Página 13 dos resultados de 6159 itens digitais encontrados em 0.010 segundos

Gestão da diversidade e pessoas com deficiência: percepção dos gestores e empregados sobre os impactos da lei de cotas; Management of diversity and people with disabilities: perception managers and employees on the impacts of the law of quotas

Martinez, Victor de La Paz Richarte
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
26.88%
Esse trabalho sobre diversidade pretende estudar os impactos para colaboradores e gestores, e conseqüentemente à organização, com a contratação de pessoas com deficiência a partir da promulgação da lei 8213/91 que estabelece cotas de admissão para as empresas. O estudo apresenta como variáveis a Gestão da Diversidade, a Socialização Organizacional e Valores Organizacionais. Os principais modelos teóricos adotados foram Golembiewski (1995) e Cox (2001) para Gestão da Diversidade, Van Maanen (1989) para Socialização e Schein (1984) para aspectos da Cultura Organizacional. A unidade de pesquisa é a empresa têxtil Vicunha S.A que conta, em junho de 2008, com 276 pessoas com deficiência homologadas. Vinte e uma pessoas das unidades São Manuel e Central participaram dessa pesquisa, sendo 11 pessoas com deficiência e 10 gestores, representados pelo CEO, Gerente de Recursos Humanos, Gerente da Unidade e gestores diretos. Como método de pesquisa foi adotado o estudo de caso simples (Yin, 2005) e para a coleta de dados foram utilizadas entrevistas semiestruturadas individuais, grupais e grupos focais. A interpretação dos dados se deu por meio da análise de conteúdo categorial (Bardin, 1977), a observação assistemática e a análise documental. Os achados da pesquisa indicaram que uma gestão da diversidade estruturada...

As repercussões psicossociais do recebimento do benefício de prestação continuada na vida no trabalho de pessoas com deficiência física; The psychosocial effects of receiving a Brazilian social assistance benefit (benefit of continuous provision) for the work-life of people with physical disabilities

Silva, Ana Idalina de Paiva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/05/2011 PT
Relevância na Pesquisa
26.88%
O trabalho proporciona realização pessoal, reconhecimento social e a vita activa, permitindo ao ser humano transformar a si próprio e ao mundo. Pessoas com deficiência, no entanto, têm pouca participação no mercado de trabalho, o que já foi relacionado ao recebimento do Benefício de Prestação Continuada (BPC). O BPC poderia desestimular a participação das pessoas com deficiência no mercado de trabalho porque, caso o beneficiário comece a trabalhar, o benefício deve ser extinto imediatamente. Como o BPC é fundamental para o sustento de seus beneficiários e familiares, poderia estar exercendo uma função ambígua: garantindo a possibilidade da manutenção familiar à custa da manutenção da vulnerabilidade social destas pessoas com deficiência extremamente pobres por seu afastamento do trabalho. O objetivo desta pesquisa foi compreender como o BPC e a deficiência podem interferir na maneira com que as pessoas com deficiência física de locomoção se relacionam e constroem sua vida socialmente, utilizando o trabalho como instância de análise, principalmente na dimensão dos sentidos do trabalho e das possíveis formas de vinculação com o mercado e o mundo do trabalho. Participaram da pesquisa nove pessoas com deficiências físicas músculoesqueléticas com idades entre 19 e 40 anos. A pesquisa foi realizada por meio de entrevistas semi-estruturadas individuais e analisadas a partir da proposta da análise de conteúdo de Bardin. Estabeleceram-se as categorias empíricas: deficiências e desvantagens...

Um estudo sobre o perfil dos empregados com deficiência em uma organização; A study on the profile of disabled employees in an organization

Pereira, Ana Cristina Cypriano; Passerino, Liliana Maria
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
26.88%
Baseado na premissa de que todo processo inclusivo, seja este educacional, social ou laboral, precisa partir de uma apropriação do contexto sociocultural dos diferentes atores envolvidos – no caso desta pesquisa: empregadores, pessoas com deficiência e empresa, o presente estudo tem como objetivo identificar o perfil dos empregados com deficiência em uma organização de grande porte do ramo da alimentação. Procuramos discutir o contexto social no qual os trabalhadores com deficiência estão inseridos através de um recorte quantitativo dos resultados de uma pesquisa desenvolvida sobre o processo de inclusão em uma organização. O estudo foi desenvolvido por meio dos documentos disponibilizados pela empresa, bem como de documentos nacionais. Os resultados revelam uma cartografia das pessoas com deficiência inseridas na organização através de informações sobre escolaridade, idade, salário, funções e tipos de deficiência, comparando-os aos dados nacionais disponíveis sobre as pessoas com deficiência. Por fim, discutimos alguns resultados obtidos com o estudo. Em que pese a importância das políticas públicas, propomos uma reflexão acerca de mecanismos como o Benefício da Prestação Continuada (BPC), para o favorecimento desta relação entre trabalho e deficiência. Entendemos...

Concepções sobre o trabalho da pessoa com deficiência: avaliação dos efeitos de uma intervenção realizada com funcionários de uma Universidade pública

Vilela, Laiza Oliveira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 122 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
26.88%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem - FC; Atualmente, por conta das normativas legais, discussões sobre diversidade e acessibilidade da pessoa com deficiência têm se tornado alvo de destaque no contexto laboral. Entretanto, muito há que se fazer para que esse ambiente seja de fato inclusivo, pois ele deve estar estruturado para acolher o trabalhador com dificiência, o que pressupõe mudanças no ambiente físico, funcional e atitudinal e/ou comportamental das empresas. Pesquisas recentes apontam que a concepção de gestores e funcionários sobre o conceito de deficiência se constitui em fator contribuinte para o processo de inclusão das pessoas com deficiência no trabalho. Nessa direção, esta pesquisa objetivou investigar quais as concepções de deficiência de um grupo de funcionários técnico-administrativos, de uma universidade pública do Estado de São Paulo, antes e após a participação em um curso de sensibilização à inclusão da pessoa com deficiência no universo do trabalho. Isso implicou na oferta de um curso que visou à melhoria das práticas inclusivas no contexto laboral. O curso em questão constitui-se da oferta de cinco encontros reflexivos que tiveram como objetivo de discutir criticamente as temáticas: diversidade...

Estranhos no ninho : a inclusão de alunos com deficiencia na Unicamp; Strangers in the nest : the inclusion of students with disabilities at Unicamp

Susie de Araujo Campos Alcoba
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/02/2008 PT
Relevância na Pesquisa
26.88%
conhecimento e com diferentes papéis em suas unidades de ensino. As entrevistas mostraram grande diversidade de opiniões e situações na universidade. Apesar dos progressos em torná-la mais acessível, o direito dos alunos com deficiência terem as mesmas condições de participação nos cursos que os demais ainda não é inteiramente garantido e nem sempre compreendido. Há a necessidade de se superar a visão da deficiência como limite incontornável, localizado apenas no corpo da pessoa que a carrega, e o conseqüente cunho assistencialista que ainda subsiste em algumas posturas e ações relacionadas às pessoas com deficiência. Foi possível perceber que há hesitação e insegurança em receber estudantes com deficiência, decorrente da falta de experiência e contato prévio com esse tipo de aluno e do desconhecimento dos apoios e adaptações possíveis ou já disponíveis na universidade. Estes ainda precisam ser ampliados e aperfeiçoados, para configurar um centro de atendimento educacional especializado capaz de dar suporte aos alunos e professores sempre que necessário. Os dados também indicaram que é preciso vencer as resistências às diferenciações que os estudantes com deficiência demandam, incentivando o desenvolvimento de uma nova concepção geral do ensino na universidade...

Monitorizar os direitos humanos das pessoas com deficiência: análise de dados do projecto Disability Rights Promotion International na Cidade de Toronto, Canadá

Mendes, Carla Sofia Faria
Fonte: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas Publicador: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 25/07/2012 POR
Relevância na Pesquisa
26.88%
Dissertação de Mestrado em Política Social; A presente dissertação pretendeu analisar as experiências de vida de pessoas com deficiência na cidade de Toronto, no Canadá, explorando as barreiras que estas enfrentam no seu quotidiano e conhecendo a actualidade dos instrumentos de direitos humanos existentes e a sua aplicação no terreno. A partir da análise qualitativa e em profundidade das Experiências Individuais de 43 pessoas com deficiência, foram identificadas as questões de direitos mais prioritárias e importantes para estas, sendo os resultados posteriormente analisados à luz da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência. Os domínios da Participação Social e do Trabalho, tendo sido as áreas que mais se destacaram com o maior número de experiências negativas, revelaram a grande lacuna que existe no acesso aos direitos humanos no meio social e laboral. Apesar do conjunto de princípios regulados pela Convenção, experiências de indignidade, exclusão, inacessibilidade, desigualdade e desrespeito são comuns entre as narrativas pessoais dos cidadãos com deficiência. Não obstante os inúmeros instrumentos de direitos humanos disponíveis, as pessoas com deficiência continuam a experienciar situações de violação dos seus direitos. Impedidas de exercer plenamente os seus direitos...

Comparison of self-report and interview administration methods based on the Brazilian versions of the Western Ontario Rotator Cuff Index and Disabilities of the Arm, Shoulder and Hand Questionnaire in patients with rotator cuff disorders

Lopes,Andréa Diniz; Furtado,Ricardo de Vilar e; Silva,César Augusto da; Yi,Liu Chiao; Malfatti,Cristina Assumpção; Araújo,Silvana Antunes de
Fonte: Faculdade de Medicina / USP Publicador: Faculdade de Medicina / USP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2009 EN
Relevância na Pesquisa
26.88%
OBJECTIVE: The purpose of the present study was to compare self-report and interview administration methods using the Western Ontario Rotator Cuff Index (WORC) and Disabilities of the Arm, Shoulder and Hand Questionnaire (DASH) in patients with rotator cuff disorders. METHODS: Thirty male and female patients over 18 years of age with rotator cuff disorders (tendinopathy or rotator cuff tear) and Brazilian Portuguese as their primary language were recruited for assessment via administration of the Western Ontario Rotator Cuff Index and and Disabilities of the Arm, Shoulder and Hand Questionnaire. A randomization method was used to determine whether the questionnaires would be self-reported (n=15) or administered by an interviewer (n=15). Pearson correlation coefficients were used to evaluate the correlation between the Western Ontario Rotator Cuff Index and and Disabilities of the Arm, Shoulder and Hand Questionnaire in each group. The t-test was used to determine whether the difference in mean questionnaire scores and administration time was statistically significant. For statistical analysis, the level of significance was set at 5%. RESULTS: The mean subject age was 55.07 years, ranging from 27 to 74 years. Most patients had a diagnosis of tendinopathy (n=21). With regard to level of schooling...

Illicit drug use by persons with disabilities: insights from the National Household Survey on Drug Abuse.

Gilson, S F; Chilcoat, H D; Stapleton, J M
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /11/1996 EN
Relevância na Pesquisa
26.88%
OBJECTIVES: This study sought to evaluate the association of drug use with disability in a representative sample of the US household population. METHODS: The use of illicit drugs and alcohol reported by respondents in the 1991 National Household Survey on Drug Abuse who identified themselves as "disabled, unable to work" was compared with respondents without disabilities. RESULTS: Among younger adults (18-24 years), persons with disabilities were more likely than those without disabilities to report that they had used heroin (adjusted odds ratio [OR] = 6.89; 95% confidence interval [CI] = 1.35, 35.1) or crack cocaine (OR = 6.38; 95% CI = 1.05, 38.6). Among older adults (35 years and older), persons with disabilities were more likely to report the use of sedatives (OR = 2.46; 95% CI = 1.21, 4.94) or tranquilizers (OR = 2.18: 95% CI = 1.08; 4.42) not medically prescribed. CONCLUSIONS: These results suggest that use of illicit drugs is a potentially serious problem among persons with disabilities and requires both research and clinical attention.

Are persons with physical disabilities who participate in society healthier and happier? Structural equation modelling of objective participation and subjective well-being

van Campen, Cretien; Iedema, Jurjen
Fonte: Springer Netherlands Publicador: Springer Netherlands
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
26.88%
In many countries, governments pursue a policy of offering persons with disabilities greater opportunities for participation in society, based on the assumption that this will also improve their subjective well-being. Currently, however, it is not known whether this assumption is valid. In this study we relate the objective participation and the subjective well-being aspects of both disabled and non-disabled persons to an array of social and health-related determinants. Linear structural equation modelling of data of a sample selection of the Dutch population is analysed. The sample size is 5,826, including 642 respondents with physical disabilities. In terms of objective participation, the persons with disabilities are at a greater disadvantage as regards labour participation than is the case for social and cultural participation. When it comes to subjective well-being, we find that the persons with disabilities are more likely to lag behind in perceived physical health than in mental health and happiness. In a multivariate model relating objective participation to subjective health and happiness, correlations are much weaker than expected. It is striking to find that participation, perceived health and happiness are much less closely related than is often assumed. Their determinants differ widely in nature and strength. The empirical model leads to rejection of the hypothesis that higher participation by the persons with disabilities is associated with higher subjective well-being.

Visual Disabilities in Children Including Childhood Blindness

Khandekar, Rajiv
Fonte: Medknow Publications Publicador: Medknow Publications
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2008 EN
Relevância na Pesquisa
26.88%
We should address visual disabilities in children instead of only the childhood blindness. Diseases related to nutritional, communicable diseases should be addressed through strategies for achieving ‘Millennium Development Goals’. Facilities in African countries and countries with populations like India and China must be strengthened to address curable/preventable visual disabilities in children. Even though all efforts are done to strengthen, we will have 0.93 million blind children by 2020. Role of family physicians and paediatricians in trans-disciplinary approach to address visual disabilities in children is very crucial. If rational distribution of skilled human resource is not planned visual disabilities will not reduce effectively. Rehabilitation of visually disabled children should be integral part of addressing childhood blindness. All stakeholders including parents of children with visual disabilities should work together to achieve the goals.

A curriculum focused on informed empathy improves attitudes toward persons with disabilities

Miller, Sonya R.
Fonte: Bohn Stafleu van Loghum Publicador: Bohn Stafleu van Loghum
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
26.88%
Empathy is an important component of the provider-patient relationship. In the United States one in five persons has a disability. Persons with disabilities perceive gaps in health care providers’ understanding of their health care preferences and needs. The purpose of this study was to use valid and reliable assessment methods to investigate the association between empathy and attitudes toward persons with disabilities and advocacy. An educational module was developed to enhance health care students’ capacity for informed empathy. Pre- and post-assessment measures included the Attitude toward Disabled Persons scale (ATDP), the Attitudes toward Patient Advocacy Microsocial scale (AMIA) and the Interpersonal Reactivity Index (IRI). ATDP (t(94) = −5.95, p = .000) and AMIA (t(92) = −5.99, p = .000) scores increased significantly after the education module. Correlations between the pre- or post-module ATDP or AMIA scores and the IRI scores were not significant. Empathy in general may not be sufficient to ensure optimal attitudes toward persons with disabilities or advocacy in pre-health care professionals. However, a curriculum based on informed empathy and focused on the experiences of persons with disabilities can result in more positive attitudes toward and advocacy for people with disabilities.

Reaching everyone: Promoting the inclusion of youth with disabilities in evaluating foster care outcomes

Blakeslee, Jennifer E.; Quest, A. Del; Powers, Jennifer; Powers, Laurie E.; Geenen, Sarah; Nelson, May; Dalton, Lawrence D.; McHugh, Elizabeth;
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /11/2013 EN
Relevância na Pesquisa
26.88%
Efforts to evaluate foster care outcomes must avoid systematic exclusion of particular groups. Although often unrecognized as such, youth with disabilities are highly overrepresented in the U.S. foster care system, and yet youth with some disabilities, including those with intellectual, serious emotional, and physical impairments may be underrepresented in research and evaluation studies evaluating foster care outcomes. The recruitment and retention of youth with various disabilities in such studies can be impeded by under-identification of disability and relatively high placement and school mobility. Furthermore, youth with various disabilities may experience more disappointing outcomes than foster youth overall, underscoring the importance of including these youth in outcome tracking efforts. This is especially relevant given the recent implementation of the National Youth in Transition Database (NYTD), which requires that state child welfare agencies gather baseline information about youth in foster care at age 17, and then survey outcomes at 19 and 21. To promote the full participation of foster youth with disabilities in such outcome evaluation, this paper describes successful strategies for identifying and retaining participants that were used in three separate longitudinal intervention studies. These strategies include the systematic recruitment of foster youth by special education status...

Reading, Laterality, and the Brain: Early Contributions on Reading Disabilities by Sara S. Sparrow

Fletcher, Jack M.; Morris, Robin D.
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /02/2014 EN
Relevância na Pesquisa
26.88%
Although best known for work with children and adults with intellectual disabilities and autism spectrum disorders, training in speech pathology and a doctorate in clinical psychology and neuropsychology was the foundation for Sara Sparrow’s long-term interest in reading disabilities. Her first papers were on dyslexia and laterality, and the maturational lag theory of developmental dyslexia proposed with Paul Satz, her mentor. The research program that emerged from this work had a wide impact on early neuropsychological models of reading disabilities. Although Sara went on to research focused on children with other developmental disabilities after she moved to Yale University, this initial research influenced her career-long interests in assessment, developmental models of disabilities, and early screening methods.

Associations between Child Disabilities and Caregiver Discipline and Violence in Low- and Middle-Income Countries

Hendricks, Charlene; Lansford, Jennifer E.; Deater-Deckard, Kirby; Bornstein, Marc H.
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
26.88%
Using nationally representative samples of 45,964 2- to 9-year-old children and their primary caregivers in 17 developing countries, we sought to understand relations between children’s cognitive, language, sensory, and motor disabilities and caregivers’ use of discipline and violence. Primary caregivers reported on their child’s disabilities and whether they or anyone in their household had used nonviolent discipline, psychological aggression, and physical violence toward the target child and whether they believed that using corporal punishment is necessary. Logistic regression analyses supported the hypothesis that children with disabilities are treated more harshly than children without disabilities. The findings suggest that policies and interventions are needed to work toward the United Nations’ goals of ensuring that children with disabilities are protected from abuse and violence.

Censo de deficiências e incapacidades físicas por hanseníase e monitoramento pela escala salsa do plano de autocuidado para prevenção de incapacidades de pacientes atendidos em um centro de referencia nacional do Brasil

Cunha, Ana Carolina Sousa Rodrigues da
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
26.88%
Para uma doença crônica e incapacitante como a hanseníase é necessário monitorar o paciente e as ações propostas para prevenção de incapacidades. Este estudo objetivou realizar um censo das deficiências e/ou incapacidades por hanseníase em pacientes atendidos em um Centro Nacional de Referência e avaliar a eficiência do plano de autocuidado orientado para prevenção de incapacidades instituída por fisioterapeuta/terapeuta ocupacional. Para o censo de deficiências e/ou incapacidades realizou-se estudo retrospectivo de 506 prontuários de pacientes com hanseníase no período de 2001 a 2010, analisando-se as variáveis: sexo, faixa etária, ocupação, forma clínica, classificação operacional, grau de incapacidade, tipo de deficiência por sítio corporal e nervos acometidos. No estudo prospectivo, foi aplicado o questionário para a triagem de limitação de atividade (LA) e consciência de risco (CR) (SALSA), além da Escala de Participação Social (EPS) e Escore Olhos, Mãos e Pés (EHF) em 63 pacientes para prescrição inicial das orientações e/ou intervenções e monitoramento após 3 meses. De acordo com o censo, houve maior prevalência de homens, multibacilares, forma clínica dimorfa-tuberculóide. Mais de 50% tinham pelo menos uma deficiência...

Versão brasileira do Quality of Care Scale: qualidade de cuidado na perspectiva de pessoas com incapacidades; Brazilian version of the Quality of Care Scale: the perspective of people with disabilities

Bredemeier, Juliana; Agranonik, Marilyn; Perez, Tatiana Spalding; Fleck, Marcelo Pio de Almeida
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2014 ENG; POR
Relevância na Pesquisa
26.92%
OBJETIVO Analisar as evidências de validade e fidedignidade da versão para o português brasileiro da Quality of Care Scale na perspectiva de pessoas com incapacidades físicas e intelectuais. MÉTODOS Participaram do estudo 162 pessoas com incapacidades físicas e 156 com incapacidades intelectuais em Porto Alegre e região metropolitana, 2008. A psicometria clássica foi utilizada para analisar as duas amostras independentemente. As hipóteses para evidências de validade de critério do tipo concorrente foram avaliadas com teste de Mann-Whitney. A análise de componentes principais foi utilizada para exploração dos modelos fatoriais. Evidências de fidedignidade foram calculadas com α de Cronbach para escalas e subescalas. A fidedignidade teste-reteste para pessoas com incapacidades intelectuais foi analisada pelo coeficiente de correlação intraclasse e teste de Willcoxon. RESULTADOS Os componentes principais no grupo de pessoas com incapacidades físicas replicou o modelo original apresentado em solução aos dados internacionais do projeto. Foram encontradas evidências de validade discriminante e de fidedignidade teste-reteste. CONCLUSÕES O modelo fatorial transcultural encontrado na amostra internacional do projeto parece adequado para as amostras testadas neste estudo...

Deficiências após a alta medicamentosa da hanseníase: prevalência e distribuição espacial; Deficiencias posteriores a alta medicamentosa de hanseniasis: prevalencia y distribución espacial; Leprosy-related disabilities after release from multidrug treatment: prevalence and spatial distribution

Nardi, Susilene Maria Tonelli; Paschoal, Vânia Del´Arco; Chiaravalloti-Neto, Francisco; Zanetta, Dirce Maria Trevisan
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
26.92%
OBJETIVO: Estimar a frequência das deficiências físicas em pacientes tratados de hanseníase após alta medicamentosa e analisar sua distribuição espacial. MÉTODOS: Estudo descritivo transversal com 232 pessoas tratadas de hanseníase de 1998 a 2006. As deficiências físicas foram avaliadas pelo Grau de Incapacidades da Organização Mundial da Saúde (GI/OMS) e pelo Eye-Hand-Foot (EHF). Os ex-pacientes foram geocodificados pelo endereço de residência e os serviços de reabilitação pelo endereço de sua sede. Foram apresentadas as frequências para o total e para os grupos grau 0, grau 1 e grau 2 do GI-OMS, considerando-se as variáveis clínicas e sociodemográficas na análise descritiva. Foram utilizados os testes t de Student, qui-quadrado (χ2) ou de Fisher, conforme apropriado, considerando-se significativos p < 0,05. RESULTADOS: Cerca de 51,6% era do sexo feminino, com média de idade de 54 anos (dp15,7); 30,5% tinha menos de dois anos de educação formal; 43,5% trabalhava e 26,9% estava aposentado; a forma dimorfa predominou (39,9%). As deficiências avaliadas pelo GI-OMS e pelo EHF atingiram 32% dos ex-pacientes. A presença de deficiências foi maior com o aumento da idade (p = 0,029), em casos multibacilares (p = 0...

Inclusive basic education in South Africa: Issues in its conceptualisation and implementation

Murungi,LN
Fonte: PER: Potchefstroomse Elektroniese Regsblad Publicador: PER: Potchefstroomse Elektroniese Regsblad
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2015 EN
Relevância na Pesquisa
26.92%
Education is one of the most topical issues in South Africa. In recent years, particularly in the period after the adoption of the UN Convention on the Rights of Persons with Disabilities (2006) (hereinafter CRPD), the discourse on the education of children with disabilities has mainly focused on the potential of White Paper 6 on Special Needs Education (2001) (hereinafter WP 6) and its implementing programmes to facilitate the realisation of the right to education for children with disabilities. The CRPD proposes inclusive education as the appropriate way of ensuring the right to education for children with disabilities, and sets out a framework for the implementation thereof. In addition, the CRPD sets out other principles which essentially redefine the approach to the interpretation and implementation of the rights of persons with disabilities. One such principle is the principle of non-discrimination, which demands that all rights be implemented on a basis of equality between all people, disability notwithstanding. Arguably, the legal and policy frameworks on education in South Africa reflect the standards proposed under the CRPD to some extent, and other instruments on the right to education. However, there are still considerable challenges in the conceptualisation and implementation of inclusive education...

Brazilian version of the Quality of Care Scale: the perspective of people with disabilities

Bredemeier,Juliana; Agranonik,Marilyn; Perez,Tatiana Spalding; Fleck,Marcelo Pio de Almeida
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2014 EN
Relevância na Pesquisa
26.92%
OBJECTIVE To analyze evidence of the validity and reliability of a Brazilian Portuguese version of the Quality of Care Scale from the perspective of people with physical and intellectual disabilities. METHODS There were 162 people with physical disabilities and 156 with intellectual disabilities from Porto Alegre and metropolitan region, who participated in the study in 2008. Classical psychometrics was used to independently analyze the two samples. Hypotheses for evidence of criterion validity (concurrent type) were tested with the Mann-Whitney test for non-normal distributions. Principal components analysis was used to explore factorial models. Evidence of reliability was calculated with Cronbach alpha for the scales and subscales. Test-retest reliability was analyzed for individuals with intellectual disabilities through intra-class correlation coefficient and the Willcoxon test. RESULTS The principal components in the group with physical disabilities replicated the original model presented as a solution to the international project data. Evidence of discriminant validity and test-retest reliability was found. CONCLUSIONS The transcultural factor model found within the international sample project seems appropriate for the samples investigated in this study...

Tecnologia da informação voltada para portadores de necessidades especiais: relato de casoInformation technology for people with disabilities: a case report

Barros Júnior, Cilair Barboza de; Silva, Fernanda Grillo; Silva, Verônica Pereira Da; Carelli, Flávio Campos; Osório, Tito Livio Gomes; Genestra, Marcelo; Nascimento, Flávia de Carvalho
Fonte: ETD - Educação Temática Digital Publicador: ETD - Educação Temática Digital
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 07/07/2010 POR
Relevância na Pesquisa
26.92%
Este estudo enfoca como a informática pode auxiliar portadores de necessidades especiais que possuem dificuldades de aprendizado e raciocínio, visto que a tecnologia da informação quando utilizada de forma planejada e bem estruturada permite maior absorção de conceitos e crescimento cultural, devido à gama de informações que proporciona. Este crescimento visa compreender a formação de todos os tipos de deficientes, sejam eles visuais, mentais, auditivos, paraplégicos, etc. Para portadores de necessidades especiais esta realidade se torna ainda mais importante, pois não serão excluídos da sociedade, que hoje vive essa nova era da informação e globalização, onde a tecnologia muda a cada instante. Por meio de um enfoque integrado da visão sistêmica, o presente estudo buscou compreender o projeto do Centro de Atendimento a Pessoas com Deficiências / SMAC (CAPD), procurando analisar como a tecnologia de informação pode transformar a vida sociocultural destes indivíduos. Para coleta de dados foram utilizadas entrevistas semi-estruturadas, que permitiram a avaliação das fases do desenvolvimento e as mudanças na realidade dos envolvidos. Foram identificados os fatores que comprovam a viabilidade e a eficiência das tecnologias quando inseridas na rotina dos deficientes e seus familiares. Palavras-chave Tecnologia; Necessidades especiais; Inclusão digital Abstract This study focuses how the information technology can assist people with disabilities that possess difficulties in the learning and reasoning...