Página 18 dos resultados de 10572 itens digitais encontrados em 0.052 segundos

Idade e trabalho

Simões, Anabela; Cotrim, Teresa
Fonte: CIGEST Publicador: CIGEST
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
55.7%
As projecções demográficas sobre a evolução do mercado de trabalho apontam claramente para a necessidade de uma extensão da vida activa, o que determina um envelhecimento da população activa acentuado no presente pelo desemprego actual entre a população jovem. Tem-se verificado que os trabalhadores mais velhos são frequentemente excluídos da formação pelo facto de estarem perto do termo da sua vida activa e se considerar que não vale a pena esse investimento. Esta visão terá que mudar até porque a investigação tem posto em evidência a plasticidade cognitiva dos adultos mais velhos e o papel importante da sua experiência. Há apenas que, por um lado, adequar os métodos e estratégias de formação às características desta população, e, por outro, proporcionar condições de trabalho facilitadoras de uma evolução favorável da capacidade de trabalho assente, por seu turno, num envelhecimento saudável e produtivo. Assim, as relações idade/trabalho devem ser estudadas de modo a procurar compreender os efeitos do trabalho e das condições em que é realizado sobre a estrutura e o funcionamento do organismo, a fim de possibilitar a desejável optimização do trabalho. Ao mesmo tempo, devem ser proporcionadas as condições para o desenvolvimento de conhecimento e competências individuais que permitam retardar e/ou compensar o natural declínio das capacidades funcionais ao longo da vida. 

Da intenção à realidade : os paradoxos entre as práticas de gestão de recursos humanos e saúde do trabalhador

Petenon, Melissa Pasqual
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
55.7%
Este estudo se propôs a identificar os paradoxos existentes entre a intenção manifesta pelas empresas de preocupação com a saúde, bem-estar e qualidade de vida dos trabalhadores e a realidade praticada pelas mesmas através da gestão de Recursos Humanos. Os dados foram obtidos com pesquisa documental e tiveram como fonte os seguintes materiais que foram submetidos ao meu enfoque de pesquisa: publicações das melhores empresas para trabalhar de 2007, VII Congresso de stress da ISMA-BR/IX Fórum Internacional de Qualidade de Vida no trabalho, realizado em 2007 e resultados de pesquisas de dissertações da UFRGS publicadas no período de 31/12/01 à 15/05/07 envolvendo o tema saúde e trabalho. A técnica utilizada para análise dos dados foi o Discurso do Sujeito Coletivo – DSC (LEFÉVRE e LEFÉVRE, 2003) e a Análise de Conteúdo (BARDIN, 1979). Os pressupostos teóricos que fundamentaram o estudo foram constituídos por um conjunto bastante extenso e diversificado de autores, caracterizando a abrangência e interdisciplinaridade do estudo nas seguintes áreas: psicodinâmica do trabalho, psicologia social, sociologia do trabalho, sociologia da educação e administração de RH. Os resultados obtidos apontam para quinze paradoxos em relação à saúde do trabalhador nas práticas de gestão de RH...

Controles internos : uma análise do impacto no trabalho oriundo da aplicação de instrumentos de controle pela área nacional nas agências do Banco do Brasil em Porto Alegre - RS

Pletsch, Otávio
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
55.71%
Este trabalho buscou verificar os impactos no trabalho percebidos pelos Gerentes de Relacionamento e Assistentes de Negócios do Banco do Brasil em Porto Alegre (RS), originados na aplicação de instrumentos de controles internos pela área negocial. Faz-se uma abordagem bibliográfica acerca da evolução das teorias e práticas administrativas, bem como um estudo acerca dos impactos do controle sobre o trabalho. Através de pesquisa de campo de caráter descritivo junto a 147 profissionais da área negocial do Banco do Brasil – Gerentes de Relacionamento e Assistentes de Negócios – lotados em Porto Alegre (RS), foram identificados os principais impactos notados: a) manutenção de bons níveis de conformidade e segurança nos processos pertinentes à área negocial: a) a melhoria da produtividade no controle; b) melhoria da qualidade do trabalho; c) geração de pressão e stress no trabalho; d) o aumento do tempo necessário para a execução das atividades ligadas à geração de negócios e; f) a diminuição das atividades de geração de negócios.

Qualidade de vida no trabalho : a satisfação dos funcionários de uma agência do banco Alfa

Hitz, Cléo Jair
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
55.7%
O aumento significativo da competitividade, conseqüência da globalização dos mercados, tem levado às organizações à busca incessante por mudanças que reflitam em aumento da produtividade, com o objetivo de melhorar seu desempenho e posicionamento frente à concorrência. Com as instituições bancárias não é diferente, as mudanças acontecem muito rapidamente e a busca pelo aumento da lucratividade passou a ser uma constante. Este cenário tem gerado altos níveis de stress nos trabalhadores bancários, o que reforça a necessidade de ferramentas de gestão que tragam melhoria à qualidade de vida destes trabalhadores. O objetivo principal deste estudo foi avaliar a satisfação dos colaboradores de uma agência do banco Alfa no que diz respeito à qualidade de vida no trabalho (QVT). Para fundamentar o estudo foi realizada uma revisão teórica que tratou de temas como as mudanças do trabalho no setor bancário, a evolução histórica dos estudos sobre a QVT, seus principais conceitos e definições, e diversos modelos de indicadores para aferição da QVT. Utilizou-se na pesquisa uma abordagem quantitativa e qualitativa. Os dados foram coletados através da aplicação de questionário – a todos os funcionários da agência – com perguntas fechadas baseadas nas dimensões de Walton (1973...

Negociação coletiva e saúde do trabalhador no serviço público

Lelles, Sérgio Luís Camillo de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
55.71%
Neste trabalho serão analisadas as perspectivas, sob um enfoque teórico, de relacionamento da Negociação Coletiva com a Saúde do Trabalhador com vistas à melhoria das condições de trabalho e ao alcance da eficiência, tendo como foco principal o trabalho na esfera pública. Será visto que as recentes mudanças no mundo do trabalho têm gerado diversos transtornos na manutenção da saúde do trabalhador, tanto na esfera pública como na esfera privada, e que tal condição impacta negativamente na eficiência dos sistemas em dois momentos: o primeiro, direto, na piora dos índices relacionados à saúde do trabalhador; e o segundo, através do impacto que a insatisfação e o sofrimento no trabalho causam à produtividade. Sendo assim, propõe-se analisar como as Negociações Coletivas podem corresponder a uma perspectiva de aproximação do servidor com as decisões que afetem suas condições de trabalho, sendo apresentado o campo da Saúde do Trabalhador, uma corrente que procura estabelecer um viés participativo e auto-afirmativo do trabalhador como gestor de sua própria saúde no trabalho. Verifica-se que as iniciativas da Negociação Coletiva e da Saúde do Trabalhador são complementares e sinergéticas e que podem auxiliar na composição de uma atuação mais estruturada...

Anônimas da história: relações de trabalho e atuação política de sapateiras entre as décadas de 1950 e 1980 (Franca-SP)

Rezende, Vinícius Donizete de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 252 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
55.71%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em História - FCHS; A cidade de Franca tem na indústria calçadista sua principal atividade econômica, sendo um dos maiores centros produtores de calçados do país. A partir da década de 1950 ocorreu a intensificação do processo de industrialização do setor, com a implantação de modernas técnicas de produção, voltadas para o aumento da produtividade. Essas transformações acarretaram um significativo crescimento populacional, destacando-se a migração de mineiros, em grande parte ex-trabalhadores rurais. O parque industrial é marcado pela heterogeneidade, englobando grandes indústrias com mais de mil trabalhadores, até pequenas oficinas de conserto. Estudos recentes buscaram analisar as experiências dos trabalhadores do setor no cotidiano de trabalho e extrafábrica. Abriram novas perspectivas de análise, dentro das quais se insere o presente trabalho. Ao longo do processo de formação e consolidação da indústria calçadista no município as mulheres ocuparam posição de destaque, compondo cerca de 40% da força de trabalho empregada nesse setor produtivo. Contudo, verificou-se que a história da classe operária do município havia sido escrita sobretudo no masculino...

Expansão do capital, territorialidade do trabalho e as respostas do SENAI em Catalão (GO) no século XXI: uma contribuição à geografia do trabalho

Mendes, Leonardo de Oliveira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: x, 123 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
55.71%
Pós-graduação em Geografia - FCT; Procuramos, neste estudo, compreender o processo de (re)qualificação do trabalhador, através do SENAI em Catalão no Sudeste Goiano. Esta entidade desempenha, a serviço do capital, a função de educação para o trabalho, assistência técnica e tecnológica para a indústria. Incomodados com a idéia simplista de que a qualificação profissional detém a função de combater o desemprego, prestando um serviço ao trabalhador e incorporando assim uma espécie de passaporte para a empregabilidade. Verificamos que o discurso da qualificação profissional está revestido de um caráter cidadão, porém essencialmente ideológico no sentido marxiano do termo, ou seja, de falseamento da realidade. Isso pôde ser compreendido através da análise de entrevistas com a direção, a coordenação, professores/instrutores, e também por meio de questionários aplicados aos alunos da instituição. Do ponto de vista da práxis social, nos deparamos com um ambiente pedagogicamente estruturado para o adestramento e o treinamento da mão-de-obra para indústria. Percebemos assim, que a qualificação profissional se eleva enquanto poderoso mecanismo de controle social do capital sobre o trabalho. Sua finalidade é disciplinarizar o trabalho e os trabalhadores...

Aptidão física e sua relação com a capacidade de trabalho dos bombeiros militares do Estado de Santa Catarina

Boldori, Reinaldo
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: ii, 70 f.| il., tabs., grafs., mapas
POR
Relevância na Pesquisa
55.7%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.; Este estudo teve como objetivo investigar a aptidão física dos bombeiros militares do Estado de Santa Catarina e sua relação com a capacidade de trabalho. Para melhor representar as características da população do Estado, foi dividido em seis regiões: 1 (Oeste), 2 (Serrana), 3 ( Vale do Itajaí), 4 (Norte), 5 ( Sul) e 6 (Grande Florianópolis). Participaram da amostra 359 bombeiros, divididos em três grupos etários: grupo I, de 20 - 29,9; grupo II, de 30 - 39,9 e grupo III de 40 - 50 anos, selecionados aleatoriamente em cada região. Para avaliação da aptidão física e a composição das tabelas normativas foi aplicada uma bateria de teste físicos: VO2 max foi estimado pelo teste de Léger, força dos membros superiores, pelo exercício de suspensão na barra fixa (máximo de repetições); resistência abdominal pelo exercício de remador (máximo de repetições em um minuto); velocidade máxima pelo teste dos 50 metros, agilidade pelo teste "shuttle run", e estimou-se a composição corporal pela equação de Petroski (1995). A capacidade de trabalho foi estimada através do Índice de Capacidade para o Trabalho (ICT) e classificada de acordo com Tuomi et al. (1997). A análise dos dados foi realizada através da estatística descritiva (média...

Habitação em áreas de vivência e adequação de áreas de trabalho em três canteiros de obra em Criciúma-SC

Silva, Heloisa Nunes e
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 217 p.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
55.7%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo, Florianópolis, 2014.; O canteiro de obras é o espaço de construção efetiva e de materialização do edifício projetado. Pode englobar diversas atividades além da produção, entre elas a de moradia, de lazer, de convívio social, de aprendizado, de circulação. O ambiente construído para portar os espaços de apoio e de produção no canteiro de obras pode influenciar diretamente na qualidade de vida do trabalho. O canteiro de obras também possui uma relação de interferência na dinâmica da cidade, como o reflexo nas relações de vizinhança, de mobilidade urbana, de poluição ambiental. Este trabalho tratou a questão da habitabilidade da área de vivência e da adequação de áreas de trabalho dos processos produtivos no canteiro de obras de três empresas construtoras de Criciúma. O trabalho foi estruturado por meio de levantamento documental, entrevistas e estudo de caso em três empreendimentos em construção. Os resultados obtidos permitem enfatizar a importância e as contribuições do adequado planejamento do canteiro de obras, contribuindo para preservar as funções da cidade e da atividade da obra de edificação...

A relevância do trabalho na qualidade de vida dos idosos aposentados estatutários e celetistas no Distrito Federal

Leonardo, Roberta Ladislau
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
55.71%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, Departamento de Processos Psicológicos Básicos, 2014.; A literatura apresenta pesquisas relacionadas à volta do aposentado ao mercado de trabalho. O trabalho após a aposentadoria parece necessário para a subsistência, por um lado, e por outro, ocorre devido a socialização, a produtividade e a atualização. Portanto, o objetivo do presente trabalho foi analisar a importância do trabalho sobre a qualidade de vida de quatro grupos de idosos aposentados no DF, considerando os motivos do retorno ao mercado de trabalho. Além disso, descreveu-se o perfil dos estatutários e celetistas, fornecendo base para políticas públicas que os contemplem de forma eficaz. A pesquisa foi dividida em duas etapas. A Etapa 1 referiu-se à aplicação de questionários enquanto a Etapa 2 referiu-se à entrevista. Participaram do estudo 203 idosos, sendo dois grupos de aposentados ativos (celetistas e estatutários), e dois de inativos (celetistas e estatutários). Não houve diferença significativa entre os grupos para a qualidade de vida (QV). A diferença ocorreu para os fatores bem estar físico e material e relação com as outras pessoas para o Subgrupo Lei 2 e para os motivos de retorno ao trabalho...

Desenho do trabalho, atitudes positivas e suas implicações em unidades hoteleiras

Almeida, H.
Fonte: Universidade do Algarve Publicador: Universidade do Algarve
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
55.71%
Tese de dout., Psicologia, Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, Univ. do Algarve, 2010; O estudo do desenho do trabalho e das atitudes positivas no trabalho tem, desde há vários anos, suscitado acrescido interesse entre os investigadores das organizações. O interesse manifestado por estes dois contructos baseia-se no pressuposto de que um desenho adaptado do trabalho e atitudes positivas nos empregados favorecem a eficácia e produtividade das organizações. Este enfoque ganha um interesse renovado nas unidades de hotelaria, sector priveligiado na região do Algarve que lamenta a falta de um modelo com fundamentos científicos que permita ao gestor de recursos humanos aprofundar as relações entre variáveis capitais com vista a proceder aos reajustamentos necessários. Assim, o objectivo deste trabalho é explorar as relações de influência que o potencial motivador do trabalho e outros determinantes exercem nas atitudes ─ de Satisfação Orientada para o Cliente e Implicação Afectiva ─ e, nas intenções de comportamento ─ de Intenção de Sair da empresa (de forma negativa) e Recomendação da empresa ─ de forma a privilegiar concomitantemente a empresa e os clientes internos e, consequentemente, os clientes externos. Utilizou-se uma amostra heterogénea de 303 trabalhadores pertencentes a diversos grupos profissionais que trabalham em unidades hoteleiras e recorreu-se à análise factorial confirmatória efectuada pelo programa Amos...

Satisfação no serviço público: um estudo na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Ceará

Brandão,Isac de Freitas; Lima,Leticia Cesar de; Cabral,Augusto César de Aquino; Santos,Sandra Maria dos; Pessoa,Maria Naiula Monteiro
Fonte: Escola de Administração da UFRGS Publicador: Escola de Administração da UFRGS
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
55.71%
A satisfação no trabalho é vista como um aspecto que, quando presente, motiva os empregados, e afeta positivamente a produtividade destes. Nesta perspectiva, o presente estudo buscou identificar os fatores preponderantes para satisfação no trabalho na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE/CE), à luz da teoria bifatorial de Herzberg (1997). Foi realizada uma survey com três grupos distintos de agentes públicos: auditores fiscais do trabalho, servidores administrativos e estagiários. Os dados foram analisados por meio de métodos quantitativos e análise de conteúdo. O questionário continha uma escala de satisfação tipo Likert de cinco pontos, versando sobre o nível de satisfação dos pesquisados, com cinco fatores motivacionais e seis fatores higiênicos, além de duas perguntas abertas sobre outros aspectos relativos à satisfação ou insatisfação dos respondentes com o trabalho. Os resultados revelaram que os fatores motivacionais que predominaram na geração da satisfação nos três grupos investigados foram a realização profissional, as atividades desempenhadas e a responsabilidade atribuída. Entre os fatores higiênicos, os servidores e estagiários do Ministério do Trabalho e Emprego mostraram-se mais satisfeitos...

"Lobo mau": analisador da transversalidade entre organização do trabalho & saúde mental?

Merhy-Silva,Fabiana Nunes
Fonte: Universidade Federal Fluminense, Departamento de Psicologia Publicador: Universidade Federal Fluminense, Departamento de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
55.7%
Este trabalho tem por objetivo elucidar a construção do analisador "Lobo-Mau" - expressão utilizada por alguns autores para indicar a atuação da Psicologia-nas-organizações quando atua contra a saúde-mental-dos-trabalhadores, em favor da produtividade-organizacional. Partindo de nossas implicações com as instituições Saúde-do-Trabalhador, Análise-Institucional e Psicodinâmica-do-Trabalho, tomamos a idéia de "Lobo-Mau" como um analisador da transversalidade entre Organização-do-Trabalho e Saúde-Mental. Tal analisador permitiu-nos colocar em dia nossas implicações-institucionais com a Análise-Institucional e a Psicodinâmica-do-Trabalho; colocando-se como contra-ponto às abordagens hegemônicas em Saúde-do-Trabalhador e suas formulações-prescritas que têm servido à uma maior exploração da saúde mental do(s) trabalhador(es).

Desenvolvimento de planilha eletrônica para auxiliar na determinação da florada plena e quebra de produtividade dos cafezais.

SILVA, J. P. da; ROMANI, L. A. S.
Fonte: In: MOSTRA DE ESTAGIÁRIOS E BOLSISTAS DA EMBRAPA INFORMÁTICA AGROPECUÁRIA, 8., 2012, Campinas. Resumos... Brasília, DF: Embrapa, 2012. Publicador: In: MOSTRA DE ESTAGIÁRIOS E BOLSISTAS DA EMBRAPA INFORMÁTICA AGROPECUÁRIA, 8., 2012, Campinas. Resumos... Brasília, DF: Embrapa, 2012.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 63-66.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
55.7%
Este trabalho teve como objetivo desenvolver uma planilha eletrônica para informatizar o modelo apresentado por Pereira et al. (2008) para estimativa de quebra de produtividade do cafeeiro.; 2012

Programa 5S em indústria de base florestal na região sul do Brasil

Leonhardt, Gabriela
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
55.71%
Para alcançar a Qualidade, Produtividade e Competitividade, as empresas precisam investir em mudanças comportamentais e é neste contexto que o Programa 5S mostra sua força, exatamente por ser um sistema organizador, mobilizador e transformador. O 5S promove a quebra da resistência das pessoas à mudança e gera novos padrões comportamentais e é um programa de conceitos simples, facilmente praticáveis e que pode ser adotado por qualquer tipo de organização. Os objetivos deste trabalho são: verificar o desempenho do programa 5S em empresas de base florestal da região su:1 do Brasil, determinar o segmento de trabalho e o tempo em que o 5S está em prática, determinar as dificuldades encontradas durante e depois da implantação do programa e as técnicas de manutenção utilizadas pelas empresas, estabelecer indicadores sobre o desempenho das empresas antes e depois da adoção do 5S, e conhecer a avaliação de duas empresas e de seus colaboradores sobre o programa. O trabalho foi dividido em três fases. Na primeira, foram identificadas as empresas do setor florestal que utilizam o programa 5S na região considerada. Na fase seguinte foi elaborado um questionário e aplicado nas empresas contatadas e em uma empresa relacionada ao setor florestal...

Qualidade de vida no trabalho : contribuições ao papel do psicólogo organizacional

Tannhauser, Claudia Lehnemann
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
55.72%
O principal objetivo deste trabalho é o de investigar-se quais seriam as contribuições mais significativas dos psicólogos organizacionais à gestão dos recursos humanos das empresas. O desenho da pesquisa propicia o levantamento de contribuições tradicionalmente oferecidas (nível real) e prováveis contribuições que podem ser esperadas (nível ideal), considerando-se as atribuições do papel organizacional do psicólogo, no atendimento da melhoria de determinados fatores da qualidade de vida dos empregados. O produto do presente estudo visa oferecer subsídios para o entendimento do papel do psicólogo organizacional na Qualidade de Vida no Trabalho (QVT), bem como representa uma tentativa de sugerir alternativas para a ampliação do papel do referido profissional em termos de sua atuação nas empresas. O trabalho é composto por quatro partes, quais sejam: na primeira, justifica-se o tema e a relevância do estudo. A segunda parte compreende a fundamentação teórica, onde apresentam-se conceitos importantes sobre Psicologia Organizacional e Qualidade de Vida no Trabalho, evidenciando-se a compatibilidade existente entre as atribuições do psicólogo e programas de melhoria das condições de trabalho e seus efeitos na produtividade empresarial. Segue-se a terceira parte que envolve a metodologia utilizada para o levantamento de dados numa amostra de 113 psicólogos. Os resultados são...

Trabalho e renda

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Diretoria de Estudos e Políticas Sociais (Disoc)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Políticas Sociais: acompanhamento e análise - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
55.71%
Nesta edição, o capítulo de “Trabalho e renda” está organizado da seguinte maneira: a seção 2 resume os principais acontecimentos do mercado de trabalho em 2006, nas seis Regiões Metropolitanas. A seção 3, por sua vez, realiza o acompanhamento e a análise da execução física e financeira dos principais programas finalísticos do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Na nova seção 4, elege-se o seguro-desemprego como Tema em destaque a ser melhor aprofundado nesta edição, este que é o principal programa do MTE. A seção 5 resume o conteúdo e tece considerações prospectivas sobre esta área de trabalho e renda para o futuro imediato.; p. 137-159 : il.

UM ENFOQUE SOCIOLÓGICO SOBRE A GESTÃO DO RISCO DE VIOLÊNCIA EM HOSPITAIS PÚBLICOS PSIQUIÁTRICOS: AS DIMENSÕES DO INDIVÍDUO / A sociological perspective on the risk management of violence in public psychiatric hospitals: the dimensions of the individual

Davidson Passos Mendes; Universidade Federal de Itajubá
Fonte: Trabalho & Educação Publicador: Trabalho & Educação
Formato: application/pdf
Publicado em 21/05/2012 PT
Relevância na Pesquisa
55.71%
Este estudo objetiva avaliar os impactos da organização do trabalho dos técnicos de enfermagem em um hospital público de emergência psiquiátrica sobre as competências e as configurações coletivas necessárias à gestão do risco potencial de violência física e psíquica nas relações entre os pacientes e entre os pacientes e o pessoal técnico especializado, por meio da Análise Ergonômica do Trabalho. A fim de se aprofundar a discussão sobre as estratégias individuais e coletivas de gestão do risco, foi utilizado referencial teórico, de base sociológica, acerca da dimensão do indivíduo no mundo contemporâneo, numa perspectiva de se entender as estratégias utilizadas por estes atores sociais para a manutenção da própria condição de indivíduo. Os resultados evidenciam que: (1) as transformações sociais carreiam mudanças significativas no perfil dos pacientes, onde os "drogaditos" compõem hoje 65% da demanda do hospital pesquisado; (2) as necessárias reconfigurações das práticas e das competências dos coletivos operatórios frente à especificidade da assistência psiquiátrica aos usuários de drogas; (3) fatores organizacionais - a modalidade de cálculo do efetivo, a diversidade de vínculos empregatícios e de formas de remuneração envolvendo distintos cálculos de produtividade...

Estudo do trabalho e do trabalhar no Núcleo de Apoio à Saúde da Família

Lancman,Selma; Gonçalves,Rita Maria de Abreu; Cordone,Nicole Guimarães; Barros,Juliana de Oliveira
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2013 PT
Relevância na Pesquisa
55.72%
OBJETIVO Compreender características da organização, das condições de trabalho e das vivências subjetivas relacionadas ao trabalhar de dois núcleos de apoio à saúde da família. MÉTODOS Estudo de caso realizado entre 2011 e 2012 em dois núcleos de apoio à saúde da família de São Paulo, SP. Para coleta e análise dos dados, utilizaram-se referenciais teórico-metodológicos da ergonomia e da psicodinâmica do trabalho pautados, respectivamente, na análise ergonômica do trabalho, desenvolvida a partir de observações abertas de diversas tarefas e de entrevistas e na ação em Psicodinâmica do Trabalho, realizada por meio de grupos de reflexão sobre o trabalho. RESULTADOS O trabalho dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família estudados era constituído a partir de ações diversificadas e complexas devendo ser compartilhado entre profissionais e equipes envolvidas. Eram utilizadas ferramentas tecnológicas inovadoras, pouco adotadas pelos profissionais da atenção primária em saúde, e os parâmetros e instrumentos de produtividade não davam conta da especificidade e complexidade do trabalho realizado. Tais situações exigiam rearranjos organizacionais constantes...

A CENTRALIDADE DO TRABALHO NA DETERMINAÇÃO DA MOBILIDADE TERRITORIAL DOS TRABALHADORES RURAIS

Alves, Ana Elizabeth Santos; Almeida, Miriam Cléa Coelho
Fonte: Revista HISTEDBR On-line Publicador: Revista HISTEDBR On-line
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 28/06/2014 POR
Relevância na Pesquisa
55.72%
Esse artigo trata da centralidade do trabalho na determinação da mobilidade territorial dos trabalhadores. Para tanto, se utiliza das contribuições teóricas de autores marxistas acerca da relação metabólica homem/natureza no processo de humanização e as metamorfoses dessa relação com o trabalho produtivo para fins de valorização do capital. O conceito de “mobilidade do trabalho” foi fundamentado em Gaudemar (1977) que oferece uma densa análise sobre as vinculações dos deslocamentos territoriais com a ampliação da produtividade e lucratividade. A mobilidade do trabalho nesses termos ocorre pari passu com a mobilidade do capital e, nesse sentido, é controlada e dominada pelos mediadores do capital. Essa discussão teórica vem entrelaçada com as análises do papel da educação na formação do trabalhador para o trabalho produtivo e da realidade da mobilidade do trabalho no Brasil e, mais especificamente, com a mobilidade dos trabalhadores no Sudoeste baiano e no Planalto conquistense. Esse esforço permitiu entrever as implicações “invisíveis” da mobilidade territorial do trabalho no sentido campo - cidade em Vitória da Conquista, marcadas nas histórias de vida de mulheres e homens migrantes.