Página 2 dos resultados de 2156 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

Analytical Processing Over XML and XLink

Silva, Paulo Caetano da; Times, Valeria Cesario; Ciferri, Ricardo Rodrigues; Ciferri, Cristina Dutra de Aguiar
Fonte: IGI PUBL; HERSHEY Publicador: IGI PUBL; HERSHEY
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
37.28%
Current commercial and academic OLAP tools do not process XML data that contains XLink. Aiming at overcoming this issue, this paper proposes an analytical system composed by LMDQL, an analytical query language. Also, the XLDM metamodel is given to model cubes of XML documents with XLink and to deal with syntactic, semantic and structural heterogeneities commonly found in XML documents. As current W3C query languages for navigating in XML documents do not support XLink, XLPath is discussed in this article to provide features for the LMDQL query processing. A prototype system enabling the analytical processing of XML documents that use XLink is also detailed. This prototype includes a driver, named sql2xquery, which performs the mapping of SQL queries into XQuery. To validate the proposed system, a case study and its performance evaluation are presented to analyze the impact of analytical processing over XML/XLink documents.; FAPESP; FACEPE; CAPES; CNPq; INEP; FINEP

Desenvolvimento e implementação de uma descrição de dispositivos aberta e não-proprietária para equipamentos FOUNDATION fieldbus baseada em XML; Developing and implementing an open and non-proprietary device description for FOUNDATION fieldbus devices based on XML

Pantoni, Rodrigo Palucci
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/10/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.31%
A interoperabilidade entre equipamentos ou aplicativos (software) de tecnologias baseadas em redes de campo (fieldbus) é de suma importância nos sistemas de automação, pois permite a integração dos mesmos, de diferentes fabricantes. A integração é feita por uma linguagem de comunicação comum usada entre as diferentes tecnologias heterogêneas. No nível do software configurador FOUNDATION fieldbus (FF) de dispositivos e de malhas de controle, a linguagem usada para garantir a interoperabilidade entre os dispositivos é provida pela tecnologia de descrição de dispositivos chamada Electronic Device Description (EDD), que é proprietária e de complexo desenvolvimento para o fabricante, definida pela fieldbus Foundation. As tecnologias de software abertas e não-proprietárias têm apresentado um grande crescimento nos últimos anos, em especial a tecnologia eXtensible Markup language (XML), que se tornou mundialmente conhecida devido à integração de aplicativos internet, tornando-os assim interoperáveis uns com os outros. É proposta neste trabalho uma tecnologia de descrição de dispositivos aberta, não-proprietária e de simples desenvolvimento (para o fabricante), baseada na tecnologia XML, que é chamada de Open-EDD (Open Eletronic Device Description). A criação dessa tecnologia engloba a definição da linguagem Open-EDDML (Open Eletronic Device Description Markup Language)...

Aplicação de XML para estruturação de ambientes de controle acadêmico baseado em ontologias

Basso, Carla de Almeida Martins
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.35%
Nos últimos anos, um grande esforço tem sido despendido no estudo de formas de representar documentos textuais, chamados semi-estruturados, objetivando extrair informações destes documentos com a mesma eficiência com que essas são extraídas de bancos de dados relacionais e orientados a objetos. A pesquisa, em dados semi-estruturados, tornou-se fundamental com o crescimento da Web como fonte e repositório de dados, uma vez que os métodos de pesquisa existentes, baseados em navegação e busca por palavra-chave, mostraram-se insuficientes para satisfazer as necessidades de consulta em escala cada vez maior. Com o surgimento da XML, e a tendência de se tornar a linguagem padrão na Web, fez com que a representação de informações fosse dirigida para este novo padrão, porque disponibiliza um bom intercâmbio de informações e a produção de documentos eletrônicos. Existe a necessidade de se disponibilizar os documentos e as informações na rede em formato Web, HTML ou XML. Sendo assim, consultar documentos XML representa um desafio para a comunidade de pesquisa em banco de dados, pois implica em disponibilizar os grandes volumes de dados já existentes em formato XML, surgindo a necessidade de ferramentas de consulta que sejam ao mesmo tempo...

Consultando fontes de dados XML heterogêneas através de modelos conceituais

Camillo, Sandro Daniel
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.33%
XML é um padrão da W3C largamente utilizado por vários tipos de aplicações para representação de informação semi-estruturada e troca de dados pela Internet. Com o crescimento do uso de XML e do intercâmbio de informações pela Internet é muito provável que determinadas aplicações necessitem buscar uma mesma informação sobre várias fontes XML relativas a um mesmo domínio de problema. No intuito de representar a informação dessas várias fontes XML, o programador é obrigado a escolher entre muitas estruturas hierárquicas possíveis na criação dos esquemas de seus documentos XML. Um mesmo domínio de informação, desta maneira, pode então ser representado de diferentes formas nas diversas fontes de dados XML existentes. Por outro lado, verifica-se que as linguagens de consulta existentes são fortemente baseadas no conhecimento da estrutura de navegação do documento. Assim, ao consultar uma determinada informação semanticamente equivalente em várias fontes é necessário conhecer todos os esquemas envolvidos e construir consultas individuais para cada uma dessas fontes. Em um ambiente de integração, entretanto, é possível gerar um modelo global que representa essas fontes. Ao construir consultas sobre um modelo global...

Uma Linguagem visual de consulta a XML baseada em ontologias

Kade, Adrovane Marques
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.28%
O volume de informações armazenadas e representadas em XML cresce rapidamente, abrangendo desde a Web até bancos de dados corporativos. Nesse contexto, surge a necessidade de mecanismos de recuperação de dados nesse formato que sejam, ao mesmo tempo, mais eficientes e mais eficazes. Várias propostas de linguagens de consulta têm sido feitas, dentre as quais podem ser citadas XQL, XML-QL e Quilt. Essas linguagens, todas textuais, são mais indicadas para manipulação programática ou para usuários experientes. Visando atingir também os usuários menos experientes, foram propostas linguagens visuais, tais como XML-GL e Xing. Todas essas linguagens, entretanto, apresentam duas características comuns: a) o usuário precisa conhecer, pelo menos em um certo nível, a estrutura interna dos documentos; b) a mesma informação, se armazenada de formas diferentes, exige instruções de consulta diferentes. A solução para esses problemas apresentada neste trabalho envolve a utilização de um modelo conceitual para representar os conceitos e as relações entre conceitos que ocorrem em documentos XML pertencentes a um determinado domínio de problema. O modelo conceitual é representado por uma ontologia do domínio do problema. Essa associação permite que consultas possam ser elaboradas tendo como base os conceitos da ontologia. Para permitir a associação da ontologia a conjuntos de documentos XML...

Uma abordagem Bottom-UP para a integração semântica de esquemas XML

Mello, Ronaldo dos Santos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.35%
XML (eXtensibile Markup Language) é um padrão atual para representação e intercâmbio dos semi-estruturados na Web. Dados semi-estruturados são dados não convencionais cujas instâncias de uma mesma fonte de dados podem ter representações altamente heterogêneas. Em função isto, um esquema para estes dados tende a ser extenso para suportar todas as alternativas de representação que um dado pode assumir. Parte do grande volume de dados disponível hoje na Web é composto por fontes de dados heterogêneas XML sobre diversos domínios do conhecimento. Para realizar o acesso a estas fontes, aplicações na Web necessitam de um mecanismo de integração de dados. O objetivo principal deste mecanismo é disponibilizar um esquema de dados global representativo dos diversos esquemas XML das fontes de dados. Com base neste esquema global, consultas são formuladas, traduzidas para consultas sobre os esquemas XML, executadas nas fontes de dados e os resultados retornados à aplicação. Esta tese apresenta uma abordagem para a integração semântica de esquemas XML relativos a um domínio de aplicação chamada BInXS. BInXS adota um processo bottom-up de integração, no qual o esquema global é definido para um conjunto de esquemas XML representadas atrtavés de DTDs (Document Type Definitions). A vantagem do processo bottom-up é que todas as informações dos esquemas XML são consideradas no esquema global. Desta forma...

Evolução de documentos XML com tempo e versões

Santos, Rodrigo Gasparoni
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.31%
A utilização de conceitos de representação temporal tem sido essencial em diversas aplicações de banco de dados, por permitir o armazenamento e a manipulação dos diferentes estados assumidos pela base de dados ao longo do tempo. Durante a evolução da base de dados, através do conceito de bitemporalidade, obtém-se acesso a informações presentes, passadas e futuras. Já o conceito de versionamento permite a existência de diversas alternativas para a evolução da base de dados, possibilitando um processo de evolução ramificada, em oposição ao usual mecanismo de evolução linear do conteúdo da base. Com a migração de tais aplicações para um ambiente Web, estas passam cada vez mais a utilizar a linguagem XML como formato de representação e intercâmbio de seus dados. Tornam-se necessários, dessa forma, mecanismos para a representação e manipulação da história do conteúdo de um documento XML que sofre modificações com o passar do tempo. Apesar da existência de propostas de extensão temporal de modelos de dados convencionais e de estratégias para o armazenamento de documentos XML em modelos convencionais, a natureza semi-estruturada dos documentos XML faz com que seja necessário definir um novo modelo de dados temporal...

Casamento de esquemas XML e esquemas relacionais; Matching of XML schemas and relational schema

Mergen, Sérgio Luis Sardi
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.31%
O casamento entre esquemas XML e esquemas relacionais é necessário em diversas aplicações, tais como integração de informação e intercâmbio de dados. Tipicamente o casamento de esquemas é um processo manual, talvez suportado por uma interface grá ca. No entanto, o casamento manual de esquemas muito grandes é um processo dispendioso e sujeito a erros. Disto surge a necessidade de técnicas (semi)-automáticas de casamento de esquemas que auxiliem o usuário fornecendo sugestões de casamento, dessa forma reduzindo o esforço manual aplicado nesta tarefa. Apesar deste tema já ter sido estudado na literatura, o casamento entre esquemas XML e esquemas relacionais é ainda um tema em aberto. Isto porque os trabalhos existentes ou se aplicam para esquemas de nidos no mesmo modelo, ou são genéricos demais para o problema em questão. O objetivo desta dissertação é o desenvolvimento de técnicas especí cas para o casamento de esquemas XML e esquemas relacionais. Tais técnicas exploram as particularidades existentes entre estes esquemas para inferir valores de similaridade entre eles. As técnicas propostas são avaliadas através de experimentos com esquemas do mundo real.; The matching between XML schemas and relational schemas has many applications...

Uma proposta para análise de similaridade entre documentos XML e ontologias definidas em OWL; A proposal to evaluate the similarity between XML documents and ontologies specified in OWL

Noll, Rodrigo Perozzo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.28%
O casamento de documentos e esquemas é aplicável em diversos cenários, como integração de dados, data warehouse, e processamento semântico de consultas. A maioria das propostas baseia-se na similaridade léxica ou semântica entre as representações. No entanto, existem poucas propostas para casamento de documentos XML e ontologias e, na maioria das vezes, exigem intervenção de um especialista. Neste contexto, o trabalho aqui apresentado objetiva propor uma estrutura que identifique o grau de similaridade entre estruturas definidas em XML e ontologias, considerando perspectivas léxicas e semânticas. Para tanto, foram avaliadas propostas encontradas na literatura para análise de similaridade entre esquemas, considerando ambas as perspectivas, visando identificar padrões e melhores práticas. Posteriormente, integraram-se estes padrões e boas práticas para avaliar a viabilidade prática da proposta. Com base no resultado da análise de viabilidade, desenvolveu-se um estudo de caso que avaliou os resultados obtidos. A principal contribuição deste trabalho diz respeito à automatização da avaliação de similaridade, possibilitando definir qual modelagem conceitual (ontologia) melhor descreve um documento XML.; Document and schema matching is relevant in many scenarios...

Detecção, gerenciamento e consulta a réplicas e a versões de documentos XML; Detection, management and querying of replicas and versions of XML documents

Saccol, Deise de Brum
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
37.35%
O objetivo geral desta tese é a detecção, o gerenciamento e a consulta às réplicas e às versões de documentos XML. Denota-se por réplica uma cópia idêntica de um objeto do mundo real, enquanto versão é uma representação diferente, mas muito similar, deste objeto. Trabalhos prévios focam em gerenciamento e consulta a versões conhecidas, e não no problema da detecção de que dois ou mais objetos, aparentemente distintos, são variações (versões) do mesmo objeto. No entanto, o problema da detecção é crítico e pode ser observado em diversos cenários, tais como detecção de plágio, ranking de páginas Web, identificação de clones de software e busca em sistemas peer-to-peer (P2P). Nesta tese assume-se que podem existir diversas réplicas de um documento XML. Documentos XML também podem ser modificados ao longo do tempo, ocasionando o surgimento de versões. A detecção de réplicas é relativamente simples e pode ser feita através do uso de funções hash. Já a detecção de versões engloba conceitos de similaridade, a qual pode ser medida por várias métricas, tais como similaridade de conteúdo, de estrutura, de assunto, etc. Além da análise da similaridade entre os arquivos também se faz necessária a definição de um mecanismo de detecção de versões. O mecanismo deve possibilitar o gerenciamento e a posterior consulta às réplicas e às versões detectadas. Para que o objetivo da tese fosse alcançado foram definidos um conjunto de funções de similaridade para arquivos XML e o mecanismo de detecção de réplicas e de versões. Também foi especificado um framework onde tal mecanismo pode ser inserido e os seus respectivos componentes...

Novas abordagens para compressão de documentos XML; New approaches for compression of XML documents

Márlon Amaro Coelho Teixeira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.38%
Atualmente, alguns dos fatores que determinam o sucesso ou fracasso das corporações estão ligados a velocidade e a eficiência da tomada de suas decisões. Para que estes quesitos sejam alcançados, a integração dos sistemas computacionais legados aos novos sistemas computacionais é de fundamental importância, criando assim a necessidade de que velhas e novas tecnologias interoperem. Como solução a este problema surge a linguagem XML, uma linguagem auto-descritiva, independente de tecnologia e plataforma, que vem se tornando um padrão de comunicação entre sistemas heterogêneos. Por ser auto-descritiva, a XML se torna redundante, o que gera mais informações a ser transferida e armazenada, exigindo mais recursos dos sistemas computacionais. Este trabalho consiste em apresentar novas abordagens de compressão específicas para a linguagem XML, com o objetivo de reduzir o tamanho de seus documentos, diminuindo os impactos sobre os recursos de rede, armazenamento e processamento. São apresentadas 2 novas abordagens, assim como os casos de testes que as avaliam, considerando os quesitos: taxa de compressão, tempo de compressão e tolerância dos métodos a baixas disponibilidades de memória. Os resultados obtidos são comparados aos métodos de compressão de XML que se destacam na literatura. Os resultados demonstram que a utilização de compressores de documentos XML pode reduzir consideravelmente os impactos de desempenho criados pela linguagem; Actually...

Especificação de uma MIB XML para o gerenciamento de sistemas

Soares, Andrey
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: ii, 68 f.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
37.28%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação.; Este trabalho apresenta a utilização da XML no gerenciamento de sistemas. Mais especificamente, com o mapeamento de informações de uma MIB para documentos XML. Inicialmente, são identificadas as arquiteturas de gerenciamento de sistemas baseadas em agentes SNMP e XML, os quais possuem o objetivo de manipular informações em uma MIB. Em seguida, são definidas as informações que farão parte da MIB proposta, bem como um resumo com os passos para o desenvolvimento de uma MIB. O primeiro passo para o mapeamento MIB - XML é a criação dos arquivos DTD, que representam a estrutura das informações. A partir do arquivo DTD, gera-se o arquivo XML que contém as informações da MIB. O trabalho ainda descreve alguns procedimentos para otimizar a geração de arquivos XML e para compatibilizar as MIBs. Finalmente, é apresentada uma aplicação Web, como forma de validar e demonstrar a utilização de documentos XML, além dos resultados obtidos e as novas propostas de trabalho.

Uma proposta de mapeamento do modelo XML Schema para o modelo relacional

Mauricio, Cláudio Roberto Marquetto
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 1 v.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
37.36%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação.; O uso da XML como padrão para intercâmbio de dados gera a necessidade de um esquema comum a ser seguido pelos sistemas envolvidos. Os mecanismos mais usados para a definição de esquemas XML são a DTD e a XML Schema. Com estas tecnologias, é possível definir a estrutura a ser seguida pelos documentos XML a serem intercambiados, estabelecendo um protocolo de troca de informações independente do mecanismo de armazenamento de dados usado pelos sistemas. Neste contexto, é necessário que os sistemas comunicantes sejam capazes de transformar seu modelo de dados em XML para o modelo de dados utilizado pelo sistema e vice-versa. O modelo de dados relacional é utilizado por muitos destes sistemas, considerando a grande disponibilidade de Sistemas Gerenciadores de Bancos de Dados (SGBDs) que adotam este modelo. Para isso, estes sistemas devem desenvolver mecanismos para exportar os dados de suas tabelas no formato XML e também para decompor documentos XML e armazená-los no SGBD. Estes mecanismos devem ser genéricos, dinâmicos e eficientes para garantir uma atividade adequada de intercâmbio de dados. Assim sendo...

Uma proposta de mapeamento do modelo de banco de dados orientado a objetos para o modelo XML Schema

Peres, Fabiana Frata Furlan
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.31%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-graduação em Ciência da Computação; Atualmente encontramos diversos domínios de aplicação com um grande número de sistemas heterogêneos e distribuídos que realizam troca de dados entre si. Estes sistemas podem utilizar modelos de dados distintos. Neste contexto, a XML possibilita a definição de uma linguagem padrão para a representação de dados de um domínio, permitindo que estes sejam compartilhados entre os sistemas. Entretanto, para um compartilhamento efetivo destes dados, cada aplicação precisa conhecer o esquema dos documentos XML que ela exporta ou importa, e também desenvolver um mecanismo de mapeamento deste esquema XML para o seu esquema de dados local. Assim sendo, este trabalho foca em uma parte desta problemática, propondo uma abordagem de mapeamento de esquemas de bancos de dados orientados a objetos para esquemas XML. A abordagem proposta visa a geração de um esquema XML a partir de um esquema de um banco de dados orientado a objeto. Para tanto, são definidas regras para a realização deste mapeamento e um algoritmo que apresenta uma seqüência de passos para a aplicação destas regras. O esquema XML adotado é baseado no modelo da linguagem XML Schema...

XML templates for constraints (XTC) : um nível de abstracção para linguagens de especificação de restrições

Jacinto, Marta Henriques; Ramalho, José Carlos; Henriques, Pedro Rangel
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2003 POR
Relevância na Pesquisa
37.31%
Os DTDs permitem etiquetar um texto e validar a sua estrutura contra uma gramática. As linguagens de especificação de restrições (XML Constraint Specification Languages), nomeadamente o XCSL, o Schematron e os XML-Schemas, num nível mais elevado, já permitem validar aspectos não estruturais dos documentos XML, tais como: relações entre elementos, ou atributos, pertencentes a diferentes contextos; invariantes sobre modelos de dados; e restrições ao valor dos elementos, ou atributos. O sistema XCSL (XML Constraint Specification Language) nasceu no seio do nosso grupo de investigação [7]. No entanto esta linguagem foi testada em pé de igualdade com Schematron e XML-Schema. Usou-se um conjunto considerável de casos de estudo para testar e comparar estas três linguagens em termos: dos tipos de restrições especificáveis; da facilidade de aprendizagem/utilização; da informação devolvida ao utilizador. Os resultados mais significativos foram descritos em [3]. Fazendo esta comparação, apercebemo-nos que em cada linguagem e para cada tipo de restrição há um texto fixo e um conjunto de partes variáveis, sendo este último comum às várias linguagens. Tendo em conta estas partes variáveis, criámos templates para cada tipo de restrição...

Processing XML : a rewriting system approach

Simões, Alberto; Almeida, J. J.
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em /05/2010 ENG
Relevância na Pesquisa
37.31%
SIMÕES, Alberto ; CRUZ, Daniela da ; RAMALHO, José Carlos, ed. lit. – “XATA 2010 XML : associated technologies and applications, 8, Vila do Conde, 2010”. [S.l. : s.n.], 2010. ISBN 978-972-99166-9-4.; Nowadays XML processing is performed using one of two approaches: using the SAX (Simple API for XML) or using the DOM (Document Ob ject Model). While these two approaches are adequate for most cases there are situations where other approaches can make the solution easier to write, read and, therefore, to maintain. This document presents a rewriting approach for XML documents processing, focusing the tasks of transforming XML documents (into other XML formats or other textual documents) and the task of rewriting other textual formats into XML dialects. These approaches were validated with some case studies, ranging from an XML authoring tool to a dictionary publishing mechanism.

INDEX STRUCTURES FOR XML DATABASES

MOHAMMAD, SAMIR
Fonte: Quens University Publicador: Quens University
Tipo: Tese de Doutorado
EN; EN
Relevância na Pesquisa
37.35%
Extensible Markup Language (XML) is a de facto standard for data exchange in the World Wide Web. Indexing plays a key role in improving the execution of XML queries over that data. In this thesis we discuss the three main categories of indexes proposed in the literature to handle the XML semistructured data model, and identify limitations and open problems related to these indexing schemes. Based on our findings, we propose two novel XML index structures to overcome most of these limitations: a native index structure called Level-based Tree Index for XML databases (LTIX) and a relational index structure called Universal Index Structure for XML data (UISX). A proper labeling scheme is an essential part of a well-built XML index structure. We found that existing labeling schemes are not suitable for our index structures and therefore propose a novel labeling scheme, Level-based Labeling Scheme (LLS), which has the advantages of most popular types of labeling schemes while eliminating the main disadvantages. We then combine our LLS labeling scheme with our index structures. An evaluation shows that LLS performs well in comparison to existing labeling schemes using different mappings to relational tables. We propose the LTIX to minimize the number of joins and matches required to evaluate twig queries...

Processing XML with Java – a performance benchmark

Oliveira, Bruno; Santos, Vasco; Belo, Orlando
Fonte: Society of Digital Information and Wireless Communications Publicador: Society of Digital Information and Wireless Communications
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 ENG
Relevância na Pesquisa
37.31%
Over time, XML markup language has acquired a considerable importance in applications development, standards definition and in the representation of large volumes of data, such as databases. Today, processing XML documents in a short period of time is a critical activity in a large range of applications, which imposes choosing the most appropriate mechanism to parse XML documents quickly and efficiently. When using a programming language for XML processing, such as Java, it becomes necessary to use effective mechanisms, e.g. APIs, which allow reading and processing of large documents in appropriated manners. This paper presents a performance study of the main existing Java APIs that deal with XML documents, in order to identify the most suitable one for processing large XML files

Performance analysis of Java APIS for XML processing

Oliveira, Bruno; Santos, Vasco; Belo, Orlando
Fonte: SDIWC - Digital Library Publicador: SDIWC - Digital Library
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 ENG
Relevância na Pesquisa
37.31%
Over time, XML markup language has acquired a considerable importance in applications development, standards definition and in the representation of large volumes of data, such as databases. Today, processing XML documents in a short period of time is a critical activity in a large range of applications, which imposes choosing the most appropriate mechanism to parse XML documents quickly and efficiently. When using a programming language for XML processing, such as Java, it becomes necessary to use effective mechanisms, e.g. APIs, which allow reading and processing of large documents in appropriated manners. This paper presents a performance study of the main existing Java APIs that deal with XML documents, in order to identify the most suitable one for processing large XML files.

An application to create problem-specific document object models for XML

Zhu, Liangxiao
Fonte: Rochester Instituto de Tecnologia Publicador: Rochester Instituto de Tecnologia
Tipo: Masters Project Formato: 158332 bytes; 34844 bytes; application/pdf; application/pdf
EN_US
Relevância na Pesquisa
37.36%
XML is widely used today. How to parse XML documents and manipulate XML data are very important tasks and popular topics in the software industry. There are several ways of handling XML data today. One of them is to turn an XML document into a tree structure of data. The most popular API of this model is W3C Document Object Model (DOM). But what DOM provides is a generic data model rather than a problem-specific model, which makes it complicated and inefficient. And in many cases, programmers don't use the generic data model. More often, they need an object model that is specific to a particular problem. This is where this project comes in. The purpose of this project is to develop an application that turns XML sources of a particular schema into a Problem-Specific Document Object Model (PSDOM). This application contains an XML styled, user-friendly Class Definition Language. It contains a CDF compiler that compiles Class Definition Files (CDF) into observers and element classes. It also has a binding framework that uses the "observer" idea from Dr. Schreiner's "oops" project to un-marshal XML documents into problem-specific object trees. Compare to the W3C DOM, this model is lightweight. It parses XML documents more efficiently. And this model makes it easier to create applications processing XML data. Compare to the Sun's JAXB...