Página 13 dos resultados de 567 itens digitais encontrados em 0.036 segundos

Competência em comunicação: uma ponte entre aprendizado e ensino na enfermagem.; Competence in communication: a bridge between learning and teaching in nursing.

Braga, Eliana Mara
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/11/2004 PT
Relevância na Pesquisa
15.91%
Este estudo teve como objetivo caracterizar referenciais de competências comunicativas interpessoais e propor bases teórico-metodológicas para o aprendizado da comunicação interpessoal no ensino da Enfermagem. Abordando questões norteadoras sobre competência em comunicação interpessoal, utilizou-se referencial teórico de comunicação e método de análise de conteúdo em 13 discursos de professores de Enfermagem, especialistas em comunicação. Os resultados obtidos representam que a competência em comunicação é um processo interpessoal que deve atingir o objetivo dos comunicadores, pressupor conhecimentos básicos de comunicação, ter consciência do verbal e do não-verbal nas interações, atuar com clareza e objetividade, promover o autoconhecimento e, conseqüentemente, ter a possibilidade de uma vida mais autêntica. Os sujeitos relatam que a expressão da competência comunicativa está, necessariamente, no vivenciar o cotidiano profissional e pessoal, ouvindo o outro, prestando atenção na comunicação não-verbal, validando a compreensão das mensagens, sendo capaz de eliminar as barreiras impostas à comunicação, demonstrando afetividade e investindo no autoconhecimento. O desenvolvimento da competência comunicativa verifica-se pelo estímulo recebido desde a graduação...

Os direitos autorais no mercado da música; Copyright and the new music economy

Losso, Fabio Malina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/05/2008 PT
Relevância na Pesquisa
15.91%
A presente tese parte da constatação de que diversas crises nos direitos autorais impactaram o mercado da música, todas coincidentes com a introdução de novas tecnologias. Com o advento das tecnologias digitais de fixação de obras musicais e da internet, passou-se a questionar se o momento atual permite identificar uma autêntica crise no direito do autor e, a partir disso, como se pode refletir sobre as questões decorrentes das novas tecnologias que, fatalmente, são pensadas com as velhas normas e teorias. São linhas essenciais do trabalho: a) a criatividade musical e o impacto de diferentes tecnologias para sua fixação e distribuição; b) a criatividade musical e o reconhecimento e a proteção de direitos do criador; c) a inflexão entre os interesses do criador e os outros diversos sujeitos envolvidos na fixação e distribuição da obra artística musical ao lado do interesse dos destinatários; d) a pluralidade de soluções para definir os moldes dessa inflexão e as direções tomadas pelo direito brasileiro. Verifica-se, no decorrer do presente estudo, a existência de conflito de interesses entre o investidor cultural, o compositor e o consumidor, que se projeta no conflito entre os direitos autorais e o direito de acesso aos bens culturais. A conformação de ambos constitui um relevante desafio trazido pelos novos tempos da chamada "sociedade da informação"...

A tutela inibitória metaindividual trabalhista; Tutela inibitoria metaindividuali del lavoro

Schinestsck, Clarissa Ribeiro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/05/2013 PT
Relevância na Pesquisa
15.91%
O presente trabalho propõe-se a analisar os limites, contornos e possibilidades do instituto da tutela inibitória no campo da jurisdição metaindividual trabalhista. Almeja-se demonstrar que a sociedade contemporânea, massificada e assinalada por riscos e incertezas de toda a ordem, não mais pode prescindir de uma tutela eminentemente preventiva, como a inibitória coletiva. Partindo-se da premissa de que o conteúdo dos direitos difusos e coletivos dos trabalhadores é eminentemente extrapatrimonial, preconizasse que estes não se coadunam com o modelo privatístico e repressivo de jurisdição, reclamando uma proteção de caráter preventivo. Considerando que tais direitos destinamse à inviolabilidade e que as lesões que os atingem são geralmente irreversíveis, sustenta-se que a compensação pelo equivalente monetário não se constitui no tipo de tutela mais adequado para protegê-los. Desse modo, intenta-se desvelar, sob a perspectiva das novas exigências de tutela, a importância de o ordenamento jurídico estar aparelhado com procedimentos diferenciados vocacionados a antecipar-se às lesões de massa, salvaguardando e promovendo os direitos fundamentais insculpidos pela Constituição Federal. Para tanto, examinam-se os principais institutos do processo em sua correlação com a tutela inibitória metaindividual trabalhista...

A espacialidade no romance histórico francês no século XIX: Balzac, Hugo e Elémir

Ribeiro, Rosária Cristina Costa
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 171 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
15.91%
Pós-graduação em Estudos Literários - FCLAR; Dans un premier temps, ce travail fait la distinction parmi les plusieurs dénominations de ce que l’on appelle roman historique pour choisir seulement un type parmi eux. Selon divers critiques contemporains, le roman historique traditionnel est né avec l’oeuvre de Walter Scott, dans le Romantisme Anglais. Cependant, c’est la France du XIXe siècle qui a connu la plus grande expression de cet espèce de roman, avec la parution de Les chouans (1829) et Notre-Dame de Paris (1831). Il faut aussi distinguer le roman historique traditionnel des autres types de romans historiques, três célèbres et répandus dans la même époque, que tantôt utilisaient l’histoire comme toile de fond, tantôt romançaient cette même histoire (et là on peut citer, par exemple, La Reine Margot, paru en 1845). En effet, le parcous théorique part de théoriciens comme Louis Maigron (1866-1954), passe par Georg Lukàcs (1885-1971), allant jusqu’à Jean Molino (1945) et Claudie Bernard (sans date de naissance connue), dans la deuxième partie du XXe siècle. Donc, le travail de recherche consiste en la lecture, le réperage et l’analyse des extraits, nottament ceux liés à la description de l’espace...

Pedagogia do esporte : pressupostos para uma teoria da avaliação da aprendizagem = Sport pedagogy: presuppositions for a learning assessment theory; Sport pedagogy : presuppositions for a learning assessment theory

Thiago José Leonardi
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/05/2013 PT
Relevância na Pesquisa
15.92%
O esporte contemporâneo tem passado por significativas mudanças em sua estrutura (regras, espaços, materiais, regulamentos, entre outras) e essas alterações tiveram influência também sobre os métodos de ensino dos Jogos Esportivos Coletivos. A literatura destaca uma preocupação com a aprendizagem tática, à qual é subordinada a aprendizagem técnica, com ênfase nas tomadas de decisão e na resolução de situações problema, tendo como principal estratégia - ou facilitador - para o desenvolvimento de tais habilidades o jogo. Defendemos uma Pedagogia do Esporte cujo principal foco é o aluno; pensamos essa área de atuação como aquela responsável pela iniciação, especialização e treinamento esportivo e que, além de lidar com o conteúdo esportivo ela também pode transcender e contribuir para o desenvolvimento integral do indivíduo. Assim, torna-se insuficiente, sob essa perspectiva, avaliar de maneira meramente estatística; é preciso tornar o processo de avaliação mais condizente com os princípios e pressupostos da Pedagogia do Esporte, considerando o sujeito como central no decorrer do processo, visando seu desenvolvimento integral, entendendo a maneira pela qual ele se movimenta, por que ele toma determinadas decisões e como ele se sente perante o jogo. Com isso...

Educação para a Saúde; Conceitos, práticas e necessidades de formação

Carvalho, Amâncio; Carvalho, Graça Simões de
Fonte: Lusociência Publicador: Lusociência
Tipo: Livro
Publicado em /06/2006 POR
Relevância na Pesquisa
15.92%
Em 1984 a Comissão Regional da Europa da Organização Mundial de Saúde (OMS) aprovou as metas regionais de Saúde para Todos sob a qual deveriam assentar as bases da política de saúde dos vários estados membros. As estratégias para se atingirem tais metas são as seguintes: a promoção de estilos de vida saudáveis; a protecção do ambiente; a prestação de cuidados de saúde adequados e ajustados à população; e a criação de medidas de suporte pertinentes a nível da pesquisa e informação (Amorim, 2000). A problemática da Educação para a Saúde (EpS), como processo orientado para a utilização de estratégias que ajudem os indivíduos e a comunidade a adoptar ou modificar comportamentos que permitam um melhor nível de saúde, vem sendo objecto de uma reflexão crescente por parte de instituições, grupos profissionais e autores em artigos de literatura específica (OMS, 1985). De facto, no dizer de Sanmartí (1985), a consecução de elevados níveis de saúde e a prevenção de mortes prematuras dependem, em grande medida, da adopção por parte dos indivíduos, grupos e comunidades, de comportamentos saudáveis. Daí a importância e o interesse actual pela EpS, que em todo o mundo se fundamenta nos seguintes aspectos (Navarro...

Einheit und Vielfalt der Evangelien am Beispiel der Redaktion von Wundergeschichten (insbesondere Mk 5,25-34 parr.)

Verweyen, Hansjürgen
Fonte: Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa Publicador: Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //1981 DEU
Relevância na Pesquisa
15.92%
UNIDADE E DIVERSIDADE DOS EVANGELHOS A PARTIR DO EXEMPLO DA REDACÇÃO DAS HISTÓRIAS DOS MILAGRES; (Especialmente Mc 5, 25-34 par.); I — Observações preliminares; Como deve entender-se o facto que, não só no decurso dos tempos, mas logo desde os princípios, haja retratos tão diversos da figura de Jesus?; A resposta a esta pergunta tem sido procurada em diversas direcções:; 1) Para uns, a exegese bíblica deve ter como norma fundamental a vivência do Espírito de Cristo. Mas esse critério é diversamente aplicado: enquanto certas confissões cristãs apelam para a acção do Espírito que se manifesta em cada situação concreta, a Igreja Católica baseia-se sobretudo nas orientações ditadas pelo seu magistério.; 2) Outros, tais como o Catecismo Católico do Episcopado Alemão anterior ao Concílio (1955), tentam fazer uma «harmonização dos Evangelhos», sem grande atenção pelo estilo, pela teologia e pelo contexto em que se inserem os textos coligidos.; 3) Uma tal sobrevalorização da unidade dos Evangelhos provocou uma reacção, encabeçada por A. Schweitzer, que se propôs reconstruir o verdadeiro retrato de Jesus a partir de um objectivo puramente histórico. Todavia ainda aqui o centro de interesse permanecia demasiadamente ligado à história crítica da vida de Jesus e não havia a percepção de uma teologia específica de cada evangelista. Neste último aspecto diversifica-se a «nova procura do Jesus histórico» (J. M. Robinson...

Açúcares e gorduras : estratégias e recurso didácticos para uma abordagem no 1º CEB

Barbosa, Olga Marina Esperanço Dias
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
15.92%
Advoga-se hoje que o Ensino Básico deve, acima de tudo, dotar os alunos de competências que lhes permitam interagir com a sociedade em que se inserem, o que legitima as expectativas no sentido da formação de cidadãos capacitados para exercer a sua responsabilidade social. Sabemos que, apesar da urgência cada vez maior de promover uma cultura científica de base dos indivíduos, o estudo PISA veio demonstrar que em Portugal os resultados do desempenho global médio dos alunos de 15 anos de idade está muito aquém dos valores médios da OCDE. Também o desenvolvimento científicotecnológico acelerado reflecte o desfasamento entre as aprendizagens escolares e as necessidades e interesses dos alunos, da qual emerge a questão: Será o ensino das ciências preconizado o mais adequado aos interesses e necessidades dos alunos? O processo de Reorganização Curricular do Ensino Básico recente, em Portugal, segue orientação internacional e propõe um ensino das ciências no sentido da formação dos alunos para a literacia científica. Ora, neste contexto, o movimento CTS (Ciência-Tecnologia-Sociedade) assume-se como uma filosofia de ensino que muito se coaduna com os fins pretendidos. Para tal, é importante ter recursos didácticos consonantes com esta perspectiva...

Os media e as questões ambientais na comunidade escolar

Francisco, Sílvia Maria
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
15.92%
As estratégias de desenvolvimento preconizam a incorporação da componente ambiental em todas as áreas da actividade educativa, económica e social. O trabalho desenvolvido pretendeu efectuar um estudo que contribuísse para a percepção do papel dos media no incremento de conceitos sobre Educação Ambiental, através da recolha de informações sobre a comunidade educativa, em duas escolas localizadas em áreas distintas do Distrito de Aveiro, nomeadamente, o Colégio de Nossa Senhora da Apresentação (Calvão), zona próxima do litoral, e a Escola Secundária de Oliveira do Bairro, situada mais a interior do Distrito, factores que conferiram contrastes educativos e sociais particulares. O trabalho de investigação desenvolveu-se com o objectivo de: (i) caracterizar o perfil de cada grupo de participantes; (ii) conhecer as concepções de cada grupo acerca dos papel dos media na sua educação ambiental; (iii) inferir a percepção de cada grupo no que se refere à melhoria da sua educação ambiental através dos media; (iv) avaliar a contribuição dos media para o aumento da circulação da informação sobre as questões ambientais. O estudo foi baseado em diversos inquéritos semi-estruturados com alunos do 10º ano de escolaridade...

Exclusão à Excelência: Caminhos Organizacionais para a Qualidade da Educação

Patrício, Manuel; Sebastião, Luís; Justo, Manuel; Bonito, Jorge
Fonte: Associação da Educação Pluridimensional e da Escola Cultural Publicador: Associação da Educação Pluridimensional e da Escola Cultural
Tipo: Livro
POR
Relevância na Pesquisa
15.92%
Desde a sua fundação, em março de 1990, a Associação da Educação Pluridimensional e da Escola Cultural (AEPEC) tem conseguido realizar de dois em dois anos o seu congresso científico-pedagógico. Esse compromisso tem sido mais difícil de cumprir nos últimos anos, sobretudo a partir de meados da última década, por motivos diretamente relacionados com o seu enfraquecimento institucional e o desinvestimento geral - político, económico e social - na Educação. Com efeito, as dificuldades que já estiveram na origem da sua fundação, e consequente extinção do “Projecto Escola Cultural” - precisamente em 1990 -, têm vindo implacavelmente a acentuar-se, vindo a atividade da Associação a acusar cada vez mais fortemente os seus efeitos. Em todo o caso, temos conseguido sempre, no concernente aos congressos, superar essas dificuldades. Todavia, se é verdade que temos realizado os congressos - ainda que por vezes com menos fulgor e vitalidade do que era nosso timbre e continua a ser a nossa vontade -, é certo que nem sempre temos sido capazes de editar e publicar os trabalhos científicos consequentes. Algo aconteceu de novo com o XI Congresso. Até agora, a equipa realizadora tem sido constituída por elementos dos órgãos sociais e por sócios da AEPEC escolhidos pela direção...

Repensar a politíca : acerca da dissidência e da antipolítica no pensameno politíco de Václav Havel

Manoli, Alexandru
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /10/2012 POR
Relevância na Pesquisa
15.92%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ciência Política e Relações Internacionais.; Um dos triunfos das revoluções de 1989 foi o renascimento do conceito de sociedade civil. Na presente investigação propomos traçar as origens deste conceito no fenómeno da dissidência, que se constituiu nos anos ’70 do século XX, no Bloco Comunista. O centro da nossa análise será o contexto político e histórico da Checoslováquia. O fenómeno da dissidência será interpretado a partir do pensamento político de um dos dissidentes checoslovacos, Václav Havel. A dissidência, em Havel, é apresentada como uma alternativa ao contexto político, nomeadamente, aquilo que o autor denomina por um sistema pós-totalitário. Um dos resultados práticos do fenómeno da dissidência é a constituição de estruturas paralelas às instituições do Estado. O discurso desta sociedade independente é antipolítico, não no sentido de negar a esfera da política. Trata-se antes de um repensar a política a partir da ética. Para Havel, o pós-totalitarismo, na sua imagem comunista, corrompeu a vida humana, por intermédio da política, impondo um sistema de falsidade e uma vida ideologizada ao indivíduo...

A filosofia existencial de Karl Jaspers

Perdigão, Antónia; ISPA-IU
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 23/11/2012 POR
Relevância na Pesquisa
15.92%
O estatuto da filosofia é o de Filosofia da Existência (Existenzphilosophie). É, por isso, imprescindível manter numa abertura constante e em permanente tensão os seus dois extremos: a Razão e a sua universalidade, e a Existência e a sua singularidade incomunicável. Quanto ao espaço da filosofia, ele é o da verdade mais universal, do acolhimento mais amplo e da decisão mais ousada, no sentido de tudo compreender e transcender, ou tudo compreender transcendendo.Por último, o sentido da filosofia é o de servir de base à vida. Revela-se a todo e a cada homem que nasceu para o descobrir e para se decidir livremente a procurá-lo com um coração puro e consciente de que esta é a única forma de o poder encontrar, uma vez que ele não é constringente nem pode, ao contrário da verdade, seruniversal. Fiel à Existência e ao seu pensamento, Karl Jaspers nunca aceitou a denominação de «existencialista» porque nunca defendeu um «existencialismo», o que equivaleria a reduzir tudo à existência, transformando-a num valor absoluto e aniquilando desse modo o seu sentido.A Existência não é absoluta, é a Existência possível. Uma superação constante de si mesma feita de luta, fracasso e fé filosófica. A Existência não é um valor nem um conceito. É liberdade...

Linguagem figurada em passagens bíblicas

Ferreira da Costa, José; Medeiros de Carvalho, Nelly (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
15.92%
Nem tudo que acontece à volta das pessoas é perceptível por elas. Talvez esta afirmação se encaixe no que se refere à questão do poder. Ele permeia as relações sociais, está presente de alguma forma onde seres humanos se encontram para fazer alguma coisa, entretanto, nem todos percebem que alguns têm mais poder que outros. Assim, o poder envolve uma autêntica rede de relações e eventos. E esta constatação nos leva a uma idéia básica: como usar o poder com inteligência, isto é, como usar o poder em benefício próprio, quando este for o caso, e quando o utilizar em benefício da maioria, das grandes causas sociais. O que está em jogo no jogo do poder é: como usar determinadas porções de poder em prol dos que dele necessitam, sem eliminar os opositores, sem transformar o exercício do poder em autoritarismo, sem esmagar os que fazem o contraponto ao poder que, na prática, justifica nossa existência e a validade dos nossos desejos de poder. Mas como exercer o poder, senão discursivamente? Então o poder não existe por si só, ele só existe na sociedade, nas relações sociais. E aqui entra um outro poder que está inseparado das diversas formas de poder: o poder da língua. A língua, não simplesmente como um código...

Reconfiguração da profissionalidade docente na docência universitária no contexto da avaliação da pós-graduação

Ferraz, Bruna Tarcília; Melo, Márcia Maria de Oliveira (Orientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Tese de Doutorado
BR
Relevância na Pesquisa
15.92%
O trabalho teve como objetivo analisar como ocorre o processo de configuração da docência universitária na pós-graduação no contexto da avaliação da CAPES. Nossos objetivos específicos foram: identificar os efeitos da sistemática de avaliação da CAPES no projeto acadêmico e ordenamentos internos dos programas; analisar os efeitos da adoção de critérios a serem atingidos na sistemática de avaliação da CAPES para a profissionalidade docente; e analisar no contexto da prática, a relação entre as políticas de avaliação da CAPES e a formação da docência universitária na pósgraduação em educação. Do ponto de vista metodológico, realizamos entrevistas e observações em reuniões e atas de colegiado, o que nos possibilitou construir espaço de coleta de depoimentos, cujos conteúdos foram alvo de análise. Entendemos que a docência universitária na pós-graduação reconfigura-se no contexto da avaliação da CAPES segundo os princípios da performatividade, evidenciando movimentos ambivalentes nos rebatimentos sobre a docência, a depender da concepção que o professor tem de docência e de pós-graduação, considerando as concepções presentes na política e na prática. Observamos reordenamentos internos não só nos programas...

A entoação do dialeto caipira do Médio Tietê: reconhecimento, características e formação; The intonation of the caipira dialect in the Médio Tietê: recognition, characteristics and formation

Garcia, Rosicleide Rodrigues
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/06/2015 PT
Relevância na Pesquisa
15.92%
Esta tese de doutorado A entoação do dialeto caipira no Médio Tietê: reconhecimento, características e formação faz parte do Projeto ExProsodia, em auxílio ao PHPP (Projeto História do Português Paulista), que objetiva analisar o português paulista falado no interior do estado. Sendo um dos trabalhos que está dando embasamento a ele, esta pesquisa subsidia os estudos do idioma, trazendo, além do exame da entoação, um breve histórico do Brasil e das cidades interioranas paulistas e portuguesas, de modo a entendermos como foi estabelecido o dialeto caipira nessas localidades. Tendo isso feito, avaliou-se a entoação de falantes do Médio Tietê por meio de análise automatizada promovida pelo ExProsodia. Seguindo a linha de pesquisa de Ferreira Netto (2008), examinou-se a fala dos informantes a partir da análise de f0, particularizando dela o tom médio (TM) e o tom final (TF). Para isso, foram selecionados 40 entrevistados, sendo 28 de sete cidades que compõem o Médio Tietê (Santana de Parnaíba, Pirapora do Bom Jesus, Porto Feliz, Tietê, Capivari, Itu, Piracicaba), e 12 de três cidades do norte de Portugal (Braga, Bragança e Vila Real), além de 10 gravações (5 vozes masculinas e femininas) de jornalistas do programa SPTV da emissora de televisão Rede Globo - tomados como fala neutra (BARBOSA...

Cultura e formação nos primeiros escritos de Nietzsche

Lima, Silvia Cristina Fernandes
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
15.92%
Este estudo procura refletir sobre os conceitos de cultura e formação (Bildung) nos primeiros escritos de Nietzsche, compreendidos no período de 1872-1874. Primeiramente, procura mostrar como o conceito de cultura foi se constituindo historicamente, na Alemanha entre os séculos XVIII e XIX, como ocorre o processo de transformação e inversão no próprio sentido de cultura com a ascensão da classe média aos postos dirigentes. Uma vez demarcado o sentido desse conceito, procura apontar a concepção nietzschiana de cultura e, com isso, faz menção a influência de Burckhardt (1818-1897). Ao trazer à tona o conceito nietzschiano de cultura, pretende-se evidenciar o que o filósofo entende por cultura autêntica e por pseudocultura. A pesquisa procura compreender a decadência da cultura moderna e a proposta por um renascimento da cultura por meio da exemplaridade da Grécia arcaica. No segundo capítulo, o estudo intenta investigar o conceito de Bildung (formação) na Alemanha desde sua origem até o pensamento de Nietzsche no intuito de identificar, na trajetória, os sentidos e as configurações do termo. Por fim, o estudo reflete sobre o projeto nietzschiano de Bildung, nos quais as conferências Sobre o futuro de nossos estabelecimentos de ensino e a obra Schopenhauer como educador se constituem o lócus privilegiado dessa análise. É nessas obras o momento em que o filósofo alemão aspera evidenciar sua tese da educação enquanto processo de formação de si. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT; This study aims to reflect upon the concepts of culture and formation (Bildung) in the first writings of Nietzsche - from 1872 to 1874. Firstly...

A pedagogia da escuta em Jiddu Krishnamurti

Santos, Maria Teresa C. S. Gonçalves dos Santos
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
15.92%
"Sem resumo feito pelo autor" - Apresentar um trabalho sobre Krishnamurti é participar o interesse suscitado pela leitura da sua obra e dar conta do consequente esforço investigativo. Ora o que começou por interessar foi a relação entre o discurso pedagógico e o destino particular do autor, tão evidente era a construção da identidade pessoal através do discurso aplicado circunstancialmente. A verdade é que o tema da escuta depressa se impôs, quer por viabilizar uma crítica ao logocêntrismo dominante, quer por conduzir à autenticidade relacional, de extrema tolerância quanto à diversidade e de vigilante sentido de liberdade. A leitura da obra foi duplamente interessante: veio chamar a atenção para a importância que, no domínio da formação humana, representa rever as interpretações estabelecidas e renovar as questões; veio deixar o exemplo de como cada ser humano pode, em concreto, viver intensa e solidariamente o seu tempo. Com a investigação procurou-se alcançar três objectivos: o primeiro foi tornar visível a grande vitalidade interpelativa da obra; o segundo foi compreender a peculiar abordagem da educação realizada por Krishnamurti que, sem ceder à tentação do discurso abstracto, se manteve fiel à radicalidade e universalidade do exercício interrogativo; o terceiro...

Jornalismo de revista e ethos discursivo: as imagens de si nas capas e nos editoriais de Veja, Época, IstoÉ e CartaCapital

Ribeiro, Daiane Bertasso
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
15.92%
O objetivo geral desta pesquisa é compreender o ethos discursivo (imagem de si) das revistas semanais de informação brasileiras Veja, Época, IstoÉ e CartaCapital construído nas capas e nos editoriais. Partimos do pressuposto de que o discurso jornalístico funciona por meio de um contrato de comunicação entre os seus interlocutores, sendo o ethos discursivo constitutivo da condição de identidade (“quem fala para quem”) desse contrato. A questão que buscamos responder é: que imagens de si as revistas semanais de informação constroem em suas capas e seus editoriais e o que isso significa na afirmação do contrato de comunicação? Para respondê-la, analisamos 96 textos coletados durante um ano. Adotamos a perspectiva teórico-metodológica da análise do discurso, desenvolvendo estes aspectos da problematização: a) identificamos os sentidos sobre si construídos na relação com o outro (o leitor, os atores de outros campos sociais, as revistas concorrentes e os demais sujeitos do campo jornalístico); b) mapeamos os sentidos sobre si que remetem à linha editorial e aos princípios e valores do jornalismo; c) refletimos sobre a importância do ethos discursivo na afirmação do contrato de comunicação. Como resultado...

A PALAVRA-IMAGEM E OS ELEMENTOS MÍTICOS NA POÉTICA DE EUGÊNIO DE ANDRADE E A CORRESPONDÊNCIA ENTRE POESIA E PINTURA.

Rodrigueiro, Amanda Aparecida
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 26/08/2015 POR
Relevância na Pesquisa
15.92%
O presente estudo pretende apresentar uma leitura de poemas do poeta Eugênio de Andrade, observando-se o eixo temático que permeia seus poemas: os elementos naturais, e sua relação com o homem; e, ressaltando o seu poder imagético, a partir dos recursos poéticos presentes na sua obra.Em um segundo momento, busca-se promover o diálogo de alguns poemas eugenianos com telas de pintores contemporâneos visando perceber e discutir as imagens sugeridas pela linguagem poética, discutindo, ainda, o processo de escrita e recursos presentes na obra, que permitem essa visualização, culminado com a recepção de leitura e o papel do leitor. Para a realização desse estudo, algumas leituras serviram de base, como a teoria da estilística, segundo Nilce Sant’anna Martins, a retórica, vista sob as discussões de Dante Tringali etc. Leituras sobre a presença da imagem no texto poético e o diálogo entre essas artes, como as propostas de Aguiar e Silva, Bosi, Martine Jolly e Mário Praz; bem como teorias que explicam o papel do leitor, a sua recepção e o efeito produzido no leitor conforme Hans Robert Jauss e Wolfgang Iser.Em consonância com as discussões sobre a presença de uma linguagem permeada de imagens na poesia de Eugênio de Andrade e a recepção da sua poesia...

A filosofia existencial de Karl Jaspers

Perdigão,Antónia Cristina
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2001 PT
Relevância na Pesquisa
15.92%
O estatuto da filosofia é o de Filosofia da Existência (Existenzphilosophie). É, por isso, imprescindível manter numa abertura constante e em permanente tensão os seus dois extremos: a Razão e a sua universalidade, e a Existência e a sua singularidade incomunicável. Quanto ao espaço da filosofia, ele é o da verdade mais universal, do acolhimento mais amplo e da decisão mais ousada, no sentido de tudo compreender e transcender, ou tudo compreender transcendendo. Por último, o sentido da filosofia é o de servir de base à vida. Revela-se a todo e a cada homem que nasceu para o descobrir e para se decidir livremente a procurá-lo com um coração puro e consciente de que esta é a única forma de o poder encontrar, uma vez que ele não é constringente nem pode, ao contrário da verdade, ser universal. Fiel à Existência e ao seu pensamento, Karl Jaspers nunca aceitou a denominação de «existencialista» porque nunca defendeu um «existencialismo», o que equivaleria a reduzir tudo à existência, transformandoa num valor absoluto e aniquilando desse modo o seu sentido. A Existência não é absoluta, é a Existência possível. Uma superação constante de si mesma feita de luta, fracasso e fé filosófica. A Existência não é um valor nem um conceito. É liberdade...