demonstrativos; Demonstratives in Brazilian Portuguese and Spanish: discussing the construction of references in both languages and the different levels of (in)definition in some expressions with demonstratives

Moreira, Gisele Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.89%
Este estudo trata dos demonstrativos no português do Brasil e em espanhol a partir de uma análise quantitativa e do estudo de casos extraídos de um corpus de língua oral formado por intervenções de ouvintes em programas de rádios do Brasil, da Argentina e da Espanha. O estudo tem um enfoque enunciativo, privilegiando uma visão da linguagem como representação que constitui, no próprio discurso, relações entre as pessoas e os objetos representados; os demonstrativos são focalizados na sua participação na construção dessa representação. Para as análises feitas, consideramos os demonstrativos como formas cujo sentido só pode ser construído na enunciação e cujas referências também só se constituem no universo do discurso. O corpus inicial está formado por mil ocorrências de demonstrativos, que foram gravadas e transcritas, divididas por séries e contabilizadas. Foi constatada a hipótese inicial de uma distribuição das três séries que difere da que se apresenta em diversos instrumentos normativos e descritivos em relação às três pessoas do discurso. Partindo dos resultados encontrados, fazemos uma análise de casos que ilustram o funcionamento dos demonstrativos nas duas línguas, e as conclusões às quais chegamos sobre o nosso corpus explicitam semelhanças e diferenças no emprego dos demonstrativos no português do Brasil e em espanhol. Observamos uma alternância de formas para referir-se a um mesmo referente e observamos também expressões que têm um efeito de maior indefinição das quais os demonstrativos participam...

As manifestações de cortesia encontradas em e-mails empresariais. Português do Brasil e Espanhol peninsular: semelhanças e contrastes; The presence of politeness found in corporate emails: Brazilian Portuguese and peninsular Spanish - similarities and contrasts

Gallardo, Isabella Moraes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.89%
Este estudo trata da manifestação da cortesia verbal nas interações feitas por e-mail dentro de ambientes empresariais espanhóis e brasileiros. Buscamos, por meio da análise quantitativa de um corpus composto por correios eletrônicos em Português e em Espanhol, diferenças e/ou semelhanças entre as duas línguas e culturas na forma de comunicar-se por este meio. Em primeiro lugar, discutimos conceitos básicos sobre o gênero discursivo de nosso corpus e, em seguida, passamos às primeiras comparações entre as línguas a este respeito. Com base, principalmente, nos estudos da Pragmática sociocultural, autonomia/afiliação (Bravo, 1999) e atenuação (Briz, 1998), verificamos os pedidos emitidos por brasileiros e espanhóis. Buscamos, em nossas análises, encontrar diferenças e/ou semelhanças linguísticas e socioculturais no que diz respeito a estes atos de fala, traçando uma relação com os estudos da cortesia verbal. Verificamos também a frequência e função dos marcadores de atenuação nessas interações via e-mail. Nossos resultados demonstram algumas diferenças e semelhanças nas formas de interação dessas línguas. Parece haver uma valorização, por parte do Português do Brasil, de uma cortesia atenuadora...

Formação de professores de espanhol: algumas reflexões

Carvalho, Kelly Cristiane Henschel Pobbe de
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 697-706
POR
Relevância na Pesquisa
36.89%
The article is concerned with the professional development of teachers of Spanish as a foreign language (SFL). The study aimes at: (a) articulating a context for discussion on issues related to teaching SFL, and (b) identifying the main difficulties related to linguistic content and methodological aspects that students who are teachers have in regard to their professional development as SFL teachers. Participants were undergraduate student-teachers of Modern Languages who participate in the project Centro de Línguas e Desenvolvimento de Professores (CLDP). Data analysis was conducted according to the Qualitative-Interpretive Paradigm and Action Research. The results show that participation in the CLDP Project creates an academic context that facilitates the professional development of SFL teacher as the activities complement the quality of their academic education.; Este artigo traz reflexões acerca do processo de desenvolvimento profissional de professores de espanhol/LE. O estudo objetivou (a) articular um espaço de reflexão acerca de questões referentes ao processo de ensino-aprendizagem de E/LE, e (b) identificar as principais dificuldades relacionadas a conteúdos linguísticos e aspectos metodológicos que alunos-professores apresentam no processo de desenvolvimento profissional como professores de E/LE. Os participantes foram alunos-professores...

A formação do professor de espanhol no Centro de Línguas da FCL UNESP/Assis: histórias compartilhadas

Miranda, Kátia Rodrigues Mello; Carvalho, Kelly Cristiane Henschel Pobbe de; Messias, Rozana Aparecida Lopes
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 69-80
POR
Relevância na Pesquisa
36.89%
This paper presents some reflections regarding Spanish/FL teachers professional development process, considering their experiences in the context of the project “Center for Languages and Teachers Development”, UNESP – Assis. The study aimed to develop a space for reflection and to identify the main concerns that the teachers-students have in their initial education trajectory. To do so, we use the qualitative approach principles and the narrative research method.; Este artigo traz reflexões acerca do processo de desenvolvimento profissional de professores de espanhol/LE, a partir das experiências do projeto “Centro de Línguas e Desenvolvimento de Professores”, UNESP – Assis. O estudo objetivou articular um espaço de reflexão e identificar as principais inquietações que os alunos-professores apresentam em sua trajetória na formação inicial. Para tanto, utilizamos os pressupostos da pesquisa qualitativa, em sua modalidade de pesquisa narrativa.

A presença das línguas ameríndias e das línguas africanas no espanhol e no português falado no continente latino americano

Ortíz Alvarez, Maria Luisa
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.89%
O Espanhol e o Português trazidos do Sul da Europa para ambientes tão distantes e tão diferentes dos originários foram colocados sob a influência de uma multiplicidade de fatores começando pelo contato com as línguas indígenas autóctones e mais tarde com as línguas africanas dos negros escravos trazidos para as Américas e para o Caribe. O rigor das análises sobre as variantes americanas da língua espanhola e da língua portuguesa falada no Brasil trouxe resultados que evidenciam o importante papel das línguas indígenas e africanas na composição, principalmente do léxico, da língua espanhola e da língua portuguesa faladas na América Latina. Tanto as pesquisas em Lingüística Aplicada, como os estudos de dialetologia e sociolingüística deram uma enorme contribuição neste sentido. No intuito de descobrir algumas das razões históricas que levaram essas duas línguas a um encontro na Península, primeiro, e além do mar, na América Latina depois, nos dedicamos a pesquisar sobre a história da evolução de ambas, trazendo essa análise até o nosso trabalho para refletir acerca de como tudo isso teve influência no Espanhol e no Português falado nessa região.

Relatório da prática de ensino supervisionada na área da especialização do mestrado em ensino do português no 3º ciclo do ensino básico e ensino secundário e de espanhol nos ensinos básico e secundário, realizado na Escola Secundária André de Gouveia

Moreira, Soraia Naves Martins
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.89%
Este relatório resulta da Prática de Ensino Supervisionada na Escola Secundária André de Gouveia nas disciplinas de Português e Espanhol. É organizado em seis capítulos. No primeiro capítulo é feita a abordagem dos principais documentos reguladores do Espanhol e Português, bem como dos conceitos chave – currículo, programa, disciplina, avaliação, erro e falha. No segundo capítulo, elaborou-se a caracterização do contexto educativo da Prática de Ensino Supervisionada, nomeadamente, a escola secundária André de Gouveia e as duas turmas, do 8º e 10º ano respetivamente. No terceiro capítulo, realizou-se a planificação, condução de aulas e avaliação de aprendizagens. Foi feita a descrição e reflexão das aulas assistidas, bem como da avaliação das aprendizagens dos alunos referente aos testes, matrizes e critérios de correção. Elaborou-se uma súmula das atividades desenvolvidas no âmbito da disciplina de Português. No quarto capítulo, foi elaborada a análise da prática de ensino. No quinto capítulo, especificou-se a participação do núcleo de estágio no Plano Anual de Atividades e Projeto Educativo de Escola e, igualmente, as atividades promovidas pelo núcleo de estágio de relação com o meio e de intervenção na escola. No sexto capítulo...

Relatório da prática de ensino supervisionada na área da especialização do mestrado em ensino do português no 3º ciclo do ensino básico e ensino secundário e de espanhol nos ensinos básico e secundário, realizado na Escola Secundária André de Gouveia

Moreira, Pedro Manuel Ramos
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.89%
Este relatório resulta da Prática de Ensino Supervisionada na Escola Secundária André de Gouveia nas disciplinas de Português e Espanhol. É organizado em cinco capítulos. No primeiro, Preparação científica, pedagógica e didática, fala-se dos documentos orientadores do ensino da língua materna e de espanhol. Faz-se um resumo alargado das orientações dadas pelo Ministério da Educação e Ciência ao nível de enquadramento legal; no segundo capítulo, Planificação e condução de aulas e avaliação de aprendizagens, descrevem-se e analisam-se todas as atividades realizadas pelos estagiários no âmbito da sua prática durante o ano letivo 2013/2014; no terceiro capítulo, Análise da Prática de Ensino, faz-se um breve balanço das atividades desenvolvidas, tendo em conta as atividades descritas no capítulo anterior e os comentários feitos ao longo do mesmo; no capítulo quatro, Participação na escola, fala-se das atividades curriculares e extracurriculares em que os estagiários participaram, assim como as que eles próprios promoveram, descrevendo-as e refletindo sobre elas; finalmente, no quinto capítulo, abordam-se questões relativas ao desenvolvimento profissional, abordando alguns aspetos da profissão docente e perspetivando o futuro desenvolvimento profissional do estagiário; Report of the Supervised Teaching Practice in the area of expertise of the Master in Portuguese teaching in basic teaching and high school teaching and Spanish teaching in basic teaching and high school teaching...

A literatura na aula de espanhol língua estrangeira(ele): a leitura do texto “Jóvenes y verdes” de Bernardo Atxaga-proposta didáctica

Canholas, Vera Cristina Gomes
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.89%
Relatório de Estágio apresentado para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ensino de Português e de Línguas Clássicas no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário ou de Língua Estrangeira (Espanhol) nos Ensinos Básico e Secundário; Este relatório parte da experiência obtida através da Prática de Ensino Supervisionada (P. E.S.) no Instituto Español Gíner de los Ríos. Com base nisto, não só se descreve como também se reflecte sobre as aulas dadas e observadas. Na parte final, apresenta-se uma proposta para aplicação de actividades baseadas no enfoque comunicativo para a aprendizagem do Espanhol como língua estrangeira, a partir de um texto literário contemporâneo, demonstrando que este pode ser utilizado nas aulas de língua estrangeira como ponto de partida para actividades de compreensão e produção com o objectivo de enriquecer a competência linguística.

A educação intercultural na aprendizagem das línguas estrangeiras: o caso do espanhol

Gordino, Olga Maria dos Santos
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.89%
Relatório de Estágio apresentado para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ensino de Português e de Línguas Clássicas no 3o Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário ou de Língua Estrangeira (Espanhol) nos Ensinos Básico e Secundário; As sociedades atuais caracterizam-se pela diversidade étnica, cultural, social e religiosa originada pelos movimentos migratórios e outras mudanças à escala internacional. A escola, enquanto microcosmos, reflete essa diversidade e confrontase com o desafio de integrar as diferenças, enquanto as respeita e as valoriza na sua riqueza. A educação intercultural apresenta-se como uma proposta para enfrentar esse desafio. O presente trabalho propõe, assim, uma abordagem intercultural do currículo no âmbito da aprendizagem das línguas estrangeiras, nomeadamente o espanhol, sobre o qual incidiu a nossa Prática de Ensino Supervisionada. Nele, apresentamos estratégias de abordagem intercultural do currículo numa tentativa de responder às necessidades educativas, diferenciadas, dos alunos. Foi nosso objetivo proporcionar aos alunos situações de comunicação e de reflexão, fomentando a interação na turma. Interessou-nos trabalhar com os alunos no sentido de implementar situações que os conduzissem a uma consciencialização da pertença a uma cultura e a um despertar para a reflexão crítica sobre o outro. Desenvolvemos metodologias que assentam mais nos processos que nos conteúdos...

A utilização do Quadro Interactivo Multimédia nas disciplinas de Português e Espanhol e o seu impacto na motivação dos alunos do Ensino Básico

Mello, Maria Barosa Homem de
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /10/2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.89%
O presente relatório visa, numa primeira parte, dar a conhecer o processo de integração do Quadro Interativo Multimédia (QIM) nas escolas portuguesas, destacando, para tal, o contributo do Plano de Educação Tecnológica, quer no aumento da rede de infraestruturas, quer na formação de professores e criação de recursos educativos digitais (RED). Apresentando as potencialidades desta ferramenta educativa, avaliam-se as vantagens, desvantagens e o impacto da sua utilização na motivação e aprendizagem dos estudantes, segundo a mais recente literatura. Abordam-se diferentes utilizações do QIM nas aulas de Português, em particular o ensino da gramática através deste recurso, e nas aulas de Espanhol/LE, através da exploração de pequenas unidades didáticas interativas concebidas especificamente para o QIM. Numa segunda parte, apresenta-se o Colégio Sra. da Boa Nova, onde foi realizada a Prática de Ensino Supervisionada (PES) e uma caracterização das turmas em que foram lecionadas as aulas práticas de Português e de Espanhol/LE. Por fim, apresentam-se as atividades que foram desenvolvidas, em particular com o QIM, durante a lecionação.

Intercompreensão de texto escrito por falantes nativos de português e de espanhol

HENRIQUES,Eunice R.
Fonte: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP Publicador: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2000 PT
Relevância na Pesquisa
36.89%
O objetivo deste trabalho é verificar o nível de compreensão de texto (leitura e tradução) em português, por falantes de espanhol, e vice-versa. Os sujeitos são alunos ingressantes de vários cursos universitários (300 falantes nativos de português e 300 de espanhol), que nunca estudaram a outra língua nem como L2, nem como LE. Os resultados mostram que, em cada um desses dois grupos de sujeitos, existe um alto índice de compreensão da outra língua, que varia de 58% a 94%, dependendo do contexto e da semelhança (ou diferença) léxico/semântica entre as palavras-chave dos textos usados nesta pesquisa.

Motivação e ensino de espanhol na escola pública paulista: dados quantitativos e qualitativos de um estudo de caso

Callegari,Marília Vasques
Fonte: UNICAMP. Departamento de Linguística Aplicada Publicador: UNICAMP. Departamento de Linguística Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.89%
O presente artigo tem como objetivo apresentar e discutir os resultados de parte de uma pesquisa empírica levada a cabo em 2008 com alunos de espanhol de um dos Centros de Estudos de Línguas mantido pelo governo estadual de São Paulo. Tínhamos como meta conhecer e mensurar, até onde fosse possível, o nível de motivação dos alunos em sala de aula, assim como as suas principais causas. Uma vez que tais Centros são, no momento, os responsáveis em São Paulo pela aplicação da lei que torna obrigatória a oferta de língua espanhola nas escolas de nível médio do país (no que se refere à escola pública estadual), consideramos pertinente divulgar tais resultados, de forma que as discussões suscitadas por eles possam contribuir para um ensino de línguas mais motivador e, portanto, mais eficiente. A pesquisa, de cunho quantitativo e qualitativo, contou com 161 alunos informantes. Os principais resultados apontaram que i) os estudantes em geral encontram-se motivados durante as aulas de espanhol; ii) a figura do professor, o esforço depreendido, o conteúdo, a autonomia de escolha do idioma estudado e o prazer que têm em aprender a LE foram as principais causas de motivação apresentadas; iii) a falta de conhecimento sobre aspectos culturais da língua alvo foi apontada como uma das principais causas de desmotivação; iv) as atividades descritas como mais motivadoras foram...

Crenças sobre o ensino-aprendizagem de espanhol em uma escola pública

Zolin-Vesz,Fernando
Fonte: Faculdade de Letras - Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Letras - Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.89%
O objetivo deste artigo é buscar compreender, partindo dos relatos da professora de espanhol, da coordenadora pedagógica e da diretora de uma escola pública que, desde 2000, oferece o idioma como disciplina obrigatória e única língua estrangeira de sua matriz curricular do 6º ao 9º ano, duas crenças que envolvem a adoção do ensino da língua nessa escola. Crenças são entendidas como produtos sociais, históricos e políticos conectados aos contextos sociopolíticos mais abrangentes (BARCELOS; KALAJA, 2011). Os resultados sugerem que o ensino do espanhol nessa escola parece constituir discursivamente um artifício para a manutenção da estratificação social e do status quo, dado que os relatos dos participantes da pesquisa não abrem o ensejo de transformação social.

Linguacultura em foco : material audiovisual legendado como mecanismo para o ensino intercultural de espanhol para brasileiros

Santiago Vigata, Helena
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.89%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Letras, Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução, Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada.; Esta pesquisa tem como objetivo analisar as possibilidades pedagógicas de filmes e programas legendados na língua materna dos aprendentes para o ensino e aprendizagem do espanhol, na sua diversidade linguística e cultural e, mais especificamente, explorar o potencial deste recurso para promover o desenvolvimento da competência intercultural. Para tanto, realizamos um levantamento teórico sobre as abordagens que existem para o ensino integrado de língua e cultura e elaboramos uma proposta metodológica de ensino de espanhol para brasileiros que incluísse o uso de legendas interlinguais como agente de interação. O projeto piloto foi desenvolvido ao longo de um minicurso de extensão, ministrado pela professora-pesquisadora na Universidade de Brasília, que seguiu os preceitos da abordagem comunicativa por tarefas. Os conteúdos linguísticos e socioculturais foram selecionados de acordo com as indicações de documentos oficiais para o ensino de línguas. A metodologia de pesquisa insere-se no paradigma qualitativo da Linguística Aplicada, na área de Ensino e Aprendizagem de Línguas...

Os conectores no desenvolvimento da competência textual/discursiva de professores em formação : o que revela a prática do curso de letras/espanhol ?

Rabasa Fernandez, Yamilka
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.98%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada.; Nesta pesquisa, incomodados com o escasso tratamento dos conectores nas aulas de Espanhol como Língua Estrangeira e nos materiais didáticos, assim como com a constatação do pouco uso da língua-alvo dos formandos em Letras/espanhol em sala de aula e fora desta, nos propusemos investigar se os alunos concluem sua formação inicial com um conhecimento adequado da língua para a qual são habilitados, especificamente, com domínio dos conectores; um saber que faz parte da competência textual/discursiva que todo falante de uma língua deve possuir, ainda mais em se tratando de profissionais da linguagem. A nossa escolha pelo Estágio Supervisionado se deveu ao fato de constituir o momento em que o aluno entra em contato com o ambiente real de sala de aula, devendo pôr em prática o que aprendeu ao longo de sua formação; espera-se também que possua um nível avançado da língua-alvo na qual está sendo habilitado. Consideramos ser a pesquisa qualitativa interpretativista de cunho etnográfico a metodologia mais adequada para desenvolver nosso estudo, que ocorreu durante o ano letivo de 2011 numa universidade pública de Brasília. A coleta de dados envolveu 1) a análise dos documentos legais que norteiam o processo de ensino/aprendizagem nos cursos de Letras e de línguas e estipulam as competências a serem desenvolvidas pelos profissionais da linguagem; 2) a observação das aulas ministradas pelos participantes durante a disciplina Estágio Supervisionado; 3) a aplicação de dois questionários...

(Re)conhecimento do espanhol: representações de alunos

Santos, Maria José Sequera da Silva
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.98%
Por se revelarem uma componente essencial do capital humano e social de uma comunidade, as línguas podem ser analisadas de uma perspetiva económica. Estima-se que 15% do produto interno bruto dos Estados está associado ao idioma, portanto, o peso e potencial de uma língua relacionam-se com os índices macroeconómicos dos países onde é língua oficial. As representações relativas ao potencial e prestígio de uma língua, bem como ao seu valor no mercado económico, político e linguístico, influenciam as escolhas das línguas a estudar e a postura dos alunos ante a sua aprendizagem. Estas podem, assim, constituir um elemento impulsionador ou, contrariamente, um obstáculo. Por esta razão, o professor deve tê-las em consideração. No presente trabalho, apresentamos os resultados de uma investigação centrada nas representações que alunos do 10.º ano de escolaridade, a frequentar a disciplina de espanhol, nível de iniciação, têm sobre esta língua e a sua projeção a nível mundial. Após a construção do referencial teórico, procedeu-se a um estudo de caso com caraterísticas de investigação-ação, que foi desenvolvido num agrupamento de escolas do perímetro urbano de Aveiro, no ano letivo 2013/2014. Neste processo...

Línguas Maternas: sobre a Convivência do Judeu-Espanhol com o Hebraico em Israel

Held, Michal
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 04/08/2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.98%
Este artigo dispõe-se a explorar e interpretar narrativas pessoais de mulheres falantes do judeu-espanhol, criadas na atmosfera cultural e linguística na atualidade israelense. A pesquisa é baseada num enfoque que define a narrativa pessoal como multifacetada e portanto utiliza ferramentas multidisciplinares para examinar o material coletado numa perspectiva linguística, literária, folclórica, antropológica e sociológica. As narrativas, assim como a atividade do grupo que serve de estrutura conceitual devem ser considerados à luz da definição de Benedict Anderson para uma “comunidade imaginária”, como a reconstrução do imaginário do judeu-espanhol, tido como uma identidade imaginária baseada numa cultura que virtualmente não tem função hoje em dia. Do aspecto da etnicidade a principal questão é se e como as narrativas pessoais criadas por mulheres falantes do judeu-espanhol aqui e agora refletem a identidade coletiva e as concepções do grupo étnico sefardita.

POR QUE UTILIZAR O FOCO NA FORMA NAS AULAS DE ESPANHOL PARA FALANTES BRASILEIROS?

Novaski Cordeiro, Elisa; Universidade Federal do Paraná
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 07/11/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.98%
Este artigo busca justificar a importância do enfoque em questões formais na aula de língua estrangeira, principalmente se tratando de línguas próximas, como é o caso do português e do espanhol. Quanto maior a proximidade linguística maior será a transferência de estruturas entre a língua estrangeira e a materna, os aprendizes sentem, deste modo, a falsa sensação de que aprender / falar espanhol é fácil, devido à proximidade linguística. Além disso, a abordagem comunicativa entendida de maneira equivocada – enfocando unicamente a produção de significado – pode contribuir para a falsa ideia de que aprender espanhol é fácil. Devido ao enfoque único no sentido, a forma, em geral, é deixada de lado e se prioriza a produção, sem levar em conta a qualidade desta produção. O estudo da forma pode dar-se através do Foco na Forma, uma maneira diferente de se abordar itens gramaticais em sala de aula. O trabalho apresenta um aporte teórico sobre o Foco na Forma e foram entrevistadas algumas alunas em relação ao seu posicionamento relativo ao estudo da gramática...

ENTOAÇÃO DAS INTERROGATIVAS TOTAIS DO ESPANHOL PRODUZIDAS POR UM MADRILENHO E POR UM PROFESSOR DE ESPANHOL, FALANTE DE PORTUGUÊS BRASILEIRO DE CURITIBA

Milan, Pollianna; Universidade Federal do Paraná
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 18/08/2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.98%
 Esta pesquisa investigou a entoação de interrogativas totais do espanhol feitas por um professor que tem esse idioma como língua estrangeira (LE). Ele é brasileiro, dialeto curitibano, e diz falar o espanhol da variedade madrilenha. Por isso, foi gravado também um madrilenho que serviu como informante controle. As gravações foram feitas em situações de fala espontânea e induzida e os resultados mostram que o informante de LE altera a entoação (entre adequada e inadequada) destas interrogativas  conforme o ambiente em que está.