Página 16 dos resultados de 13940 itens digitais encontrados em 0.011 segundos

Ser educador de infância numa profissão eminentemente feminina

Silva, Luísa José Ferreira Lima Ramos da
Fonte: Universidade da Madeira Publicador: Universidade da Madeira
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 17/04/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.61%
Este estudo procura compreender como a falta de profissionais do sexo masculino na educação de infância (cerca de 98,6% no ano lectivo de 2005/06 na Região Autónoma da Madeira) pode se repercutir nos modelos identitários que as instituições de educação pré-escolar proporcionam às crianças. Pretendemos conhecer como numa mesma organização algumas representações desfavorecem os homens no momento da tomada de opção para a entrada no curso de educador de infância, assim como, demonstrar trajectórias bem sucedidas no sentido de atenuar os estereótipos associados a uma profissão tradicionalmente feminina e contribuir para definir o seu lugar na educação pré-escolar. Deste modo, o nosso objectivo principal é reflectir sobre o modo como o género se apresenta, enquanto categoria decisiva na escolha da profissão de educador de infância, evidenciando através de exemplos empíricos como os estabelecimentos de educação pré-escolar ainda estão imbuídos de ideias e valores que social e culturalmente são considerados práticas femininas. Tais representações, associadas aos dois géneros, podem ser alvo de mudança se considerarmos que os homens são sujeitos decisivos neste processo de transformação de mentalidades. Procuramos...

As representações sociais dos educadores de infância sobre a supervisão pedagógica: um estudo de caso no concelho de Câmara de Lobos

Pestana, Marisol Pestana
Fonte: Universidade da Madeira Publicador: Universidade da Madeira
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 10/05/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.61%
A presente investigação pretende conhecer as representações sociais dos educadores de infância do Concelho de Câmara de Lobos sobre a supervisão pedagógica. Propor-se identificar as representações sociais dos educadores de infância sobre a supervisão pedagógica, assim como o seu processo de formação e construção é uma tarefa complexa, mas que se reveste de significado no actual panorama educativo. Pretende-se verificar se apesar da subjectividade das representações relativas à supervisão pedagógica, alguns deveres a cumprir, valores a transmitir, concepções e fins da supervisão pedagógica são pensados de forma idêntica. A revisão bibliográfica contempla a abordagem da teoria das representações sociais de Moscovici. Esta permite identificar e compreender os conhecimentos interiorizados pelos educadores de infância descrevendo, deste modo, a sua visão do mundo, as suas crenças e valores acerca da supervisão pedagógica. Tendo em conta o objecto de estudo e a sua natureza optou-se pelo estudo de caso como método. De forma a obter os dados necessários à consecução dos objectivos do estudo, tendo presentes as questões de pesquisa colocadas, utilizaram-se como técnicas de pesquisa a entrevista e a análise documental. A análise dos resultados obtidos...

O papel do supervisor pedagógico na avaliação de desempenho dos educadores de infância na R.A.M.

Perregil, Eva Sandrina Sousa
Fonte: Universidade da Madeira Publicador: Universidade da Madeira
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.61%
O presente estudo pretende clarificar o perfil ideal do supervisor pedagógico na avaliação de desempenho docente dos educadores de infância da Região Autónoma da Madeira. Uma vez que a avaliação de desempenho com observação de aulas foi implementada no ano letivo 2013/2014, esta investigação torna-se pertinente, no sentido de conhecer as vantagens e desvantagens deste modelo de avaliação. Nesta investigação, analisam-se as opiniões de alguns dos educadores de infância, nomeadamente avaliados e avaliadores, no sentido de aferir o papel e a atuação dos supervisores pedagógicos/avaliadores na observação e avaliação da prática dos mesmos. Optou-se por uma metodologia de natureza predominantemente qualitativa, utilizando como técnicas de pesquisa as entrevistas, a análise documental e os inquéritos, possibilitando a triangulação dos dados. Privilegiando-se a análise de conteúdo para a obtenção dos resultados, pôde-se concluir que o papel de supervisor pedagógico/avaliador é muito subjetivo e complexo. Precisa de ser pautado pelo bom senso e ter em conta os diferentes contextos em que ocorre, num espírito de colaboração e diálogo com os avaliados, acompanhado por um forte sentido ético. A sua principal função baseia-se na orientação...

Viabilidad de un programa de prevención selectiva de los problemas de ansiedad en la infancia aplicado a la escuela

Tortella-Feliu, Miquel; Servera Barceló, Mateu; Balle, Maria; Fullana Rivas, Miguel Àngel
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2004 SPA
Relevância na Pesquisa
36.66%
Los programas de prevención de los trastornos psicopatológicos en la infancia y la adolescencia son todavía muy escasos. El objetivo del presente estudio fue el de analizar mediante un experimento complejo (diseño 2x3 de un factor entre grupo con dos niveles y un factor intra –tiempo- con tres niveles), la viabilidad de un programa breve de prevención selectiva de los problemas de ansiedad aplicado en la escuela en una muestra de niños y niñas de Educación Secundaria Obligatoria. Trece niños/-as con elevada sensibilidad a la ansiedad recibieron un programa para la prevención de la ansiedad. La sensibilidad a la ansiedad en la infancia y adolescencia se considera como uno de los principales factores de riesgo para el desarrollo de trastornos de ansiedad. Un grupo de sujetos procedentes de la misma muestra y con puntuaciones normales en todas las variables estudiadas sirvió de grupo control. Al final de la intervención, el grupo al que se aplicó el programa preventivo mostró reducciones estadísticamente significativas respecto al grupo control en dos de las tres variables de resultado analizadas: sensibilidad a la ansiedad, ansiedad rasgo pero no en sintomatología depresiva. Los resultados se mantenían en el seguimiento a tres meses; Prevention programs for psychopathological disorders in children or adolescents are still scarce. The aim of this study was to analyse...

Analisis del sistema de protecció a la infància i l'adolescència en la província de Lleida entre els anys 1990 i 2000

Peregrino Gutiérrez, Antonio Jesus
Fonte: [Barcelona] : Universitat Autònoma de Barcelona, Publicador: [Barcelona] : Universitat Autònoma de Barcelona,
Tipo: Tesis i dissertacions electròniques; info:eu-repo/semantics/doctoralThesis; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em //2015 CAT
Relevância na Pesquisa
36.66%
Aquesta recerca presenta un estudi qualitatiu retrospectiu centrada en aquells infants i adolescents que varen tenir un expedient tancat de protecció entre els anys 1990 i 2000, ambdós inclosos, en la província de Lleida. En aquest període, Espanya va adaptar la seva legislació a la Convenció dels Drets a la Infància. L'objectiu de la recerca és l'anàlisi del sistema de protecció a la infància i l'adolescència en el nostre país a partir de l'estudi de l'evolució dels factors sociofamiliars que determinen una intervenció protectora, de les mesures protectores adoptades i de les característiques de la població acollida en equipaments residencials i/o familiars. S'han analitzat 1672 expedients de protecció tancats en la Delegació Territorial de Lleida en el període de 1990 al 2000, ambdós inclosos. S'ha realitzat una anàlisi de contingut i una posterior categorització. Els resultats obtinguts mostren un augment en el nombre d'expedients tancats en el final del període de forma que la legislació ha influït en aquest augment.; La siguiente investigación presenta un estudio cualitativo retrospectivo centrado en aquellos niños, niñas y adolescentes que tuvieron un expediente cerrado de protección entre los años 1990 y 2000...

Profesor, profesora ¿Por qué los niños y las niñas no están en la historia? concepciones del profesorado y del alumnado sobre la historia de la infancia

Pinochet Pinochet, Sixtina Genoveva
Fonte: [Barcelona] : Universitat Autònoma de Barcelona, Publicador: [Barcelona] : Universitat Autònoma de Barcelona,
Tipo: Tesis i dissertacions electròniques; info:eu-repo/semantics/doctoralThesis; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em //2015 SPA
Relevância na Pesquisa
36.66%
La presente investigación indaga las concepciones de los profesores y profesoras de historia, geografía y las ciencias sociales chilenos con respecto a la utilidad de la Historia de la infancia para promover la formación ciudadana. Partimos del supuesto que las concepciones que poseen los docentes sobre las finalidades de la enseñanza de la historia con niños, niñas y jóvenes como protagonistas influyen en las ideas que los estudiantes van construyendo sobre la historicidad de los menores en el pasado, y sobre su propia historicidad en el presente. La investigación se inscribe dentro del paradigma cualitativo. Para ser desarrollado se recurrió a la aplicación de una encuesta a distintos profesores de las ciudades de Arica y Santiago (Chile). La información obtenida a partir de esta primera fase de la investigación permitió seleccionar a docentes que tuvieran distintas miradas sobre el potencial de la Historia de la infancia. En una segunda fase de la investigación se entrevistó a 5 profesores para profundizar sus concepciones sobre el potencial de la Historia de la infancia. Finalmente, a través de grupos focales con estudiantes, se contrastaron las concepciones de los docentes con las ideas de sus alumnos sobre el protagonismo de niños...

Infância e normatização: lugar de criança e o discurso social da inclusão e exclusão; Infancia y normalización: lugar de la crianza y el discurso social de la inclusión y exclusión; Childhood and standardization: place of child and the discourse about inclusion and exclusion

Stellin, Regina Maria Ramos; Martins, Luana Timbó; Triandopolis, Georgia Porto; Costa, Elisa Parente
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Este artigo aborda o percurso dos modos de relação com a infância nas diferentes épocas da história. Tem por objetivo discutir as formas de inclusão e exclusão social da criança. A cultura promove discursos sociais normatizadores. Abordamos o discurso atual, que impõe uma estreita margem de normalidade.; Este artículo aborda el recorrido de los modos de relación con la infancia en las diferentes épocas de la historia. Tiene por objetivo discutir las formas de inclusión y exclusión social del niño. La cultura promueve discursos sociales normalizadores. Abordamos el discurso actual, que impone un estrecho margen de normalidad.; This paper cover a historical path of childhood relationship. It discusses the ways of social inclusion and exclusion. The culture normalize the social discourse. We approach the current social discourse too, that it's very restrictive.

A sexualidade infantil e o conhecimento do corpo em creche e jardim de infância

Marinheiro, Ana Patrícia Fonseca
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
O presente Relatório do Projeto de Investigação tem como objetivo compreender a importância do conhecimento do corpo bem como compreender a sexualidade infantil, as suas manifestações e a sua importância no desenvolvimento da criança. Tem ainda o propósito de explicitar o papel do educador e da educação sexual em contextos de educação de infância. A apresentação deste Relatório tem como finalidade a obtenção da qualificação como Educadora de Infância no Mestrado em Educação Pré-Escolar. Ao longo de todo este projeto estão contidas informações, experiências e vivências recolhidas através do estágio realizado nos dois contextos distintos (creche e jardim-de-infância), bem como através da minha intervenção enquanto estudante e das intervenções das educadoras cooperantes. A metodologia utilizada baseia-se nos princípios da Investigação-Ação, sendo este um método que se enquadra na Investigação Qualitativa que por sua vez está contida no Paradigma Interpretativo. Para a realização deste projeto utilizei, portanto, dispositivos de recolha e análise de informação, tais como a observação participante, as notas de campo, os registos fotográficos, a análise documental dos projetos pedagógicos de sala e...

INFÂNCIA, RAÇA E CURRÍCULO: ALGUNS APONTAMENTOS SOBRE OS DOCUMENTOS BRASILEIROS PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL

Moruzzi, Andrea Braga; UFSCar.; Abramowicz, Anete; UFSCar
Fonte: Revista Contemporânea de Educação Publicador: Revista Contemporânea de Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Formato: application/pdf
Publicado em 02/07/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
O artigo procura redimensionar o conceito de infância articulado ao de raça para compreender os modos de construção social da infância na contemporaneidade. Analisa a forma pela qual esses conceitos se apresentam e se articulam em documentos governamentais brasileiros dirigidos para educação infantil e de que maneira essas orientações são construídase se modificam ao longo dos anos. Observa-se que a maneira pela qual esses conceitos se apresentam nos documentos analisados produz efeitos sobre o currículo da educação infantil, com orientações para uma educação das relações étnico-raciais que são, majoritariamente, confluídas com a noção de diversidade, e não de diferença. 

Contribuições da sociologia da infância: focando o olhar; Contributions of the sociology of childhood: addressing the look

Demartini, Patrícia; Universidade Federal de Santa Catarina
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Revisão de Literatura Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2002 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Este texto pretende trazer algumas reflexões sobre a discussão da sociologia da infância e levanta algumas considerações sobre as tendências metodológicas nas pesquisas que buscam as crianças como atores sociais. É resultado das interlocuções realizadas no Seminário Especial oferecido aos alunos do programa de pós-graduação em educação da UFSC, o qual contou com a participação do professor Dr. Manuel Sarmento (Universidade do Minho- Portugal), da professora Drª. Jucirema Quinteiro (Ced- UFSC), da Professora Drª. Nadir Zago (UFSC) e Professor Dr. Maurício da Silva (UFSC) sob coordenação do Prof. Dr. João Josué da Silva Filho. Inicialmente este texto busca no levantamento das contribuições dos estudos em língua inglesa e em língua francesa um subsídio para a discussão sobre o surgimento da sociologia da infância, recuperando a discussão atual sobre a infância e a necessidade da construção desta área de estudo.; This text aims to bring some thoughts on the discussion of the sociology of childhood and raises some methodological considerations on trends in research seeking children as social actors. It interlocutions result of the special seminar held in the program offered to students for graduate education in the UFSC...

A forest of guesswork ... or the intricacies of social interaction between children in kindergarten around the picture books; A floresta das adivinhas…ou os meandros da interacção social entre as crianças no jardim de infância em torno dos livros ilustrados

Ferreira, Manuela; Universidade do Porto; Madureira, Cristina; Universidade do Porto
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Etnografia; Formato: application/pdf
Publicado em 09/01/2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Based on an interactive episode taken from the field notes of fieldwork with a group of 10 children between 5 and 6 years old , in the context of kindergarten ( JI ) , this article mobilizes contributions Sociology of Childhood to account for the social uses children make picture books when used on its own initiative, and the ways in which i) demonstrate your agency in the construction of social identity in the group and ii ) their meaning symbolically illustrated books , objects of cultural production for adult children; iii) are used strategically and symbolic power relations and sociability that is playing in her womb. To redefine the picture book as an object for use by children, we aim to contribute to the awareness of the need to i) reassess the role of the book in time and space of everyday JI ii) reassess the practice of using illustrated book with children in institutional context; iii) reconfigure the book as a cultural object producer intersubjective meanings iv) reconfigure the illustrated book as an object of social transactions and cultural appropriation by children who use it, the peer group, and finally v) review the conceptions of childhood that underpin the choice and selection of printed materials that are available for children's use.; http://dx.doi.org/10.5007/1980-4512.2014n29p3Com base num episódio interactivo retirado das notas de campo do trabalho etnográfico realizado com um grupo de 10 crianças entre os 5 e os 6 anos de idade...

Childhood and cultural diversity: a reflection on the movie "Babies"”; Infância e diversidade cultural: uma reflexão sobre o filme “Babies"

Rocha Carneiro, Ana Carolina; Universidade do Vale do Itajaí - Univali
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Relato de experiência; Formato: application/pdf
Publicado em 26/08/2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
The following text aims to promote a reflection on the cultural aspects of childhood development featured in the movie "Babies" (2010), in which the growth of four babies from different nationalities until theycomplete one year of life is accompanied. The reflection counts on the childhood conceptions according to Campos (2008), Carvalho (2010), Christensen (2005), Corsaro (2009), Javeau (2005), Kohan (2003) andSarmento (2004), which were related to the aspects of the movie. This text is also constituted of two axis: each one corresponds to babies represented in a rural area - Bayar in Mongolia and Ponijao in Namibia -; and in anurban space - Hattie in the United States and Mari in Japan. The movie is timeless, and it is a childhood portrait of multiple nationalities, in which the cultural diversity is part of the narrative, showing so common childhoodstimulations and habits, and yet, so different. Through it an exemplification of theoretical aspects seen in practice is available, as well as it remits us to an esthetics experience. “Babies” gives a lesson of children observation andreveals how the cultural aspects and the context of these individuals should be taken into account when they are considered research subjects.; http://dx.doi.org/10.5007/1980-4512.2014n30p116O presente texto tem como objetivo promover uma reflexão sobre os aspectos culturais no desenvolvimento da infância caracterizado no filme “Babies” (2010)...

A possibilidade de uma Cidadania da Infância

Madeira, Rosa Lúcia de Almeida Leite Castro; Universidade de Aveiro
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Pesquisa documental; Revisão de Literatura Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
http://dx.doi.org/10.5007/1980-4512.2012n25p1NO TEXTO FOI MANTIDA A GRAFIA EM PORTUGUÊS DE PORTUGALNeste artigo nos propomos revisitar criticamente um percurso de investigação, no domínio das Ciências da Educação, onde pudemos apreender um outro âmbito de relações sociais em que se inscreve a existência social das Crianças, enquanto sujeitos contemporâneos aos adultos, numa sociedade que reclama ser reinventada como lugar de emancipação colectiva.Procuramos aqui, encontrar um sentido social para o conhecimento que foi produzido sobre um conjunto de documentos políticos e jurídico - normativos, emanados por instâncias internacionais, europeias e nacionais, nos quais procuramos indícios de possíveis mudanças nas concepções dominantes de Infância, de Criança e da sua Educação, no período entre 1997 e 2003.Interrogamo-nos de que forma o trabalho investido na identificação destes textos, na sua disponibilização numa base de dados e no respectivo mapeamento poderia de alguma forma, contribuir para fundamentar e legitimar as pequenas e grandes lutas quotidianas que muitos educadores e outros actores locais empreendem, no confronto quotidiano, com o impacto de condições macro - estruturais que põem em risco a possibilidade de concretização histórica do que foi convencionado como direito de todas as Crianças e de cada Criança...

Childhood, generations and temporalities: children’s and teachers’ experiences in dialogue; Infância, gerações e temporalidades: experiências de crianças e professoras em diálogo

Salgado, Raquel Gonçalves; Universidade Federal de Mato Grosso
Fonte: Linhas Críticas; Critical Lines Publicador: Linhas Críticas; Critical Lines
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 25/11/2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
The aim of this article is to discuss how children and teachers mutually signify their childhood experiences. The study is included in the field of childhood studies. Discussion groups on diverse childhood experiences, between preschool children and teachers, held in a university toy library, are methodological strategies. Among the teachers, there is a tendency to value current childhood experiences as dissonant from an ideal lost in time. The children, on the other hand, mention technology and consumption as hallmarks of their experiences, matters that must be included in the agenda of contemporary education.; O artigo tem como objetivo discutir como crianças e professoras significam mutuamente suas experiências de infância. A pesquisa situa-se no campo dos estudos da infância. Grupos de discussão sobre diversas experiências de infância, entre crianças e professoras de turmas de educação infantil, realizados em uma brinquedoteca universitária, consistem em estratégias metodológicas. Entre as professoras, há uma tendência em valorar as experiências atuais da infância como dissonantes de um ideal que se perdeu no tempo. As crianças, por outro lado, trazem a tecnologia e o consumo como marcas de suas experiências...

The baby interrogates sociology of childhood; O bebê interroga a sociologia da infância

de Campos Tebet, Gabriela Guarnieri; Universidade Federal de São Carlos; Abramowicz, Anete; Universidade Federal de São Carlos
Fonte: Linhas Críticas; Critical Lines Publicador: Linhas Críticas; Critical Lines
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 24/11/2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
The aim of this article is to constitute theoretically the category “baby” within the Sociology of Childhood, as Chris Jenks did in 1982, for the child, initially in his text “Constituting the child.” From a study based on the contributions of genealogy (as proposed by Foucault), we discuss the use of concepts and methodologies, proposed by the Sociology of Childhood for the study of babies, such as the concepts of childhood, generation and peer cultures. Based on an analysis of the theoretical and bibliographical production of English-language authors in Sociology of Childhood, we emphasize the need to constitute the baby theoretically as a concept and independent analytical category.; Este artigo tem como objetivo constituir teoricamente a categoria bebê, no interior da sociologia da infância, tal como o fez Chris Jenks, em 1982, em relação à criança, a partir de seu texto “Constituindo a criança”. A partir de uma pesquisa fundamentada nos aportes da genealogia (tal como proposta por Foucault), problematizamos a utilização de conceitos e metodologias para o estudo dos bebês, propostos pela sociologia da infância tais como os conceitos de infância, geração, e culturas de pares e a partir da análise da produção teórica e bibliográfica de autores da sociologia da infância de língua inglesa...

Imagens da infância para (re) pensar o currículo

Kohan, Walter Omar; Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Fonte: Revista Sul-Americana de Filosofia e Educação Publicador: Revista Sul-Americana de Filosofia e Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 12/10/2011 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Este texto explora una inversión entre las relaciones usualmente afirmadas entre infancia y currículo. En vez de preocuparse por buscar fundamentar o presentar un currículo para educar a la infancia, busca imágenes infantiles para educar el currículo. Encuentra dos: una en las invenciones narrativas del poeta Mato-grossense Manoel de Barros; otra, en la filosofía de la historia y de la infancia de Giorgio Agamben. Se trata, como el título lo sugiere, de un ejercicio menor cuyo sentido principal es contribuir a pensar el espacio de la infancia y del currículo en la educación brasilera de nuestros días.

Memória de cuidados na infância, estilo de vinculação e qualidade da relação com pessoas significativas: Estudo com grávidas adolescentes

Rodrigues,Ana; Figueiredo,Bárbara; Pacheco,Alexandra; Costa,Raquel; Cabeleira,Cristina; Magarinho,Rute
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2004 PT
Relevância na Pesquisa
36.66%
O presente estudo teve como principal objectivo estimar a influência das memórias de cuidados pelos pais durante a infância no estilo de vinculação e na qualidade das relações com pessoas significativas na gravidez. Contou com uma amostra de 48 adolescentes a quem se administrou, no terceiro trimestre de gestação, a versão portuguesa dos seguintes instrumentos: Inventory for Assessing Memories of Parental Rearing Behaviour (EMBU) (Perris, Jacobson, Lindstorm, von Knorring, & Perris, 1980), Attachment Style Interview (ASI) (Bifulco, Figueiredo, Guedeney, Gorman, Hayes, et al., 2004) e Self Evaluation and Social Support (SESS) (Brown, Bifulco, Veiel, & Andrews, 1990), no sentido de avaliar, respectivamente, as memórias de cuidados parentais, o estilo de vinculação e a qualidade do suporte e do relacionamento com a mãe e com o companheiro. Os resultados sugerem que a qualidade dos cuidados parentais durante a infância é um factor determinante para a qualidade da vinculação em grávidas adolescentes, sobretudo a rejeição e a ausência de suporte emocional por parte de ambos os pais mostram ser decisivos na emergência de estratégias inseguras de vinculação. A qualidade dos cuidados parentais durante a infância - o suporte emocional por parte da mãe e a rejeição por parte de ambos os pais - influencia também a qualidade do relacionamento com o companheiro e com própria mãe durante a gravidez. Surgem...

O “ofício de aluno” e o “ofício de criança”: articulações entre a sociologia da educação e a sociologia da infância

Marchi,Rita de Cássia
Fonte: Centro de Investigação em Educação. Instituto de Educação da Universidade do Minho Publicador: Centro de Investigação em Educação. Instituto de Educação da Universidade do Minho
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.66%
Este artigo estabelece relações entre o que ficou conhecido como a "crise dos paradigmas" na Sociologia da Educação (SED) nos anos 90 e o surgimento da Sociologia da Infância (SI) que propõe um novo paradigma para os estudos sociais da infância. Entre os elementos centrais deste novo paradigma estão o princípio da construção social da infância, o da criança-ator e a reivindicação da autonomia conceitual da infância (ou a "cidadania epistemológica da criança"). O afastamento inicial entre a SED e a SI deu-se em função da SED ter estado sempre voltada, tanto em sua vertente estrutural-funcionalista quanto no âmbito das teorias da reprodução, para as macro relações entre escola e sociedade. O "ofício de criança" e o "ofício de aluno" têm neste contexto uma complexa existência cujo desvendamento auxilia na compreensão das construções teórico-metodológicas no seio destas disciplinas e nas suas tensas articulações.

Mujer, infancia y autobiografía en “Cuadernos de Infancia” de Norah Lange

Rodríguez  Ávila,Yildret 
Fonte: Universidad Pedagógica Experimental Libertador Publicador: Universidad Pedagógica Experimental Libertador
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 ES
Relevância na Pesquisa
36.66%
Este trabajo propone, como lo indica su título, una lectura del texto Cuadernos de Infancia (1932) de la escritora argentina Norah Lange en dos perspectivas fundamentales: una específicamente referida a los discursos de género, obviamente femenino, por supuesto; y la otra perspectiva, relacionada con la autobiografía como género literario con unas características particulares, adscrita a las especificidades de la autobiografía escrita por mujeres. Con respecto a esto último es interesante apuntar cómo Cuadernos de infancia constituye un texto de vanguardia para el período histórico en el cual se desarrolla, pues corresponde a un género poco cultivado para ese entonces en Latinoamérica.

Notas sobre modernidade, pedagogia e infância a partir de Michel FoucaultNotes on modernity, pedagogy and children based on Michel Foucault

Resende, Haroldo de
Fonte: ETD - Educação Temática Digital Publicador: ETD - Educação Temática Digital
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 30/12/2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Busca-se explorar, em alguns aspectos, a relação entre a pedagogia, entendida como ciência da educação, situada no campo das ciências humanas e a infância como objeto desta ciência, no engendramento da Modernidade. Discute-se, então, a “captura” da infância pelo saber pedagógico com seu estatuto de cientificidade, na emergência das ciências do homem, entendendo que a educação moderna com seu modelo escolar calcado em técnicas disciplinares e no controle faz da própria escola um laboratório para a pedagogia. Em certo sentido, indaga-se como a criança entra em cena aberta pelas ciências humanas sob o olhar da pedagogia, de maneira que o que hoje se diz sobre a criança e sobre sua própria história acaba sendo marcadamente caracterizado por concepção de uma infância atemporal, ingênua, sem voz. AbstractTaking into account specific aspects, we pursue the relationship between Pedagogy (understood as the science of education and situated in the field of Humanities) and childhood (understood as the object of this science) in engendering of Modernity. Here we discuss, then, the “capture” of childhood by the pedagogical knowledge with its scientific status, in the emergence of the sciences of human. We also understand that modern education – with its school model based on disciplinary techniques and control – makes the school a laboratory for Pedagogy. In a sense...