Página 13 dos resultados de 2213 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

A psicologia na educação: dos paradigmas científicos às finalidades educacionais

Cunha, Marcus Vinicius da
Fonte: Universidade de São Paulo (USP), Faculdade de Educação Publicador: Universidade de São Paulo (USP), Faculdade de Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 51-80
POR
Relevância na Pesquisa
46.11%
Este artigo analisa algumas teorias psicológicas e suas contribuições para a educação. Discute estas teorias sob a concepção de paradigma, originária de Thomas Kuhn, e propõe que o único critério para aceitá-las ou recusá-las no campo educacional é o estabelecimento de finalidades educacionais.; This article analyses some psychologycal theories and their contributions to education. It discusses them under Thomas Kuhn s conception of paradigm and purpose that educational aims are the only criterion to accept or refuse them.

Individuo e sociedade : do movimento real a representação ideal : um estudo de suas representações na psicologia educacional

May Guimarães Ferreira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/12/1983 PT
Relevância na Pesquisa
46.11%
Não informado.; Not informed.

A psicologia educacional nas licenciaturas do Estado de Goias

Maria Eleusa Montenegro
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/1987 PT
Relevância na Pesquisa
46.11%
Não informado.; Not informed.

Apropriações da teoria de Vigotski em livros de psicologia voltados para a formação de professores

Jácome, Marília de Queiroz Dias
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
46.11%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, 2006.; Este trabalho foi desenvolvido em uma pesquisa que investigou a apropriação da Teoria Histórico-cultural ou Teoria de Vigotski em livros de Psicologia destinados à formação de professores. Constituiu-se em um trabalho de análise textual, no qual inicialmente pesquisou-se planos de ensino de disciplinas de Psicologia dos cursos de Pedagogia e Licenciaturas em páginas da Internet, de Instituições de Educação Superior ente Universidades, públicas e privadas e Centros Universitários privados. Numa análise preliminar chegou-se a quinze planos de ensino que se mostraram adequados para os propósitos da pesquisa. Para isso investigou-se as ementas, os conteúdos programáticos e as bibliografias, no que foi possível verificar a inserção da Teoria nas disciplinas e utilizar os títulos (livros ou capítulos de livros) recomendados na bibliografia para a escolha dos textos a serem analisados no segundo momento. Nessa fase analisou-se duas referências, que se constituíram as mais indicadas nas bibliografias: primeira, um livro de autor brasileiro, específico sobre a obra e vida de Vigotski e a outra, dois capítulos de um livro estrangeiro...

Relações terapêuticas: Um estudo exploratório sobre Equitação Psico-Educacional (EPE) e autismo

Leitão, Leopoldo Gonçalves
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2004 POR
Relevância na Pesquisa
46.11%
Este estudo exploratório, ao considerar a Equitação Terapêutica como uma área de intervenção tridimensional, pretendeu enfatizar alguns dos aspectos relacionais implícitos e averiguar se, após a aplicação da Equitação Psico-Educacional – EPE (uma sessão semanal durante dezasseis semanas), em cinco crianças (entre os cinco e os dez anos) diagnosticadas com autismo, se registariam: melhorias ao nível do desenvolvimento e do comportamento; dados que pudessem confirmar a eficácia do tratamento; progressos na adequação de cada participante às diferentes tarefas propostas no decurso das sessões. A metodologia utilizada centrou-se na redacção integral de todas as sessões; na utilização da Grelha de Observação (individual/ sessão) para Equitação Psico-Educacional (EPE), com crianças autistas; na aplicação, aos participantes, do Psychoeducational Profile Revised (Schopler et al., 1994) antes (teste) e depois (reteste) da aplicação do tratamento; na aplicação quinzenal, aos pais, do Autism Treatment of Evaluation Checklist (Rimland & Edelson, 2000); e, por último, na utilização de técnicas de audiovisual, com uma periodicidade mensal. Os resultados mostraram-se concordantes com a totalidade das hipóteses colocadas. Estas evidências convidam a uma reflexão sobre a importância do papel catalizador do cavalo...

Moral appraisals by males and females in situations involving conflict of duties

Azevedo, Mario
Fonte: University Of Iowa Publicador: University Of Iowa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //1986 ENG
Relevância na Pesquisa
46.11%
Dissertação de mestrado em psicologia educacional; Inexistente

O processo de avaliação em intervenção precoce e as práticas de apoio educativo no jardim de infância: Da teoria à prática

Cordeiro, Madalena Maria Moleiro Oliveira
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2004 POR
Relevância na Pesquisa
46.11%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Educacional; O estudo que apresentamos enquadra-se no âmbito da Intervenção Precoce, da avaliação e das práticas de intervenção em contextos educativos do pré-escolar. Procurámos analisar a coerência no processo de avaliação, planeamento e implementação de programas de intervenção com crianças com necessidades Educativas Especiais, entre os 3 e os 7 anos de idade e suas famílias, tentando estabelecer um paralelo com algumas das correntes teóricas que fundamentam a Intervenção Precoce e com alguns dos princípios orientadores das práticas de qualidade em contextos de pré-escolar inclusivos. Para o desenvolvimento do estudo, utilizámos a metodologia de investigação qualitativa numa abordagem de estudo de caso e utilizamos técnicas de análise documental e observação participante como forma de recolher os dados no contexto natural onde as situações ocorrem. Foram analisados os processos de avaliação e de planeamento da intervenção de 20 crianças acompanhadas por uma equipa de intervenção Precoce e foram feitas observações a 5 dessas crianças ao longo de doze sessões de apoio educativo em contexto pré-escolar Os resultados do estudo apontam para um trabalho de avaliação com características interdisciplinares...

Abordagem à aprendizagem dos alunos do curso superior de fisioterapia

Cruz, Eduardo
Fonte: Abordagem à aprendizagem dos alunos do curso superior de fisioterapia Publicador: Abordagem à aprendizagem dos alunos do curso superior de fisioterapia
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //1997 POR
Relevância na Pesquisa
46.11%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Educacional; Inexistente

Contribuição do estudo das significações sobre saúde e doença para as intervenções em psicologia pediátrica

Barros, Luísa
Fonte: ISPA - Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: ISPA - Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //1996 POR
Relevância na Pesquisa
46.11%
No domínio da Psicologia Pediátrica as metodologias que têm provado maior eficácia são as que valo - rizam as características da compreensão infantil sobre a doença, tanto na elaboração das explicações sobre os procedimentos médicos, como na própria estruturação das metodologias de confronto. Neste trabalho, a autora considera que é necessário alargar esta centração na compreensão da causalidade para um ênfase mais alargado e abrangente nos processos de significação pessoal sobre saúde e doença. O reconhecimento do primado das significações na sua complexidade cognitiva e emocional conduz a definir três linhas de força para a definição das intervenções em Psicologia Pediátrica: I) reconhecimento da importância dos estudos da Psicopatologia do Desenvolvimento sobre o impacto das vivências da doença no processo global de desenvolvimento da criança e da família; 2) centração nos processos de significação infantil sobre doença e saúde; 3) centração nos processos de significação parental sobre a doença, sobre as relações entre os problemas de saúde e o desenvolvimento infantil, e sobre a resolução de problemas educacionais e a adesão às recomendações dos profissionais. Em seguida são analisadas cada uma destas recomendações...

A psicologia na educação: dos paradigmas científicos às finalidades educacionais

Cunha,Marcus Vinicius da
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/1998 PT
Relevância na Pesquisa
46.11%
Este artigo analisa algumas teorias psicológicas e suas contribuições para a educação. Discute estas teorias sob a concepção de paradigma, originária de Thomas Kuhn, e propõe que o único critério para aceitá-las ou recusá-las no campo educacional é o estabelecimento de finalidades educacionais.

O Provão de Psicologia: objetivos, problemas, conseqüências e sugestões

Primi,Ricardo; Landeira-Fernandez,J.; Ziviani,Cilio
Fonte: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília Publicador: Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2003 PT
Relevância na Pesquisa
46.11%
O Governo Federal, através do Ministério da Educação, criou o Exame Nacional de Cursos (Provão), com objetivo de avaliar os diferentes cursos de graduação e apontar eventuais falhas na formação acadêmica de seus alunos. O primeiro Provão de Psicologia foi realizado em 2000 e desde então vem sendo realizado anualmente por todos os alunos de Psicologia que estão se formando. O propósito do presente trabalho é o de discutir se os dois objetivos dessa forma de avaliação - discriminar os diferentes cursos de Psicologia e apontar falhas na formação de seus alunos - vêm sendo alcançados. Inicialmente apresentamos alguns problemas encontrados no primeiro Provão de Psicologia realizado em 2000, bem como de suas possíveis conseqüências. Finalmente, o trabalho propõe sugestões para a melhora deste sistema de avaliação.

Educação e psicologia social: uma perspectiva crítica

SASS,ODAIR
Fonte: Fundação SEADE Publicador: Fundação SEADE
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2000 PT
Relevância na Pesquisa
46.11%
O presente artigo analisa a relação da psicologia com a educação a partir da perspectiva da psicologia social. Procura evidenciar que a exigência de uma ciência psicológica, na configuração do campo educativo, é desenvolvida, desde o início do século XX, como psicologia social, tais como: John Dewey e George Mead, em contraposição à psicologia intelectualista.

Possibilidades criativas de professores em cursos de pós-graduação stricto sensu

Barreto,Maribel Oliveira; Martínez,Albertina Mitjáns
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
46.11%
O presente artigo apresenta os resultados da pesquisa que teve como objetivo identificar as possibilidades de professores de cursos de pós-graduação stricto sensu em tornar sua prática educativa e orientação acadêmica um processo de ensino-aprendizagem criativo e inovador. Realizou-se uma pesquisa qualitativa, com análise de estudos de casos. A seleção de instrumentos e técnicas de pesquisa foi embasada em González Rey. Foram realizadas entrevistas, durante um período de cinco meses. Quatro sujeitos participaram desta pesquisa, todos pesquisadores e professores de cursos de pós-graduação stricto sensu em Salvador-Bahia. Os professores reconheceram a importância da criatividade no contexto educacional e confirmaram a possibilidade de implementação de uma prática pedagógica e orientação acadêmica pautadas nos pressupostos da criatividade. Além disso, a pesquisa revelou a intenção dos dirigentes em introduzir inovações nos programas de pós-graduação.

Psicologia da educação matemática: um ponto de vista

Brito,Márcia Regina Ferreira de
Fonte: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Publicador: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.11%
A apresentação trata da evolução da chamada psicologia da educação matemática no Brasil, traçando os temas e as linhas teóricas desenvolvidas pelo Grupo de Pesquisa em Psicologia e Educação Matemática (PSIEM) da FE/UNICAMP, surgido no final da década de setenta. Tendo como pano de fundo o momento no qual eram desenvolvidos esses trabalhos, terão destaque para traçar essa evolução os métodos de pesquisa empregados, os problemas escolhidos e as teorias subjacentes, apontando as dificuldades encontradas. Assim, iniciando com a formação de professores de matemática e com os temas da psicologia educacional que são essenciais para formar "bons pensadores", serão abordados aspectos de desenvolvimento, aprendizagem, ensino, desempenho e avaliação, com ênfase em: aprendizagem de conceitos, solução de problemas, atitudes em relação à matemática e a maneira como esses temas têm sido tratados. Serão ainda apresentados alguns elementos que, de certa forma, têm dificultado a disseminação dos resultados desses estudos.

Evidências de validade de uma escala de desempenho docente em informática educacional

Joly,Maria Cristina Rodrigues Azevedo
Fonte: Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia Publicador: Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
46.11%
Objetivou-se, neste estudo, verificar a evidências de validade da Escala de Desempenho em Informática Educacional (EDIE). Participaram 344 sujeitos de 20 a 67 anos (M= 38,9 anos; DP= 8,1). 79,4% eram do sexo feminino. A maioria deles atuava no Ensino Básico (85,5%) e na Rede Pública de Ensino (57,8%). A EDIE, com 51 itens do tipo Likert com quatro alternativas de resposta, foi respondida individualmente. Verificou-se que EDIE apresentou uma boa consistência interna (aCronbach =0,97). A precisão interna do instrumento, verificada pelo método das metades, foi de 0,84 e revelou homogeneidade dos itens. A análise fatorial indicou a presença do fator de desempenho (22 itens) e do fator de gestão (18 itens). Foram eliminados 11 itens, contando a versão final da EDIE com 40 itens.

Inventário cientista-prático de orientação profissional em psicologia: um estudo exploratório

Campos,Luiz Fernando de Lara; Catão,Elaine Cristina; Fujii,Cristiane Miwa
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE) Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1999 PT
Relevância na Pesquisa
46.11%
O objetivo do presente trabalho foi verificar a viabilidade da utilização do Inventário Cientista-Prático aplicado individualmente em estudantes de Psicologia de uma instituição particular paulista. A partir das respostas de 46 alunos do 40 ano de Psicologia, foi possível verificar a preferência por atividades clínicas tradicionais e a baixa atração por atividades de pesquisa e planejamento em Psicologia, o que demonstrou uma boa viabilidade do instrumento.

A relação sujeito-objeto e a unidade afetivo-cognitiva: contribuições para a psicologia e para a educação

Gomes,Cláudia Aparecida Valderramas
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE) Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
46.11%
A relação entre problemas afetivo-emocionais e aprendizagem escolar se faz presente nas áreas da Psicologia e da Educação. Este estudo, de caráter teórico-bibliográfico, pesquisou elementos que confirmassem a tese da historicidade dos processos cognitivos e afetivos, dando a esses processos uma conotação social e simbólica, e por meio da Psicologia Histórico-Cultural abordou a relação entre sujeito e objeto e a unidade afetivo-cognitiva, propondo a superação do pensamento organicista e subjetivista. Sugeriu a importância de (re)pensar as relações que o sujeito estabelece com o entorno e o papel do conhecimento e das condições concretas de vida e de educação, e destacou a atividade como categoria fundamental na constituição das necessidades e motivos, bem como na formação de desejos e na objetivação desses, potencializando a aprendizagem e movendo o desenvolvimento, já que a formação da subjetividade em cada sujeito é efeito de um processo educativo que deve ser objeto de estudo tanto da Psicologia quanto da Educação.

Psicologia Escolar e educação superior: possibilidades de atuação profissional

Santana,Alba Cristhiane; Pereira,Alciane Barbosa Macedo; Rodrigues,Larissa Goulart
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE) Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
46.11%
Neste artigo apresentamos discussões sobre os desafios e possibilidades de atuação do psicólogo escolar na Educação Superior. Os contextos socioeconômicos e políticos contemporâneos têm gerado demandas ao ensino superior, provocando transformações nas instituições e no processo formativo e favorecendo o desenvolvimento de ações diversificadas. Essa situação possibilita a elaboração de projetos de pesquisa e de intervenção da Psicologia Escolar. Para ilustrar a discussão apresentamos um estudo realizado em uma instituição pública de ensino superior que teve como objetivo investigar as possibilidades de ações do psicólogo escolar com o foco em uma questão frequente nesse espaço educativo: as dificuldades encontradas por alunos ingressantes. O estudo demonstrou possibilidades de a Psicologia Escolar contribuir na gestão de políticas e práticas educativas que atendam às dificuldades apontadas por alunos e professores e também indicou desafios a serem superados, relacionados às concepções sobre a Psicologia Escolar e às características do processo formativo na Educação Superior.

O caminho se faz ao caminhar: atuações em Psicologia Escolar

Peretta,Anabela Almeida Costa e Santos; Silva,Silvia Maria Cintra da; Souza,Cláudia Silva de; Oliveira,Jaqueline Olina de; Barbosa,Fabiana Marques; Sousa,Lílian Rodrigues de; Rezende,Paula Cristina Medeiros
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE) Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional (ABRAPEE)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
46.11%
A Psicologia Escolar viveu um momento de crítica aos seus moldes tradicionais de atuação - baseados no diagnóstico e tratamento. Atualmente vem sendo priorizadas práticas comprometidas com a qualidade da educação. A presente pesquisa teve como objetivo conhecer práticas de psicólogos que atuam em secretarias de educação em 98 municípios de Minas Gerais. Por meio de questionários e entrevistas, foram buscadas informações sobre a história do serviço, a estrutura e as condições de trabalho, a atuação profissional e a fundamentação teórica adotada. Este artigo baseia-se em duas entrevistas e apresenta a prática de psicólogos que estão em consonância com a Psicologia Escolar Crítica. Considera-se que importantes práticas vêm sendo desenvolvidas no sentido de que a Psicologia contribua para que a escola seja efetivamente espaço de humanização e apropriação do conhecimento, porém é relevante que haja políticas públicas que melhorem as condições de trabalho e ampliem as possibilidades de atuação do psicólogo nas instituições educacionais.

A relação professor-aluno na educação superior: a influência da gestão educacional

Roncaglio,Sônia Maria
Fonte: Conselho Federal de Psicologia Publicador: Conselho Federal de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2004 PT
Relevância na Pesquisa
46.11%
Este artigo trata da relação professor-aluno na educação superior e da influência que esta recebe da gestão educacional. Foi realizada uma pesquisa de abordagem qualitativa do tipo etnográfico, englobando entrevistas e observação de campo, com alunos e professores de um curso de Pedagogia, no segundo semestre de 2002. Como resultado, verificou-se que a gestão educacional interfere na relação professor-aluno, em três níveis, concomitantemente: através das tomadas de decisão do gestor no processo pedagógico em geral; especificamente, em seu relacionamento com o professor e com o aluno e na orientação deste nas suas dificuldades e vicissitudes. Conclui-se que há necessidade de coerência entre teoria e prática na organização do trabalho pedagógico do professor e maior integração entre gestor e professor para melhor compatibilizar interesses e objetivos educacionais.