Página 17 dos resultados de 127583 itens digitais encontrados em 0.052 segundos

Mapeamento de genes de resistência à ferrugem e de QTLs envolvidos na resistência à septoriose em soja; Mapping resistance genes to soybean rust and QTLs involved in brown spot resistance in soybean

Brogin, Rodrigo Luis
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/10/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.14%
A ocorrência de doenças em soja tem aumentado nos últimos anos, provocando grandes perdas em plantios comerciais e exigindo respostas rápidas da pesquisa para desenvolvimento e aplicação de técnicas de controle. Mais de 40 doenças afetam a cultura da soja em todo o mundo e dentre elas estão a ferrugem asiática (Phakopsora pachyrhizi Sydow) e a septoriose ou mancha parda (Septoria glycines Hemmi). Estas doenças estão disseminadas em praticamente todas as regiões produtoras de soja do Brasil. Os objetivos desse trabalho foram mapear o gene que confere resistência a P. pachyrhizi presente na cultivar de soja FT-2 e QTLs envolvidos na resistência a S. glycines, utilizando uma população de plantas F2 derivada do cruzamento entre as cultivares FT-2 (resistente) e Davis (suscetível). Marcadores microssatélites foram testados nos genitores, sendo os polimórficos utilizados para genotipar as plantas da geração F2. Progênies F3:2 e F4:2 foram obtidas e avaliadas para reação às doenças. Para a ferrugem da soja foram detectados cinco marcadores associados ao caráter, sendo que dois deles (Satt079 e Satt307) flanqueiam o gene dominante de resistência, que foi mapeado no grupo de ligação C2 da soja. Uma eficiência de seleção de 100% foi obtida com o uso simultâneo destes dois últimos marcadores...

Indução de resistência em feijoeiro (Phaseolus vulgaris) por acibenzolar-S-metil e Bacillus cereus: aspectos fisiológicos, bioquímicos e parâmetros de crescimento e produção"; Resistance induced in bean plants (Phaseolus vulgaris) by acibenzolar-S-methyl and Bacillus cereus: physiological and biochemical aspects, growth and production parameters

Kuhn, Odair José
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.14%
A indução de resistência envolve a ativação de mecanismos de defesa latentes existentes nas plantas em resposta ao tratamento com agentes bióticos ou abióticos. As plantas apresentam sistema de defesa induzível, com a finalidade de economizar energia. Desse modo, a resistência induzida em condições naturais representará custo apenas na presença do patógeno. Porém, plantas que investem seus recursos para se defenderem na ausência de patógenos arcarão com custos que refletirão na produtividade, uma vez que as alterações metabólicas que levam a resistência apresentam custo adaptativo associado, o qual pode pesar mais do que o benefício. O efeito negativo na produtividade ocorre principalmente onde indutores químicos são utilizados repetidas vezes ou em doses mais elevadas. Assim, em alguns casos podemos estar caminhando sobre uma estreita linha entre custo e benefício, onde a cura pode ser tão ruim quanto a própria doença. Neste trabalho foram conduzidos experimentos objetivando verificar alterações bioquímicas e fisiológicas, correlacionando-as com parâmetros de produção do feijoeiro entre a indução mediada por acibenzolar-S-metil (ASM), indutor químico, e, a mediada por Bacillus cereus, indutor biológico...

Isolamento e caracterização de gene que confere resistência à terbinafina em leishmania major; Identification and characterization of a terbinafine resistance gene in L. major.

Marchini, Julio Flávio Meirelles
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.14%
A amplificação gênica pode ser compreendida como um mecanismo de regulação de expressão protéica em Leishmania. A exposição a concentrações não letais de diferentes drogas isoladamente, como o metotrexato, a primaquina, cloroquina e antimônio levam à amplificação de regiões específicas como as localizadas no cromossomo 6 e no cromossomo 23. Essas linhagens tornam-se resistentes a estas drogas e eventualmente apresentam resistência cruzada a outras. A terbinafina é uma substância sintética utilizada como antifúngico que age pela inibição da esqualeno epoxidase impedindo a síntese de ergosterol, componente da membrana celular de Leishmania. A exposição do parasita à terbinafina leva à amplificação da região H. A fragmentação da região H permitiu delimitar a resistência a 2,8 kb; fragmento T1. Por mutagênese insercional o gene de resistência à terbinafina foi definido e nomeado HTBF. A proteína codificada pelo HTBF possui uma extremidade N-terminal hidrofílica e C-terminal hidrofóbica com quatro alfa-hélices sendo, supostamente, uma proteína integral de membrana. Possui semelhança com a proteína Yip de Saccharomyces cerevisiae, que participa do transporte vesicular do retículo endoplasmático para o complexo de Golgi. O gene HTBF foi detectado em linhagem sensível de L. major e de outras espécies de Leishmania e seu transcrito em linhagens sensíveis e resistentes de L. major. Levantou-se a hipótese de se tratar de locus de resistência a múltiplas drogas já que as regiões amplificadas...

Suscetibilidade de Spodoptera frugiperda (Lepidoptera: Noctuidae) a metaflumizone na cultura do milho: bases para o manejo da resistência; Susceptibility of Spodoptera frugiperda (Lepidoptera: Noctuidae) to metaflumizone in maize: basis for resistance management

Oliveira, Fábio Eduardo Bueno
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/09/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.14%
Metaflumizone é um novo inseticida, pertencente ao novo grupo químico semicarbazone, com excelente atividade no controle de várias espécies da Ordem Lepidoptera. O produto atua no sistema nervoso dos insetos bloqueando os canais de sódio sem a necessidade de ativação metabólica, ou seja, a molécula é tóxica em sua forma original. O mecanismo de ação de metaflumizone é distinto dos inseticidas piretróides que atuam como moduladores de canais de sódio. Para conhecer a atividade de metaflumizone sobre Spodoptera frugiperda (J.E. Smith) e estabelecer estratégias proativas de manejo da resistência para preservar a vida útil desse produto, os principais objetivos da dissertação foram: (a) estabelecer a linha-básica de suscetibilidade a metaflumizone em populações de S. frugiperda coletadas na cultura do milho em diferentes regiões do Brasil; (b) definir concentrações diagnósticas (CL95 e CL99) para o monitoramento da suscetibilidade das populações de S. frugiperda; (c) verificar a possibilidade de resistência cruzada entre metaflumizone e lambda-cyhalothrin; e (d) verificar a eficácia agronômica de metaflumizone no controle de S. frugiperda em condições de campo. O método de bioensaio adotado foi o de tratamento superficial da dieta artificial com inseticidas...

Acompanhamento molecular de pacientes com leucemia mielóide crônica tratados com mesilato de imatinibe e avaliação dos mecanismos de resistência ao tratamento: mutação do gene BCR-ABL e expressão dos genes MDR1 e BCRP; Molecular monitoring of patients with chronic myeloid leukemia treated with imatinib mesylate and evaluation of treatment resistance mechanisms: mutation of BCR-ABL and expression of MDR1 and BCRP genes

Nardinelli, Luciana
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.14%
A leucemia mielóide crônica (LMC) é caracterizada pela translocação (9;22) que dá origem ao gene quimérico BCR-ABL. Este gene codifica uma proteína com atividade tirosina quinase, p210, constitutivamente ativa. O três mecanismos envolvidos na patogênese da LMC são o aumento da proliferação celular, alteração da adesão celular ao estroma e matriz medular e inibição da apoptose. A introdução do mesilato de imatinibe (MI), um inibidor de tirosina quinase, revolucionou o tratamento da LMC levando pacientes em fase crônica a remissões duráveis, porém uma parcela destes não responde ou perde a resposta ao longo do tratamento. Os mecanismos de resistência ao MI podem ser classificados como independentes de BCR-ABL (a1- glicoproteína ácida e genes de resistência a múltiplas drogas) ou dependentes de BCR-ABL (superexpressão de BCR-ABL e mutações do domínio quinase do gene ABL). Objetivo: avaliar a presença de mutações no domínio quinase do gene ABL e a expressão dos genes de resistência a múltiplas drogas MDR1 e BCRP em amostras pré-tratamento com MI, acompanhar estes pacientes mensalmente através da quantificação de transcritos BCR-ABL e quando ocorrer resistência reavaliar a presença de mutações do domínio quinase do ABL e a expressão dos genes de resistência a múltiplas drogas. Material e Métodos: Foram avaliados 61 pacientes com LMC em fase crônica. A pesquisa de mutações do domínio quinase foi realizada pela técnica de seqüenciamento direto e a expressão relativa dos genes de resistência a múltiplas drogas foi avaliada por PCR em tempo real. A quantificação absoluta do número de transcritos BCR-ABL foi realizada pela técnica de PCR em tempo real utilizando-se o sistema Taqman de sondas de hibridização. Resultados: Nas amostras pré-tratamento dos 61 pacientes estudados não foram detectadas mutações. Quando relacionamos o aumento da expressão dos genes MDR1 e BCRP à resposta citogenética completa aos 12 meses de tratamento não houve diferença estatística significativa (p>0...

Purificação parcial de frações de Saccharomyces cerevisiae indutoras de resitência contra antracnose e avaliação de agentes bióticos (S. cerevisiae e Agro-Mos®) e abiótico (Bion®) na indução de resistência contra inseto (Tuta absoluta x tomateiro), nematóide (Meloidogyne incognita x pepineiro e organismo não alvo (Bradyrhizobium elkanii x soja); Partial purification of fractions of Saccharomyces cerevisiae inducing resistance in cucumber plants against anthracnose and evaluation of biotic (S. cerevisiae and Agro-Mos®) and biotic (Bion®) agents in the resistance induction against insect (Tuta absoluta x tomato plants), nematode (Meloidogyne incognita x cucumber plants) and non-target organism (Bradyrhizobium elkanii x soybean plants)

Zanardo, Nivea Maria Tonucci
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.14%
Na indução de resistência a planta possui mecanismos de defesa físicos e químicos para impedir a entrada e o desenvolvimento de patógenos e parasitas, incluindo fungos, bactérias, vírus, nematóides e até insetos. Estes mecanismos são ativados por infecções prévias ou pelo tratamento com agentes indutores (eliciadores) bióticos ou abióticos. Entre os agentes indutores bióticos, destaca-se a S. cerevisiae, que além da importância biotecnológica, tem demonstrado em estudos prévios potencial para o controle de doenças em várias plantas de importância econômica. Produtos à base de S. cerevisiae, como por exemplo o Agro-Mos® (carboidratos da parede celular da levedura) estão disponíveis no mercado, mas não como indutores de resistência. Já o indutor químico registrado como Bion® vem sendo comercializado e utilizado na indução de resistência em diversas espécies de plantas contra vários patógenos. Os objetivos deste trabalho foram purificar parcialmente frações de S. cerevisiae indutoras de resistência em pepineiro contra antracnose, causada por Colletotrichum lagenarium, e avaliar o efeito do extrato bruto autoclavado de S. cerevisiae, Agro-Mos® e Bion® na indução de resistência contra o inseto T. absoluta em tomateiro...

Caracterização de resistência a inseticidas em populações da subfamilia Triatominae (Hemiptera:Reduviidae), vetores de Trypanosoma cruzi Chagas, 1909; Characterization of insecticide resistance in populations of Triatominae (Hemiptera: Reduviidae), vectors of Trypanosoma cruzi Chagas, 1909

Obara, Marcos Takashi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.14%
Introdução A doença de Chagas (DC) ainda é considerada um importante problema de Saúde Pública em vários países da America Latina. Nessas áreas, pelo menos 12 a 14 milhões de pessoas estão infectadas por Trypanosoma cruzi Chagas, 1909 e cerca de 28 milhões encontram-se expostas ao risco de contaminação. Sem vacina e tratamento, o controle da transmissão da DC depende do combate aos insetos vetores com inseticidas residuais. Atualmente, há registros de focos de populações de Triatoma infestans Klug, 1834 resistentes a deltametrina, - cipermetrina e -ciflutrina, no norte da Argentina e sul da Bolívia. No Brasil, populações de T. sordida Stål, 1859 já foram detectadas com resistência inicial a deltametrina, nos municípios de Bocaiúva e Coração de Jesus, Estado de Minas Gerais. Objetivos Analisar os níveis de resistência de Panstrongylus megistus Burmeister, 1835; T. brasiliensis Neiva, 1911 e T. sordida ao inseticida deltametrina. Descrever a interação desse composto na cutícula dorsal de ninfas de 1º estádio. Padronizar bioensaios de campo para estudo de resistência em populações de triatomíneos. Métodos Nesta tese foram feitos bioensaios dose resposta com colônias de referência, comparando-as com populações de campo procedentes de onze estados endêmicos do Brasil. Complementarmente...

Detecção molecular e resistência a antimicrobianos no grupo V. fluvialis - V. furnissii; Molecular detection and antimicrobial resistance in group V. fluvialis - V. furnissii

Mayer, Cintia Carolina da Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/10/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.14%
Introdução - Vibrio fluvialis é um microorganismo que provoca a gastroenterite muito semelhante à cólera, mas também há relatos de casos extra-intestinais como sepse, ferida, peritonite e celulite hemorrágica e encefalite. Acredita-se que a infecção por esse microorganismo esteja vinculada ao consumo de peixes crus ou mal cozidos contaminados e / ou frutos do mar. A identificação dessa bactéria por métodos fenotípicos continua a ser um problema devido à sua grande semelhança com Aeromonas hydrophila e V.furnissii; por isso, a utilização de uma ferramenta de diferenciação entre essas espécies é importante. Nas últimas décadas, o aumento da resistência aos antimicrobianos tem sido um fator preocupante, porque ela interfere na escolha dos medicamentos para o tratamento eficaz e há uma necessidade de rápida produção de novos antibióticos. Ambientes costeiros e estuários estão em perigo de serem contaminados por esgoto, que pode conter drogas que agem de forma seletiva, permitindo o desenvolvimento de resistência aos antimicrobianos. Vários estudos demonstraram que estirpes clínicas de V. fluvialis são resistentes a múltiplas drogas. Objetivos - Desenvolver um marcador molecular baseado no 16S rDNA capaz de detectar o grupo V. fluvialis-V. furnissii...

Análise do perfil de resistência a antibióticos e detecção dos genes de virulência e resistência em Aeromonas provenientes de amostras ambientais; Analysis of antibiotic resistance profile and detection of virulence and resistance genes in Aeromonas from environmental samples.

Moura, Elisabeth Mendes Martins de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.14%
INTRODUÇÃO: As Aeromonas são bactérias distribuídas predominantemente em meio aquático. São consideradas patógeno emergente, podendo causar doenças em peixes como também no homem. Os problemas mais comuns são a gastrenterite no homem e morte em peixes. OBJETIVO: Este estudo foi desenvolvido para comparar a identificação fenotípica com a genotípica, e também para conhecer o perfil de resistência aos antibióticos em Aeromonas caviae, A. aquariorum, e A. sanarellii isoladas do ambiente aquático e a presença de genes de virulência e resistência. MATERIAL E MÉTODOS: O DNA das 24 cepas em estudo foi extraído por choque térmico e purificado utilizando CTAB. Foram realizadas as PCRs para a detecção dos genes de virulência e dos genes de resistência, após a realização do antibiograma. RESULTADOS: Foram identificadas 4 A. caviae das quais 3(75,0 por cento) apresentaram pelo menos um dos genes act, ast ou alt. Das 3 A. aquariorum, 1(33,3 por cento) apresentaram positividade para os genes act e ast. Entre os 5 isolados de A. sanarellii 1(50,0 por cento) possuíam os genes alt e ast. Seis isolados não foram posicionados taxonomicamente entre as espécies descritas de Aeromonas, e dentre essas um exemplar apresentou o gene alt. Em relação às enzimas MBL e AmpC foram obtidos respectivamente: 3(100 por cento) e 3(100 por cento) em A. aquariorum; 2(50...

Resistência de Rhipicephalus (Boophilus) microplus (Acari: Ixodidae) a fipronil: Padronização de bioensaios in vitro, detecção de resistência em populações de campo e avaliação sobre resistência cruzada com outras drogas.; Resistance of Rhipicephalus (Boophilus) microplus (Acari: Ixodidae) to fipronil standardization of in vitro bioassays, detection of resistance in field populations and evaluation of cross-resistance with other drugs.

Janer, Eleonor Adega Castro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.14%
Para o sucesso das estratégias de manejo de Rhipicephalus (Boophilus) microplus (carrapato bovino) são necessários testes práticos, econômicos e confiáveis que possam detectar a presença de fenótipos resistentes a drogas em suas populações. O fipronil é um acaricida de uso relativamente recente não havendo testes padronizados para o diagnóstico de resistência do carrapato à molécula. No presente trabalho, foram padronizados bioensaios in vitro para esta finalidade: Teste de Imersão de Adultas, Teste de Imersão de Larvas e Teste de Pacote com Larvas. Os testes foram aplicados e, de forma inédita, populações resistentes foram diagnosticadas tanto no Brasil quanto no Uruguai. Ensaios com inibidores enzimáticos não evidenciaram participação importante de enzimas detoxificadoras no mecanismo de resistência. Foi demonstrada reação cruzada entre fipronil e lindano, não verificada para ivermectina. Em algumas situações, foi observado interferência do controle químico de pragas agrícolas no desenvolvimento de resistência dos carrapatos.; For the success of the strategies for the management of Rhipicephalus (Boophilus) microplus (cattle tick), practical, economical and reliable tests are needed to detect the presence of drug-resistant phenotypes in their populations. Fipronil is a relatively new acaricide with no standardized tests for the diagnosis of tick resistance to this molecule. In this study...

Caracterização fenotípica e genotípica da resistência a antimicrobianos em micobactérias de crescimento rápido; Phenotypic and genotypic characterization of antimicrobial resistance in rapidly growing mycobacteria

Campos, Juliana Coutinho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/05/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.14%
As micobactérias de crescimento rápido causam infecções pulmonares, infecções relacionadas a traumas cutâneos e aos cuidados com a saúde. Ha um número reduzido de opções terapêuticas para o tratamento dessas infecções e os dados nacionais sobre os determinantes genéticos dessa resistência são escassos. Duas classes de antimicrobianos importantes no tratamento são as fluorquinolonas e os macrolídeos. Enquanto a maioria dos isolados do Grupo M. chelonae-abscessus apresenta resistência intrínseca às fluorquinolonas, e são sensíveis aos macrolídeos, a maioria dos isolados do Grupo M. fortuitum é sensível às fluorquinolonas e expressa RNA-metilases que impedem a ação dos macrolídeos. Os determinantes da resistência às fluorquinolonas conhecidos em micobactérias são mutações no gene gyrA e para os macrolídeos é a expressão de genes erm, que codificam RNA-metilases. Nos dois casos os determinantes tem localização cromossômica. Outros determinantes de resistência podem ter localização plasmidial, a exemplo do gene aacA4'-8, presente em plasmídio do grupo de incompatibilidade IncP, detectado em M. abscessus, que codifica resistência à kanamicina e tobramicina. Neste estudo foram avaliados: a correlação entre à susceptibilidade ao ciprofloxacino e moxifloxacino e presença de mutações nos genes gyrA e gyrB; a susceptibilidade à claritromicina e presença de genes que codificam RNA-metilases; a presença de plasmídios do grupo de incompatibilidade IncP em diferentes espécies de micobactérias; a estabilidade e a transferência por conjugação do plasmídio pBRA-100; a relação clonal entre isolados que albergam plasmídios IncP e o perfil de susceptibilidade antimicrobiana de uma coleção de isolados da espécie M. abscessus. Cento e vinte e dois isolados dos Grupos M. abscessus e M. fortuitum foram analisados quanto às concentrações inibitórias mínimas...

Prevalência de resistência primária aos antivirais utilizados no tratamento da hepatite B entre pacientes com infecção crônica pelo vírus da hepatite B não submetidos a tratamento; Prevalence of primary resistance to antivirals used in the treatment of hepatitis B among treatment-naïve patients with chronic hepatitis B

Gouvêa, Michele Soares Gomes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.14%
O objetivo principal deste estudo foi avaliar a frequência de cepas do HBV com mutações de resistência aos análogos nucleos(t)ídeos (AN) utilizados no tratamento da hepatite B entre indivíduos cronicamente infectados, não submetidos a tratamento, procedentes de diferentes regiões do Brasil. Além disso, foram avaliadas a presença de mutações que alteram a antigenicidade do HBsAg promovendo escape dos anticorpos anti-HBs; mutações nos genes pré-core/core e a associação dos diferentes subgenótipos com as mutações encontradas e características demográficas e laboratoriais dos pacientes. Foram incluídas 779 amostras de soro de pacientes com infecção crônica pelo HBV e virgens de tratamento com AN ou interferon, as quais foram coletadas no período de 2006 a 2011. Os pacientes eram procedentes dos seguintes estados brasileiros: Pará, Maranhão, Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul. O DNA do HBV foi extraído das amostras de soro utilizando o Kit QIAamp DNA Blood Mini Kit (Qiagen) e posteriormente foi realizada a amplificação das regiões S/polimerase (S/P) e pré-core/core (PCC) do genoma viral por nested PCR. O fragmento amplificado foi submetido a sequenciamento direto em sequenciador automático de DNA (ABI 3500) e as sequências obtidas foram analisadas para identificação dos genótipos e subgenótipos do HBV...

Resistência a antimicrobianos em enterococos isolados de amostras de fezes de suínos; Antimicrobial resistance analysis among enterococci isolated from pig feces

Corrêa, Adriana de Abreu; Fuentefria, Daiane Bopp; Corcao, Gertrudes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.14%
Nos últimos anos, os enterococos têm sido considerados importantes patógenos nosocomiais associados a infecções de difÍcil tratamento, devido a multiresistência a antimicrobianos. Freqüentes ocorrências de enterococos multiresistentes têm sido reportadas em amostras de origem animal, as quais atuariam como reservatórios destas linhagens e contribuiriam para disseminação desta resistência através da cadeia alimentar. O presente estudo teve como objetivo comparar a resistência a 11 antimicrobianos em 85 isolados de Enterococcus provenientes de fezes de suínos arraçoados e em 88 isolados provenientes de suínos não arraçoados. No primeiro grupo foram isolados E. faecalis (21), E. faecium (18), E. hirae (9), E. durans (30) e E. mundtii (7) e no segundo grupo, E. faecalis (27), E. faecium (17), E. durans (1) e E. mundtii (43). Entre os Enterococcus spp. isolados de amostras de fezes de suínos arraçoados, foI observada uma maior porcentagem de cepas resistentes e a multiresistência entre estes isolados foi de 3 a 6 antimicrobianos, enquanto que entre os não arraçoados foi de 3 a 4 antimicrobianos. As diferenças na predominância de espécies e perfil de resistência entre as diferentes amostras pode estar relacionado à dieta alimentar dos animais.; In the last years...

Resistência antimicrobiana de Enterococcus sp. isolados de carcaças suínas na etapa de pré-resfriamento; Antimicrobial resistance of Enterococcus spp. isolated from swine carcasses at the pre-chill stage

Campos, Thais de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.14%
A presença de bactérias resistentes a antimicrobianos vem sendo monitorada de forma cada vez mais frequente em produtos de origem animal, com o intuito de evitar a disseminação dessas cepas para humanos via cadeia alimentar. O gênero Enterococcus encontra-se entre os patógenos mais relevantes nas infecções hospitalares em humanos e tem capacidade de adquirir resistência a diversos antimicrobianos. No presente estudo foi avaliada a frequência de isolamento e a resistência antimicrobiana de Enterococcus sp. de carcaças suínas na etapa de pré-resfriamento, em três matadouros-frigoríficos localizados no estado de Santa Catariana. Dois ciclos de amostragem foram conduzidos em cada estabelecimento resultando em 252 suabes de carcaças. A partir dessas amostras, foram obtidos 240 isolados de Enterococcus sp. identificados por testes fenotípicos e pela detecção do gene tuf e ddlE.faecalis pela técnica de reação em cadeia da polimerase. Todos os isolados de Enterococcus sp. foram testados quanto à resistência a antimicrobianos pela técnica de difusão em ágar. A espécie mais prevalente foi Enterococcus faecalis (E. faecalis), presente em 90,83% das amostras de carcaça. Foi observada resistência à tetraciclina (42...

Resistência antimicrobiana em Salmonella enteritidis isoladas de amostras clínicas e ambientais de frangos de corte e matrizes pesadas.; Antimicrobial resistance in Salmonella Enteritidis isolated from clinical and environmental broiler chickens and breeders broiler

Ribeiro, A.R.; Kellermann, Aline; Santos, Luciana R.; Nascimento, Vladimir Pinheiro do
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.14%
The antimicrobial resistance of Salmonella Enteritidis strains isolated from clinical and environmental poultry samples in the Southern Brazil during the years of 1999, 2000 and 2001 was evaluated. Among the 79 isolated samples, 64 (81%) were resistant to at least one of the antimicrobial agents tested, showing 22 different resistance patterns. Tetracycline showed the highest percentage (64,5%) of resistance among the antimicrobial agents used. Resistance to drugs at different levels was found as the following: ampicillin (1.2%), kanamycin (1.2%), ciprofloxacin (2.5%), enrofloxacin (8.8%), gentamicin (21.5%), streptomycin (20.2%), nitrofurantoin (26.6%), and nalidixic acid (30.4%). None of the S. Enteritidis strains were resistant to chloramphenicol, norfloxacin, and polimycin B. Among the 64 S. Enteritidis strains that showed resistance, 43 (67.2%) were resistant to two or more antimicrobial agents. Twenty-one (32.8%) strains were resistant to only one of the antimicrobial agents, 14 to tetracycline, three to nalidixic acid, three to nitrofurantoin, and one to gentamycin. These antimicrobial resistance levels suggest a high occurrence of tetracycline resistant S. Enteritidis strains and resistance to two or more antimicrobial agents.

Resistance to tetracycline and β-lactams and distribution of resistance markers in enteric microorganisms and pseudomonads isolated from the oral cavity.

Ramos, Marcelle Marie Buso; Gaetti-Jardim, Ellen Cristina; Gaetti-Jardim Junior, Elerson
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 13-18
ENG
Relevância na Pesquisa
36.14%
This study evaluated the occurrence of enteric bacteria and pseudomonads resistant to tetracycline and β-lactams in the oral cavity of patients exhibiting gingivitis (n=89), periodontitis (n=79), periodontally healthy (n=50) and wearing complete dentures (n=41). Microbial identification and presence of resistance markers associated with the production of β-lactamases and tetracycline resistance were performed by using biochemical tests and PCR. Susceptibility tests were carried out in 201 isolates of enteric cocci and rods. Resistance to ampicillin, amoxicillin/clavulanic acid, imipenem, meropenem and tetracycline was detected in 57.4%, 34.6%, 2.4%, 1.9% and 36.5% of the isolates, respectively. β-lactamase production was observed in 41.2% of tested microorganisms, while the most commonly found β-lactamase genetic determinant was gene blaTEM. Tetracycline resistance was disseminated and a wide scope of tet genes were detected in all studied microbial genus.

Influence of the resistance training on heart rate variability, functional capacity and muscle strength in the chronic obstructive pulmonary disease

Ricci-Vitor, A. L.; Bonfim, R.; Fosco, L. C.; Bertolini, G. N.; Ramos, E. M. C.; Ramos, D.; Pastre, C. M.; Godoy, M.; Vanderlei, L. C. M.
Fonte: Edizioni Minerva Medica Publicador: Edizioni Minerva Medica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 793-801
ENG
Relevância na Pesquisa
36.14%
Background. The chronic obstructive pulmonary disease (COPD) is associated with the strength and resistance decreasing in addition to the dysfunction on autonomic nervous system (ANS). The aerobic training isolated or in association with the resistance training showed evidence of beneficial effects on an autonomic modulation of COPD; however, there are no studies addressing the effect of isolated resistance training.Aims. This study aims at investigating the influence of resistance training on an autonomic modulation through heart rate variability (HRV), functional capacity and muscle strength in individuals with COPD.Design. Clinical series study.Setting. Outpatients.Population. The study involved 13 individuals with COPD.Methods. The experimental protocol was composed by an initial and final evaluation that consisted in autonomic evaluations (HRV), cardiopulmonary functional capacity evaluation (6-minute walk test) and strength evaluation (dynamometry) in addition by the resistance training performed by 24 sessions lasted 60 minutes each one and on a frequency of three times a week. The intensity was determined initially with 60% of one maximum repetition and was progressively increased in each five sessions until 80%.Results. The HRV temporal and spectral indexes analysis demonstrates improvement of autonomic modulation...

O estroma da medula ossea e a sua influencia na expressão de genes de resistencia e sensibilidade a quimioterapicos na leucemia linfoide aguda (LLA) pediatrica; Bone marrow stroma modulates the expression of several drug resistance/sensitivity genes in pediatric acute limphoblastic leukemia

Angelo Brunelli Albertoni Laranjeira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/03/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.14%
A resistência intrínseca ou adquirida aos compostos quimioterápicos é uma das mais importantes causas dos insucessos no tratamento das LLAs pediátricas. A interação da LLA com o microambiente da medula óssea contribui para a proliferação e resistência ao regime quimioterápico das células leucêmicas através de uma grande variedade de mecanismos celulares que provavelmente incluem: aumento da expressão de transportadores celulares, aumento no processo de reparo do DNA, diminuição na regulação dos alvos das drogas, mudanças na regulação do ciclo celular e alteração nas vias apoptóticas. No presente estudo observou-se que a interação estabelecida entre células estromais e células de LLA-B, promoveu a ativação destas como avaliado pela análise das moléculas de superfície das células leucêmicas ao longo dos períodos de cultivo, além da sobrevivência e/ou proliferação em mais de 60% dos casos in vitro. A comunicação entre os dois tipos celulares também mostrou a influência do estroma na modulação da expressão transcricional de 17 genes relacionados com a resistência e sensibilidade a quimioterápicos em células de LLA-B. A modulação teve como conseqüência o aumento nos níveis de expressão da maioria dos genes de resistência e a queda de expressão da maioria dos genes de sensibilidade. Sendo assim...

Índice TyG (triglicerídeos/glicose) na avaliação da resistência à insulina em adolescentes : estudo de validação frente ao clamp hiperglicêmico; Index TyG (triglycerides/glucose) in the assessment of insulin resistance in adolescents : validation study front of the hyperglycemic clamp

Cleliani de Cassia da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/08/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.14%
Objetivo: Avaliar a relação do índice TyG com componentes da síndrome metabólica e outros marcadores antropométricos e bioquímicos relacionados a risco cardiometabólico, e como indicador de resistência à insulina pelo clamp hiperglicêmico em adolescentes com diferentes níveis de adiposidade e estadios puberais. Materiais e métodos: Estudo transversal multicêntrico. Avaliou-se 835 adolescentes de 10-19 anos (489 meninas, média de 15,1 ± 2,4 anos e 346 meninos, média de 14,7 ± 2,4 anos). Realizou-se avaliação antropométrica, de composição corporal e bioquímica. O estadio puberal foi obtido por meio de autoavaliação, e a pressão arterial pelo método auscultatório. A resistência à insulina foi avaliada pelos índices TyG e HOMA2-IR, e pelo clamp hiperglicêmico (n = 42). A correlação entre duas variáveis foi avaliada pelo coeficiente de correlação parcial com ajuste para o estadio puberal. Na análise entre o índice TyG e o clamp hiperglicêmico foram analisados: qui-quadrado (X2), Kappa (k), curva ROC (Receiver Operating Characteristic), áreas abaixo das curvas (AUC), intervalos de confiança de 95% (IC95%) e determinado o ponto de corte para o índice TyG diagnosticar resistência à insulina. Resultados: Em ambos os sexos...

Mapping of angular leaf spot resistance QTL in common bean (Phaseolus vulgaris L.) under different environments

Oblessuc, Paula Rodrigues; Baroni, Renata Moro; Franco Garcia, Antonio Augusto; Chioratto, Alisson Fernando; Morais Carbonell, Sergio Augusto; Aranha Camargo, Luis Eduardo; Benchimol, Luciana Lasry
Fonte: Biomed Central Ltd; London Publicador: Biomed Central Ltd; London
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
36.14%
Background: Common bean (Phaseolus vulgaris L.) is the most important grain legume for human diet worldwide and the angular leaf spot (ALS) is one of the most devastating diseases of this crop, leading to yield losses as high as 80%. In an attempt to breed resistant cultivars, it is important to first understand the inheritance mode of resistance and to develop tools that could be used in assisted breeding. Therefore, the aim of this study was to identify quantitative trait loci (QTL) controlling resistance to ALS under natural infection conditions in the field and under inoculated conditions in the greenhouse. Results: QTL analyses were made using phenotypic data from 346 recombinant inbreed lines from the IAC-UNA x CAL 143 cross, gathered in three experiments, two of which were conducted in the field in different seasons and one in the greenhouse. Joint composite interval mapping analysis of QTL x environment interaction was performed. In all, seven QTLs were mapped on five linkage groups. Most of them, with the exception of two, were significant in all experiments. Among these, ALS10.1(DG,UC) presented major effects (R-2 between 16% - 22%). This QTL was found linked to the GATS11b marker of linkage group B10, which was consistently amplified across a set of common bean lines and was associated with the resistance. Four new QTLs were identified. Between them the ALS5.2 showed an important effect (9.4%) under inoculated conditions in the greenhouse. ALS4.2 was another major QTL...