Página 2 dos resultados de 1535 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Subsídios para um programa de manejo da resistência de Aphis gossypii Glover, 1877 a inseticidas na cultura do algodão.; Bases for an insecticide resistance management program of Aphis gossypii Glover, 1877 in cotton crop.

Konno, Roberto Hiroyuki
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/02/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.3%
O objetivo do presente trabalho foi o de coletar informações básicas para a implementação de um programa de manejo da resistência de Aphis gossypii Glover, 1877 a inseticidas na cultura do algodão. Para tanto, foram caracterizadas as linhas-básicas de suscetibilidade de A. gossypii aos inseticidas carbosulfam, tiametoxam e endosulfam por meio de um bioensaio de contato residual. Posteriormente, foi realizado um monitoramento da suscetibilidade a esses inseticidas em populações de A. gossypii que foram coletadas nas regiões de Acreúna-GO, Ituverava-SP, Rondonópolis-MT e Unai-MG nas safras de algodão de 2001/2002 a 2003/2004. Em cada safra, as coletas de pulgões foram realizadas no início, meio e final do ciclo da cultura. Não foram observadas diferenças significativas na suscetibilidade de populações de A. gossypii para tiametoxam e endosulfam. Por outro lado, houve redução significativa na suscetibilidade ao carbosulfam ao longo do ciclo da cultura. No entanto, foi observado um restabelecimento parcial da suscetibilidade ao carbosulfam no início da safra subseqüente, sugerindo assim a instabilidade da resistência. A razão de resistência de A. gossypii ao carbosulfam foi de 5,7 vezes. Não foi verificada a presença de resistência cruzada entre carbosulfam e os inseticidas tiametoxam e endosulfam. Estudos de dinâmica da resistência de A. gossypii ao carbosulfam realizados em condições de laboratório mostraram que a resistência é instável...

Efeito de alguns inseticidas sobre a mariposa Plutella xylostella (L., 1758) (Lepidoptera, Plutellidae) por meio de iscas esterilizantes.; Inseticide effects on the diamondback moth Plutella xylostella (L., 1758) (Lepidoptera, Plutellidae) by using sterilizing baits.

Tiba, Leticia Mika
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/04/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.24%
A mariposa Plutella xylostella (L., 1758) (Lepidoptera, Plutellidae), conhecida popularmente como traça das crucíferas, é uma importante praga da cultura das brássicas no Brasil e em diversos países. Seu controle normalmente é realizado com aplicações freqüentes de inseticidas convencionais, porém esse controle tem se mostrado ineficiente, além dos problemas ambientais, econômicos e de resistência de insetos que pode causar. A quimioesterilização apresenta-se como uma alternativa para o manejo desta praga, utilizando inseticidas modernos, mais seletivos aos inimigos naturais e de menor impacto ambiental. O objetivo deste trabalho foi estudar o emprego de alguns inseticidas com propriedades esterilizantes sobre a fase adulta de Plutella xylostella determinando as dosagens adequadas que atuaram sobre sua reprodução. Os produtos foram fornecidos às mariposas em forma de iscas que consistiram em: solução do produto + melaço 10%. Os inseticidas utilizados e suas respectivas dosagens foram abamectina (0,0025 g i.a./L calda), diflubenzurom (0,005 g i.a./L calda), lufenurom (0,005 g i.a./L calda) e piriproxifem (0,01 g i.a./L calda), além da testemunha. Apenas o tratamento com abamectina afetou a fecundidade de Plutella xylostella...

Efeitos letais e subletais de inseticidas sobre Tamarixia radiata (Waterston, 1922) (Hymenoptera:Eulophidae); Lethal and sublethal effects of insecticides on Tamarixia radiata (Waterston, 1922) (Hymenoptera: Eulophidae)

Ferrari, Beatriz Maria
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.3%
Tamarixia radiata (Waterston, 1922) é um dos principais agentes de controle biológico de Diaphorina citri Kuwayama, vetor de huanglongbing, no Brasil. Esse parasitóide apresenta alta eficiência de parasitismo, grande capacidade de dispersão, estabelecimento e adaptação em campo. No entanto, a eficiência desse inimigo natural pode ser afetada devido ao uso indiscriminado de pesticidas na citricultura para o controle de diversas pragas e pela carência de estudos que avaliam o impacto total de inseticidas. Sendo assim, os objetivos do trabalho foram: avaliar os efeitos letais e subletais de alguns inseticidas sobre adultos e pupas de T. radiata. Além da mortalidade, foram também avaliados os efeitos de inseticidas sobre a capacidade de parasitismo, a longevidade, a razão sexual e a taxa instantânea de crescimento de T. radiata. Os inseticidas avaliados foram: imidacloprid (neonicotinóide), lambda-cyhalothrin (piretróide) e abamectin (avermectina) nas concentrações recomendada de 96; 7,5 e 3,2 mg de ingrediente ativo por litro de água (ppm) respectivamente, além de 10 e 50% da concentração recomendada de cada inseticida. O método de bioensaio adotado foi o de contato residual do inseticida em adultos do parasitóide...

Aplicação de inseticidas em grandes parcelas experimentais para o controle de pragas na cultura do café

Toledo, Melissa Alves de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: ix, 44 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia (Entomologia Agrícola) - FCAV; Estudos foram realizados a fim de avaliar a eficácia de inseticidas no controle da broca-do-café em grandes parcelas experimentais, avaliar o efeito do inseticida profenofós + lufenuron nas fases larval e de ovos, em condições de campo e de laboratório e estudar os custos do tratamento fitossanitário para o controle da brocado- café e do bicho-mineiro. Para o controle da broca-do-café, utilizou-se: T1- Curyon 550 CE (profenofós+lufenuron) 0,8 L/ha; T2- padrão -Thiodan 350 CE (endosulfan) 2 L/ha; T3- Thiodan 350 CE (endosulfan) 2,5 L/ha; T4- Verdadero 600 WG + Actara 250 CE (ciproconazole+tiametoxan) + (tiametoxan) 1+1 L/ha, e T5- testemunha. Foram avaliados números de grãos broqueados, ovos, larvas e adultos da broca-do-café, eficiência dos inseticidas e a qualidade em relação ao tipo de café. Observou-se maior eficácia de controle com o endosulfan nas duas dosagens utilizadas, em relação aos demais tratamentos. A qualidade do café nas parcelas tratadas com endosulfan, houve menor número de defeitos, sendo...

Efeito de inseticidas na qualidade da cana-de-açúcar e microbiota da fermentação etanólica sob infestação de Sphenophorus levis

Nunes, Bruno de Moraes
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: iii, 41 f.
POR
Relevância na Pesquisa
37.24%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Microbiologia Agropecuária - FCAV; As medidas de controle utilizadas no controle de Sphenophorus levis ainda são consideradas insuficientes e alguns dos inseticidas utilizados tem demonstrado efeito fisiológico na cana. Os objetivos desta pesquisa foram avaliar em condições de campo, a eficiência de inseticidas (imidaclorpide, etiprole, - cipermetrina, tiametoxam+ -cialotrina e mistura dos fungos entomopatogênicos Beauveria bassiana+Metarhizium anisopliae) no controle de adultos do S. levis e os efeitos dos inseticidas sobre a qualidade da matéria-prima sadia, analisando-se parâmetros convencionais (Brix, Pureza, Pol, ART, AR, ATR e Fibra) e nãoconvencionais (acidez total e volátil, compostos fenólicos e nutrientes) e a microbiota presente durante a fermentação etanólica. Não foi observada eficiência dos inseticidas no controle de adultos de Sphenophorus levis. O inseticida tiametoxam+ -cialotrina provocou atraso na maturação da cana-de-açúcar, indicada através dos resultados obtidos para os parâmetros convencionais (Pol, Pureza, ART, AR e ATR), não-convencionais (acidez total e teores de nutrientes), e microbiológicos (número de micro-organismos totais...

Biologia de Spodoptera frugiperda (J. E. Smith, 1797) (Lepidoptera: Noctuidae) exposta a inseticidas durante a fase larval

Silva, Rosemery Ferraz da
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: viii, 49 f. : grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Pós-graduação em Agronomia (Proteção de Plantas) - FCA; A localização das lagartas de Spodoptera frugiperda no interior do cartucho-do-milho, muitas vezes, dificulta a absorção da dose de inseticida necessária a sua morte, de tal forma que uma porcentagem significativa de insetos absorvem doses subletais, sofrendo evidentemente alterações na sua biologia e capacidade reprodutiva. Dessa forma, esse trabalho se propôs a verificar a ação de diferentes concentrações de clorpirifós, deltametrina e lufenuron no desenvolvimento larval e performance biológica de S. frugiperda em dieta artificial e natural (folhas de milho) sob condições controladas (em temperatura de 25 +/- 2ºC, umidade relativa de 70 % e fotofase de 14 horas). Folhas de milho foram mergulhadas em soluções contendo clorpirifós nas concentrações 0,15; 0,25; 0,35; 0,50; 0,75; 1,00; 2,00; 4,00; 8,00; 16,00 e 32,00 ppm, deltametrina nas concentrações 0,20 e 0,40 ppm e lufenuron nas concentrações 0,20; 0,50 e 1,00 ppm, em seguida fornecidas para as lagartas, 48 horas após a eclosão. Também foram preparadas dietas artificiais específicas para S. frugiperda contendo os mesmos inseticidas nas respectivas concentrações...

Cultivares, espaçamentos e modos de aplicação de inseticidas sobre a população do Tripes do Prateamento Enneothrips flavens Moulton (Thysanoptera: Thripidae) e seus reflexos na produção do amendoinzeiro

Néris, Cristiane Navarrete
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xiv, 63 f.
POR
Relevância na Pesquisa
37.3%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia - FEIS; O amendoinzeiro (Arachis hypogaea L.) tem o tripes do prateamento Enneothrips flavens como praga limitante à sua produção. O controle desse inseto atualmente é realizado com inseticidas convencionais, entretanto, a integração de táticas de controle poderá proporcionar uma solução mais estável e duradoura para o controle desta praga na cultura. Este trabalho teve por objetivo estudar o efeito de cultivares, espaçamentos e modos de aplicação de inseticidas sobre o tripes do prateamento E. flavens e seus reflexos na produção do amendoinzeiro. Os experimentos foram conduzidos na Fazenda de Ensino, Pesquisa e Extensão - FEPE/UNESP, localizada no município de Selvíria-MS. O primeiro experimento foi instalado na época da seca com semeadura realizada em 17/02/2004, no delineamento em blocos casualizados, com parcelas subdivididas, num esquema fatorial 2x2x4 representado por espaçamentos (0,70 e 0,90 m entre linhas), cultivares de crescimento rasteiro (IAC-Caiapó e Tégua) e modos de aplicação de inseticidas (1- granulado no solo + 8 pulverizações foliares; 2- tratamento de sementes; 3- 9 pulverizações foliares e 4- testemunha...

Aspectos ecotoxicológicos dos inseticidas diflubenzuron e teflubenzuron para o pacú (Piaractus mesopotamicus)

Winkaler, Elissandra Ulbricht
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xi, 70 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
37.3%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Aquicultura - FCAV; Dentre os agrotóxicos comumente utilizados na piscicultura para controle de ectoparasitos e insetos aquáticos, destacam-se o diflubenzuron (Dimilin®) e o teflubenzuron (Nomolt®), inseticidas com ação reguladora do crescimento. Na aqüicultura, o tratamento com inseticidas pode ser realizado com a aplicação direta na água, ou administração na ração dos animais. Apesar de muito utilizados, poucos são os trabalhos sobre ecotoxicologia, comportamento e bioacumulação do diflubenzuron (DFB) e teflubenzuron (TFB) na água e seus efeitos em organismos aquáticos de clima tropical. Os objetivos deste trabalho foram: estimar a toxicidade (CL(50-96h)) do DFB e TFB para o pacu (Piaractus mesopotamicus), calcular o risco alimentar para o consumo humano, determinar resíduos de DFB e TFB na água, sedimento e músculo de pacus, após a exposição aos inseticidas na água ou na ração dos peixes e analisar a atividade hepática das enzimas glutationa-S-transefrase (GST) e catalase (CAT) em pacus alimentados com ração acrescida de DFB ou TFB. A CL50;96h do DFB para o pacu foi superior a 1200 mg.L-1 e a do TFB...

Ação e doses dos inseticidas lufenuron e lambdacialotrina no controle de spodoptera frugiperda (J. e. Smith, 1797) (Lepidoptera: noctuidae)

Silva, Rosemery Ferraz da
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: iv, 50 f. : il. color., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia (Proteção de Plantas) - FCA; Visando obter informações que possam contribuir para o melhor entendimento da eficácia de controle da lagarta do cartucho do milho, empregando defensivos agrícolas com diferentes mecanismos de ação, em diferentes doses, desenvolveu-se o presente trabalho procurando verificar o período de ação e o local de deposição na folha de milho, dos inseticidas lufenuron e lambdacialotrina, aplicados em pulverização com barra montada. Semeou-se uma área de 5.700 m2 com milho (Zea mays) do cultivar AL 25, na Fazenda Piloto do Departamento de Ciências Agrárias da Universidade de Taubaté. A pulverização dos defensivos agrícolas foi realizada aos 30 dias após a emergência das plantas, utilizando um trator com uma barra de pulverização de 12 m e pontas do tipo XR 8001 e XR 80015. O trator se deslocou a velocidade de 4 km/h numa parte da área e a 6 km/h na outra parte, de tal maneira que as subáreas receberam diferentes doses dos inseticidas, de acordo com a ponta utilizada e a velocidade de deslocamento do trator, obtendo-se 9 tratamentos. Após a pulverização dos inseticidas no campo, foi coletada a antepenúltima folha lançada de 10 plantas ao acaso em cada subárea...

Susceptibilidade larval de duas populações de Aedes egypti a inseticidas químicos

Campos,Jairo; Andrade,Carlos FS
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2001 PT
Relevância na Pesquisa
37.24%
OBJETIVO: A susceptibilidade dos insetos tem sido um dos mais importantes aspectos a ser monitorados em programas de saúde pública que tratam do controle de vetores. O estudo objetiva avaliar a susceptibilidade de larvas de Aedes aegypti a inseticidas químicos em áreas sujeitas ou não a controle. MÉTODOS: Bioensaios foram realizados com concentração de diagnóstico e concentração múltipla, segundo padrão da Organização Mundial de Saúde para as coletas de larvas de Aedes aegypti, em uma área não sujeita -- Campinas, SP -- e em uma outra área sujeita -- Campo Grande, MS -- a tratamentos químicos de controle. RESULTADOS: Larvas de Aedes aegypti coletadas em Campinas indicaram resistência potencial à concentração-diagnóstico (CD) de 0,04 ppm do organofosforado temephos. O teste de concentração múltipla registrou sobrevivência de 24,5% à concentração de 0,0125 ppm. A susceptibilidade dessa mesma linhagem foi avaliada para o organofosforado fenitrothion (CD=0,08 ppm) e o piretróide cipermetrina (CD=0,01 ppm), resultando em valores normais para essas concentrações. Larvas de Ae. aegypti coletadas em Campo Grande mostraram susceptibilidade normal ao temephos (CD=0,04 ppm) e à cipermetrina (CD=0,01 ppm). Também foram estabelecidas as CL50 e as CL95 de cipermetrina 25 CE...

Suscetibilidade de larvas de Culex quinquefasciatus a diferentes inseticidas

Alves,Stênio Nunes; Tibúrcio,Jacqueline Domingues; Melo,Alan Lane de
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.24%
INTRODUÇÃO: O presente estudo teve como objetivo avaliar a suscetibilidade de larvas de Culex quinquefasciatus a dois piretróides (Cipermetrina e Deltametrina), dois derivados da Avermectina (ivermectina e abamectina) e a um organofosforado (Temefós). MÉTODOS: Larvas de 3º e 4º instares de C. quinquefasciatus foram expostas a diferentes concentrações destes (onze repetições) seguindo o protocolo da Organização Mundial de Saúde. Uma hora após a exposição, as larvas foram lavadas em água desclorada, transferidas para recipientes plásticos contendo água sem cloro, alimentadas e observadas por períodos de 24h, até se transformarem em adultos. Para a determinação das concentrações letais, os valores foram submetidos à análise de regressão usando o modelo probit pelo programa Minitab 15. RESULTADOS: Diferenças entre as estimativas da CL50 e CL90 justificaram que a população de mosquitos testada apresenta heterogeneidade em resposta aos inseticidas, sendo a maior concentração utilizada para a CL50, a partir da análise de probit para o Temefós. Todos os inseticidas avaliados causaram mortalidade mais acentuada nas primeiras 24h exceto quando expostas à ivermectina. CONCLUSÕES: As larvas são suscetíveis a todos os inseticidas testados e há uma necessidade de um monitoramento dos inseticidas utilizados.

Inseticidas botânicos aplicados sobre Aphis gossypii e seu predador Cycloneda sanguinea em algodão-colorido

Breda,Mariana Oliveira; Oliveira,José Vargas de; Marques,Edmilson Jacinto; Ferreira,Rachel Gonçalves; Santana,Mauricéa Fidelis
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.24%
O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos de inseticidas botânicos sobre Aphis gossypii e seu predador Cycloneda sanguinea, em algodão-colorido. Foram avaliados inseticidas botânicos à base de azadiractina, extrato aquoso de sementes de nim e óleo de mamona, nas concentrações de 0 a 2%, de 0 a 2,5% e de 0 a 3%, respectivamente. Os bioensaios, em delineamento inteiramente casualizado, foram realizados em laboratório. A mortalidade do pulgão variou de 64 a 100% para azadiractina; 12 a 92% para extrato aquoso de nim; e 8 a 68% para óleo de mamona. A taxa instantânea de crescimento mostrou-se negativa a partir da concentração 1,25% para azadiractina, 2,25% para extrato aquoso de nim, e 3,0% para óleo de mamona. Todos os inseticidas apresentaram toxicidade para larvas de 1º instar do predador, com mortalidade de 96,7 a 100% para azadiractina e extrato aquoso de nim, e de 50 a 100% para óleo de mamona. Para o 4º instar, a mortalidade variou de 87,5 a 100% para azadiractina, 73,3 a 100% para o extrato de nim, e 43,3 a 100% para o óleo de mamona. Os inseticidas testados são promissores para o manejo de A. gossypii, porém mostraram-se pouco seletivos a C. sanguinea.

Avaliação da suscetibilidade a inseticidas de populações da traça-das-crucíferas de algumas áreas do Brasil

Castelo Branco,Marina; França,Félix H.; Pontes,Ludmilla A.; Amaral,Pablo S.T.
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.3%
A traça-das-crucíferas (TDC) é a praga mais importante do repolho, sendo basicamente controlada por inseticidas. Em alguns casos, as lavouras são pulverizadas duas a quatro vezes por semana, sem sucesso. Isto acontece porque, em muitos casos, são empregados inseticidas ineficientes, para os quais a praga já apresenta resistência. Trabalhos anteriores demonstraram ser possível determinar os inseticidas ineficazes para o controle da TDC em testes de laboratório, através do uso da dosagem recomendada. Neste trabalho foram coletadas larvas e pupas do inseto nos estados do Ceará (Tianguá), Minas Gerais (Barroso), Bahia (Mucugê), Mato Grosso (Sinop) e no Distrito Federal (Brazlândia e Embrapa Hortaliças). As populações foram criadas em laboratório e, dependendo do número de larvas de primeira geração, estas foram tratadas com as dosagens recomendadas de abamectin, acefato, B. thuringiensis, cartap, clorfluazuron, deltametrina e spinosad. Foi previamente assumido que um inseticida eficiente seria aquele que causasse a mortalidade de mais de 90% das larvas. Os resultados mostraram que a eficiência dos inseticidas variou entre as diferentes áreas. Spinosad causou a mortalidade de l00% das larvas em todos os locais. Foram ineficientes acefato...

Fatores que afetam a eficiência de inseticidas sobre Spodoptera frugiperda Smith em milho

Silva,Mauro Tadeu Braga da
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/1999 PT
Relevância na Pesquisa
37.3%
A lagarta-do-cartucho (Spodoptera frugiperda) é uma praga importante do milho (Zea mays L.), sendo muitas vezes controlada com inseticidas. Nos municípios de Cruz Alta, Fortaleza dos Valos e Pejuçara - RS, há relatos de ineficiência de inseticidas. Neste sentido, foram conduzidos três experimentos a campo envolvendo, respectivamente, época, modo e volume de aplicação de inseticidas. As avaliações, baseadas no número de lagartas vivas e mortas por planta, foram realizadas aos quatro e oito dias após a aplicação dos inseticidas. A eficiência dos inseticidas variou em função da época, modo de aplicação e do volume de calda aplicado, sendo menor nas aplicações tardias (danos severos), em área total e com menor volume de calda (150l/ha). Entretanto, maior eficiência foi observada nas aplicações logo que surgiam os primeiros sintomas de ataque, apenas sobre a fileira das plantas, dirigindo-se o jato para o interior do cartucho e com maior volume de calda (300l/ha). O inseticida lufenurom (12,5g i.a./ha), usado nos três experimentos, propiciou maior nível de controle.

Análise in silico e polimorfismo genético das glutationa stransferases da classe epsilon de anopheles gambiae (diptera: culicidae): possíveis implicações na resistência a inseticidas químicos.

Maia, Rafael Trindade; Lopes, Constância Flávia Junqueira Ayres (Orientadora); Soares, Thereza Amélia (Coorientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Tese de Doutorado
BR
Relevância na Pesquisa
37.24%
O mosquito Anopheles gambiae (Diptera: Culicidae) é considerado o principal vetor do Plasmodium, o agente etiológico da malária, a doença parasitária que mais leva ao óbito em todo o mundo. O uso intensivo de alguns inseticidas químicos, entre os quais o DDT, direcionados para o controle desse vetor, levou à seleção de linhagens resistentes de An. gambiae. Desta forma, os mecanismos de resistência aos inseticidas vêm sendo amplamente estudados com o intuito de desenvolver novas estratégias de controle populacional do vetor. As glutationa s-transferases (GSTs) são enzimas de detoxificação celular que desempenham um importante papel biológico no metabolismo de xenobióticos através da conjugação da glutationa reduzida (GSH), tornandoos mais solúveis e facilmente excretados da célula. As GSTs da classe epsilon em An. gambiae (AgGSTE) apresentam atividade anti-DDT, especialmente a AgGSTE2, cuja estrutura encontra-se disponível no PDB. Também já foi demonstrado que a enzima AgGSTE5, cuja estrutura tridimensional ainda não foi elucidada, apresentou super expressão em presença do DDT. Assim, o objetivo do presente trabalho foi construir e validar um modelo tridimensional para elicidação da estrutura da AgGSTE5 através da modelagem comparativa e simular a dinâmica molecular da AgGSTE2 e AgGSTE5 e de uma isoforma mutante (AgGSTE2mut). Nas simulações de Dinâmica Molecular (DM) foram feitas por um período de 50 nanossegundos com e sem o ligante (GSH). Após a dinâmica...

Análise de risco para manejo da resistência a toxina Cryac e inseticidas convencionais e estudos de diversidade genétíca de Anticarsia gemmatalis Hübner e Pseudoplusia includens (Walker) (Lepidopttera : Noctuidae) no Brasil

Yano, Silvia Akimi Cavaguchi
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 84f. : il., tabs.; application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
37.24%
Orientador : Dr. Daniel Ricardo Sosa-Gómez; Tese (doutorado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas (Entomologia). Defesa: Curitiba, 27/02/2012; Inclui referências; Área de concentração : Entomologia; Resumo: Anticarsia gemmatalis Hubner e Pseudoplusia includens (Walker) sao importantes pragas da cultura da soja. A principal forma de controle dessas pragas e por meio de aplicacoes de inseticidas quimicos e com a introducao da soja geneticamente modificada com o gene de Bacillus thuringiensis, tornam-se necessarios os estudos de analise de risco para evitar a selecao de insetos resistentes e tambem a investigacao da variabilidade genetica destas pragas nas regioes produtoras de soja sao fundamentais para a implementacao de um manejo de resistencia de insetos no Brasil. Assim, os objetivos desse trabalho foram: determinar as linhas discriminatorias de P. includens aos diferentes grupos de inseticidas, avaliar a suscetibilidade a proteina Cry1Ac em populacoes de P. includens coletadas nas principais regioes produtoras de soja no Brasil durante as safras agricolas 2008/09, 2009/10 e 2010/11 e de A. gemmatalis nas safras 2008/09 e 2010/11 e verificar se ha diferenca na suscetibilidade das populacoes de lagartas provenientes de diferentes regioes geograficas e avaliar a variabilidade genetica e fluxo genico das populacoes de A. gemmatalis e P. includens utilizando sequencias de DNA mitocondriais. Para determinar as linhas discriminatorias de suscetibilidade aos diferentes inseticidas...

Qualidade fisiol??gica de sementes de soja tratadas com inseticidas; Seed physiological quality of soybean treated with insecticide

XAVIER, Fernando Rodrigo
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Agronomia; Programa de P??s-gradua????o em Ci??ncia e Tecnologia de Sementes; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Agronomia; Programa de P??s-gradua????o em Ci??ncia e Tecnologia de Sementes; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.24%
The use of insecticide seed treatment for soybeans is a major component in pest control at the initial stage of soybeans, as they prevent the decrease plant stand. This treatment provides it with greater security and helps ensure the productivity of the crop, besides having a much lower environmental impact compared insecticide applications by air. With the large scale soy production in Brazil and abroad, some pests that are not the culture in question may start seeing it as a new source of livelihood. The main objective of this study was to evaluate the germination, seedling size and abnormal seedlings in treatments with insecticides Semevin (thiodicarb) Hurracan (Fipronil), Imitra (Imidacloprid) and Acetra (Acephate), the dosages recommended by manufacturers. Evaluations of physiological seed quality were conducted by means of germination, seedling size and abnormal seedlings in sand substrate, with the CD 202 variety of high germination and vigor. To avoid any discrepancies between the treatments all tests were used Firewalk fungicide (Thiram + Carbendazin). Treatment with insecticide Hurracan (Fipronil) proved to be superior to other insecticides because of its proximity to the witnesses and the significant difference by Tukey 5% of the other tests...

Investigação da resistencia a inseticidas na mosca-da-bicheira Cochliomyia hominivorax (Diptera; Calliphoridae); Investigation of insecticide resistance in the New World Screwworm fly Cochliomyia hominivorax (Diptera; Calliphoridae)

Norma Machado da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.24%
Cochliomyia hominivorax é considerada uma importante praga por causar perdas econômicas para a pecuária na região Neotropical. Este ectoparasita tem sido controlado principalmente por inseticidas, entretanto, este método normalmente resulta na seleção de indivíduos resistentes. Nesta tese foram investigados mecanismos associados com resistência a inseticidas organofosforados e piretróides. Os resultados apresentados nesta tese estão divididos em dois artigos. No artigo 1 foram investigados dois mecanismos de resistência a piretróides, um conhecido como kdr (knockdown resistance), associado à mutações no canal de sódio, e a mutação W251S no gene da carboxilesterase E3, a qual têm sido associada à hidrólise de piretróides. Foram investigadas populações da atual distribuição geográfica de C. hominivorax através de PCR-RFLP. Para a mutação kdr (L1014F) nenhum indivíduo mutante foi encontrado. Entretanto, a mutação W251S foi encontrada em todas as populações, com as mais altas freqüências nas amostras da Venezuela (100%) e Colômbia (93.75%). Em algumas populações amostradas, apesar da freqüência do alelo mutante ter sido relativamente baixa, o número de indivíduos portadores de pelo menos um alelo mutante foi alto. No bioensaio com cipermetrina (piretróide tipo II)...

Susceptibilidade larval de populações de Aedes aegypti e Culex quinquefasciatus a inseticidas químicos

Campos,Jairo; Andrade,Carlos F S
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.34%
OBJETIVO: Avaliar a susceptibilidade a inseticidas químicos de larvas de Culex quinquefasciatus e Aedes aegypti, provenientes de áreas sujeitas ou não a tratamentos de controle. MÉTODOS: Foram coletadas larvas de mosquitos em uma área não sujeita a tratamentos com inseticidas (Campinas, SP) e em áreas sujeitas a esses tratamentos (Campo Grande, MS e Cuiabá, MT). Foram usados bioensaios com concentrações diagnóstico e concentrações múltipla de inseticidas organofosforados e piretróides, segundo padrão da Organização Mundial de Saúde, para avaliar a susceptibilidade dessas larvas. RESULTADOS: Ensaios com larvas de Culex quinquefasciatus de Campinas, SP, permitiram a suspeita de resistência à cipermetrina e evidenciaram resistência à ciflutrina. Larvas dessa espécie coletadas em Campo Grande, MS, e Campinas, SP, apresentaram resistência ao temephos. Para a colônia campineira desta espécie, foram estabelecidas as razões de resistência: RR50=6,36 e RR95=4,94, com base em linhagem susceptível padrão. Adicionalmente, os testes com Aedes aegypti mostraram susceptibilidade similar ao temephos em uma população de campo (Cuiabá, MT) e uma de laboratório. CONCLUSÕES: Os resultados indicam resistência a organofosforado e piretróides em Culex quinquefasciatus...

Susceptibilidade larval de duas populações de Aedes egypti a inseticidas químicos

Campos,Jairo; Andrade,Carlos FS
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2001 PT
Relevância na Pesquisa
37.24%
OBJETIVO: A susceptibilidade dos insetos tem sido um dos mais importantes aspectos a ser monitorados em programas de saúde pública que tratam do controle de vetores. O estudo objetiva avaliar a susceptibilidade de larvas de Aedes aegypti a inseticidas químicos em áreas sujeitas ou não a controle. MÉTODOS: Bioensaios foram realizados com concentração de diagnóstico e concentração múltipla, segundo padrão da Organização Mundial de Saúde para as coletas de larvas de Aedes aegypti, em uma área não sujeita -- Campinas, SP -- e em uma outra área sujeita -- Campo Grande, MS -- a tratamentos químicos de controle. RESULTADOS: Larvas de Aedes aegypti coletadas em Campinas indicaram resistência potencial à concentração-diagnóstico (CD) de 0,04 ppm do organofosforado temephos. O teste de concentração múltipla registrou sobrevivência de 24,5% à concentração de 0,0125 ppm. A susceptibilidade dessa mesma linhagem foi avaliada para o organofosforado fenitrothion (CD=0,08 ppm) e o piretróide cipermetrina (CD=0,01 ppm), resultando em valores normais para essas concentrações. Larvas de Ae. aegypti coletadas em Campo Grande mostraram susceptibilidade normal ao temephos (CD=0,04 ppm) e à cipermetrina (CD=0,01 ppm). Também foram estabelecidas as CL50 e as CL95 de cipermetrina 25 CE...