Página 13 dos resultados de 13940 itens digitais encontrados em 0.010 segundos

Crianças vítimas de maus-tratos: olhares e práticas de educadoras de infância

Choupana, Ana Miguel Cacheiro
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
As Educadoras de Infância são agentes privilegiados na promoção do desenvolvimento harmonioso da criança e na observação e identificação de alterações na sua aprendizagem. Neste estudo, pretendemos identificar as suas concepções sobre os maus tratos às crianças, averiguar o seu conhecimento dos indicadores, factores de risco e de protecção e conhecer a sua intervenção pedagógica com a criança maltratada. A recolha de dados foi realizada junto de trinta Educadoras de Infância da região de Évora através de um questionário com perguntas abertas e fechadas construído para o efeito. A amostra foi constituída por dois grupos de participantes com e sem tempo de serviço, já que este proporciona aos sujeitos experiências profissionais relevantes na tomada de decisões e no entendimento das situações. A análise de dados foi realizada através de metodologias qualitativas e quantitativas. Os resultados revelam que os maus tratos são entendidos como o exercício de determinadas acções negativas do adulto sobre a criança (e.g., acções de violência/agressão física e psicológica) ou omissão de determinados aspectos (e.g., cuidados básicos). Os sinais/indicadores na criança maltratada e nos pais/cuidadores...

Sociologia da infância e abordagens socioantropológicas na produção de países do hemisfério norte e brasil

Delgado, Ana Cristina; Tomás, Catarina Almeida
Fonte: Inter-Ação Publicador: Inter-Ação
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /09/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Neste artigo, reflete-se sobre a Sociologia da infância mediada por questões socioantropológicas relevantes nas pesquisas da infância e com crianças. Na primeira parte, expõese um conciso panorama de alguns países do hemisfério Norte, incluindo suas aproximações e diferentes percursos. Na segunda parte, breves considerações sobre a produção brasileira, seus limites, perspectivas e conceitualizações são apresentadas. Na terceira parte, destacam-se os desafios e caminhos teóricometodológicos do campo, considerando a impossibilidade de esgotá-los. Para encerrar, são apontadas reflexões emergentes e, de forma sucinta, possibilidades de diálogo com a educação da infância.

A visão das crianças acerca do papel do/a educador/a de infância como fonte para a reconstrução da relação pedagógica

Esparteiro, Marta de Fátima Ferreira Pinto
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /07/2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Relatório da Prática Profissional Supervisionada Mestrado em Educação Pré-Escolar; Este relatório, intitulado de A visão das crianças acerca do papel do/a educador/a de infância como fonte para a reconstrução da relação pedagógica, surge como o culminar do Mestrado em Educação Pré-Escolar e é o fruto da Prática Profissional Supervisionada desenvolvida nos dois contextos da Educação de Infância: Creche e Jardim-de-Infância. Este tem como objetivo a reflexão crítica e fundamentada da minha intervenção tal como das intenções delineadas e a sua concretização. Neste sentido, será realizada a caracterização para a ação, na qual irei abordar uma análise reflexiva do contexto socioeducativo em ambos os contextos de intervenção e a análise reflexiva da intervenção, na qual serão identificadas e fundamentadas as intenções para a ação pedagógica e realizada a análise reflexiva da ação pedagógica desenvolvida. Este relatório aborda ainda a problemática que deu origem ao título do mesmo, centrando-se na perspetiva das crianças acerca do papel do/a educador/a de infância, encarando-as enquanto seres competentes e participantes no mundo que as rodeia. A intervenção em contexto de Creche decorreu durante o mês de janeiro...

O papel do adulto na resolução de conflitos entre crianças do jardim de infância

Batista, Diana Filipa Bastos
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /07/2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Relatório da Prática Profissional Supervisionada Mestrado em Educação Pré-Escolar; O presente relatório partiu da Prática Profissional Supervisionada realizada no âmbito do Mestrado em Educação Pré-Escolar, lecionado pela Escola Superior de Educação de Lisboa. A prática realizada no contexto de Creche (12-24 meses) decorreu durante o mês de janeiro e a prática em jardim-de-infância (4-5 anos) teve início em fevereiro, culminando na última semana de maio. É objetivo deste trabalho fazer uma análise reflexivo-teórica deste percurso, através da explicitação das intenções subjacentes à prática, bem como da ilustração da ação pedagógica desenvolvidas nos dois contextos. No decorrer da prática em jardim-de-infância foi possível estudar a problemática da gestão de conflitos ocorridos entre as crianças. Assim, o capítulo 4 do presente trabalho centrar-se-á no modo como as crianças resolvem os conflitos e no papel do adulto perante estes episódios. Estes conflitos advêm das interações que as crianças protagonizam com os seus pares em contexto de Creche e de Jardim-de-Infância. Nestas interações as crianças são muitas vezes confrontadas com comportamentos, pensamentos e atitudes divergentes dos seus...

Um presente com futuro? a importância da qualidade na educação de infância

Franca, Raquel Epifânio da
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Relatório da Prática Profissional Supervisionada Mestrado em Educação Pré-Escolar; Este relatório pretende descrever parte da ação pedagógica desenvolvida numa sala de jardim-de-infância durante a Prática Profissional Supervisionada realizada no âmbito do Mestrado em Educação Pré-Escolar. Começando por fazer a contextualização dos dois locais (creche e jardim-de-infância) onde decorreu a PPS, é apresentada seguidamente a problemática, relativa à importância da qualidade na educação de infância. Começando com uma breve descrição das caraterísticas de desenvolvimento das crianças nesta faixa etária, à qual se segue a revisão da literatura sobre a importância da qualidade na educação de infância, nomeadamente em situações de baixa condição social, este capítulo termina com uma reflexão sobre a situação portuguesa relativamente ao tema estudado. No capítulo seguinte são descritas algumas das atividades desenvolvidas no decorrer da PPS com um grupo de crianças com três anos em quatro áreas distintas: educação física, expressão plástica, expressão musical e conhecimento do mundo. A descrição das atividades é enquadrada por fundamentação teórica com o objetivo de justificar a pertinência das opções tomadas. O relatório termina com uma reflexão sobre o trabalho efetuado e com considerações pessoais sobre o que constituiu esta oportunidade formativa e de crescimento pessoal.; Abstract This study pretends to describe part of the pedagogical action developed during the Master in Preschool Education in a kindergarten classroom...

A Metodologia de trabalho de projeto na prática profissional supervisionada em Jardim de Infância

Félix, Mónica
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Relatório da Prática Profissional Supervisionada Mestrado em Educação Pré-Escolar; O presente relatório foi desenvolvido no âmbito do Mestrado em Educação Pré- Escolar e resultou da Prática Profissional Supervisionada desenvolvida nos contextos socioeducativos de Creche e Jardim de Infância, no ano letivo 2013/2014. O trabalho desenvolvido com os grupos de crianças, famílias e equipa educativa decorreu de um processo que teve início na Prática Profissional Supervisionada em Creche e terminou em contexto de Jardim de Infância. A intervenção decorreu durante o período de janeiro a maio de 2014. A PPS em creche ocorreu numa instituição privada, com um grupo com 12 crianças com dois anos de idade. Em relação à PPS em Jardim de Infância ocorreu numa instituição pública, com 23 crianças com idades compreendidas entre os quatro e os seis anos de idade. O objetivo deste trabalho é fazer uma análise crítica e reflexiva da intervenção desenvolvida nos contextos referenciados. No relatório é exposto uma caracterização cuidada dos dois contextos socioeducativos, as intenções definidas para a ação pedagógica com o grupo de crianças, as respetivas famílias bem como com a equipa educativa e por fim...

Gestão de conflitos no espaço educativo: conceções de educadores de infância e professores do 1º ciclo do ensino básico

Silva, Susana
Fonte: Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Relatório de estágio, apresentado à Escola Superior de Educação, para obtenção do grau de Mestre em Educação Pré-Escolar e em Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico. Orientadoras: Maria João Cardona Correia Antunes e Marta Andreia de Sousa Jacinto Uva; O presente relatório de estágio resume o trabalho que foi sendo desenvolvido ao longo do mestrado em Educação Pré-Escolar e em Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico e está organizado em duas partes. Na primeira parte, necessitei de recorrer a informação contida nos projetos de intervenção, nas planificações elaboradas pares e reflexões individuais, para descrever o trabalho desenvolvido nos diferentes contextos de estágio (educação pré-escolar, 1º ciclo do ensino básico e creche), bem como o consequente percurso de desenvolvimento profissional e de aprendizagem que estes me proporcionaram. Na segunda parte, precisei de fundamentar o trabalho de pesquisa realizado sobre a gestão de conflitos no espaço educativo - conceções de educadores de infância e de professores do 1º ciclo do ensino básico, recorrendo a diversos autores/as que estudam esta problemática e à realização de entrevistas com educadoras de infância e professoras do 1º ciclo do ensino básico. Considero que de uma maneira geral as principais conclusões prendem-se com as semelhanças das respostas dadas por parte das educadoras de infância e as diferenças destas com as respostas das professoras do 1º ciclo do ensino básico. Se por um lado esta disparidade pode derivar do facto de as educadoras de infância entrevistadas serem mais experientes...

As práticas dos educadores de infância no domínio da matemática

Borges, Maria; Cardoso, Ana Paula
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /06/2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
O presente estudo1 pretende compreender as práticas dos Educadores de Infância no domínio da Matemática na Educação Pré-Escolar, uma problemática relevante, dada a influência que as experiências de ensino-aprendizagem neste domínio têm na estruturação do pensamento humano, contribuindo para o desenvolvimento integral da criança. Com este estudo procuramos: i) conhecer as práticas pedagógicas dos Educadores de Infância no domínio da Matemática na Educação Pré-Escolar; ii) averiguar quais as condições de trabalho dos educadores para a realização da sua prática; iii) avaliar as concepções que os educadores têm relativamente à Matemática; iv) caracterizar qual a formação inicial e contínua dos educadores. Trata-se de um estudo exploratório, de carácter descritivo, com recurso ao inquérito por questionário para a recolha de informação. Este foi realizado a partir de uma amostra de 217 Educadores de Infância do distrito de Viseu. Tendo em conta os resultados obtidos, verificamos que o domínio da Matemática não é muito valorizado nas práticas dos educadores. Constatamos, ainda, que os Educadores de Infância revelam dificuldades ao nível da didáctica da Matemática, especialmente na abordagem dos conceitos de medidas e grandezas...

As TIC no jardim-de-infância: práticas de educadores de infância e crianças portuguesas

Brito, Rita
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
A introdução das Tecnologias de Informação e Comunicação (T IC) na educação pré-escolar portuguesa tem vindo a crescer gradualmente e podemos constatar a sua evolução através da proliferação de páginas de Internet , blogues e plataformas de comunicação, ligadas à introdução das T IC nesta faixa etária de ensino. No entanto, existem poucos estudos que nos refiram as práticas que os educadores de infância realizam para e com as crianças, utilizando as T IC, em Portugal. Este foi o ponto de partida e o objectivo da nossa investigação. Elaborámos um questionário que foi distribuído por educadores de infância de todo o país. Após a recolha e análise de dados, apresentamos os resultados obtidos que espelham as práticas dos educadores de infância e crianças, relativamente à utilização das T IC e do computador em específico, sendo complementadas com conclusões de outros autores e algumas reflexões.

Estratégias para o desenvolvimento da competência comunicativa em educadores de infância e professores de 1º ciclo

Vargas, Marisa
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Dissertação de mestrado em Ciências da educação - especialização em educação pré-escolar e ensino do 1º ciclo do ensino básico, Instituto Politécnico de Beja, Escola Superior de Educação, 2012.; "O presente estudo tem como foco a comunicação na área da educação, mais precisamente direcionado a educadores de infância e professores de 1º ciclo. Pretende conhecer a consciência destes profissionais relativamente às suas competências comunicativas e o impacto das mesmas na sala de aula. A questão de partida: «Será que os educadores de infância e professores de 1º ciclo têm consciência das suas competências comunicativas e da consequente influência na ação educativa?», tem como objetivo procurar saber o impacto das comunicações feitas por parte destes profissionais da educação, nomeadamente em que situações são facilitadoras, ou não, da ação e relação pedagógica. Os participantes serão de 1 professor de 1º ciclo e 1 educador de infância para as entrevistas, e cerca de 15 professores de 1º ciclo e 15 educadores de infância para a posterior aplicação dos questionários. Pretende-se no final do estudo realizar uma reflexão acerca das atitudes e ações que facilitem a ação pedagógica dos docentes destes níveis de ensino...

Maus tratos na infância e posterior consumo de substâncias psicoativas

Pereira, Carla Sofia Reis
Fonte: Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz Publicador: Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Dissertação para obtenção do grau de Mestre em Psicologia Forense e Criminal; A relação entre os maus tratos praticados na infância e o posterior consumo de substâncias psicoativas é uma temática que tem despertado interesse de vários investigadores designadamente no que concerne à caracterização dos maus tratos, sua frequência e severidade. De mesmo modo, tem-se verificado uma preocupação investigacional com a análise dos tipos de consumos de substâncias psicoativas por sujeitos que foram vítimas de maus tratos. Este estudo apresenta os seguintes objetivos: analisar a relação entre a vitimização por maus tratos na infância e o posterior consumo de substâncias psicoativas; avaliar as diferenças de género em consumidores de substâncias psicoativas que possam ter sido vítimas de maus tratos na infância; avaliar quais os tipos de maus tratos mais frequentes no passado dos dependentes de substâncias psicoativas. Foi constituída e aplicada uma entrevista semiestruturada com a duração média de 40 minutos, a oito indivíduos que se encontram internados numa Associação de Minimização de Danos, em Lisboa. Os resultados revelaram que todos os entrevistados sofreram maus tratos na infância, por parte de um ou de mais membros da família nuclear...

Momentos de repouso, atividades sossegadas e relaxação na creche e no jardim-de-infância

Cunha, Telma Cristina Ferreira da
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /01/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
O tema principal deste Relatório do Projeto de Investigação é o repouso, em contexto de Educação de Infância, a partir da análise das conceções e das práticas das educadoras de infância. Este tema incide nos vários momentos de repouso existentes na rotina diária, particularmente na sesta, nas atividades sossegadas e na relaxação. O objetivo deste estudo é compreender como é que as educadoras entendem os momentos de repouso e como é que os organizam, procurando articular as experiências vividas nos períodos de estágio, em contexto de Creche e Jardim-de-Infância, com a reflexão decorrente dos quadros teóricos existentes sobre esta temática. O estudo baseou-se, do ponto de vista da metodologia de investigação, no paradigma interpretativo e na metodologia qualitativa, inspirando-se na abordagem da Investigação-Ação. Com efeito, não apenas observei e procurei compreender a prática pedagógica das educadoras durante os períodos de estágio, como planifiquei com as educadoras atividades que realizei com as crianças e refleti sobre a minha intervenção no sentido de melhorar a minha prática como futura educadora. Neste sentido, este estudo tem como finalidade compreender de que forma os momentos de repouso constituem um contributo fundamental para o bem-estar das crianças...

Organização das rotinas em contexto de creche e jardim-de-infância

Bairos, Ana Filipa Oliveira
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /04/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
O presente relatório tem como tema a organização das rotinas em contexto de creche e jardim-de-infância. Representando um estudo subjetivo das realidades observadas em dois contextos distintos, pretende articular os fundamentos teóricos da investigação em educação com as vivências realizadas em creche e jardim-de-infância no âmbito do Mestrado em Educação Pré-Escolar. De acordo com o paradigma interpretativo e tendo como metodologia a investigação-ação, o principal objetivo deste estudo foi a compreensão da importância pedagógica das rotinas, quer para as crianças, quer para o trabalho da equipa. Através dos dispositivos e procedimentos de investigação escolhidos, bem como da minha própria interpretação relativamente às situações observadas e, maioritariamente, vividas, serão descritos interpretados os ambientes educativos, no que diz respeito à sua rotina, e as conceções da educadora cooperante do contexto de jardim-de-infância. Por fim serão tecidas algumas considerações gerais sobre a investigação e intervenção, dando enfase aos sentimentos vivenciados ao longo de todo o processo.; The subject of this report is the organization of the rotines in the contexto of nursery school and kindergarten. Representing a subjective study of the realities observed in two diferente contexts...

Leitura partilhada entre o jardim de infância e a família : um projecto de intervenção

Santos, Maria Manuela de Matos Alves de Sá dos
Fonte: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti Publicador: Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Vivemos numa sociedade em que, diariamente, somos confrontados com o código escrito, num apelo constante à leitura e à decifração; paralelamente, as tecnologias assumiram um papel preponderante, desafiando-nos constantemente e levando-nos a desenvolver novas competências e literacias. O desinteresse dos jovens pela leitura, associado aos fracos resultados dos alunos portugueses em testes de literacia, remetem-nos para uma reflexão profunda pois, se pretendemos formar jovens autónomos, responsáveis e interventivos, capazes de construir conhecimento através da interacção e partilha, devemos ajudá-los a desenvolver meios de aceder à informação e transformá-la em conhecimento, e isto passa obrigatoriamente pela leitura. Assim, atendendo a que a criança é um ser social, integrada em diferentes contextos que contribuem para a sua formação, entendemos que o Jardim de Infância (complementado pela biblioteca escolar), a família e a sociedade em geral devem desenvolver esforços concertados, na promoção de hábitos de leitura e na formação de leitores competentes. Neste projecto – Leitura Partilhada entre o Jardim de Infância e a Família - pretendemos envolver os pais em actividades de promoção da leitura...

O educador de infância e o jogo no desenvolvimento da criança

Serrão, Emília Maria Freitas Lopes
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Tese de mestrado, Educação (Formação Pessoal e Social), Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2009; O jogo reveste-se de uma importância acrescida na educação pré-escolar, trata-se de uma ferramenta a ser considerada pelo educador de infância e, como tal, deverá estar presente na sua prática pedagógica, em que a sua utilização deve ter uma intencionalidade educativa. O jogo é uma actividade fundamental na vida da criança. Através dele, a criança compreende o meio onde está inserida e desenvolve conhecimentos e competências necessários ao seu crescimento. Neste sentido, ao educador compete enfatizar o jogo como recurso para uma aprendizagem global das crianças. Esta investigação tem como objectivo geral conhecer as concepções dos educadores de infância sobre as potencialidades do jogo no desenvolvimento da criança e as suas práticas pedagógicas, nas áreas de actividades. A investigação tem como opções metodológicas dois níveis distintos mas complementares na recolha de dados, assente numa investigação de natureza descritiva. Num primeiro nível considera-se um estudo de caso que, através da observação da prática pedagógica de duas educadoras de infância nas áreas de actividades na educação pré-escolar...

(Re)viver as brincadeiras e jogos de infância: o contributo para uma aprendizagem ao longo da vida

Condessa, Isabel
Fonte: Gráfica de Coimbra 2 Publicador: Gráfica de Coimbra 2
Tipo: Parte de Livro
Publicado em /07/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Pretende-se perceber a relevância dada pelo idoso açoriano às brincadeiras da sua infância, partindo-se do pressuposto de que estas atividades lúdicas além de proporcionarem a preservação da cultura de uma região, acabam por ser um recurso essencial na educação de qualquer indivíduo em sociedade. A partir das recordações de infância, evocadas num vasto grupo de idosos (mais de meio milhar) pertencentes a todo o arquipélago dos Açores, traçaremos algumas das vivências e crenças relacionadas com as suas brincadeiras de infância. Esta análise será realizada partindo da suposição de que nas brincadeiras de infância, que incidem em atividades e saberes populares, se reúne todo um universo de “saber-fazer” que envolve o desenvolvimento das capacidades individuais (físicas, motoras, cognitivas e socio afetivas de qualquer indivíduo.Realçamos ainda neste trabalho a interação possível de se estabelecer entre idosos e crianças – avós e netos – em experiência gratificantes que podem interceder para a melhoria da aprendizagem ao longo da vida.; ABSTRACT: We aim to describe the importance given by azorean elderly to their childhood play and games. We star with the premise that these recreational activities...

A relação dos pais com o ensino pré-escolar: representações e envolvimento no jardim-de-infância dos seus filhos

Pereira, Selma Marisa Arruda
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 12/11/2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Dissertação de Mestrado, Psicologia da Educação (Contextos Educativos), 12 de Novembro de 2010, Universidade dos Açores.; A presente investigação surge, em primeiro lugar do meu interesse pessoal pelo ensino pré-escolar, uma vez que sou educadora de infância. Por outro lado, o interesse pelo contexto educativo da escola, suscitado pelas inovações que na actualidade assumem um lugar de progressiva relevância. A estas juntou-se o nosso interesse pessoal, enquanto membro de uma comunidade educativa em progressivo crescimento e mudança. Este estudo situa-se no âmbito da relação dos pais com o ensino pré-escolar e pretende estudar quer as suas representações e expectativas acerca do jardim-de-infância, quer o seu envolvimento e participação na educação pré-escolar dos filhos. Atendendo a todas as alterações que a nossa sociedade tem vindo a sofrer, bem como as alterações ao nível da organização, torna-se pertinente perceber, por um lado, qual a posição que os pais têm, actualmente, sobre os objectivos e o papel que atribuem à educação e à Escola e, em particular, à escola dos seus educandos, sobretudo ao nível do jardim-de- infância; por outro, como é que as representações e expectativas dos pais se reflectem na forma como se envolvem e participam neste estabelecimento de ensino e perceber qual a influência da classe social nos pais e seu modo de agir e pensar. Esta investigação envolveu um estudo de natureza quantitativa...

As identidades da infância: núcleos e processos de construção das identidades infantis

Saramago, Sílvia Sara Sousa
Fonte: CIES-ISCTE / CELTA Publicador: CIES-ISCTE / CELTA
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /12/1994 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Este artigo dá conta de um trabalho de investigação desenvolvido na área da sociologia da infância. A análise centrou-se nos processos de interacção social desenvolvidos, quer no interior do grupo infantil, entre pares, quer no seu exterior, com os adultos. Procura-se, assim, contribuir para a produção, no contexto da sociologia, de um espaço analítico permeável ao reconhecimento da infância como grupo social particular e da criança como actor social específico, protagonista dos mecanismos de construção da sua própria identidade.; This article reports a research in the area of sociology of childhood. The analyses focus on the processes of social interaction developed in the inside of the children"s group, among equals and in the outside, with the adults. Thus, attempting, in the context of sociology, to contribute to the building of an analytical field able to recognize childhood as a particular social group, and the child as a specific social actor, with a leading part in the construction mechanisms of it"s own identity.; Cet article parle d"un travail de recherche dans le champ de la sociologie de l"enfance. L"analyse met en lumière les process d"interaction sociale developés dans l"intérieur du groupe de les enfants...

A supervisão em contexto de lar de infância e juventude: projecto de intervenção

Félix, João Paulo
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Mestrado em Intervenção Comunitária e Protecção de Menores; Este estudo incide sobre a intervenção da supervisão em contexto de Lar de Infância e Juventude. Esta proposta surge no momento de uma mudança das práticas no acolhimento institucional impulsionado pelo Plano DOM (Desafios, Oportunidades e Mudanças). Embora muitos modelos de supervisão tenham já sido propostos, estes têmse dedicado quase exclusivamente à área da psicoterapia e/ou da intervenção clínica. Desta forma, o presente trabalho pretende responder a uma lacuna relacionada com outras abordagens da supervisão a equipas que intervêm em Lares de Infância e Juventude. Para tal procedemos ao levantamento de necessidades sentidas por técnicos, mediante a realização de 2 grupos focais: no 1º grupo participaram 5 elementos (3 directores e 2 supervisores) e no 2º estiveram 3 elementos (2 técnicos e 1 educador) de equipas técnico-educativas de 5 Lares de Infância e Juventude distintos. Os participantes deram o seu contributo sobre as suas necessidades de supervisão, incluindo definição, modelos mais úteis, papéis do supervisor e eficácia. Com base nesta avaliação e na leitura sobre os novos paradigmas de intervenção para o acolhimento...

Infância invisível e em risco: condições para a parentalidade (des)protectora e intervenção das comissões de protecção de crianças e jovens

Carreira, Marta Cristina Pereira de Almeida
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Doutoramento em Sociologia; A tese “Infância invisível e em risco: condições para a parentalidade desprotectora e intervenção das Comissões de Protecção de Crianças e Jovens” parte do pressuposto de que há condições que não permitem a alguns progenitores terem as competências parentais suficientemente capazes de garantir a protecção dos seus filhos e que, face a isso, o Estado tem de intervir nessa protecção. Neste contexto, são implementadas políticas de protecção à infância tentando que as crianças em risco/ perigo sejam protegidas, saindo dessa situação no mais curto espaço de tempo e com as mínimas sequelas possíveis. Nesta perspectiva procurámos, por um lado, saber como surge o perigo e que condições o potenciam. Por outro lado procurámos perceber de que forma a actuação das Comissões de Protecção de Crianças e Jovens consegue alterar essas condições, qual a eficácia das medidas que aplicam às crianças e famílias, e como os direitos da criança e o respeito pelo seu superior interesse são garantidos no decorrer desses processos. A observação participante numa Comissão de Protecção de Crianças e Jovens durante um ano e meio permitiu acompanhar sessenta processos de crianças e jovens e suas famílias de forma a perceber...