Página 18 dos resultados de 995 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Aprender a ensinar a ler: Da consciência fonológica na leitura à relevância do método

Barra, Joana Gabriela Ferreira
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
16.28%
Dissertação de Mestrado em Supervisão Pedagógica e Formação de Formadores, apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra

Classes Fonéticas Alargadas no Reconhecimento Automático de Fones

Lopes, Carla Alexandra Calado
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
16.28%
Esta tese aborda o problema do reconhecimento automático de fones, a partir de um sinal de fala, usando o conceito de classes fonéticas alargadas. A definição automática de classes fonéticas alargadas com base na confusão entre fones é um assunto estudado neste trabalho. Contrariamente ao que é habitualmente feito, em que a definição de grupos de fones semelhantes é estabelecida por um especialista em fonética (recorrendo a conhecimentos de produção articulatória, de regras de fonologia ou de perceção auditiva), neste trabalho propõe-se um método de agrupamento de fones baseado nos resultados de um reconhecedor automático de fones. A informação de confusões entre fones é usada para definir uma métrica da distância entre eles e com ela estabelecer grupos de fones com alta probabilidade de confusão mútua. Neste trabalho apresenta-se também um estudo comparativo envolvendo vários sistemas de deteção de classes fonéticas alargadas (HMM e sistemas híbridos SVM/HMM, SVM/NMD e ANN/HMM), que permitiu tirar conclusões sobre a eficácia das várias arquiteturas nesta tarefa. De forma a otimizar o desempenho do modelo híbrido entre redes neuronais artificiais (ANN) e modelos de Markov não observáveis (HMM)...

Minha filha aprende a falar: percurso de aquisição da linguagem de uma criança brasileira nos tempos actuais

Dantas, Lucimar Almeida
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
16.28%
RESUMO: A linguagem é o traço distintivo do ser humano. É por meio dela que nos comunicamos, formamos todos os nossos conceitos, temos uma estória e cultura. A capacidade humana para adquirir um sistema de regras tão complexo como é a linguagem verbal, em um espaço de tempo relativamente curto, tem despertado o interesse de estudiosos ao longo do tempo. Conforme a literatura consultada, a linguagem, de caráter inato, é adquirida em um meio de falantes, seguindo etapas universais de desenvolvimento. Interrogamo-nos então se, nos tempos atuais, marcados pela globalização, esse processo mantem-se igual ou pode sofrer modificações. Esta dissertação resulta de um estudo feito durante os anos 2007/2009, com uma criança brasileira, e teve como objetivo principal descrever o percurso de aquisição da linguagem nos tempos atuais, utilizando a metodologia do estudo de caso. Os dados coletados foram analisados sob os cinco componentes da linguagem: Fonologia, Morfologia, Sintaxe, Semântica e Pragmática, e comparados ao referencial teórico, no intuito de identificar semelhanças e/ou diferenças entre ambos. ABSTRACT: The language is the human‟s differential trace. It is whereby that we communicate, we form all our concepts...

Habilidades cognitivas e competências de leitura em crianças do 1º ano

Soares, Ana Maria Nunes Castanheira
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
16.28%
A criança quando inicia a educação pré-escolar, já sabe muitas coisas sobre o mundo que a rodeia através do seu meio familiar e sociocultural. O conjunto de estimulações fornecidas, desde muito cedo, faz com que a criança desenvolva o potencial cognitivo e afetivo. O desenvolvimento e as aprendizagens adquiridas dependem das estimulações realizadas pelo meio envolvente e da qualidade das interações logo desde o nascimento. Este processo antes da entrada na escola é movido pelo desejo de saber da criança e a sua exploração do meio, passando com o início da escolaridade a ser movido por necessidades externas à criança. O aluno é confrontado com um currículo formal com objetivos prévios de aprendizagem que, por vezes, podem estar além dos seus desejos de descoberta ou da sua história de vida. A aprendizagem da leitura é uma construção que tem início antes da entrada no 1º ciclo através do desenvolvimento da linguagem oral e do contacto com a cultura escrita, que permite novas modalidades de comunicação, nova capacidade de simbolizar e de dominar o meio envolvente. O sucesso escolar vai depender quer das aprendizagens prévias quer da capacidade de adaptação e integração no meio escolar. Foi nosso propósito verificar se existem habilidades cognitivas antecedentes que predizem o sucesso da leitura. O interesse por este estudo prende-se com a necessidade que professores e restantes profissionais da educação têm em compreender e analisar com cuidado a situação de entrada na aprendizagem da leitura de cada uma das crianças. Escolhemos...

Redução de sílaba em fala espontânea nas alterações específicas de linguagem; Syllable deletion in spontaneous speech of children with specific language impairment

BEFI-LOPES, Débora Maria; RONDON, Silmara
Fonte: Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda. Publicador: Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda.
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
16.28%
TEMA: a redução de sílaba (RS) ocorre frequentemente nas Alterações Específicas de Linguagem (AEL), podendo indicar um fator desviante no processo de aquisição fonológica destes sujeitos. OBJETIVO: verificar a ocorrência de RS na fala espontânea de crianças com AEL e a influência dos fatores extensão das palavras e tonicidade para sua ocorrência. MÉTODO: foram sujeitos 27 crianças com AEL, com idades entre 3:0 e 5:11 anos, em tratamento fonoaudiológico semanal, que apresentaram 50% de acertos em provas específicas de fonologia realizadas ou que apresentaram inteligibilidade de fala passível de análise pela fala espontânea. As amostras de fala foram obtidas a partir de interação lúdica com a pesquisadora e pelo discurso eliciado por figuras. A ocorrência de RS foi analisada considerando-se: extensão das palavras produzidas, preferência por sílabas tônicas ou átonas e posição das sílabas nas palavras em que ocorreu RS. RESULTADOS: houve predomínio na produção de palavras dissílabas (X2 = 72,49; p < 0,001), a ocorrência de redução de sílaba foi significantemente maior nas palavras polissílabas (X2 = 11,22; p < 0,004) e as sílabas iniciais foram mais reduzidas (X2 = 34,99; p < 0,001). As sílabas átonas foram reduzidas com maior frequência (Z = -5...

Comparação entre onset e coda silábica durante a aquisição fonológica; Comparison between syllabic onset and coda during phonological acquisition

GALEA, Daniela Evaristo dos Santos; WERTZNER, Haydée Fiszbein
Fonte: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
16.28%
OBJETIVO: Verificar se há diferença entre a porcentagem de acertos em onset e coda de sílaba dos fonemas /s/ e em crianças de 2:1 a 3:0 anos de idade. MÉTODOS: Participaram da pesquisa 88 crianças em desenvolvimento fonológico típico: GI: 41 crianças de 2:1 a 2:6 anos e GII: 47 crianças de 2:7 a 3:0 anos. Todas frequentavam creche pública e não apresentavam queixa de problema de linguagem, mais de três ocorrências de otite média e nem eram bilíngues. A coleta de dados foi realizada por três provas de fonologia: nomeação, imitação e fala espontânea. RESULTADOS: Quanto à comparação do /s/, houve diferença apenas no GII na prova de nomeação em sílaba final (p=0,038), com melhor desempenho em coda que em onset. Embora não tenha havido diferença estatística nas demais provas e sílabas analisadas, as crianças dos dois grupos apresentaram melhor desempenho em onset que em coda, com exceção das crianças do GI na imitação em sílaba final e na nomeação em sílaba inicial. Em relação ao , em todas as comparações de sílaba final as crianças dos dois grupos tiveram média estatisticamente maior em onset que em coda. Na sílaba medial...

Habilidades de resolução de conflito e ocorrência de disfluências comuns em crianças em desenvolvimento normal de linguagem; Conflict resolution abilities and normal disfluencies in normally developing children

BEFI-LOPES, Debora Maria; PAULA, Erica Macêdo de
Fonte: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
16.28%
OBJETIVOS: (1) Investigar as habilidades de resolução de conflito (RC) de crianças em idade escolar; (2) Verificar a relação entre a ocorrência de disfluências comuns (DC) e o desenvolvimento das habilidades de RC. MÉTODOS: Participaram do estudo 20 crianças em desenvolvimento normal de linguagem, com idades entre sete e dez anos. As crianças foram submetidas a uma triagem, na qual foram realizadas as provas de Fonologia, Consciência Fonológica e Leitura e Escrita; aquelas que obtiveram desempenho esperado para sua faixa etária passaram por avaliação, sendo realizadas as provas de RC e de Fluência. Na prova de RC, as respostas foram categorizadas em 28 categorias, para então, serem pontuadas. Na prova de fluência, foi verificada a ocorrência de DC. RESULTADOS: Na prova de RC, as crianças obtiveram entre 5 e 14 pontos (M=10,7), porém não se observou correlação entre a pontuação total e a idade cronológica (p=0,361). Na prova de Fluência, a ocorrência de DC variou de 4 a 24 (M=10). Observou-se que não há correlação estatística significante entre a pontuação na prova de RC e a ocorrência de DC (p=0,899). CONCLUSÕES: Na prova de RC, as crianças utilizaram principalmente estratégias unilaterais para a resolução dos conflitos e as estratégias não se tornaram mais sofisticadas com o passar da idade. Ao comparar o desempenho das crianças na prova de RC à ocorrência de DC...

Avaliação do grau de inteligibilidade de fala de crianças com desvio fonológico: implicações nas habilidades sociais; Assessing speech intelligibility level of children with phonological disorders: implications in social skills

CARLINO, Fabiana Cristina; PRETTE, Almir Del; ABRAMIDES, Dagma Venturini Marques
Fonte: CEFAC Saúde e Educação Publicador: CEFAC Saúde e Educação
Tipo: Relatório
POR
Relevância na Pesquisa
16.28%
OBJETIVO: analisar a relação entre o grau de inteligibilidade de fala e as habilidades sociais de comunicação em crianças com diagnóstico de desvio fonológico. MÉTODO:participaram deste estudo 10 crianças, diagnosticadas com desvio fonológico, com idade cronológica média de 7,28 anos, sendo três do gênero feminino e sete do masculino, que realizavam terapia de linguagem duas vezes por semana em uma clínica escola de uma cidade de médio porte do estado de São Paulo. As crianças foram submetidas à avaliação da fonologia por meio do instrumento ABFW, sendo que a gravidade do desvio fonológico foi baseada no cálculo do Percentual de Consoantes Corretas (PCC). E em seguida foram filmadas em situações estruturas de interação de maneira tal a obter uma amostra de fala espontânea, para caracterizar o grau de inteligibilidade de fala (GIF), além de observar presença ou ausência dos componentes das habilidades sociais de comunicação (HSC). Para analisar a relação entre GIF e HSC foi utilizado o coeficiente de Spearman. RESULTADOS:foi possível caracterizar as classes de HSC que encontram-se deficitárias em crianças diagnosticas com desvio fonológico, além de verificar uma relação significante e positiva entre o GIF e o HSC...

Caracterização das alterações de linguagem em crianças com histórico de intoxicação por chumbo; Characterization of language disorders in children with lead poisoning

GAHYVA, Dáphine Luciana Costa; CRENITTE, Patrícia de Abreu Pinheiro; CALDANA, Magali de Lourdes; HAGE, Simone Rocha de Vasconcellos
Fonte: Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda. Publicador: Pró-Fono Produtos Especializados para Fonoaudiologia Ltda.
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
16.28%
TEMA: a intoxicação por chumbo pode causar deficiências neuropsicológicas, que incluem a linguagem, devido aos danos provocados no desenvolvimento do SNC. OBJETIVO: verificar a ocorrência de alterações de linguagem em crianças com histórico de intoxicação por chumbo e a correlação entre o índice de chumbo sangüíneo e as alterações de linguagem apresentadas pelas crianças. MÉTODO: avaliação da linguagem de 20 crianças em idade pré-escolar, com índice de chumbo sangüíneo acima de 10 µg/dl. RESULTADOS: 13 crianças apresentaram distúrbio de linguagem envolvendo somente a Fonologia ou mais de um subsistema lingüístico. A análise estatistica revelou não existir correlação entre a gravidade das alterações e os índices de chumbo apresentado. CONCLUSÃO: a ocorrência de crianças com distúrbio de linguagem aponta a contaminação por chumbo como um fator de risco para as alterações apresentadas, mesmo tendo sido encontrados outros fatores que levem à defasagem no desenvolvimento da linguagem e ausência de correlação entre as referidas variavéis.; BACKGROUND: lead poisoning can have a negative impact on the neuropsychological functions, including language, due to the damage it causes to the development of the Central Nervous System. AIM: to verify the occurrence of language disorders in children who suffered from led poisoning and to verify the correlation between the lead concentration level in the blood and the language disorders presented by the children. METHOD: language evaluation of 20 preschoolers...

Relação entre conhecimento explícito da ortografia e desempenho ortográfico; Relationship between explicit spelling knowledge and spelling performance; Relación entre conocimiento explícito de la ortografía y rendimiento ortográfico

Santos, Maria José dos; Barrera, Sylvia Domingos
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE) Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE)
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
16.28%
Aprender a escrever demanda, além do domínio do sistema alfabético, aprendizagem da ortografia. Apesar do caráter convencional e reprodutivo das regras ortográficas, é reconhecido que a apropriação dessas não é um processo passivo. Pesquisas sugerem que o desempenho ortográfico varia em função do nível de elaboração das representações ortográficas do aprendiz. Neste estudo investigamos a relação entre desempenho ortográfico e nível de explicitação do conhecimento ortográfico de 22 crianças da 4ª série do Ensino Fundamental. Estas realizaram três atividades: ditado de frases, escrita com violação proposital da ortografia e entrevista. Os resultados mostram relação entre desempenho ortográfico e natureza da violação da ortografia. As crianças com melhor desempenho ortográfico violaram a ortografia de forma a não alterar a fonologia das palavras, demonstrando também maior conhecimento explícito das regras ortográficas. Esses dados sugerem a importância de introduzir no ensino da escrita atividades que favoreçam a reflexão sobre a ortografia.

Tipos de erros de fala em crianças com transtorno fonológico em função do histórico de otite média; Speech errors in children with speech sound disorders according to otitis media history

Wertzner, Haydée Fiszbein; Santos, Perla Isabel dos; Pagan-Neves, Luciana de Oliveira
Fonte: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
16.28%
OBJETIVO: Descrever os índices articulatórios quanto aos diferentes tipos de erros e verificar a existência de um tipo de erro preferencial em crianças com transtorno fonológico, em função da presença ou não de histórico de otite média. MÉTODOS: Participaram deste estudo prospectivo e transversal, 21 sujeitos com idade entre 5 anos e 2 meses e 7 anos e 9 meses com diagnóstico de transtorno fonológico. Os sujeitos foram agrupados de acordo com a presença do histórico otite média. O grupo experimental 1 (GE1) foi composto por 14 sujeitos com histórico de otite média e o grupo experimental 2 (GE2) por sete sujeitos que não apresentaram histórico de otite média. Foram calculadas a quantidade de erros de fala (distorções, omissões e substituições) e os índices articulatórios. Os dados foram submetidos à análise estatística. RESULTADOS: Os grupos GE1 e GE2 diferiram quanto ao desempenho nos índices na comparação entre as duas provas de fonologia aplicadas. Observou-se em todas as análises que os índices que avaliam as substituições indicaram o tipo de erro mais cometido pelas crianças com transtorno fonológico. CONCLUSÃO: Os índices foram efetivos na indicação da substituição como o erro mais ocorrente em crianças com TF. A maior ocorrência de erros de fala observada na nomeação de figuras em crianças com histórico de otite média indica que tais erros...

A efetividade dos testes complementares no acompanhamento da intervenção terapêutica no transtorno fonológico; Effectiveness of complementary tests in monitoring therapeutic intervention in speech sound disorders

Wertzner, Haydée Fiszbein; Pagan-Neves, Luciana de Oliveira
Fonte: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
16.28%
O planejamento e a evolução terapêutica de crianças com transtorno fonológico estão diretamente relacionados à avaliação inicial e aos testes complementares aplicados. Acompanhar a evolução do caso por meio de verificações regulares acrescenta informações importantes à avaliação diagnóstica, o que permite fortalecer achados iniciais a respeito da dificuldade subjacente identificada na avaliação inicial. Assim, no presente estudo de caso verificou-se a efetividade e a eficiência da aplicação do índice de porcentagem de consoantes corretas revisado (PCC-R) bem como dos testes complementares de inconsistência de fala, de estimulabilidade e de habilidades metafonológicas no acompanhamento da intervenção terapêutica em crianças com transtorno fonológico. Participaram deste estudo três crianças do gênero masculino. Na data da avaliação inicial o Caso 1 tinha 6 anos e 9 meses de idade, o Caso 2, 8 anos e 10 meses, e o Caso 3, 9 anos e 7 meses. Além da avaliação específica da fonologia, foram aplicados testes complementares que auxiliaram na verificação da dificuldade subjacente específica em cada um dos casos. Desta forma, os sujeitos foram submetidos à avaliação de habilidades metafonológicas...

Estimulabilidade: medida auxiliar na identificação de dificuldade na produção dos sons; Stimulability: auxiliary measure in the identification of difficulty in speech sounds production

Castro, Márcia Mathias de; Wertzner, Haydée Fiszbein
Fonte: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
16.28%
OBJETIVO: Analisar a efetividade da estimulabilidade como prova complementar ao diagnóstico do transtorno fonológico (TF) e descrever o desempenho de crianças com ausência de sons no inventário fonético quanto a sons ausentes estimuláveis, gravidade, gênero, idade e ocorrência de diferentes processos fonológicos. MÉTODOS: Participaram 130 crianças de ambos os gêneros, entre 5 anos e 10 anos e 10 meses de idade, distribuídas em dois grupos: Grupo Pesquisa (GP), composto por 55 crianças com TF; e Grupo Controle (GC), composto por 75 crianças sem alterações fonoaudiológicas. A partir da aplicação da prova de Fonologia, foi calculada a gravidade do TF por meio do Percentual de Consoantes Corretas-Revisada (PCC-R) e verificado o inventário fonético. Para cada som ausente do inventário foi aplicada a estimulabilidade em imitação de palavras. O GP foi dividido em GP1 (27 crianças que apresentaram sons ausentes) e GP2 (28 crianças com inventário completo). RESULTADOS: Nenhuma criança do GC apresentou som ausente no inventário e no GP1 49% apresentaram sons ausentes. Houve ausência da maioria dos sons da língua. As médias do PCC-R foram menores no GP1, indicando maior gravidade. No GP1, 22 crianças foram estimuláveis e cinco não o foram a qualquer som. Houve associação entre os processos fonológicos mais ocorrentes no TF e a necessidade de avaliação da estimulabilidade...

É possível predizer o tempo de terapia das alterações específicas no desenvolvimento da linguagem?; Is it possible to predict the length of therapy for developmental language impairments?

Puglisi, Marina Leite; Gândara, Juliana Perina; Giusti, Elisabete; Gouvêa, Maria Aparecida; Befi-Lopes, Debora Maria
Fonte: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
16.28%
OBJETIVO: Explorar quais medidas poderiam predizer a persistência de alterações específicas no desenvolvimento da linguagem (AEDL) a partir da associação entre os dados do desempenho na primeira avaliação fonoaudiológica e do prognóstico terapêutico da criança. MÉTODOS: Neste estudo retrospectivo, foram analisados 42 prontuários pertencentes a crianças com diagnóstico de AEDL. As idades variavam entre 21 e 63 meses no momento da primeira avaliação fonoaudiológica, que incluiu as provas de vocabulário, fonologia, pragmática e fluência. O desempenho dos sujeitos em cada prova foi pontuado de 0 a 4, com base na gravidade das alterações, sendo a pontuação máxima a adequada para a idade. Como medida prognóstica, contabilizamos o tempo de terapia (em sessões) dos pacientes que receberam alta, foram encaminhados (o quadro havia se tornado muito leve), ou permaneceram em terapia (dificuldades persistentes de linguagem). RESULTADOS: Houve associação entre os dados da avaliação inicial (classificação normal ou levemente alterada no vocabulário e pragmática) e o prognóstico (<135 sessões terapêuticas). A variável referente ao vocabulário foi a única capaz de predizer o tempo de terapia. A classificação como grave nesta medida aumentou...

Cirurgia virtual da laringe

Montagnoli, Arlindo Neto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/03/2006 PT
Relevância na Pesquisa
16.28%
Neste trabalho foram desenvolvidas técnicas computacionais que auxiliam os especialistas da fonologia a prever os efeitos produzidos na voz de um paciente quando alterações físicas e mecânicas são efetuadas na laringe, especificamente, nas pregas vocais após a realização da cirurgia. O objetivo principal deste trabalho consiste na utilização de contornos ativos para desenvolver um modelo da laringe baseado no movimentos das pregas vocais e glote. A técnica é baseada em imagens obtidas do exame de endoscopia da laringe. A partir do sinal de voz do paciente é filtrado as características da glote obtidas da imagem da estrobo-laringoscopia, assumindo que as disfonias são causadas por irregularidades nas pregas vocais. As modificações feitas na glote são utilizadas para estimar um novo filtro glotal que é adicionada ao sinal previamente filtrado. Utilizando este método, pode-se obter uma nova voz sintetizada que mantém as características individuais dos pacientes após as alterações realizadas nas pregas oriundas da cirurgia virtual da laringe

Elisão silábica e haplologia: aspectos fonológicos do falar da cidade paulista de Capivari; Syllable drop and haplology: phonological aspects of the Capivari speech, a city from the countryside of São Paulo state

Leal, Eneida de Goes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/09/2006 PT
Relevância na Pesquisa
16.28%
Esta dissertação trata da queda de sílaba em limite de palavra no falar da cidade paulista de Capivari, observando-se em quais contextos esse processo fonológico pode ocorrer e em quais nunca ocorre. Para realizar essa análise, são considerados três níveis fonológicos, quais sejam: segmental, prosódico e métrico. A queda de sílaba é tratada como dois tipos distintos de redução fonológica: na elisão silábica, há dessemelhança entre as consoantes das sílabas envolvidas; com relação à haplologia, as consoantes das sílabas são iguais ou semelhantes ? a diferença entre elas está apenas no traço [sonoridade]. Pôde-se constatar, pela análise de contextos segmentais, que tanto a elisão silábica quanto a haplologia são processos regidos pelas mesmas regras, uma vez que ambos os processos se dão no mesmo ponto de consoante para que possa haver efetiva queda de sílaba. E, da mesma forma, esses processos fonológicos podem ocorrer em qualquer nível da hierarquia prosódica. Isso evidencia que a elisão silábica e a haplologia são de fato o mesmo processo fonológico. Finalmente, a análise métrica aponta as mesmas propriedades para a elisão silábica e para a haplologia no que diz respeito ao uso desses processos para otimizações rítmicas; This work deals with syllable deletion in word boundary in Capivari speech...

A criança e o ritmo em português brasileiro: análise fonética dos dados de encontro acentual; The child and the Brazilian Portuguese rithm: phonetic analisis of the stress-clash´s data

Moraes, Augusta de Magalhães Carvalho de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/03/2006 PT
Relevância na Pesquisa
16.28%
O objetivo deste trabalho foi o de analisar como a criança lida com o encontro acentual no português brasileiro da perspectiva fonético-acústica. Os parâmetros analisados foram o da duração e da freqüência fundamental das vogais, já que estes são os principais correlatos acústicos para determinação do acento primário em português brasileiro (cf. Moraes 1987; Massini-Cagliari 1992; Barbosa 1996). A fonologia e a fonética apresentam diferentes comportamentos no português brasileiro com relação à resolução do encontro acentual (stress-clash) na linguagem adulta. Seguindo Nespor & Vogel (1986) para o italiano e Selkirk (1984) para o inglês, Abousalh (1997) e Santos (2001) afirmam que no português brasileiro os falantes utilizam-se das estratégias da retração acentual (stress-shift) e do alongamento para desfazer o encontro acentual, e estas estratégias ocorrem dentro da frase fonológica. Por outro lado, Barbosa (2002), em um estudo com linguagem adulta, argumentou acusticamente que nem aparente, nem sistematicamente acontece retração acentual com relação ao parâmetro acústico da duração em PB. Este estudo trata de um estudo de caso no qual a criança analisada, minha filha, então com 5 anos e 7 meses...

A semântica e a pragmática na compreensão das oposições present perfect X past simple do inglês e pretérito perfecto X pretérito indefinido do espanhol; Semantics and Pragmatics in the English Present Perfect x Past Simple and the Spanish Pretérito Perfecto x Pretérito Indefinido comprehension

Fonseca, Maria Cristina Micelli
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
16.28%
Nesta tese observa-se o papel que a semântica e a pragmática desempenham, na gramática inicial (early grammar) da interlíngua de falantes de português, na compreensão de textos em inglês e em espanhol nos quais se relatam eventos passados e se empregam as oposições Present Perfect x Past Simple e Pretérito Perfecto x Pretérito Indefinido. Assumimos (MICHAELLIS, 1998) que um dos valores mais fortes das formas compostas dessas duas línguas é o resultativo e que como o português, na maioria das vezes, expressa o resultado de outros modos, o aprendiz vê naquelas apenas uma maneira de expressar ações passadas. Em função disso, ao analisar a estrutura da língua estrangeira, acaba atribuindo aos tempos compostos de ambas os valores aspectuais das perífrases [TER+Particípio] e [ESTAR+Gerúndio] do português, que em muitos casos não coincide com os valores das formas perifrásticas das línguas que estão aprendendo. Enquanto as perífrases da língua estrangeira têm o aspecto perfectivo resultativo, as do português têm valor imperfectivo continuativo. Tal fato, que afeta a compreensão do texto, não é percebido pelos aprendizes. Estes analisam primeiramente a sintaxe da língua-alvo (top-down procedure, Liceras...

O acento lexical como pista para o reconhecimento de palavras; The Portuguese speakers' ability to recognize words from its initial fragments with information based on the lexical stress: an experimental analysis in segmented words from Portuguese language

Consoni, Fernanda
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
16.28%
No estudo fonológico experimental descrito nesta dissertação, buscamos testar a capacidade dos falantes de português de reconhecerem as palavras a partir de fragmentos iniciais com informações baseadas no acento lexical. Para tanto, realizamos um teste em que palavras segmentadas da língua portuguesa eram apresentadas aos sujeitos os quais deveriam escolher entre palavras pertencentes a três padrões acentuais - tônica/átona, átona/tônica, átona/átona - a qual julgavam pertencer a seqüência de som ouvida. Os resultados do teste revelaram que os sujeitos são capazes de reconhecer uma palavra com base em seus segmentos iniciais e informações sobre o acento lexical. O padrão átona/átona, nomeado PP, apresentou o maior índice de julgamentos errados, 46%, dos quais, a maioria, favorece o padrão átona/tônica. Os parâmetros acústicos que marcam o português foram observados e não apresentaram justificativa para os erros de PP, o que nos leva a concluir que a escolha dos sujeitos seja norteada pelo padrão acentual do português, o paroxítono.; In the experimental phonological research described in this dissertation, we aimed at testing the Portuguese speakers' ability to recognize words from its initial fragments with information based on the lexical stress. Considering this goal...

Aspectos segmentais dos processos de sândi vocálico externo no falar de São Paulo; The phonological processes of vowel elision, diphthongation and vowel degemination used by speakers from São Paulo

Nogueira, Milca Veloso
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/07/2007 PT
Relevância na Pesquisa
16.28%
Esta dissertação trata dos processos fonológicos de elisão, ditongação e degeminação no falar de São Paulo. Além dos trabalhos clássicos sobre esses processos de sândi vocálico externo, em Português Brasileiro, serão apresentados dados de um experimento feito para este trabalho. De acordo com os dados do corpus desta dissertação, houve preferência pela aplicação da elisão e não da ditongação, nos casos em que ambos os processos eram possíveis. Os números referentes à elisão confirmaram a afirmação de Bisol com relação à aplicação categórica desse processo quando a vogal a ser elidida é [a]. No entanto, houve alta aplicação de elisão de [u], indicando um favorecimento pela elisão e não pela ditongação. Houve ainda algumas ocorrências de elisão de vogal [coronal], quando esta vogal era precedida por uma consoante que partilhava os mesmos traços com ela. Considerando-se os contextos para ditongos crescentes vs ditongos decrescentes, observou-se uma forte preferência pelo ditongo crescente nos dados coletados do dialeto de São Paulo. Finalmente, com relação à posição do contexto de aplicação dos processos, na seqüência de três vogais adjacentes (V1V2V3), observou-se que o contexto V1+V2 favorece a ocorrência de elisão...