Página 15 dos resultados de 2526 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Estudo da plasticidade cruzada nos centros de fala e audição em pessoas ouvintes e surdas através de psicofísica e ressonância magnética funcional; Study of cross-modal plasticity on speech and hearing centers with deaf and normal hearing people using psychophysics tests and Functional Magnetic Ressonance (fMRI)

Carvalho, Altiere Araujo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/09/2009 PT
Relevância na Pesquisa
27.2%
O dito popular afirma que quando uma pessoa perde um dos sentidos há uma compensação por parte dos outros sentidos para suprir a perda. Através de três experimentos psicofísicos baseados no modelo de Posner (Inibição de Retorno) e técnicas de Ressonância Magnética Funcional, surdos congênitos foram comparados a pessoas ouvintes com o objetivo de verificar se os surdos possuem processos atencionais diferentes dos ouvintes, e se as mesmas áreas corticais como a área de Wernicke, Broca e Córtex auditivo - eram ativadas em ambos os grupos. A tarefa consistia em pressionar um botão todas as vezes que os sujeitos detectassem a presença de um quadrado maior (alvo) apresentado em uma tela, enquanto também eram apresentados quadrados menores (pista) ora do mesmo lado, ora do lado oposto ao alvo. Através do Experimento I se pôde verificar que ambos os grupos apresentaram os fenômenos clássicos do Paradigma de Posner: Facilitação ou Inibição de Retorno, o que denotou a possibilidade de mecanismos atencionais semelhantes para ambos os grupos. Foi observado, porém, que os ouvintes eram mais rápidos que os surdos para responder à tarefa quando o intervalo temporal entre pista e alvo era longo (800ms), comparado ao tempo que levavam para responder quando o intervalo entre pista e alvo era curto (100 ms). O Experimento I suscitou a hipótese de que os surdos possivelmente apresentassem uma diferença de processamento temporal. No Experimento I todas as condições eram apresentadas de forma randômica. O Experimento II foi elaborado com o objetivo de por em evidência a 22 diferença dos TRM para intervalos curtos e longos...

O cinema e a flutuação das representações surdas : "Que drama se desenrola neste filme? Depende da perspectiva ..."

Thoma, Adriana da Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
27.23%
Este estudo aborda o jogo da flutuação das representações e dos discursos em textos cinematográficos e em textos surdos: num primeiro momento, investigo como a alteridade surda é narrada/produzida/inventada/incluída e excluída em filmes que focalizam a surdez e os/as surdos/as e, num segundo, analiso como ocorrem as interpelações dos filmes em um grupo de sujeitos surdos universitários. O alicerce teórico e as ferramentas metodológicas estão nos Estudos Culturais e no pensamento de Michel Foucault, a partir dos quais utilizo os entendimentos de discurso, representação, cultura, pedagogia cultural, interpelação, produção de significados, entre outros. A perspectiva analítica dos Estudos Culturais toma a cultura e os artefatos culturais como práticas de significação, não fazendo distinção entre alta-cultura e baixa-cultura. Michel Foucault oferece ferramentas teóricas e metodológicas com as quais podemos analisar o discurso como prática. O resultado das análises dos textos cinematográficos é apresentado através de um conjunto de lições, as quais foram organizadas pela recorrência das representações e dos discursos que compõem os filmes. Não se trata de verificar o que está “por trás” do que é dito...

Narrativas de professores de surdos sobre a escrita de sinais

Silva, Erika Vanessa de Lima
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
27.23%
A presente dissertação tem como objetivo analisar as narrativas de professores de surdos sobre a escrita da língua de sinais (ELS), que é o sistema de registro escrito da Língua Brasileira de Sinais. Para isso, foram realizadas entrevistas narrativas com nove profissionais que trabalham em escolas de surdos. A construção desta dissertação se deu entre os anos de 2011 e 2013 e durante o trabalho contatei com as escolas que tinham alunos surdos matriculados buscando aquelas que utilizavam a ELS em suas práticas escolares. Obtive o retorno de três escolas e nelas entrevistei professores e equipe diretiva. A pesquisa foi desenvolvida na perspectiva dos Estudos Surdos e dos Estudos Culturais em Educação, campos a partir dos quais utilizo os conceitos de narrativa, identidade, diferença e cultura, dialogando com autores como Hall (2007), Silva (2009), Perlin (2005), Stumpf (2005), Zappe (2010) e outros. A ELS é a escrita visual da língua de sinais e se situa na história da educação de surdos muito recentemente. A partir das respostas das entrevistas, foram feitos os seguintes agrupamentos temáticos: a importância da ELS; ELS como estratégia ou produção surda? e ELS no currículo escolar: surdos empoderados.; The intention of this dissertation is to analyse the narratives of deaf teachers about sign writing (SW). SW is the written system of the Sign Language. To achieve that...

Representações acerca do trabalho da leitura e da escrita em grupo de apoio a crianças surdas; Representations about reading and writing in a support group for deaf children

Aryane Santos Nogueira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/02/2010 PT
Relevância na Pesquisa
27.2%
O presente estudo tem como foco de pesquisa um contexto de grupos de apoio a crianças surdas que apresentam dificuldades em relação à leitura e à escrita. Minha inserção nestes grupos de apoio se deu como a profissional que atuava em um programa de aprimoramento profissional cursado no centro de reabilitação no qual os grupos de apoio estavam inseridos e também como pesquisadora, cujo aporte teórico partiu de uma visão transdisciplinar (CAVALCANTI, 2006) da Linguística Aplicada. Fazem parte desta pesquisa, ao todo, 14 crianças surdas (7 meninas e 7 meninos), sendo que 9 freqüentavam o grupo no período da manhã e 5 no período da tarde. Assim como as crianças surdas, fazem parte desta pesquisa as mães/responsáveis por estas crianças, a professora surda que atuava nos grupos de apoio e esta pesquisadora. A seguinte pergunta de pesquisa foi elaborada na tentativa de compreender as representações a respeito do trabalho com a leitura e a escrita: que representações sobre as práticas de leitura e escrita, dos pontos de vista das crianças surdas, das famílias e da professora surda, permeiam a interação em sala de apoio para estudantes surdos? Esta pergunta foi direcionadora na tentativa de compreender o que acontecia no contexto observado...

"Aqui é o lugar do surdo. E põe essa imagem mais pra lá" : línguas, representações e territórios em práticas de letramento de uma comunidade surda em contexto religioso ouvinte; "This place of the deaf. Move this image over to the side" : languages, representations and territories in the literacy practices of a deaf community in a hearering contex treligious

Elaine Botelho Corte Fernandes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/08/2013 PT
Relevância na Pesquisa
27.23%
Este trabalho parte do tema Religião e Surdez. Considerando a escassez de estudos que apresentem olhares dos próprios surdos e realcem o papel assumido por cada língua presente nos encontros com ouvintes, espera-se estabelecer discussões que se afastem das representações dos surdos como "deficientes" e atentem para as relações de poder existentes. Focaliza-se a participação desses grupos em um contexto religioso caracterizado pelo multilinguismo, no qual, inserem-se a escrita, a leitura e os conhecimentos matemáticos, embora estes últimos não sejam aqui destacados. Reconhecendo que mesmo fora da escola as pessoas envolvem-se com variados tipos de conhecimentos, acredita-se que tratar das práticas de letramento na igreja, com toda dificuldade teórico-metodológica que isso representa, é cada vez mais necessário e apropriado, especialmente porque, no que concerne à realidade brasileira e seus estudos, eventos religiosos geralmente são preteridos aos eventos escolares. Assim, percebendo o contexto religioso como lócus privilegiado para ensino-aprendizagem e para construção de identidades e territorialidades, investigam-se representações suscitadas e posicionamentos assumidos/contestados, principalmente diante das opções linguísticas realizadas nas práticas consideradas...

Amor Surdo: realidade cultural? O papel da Língua Gestual Portuguesa e da Cultura Surda no comportamento afectivo de 10 jovens Surdos

Pereira, Joana
Fonte: UCEditora Publicador: UCEditora
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
27.2%
A cultura Surda, conceito que abarca a visão que os membros das comunidades linguísticas minoritárias Surdas detêm de si mesmos e do mundo, é um conceito recente na comunidade científica internacional. Em Portugal ainda se perspectiva muito a surdez na sua dimensão biológica, por meio de uma concepção patológica baseada na ausência ou diminuição do sentido da audição. Esta não corresponde à visão que as pessoas Surdas têm de si próprias. Este trabalho apresenta a pessoa Surda como um indívíduo que se concebe a si mesmo como experienciando uma existência positiva, com uma língua e cultura destacadas das da maioria populacional. O papel do amor nas vidas humanas é o de tecer laços afectivos entre os indivíduos, construindo redes relacionais que se tornam no tecido cultural e social em que vivemos. Neste estudo qualitativo analisa-se o papel que a Língua Gestual Portuguesa (LGP) e a cultura Surda têm no florescimento das relações de amor que ocorrem na vida de 10 jovens Surdos e o modo como os sujeitos pensam a amizade e o amor romântico. A informação recolhida através de inquéritos por questionário aos participantes revela que, na escolha de potenciais amigos« ou parceiros românticos, uma atitude de abertura para com a diversidade e de respeito para com a cultura Surda...

A liderança na comunidade Surda portuguesa: estudo qualitativo sobre quatro líderes Surdos

Caciones Gil, Cristina Isabel
Fonte: UCEditora Publicador: UCEditora
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
27.2%
Apresentamos um estudo qualitativo antropológico da comunidade Surda1 portuguesa. O tema incide sobre a liderança Surda. Apuraram-se quatro líderes Surdos e de acordo com uma metodologia etnobiográfica, cruzámos as suas quatro histórias de vida. O objectivo foi obter as características da liderança Surda e delinear o perfil destes quatro líderes. Contrastando as afirmações de outros investigadores com os nossos dados, conseguimos comprovar algumas variantes como a presença dinâmica entre o mundo ouvinte e o mundo Surdo que o líder Surdo deve alcançar e manter. São exemplos disso a constante desmistificação de preconceitos na esfera social em relação à pessoa Surda, tal como as acções de contínua sensibilização no mundo ouvinte. A militância pelos direitos de cidadania plena é o que torna estes homens em líderes.; ABSTRACT - We are presenting an antropologic qualitative study on the Portuguese Deaf2 community, specifically about Deaf leadership. After finding four Deaf leaders we crossed their four life stories, according to the etnobiographical methodology. The ultimate goal is to obtain Deaf leadership characteristics and profile these four leaders. Results: After the interviews a corpus of about 6 hours and 15 minutes was gathered...

Cultura Surda: a bandeira de um povo dentro de outro

Pereira, Joana Moredo
Fonte: UCEditora Publicador: UCEditora
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
27.2%
Desconstruir a representação da pessoa Surda como indivíduo inacabado, inferior e incapacitado pela falta da audição permite apresentar ao público ouvinte uma realidade totalmente inversa, rica e surpreendente. Afinal, a pessoa Surda com “S” maiúsculo é alguém com um sentido de pertença a uma comunidade minoritária, orgulhoso falante de uma língua que se move no espaço e desenha ideias, opiniões e sentires que nos chegam pelos olhos. Afinal, os espaços onde estes indivíduos se movem detêm valores e padrões comportamentais próprios – a cultura Surda, a bandeira que a comunidade Surda empunha na constante luta pelo acesso à igualdade de direitos. Apresentamos a fundo os resultados deste estudo qualitativo, onde se analisa o papel da Língua Gestual Portuguesa (LGP) e da cultura Surda na forma como se iniciam as relações de amor, campo fértil para manifestações linguísticas e culturais. Inquirimos 10 jovens Surdos sobre o modo como pensam a amizade e o amor romântico e os dados recolhidos revelaram posições de soberbo interesse quanto à escolha de amigos ou parceiros românticos. O requisito máximo é uma atitude de abertura para com a diversidade e de respeito para com a cultura Surda, os seus valores e língua.; ABSTRACT - Dismantling the idea that a Deaf person is somehow an unfinished...

Linguistic modality effects in semantic processing in deaf individuals

Moita, Mara
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
27.23%
Tese de mestrado, Ciência Cognitiva, Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, Faculdade de Letras, Faculdade de Medicina, Faculdade de Psicologia, 2012; This dissertation was developed in the context of semantic processing in deaf individuals. The main goal of this study was to explore linguistic modality effects on semantic processing in individuals with auditory sensory modality deprivation, i.e. deaf individuals. Sensory systems are essential in order to perceive and conceptualize our semantic knowledge about the world and how we interact with the environment. Despite neurological studies that report that changes in the neural complex compensate the absence of a given sensory modality, existing studies that focus on the assessment of semantic processing in deaf indviduals reveal low results of performance when compared with hearing individuals. Looking for the possible causes of this poor performance, it was verified that most existent studies analysing semantic processing in deaf individuals were performed using a written linguistic modality and not in the linguistic modality which is considered the most adequate to the sensory capabilities of the deaf, i. e. sign language. Therefore, an exploratory study was developed focused on linguistic modality effects in semantic processing in deaf individuals and in comparison with a control group represented by hearing individuals. To explore this new research proposal...

DEAF-1 regulates immunity gene expression in Drosophila

Reed, Darien E.; Huang, Xinhua M.; Wohlschlegel, James A.; Levine, Michael S.; Senger, Kate
Fonte: National Academy of Sciences Publicador: National Academy of Sciences
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
27.23%
Immunity genes are activated in the Drosophila fat body by Rel and GATA transcription factors. Here, we present evidence that an additional regulatory factor, deformed epidermal autoregulatory factor-1 (DEAF-1), also contributes to the immune response and is specifically important for the induction of two genes encoding antimicrobial peptides, Metchnikowin (Mtk) and Drosomycin (Drs). The systematic mutagenesis of a minimal Mtk 5′ enhancer identified a sequence motif essential for both a response to LPS preparations in S2 cells and activation in the larval fat body in response to bacterial infection. Using affinity chromatography coupled to multidimensional protein identification technology (MudPIT), we identified DEAF-1 as a candidate regulator. DEAF-1 activates the expression of Mtk and Drs promoter-luciferase fusion genes in S2 cells. SELEX assays and footprinting data indicate that DEAF-1 binds to and activates Mtk and Drs regulatory DNAs via a TTCGGBT motif. The insertion of this motif into the Diptericin (Dpt) regulatory region confers DEAF-1 responsiveness to this normally DEAF-1-independent enhancer. The coexpression of DEAF-1 with Dorsal, Dif, and Relish results in the synergistic activation of transcription. We propose that DEAF-1 is a regulator of Drosophila immunity.

Frequency and Predictability Effects in Eye Fixations for Skilled and Less-Skilled Deaf Readers

Bélanger, Nathalie N.; Rayner, Keith
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
27.23%
The illiteracy rate in the deaf population has been alarmingly high for several decades, despite the fact that deaf children go through the standard stages of schooling. Much research addressing this issue has focused on word-level processes, but in the recent years, little research has focused on sentence-levels processes. Previous research (Fischler, 1985) investigated word integration within context in college-level deaf and hearing readers in a lexical decision task following incomplete sentences with targets that were congruous or incongruous relative to the preceding context; it was found that deaf readers, as a group, were more dependent on contextual information than their hearing counterparts. The present experiment extended Fischler’s results and investigated the relationship between frequency, predictability, and reading skill in skilled hearing, skilled deaf, and less-skilled deaf readers. Results suggest that only less-skilled deaf readers, and not all deaf readers, rely more on contextual cues to boost word processing. Additionally, early effects of frequency and predictability were found for all three groups of readers, without any evidence for an interaction between frequency and predictability.

Orthographic and Phonological Preview Benefits: Parafoveal Processing in Skilled and Less-skilled Deaf Readers

Bélanger, Nathalie N.; Mayberry, Rachel I.; Rayner, Keith
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
27.23%
Many deaf individuals do not develop the high-level reading skills that will allow them to fully take part into society. To attempt to explain this widespread difficulty in the deaf population, much research has honed in on the use of phonological codes during reading. The hypothesis that the use of phonological codes is associated with good reading skills in deaf readers, though not well supported, still lingers in the literature. We investigated skilled and less-skilled adult deaf readers’ processing of orthographic and phonological codes in parafoveal vision during reading by monitoring their eye movements and using the boundary paradigm. Orthographic preview benefits were found in early measures of reading for skilled hearing, skilled deaf, and less-skilled deaf readers, but only skilled hearing readers processed phonological codes in parafoveal vision. Crucially, skilled and less-skilled deaf readers showed a very similar pattern of preview benefits during reading. These results support the notion that reading difficulties in deaf adults are not linked to their failure to activate phonological codes during reading.

Sustained attention, selective attention and cognitive control in deaf and hearing children

Dye, Matthew W. G.; Hauser, Peter C.
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
27.23%
Deaf children have been characterized as being impulsive, distractible, and unable to sustain attention. However, past research has tested deaf children born to hearing parents who are likely to have experienced language delays. The purpose of this study was to determine whether an absence of auditory input modulates attentional problems in deaf children with no delayed exposure to language. Two versions of a continuous performance test were administered to 37 deaf children born to Deaf parents and 60 hearing children, all aged 6–13 years. A vigilance task was used to measure sustained attention over the course of several minutes, and a distractibility test provided a measure of the ability to ignore task irrelevant information – selective attention. Both tasks provided assessments of cognitive control through analysis of commission errors. The deaf and hearing children did not differ on measures of sustained attention. However, younger deaf children were more distracted by task-irrelevant information in their peripheral visual field, and deaf children produced a higher number of commission errors in the selective attention task. It is argued that this is not likely to be an effect of audition on cognitive processing, but may rather reflect difficulty in endogenous control of reallocated visual attention resources stemming from early profound deafness.

The identification of early factors related to academic achievement among deaf students

Cunningham, Lisa Namey
Fonte: FIU Digital Commons Publicador: FIU Digital Commons
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
27.23%
The purpose of this research study was to examine specific factors believed to be related to academic achievement in deaf children. More specifically, this research sought to determine whether there was a significant difference in achievement between those students whose parents use oral communication only and those whose parents use some type of sign language. An additional purpose of this research was to determine if there was a significant difference in academic achievement with those deaf students who used amplification devices early in life. This study also sought to determine whether providing early intervention program which emphasizes and enables parents to develop a language rich environment had a significant impact on the academic achievement of deaf children and whether the age at which initial services are received influence deaf student's subsequent academic achievement. This study examined the relationship, if any, between intellectual ability and academic achievement among deaf children. Finally, this study sought to investigate the relationship between the degree of hearing loss and academic achievement. ^ Purposive sampling was used to select subjects for this study. All 228 eligible Deaf/Hard of Hearing (DHH) students enrolled in a Broward County Public School were included in the original sample. Sixty-one students actually participated in this study. A correlational method of statistical analysis as well as a cross classification (crosstabs) was used to analyze the data. ^ The results show that academic achievement in the areas of reading and mathematics was significantly related to parental mode of communication and the mode of communication used in school. Academic achievement...

Réorganisation fonctionnelle et structurale des cortex auditifs, visuels et associatifs chez les sourds profonds congénitaux ou prélinguaux

Vachon, Patrick
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Thèse ou Mémoire numérique / Electronic Thesis or Dissertation
FR
Relevância na Pesquisa
27.23%
En raison de l’utilisation d’un mode de communication totalement différent de celui des entendants, le langage des signes, et de l’absence quasi-totale d’afférences en provenance du système auditif, il y a de fortes chances que d’importantes modifications fonctionnelles et structurales s’effectuent dans le cerveau des individus sourds profonds. Les études antérieures suggèrent que cette réorganisation risque d’avoir des répercussions plus importantes sur les structures corticales situées le long de la voie visuelle dorsale qu’à l’intérieur de celles situées à l’intérieur de la voie ventrale. L’hypothèse proposée par Ungerleider et Mishkin (1982) quant à la présence de deux voies visuelles dans les régions occipitales, même si elle demeure largement acceptée dans la communauté scientifique, s’en trouve aussi relativement contestée. Une voie se projetant du cortex strié vers les régions pariétales postérieures, est impliquée dans la vision spatiale, et l’autre se projetant vers les régions du cortex temporal inférieur, est responsable de la reconnaissance de la forme. Goodale et Milner (1992) ont par la suite proposé que la voie dorsale, en plus de son implication dans le traitement de l’information visuo-spatiale...

"Cada surdo tem um jeito diferente, igual o professor" : a interação entre surdos e ouvintes em contexto de apoio pedagogico; Each deaf person has a different way, the same with teachers : the interaction between deaf and hearing in the context of teaching aids

Maira Zamproni Pereira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
27.23%
O presente estudo, de cunho etnográfico (Erickson, 1984, 1989), com participação intensiva da pesquisadora em trabalho de campo, de longo prazo e com registro cuidadoso dos acontecimentos, foi norteado pela seguinte pergunta de pesquisa: Como se inter-relacionam educador surdo, educador ouvinte e aluno surdo em contexto de apoio pedagógico? Para tentar responder a essa pergunta, foram utilizados conceitos tais como estabelecidos e outsiders; identidade, cultura e identificação; estruturas de participação e ouvintismo provenientes da Sociologia (Elias e Scotson, 2000), ), da Antropologia Social e Cultural (Cuche 2002), da Sociolingüística Interacional (Philips, 2001) e de Estudos Surdos (Skliar, 1999; Skliar & Lunardi, 2000) respectivamente. A análise dos registros gerados em campo mostrou que as representações construídas pelos participantes acerca de si mesmos, dos outros e das duas línguas que circulam naquele contexto de apoio pedagógico remetem à condição do português como língua legitimada na escola pensada pelos ouvintes, enquanto a língua de sinais (LIBRAS) é colocada na condição de língua de apoio. Esse conflito reflete diferenças hierárquicas entre os três educadores envolvidos no contexto: uma ouvinte...

Deaf children's non-verbal working memory is impacted by their language experience

Marshall, Chloë; Jones, Anna; Denmark, Tanya; Mason, Kathryn; Atkinson, Joanna; Botting, Nicola; Morgan, Gary
Fonte: Frontiers Media S.A. Publicador: Frontiers Media S.A.
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 05/05/2015 EN
Relevância na Pesquisa
27.23%
Several recent studies have suggested that deaf children perform more poorly on working memory tasks compared to hearing children, but these studies have not been able to determine whether this poorer performance arises directly from deafness itself or from deaf children's reduced language exposure. The issue remains unresolved because findings come mostly from (1) tasks that are verbal as opposed to non-verbal, and (2) involve deaf children who use spoken communication and therefore may have experienced impoverished input and delayed language acquisition. This is in contrast to deaf children who have been exposed to a sign language since birth from Deaf parents (and who therefore have native language-learning opportunities within a normal developmental timeframe for language acquisition). A more direct, and therefore stronger, test of the hypothesis that the type and quality of language exposure impact working memory is to use measures of non-verbal working memory (NVWM) and to compare hearing children with two groups of deaf signing children: those who have had native exposure to a sign language, and those who have experienced delayed acquisition and reduced quality of language input compared to their native-signing peers. In this study we investigated the relationship between NVWM and language in three groups aged 6–11 years: hearing children (n = 28)...

O uso de materiais didáticos adaptados como recurso para a aprendizagem do surdo no ensino fundamental: um estudo com base no contexto de uma escola pública do Distrito Federal

Silva, Marília Gabriela
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.23%
O presente estudo elucida como a aprendizagem de alunos surdos é favorecida com a utilização de materiais didáticos adaptados às suas especificidades. A pesquisa possui caráter qualitativo, descritivo, exploratório, sendo a investigação do tema desenvolvida no contexto de uma escola pública do Distrito Federal. O objetivo geral foi identificar quais materiais didáticos estão sendo utilizados na escolarização de alunos surdos e quais os resultados gerados. Os pressupostos teóricos que forneceram subsídios à pesquisa basearam-se na literatura acerca do tema e em conhecimentos adquiridos pela pesquisadora nas disciplinas do curso de Especialização em Libras da Universidade Católica de Brasília. A metodologia foi composta pela observação de duas alunas surdas em sala de aula e sala de recursos, análise de questionário aplicado a seis professoras e análise do material disponível na escola para o ensino a alunos surdos. Um termo de Consentimento Livre e Esclarecido foi assinado em duas vias pelas seis colaboradoras e pesquisadora a fim de esclarecer sobre a natureza da investigação e assegurar a confidencialidade dos dados. Os resultados da pesquisa mostraram que apesar da ainda limitada variedade de materiais para o ensino de alunos surdos disponíveis no mercado a produção destes é uma constante entre as professoras. Foi percebido também que as colaboradoras que estão envolvidas diretamente no ensino de crianças surdas possuem qualificação profissional...

Interactive Employment Model to Assimilate the Deaf persons in workplace by using ICT

Ali, Syed Asif; Soomro, Safeeulah; Memon, Abdul Ghafoor; Ahmed, Mashooque
Fonte: Universidade Cornell Publicador: Universidade Cornell
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 21/10/2013
Relevância na Pesquisa
27.23%
The rate of disability is increase day by day all over the world .There are various type of Disabilities but the deaf persons are on second number among all types of disabilities.. In most of the countries disabled persons are supposed to be social liability on their family and in the society as awhile. Now days in developing countries it is difficult for normal persons to get suitable jobs. Whenever we are talking about disabled, it is more difficult to assimilate deaf persons in workplace. Threats of unemployment of disabled person are almost double that of people without disabilities. Number of able deaf persons is unable to get suitable job due to several reasons like lack of facilities for deaf persons and lack of awareness from normal persons side which create barrier in searching job for deaf persons. This research work emphasis on the special need and training required for the deaf individual sand to make and train them how to move in workplace with different social and technical barrier. In recent era technology play important role in each and every part of life. Using the facility of Information and communication Technology we can easily assimilate deaf in workplace. The proposed model helps deaf persons to adjust in their jobs.

História dos movimentos dos surdos e o reconhecimento da Libras no BrasilThe history of Deaf Movements and the acknowledgment of Libras (Brazilian Sign Language) in Brazil

Monteiro, Myrna Salerno
Fonte: ETD - Educação Temática Digital Publicador: ETD - Educação Temática Digital
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado pelos pares; bibliográfica Formato: application/pdf
Publicado em 13/11/2008 POR
Relevância na Pesquisa
27.23%
O presente trabalho tem como objetivo discutir, a partir de uma perspectiva histórica, os movimentos sociais Surdos e dos Intérpretes da LIBRAS no Brasil, com ênfase especial para os acontecimentos em São Paulo e no Rio de Janeiro. Boa parte dos cinco milhões de surdos brasileiros ainda é invisível para a sociedade, e busca mecanismos de associação a fim de diminuir o peso imposto para viabilizar a coexistência em um mundo em que todos os serviços e expressões culturais se alicerçam na fala e na audição. Como pesquisadora e militante surda, concluo apontando a necessidade de os Surdos resistirem a todo e qualquer termo inventado por ouvintes, que são, em geral, alheios aos movimentos sociais surdos para preservação e livre expressão de sua Cultura e construção de suas identidades. Palavras-chave Movimentos Sociais Surdos; LIBRAS; Intérpretes de LIBRAS Abstract The present work aims to discuss, from a historical perspective, the movements of the deaf and of the LIBRAS (Brazilian Sign Language) interpreters in Brazil, with a special focus on the developments in São Paulo and Rio de Janeiro. Many of the five million Brazilian deaf people are still invisible to our society, as they search for association mechanisms in order to diminish the weight imposed on them by the coexistence in a world where every service and cultural expression depends on speaking and hearing skills. As a researcher and deaf activist...