Página 3 dos resultados de 487 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Resposta de brócolis, couve-flor e repolho à adubação com boro em solo arenoso

Pizetta, Luiz Carlos; Ferreira, Manoel Evaristo; Cruz, Mara Cristina P. da; Barbosa, José Carlos
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 51-56
POR
Relevância na Pesquisa
27.54%
Foram avaliados em condições de campo, em solo arenoso, com baixo teor de boro, os efeitos da adubação com cinco doses de boro (0; 2; 4; 6 e 8 kg ha-1 de B na forma de bórax) na produção de brócolis, couve-flor e repolho. O experimento obedeceu a um esquema fatorial com delineamento experimental de blocos ao acaso com três repetições. As adubações orgânica e química, inclusive o bórax, foram feitas no sulco antes do transplantio das mudas e a colheita foi feita entre 63 e 93 dias após o transplantio. A produtividade de brócolis variou de 16,9 a 20,5 t ha-1; a de couve-flor de 21,6 a 29,6 t ha-1 e a de repolho de 40,5 a 46,4 t ha-1. O aumento observado na produtividade de brócolis e de repolho foi linear e o efeito das doses de boro na produtividade de couve-flor foi quadrático, sendo necessários 5,1 kg ha-1 de B para atingir a produtividade máxima de 30 t ha-1. Brócolis e repolho mostraram-se menos sensíveis do que a couve-flor tanto à deficiência quanto ao excesso de boro. No caso da couve-flor, com a aplicação de 2 kg ha-1 ou de 6 kg ha-1 de B houve significativa perda de qualidade do produto.; The effects of boron fertilization on yield of broccoli, cauliflower and cabbage were evaluated through a field experiment carried out on a sandy soil low in available boron. Five boron levels (0; 2; 4; 6; and 8 kg ha-1 B as borax) were applied in broccoli...

Efeito de sinigrina aplicada em folhas de brássicas sobre características biológicos de Plutella xylostella (L.) (Lepidoptera: Plutellidae)

Carvalho, Jackeline da Silva; Bortoli, Sergio Antonio de; Thuler, Robson Thomaz; Goulart, Roberto Marchi; Volpe, Haroldo Xavier Linhares
Fonte: Editora da Universidade Estadual de Maringá (EDUEM) Publicador: Editora da Universidade Estadual de Maringá (EDUEM)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 15-20
POR
Relevância na Pesquisa
27.46%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da ingestão de sinigrina aplicada em folhas de couve e brócolis sobre algumas características biológicas de Plutella xylostella. Foram utilizadas duas cultivares de brássicas: couve-manteiga da Geórgia e brócolis Ramoso Piracicaba Precoce, sendo elas tratadas com soluções de sinigrina a 0,2; 0,4; 0,8; 1,6 e 3,2 mg mL-1, contendo 5% de Tween20®, e uma testemunha, apenas com solução de Tween20®. Avaliou-se a duração e viabilidade das fases larval e pupal, peso de pupas, longevidade e razão sexual dos adultos, fecundidade das fêmeas, período de incubação e viabilidade da fase de ovo, tendo-se calculado o potencial reprodutivo corrigido (PRC). As médias foram avaliadas pela análise multivariada de agrupamento e de componentes principais. O maior potencial reprodutivo foi apresentado pela dose de 0,2 mg mL-1 em couve. As análises multivariadas proporcionaram melhor discriminação dos tratamentos em relação à menor concentração testada. Concluiu-se que baixa concentração de sinigrina...

Efeito de produtos a base de Bacillus thuringiensis Berliner em aspectos biológicos de Podisus nigrispinus (Dallas, 1851) (Hemiptera: Pentatomidae)

Magalhães, Gustavo Oliveira de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xi, 68 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
27.46%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia (Entomologia Agrícola) - FCAV; O objetivo do trabalho foi avaliar a influência do produto comercial a base de Bacillus thuringiensis Agree® e do isolado HD1 em aspectos biológicos do predador Podisus nigrispinus alimentado com lagartas de Plutella xylostella que ingeriram folhas de couve imersas em suspensão de B. thuringiensis; quantificar a frequência alimentar do predador em folhas de couve (fitofagia); e construir a tabela de vida de fertilidade. Os predadores tiveram contato com B. thuringiensis durante todo o seu ciclo de vida pela ingestão da presa contaminada ou ingestão direta da suspensão do isolado HD1 ou do produto comercial Agree® na couve. O experimento foi composto por seis tratamentos: T1: suspensão de HD1 + lagartas de P. xylostella infectada com o isolado HD-1; T2: suspensão de Agree® + lagartas de P. xylostella infectada com o produto comercial Agree®; T3: água destilada + lagartas de P. xylostella; T4: suspensão de HD1; T5: suspensão de Agree®; T6: água destilada. A calda do bioinseticida Agree® (B. thuringiensis var. aizawai + kurstaki) foi utilizada na concentração recomendada pelo fabricante (0...

Investigação de dietas ricas em fibras e compostos fitoquimicos na modulação da flora bacteriana e prevenção/tratamento de doenças inflamatorias intestinais; Investigation of diets with high contents of fiber and phytochemical compounds in modulating of bacterial flora and prevention/treatment of inflammation bowel diseases

Cibele Lima de Albuquerque
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
27.46%
Apesar da amplitude de possibilidades terapêuticas, ainda não existe um tratamento ideal para as doenças inflamatórias intestinais (DII), com perfil adequado de eficácia e segurança. Por essa razão, é de grande interesse estudar agentes com pouco efeito colateral, como um nutracêutico, no tratamento/prevenção dessas enfermidades. Neste contexto, surgiu o interesse em se estudar couve e mamão, vegetais com alto teor de carotenóides e fibras dietéticas, além de ter baixo custo e ser de uso comum na dieta de brasileiros. Sabe-se que substâncias antioxidantes e os ácidos graxos de cadeia curta (AGCC), principalmente o ácido butírico, proveniente da fermentação de fibras dietéticas, podem estar envolvidas na prevenção e tratamento de doenças intestinais. O ácido butírico é substrato para a reparação do tecido inflamado e inibe fatores pró-inflamatórios; portanto, quantificar a produção desse ácido é imprescindível, dado que quanto maior for sua produção, maior será a eficiência da dieta para a recuperação do tecido. Para tanto, foi realizada uma análise in vitro que demonstrou que a dose de 0,3 g couve acrescido de 0,2 g de mamão era a dieta que produzia maiores quantidades de butirato, o dado foi obtido através da leitura por cromatografia de íons...

Variação estacional da oferta e preços de couve-flor em Minas Gerais

Silva,Luis Felipe Lima e; Maluf,Wilson Roberto; Gonçalves,Wilson Magela; Resende,Luciane Vilela; Carvalho,Regis de Castro; Sarmiento,Christiany Mattioli
Fonte: Universidade Federal de Viçosa Publicador: Universidade Federal de Viçosa
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
27.46%
Em virtude da variedade de cultivares atualmente disponíveis, de suas diferentes exigências climáticas e das diferenças climáticas entre as várias regiões produtoras, a couve-flor pode apresentar variações estacionais de oferta e de preços ao longo do ano. O objetivo do presente trabalho foi estudar a variação estacional da oferta e dos preços da couve-flor praticados no Estado de Minas Gerais, representados pelas unidades da CEASAMINAS, bem como as componentes dessa oferta para cada principal região abastecedora do Estado, no período de 2005 a 2009. A unidade CEASAMINAS (Grande BH) foi responsável por 68% da comercialização anual de couve-flor em Minas Gerais por meio das unidades da CEASAMINAS, que oscilou entre 9.420 e 10.937 toneladas anuais. A quase totalidade de produção proveio de municípios mineiros, localizados em quatro grandes mesorregiões: Região Metropolitana de Belo Horizonte, Campo das Vertentes, Triângulo Mineiro e Vale do Rio Doce, que representaram, respectivamente, 49%, 28%, 9% e 6% da oferta anual. As variações estacionais de oferta refletiram claramente as limitações dos cultivares atualmente disponíveis e a necessidade de novos cultivares que possam tolerar as grandes oscilações de temperatura nos meses de meia estação. Também ficou evidente que...

A couve flor na alimentação da galinha: influência sôbre a postura

Torres,A. Di Paravicini; Bergamin,Armando
Fonte: Universidade de São Paulo; Escola Superior de Agricultura Publicador: Universidade de São Paulo; Escola Superior de Agricultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1946 PT
Relevância na Pesquisa
27.54%
Os autores realizaram uma pesquisa afim de verificar o conceito de que a couve-flor exerce um papel deprimente sobre a postura das galinhas. Para isso organizaram 20 grupos de 10 aves cada, onze dos quais da raça Rhode Island Red e 9 da Light Sussex. Desses grupos, 7 ocupavam parques gramados e os restantes parques sem grama. As aves permaneceram por 10 dias sob o regime verde de couve-flor. Houve dificuldade na análise dos resultados devido a diferenças genéticas entre as duas raças utilizadas. Das conclusões parciais constantes do texto deste trabalho, parece que a couve-flor exerce um efeito deprimente sôbre a postura, mas essa crença não chega a ser confirmada clarament na análise estatística dos dados obtidos. A conclusão final a que os AA. chegaram é que, se existe um efeito nocivo do suprimento de couve-flor, nas aves em postura, êsse efeito não chegaria a ser economicamente prejudicial, em vista do fato da couve-flor, sob a forma de folhas externas, refugo. só ser fornecida às aves, esporadicamente, durante períodos relativamente curtos, que correspondem aos da colheita das "cabeças" para serem entregues ao mercado, e, como demonstra a experiência, o suprimento por poucos dias não chega a prejudicar notavelmente a postura.

Biocontrole de Listeria monocytogenes por Pediococcus acidilactici em couve minimamente processada

Costa,Wanessa Altimiras; Vanetti,Maria Cristina Dantas; Puschamann,Rolf
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
27.6%
Este estudo avaliou um sistema de biocontrole para inibição de Listeria monocytogenes em couve minimamente processada, objetivando sua segurança durante estocagem sob refrigeração e em condições de abuso de temperatura. O potencial inibitório de bactérias láticas tolerantes ao sal e psicrotróficas contaminantes naturais da couve e Lactobacillus plantarum, Lactobacillus delbrueckii ATCC 9649 e Lactobacillus casei CCT 1465 foram avaliadas contra L. monocytogenes. O isolado de couve identificado como P. acidilactici CCA3 inibiu L. monocytogenes a 10 e 15 °C em ágar MRS e foi selecionado como possível agente de biocontrole. O número de L. monocytogenes na couve minimamente processada aumentou 3,7 e 4,7 ciclos logarítmicos a 5 e 10 °C, respectivamente, após 20 dias de armazenamento e 4,6 ciclos logarítmicos após oito dias a 15 °C. Entretanto, quando 10(8) UFC.g-1 de P. acidilactici CCA3 foram inoculados no produto processado, o crescimento de L. monocytogenes reduziu 2,3 ciclos logarítmicos sob temperatura abusiva de 15 °C. A acidez titulável e as características sensoriais da couve não foram alteradas pela presença de CCA3 ao longo do período de vida útil. Estes resultados sugerem o potencial de aplicação dos bioconservantes na couve minimamente processada...

Resposta de brócolis, couve-flor e repolho à adubação com boro em solo arenoso

Pizetta,Luiz Carlos; Ferreira,Manoel Evaristo; Cruz,Mara Cristina P. da; Barbosa,José Carlos
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2005 PT
Relevância na Pesquisa
27.54%
Foram avaliados em condições de campo, em solo arenoso, com baixo teor de boro, os efeitos da adubação com cinco doses de boro (0; 2; 4; 6 e 8 kg ha-1 de B na forma de bórax) na produção de brócolis, couve-flor e repolho. O experimento obedeceu a um esquema fatorial com delineamento experimental de blocos ao acaso com três repetições. As adubações orgânica e química, inclusive o bórax, foram feitas no sulco antes do transplantio das mudas e a colheita foi feita entre 63 e 93 dias após o transplantio. A produtividade de brócolis variou de 16,9 a 20,5 t ha-1; a de couve-flor de 21,6 a 29,6 t ha-1 e a de repolho de 40,5 a 46,4 t ha-1. O aumento observado na produtividade de brócolis e de repolho foi linear e o efeito das doses de boro na produtividade de couve-flor foi quadrático, sendo necessários 5,1 kg ha-1 de B para atingir a produtividade máxima de 30 t ha-1. Brócolis e repolho mostraram-se menos sensíveis do que a couve-flor tanto à deficiência quanto ao excesso de boro. No caso da couve-flor, com a aplicação de 2 kg ha-1 ou de 6 kg ha-1 de B houve significativa perda de qualidade do produto.

Respostas fisiológicas de folhas de couve minimamente processadas

Carnelossi,Marcelo Augusto G.; Silva,Ebenézer de O.; Campos,Rodrigo da S.; Puschmann,Rolf
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 PT
Relevância na Pesquisa
27.54%
Verificou-se a taxa respiratória, a produção de etileno de folhas de couve intactas e minimamente processadas, e a influência do horário de colheita, do resfriamento rápido e da temperatura de sanitização sobre a conservação do produto minimamente processado. Folhas de couve totalmente desenvolvidas foram colhidas às sete e às 14 horas, na horta da UFV, entre 1996 e 2000. O processamento foi realizado logo após a colheita e após a refrigeração (6±1ºC por 8 h). Amostras (200 g) foram acondicionadas em embalagens de poliolefina multicamada, armazenadas a 5±2ºC por 15 dias e foram avaliadas quanto aos teores de vitamina C e atividade de polifenoloxidase (PPO). A taxa respiratória e produção de etileno foram determinadas em folhas intactas e minimamente processadas colocadas em bandejas plásticas e frascos de vidros hermeticamente fechados, e armazenadas durante 24 horas a 1; 5; 10 e 25ºC. A taxa respiratória e a evolução de etileno das folhas de couve inteira aumentaram imediatamente após destacamento da planta mãe. O fatiamento aumentou a taxa respiratória da folha em aproximadamente duas vezes. O aumento da temperatura influenciou significativamente (P<0,05%) a taxa respiratória e a produção de etileno. O resfriamento rápido reduziu o metabolismo...

Efeito do cozimento sobre alguns fatores antinutricionais em folhas de brócoli, couve- flor e couve

Santos,Mônica Alessandra Teixeira dos
Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2006 PT
Relevância na Pesquisa
27.46%
Os resíduos vegetais desprezados pela indústria e durante o preparo dos alimentos poderiam ser utilizados como fontes alternativas de nutrientes contribuindo para o enriquecimento da dieta das populações carentes. Por outro lado, muitos alimentos vegetais são fontes de fatores antinutricionais que interferem na digestão ou absorção de nutrientes. Determinou-se os teores de polifenóis, nitrato e ácido oxálico de folhas de brócoli, couve-flor e couve submetidas à cocção por seis diferentes tempos (0, 2, 4, 6, 8 e 10 minutos). Verificou-se queda nos teores de fatores antinutricionais com o aumento do tempo de cozimento, mostrando-se aceitáveis para o consumo. No entanto, os tratamentos utilizados não foram suficientes para reduzir os teores de polifenóis das folhas de brócoli e couve a valores considerados adequados ao consumo humano, sugerindo a utilização conjunta de outra metodologia para a redução dos polifenóis presentes nesses vegetais.

Influência de genótipos de couve (Brassica oleracea L. var. acephala DC.) na biologia de Plutella xylostella (L., 1758) (Lepidoptera: Plutellidae)

Boiça Junior,Arlindo Leal; Tagliari,Sônia Regina Alves; Pitta,Rafael Major; Jesus,Flávio Gonçalves de; Braz,Leila Trevizan
Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
27.6%
Objetivou-se, com este trabalho, avaliar a influência de alguns genótipos de couve (Brassica oleracea L. var. acephala DC.) no desenvolvimento de Plutella xylostella (L., 1758) (Lepidoptera: Plutellidae). Os genótipos avaliados foram: Manteiga de Ribeirão Pires I-2620, Roxa I-919, Manteiga de São José, Manteiga de Monte Alegre, Pires 2 de Campinas, Couve Comum, Couve de Arthur Nogueira 2, Couve de Arthur Nogueira 1. Lagartas recém-eclodidas foram mantida em discos foliares de 8 cm de diâmetro para cada genótipo. Foram analisados os seguintes parâmetros: duração e viabilidade das fases larval e pupal, longevidade e fecundidade de adultos, utilizando análises paramétricas e de agrupamentos para interpretação dos dados. Observou-se um prolongamento em dias no ciclo de P. xylostella, aumento no peso de pupa e maiores valores de viabilidade e fecundidade, durante a segunda geração. O genótipo Couve de Arthur Nogueira 2 foi menos favorável ao desenvolvimento de P. xylostella nas duas gerações, e Couve Comum demonstrou maior influência negativa ao inseto na segunda geração. Manteiga de Ribeirão Pires I-2620 foi o mais suscetível nas duas gerações, agrupando com este na segunda geração Pires 2 de Campinas e Manteiga de São José.

Efeito de sinigrina aplicada em folhas de brássicas sobre características biológicos de Plutella xylostella (L.) (Lepidoptera: Plutellidae)

Carvalho,Jackeline da Silva; Bortoli,Sergio Antonio De; Thuler,Robson Thomaz; Goulart,Roberto Marchi; Volpe,Haroldo Xavier Linhares
Fonte: Editora da Universidade Estadual de Maringá - EDUEM Publicador: Editora da Universidade Estadual de Maringá - EDUEM
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
27.46%
O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da ingestão de sinigrina aplicada em folhas de couve e brócolis sobre algumas características biológicas de Plutella xylostella. Foram utilizadas duas cultivares de brássicas: couve-manteiga Da Geórgia e brócolis Ramoso Piracicaba Precoce, sendo elas tratadas com soluções de sinigrina a 0,2; 0,4; 0,8; 1,6 e 3,2 mg mL-1, contendo 5% de Tween20®, e uma testemunha, apenas com solução de Tween20®. Avaliou-se a duração e viabilidade das fases larval e pupal, peso de pupas, longevidade e razão sexual dos adultos, fecundidade das fêmeas, período de incubação e viabilidade da fase de ovo, tendo-se calculado o potencial reprodutivo corrigido (PRC). As médias foram avaliadas pela análise multivariada de agrupamento e de componentes principais. O maior potencial reprodutivo foi apresentado pela dose de 0,2 mg mL-1 em couve. As análises multivariadas proporcionaram melhor discriminação dos tratamentos em relação à menor concentração testada. Concluiu-se que baixa concentração de sinigrina, em couve e em brócolis, favorece o desenvolvimento de P. xylostella

Efeito do cozimento sobre alguns fatores antinutricionais em folhas de brócoli, couve- flor e couve

Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
PT
Relevância na Pesquisa
27.46%
Os resíduos vegetais desprezados pela indústria e durante o preparo dos alimentos poderiam ser utilizados como fontes alternativas de nutrientes contribuindo para o enriquecimento da dieta das populações carentes. Por outro lado, muitos alimentos vegetais são fontes de fatores antinutricionais que interferem na digestão ou absorção de nutrientes. Determinou-se os teores de polifenóis, nitrato e ácido oxálico de folhas de brócoli, couve-flor e couve submetidas à cocção por seis diferentes tempos (0, 2, 4, 6, 8 e 10 minutos). Verificou-se queda nos teores de fatores antinutricionais com o aumento do tempo de cozimento, mostrando-se aceitáveis para o consumo. No entanto, os tratamentos utilizados não foram suficientes para reduzir os teores de polifenóis das folhas de brócoli e couve a valores considerados adequados ao consumo humano, sugerindo a utilização conjunta de outra metodologia para a redução dos polifenóis presentes nesses vegetais.

Influência de genótipos de couve (Brassica oleracea L. var. acephala DC.) na biologia de Plutella xylostella (L., 1758) (Lepidoptera: Plutellidae)

Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
PT
Relevância na Pesquisa
27.6%
Objetivou-se, com este trabalho, avaliar a influência de alguns genótipos de couve (Brassica oleracea L. var. acephala DC.) no desenvolvimento de Plutella xylostella (L., 1758) (Lepidoptera: Plutellidae). Os genótipos avaliados foram: Manteiga de Ribeirão Pires I-2620, Roxa I-919, Manteiga de São José, Manteiga de Monte Alegre, Pires 2 de Campinas, Couve Comum, Couve de Arthur Nogueira 2, Couve de Arthur Nogueira 1. Lagartas recém-eclodidas foram mantida em discos foliares de 8 cm de diâmetro para cada genótipo. Foram analisados os seguintes parâmetros: duração e viabilidade das fases larval e pupal, longevidade e fecundidade de adultos, utilizando análises paramétricas e de agrupamentos para interpretação dos dados. Observou-se um prolongamento em dias no ciclo de P. xylostella, aumento no peso de pupa e maiores valores de viabilidade e fecundidade, durante a segunda geração. O genótipo Couve de Arthur Nogueira 2 foi menos favorável ao desenvolvimento de P. xylostella nas duas gerações, e Couve Comum demonstrou maior influência negativa ao inseto na segunda geração. Manteiga de Ribeirão Pires I-2620 foi o mais suscetível nas duas gerações, agrupando com este na segunda geração Pires 2 de Campinas e Manteiga de São José.

Levantamento de doenças da alface e da couve em produção urbana de Lavras (MG) e Campina Grande (PB)

Silva, Kercio Estevam da
Fonte: Programa de Pós-graduação em Agronomia/Fitopatologia; UFLA; brasil; Departamento de Fitopatologia Publicador: Programa de Pós-graduação em Agronomia/Fitopatologia; UFLA; brasil; Departamento de Fitopatologia
Tipo: Dissertação
Publicado em 18/08/2015 POR
Relevância na Pesquisa
27.6%
Urban agriculture has great potential for vegetable production in Brazil. Kale and lettuce are the most commonly planted crops but little is yet know about the impact of plant disease under these production systems. In this study, we aimed to survey the diseases occurring on lettuce and kale and establish the relationship to crop management practices adopted by growers from two different regions. During one year for each location (Lavras and Campina Grande), weekly assessments were carried out on individual farmholders per location. From individual disease ratings, the areas under the disease progress curves (AUDPC) were calculated and means compared (Kruskal-Wallis test). According to results, the downy mildew of lettuce in Lavras was the most important disease with higher AUDPC during winter, while septoria leaf spot was important only for farmers that relied exclusively on hose irrigation of plants. For kale, black rot was the most important disease, however, AUDPC was lower for growers that used straw mulch. That adopted technique also reduced powdery mildew AUDPC. In Campina Grande, the cercospora leaf spot and septoria leaf spot of lettuce were the most important diseases. Regarding the growing season, there were no differences for severity of cercospora leaf spot. However...

Divergência, variabilidade genética e desempenho agronômico em genótipos de couve.; Divergence, genetic variability and agronomic performance in kale genotypes.

Azevedo, Alcinei Mistico
Fonte: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Publicador: Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
27.54%
Embora haja grande variabilidade genética para a couve, são poucos trabalhos no Brasil que visão obter informações para programas de melhoramento genético nesta cultura. Assim, objetivou-se neste trabalho caracterizar 30 genótipos de couve a partir de caracteres morfo-agronômicos para estimar a divergência genética, a importância dos caracteres para a divergência, o desempenho agronômico, os parâmetros genéticos e a correlação entre as características avaliadas. O experimento foi conduzido na Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) utilizando o delineamento em blocos casualizados com quatro repetições constituídos por cinco indivíduos, avaliando-se 30 genótipos de couve a partir de 44 características. Observaram-se genótipos com grande divergência genética entre si, sendo os genótipos UFLA-6 e UFVJM-24 os mais divergentes dos demais, contudo, a maioria dos genótipos são similares, o que evidencia uma base genética restrita. O comprimento do pecíolo, proporção da projeção alada, o tom de roxo da superfície adaxial da nervura primária, formato da margem foliar, número de folhas totais, formato da base da folha e diâmetro da base do pecíolo foram as características mais discriminantes quanto à divergência genética em genótipos de couve. Verificou-se variabilidade genética entre os genótipos...

Efeito de polissacarídeos no controle da mancha bacteriana do tomateiro (Xanthomonas gardneri) e da podridão negra da couve-flor (Xanthomonas campestris pv. campestris)

Luiz, Caroline
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 145 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
27.6%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Recursos Genéticos Vegetais, Florianópolis, 2013; A mancha-bacteriana e a podridão negra são doenças de grande importância em plantações de tomate e couve-flor, respectivamente. A produtividade das plantas atacadas por estas moléstias é comprometida principalmente pela redução da área foliar. A aplicação de polissacarídeos de plantas e microrganismos sobre culturas vegetais pode representar uma eficiente forma de controle alternativo de doenças. Este trabalho objetivou avaliar o efeito da goma xantana (GOMA) e de polissacarídeos extraídos da Xanthomonas gardneri (PX) e do parênquima de reserva da babosa (PB) na proteção de plantas de tomate contra a mancha bacteriana e na proteção de plantas de couve-flor contra a podridão negra. A redução da severidade da mancha bacteriana em plantas de tomate tratadas com PB ou GOMA foi da ordem de 83,80 %. A severidade em tomateiros tratados com PX mostrou-se, em média, 59,1 % menor que a das plantas testemunhas. Em couve-flor, todas as doses de PB testadas foram eficientes no controle da doença, reduzindo em média 69,0 % da severidade em relação à testemunha. A GOMA foi capaz de reduzir a podridão negra apenas nas menores doses...

Novas linhagens de repôlho e couve-flor para o Estado de São Paulo

Camargo,Leocádio de Souza
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1956 PT
Relevância na Pesquisa
27.46%
A experimentação com repôlho (Brassica oleracea L. var. capitata L.) e couve-flor (B. oleracea L. var. botrytis cauliflora, Gars, D.C.) foi intensificada no Instituto Agronômico a partir de 1941 e, em 1944 iniciaram-se os trabalhos sôbre o seu melhoramento. No presente trabalho são feitas referências sobre florescimento, polinização, genética, problemas da produção de sementes, deficiência de boro, época de semeação para produção de cabeças e de sementes, pragas e moléstias. Experimentaram-se 74 variedades de repôlho e 59 de couve-flor. O maior grupo de variedades produz bem na época fresca do ano, quando as temperaturas médias mensais variam em tôrno de 22,5°C durante o crescimento, e de 16,5°C, na época de formação de cabeças. Para plantio na época quente do ano, com temperaturas médias mensais variando de 20,4 a 22,6°C, durante o crescimento, e de 18 a 22,2°C, na formação de cabeças, prestam-se a variedade de repôlho paulista "Louco" (I.A.C. n.° 758) melhorada no Instituto Agronômico, e a couve-flor "Early Benares", n.° 1383, procedente de Sutton's Seed, Índia, também adaptada às nossas condições climáticas. Em 1944 iniciou-se em Campinas, na E. E. Central, o melhoramento do repolho "Louco" com material procedente de Mogí das Cruzes...

Produtos alternativos controlam a podridão negra e aumentam a atividade de enzimas ligadas à defesa em couve; Alternative products control black rot and increase defence-related enzyme activity in kale

Pinzón Núñez, Andrés Mauricio
Fonte: Universidade Federal de Lavras; Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fitopatologia; UFLA; brasil; Departamento de Fitopatologia Publicador: Universidade Federal de Lavras; Programa de Pós-Graduação em Agronomia/Fitopatologia; UFLA; brasil; Departamento de Fitopatologia
Tipo: Dissertação
Publicado em 09/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
27.54%
Xanthomonas campestris pv. campestris (Xcc) which causes black rot in cabbage, is a serious disease in Brazil. Its management is a challenge for urban agriculture. In order elaborate an alternative solution for managing this disease, we evaluated five different products: whey (10% v / v), lime sulfur (100%), bio fertilizer (20% v / v), bordeaux mixture (100%), raw milk (10% v /v) and water as control. The products were applied every 15 days, starting from 35 days after transplantanting. The bacterium was inoculated eight days after the first application. The experiment was conducted in the summer, wet and warm period. The severity of of black rot was evaluated (5, 10 and 15 days after the appearance of the first symptom in the control. The data obtained was used to calculate the area under the disease progress curve (AUDPC). In order to determine the benefits of all five treatments, we evaluated nutraceutical-related variables (DPPH radical, crude fiber, crude protein, lipids and total phenolic compounds). For the two treatments resulting in highest disease control, the induced resistance potential of the products was determined by the activit ies of phenylalanine ammonia lyase (PAL)...

A couve flor na alimentação da galinha: influência sôbre a postura

Torres, A. Di Paravicini; Bergamin, Armando
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1946 POR
Relevância na Pesquisa
27.54%
Os autores realizaram uma pesquisa afim de verificar o conceito de que a couve-flor exerce um papel deprimente sobre a postura das galinhas. Para isso organizaram 20 grupos de 10 aves cada, onze dos quais da raça Rhode Island Red e 9 da Light Sussex. Desses grupos, 7 ocupavam parques gramados e os restantes parques sem grama. As aves permaneceram por 10 dias sob o regime verde de couve-flor. Houve dificuldade na análise dos resultados devido a diferenças genéticas entre as duas raças utilizadas. Das conclusões parciais constantes do texto deste trabalho, parece que a couve-flor exerce um efeito deprimente sôbre a postura, mas essa crença não chega a ser confirmada clarament na análise estatística dos dados obtidos. A conclusão final a que os AA. chegaram é que, se existe um efeito nocivo do suprimento de couve-flor, nas aves em postura, êsse efeito não chegaria a ser economicamente prejudicial, em vista do fato da couve-flor, sob a forma de folhas externas, refugo. só ser fornecida às aves, esporadicamente, durante períodos relativamente curtos, que correspondem aos da colheita das "cabeças" para serem entregues ao mercado, e, como demonstra a experiência, o suprimento por poucos dias não chega a prejudicar notavelmente a postura.; The influence of cauliflower on egg laying was studied and the results obtained are reported by the authors in this paper. Twenty groups of ten chickens each were organized...