Página 12 dos resultados de 21606 itens digitais encontrados em 0.011 segundos

A influência do nível socioeconómico na leitura

Silva, Joana Cristina Pinto da
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Terapêutica da Fala; A Leitura é um processo cognitivo complexo que resulta da interacção entre o pensamento e a linguagem, e que se caracteriza pelo seu dinamismo em que influem factores de etiologia diversa. Sabemos que um bom domínio das habilidades de literacia se prevê determinante no desenvolvimento pessoal e social sustentável do sujeito. Desenvolveu-se este estudo empírico, com o objectivo de analisar as proficiências de leitura e investigar até que ponto a aprendizagem e desenvolvimento desta competência sofre a influência do meio socioeconómico e cultural da família em que a criança se encontra inserida. Neste sentido, foram avaliadas 38 crianças de ambos os sexos, com idades compreendidas entre os 9 e os 11 anos de idade. Todas se encontravam a frequentar o 4º ano de escolaridade do ensino básico em duas escolas do conselho de Gondomar, sendo uma pertencente ao sector público e outra ao sector privado de ensino. Para aferir as competências de leitura foi aplicado o Teste de Idade de Leitura (T.I.L), de Sucena e Castro (2010). O estatuto socioeconómico e cultural familiar dos alunos intervenientes no estudo foi analisado através do preenchimento de um questionário socioeconómico que foi previamente entregue aos responsáveis das crianças. Os resultados obtidos permitiram-nos concluir que existe uma correlação positiva...

Alfabetização de crianças caboverdianas em língua portuguesa como língua não materna : o ensino da leitura

Pereira, Júlia Ramos Melício
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Dissertação de Mestrado em Estudos Portugueses Interdisciplinares apresentada à Universidade Aberta; Cabo Verde é um país de características bilingue, onde coexistem duas línguas: a Língua Materna – o Crioulo de Cabo Verde (CCV) ou a Língua Caboverdiana (LCV) e a Língua Não Materna – o Português que é a língua oficial e, portanto, a língua utilizada no processo de ensino e de aprendizagem. Esta situação gera conflitos tanto a nível linguístico como a nível cultural. As duas línguas apresentam algumas semelhanças lexicais, o que conduz, muitas vezes, a equívocos e erros linguísticos que dificultam a criança na aprendizagem, em particular, da leitura que constitui a base para a aprendizagem de outros saberes. A aprendizagem da leitura, na Língua Não Materna, requer um desenvolvimento da linguagem oral em Língua Portuguesa, para que o raciocínio da criança seja estimulado através de exercícios lúdicos e abordagens cognitivistas e construtivistas. Deste modo, as competências de processamento fonológico na aquisição das competências da leitura são importantes para a discriminação do texto escrito e favorecem a aprendizagem e o desenvolvimento da leitura. A criança, através da descoberta...

Controle por unidades mínimas na leitura: análise do desempenho de pré-escolares em treinos e testes de discriminações condicionais entre palavras ditadas e impressas; Control by minimal units during acquisition of reading: analysis of preschool children performance in trainings and tests of conditional discrimination between oral-printed words

Leite, Mariana Kerches da Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/11/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.66%
Os índices de evasão e fracasso escolar no ensino fundamental no Brasil, nos dias atuais, ainda são alarmantes. Torna-se importante o planejamento de procedimentos que minimizem as dificuldades envolvidas no aprendizado da leitura e escrita e potencializem a aquisição dessas habilidades. Nessa direção, vários grupos de pesquisadores têm focado seus estudos, através do paradigma de equivalência, visando identificar as variáveis relacionadas com a formação de classes de equivalência e suas relações com a leitura, trazendo nítidas implicações educacionais. Porém, quando a leitura com compreensão é adquirida, não significa necessariamente que o leitor esteja sob controle das unidades verbais menores do que a palavra. O presente estudo teve como objetivo investigar variáveis relevantes no processo da emergência do controle por unidades mínimas e, portanto, da leitura recombinativa, com cinco crianças pré-escolares. Foi utilizado o programa EQUIV, em que foram ensinadas as relações entre palavra ditada e palavra impressa correspondente (AC); em seguida testadas a leitura de novas palavras, formadas pela recombinação das unidades menores presentes nas palavras ensinadas previamente. O programa era constituído de vinte fases...

A leitura sob o signo da relação - ler como ato de comunicação social; A leitura sob o signo da relação - ler como ato de comunicação social

Lopes, Katiuscia da Cunha
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.66%
Esta tese realiza uma anatomia investigativa teórica e laboratorial para problematizar o atual conceito predominante de leitura que está sedimentado em antigos paradigmas fragilizados por demandas sociais contemporâneas, principalmente os de Educação, Comunicação e de Cultura. A pesquisa elenca e convida para a reflexão sobre os elementos associativos à leitura que compõem o imaginário coletivo e que se sobressai nos estudos relacionados à leitura e à literatura. No bojo destas questões contemporâneas está uma inquietude levantada nessa tese a respeito dos paradigmas com que pensamos o processo, habitual ou esporádico, de ler; sobre o que realmente entendemos ser a leitura, quais conceitos, noções e imaginários que envolvem a questão, como estamos lidando com a problemática considerando contexto e demanda atual da sociedade. Sabemos que o ato de ler se transforma historicamente, e que, hoje, entre outros fatores, pelos avanços tecnológicos e opções e alternativas de suportes-canais, essas mudanças ocorrem no cotidiano, porém estas parecem não estar sendo muito bem acompanhadas e compreendidas; o que se lançou a fazer esta pesquisa, por reflexão teórica e experimentos de saraus. Com isso, a proposta é dar uma contribuição para expandir a noção de leitura (com maior plasticidade e mobilidade do que os conceitos dogmáticos)...

Intersecções entre a leitura, tradução e avaliação: desdobramentos para o ensino; Intersections between reading, translation and assessment: developments in teaching

Teixeira, Lucília Souza Lima
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/10/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.66%
Percorremos nessa pesquisa caminhos entre a leitura, tradução e avaliação que muitas vezes se cruzam, como na didática de línguas e nos estudos cognitivos. Os processos e estratégias de tradução, forçosamente, demandam variados tipos de leitura em língua estrangeira que, por sua vez, ativam outras estratégias em diferentes momentos, como a leitura do texto traduzido feita em comparação ao texto original, denominada leitura crítica da tradução. A prática da tradução exercita a leitura, ao mesmo tempo em que faz com que o leitor-tradutor reflita sobre suas próprias atividades e percursos. A avaliação da compreensão escrita de um texto em língua estrangeira é a finalidade dos exames universitários de proficiência que representam uma das etapas exigidas durante processo seletivo para o mestrado e doutorado nos programas de pósgraduação. Esses exames podem ter diferentes modalidades dentro de um mesmo centro aplicador ou universidade, como acontece na USP. Em alguns casos, exige-se a tradução, se não integral, de um trecho do texto para o qual também são feitas outras questões: dissertativas, múltipla escolha ou opção por verdadeiro ou falso. Nessa pesquisa, analisamos as traduções de trechos de textos de exames de proficiência em francês feitas por candidatos aos programas de pós-graduação para o mestrado e doutorado na ECA...

Entre a crise e a mudança: a constituição do ensino de leitura como objeto de pesquisa em investigações acadêmicas; Between crisis and change: the creation of teaching reading as a research subject in academic research

Silva, Ana Cristina Champoudry Nascimento da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/04/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.66%
Esta pesquisa teve como objetivo analisar o modo como o ensino de leitura se constituiu como objeto de pesquisa em investigações acadêmicas na década de 80 do século XX. Para tanto, foram observadas doze dissertações de mestrado, defendidas entre 1983 e 1989, em instituições públicas e particulares do país. A análise dos dados se fez com base em perspectiva teórica fundamentada na Análise do Discurso de linha francesa. Compreende-se, assim, que o discurso é atravessado pelo já ouvido e pelo já dito, com base em que, ele, o discurso, constitui-se (PÊCHEUX, 1990). Reconhecendo-se que os elementos que integram um estado específico das condições de produção de um discurso não são simplesmente justapostos, mas mantêm relações constitutivas entre si, foram agenciados, para o trabalho de análise, especificamente os conceitos de interdiscurso e de heterogeneidade, conforme propostos por Maingueneau (2008) e Authier-Revuz (2004), respectivamente. Observou-se que, para constituir em objeto de pesquisa o ensino de leitura, diferentes vozes foram agenciadas, a partir de discursos diversos, constituindo-se redes de relações interdiscursivas em um processo em que estiveram associados o discurso acadêmico (sobre leitura)...

A cultura do polígrafo : práticas de leitura no ensino superior privado

Silveira, Raquel da Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Esta investigação busca compreender as relações de saber-poder nas práticas de leitura de estudantes do ensino superior privado. A pesquisa de campo foi composta por entrevistas individuais com alunos e professores, pela realização de discussões coletivas com um grupo de estudantes e pela análise de documentos de uma faculdade privada na cidade de Porto Alegre. A partir do referencial teórico da análise das práticas discursivas de Michel Foucault, discute-se as relações entre os percursos de vida das estudantes que participaram das entrevistas coletivas, o contexto sócio-histórico, os discursos universitários sobre a leitura e a identificação dos dispositivos presentes nas instituições escolares que afetam os modos de ler dos estudantes. Os resultados apontam a existência de regularidades nas práticas de leitura no ensino superior privado, as quais acabam por constituir a "Cultura do Polígrafo". Essa prática é caracterizada pela indicação de leitura por parte dos docentes, de textos, geralmente retirados de livros e/ou revistas, para serem fotocopiados pelos alunos. A Cultura do Polígrafo é atravessada pela lógica da fragmentação e do consumo de leituras. Constatou-se que a maioria dos alunos chega ao ensino superior com poucas experiências com a leitura de textos complexos e conceituais...

Da releitura à escritura : um estudo da leitura pelo viés da pontuação

Grantham, Marilei Resmini
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Esta tese constitui-se em um estudo sobre a leitura. Essa noção é investigada através de textos reescritos – aos quais denominamos, genericamente, de reescritas – e de dois sinais de pontuação – reticências e interrogação. Aos textos que apresentam esses sinais de pontuação designamos de textos sinalizados. Tais textos apresentam também uma outra característica: são marcados pelo humor. Tal opção nos levou a examinar outro tipo de texto, sem esses sinais de pontuação, ao qual denominamos de texto não-sinalizado. Esse texto não apresenta também a marca do humor. Nossa intenção é verificar, nas reescritas, se o processo da leitura dos textos sinalizados é diferente do processo da leitura do texto não-sinalizado. A primeira parte do estudo estabelece o referencial teórico que fundamenta a análise. Nesta parte, evidenciamos tanto aspectos referentes à epistemologia da Análise do Discurso quanto questões referentes à leitura e à sua relação com outros pontos relevantes para o desenvolvimento da pesquisa: repetição, interpretação, heterogeneidade, silêncio e autoria. Abordamos ainda aspectos teóricos sobre a pontuação e, mais especificamente, sobre os sinais de pontuação em estudo: reticências e interrogação. A segunda parte apresenta os procedimentos metodológicos que sustentam a subseqüente análise do corpus discursivo...

A travessia do leitor : histórias de leitura e memória discursiva nos dizeres de alunas adultas

Jardim, Rafael Peruzzo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Este trabalho trata da formação do leitor adulto. A partir de uma Oficina de Leitura, os alunos sistematizaram suas leituras através da escrita de um memorial. Após a oficina, realizei entrevistas com as alunas. O recorte para análise foi feito a partir dos memoriais e entrevistas de duas alunas. O referencial teórico-metodológico adotado na prática pedagógica é a Pedagogia de Projetos, em interface com a Análise de Discurso. Com relação ao referencial teórico, realizo uma pesquisa sobre a leitura, considerando basicamente duas vozes: a voz dos escritores e a voz da academia. O conceito de letramento é utilizado para discutir a prática social da leitura. Fundamento meu trabalho numa visão discursiva de leitura, elaborada desde Michel Pêcheux. Entendo a leitura como um acontecimento, que desloca e desregula a memória discursiva. A análise é feita com dois objetivos: evidenciar relações entre a história de vida e a história de leitura; mostrar os efeitos de sentido em suas relações com diversos pré-construídos do sujeito-leitor adulto. O intradiscurso é composto pelos memoriais e entrevistas de duas alunas. Na análise feita, o interdiscurso é constituído por formações discursivas religiosa, trabalhadora e familiar...

Leitura e cotidiano : os caminhos mentais e a influência da leitura no cotidiano e na visão de mundo entre adolescentes

Deuner, Lilian
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Estudo realizado com o objetivo de identificar a importância do hábito de leitura entre adolescentes. A metodologia da pesquisa, de caráter qualitativo, baseou-se numa revisão da literatura na área da psicogênese do conhecimento, a fim de identificar os esquemas e estruturas da memória humana que regem o aprendizado daquilo que se lê, bem como na coleta de depoimentos via e-mail com adolescentes para diagnosticar, na prática, como se constitui o fenômeno da leitura entre eles. Os resultados são apresentados na forma de análise textual comparada com as referências teóricas abordadas. A base teórica ressalta o significado da leitura para o sujeito, o grau de importância que ele dá a essas leituras e as maneiras pelas quais essas leituras influenciam a vida cotidiana do sujeito. Interpreta o significado da leitura como lazer e entretenimento. Diagnostica com se dá o despertar do gosto pela leitura e comenta alguns aspectos singulares de leitores adolescentes. Conclui que os leitores adolescentes têm consciência de que a leitura lhes permite uma visão mais ampla do mundo e maior facilidade para enfrentarem problemas próprios de sua idade.; Study carried through with the objective to identify the importance of the habit of reading between adolescents. The methodology of the research...

Utilização de livros digitais falados como ferramenta de auxílio aos portadores de necessidades educativas especiais no processo de leitura : uma experiência utilizando a Tecnologia Assistiva Mecdaisy

Schnidger, Deise Esmerio
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
O presente trabalho trata como assunto o uso de Livros Digitais Falados (Digital Talking Books) como ferramenta de auxílio à leitura para Portadores de Necessidades Educativas Especiais. A pesquisa partiu do seguinte problema: “De que forma o trabalho com livros digitais falados pode auxiliar no processo de alfabetização dos Portadores de Necessidades Educativas Especiais com dificuldades de leitura?”. Com a finalidade de resolver este problema foi realizada uma contação de história com alunos do módulo de alfabetização da Escola Especial Rodolfo Schlieper e APAE da cidade de Canela utilizando como recurso o software de Tecnologia Assistiva MecDaisy. A aplicação da atividade ocorreu no período de setembro a novembro, utilizando duas aulas de informática mensais com duração de 2 horas cada, mais 1 hora de leitura semanal na sala de aula com a professora regente. As atividades ocorreram em três etapas distintas, sendo que a primeira envolveu a instalação e configuração de ajustes no software, seleção e instalação das histórias no diretório, audição das histórias escolhidas por votação e decisão por uma história. A segunda etapa envolveu a leitura do livro impresso em sala de aula com o auxílio da professora regente da turma e a terceira etapa abordou a leitura e identificação de palavras em trechos da história no software na sala de informática. Após a realização da Etapa I foram observados os seguintes resultados: todos os 9 alunos ficaram entusiasmados com a proposta de ‘o computador’ contar uma historinha; a interface do software agradou os alunos; o fato de ser reproduzido o texto...

Nomeação rápida, leitura e compreensão em escolares com dificuldades de aprendizagem

Silva, Cláudia da; Cunha, Vera Lúcia Orlandi; Pinheiro, Fábio Henrique; Capellini, Simone Aparecida
Fonte: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 355-360
POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
OBJETIVO: Comparar e correlacionar o desempenho em nomeação rápida, leitura e compreensão de escolares com dificuldades de aprendizagem. MÉTODOS: Participaram deste estudo 32 escolares da 4ª série do ensino fundamental, de ambos os gêneros, com faixa etária entre 11 anos e 4 meses e 12 anos e 7 meses. Foram realizadas a primeira e a segunda tomada de leitura oral de um texto, selecionado a partir da indicação dos professores da 4ª série; a primeira e a segunda tomada de compreensão por meio de quatro perguntas apresentadas sequencialmente ao texto, em que os escolares deveriam responder oralmente; e a prova de nomeação rápida do Teste de Desempenho Cognitivo-Linguístico, versão individual. RESULTADOS: Houve diferença entre a primeira e a segunda compreensão e entre nomeação rápida, primeira e segunda leitura. Houve forte correlação entre compreensão e leitura, sugerindo que o desempenho na primeira tomada de leitura influenciou de forma significativa o desempenho na segunda tomada de leitura; o mesmo ocorreu para a compreensão. CONCLUSÃO: A defasagem na realização das atividades de nomeação, leitura e compreensão na primeira avaliação ocasionou falhas no mecanismo de conversão fonema-grafema que podem ser suficientes para desencadear dificuldades na aprendizagem da leitura.; PURPOSE: To compare and correlate the performance of students with learning difficulties in rapid naming...

Da leitura no impresso à leitura na tela: novas veredas para a formação do leitor na escola

Ghaziri, Samir Mustapha
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 165 f. : il. color.
POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Pós-graduação em Educação - FFC; Este trabalho estuda as novas práticas e modos de leitura emergentes no contexto do ciberespaço, procurando refletir sobre as implicações dessas novas práticas para a formação do leitor na escola. Desse modo, o objetivo mais amplo da pesquisa foi o de mapear a leitura na tela do computador - conectado à Internet – entre seis sujeitos do ensino fundamental de uma escola pública do município de Assis – SP. Os sujeitos foram observados em situação de leitura no impresso e na tela, para que , entre outros pudessem ser observados comportamentos transferidos de um suporte para o outro, tanto do impresso para a tela, como da tela para o impresso. A metodologia que guiou a execução do trabalho foi o estudo etnográfico e grupo focal uma vez que era de nosso interesse a elaboração de conhecimento calcado na observação in loco de comportamento humano. Foram analisados os modos de operar o pensamento emergentes da prática de leitura no ambiente virtual, bem como sua possível relação com outras mídias Os dados coletados foram categorizados com base na análise de conteúdo e refletidos à luz de bibliografia especializada...

A leitura à primeira vista e o ensino de piano

Risarto, Maria Elisa Ferreira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 177 f. : il., partituras
POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Pós-graduação em Música - IA; A leitura ao piano é utilizada pela maioria dos músicos: arranjadores, regentes, compositores, professores de matérias teóricas, cameristas, instrumentistas, acompanhadores e correpetidores. Mesmo assim, os cursos de música ainda não oferecem na sua matriz curricular uma disciplina essencialmente voltada para o desenvolvimento da leitura à primeira vista. Esse fato contribui para a formação de instrumentistas alheios a essa prática, situação que se agrava ainda mais, quando se trata dos pianistas. Esta dissertação, utilizando a pesquisa-ação como modelo investigativo, parte dessa problemática, fazendo uso de procedimentos variados para demonstrar a importância de se introduzir nos cursos de música, a disciplina leitura à primeira vista ao piano como suporte pedagógico auxiliar ao desenvolvimento da performance. Primeiramente a mestranda avaliou os resultados pedagógicos obtidos no curso de leitura à primeira vista para pianistas, realizado na Escola Municipal de Música. Nele foi empregada a metodologia de Wilhelm Keilmann dirigida ao desenvolvimento da leitura à primeira vista para pianistas, descrita no método Introdution to sight-reading at the piano or other keyboard instrument (1972). Também foram entrevistados diversos pianistas e professores do instrumento...

Série leituras infantis (1908-1919), de Francisco Vianna e a história do ensino da leitura no Brasil

Oriani, Angélica Pall
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 288 f. : il. color.
POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Educação - FFC; Nesta dissertação, apresentam-se resultados de pesquisa de Mestrado em Educação (Bolsa CNPq – abril de 2009 a fevereiro de 2010; Bolsa Fapesp – março a dezembro de 2010), vinculada às linhas Alfabetização e Ensino de língua portuguesa do Grupo de Pesquisa e Projeto Integrado de Pesquisa História do Ensino de Língua e Literatura no Brasil, ambos coordenados por Maria do Rosário Longo Mortatti. Com o objetivo de contribuir para a produção de uma história do ensino de língua e literatura no Brasil, focalizou-se a proposta para o ensino de leitura apresentada pelo professor Francisco Furtado Mendes Vianna (1876-1935) nos livros didáticos que integram a Série Leituras Infantis, a saber: Cartilha: leituras infantis [1912?]; Primeiros passos na leitura (1915); Leitura preparatória (1908); Primeiro livro de leituras infantis; Segundo livro de leituras infantis; Terceiro livro de leituras infantis; e Quarto livro de leituras infantis (Apanhados e factos hitóricos) (1919). Os livros que integram essa série foram publicados pela Livraria Francisco Alves (RJ)...

Práticas de leitura na licenciatura em letras: a formação do leitor

Parahyba, Martha Ribeiro
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 213 f.
POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Pós-graduação em Educação - FFC; Este trabalho de pesquisa tem como objetivo compreender as diferentes formas de apropriação dos escritos, dos alunos da 4a. série, do curso de Licenciatura em Letras, da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE), campus de Foz do Iguaçu, com o foco sobre práticas de leitura, na perspectiva da história cultural. Interessa compreender os diferentes modos de apropriação e representação da leitura de alunos-leitores formandos do curso de Licenciatura em Letras, por meio do exame de suas práticas de leitura. A expressão práticas de leitura designa uma referência à leitura como um ato cultural. Portanto, opera-se teoricamente com contribuições de autores que trabalham com práticas de leitura e práticas de leitura escolar. A abordagem metodológica inclui pesquisa bibliográfica, questionário e entrevista apoiada na história oral.Tais práticas são examinadas a partir da reflexão sobre as narrativas colhidas e as observações realizadas na universidade e nos estágios de docência.; This study aims to comprehend the different forms of appropriation of the writings, by the fourth-grade students of Curso de Licenciatura em Letras, da Universidade Estadual do Oeste do Paraná ( UNIOESTE)...

A coleção de leitura escolar: série Thales de Andrade (1928-1964) : reflexões sobre leitura escolar

Stanislavski, Cleila de Fátima Siqueira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 204 f. : il. color.
POR
Relevância na Pesquisa
36.66%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Educação - FFC; Esta Tese de Doutorado tem como objetivo analisar a constituição de um modelo de leitura escolar instituído pela Coleção de Leitura Escolar: Série Thales de Andrade da Companhia Editora Nacional. Os livros que a compõe são Ler Brincando, Espelho, Vida na Roça, Trabalho, Saudade, Campo e Cidade e Alegria, do autor Thales Castanho de Andrade. Os livros eram destinados para o ensino e aprendizagem nas escolas brasileiras, no século XX. Apresentam características similares entre eles instituindo um modelo de leitura escolar apresentado e agrupado na coleção, definindo-se a partir das idéias educacionais, sociais e culturais do início do século XX. O modelo de leitura era voltado para as escolas isoladas rurais daquele momento. Para a análise foram estudadas a materialidade dos livros (Chartier); documentos editoriais no que se refere às políticas de aquisição dos livros entre Estado e editora; na busca dos leitores pretendidos, encontrados na análise dos dados da editora, do autor e dos próprios livros; e o mercado editorial. Segundo Roger Chartier (1991)...

A Leitura e a Tela

Rocha, Sérgio Luiz Alves da
Fonte: Revista Observatório Publicador: Revista Observatório
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 06/10/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.68%
Este texto originou-se a partir de uma pesquisa de doutorado realizada em uma escola pública de ensino médio do Estado do Rio de Janeiro. O principal objetivo do trabalho era discutir - com professores e alunos - alguns temas relacionados às suas concepções e práticas de leitura, utilizando como recuroso metodológico imagens produzidas pelos sujeitos da pesquisa. Diferentes concepções sobre a leitura, a relação entre a leitura literária e outros tipos de leitura e dessas com as "novas tecnologias", o papel da escola, motivando ou não o acesso aos diferentes suportes e textos, foram alguns dos tópicos discutidos naquele estudo. Durante a realização da pesquisa abordei a leitura como prática cultural, nos termos propostos pela história cultural. Este texto privilegia um recorte desta discussão, abordando a relação entre a imagem, a leitura e a escola. Palavras-chave: Leitura; Jovens; Imagem; Escola; Televisão.   ABSTRACT This paper is a result of a doctoral research, in a public high school in Rio de Janeiro. The main objective of this work was to discuss - with teachers and students - some topics related to their conceptions and practices about reading, throughout pictures that were taken by them during the research. The different ideas about reading...

Teorizações cognitivas sobre o processamento da leitura: contribuições das neurociências

Irigoite, Josa Coelho da Silva; Universidade Federal de Santa Catarina
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Lingüística da UFSC Publicador: Programa de Pós-Graduação em Lingüística da UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Avaliado por pares"; Pesquisa qualitativa Formato: application/pdf
Publicado em 17/09/2012 POR
Relevância na Pesquisa
36.68%
http://dx.doi.org/10.5007/1984-8420.2012v13n3p106As recentes descobertas das neurociências vêm respondendo muitas questões sobre a biologia do homem que o deixam apto para a aprendizagem da leitura e da escrita. As teorizações do psicólogo cognitivista Stanislas Dehaene (2012) sobre o ato de ler são exemplos disso e podem contribuir para as atividades escolares de leitura, sobretudo na fase de alfabetização. Esta resenha traz as principais descobertas desse estudioso, apresentadas na obra recém traduzida no Brasil, Os neurônios da leitura: como a ciência explica a nossa capacidade de ler. Nesse trabalho, o autor esmiúça o “mágico” processo da leitura, desde a decodificação até a atribuição de sentidos, trazendo a hipótese da reciclagem neuronial para explicar a aprendizagem dessa habilidade. Além disso, aponta uma região específica da leitura no cérebro, a occípito-temporal ventral esquerda, e descreve detalhadamente as características da leitura bem como o mecanismo cerebral em tal processo. Trata-se de um estudo cognitivo completo e detalhado sobre o processo da leitura, que merece ser conhecido pelos professores que trabalham com leitura em sala de aula, sobretudo os alfabetizadores. 

Práticas de leitura em meio eletrônicoReading practices in electronic media

Bufrem, Leilah Santiago; Sorribas, Tidra Viana
Fonte: ETD - Educação Temática Digital Publicador: ETD - Educação Temática Digital
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 23/12/2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.68%
Discute a relação livro universitário, leitor e tecnologias, para caracterizar como os estudantes percebem as possibilidades de leitura promovidas pelo livro eletrônico. Busca entender as práticas desse leitor em relação ao novo formato do livro, analisando inicialmente um referencial teórico, para fundamentar a investigação empírica. Aplica um questionário a um conjunto de estudantes, procurando identificar características como freqüência de leitura e tempo a ela dedicado, práticas de leitura, de acordo com o suporte, os dispositivos, o gênero e o acesso. Observa que a leitura é realizada pela maioria dos estudantes na própria tela do computador, ou após a impressão do conteúdo em papel, o que corrobora afirmações obtidas na literatura. Quanto aos aparelhos de leitura, a maioria não os conhece e aqueles que conhecem não os adquiriram. Sobre o tempo destinado à leitura, ratifica o que já se tem sido constatado em pesquisas sobre essa prática, ou seja, o estudante lê pouco, em média 6,5 horas por semana entre os mestrandos e 3,67 entre os graduandos, índice relacionado a todos os tipos de leitura e suporte, em papel ou eletrônico. Conclui que embora ainda não utilizado com freqüência e até pouco apreciado...