Página 19 dos resultados de 1676 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Caracterização fenológica de cultivares de uvas de mesa do Banco de Germoplasma da Embrapa Semiárido.

LEAO, P. C. de S.; SOARES, E. B.; SILVA, S. F. da; SANTOS, J. Y. B. dos.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE RECURSOS GENÉTICOS, 2., 2012, Belém, PA. Anais... Brasília, DF: Sociedade Brasileira de Recursos Genéticos, 2012. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE RECURSOS GENÉTICOS, 2., 2012, Belém, PA. Anais... Brasília, DF: Sociedade Brasileira de Recursos Genéticos, 2012.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.66%
O presente trabalho teve como objetivo caracterizar a fenologia de 135 acessos de uvas de mesa pertencentes ao Banco de Germoplasma da Embrapa Semiárido em Juazeiro, Bahia. Avaliaram-se 14 ciclos de produção, considerando-se as médias em número de dias de oito ciclos no 1º semestre e de seis ciclos no 2º semestre entre os anos de 2002 a 2011. Foram caracterizadas as durações das principais fases fenológicas: gemas inchadas ao início de brotação (GI-IB), início de brotação à plena floração (IB-Fl), plena floração ao início de frutificação (Fl-IFr), início de frutificação ao início de maturação (IFr-IMt) e início de maturação até final de maturação (IMt-Mt), bem como o ciclo fenológico completo da poda à colheita, em acessos de uvas de mesa com e sem sementes que foram classificados em precoces, medianos e tardios, conforme a duração total do ciclo. Houve uma maior frequência de acessos de ciclo mediano, tanto para o grupo de uvas sem sementes quanto com sementes para o ciclo do 1º semestre do ano. Entretanto, no 2º semestre, observou-se maior frequência de acessos de uvas sem sementes precoces e de uvas com sementes tardias. Maiores variações foram observadas para os estádios IFr-IMt e Imt-Mt...

Fenologia do cumaruzeiro, Dipteryx odorata, em um sistema agroflorestal em Santa Bárbara, Pará.

ALVES, R. M.; OLIVEIRA, C. C. de; FERNANDES, J. R. Q.; PARAENSE, L. C. R.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE RECURSOS GENÉTICOS, 2., 2012, Belém, PA. Anais... Brasília, DF: Sociedade Brasileira de Recursos Genéticos, 2012. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE RECURSOS GENÉTICOS, 2., 2012, Belém, PA. Anais... Brasília, DF: Sociedade Brasileira de Recursos Genéticos, 2012.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.66%
O cumaruzeiro, Dipteryx odorata, pertencente à família Fabaceae, tem sido muito utilizado na indústria de perfumes, aromas, fragrâncias, construção naval e medicina popular. Ocorre naturalmente no cerrado, pantanal mato grossense e floresta estacional semidecídua da Amazônia. Estudos sobre a fenologia dessa espécie serão fundamentais para subsidiar os trabalhos de manejo florestal, ecologia e silvicultura. O objetivo deste estudo foi acompanhar e analisar a dinâmica dos eventos fenológicos, floração e frutificação de D. odorata, bem como, verificar a relação das fenofases com a variável climática precipitação pluviométrica, para subsidiar a domesticação dessa espécie. Foi estudada uma população de cumaruzeiro, instalada em sistema agroflorestal conjuntamente com plantas de cupuaçuzeiro, taperebazeiro e bananeira. Os dados foram coletados mensalmente, no período de agosto/2007 a dezembro/2010, e posteriormente, correlacionados com dados pluviométricos, através do teste não paramétrico de correlação linear de Spearman. O período reprodutivo teve início no terceiro ano e, no sexto ano, 41% das plantas já tinham frutificado. A floração foi mais intensa no período de dezembro a abril, enquanto a frutificação concentrou-se no período de maio a setembro. A floração apresentou correlação linear positiva fraca com a variável climática...

Padroes de distribuicao sazonal e espacial das especies do estrato herbaceo-subarbustivo em comunidades de campo limpo e de campo sujo.

MUNHOZ, C. B. R.
Fonte: 2003. Publicador: 2003.
Tipo: Teses/dissertações (ALICE) Formato: 273 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.66%
As fisionomias campestres de Cerrado caracterizam-se pelo predomínio de ervas graminóides e pequenos arbustos ocorrem normalmente na transição entre e o cerrado sensu stricto, sendo associada com baixa fertilidade no solo, alta saturação de alumínio, solos rasos ou profundos distróficos e encharcamento estacional da camada superficial. O objetivo deste estudo foi analisar a florística, a fitossociologia, a fenologia e o relacionamento entre a composição a comunidade e as variáveis ambientais para responder às seguintes questões: a distribuição espacial das espécies das comunidades de campos limpos úmidos e de campo sujo é determinada por fatores ambientais? A sazonalidade da região determina os padrões fenológicos das espécies de campo sujo e de campo limpo úmido? Existe ao longo do ano uma mudança na composição e distribuição das espécies da camada herbácea-subarbustiva? Este estudo foi realizado na Fazenda Água Limpa (FAL), Brasília e na Fazenda Águas Fria (FAF), Alto Paraíso de Goiás, ambas pertencentes à Reserva da Biosfera do Cerrado. Na FAL foram selecionada duas áreas, uma área de campo sujo de 400x400m e uma outra de campo limpo úmido do mesmo tamanho. Na FAF uma área de campo limpo úmido. Os estudos floristicos na FAL foram efetuados de setembro de 1999 a fevereiro de 2001...

Fenologia e análise fitoquímica de espécies da famólia Euphorbiaceae do horto de plantas medicinais da Embrapa Amazônia Oriental.

LAMEIRA, O. A.; OLIVEIRA, E. C. P.; ILKIU-BORGES, F.
Fonte: In: JORNADA PAULISTA DE PLANTAS MEDICINAIS, 9., 2009, São Paulo. Anais... São Paulo: Instituto de Botânica, 2009. Publicador: In: JORNADA PAULISTA DE PLANTAS MEDICINAIS, 9., 2009, São Paulo. Anais... São Paulo: Instituto de Botânica, 2009.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.66%
2009

Monitoramento da fenologia reprodutiva de Casearia sylvestris Sw e Allophyllus edulis (A. St.-Hil., Cambess. & a. Juss.) Radlk. em áreas da floresta ombrófila mista.

SANTOS, R. T. A. dos; RÊGO, G. M.
Fonte: In: EVENTO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA FLORESTAS, 7., 2008, Colombo. Anais. Colombo: Embrapa Florestas, 2008. Publicador: In: EVENTO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA FLORESTAS, 7., 2008, Colombo. Anais. Colombo: Embrapa Florestas, 2008.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.66%
2008; Resumo.

Características de Pfaffia glomerata (Sprengel) Pedersen cultivada no Pantanal, sub-região do Paraguai, Corumbá, Mato Grosso do Sul.

MATTOS, P. P.; SALIS, S. M. de.
Fonte: In: SIMPÓSIO SOBRE RECURSOS NATURAIS E SÓCIO-ECONÔMICOS DO PANTANAL, 4., 2004, Corumbá, MS. Sustentabilidade regional: anais. Corumbá: Embrapa Pantanal: UCDB: UFMS: SEBRAE-MS, 2004. CD-ROM. Publicador: In: SIMPÓSIO SOBRE RECURSOS NATURAIS E SÓCIO-ECONÔMICOS DO PANTANAL, 4., 2004, Corumbá, MS. Sustentabilidade regional: anais. Corumbá: Embrapa Pantanal: UCDB: UFMS: SEBRAE-MS, 2004. CD-ROM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.66%
O gênero Pfaffia tem recebido grande destaque devido às qualidades medicinais de algumas de suas espécies. A Pfaffia glomerata, subarbusto nativo do Pantanal argiloso, vem sendo considerada como alternativa econômica potencial para a região. Com o objetivo de estudar a biologia desta espécie, determinou-se o percentual de germinação, o crescimento em casa de vegetação e a fenologia de 100 mudas plantadas na sub-região do Paraguai. Germinaram 74% das sementes, após nove dias em germinador. As mudas apresentaram crescimento estiolado em casa de vegetação, sendo que estas ramificaram após transplante no campo (julho 1990). O sucesso do pegamento das mudas transplantadas foi de 85%. Durante o acompanhame nto fenológico mensal das mudas plantadas, de julho 1990 a junho 1991, observou-se que o número de ramos foi superior a seis por planta, declinando no final do experimento (3,3 ramos por planta). De novembro a dezembro, observou-se o menor número de folhas por planta (15 em média), atingindo 20 a 30 folhas por ocasião do pico de floração, com 48 inflorescências por planta, em fevereiro 1991.; 2004

Fenologia de plantas medicinais de ocorrência na Amazônia.

LAMEIRA, O. A.; PAIVA, J. S.; OLIVEIRA, E. C. P. de; REIS, L. R. de S.; PINTO, J. E. B. P.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE OLERICULTURA, 43., 2003, Recife. Hortaliça: qualidade e segurança alimentar. Recife: SOB, 2003. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE OLERICULTURA, 43., 2003, Recife. Hortaliça: qualidade e segurança alimentar. Recife: SOB, 2003.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.66%
2003

Fenologia reprodutiva de Couratari stellata A. C. Smith.

SANTOS, S. H. M. dos; LEÃO, N. V. M.; PACHECO, N. A.
Fonte: Revista do Instituto Florestal, v. 4, n. único, pt. 2, p. 241-244, mar. 1992. Publicador: Revista do Instituto Florestal, v. 4, n. único, pt. 2, p. 241-244, mar. 1992.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.66%
1992; Anais do CONGRESSO NACIONAL SOBRE ESSÊNCIAS NATIVAS, 2., 1992, São Paulo, SP.

Fenologia de espécies da floresta secundária potencialmente acumuladoras de fósforo.

LOPEZ, C. V. da C.; BRIENZA JUNIOR, S.; LEÃO, N. V. M.; FERREIRA, A. R.; ROSA, E. P. de A.; SANTOS, I. A. dos.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE SISTEMAS AGROFLORESTAIS, 4., 2002, Ilhéus. Anais. Ilhéus: CEPLAC-CEPEC, 2002. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE SISTEMAS AGROFLORESTAIS, 4., 2002, Ilhéus. Anais. Ilhéus: CEPLAC-CEPEC, 2002.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.66%
2002; Resumo expandido 1-040.

Fenologia de amargoso (Vatairea iglesiasii), na região da Confiança III, Roraima.

XAUD, H. A. M.; MOURÃO JUNIOR, M.; ARCO-VERDE, M. F.; CARVALHO, J. O. P. de.
Fonte: In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA FLORESTAL, 3.; ENCONTRO AMAZÔNICO DE CIÊNCIAS FLORESTAIS, 1., 2004, Manaus. Políticas públicas, científicas e perspectivas tecnológicas: anais. Manaus: INPA, 2004. Publicador: In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA FLORESTAL, 3.; ENCONTRO AMAZÔNICO DE CIÊNCIAS FLORESTAIS, 1., 2004, Manaus. Políticas públicas, científicas e perspectivas tecnológicas: anais. Manaus: INPA, 2004.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 120.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.66%
2004

Fenologia da cupiúba (Goupia glabra Aubl.), na região da confiança III, Roraima.

XAUD, H. A. M.; MOURÃO JUNIOR, M.; ARCO-VERDE, M. F.; CARVALHO, J. O. P. de.
Fonte: In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA FLORESTAL, 3.; ENCONTRO AMAZÔNICO DE CIÊNCIAS FLORESTAIS, 1., 2004, Manaus. Políticas públicas, científicas e perspectivas tecnológicas: anais. Manaus: INPA, 2004. Publicador: In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA FLORESTAL, 3.; ENCONTRO AMAZÔNICO DE CIÊNCIAS FLORESTAIS, 1., 2004, Manaus. Políticas públicas, científicas e perspectivas tecnológicas: anais. Manaus: INPA, 2004.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 121.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.66%
2004

Fenologia de plantas medicinais na Amazônia Oriental.

LAMEIRA, O. A.; MONFORT, L. E. F.; MENESES, A. A. S. de.
Fonte: In: SIMPÓSIO DE PLANTAS MEDICINAIS DO BRASIL, 18., 2004, Manaus. Livro de resumos. Manaus: INPA, 2004. Publicador: In: SIMPÓSIO DE PLANTAS MEDICINAIS DO BRASIL, 18., 2004, Manaus. Livro de resumos. Manaus: INPA, 2004.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 408.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.66%
2004

Fenologia y biologia reproductiva de Bertholletia excelsa Bonpl. en un plantío en el Acre.

LIMA, L. M. da S.; WADT, L. H. de O.; MAUES, M. M.
Fonte: In: REUNIÓN NACIONAL SOBRE INVESTIGACIÓN FORESTAL, 4., 2008, Cobija, Pando - Bolívia. Hacia un modelo de manejo forestal comunitario: memoria: conferences y resúmenes. Riberalta: PROMAB, 2008. Publicador: In: REUNIÓN NACIONAL SOBRE INVESTIGACIÓN FORESTAL, 4., 2008, Cobija, Pando - Bolívia. Hacia un modelo de manejo forestal comunitario: memoria: conferences y resúmenes. Riberalta: PROMAB, 2008.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
ES
Relevância na Pesquisa
26.66%
2008

Fenologia da floração e frutificação da bracatinga.

ROTTA, E.; MENDES, E. M. B.
Fonte: Silvicultura, São Paulo, v. 12, n. 42, t. 3, p. 547-554, 1992. Publicador: Silvicultura, São Paulo, v. 12, n. 42, t. 3, p. 547-554, 1992.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.66%
1992; Edição dos Anais do Congresso Florestal Brasileiro, 6., 1990, Campos do Jordão.

Sazonalidade de crescimento e aspectos fenológicos de espécies arbóreas tropicais e seu potencial dendrocronológico.

MATTOS, P. P. de; SALIS, S. M. de.
Fonte: In: REGO, G. M.; NEGRELLE, R. R. B.; MORELLATO, L. P. C. (Ed.). Fenologia: ferramenta para conservação, melhoramento e manejo de recursos vegetais arbóreos. Colombo: Embrapa Florestas, 2007. Publicador: In: REGO, G. M.; NEGRELLE, R. R. B.; MORELLATO, L. P. C. (Ed.). Fenologia: ferramenta para conservação, melhoramento e manejo de recursos vegetais arbóreos. Colombo: Embrapa Florestas, 2007.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE) Formato: p. 155-180.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.66%
2007; 1 CD-ROM.

Fenologia reprodutiva de erva-mate (Ilex paraguariensis St. Hil.).

SOUSA, V. A.; DAROS T. L.; STURION, J. A.
Fonte: In: CONGRESSO FLORESTAL ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL, 9., 2003, Nova Prata, RS. Floresta: função social: anais. Nova Prata: Prefeitura Municipal, 2003. Publicador: In: CONGRESSO FLORESTAL ESTADUAL DO RIO GRANDE DO SUL, 9., 2003, Nova Prata, RS. Floresta: função social: anais. Nova Prata: Prefeitura Municipal, 2003.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.66%
A erva mate (Ilex paraguariensis St. Hil.) ocorre nos estados sul do Brasil e países limítrofes, como a Argentina e Paraguai. Sua importância sócio-econômica está na utilização e exploração das suas propriedades fitoquímicas, como bebida estimulante e produção de fármacos. Devido à crescente demanda, a formação de novos ervais de alta produtividade é imprescindível. O conhecimento da variabilidade genética constitui-se em uma importante ferramenta para o sucesso de programas de melhoramento e conservação do germoplasma da espécie. A mesma encontra-se intimamente ligada ao sistema reprodutivo que, de certa forma, define a participação efetiva dos indivíduos na reprodução. A erva-mate apresenta dioicia críptica, constituindo-se, portanto, em uma espécie alógama obrigatória. Todavia, a proporção de sexo, bem como a distribuição espacial e temporal dos indivíduos em reprodução, pode limitar o tamanho efetivo populacional. Esse trabalho visou o conhecimento da sua fenologia reprodutiva para subsidiar conhecimentos sobre a qualidade fisiológica e genética das sementes produzidas, além de gerar informações necessárias sobre técnicas de coleta e armazenamento de pólen para ser usado na polinização controlada. Esse trabalho foi conduzido em uma área de produção de sementes...

Estudos preliminares sobre a fenologia e produção de frutos de Callophyllum brasiliense (Jacareúba) em plantio ex situ no Amazonas.

GUEDES, A. V.; SILVA, K. E. da
Fonte: In: JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA AMAZÔNIA OCIDENTAL, 10., 2013, Manaus. Anais... Brasília, DF: Embrapa, 2013. p. 67-78. Publicador: In: JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA AMAZÔNIA OCIDENTAL, 10., 2013, Manaus. Anais... Brasília, DF: Embrapa, 2013. p. 67-78.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.66%
Este trabalho objetivou avaliar a influência do tipo de beneficiamento e substrato na germinação de sementes de Calophyllum brasiliense Cambess (jacareúba) e monitorar sua fenologia.; 2013

Fenologia e screening fitoquímico de plantas medicinais do horto da Embrapa Amazônia Oriental.

LAMEIRA, O. A.; OLIVEIRA, E. C. P.; PINTO, J. E. B. P.; RIOS, M. S.; PAIVA, J. S.
Fonte: Horticultura Brasileira, v. 20, n. 2, p. 349-350, jul. 2002. Suplemento 1. Publicador: Horticultura Brasileira, v. 20, n. 2, p. 349-350, jul. 2002. Suplemento 1.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.66%
2002; 42º Congresso Brasileiro de Olericultura; 11º Congresso Latino Americano de Horticultura, 2002, Uberlândia, MG.

Fenologia de espécies arbóreas, para coleta de sementes "in situ", na Amazônia Ocidental.

GARCIA, L. C.; LIMA, D.; AZEVEDO, C. P. de.
Fonte: In: INTERNATIONAL CONGRESS AND EXHIBITION ON FOREST = CONGRESSO E EXPOSIÇÃO INTERNACIONAL SOBRE FLORESTAS, 5., 1999, Curitiba. Forest 99: [resumos]. Rio de Janeiro: Biosfera, 1999. 1 CD-ROM. Bio1262. Publicador: In: INTERNATIONAL CONGRESS AND EXHIBITION ON FOREST = CONGRESSO E EXPOSIÇÃO INTERNACIONAL SOBRE FLORESTAS, 5., 1999, Curitiba. Forest 99: [resumos]. Rio de Janeiro: Biosfera, 1999. 1 CD-ROM. Bio1262.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.66%
O objetivo desse trabalho foi acompanhar a fenologia reprodutiva de espécies arbóreas da amazônia brasileira, visando garantir um estoque regular de sementes, para atender a programas de florestamento, reflorestamento, recuperação de áreas degradadas e reposição florestal.; 1999

Fenologia reprodutiva de maçaranduba (Manilkara huberi Standley) na Floresta Nacional do Tapajós, Santarém, PA.

LEÃO, N. V. M.; OLIVEIRA, F. C. de.
Fonte: In: REUNIÃO DOS BOTÂNICOS DA AMAZÔNIA, 2., 1997, Salinópolis, PA. Programas e resumos Belém, PA: Sociedade Botânica do Brasil-Seccional da Amazônia: MPEG, 1997. Publicador: In: REUNIÃO DOS BOTÂNICOS DA AMAZÔNIA, 2., 1997, Salinópolis, PA. Programas e resumos Belém, PA: Sociedade Botânica do Brasil-Seccional da Amazônia: MPEG, 1997.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 40.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.66%
1997