Página 18 dos resultados de 859 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Contribui??es da an?lise do comportamento na avalia??o e no tratamento de crian?as com transtorno do d?ficit de aten??o e hiperatividade

ROBERT, Edila Adriene Maia
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.21%
Transtorno do D?ficit de Aten??o e Hiperatividade (TDAH) ? um fen?meno estudado em diversos pa?ses, composto de sintomas de desaten??o, imperatividade e impulsividade, ocorre na inf?ncia podendo persistir at? a idade adulta. Este transtorno causa preju?zos nas ?reas acad?micas, sociais e ocupacionais, reduz a auto-estima, pode evoluir para delinq??ncia, uso de drogas e ?lcool, gera estresse nas fam?lias, tem alto custo financeiro e impacto social. O diagn?stico ? feito com base em crit?rios cl?nicos adotados pelo DSM IV e o tratamento indicado combina farmacoterapia e psicoterapia. Considerando-se que TDAH ? um transtorno de desenvolvimento de autocontrole e que estudos sugerem que autocontrole pode ser adquirido em condi??es de treino, torna-se relevante a realiza??o de pesquisas aplicadas utilizando princ?pios da an?lise do comportamento, para minimizar preju?zos e contribuir para melhoria de qualidade de vida de portadores de TDAH. Este estudo objetivou verificar a efic?cia do uso de esquemas de refor?amento diferencial de outro comportamento (DRO) e de atraso de refor?o na instala??o e/ ou aumento de comportamentos de autocontrole em um menino de 9 anos diagnosticado com TDAH, que faz uso de medicamento. O participante foi exposto ao procedimento de treino de autocontrole...

Desempenho na grafia e na dire??o grafol?gica em fun??o da postura e da domin?ncia manual em destros e canhotos em fam?lias de renda baixa e m?dia

SILVEIRA, Francisca Morais da
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
26.21%
H? tr?s teorias distintas que buscam explicar a origem da postura invertida (INV) em canhotos. O Modelo gen?tico de McKeever postula que o tra?o esteja ligado ao sexo, sendo transmitido via cromossomo X, atrav?s das m?es, o que explica a preval?ncia maior da postura INV entre o sexo masculino. De acordo com o modelo patol?gico a postura invertida decorre de fatores neuropatol?gicos, enquanto a teoria de adapta??o t?cnica considera a postura INV como um ajuste manual para enfrentar as exig?ncias abdutivas impl?citas no sistema ortogr?fico romano. Muitos partid?rios da ?ltima teoria julgam a postura INV como prejudicial, resultando em problemas f?sicos e em escrita ileg?vel, recomendando que a mesma seja substitu?da pela postura n?o invertida (NI). Um estudo pr?vio foi realizado entre 96 adolescentes de classe socioecon?mica (CSE) baixa, sendo 48 canhotos e 48 destros, subdivididos por sexo e postura para escrever. A presente investiga??o representa uma extens?o deste estudo, atrav?s da avalia??o de 106 alunos da CSE m?dia, sendo 68 destros e 66 canhotos. Os objetivos principais foram averiguar se a postura invertida estava associada a problemas f?sicos, complica??es no parto, padr?es diferentes de dire??o grafol?gica, desempenho caligr?fico inferior e verificar se as mesmas caracter?sticas variavam em fun??o do n?vel da CSE. Os resultados n?o indicaram nenhuma rela??o entre postura invertida e problemas f?sicos e pr?-natais no est?mulo grafol?gico. Os canhotos com postura INV mais do que os canhotos NI e destros tenderam a desenhar as linhas horizontais na dire??o direita para esquerda; nas outras tarefas de desenhos grafol?gicos n?o diferiram dos outros grupos. Nas tarefas cursivas e letras de forma o desempenho das alunas foi consistentemente superior ao dos alunos de modo geral. Os canhotos emitiram mais erros quando escreveram em letras de forma...

Plantas medicinais utilizadas em comunidades do munic?pio de Igarap?-Miri, Par?: etnofarm?cia do munic?pio de Igarap?-Miri-Par?

PINTO, Lucianna do Nascimento
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.21%
No munic?pio de Igarap?Miri, como em todo o estado do Par?, ? comum o uso de plantas medicinais para o tratamento de muitas doen?as. Da mesma maneira, em v?rios estados do pa?s se t?m registrado programas oficiais de plantas medicinais e para mapear as esp?cies vegetais utilizadas na fitoterapia popular aplicamse metodologias etnoorientadas tais como a etnobot?nica e a etnofarmacologia, principalmente. A partir das ci?ncias farmac?uticas elaborouse a etnofarm?cia, que vem sendo empregada em n?vel mundial para levantar plantas medicinais e avaliar os rem?dios preparados a partir delas. O objetivo geral desse trabalho ? contribuir para a consolida??o da Etnofarm?cia e para a implementa??o da PNPMF no estado do Par?, trazendo informa??es colhidas sobre indica??o de plantas medicinais, prepara??o e administra??o de rem?dios vegetais e problemas relacionados ao uso deles. Mais especificamente, visa determinar a nosogeografia regional, identificar e selecionar os recursos terap?uticos vegetais utilizados para o tratamento das doen?as prevalentes, conhecer e caracterizar do ponto de vista farmac?utico os rem?dios a base de vegetais citados. Elaborar fichas com informa??es sobre vegetais selecionados nos moldes de uma monografia s?o outros objetivos aqui propostos. A ferramenta empregada para atingir os objetivos ? o levantamento etnofarmac?utico que associa elementos de outros m?todos etnoorientados com os preceitos da Assist?ncia Farmac?utica. Aplicado em oitenta e seis comunidades do munic?pio...

Organiza??o comunit?ria e desenvolvimento territorial: o contexto ribeirinho em uma ilha da Amaz?nia

RODRIGUES, Eliana Teles
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.21%
Este trabalho ? um estudo de caso sobre comunidades ribeirinhas do estu?rio amaz?nico em que se analisam as din?micas s?cio-espaciais e a organiza??o comunit?ria da popula??o que reside na ilha do Combu. Trata-se de averiguar a organiza??o espacial e territorialidade das comunidades, ou seja, a produ??o e reprodu??o da vida material e econ?mica buscando nessas experi?ncias aportes que venham servir de refer?ncia para outras localidades rurais tendo em vista o debate sobre o desenvolvimento regional. Servem como amostra da pesquisa 54 unidades familiares distribu?das em quatro comunidades: Igarap? Combu, Beira do Rio, Piriquitaquara e Furo do Benedito. Por ser um estudo de natureza interdisciplinar adota a perspectiva s?cio-econ?mica, pol?tica e cultural tendo como foco as quest?es: a) Como as comunidades da ilha do Combu t?m se adaptado ?s interfer?ncias ex?genas e quais as estrat?gias de sobreviv?ncia; c) Quais as diferencia??es, inter-rela??o entre os grupos e suas formas de organiza??o e articula??o; d) O que gera maior envolvimento comunit?rio. Os resultados mostram que a desarticula??o ? um fator desfavor?vel na organiza??o comunit?ria o que implica menor possibilidade de se inserirem na sociedade como cidad?os participantes do processo de desenvolvimento e direcionadores de seu destino. A manuten??o do ambiente e do bem-estar das comunidades est? relacionada a aspectos que levem em conta informa??o e conhecimento formal...

Pol?ticas educacionais e desenvolvimento: a experi?ncia da Reserva Extrativista Marinha do Soure, Par?

FERREIRA, Lindomal dos Santos
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.21%
As Reservas Extrativistas (RESEX) t?m se destacado como importante alternativa estrat?gica de subsist?ncia. Integradas ao marco te?rico do desenvolvimento sustent?vel elas t?m se apresentado de modo emp?rico como amplas possibilidades de co-exist?ncia do homem com os recursos naturais em rela??es sustent?veis, no sentido harmonizar os aspectos sociais, econ?micos e ecol?gicos das popula??es locais. O objetivo deste trabalho foi analisar o papel da educa??o no ?mbito da proposta do desenvolvimento subjacente ? proposta das reservas extrativistas, em especial o caso da RESEX / Soure, verificando a viabilidade das reservas extrativistas como modelo de desenvolvimento. O locus da pesquisa foi a Reserva Extrativista Marinha do Soure, munic?pio de Soure, estado do Par?. Foi estudada uma popula??o composta por 278 fam?lias de "tiradores de caranguejo" / ACS de Soure e os 1.475 pescadores artesanais associados ? Col?nia de Pesca de Soure Zona 1/CP-Z- 1. A t?cnica de pesquisa utilizada foi a Observa??o Direta. E os instrumentos de pesquisa adotados foram os di?rios de observa??o e entrevistas semi-estruturadas. Constatou-se que os recursos naturais locais s?o riqu?ssimos, embora grande parte estejam amea?ados. Verificou-se tamb?m que a atividade extrativista mais significativa nas ?reas da RESEX juntamente com a pesca ? a tira??o de caranguejo...

Seguran?a alimentar em comunidades quilombolas: estudo comparativo de Santo Antonio (Conc?rdia do Par?) e Cacau (Colares, Par?)

MENDES, Patr?cia Miranda
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.21%
Nesta pesquisa apresentam-se as no??es de seguran?a alimentar, soberania e a din?mica de grupos quilombolas atrav?s da an?lise e discuss?o da dieta alimentar e suas transforma??es nas comunidades do Cacau e Santo Ant?nio a partir do estudo dos meios de aquisi??o, rela??es sociais e influ?ncia na sa?de das popula??es. O sistema de alimenta??o das localidades passa por um processo de mudan?a ocasionado, sobretudo pelo esgotamento dos recursos da natureza associado ao crescimento populacional e ? press?o externa sobre os territ?rios fazendo com que se demande por mais recursos financeiros para a sua aquisi??o, o que contribui de maneira negativa na dieta, al?m de ocasionar mudan?as nos h?bitos alimentares. O efeito da alimenta??o na dieta dos grupos sociais ? demonstrado atrav?s de uma avalia??o nutricional realizada entre os membros das fam?lias (adultos, adolescentes e crian?as). Assim se faz uma compara??o entre os resultados da pesquisa nas duas comunidades de maneira que se observem as diferen?as e as singularidades em rela??o ? seguran?a alimentar e nutricional.; ABSTRACT: In this research the slight knowledge of alimentary security are presented, sovereignty and the dynamics of groups quilombolas through the analysis and quarrel of the alimentary diet and its transformations in the communities of the Cacau and Santo Antonio from the study of the ways of acquisition...

Manejo e uso comum dos recursos naturais em popula??es quilombolas no vale do Rio Capim ? PA

BARBOSA, Maria Betanha Cardoso; ACEVEDO MARIN, Rosa Elizabeth
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
PORTUGU?S
Relevância na Pesquisa
26.21%
Este texto destaca o sistema de uso comum de recursos naturais nas comunidades quilombolas de Taperinha, Sau?-Mirim e Nova Ipixuna localizadas no sudeste do Munic?pio de S?o Domingos do Capim, no Par?, Brasil. As comunidades encontran-se no local mais desmatado da margem do rio Capim. De acordo com a mem?ria dos idosos, na abund?ncia de recursos naturais, a comunidade os manejou sem regras e normas de uso. Entretanto, no per?odo da escassez, foi necess?ria a elabora??o de arranjos, a fim de ordenar a gest?o dos recursos, para mant?-los. Essas regras e normas existem enquanto mecanismos de manejo dentro do territ?rio da comunidade, os quais passam a ser apropriados pelas fam?lias, segundo o despertar do sentimento de perten?a, regido por estrat?gias de uso e sobreviv?ncia. Assim, o uso deriva de uma ancestralidade que permite definir espa?os de coleta, de ca?a e de cultivo. As normas e as regras emergem segundo a no??o de territ?rio estabelecida pelo grupo, dando liberdade aos que podem acessar os recursos e, ao mesmo tempo, impondo regras ao seu consumo.; ABSTRACT: This text outlines the system of common use of natural resources in quilombola communities of Taperinha, Sau?-Mirim and Nova Ipixuna. Situated in the southeastern of the S?o Domingos do Capim city. The communities are located in the most deforested area of the Capim River bank. According to the memory of the elderly...

Levels of As, Cd, Pb and Hg found in the hair from people living in Altamira, Par?, Brazil: environmental implications in the Belo Monte area

CARVALHO, Antonio Sergio Costa; SANTOS, Alberdan Silva; PEREIRA, Simone de F?tima Pinheiro; ALVES, Claudio Nahum
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
26.21%
Amostras de cabelo foram utilizadas como bioindicador para avaliar os n?veis de As, Cd, Pb e Hg na popula??o residente na ?rea "Volta Grande" do rio Xingu, no Norte do Brasil. As concentra??es de As e Cd est?o de acordo com os valores encontrados na literatura, no entanto, foram encontrados valores an?malos de Pb e Hg , o que pode sugerir uma varia??o inter-regional. Os elevados valores encontrados de Pb e Hg, em cabelos de moradores da Ilha do Canteiro, podem ser atribu?dos ? exposi??o ambiental das fam?lias, por estarem em uma ?rea ambiental impactada pela minera??o de ouro. A aplica??o dos m?todos de estat?stica multivariada mostrou que a concentra??o dos metais, estudados neste trabalho, pode ser classificat?ria entre pessoas de localidades diferentes do munic?pio de Altamira. Os resultados neste trabalho refletem o impacto ambiental destes elementos sobre a sa?de dos habitantes desta ?rea de garimpagem de ouro.; ABSTRACT: Human hair was used as a bioindicator to evaluate the levels of As, Cd, Pb and Hg in the resident population of the "Volta Grande" area of the Xingu river, in the North of Brazil. The concentrations of As and Cd are in agreement with the values found in the literature, however, the Pb and Hg concentration is very different...

Aspectos evolucion?rios das unidades de produ??o camponesas do territ?rio Manaus e entorno

SANTOS, Jess? Rodrigues dos
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
26.21%
Nesta tese, aborda-se os processos de mudan?a e diversifica??o dos sistemas produtivos camponeses localizados em uma parte do Territ?rio Manaus e Entorno. O objetivo da pesquisa ? a compreens?o dos processos de mudan?a econ?mica e tecnol?gica em curso nestes sistemas produtivos. A abordagem do tema ? realizada atrav?s de uma estrutura anal?tica multidisciplinar envolvendo conceito da teoria econ?mica evolucion?ria, da teoria do desenvolvimento end?geno, da antropologia econ?mica e da teoria do investimento campon?s. Os resultados encontrados revelam que os sistemas produtivos estudados s?o diversificados em rela??o aos territ?rios onde ocorrem. Essa diversifica??o decorre do modo como os produtores camponeses adaptam seus sistemas produtivos alterando as rotinas de trabalho que os constituem em fun??o das injun??es provenientes do ambiente institucional complexo e da din?mica dos ecossistemas. Tais adapta??es s?o orientadas pelas caracter?sticas socioculturais inerentes ?s fam?lias camponesas e motivadas pela busca da efici?ncia reprodutiva. Ao final, os dados da pesquisa de campo s?o processados atrav?s da An?lise Fatorial, revelando diferencia??es de trajet?rias de sistemas produtivos semelhantes em territ?rios distintos, bem como agrupamentos que posicionam os produtores camponeses entre situa??es de integra??o ao mercado e subsist?ncia subsidiada por benef?cios sociais e previdenci?rios. Esses resultados evidenciam a complexidade da socioeconomia camponesa e suas diversas estrat?gias de inova??o adaptativa.; ABSTRACT: In this thesis...

Jornal do Par?: o caminho liter?rio entre espa?os e di?logos na Bel?m oitocentista

MARTINS, Patr?cia Carvalho
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.21%
A divulga??o de estudos em jornais do s?culo XIX se torna cada vez mais necess?ria, pois contribui para um melhor entendimento do processo de produ??o, circula??o e forma??o da Hist?ria Liter?ria Brasileira. Neste trabalho, analisa-se um dos principais jornais da imprensa paraense oitocentista - O Jornal do Par? (1862 -1878) - que destinou v?rios espa?os para publica??o liter?ria e manteve est?veis di?logos com peri?dicos de outros estados, como o impresso carioca Jornal das Fam?lias - produzido pela Editora Garnier e dirigido sob a mesma linha conservadora do peri?dico paraense. Desse jornal familiar foram extra?dos desde tradu??es a textos de autores consagrados, como Machado de Assis. Esses espa?os reservados para a conversa entre os peri?dicos mostram que o Par? n?o ficou a parte das conjecturas de seu tempo, como tamb?m participou ativamente do cen?rio que ajudou a constituir a Literatura Brasileira.; ABSTRACT: The dissemination of research in newspapers of the nineteenth century becomes increasingly necessary as it contributes to a better understanding of the process of production, circulation and formation of the Brazilian Literary History. In this paper, we analyze one of the leading newspapers of the nineteenth century press Para-The Journal of Par? (1862-1878) - which has earmarked several areas for literary publication and remained stable periodic dialogues with other states...

Efeito do tamanho da ?rea florestada, grau de isolamento e dist?ncia de estradas na estrutura??o de comunidades de aranhas em Alter do Ch?o, Santar?m, Par?

SILVA, Bruno Jos? Ferreira da
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.21%
Dados recentes mostram que os processos de destrui??o da floresta e forma??o de fragmentos est?o avan?ando muito rapidamente na Amaz?nia brasileira. Definir como esses processos afetam a fauna nas diferentes fito fisionomias amaz?nicas ? fundamental para que se possam planejar pol?ticas visando avaliar a vulnerabilidade relativa de diferentes grupos biol?gicos a esse processo assim estimar o valor de ?reas fragmentadas para a conserva??o. Os invertebrados podem ser usados como bons indicadores para esse objetivo, pois s?o grupos com grande capacidade adaptativa e de dispers?o, dependendo diretamente do ambiente para sua sobreviv?ncia. A utiliza??o de aranhas para avaliar o efeito da fragmenta??o florestal ? recente e ainda pouco explorada, apesar das aranhas serem um grupo megadiverso e com sua biologia diretamente relacionada com a composi??o e estrutura do ambiente em que vivem. Destarte este trabalho objetivou avaliar os efeitos do tamanho da ?rea florestada, do grau de isolamento e da dist?ncia das estradas sobre as comunidades de aranhas em 15 ilhas de floresta, isoladas por matriz de savana e seis ?reas de mata cont?nua no distrito de Alter do Ch?o, no munic?pio de Santar?m, no oeste do estado do Par?. As amostragens envolveram um esfor?o de 252 horas...

Efeito de bacias e de vari?veis ambientais na estrutura de comunidades de peixes de igarap?s na regi?o do interfl?vio Madeira-Purus

BARROS, Daniela de Fran?a
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.21%
Este trabalho teve como principal objetivo estudar a riqueza e a composi??o da ictiofauna de igarap?s de cabeceiras da regi?o do interfl?vio Madeira-Purus, e investigar se as varia??es encontradas podem ser relacionadas ?s caracter?sticas ambientais e/ou as bacias de drenagem. Foram empreendidas duas campanhas de coletas com dura??o de aproximadamente 20 dias cada, entre os meses de abril a julho de 2007, totalizando 22 igarap?s amostrados, pertencentes a cinco bacias diferentes. Os peixes foram capturados com pu??s e pequena rede de arrasto. Nos mesmos locais e per?odos de amostragem foram obtidos dados sobre as caracter?sticas estruturais dos igarap?s e f?sico-qu?micas da ?gua. Foram capturados 5509 exemplares de peixes, pertencentes a 86 esp?cies, 22 fam?lias e seis ordens. Characiformes foi o grupo taxon?mico mais diversificado seguido de Gymnotiformes e Siluriformes. A composi??o de esp?cies foi influenciada principalmente pela largura e profundidade do canal, vaz?o e tipo de substratos. A presen?a de ambientes distintos no entorno dos igarap?s amostrados tamb?m contribuiu para as diferen?as ictiofaun?sticas encontradas. As bacias de drenagem tiveram forte efeito sobre as comunidades de peixes. Entretanto, os resultados obtidos n?o permitem afirmar...

A a??o pedag?gica de professores ribeirinhos da Amaz?nia e sua rela??o com a concep??o freireana de educa??o: um estudo do Projeto Escola A?a? em Igarap?-Miri/PA

GERONE JUNIOR, Acyr
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.21%
O presente estudo investigou a maneira como os professores ribeirinhos que atuam no Projeto Escola A?a?, em Igarap?-Miri/PA, realizam sua a??o pedag?gica, e se tais pr?ticas est?o relacionadas aos pressupostos freireanos da educa??o. A op??o metodol?gica do estudo se fundamenta na pesquisa qualitativa, configurada em um estudo de caso com a aplica??o de question?rio, an?lise de documentos e entrevistas para a coleta de dados com professores ribeirinhos. No estudo, foram utilizadas produ??es te?ricas que focalizam a pr?tica pedag?gica a partir dos ideais de Paulo Freire concomitante a outros referenciais que investigam o contexto amaz?nico/ribeirinho em rela??o aos aspectos socioeducacionais e culturais. Os resultados do estudo apontaram que a a??o pedag?gica realizada pelos professores da Escola A?a? est? fundamentada nas concep??es freireanas, de tal modo que estas a??es est?o pr?ximas e adequadas ? realidade ribeirinha, privilegiando os saberes, a cultura e as experi?ncias destas popula??es, resgatando e afirmando os valores culturais destes sujeitos que vivem na Amaz?nia. Constatou-se, tamb?m, que a a??o pedag?gica viabiliza a inclus?o socioeducacional de fam?lias de alunos ribeirinhos em v?rios projetos de empoderamento comunit?rio...

Estrutura de comunidades de peixes de igarap?s de tr?s pequenas bacias de drenagem sob uso de Agricultura Familiar no Nordeste Paraense

CORR?A, Jean Michel
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.21%
As esp?cies da ictiofauna podem se distribuir no espa?o e no tempo de maneira organizada, seguindo um padr?o que pode ser percebido pela associa??o ou agrupamento das esp?cies e pela sua rela??o com determinados habitats. O n?mero reduzido de estudos e o pequeno conhecimento da fauna aqu?tica na Amaz?nia resultam em sub-estimativas dos impactos na ictiofauna de igarap?s. A Regi?o Bragantina, no nordeste paraense, ? tida como um exemplo de fronteira agr?cola antiga na Amaz?nia. A agricultura familiar ? expressiva na ?rea, sendo as principais culturas milho, caupi e mandioca, e cultivos semi-perenes, como maracuj? e pimenta-do-reino. Estas ?reas de produ??o familiar constituem hoje importantes elementos da paisagem, podendo ocasionar ? degrada??o dos solos e do ecossistema aqu?tico. Nesse contexto, um estudo foi realizado nos anos de 2006 e 2007 em tr?s igarap?s situados nessa regi?o: Cumaru, S?o Jo?o e Pachib?. Foram coletados 2.117 peixes, distribu?dos em sete ordens, 13 fam?lias, 27 g?neros e 43 esp?cies. A esp?cie mais abundante em todas as amostras coletadas foi Hypessobrycon heterorhabudus, com 337 indiv?duos, seguido por Bryconops caudomaculatus, com 326 indiv?duos. A riqueza de esp?cies foi maior num trecho do Pachib? (IGPA-B)...

Territorialidade e uso comum entre os quilombolas de Santa Rita da Barreira em contradi??o com ?Pol?ticas de Etnodesenvolvimento?

DINIZ, Raimundo Erundino Santos
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.21%
O estudo sobre o processo etnohist?rico das unidades familiares que organizaram o povoado conhecido como Antiga Barreira, situado ? margem esquerda do rio Guam?, munic?pio de S?o Miguel do Guam? ? PA conduziu a explorar o universo de rela??es sociais marcado por estrat?gias de perman?ncia, constru??es simb?licas e pr?ticas coletivas de dom?nio no territ?rio com predomin?ncia do uso comum dos recursos naturais. Atualmente, o povoado ? reconhecido como comunidade quilombola de Santa Rita da Barreira tendo recebido do ITERPA o t?tulo coletivo correspondente a uma ?rea de 371 hectares. As territorialidades constru?das a partir de pr?ticas sociais fundadas na organiza??o comunit?ria e a mobiliza??o pol?tica em torno de interesses comuns refor?am o sentimento de perten?a e a identidade quilombola. Essa organiza??o do grupo se materializa frente ?s adversidades impostas pela sociedade dominante que lhes invizibilizaram ou constru?ram concep??es ?primordialistas? sobre o grupo e seus modos de vida. Ap?s a titula??o diversas pol?ticas p?blicas chegaram ? Santa Rita da Barreira atrav?s de programas e projetos que tiveram como discurso o ?desenvolvimento?, a ?inclus?o social das comunidades quilombolas?. Instrumentos jur?dicos aprovados a partir da Constitui??o Federal de 1988...

Banco de sementes de plantas daninhas em solo cultivado com pastagens de Brachiaria brizantha e Brachiaria humidicola de diferentes idades

SILVA, D?bora Soraya Martins da; DIAS FILHO, Moacyr Bernardino
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
26.21%
Estudou-se o banco de sementes do solo de uma pastagem de Brachiaria brizantha com 4 anos de idade e de pastagens de Brachiaria humidicola com 4, 15 e 20 anos de idade, localizadas no nordeste do Estado do Par?. Objetivou-se avaliar a influ?ncia da esp?cie forrageira e da idade da pastagem no tamanho e na composi??o do banco de sementes de plantas daninhas do solo. Cada pastagem foi dividida em cinco ?reas de aproximadamente 500 m?, sendo retiradas, de cada ?rea, 10 subamostras de solo na profundidade de 0-10 cm. Cada amostra composta das 10 subamostras de solo foi homogeneizada, identificada, distribu?da em bandeja de pl?stico e levada para germinar em casa de vegeta??o durante um per?odo de 15 meses. O banco de sementes do solo da pastagem de B. brizantha foi em torno de 10 vezes menor que o da pastagem de B. humidicola de mesma idade. Com rela??o ao efeito da idade da pastagem, entre as pastagens de B. humidicola, o banco de sementes foi menor naquela de 20 anos de idade (1.247 sementes m-2), n?o tendo sido detectada diferen?a significativa entre as pastagens de 15 (11.602 sementes m-2) e 4 (9.486 sementes m-2) anos de idade. As fam?lias bot?nicas Cyperaceae, Rubiaceae e Labiateae foram as de maior predomin?ncia entre as plantas daninhas infestantes da ?rea...

Imigra??o espanhola na Amaz?nia: as col?nias agr?colas e o desenvolvimento socioecon?mico do Nordeste paraense (1890-1920)

SMITH J?NIOR, Francisco Pereira
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
26.21%
O per?odo compreendido entre os anos de 1890 e 1920 marcou a hist?ria das migra??es internacionais no estado do Par?. Em fun??o de uma forte propaganda migrat?ria na Europa, o Estado paraense foi palco de entrada para muitos imigrantes europeus, entre eles os espanh?is. Atra?dos pela agricultura no estado, devido ? cria??o dos n?cleos coloniais, muitas fam?lias de espanh?is, sa?dos, muitas vezes, de uma situa??o de pobreza, atravessaram o Atl?ntico e reconstru?ram suas vidas em v?rios n?cleos coloniais do estado do Par?. Sendo assim, a pesquisa prop?e investigar quais as contribui??es socioecon?micas dos imigrantes espanh?is para o desenvolvimento do Nordeste paraense, e procura entender o processo de introdu??o desses colonos em territ?rio paraense e o seu cotidiano nas col?nias, a partir de documentos e entrevistas para demonstrar essa viv?ncia de espanh?is no estado do Par?. Com isso, pretende-se com esta pesquisa dar sua parcela de contribui??o para o campo historiogr?fico dentro dos estudos sobre migra??o internacional na Amaz?nia, visto que, existe certa escassez de trabalhos em estudos migrat?rios na regi?o, salvo alguns trabalhos reconhecidos de pesquisadores que se dedicam ao tema da migra??o no territ?rio paraense.; ABSTRACT: The period among the years of 1880 and 1920 marked the history of the international migrations in the State of Par?. With the strong migration propaganda in Europe...

Manejo de agrobiodiversidad en geoformas de restingas de v?rzea peruana, Iquitos/Per?

ROMERO PINEDO, Roberto Carlos
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
SPA
Relevância na Pesquisa
26.21%
O estudo tem como objetivo avaliar e analisar o manejo da agrobiodiversidade em geoformas de restingas a partir da adaptabilidade da agrobiodiversidade praticada e da fun??o que desempenham nas estrat?gias econ?micas das fam?lias produtoras ribeirinhas. A relativa estabilidade das geoformas de restingas em fun??o das eros?es e inunda??es e seu grande potencial agro-biol?gico natural, explicam sua ocupa??o e uso intensivo dos solos desde muito antes do descobrimento e coloniza??o da Amaz?nia pelos europeus (espanh?is e portugueses). A adaptabilidade da biodiversidade ribeirinha, como estrat?gia para produzir, manejar e conservar a diversidade dos recursos agr?colas, agroflorestais e outros recursos da agrobiodiversidade amaz?nica nas diferentes unidades de produ??o ou agroecosistemas (hortas, quintais, capoeira e bosques) de propriedade familiar, tem contribu?do para alcan?ar auto-sufici?ncia alimentar durante o ano e, principalmente, enfrentar ou diminuir riscos ocasionados por grandes inunda??es e pelo mercado (instabilidade de pre?os). O trabalho de campo foi realizado na v?rzea amaz?nica peruana, especificamente no Setor Muyuy, no sudeste da cidade de Iquitos.; ABSTRACT: The study has as purpose to evaluate and analyze the management of the agrobiodiversity in sandbank geoforms from the adaptability of the practiced agrobiodiversity and its function in the economic strategies of the riverine producing families. The relative stability of geoforms of sandbanks in function to the erosion and flood and its great natural agro-biologic potential...

Os recursos pesqueiros marinhos e estuarinos do Maranh?o: biologia, tecnologia, socioeconomia, estado da arte e manejo

ALMEIDA, Zafira da Silva de
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
26.21%
O estado do Maranh?o possui um grande potencial pesqueiro; entretanto, a pesca foi exclu?da das prioridades governamentais e cient?ficas. Considerando as lacunas de conhecimento existentes, este trabalho realizou um diagn?stico dos dados pret?ritos e atuais dispon?veis sobre a pesca no Estado, abordando o estado da arte, caracteriza??o das embarca??es e artes de pesca, al?m da an?lise de produ??o, esp?cies de valor comercial e socioeconomia dos atores sociais envolvidos. A partir do quadro visualizado foi poss?vel delimitar a exist?ncia de 21 unidades, aqui denominadas de Sistema de Produ??o Pesqueira, por meio de um processo de subdivis?es sucessivas da atividade pesqueira de acordo com a frota, pr?tica ou arte de pesca, recursos explorados, ambiente, resid?ncia, rela??o de trabalho e renda do pescador e grau de isolamento da ?rea de pesca. Para tanto, foram aplicados question?rios com os diferentes atores sociais e viv?ncia em campo. Os sistemas foram caracterizados segundo os aspectos econ?micos, sociais, tecnol?gicos, ecol?gico e manejo, evidenciando-se uma ampla variedade de pr?ticas e frotas, que atuam, predominantemente, em ambientes costeiros, com pequenas embarca??es e artes de pescas simples, capturando diferentes esp?cies-alvo...

Avifauna do estado do Acre: composi??o, distribui??o geogr?fica e conserva??o

SILVA, Edson Guilherme da
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
26.21%
O estado do Acre faz fronteiras internacionais com o Peru e a Bol?via e nacionais com os estados do Amazonas e Rond?nia. O Acre est? localizado nas terras baixas da Amaz?nia sul?ocidental, pr?ximo ao sop? dos Andes, dentro de uma regi?o considerada megadiversa da Amaz?nia brasileira. Apesar disso, a regi?o ainda ? pouco conhecida e considerada priorit?ria para a realiza??o de novos levantamentos biol?gicos. Com o intuito de contribuir para o conhecimento da avifauna do sudoeste amaz?nico, este estudo teve como principais objetivos responder as seguintes quest?es: (a) Quantas e quais s?o as esp?cies de aves do estado do Acre? (b) Como as esp?cies est?o distribu?das dentro do estado do Acre? e (c) Qual o estado de conserva??o das esp?cies residentes no estado do Acre? A metodologia para responder a estas quest?es contemplou: (a) uma ampla revis?o bibliogr?fica; (b) dois anos de levantamento em campo, incluindo registros e a coletas de esp?cimes testemunhos; (c) a confec??o do mapa de distribui??o de cada t?xon (incluindo esp?cies e subesp?cies); (d) a distribui??o dos t?xons pelas tr?s grandes regi?es interfluviais do Estado (leste, central e oeste); (e) a identifica??o de zonas de contato e hibridiza??o, baseada na distribui??o dos t?xons parap?tridos dentro do Estado; (f) o c?lculo da distribui??o potencial dos t?xons dentro do Acre...