Página 12 dos resultados de 995 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Aspectes fonològics del català de la comarca de la Selva

Bosch i Roura, Eva; Lloret, Maria-Rosa
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em //2012 CAT
Relevância na Pesquisa
26.76%
En aquest treball es presenten alguns dels aspectes més destacats de la fonologia del català parlat a la comarca de la Selva. A partir de 34 entrevistes realitzades a informants de dues generacions diferents de 17 municipis selvatans, el treball descriu els trets observats i planteja també una anàlisi de la variació observada entre els diferents municipis i entre les dues franges d'edat enquestades; This paper presents some of the most salient features found in the phonology of Catalan spoken in the region of La Selva, in North-Eastern Catalonia. Using data from 34 interviews carried out with speakers from two age groups in 17 municipalities in La Selva, we describe the phonological features and we analyse the variation observed between the speakers of the two generations and between the different municipalities

Coarticulació i assimilació en fonologia. Dades de moviment lingual sobre els grups consonàntics amb C2=/d/ en català

Recasens, Daniel
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //1995 CAT
Relevância na Pesquisa
26.76%

BONET, Eulàlia i LLORET, Maria-Rosa: Fonologia Catalana, Barcelona, Editorial Ariel, 1998 («Ariel Lingüística»)

Cabré i Monné, Teresa
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: info:eu-repo/semantics/review; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em //1999 CAT
Relevância na Pesquisa
26.76%
Obra ressenyada: Eulàlia BONET i Maria-Rosa LLORET, Fonologia Catalana. Barcelona: Editorial Ariel, 1998.

Fonología entonativa en un discurso de Buenos Aires : asociación fonológica secundaria de T* frente a H

Toledo, Guillermo
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2006 SPA
Relevância na Pesquisa
26.76%
Se analiza la influencia tonal provocada por el tono de frontera de la frase entonativa intermedia (H-) en el acento final precedente (T*). El modelo teórico es métrico y autosegmental (AM). El corpus es un discurso emitido por un informante de Buenos Aires, en lectura formal. Se segmentan las frases entonativas intermedias. Los resultados indican que la presencia de H- delante de los acentos precedentes cambia la asociación fonológica. El T* en ítems paroxítonos presenta un fenómeno de posrealización tonal, el primitivo es L*+H debido al ascenso en la sílaba postónica. Este patrón es similar para el T* en palabras proparoxítonas. En el T* dentro de ítems oxítonos, la asociación fonológica tiene lugar en la sílaba acentuada y coincide con el tono ascendente. El primitivo es L+H*. Los resultados sugieren una asociación fonológica secundaria del último acento con el tono de frontera.; The tonal influence of the intermediate phrase edge rising tone (H- on the preceding final accent (T*) is analyzed. The model is Autosegmental Metrical (AM). The corpus is composed of a discourse emitted by an informant of Buenos Aires, in formal reading style. Intermediate phrases (ip H-) were segmented for analisis. The results indicate that the presence of the H- in front of the last tonal accent causes changes in the phonological association. Paroxytones T* presents overshooting...

Fonología contrastiva del portugués y el castellano una caracterización de la interlingua fónica de los castellanohablantes que aprenden portugués /

Férriz Martínez, Ma. Carmen
Fonte: Bellaterra : Universitat Autònoma de Barcelona, Publicador: Bellaterra : Universitat Autònoma de Barcelona,
Tipo: Tesis i dissertacions electròniques; info:eu-repo/semantics/doctoralThesis Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em //2001 SPA; SPA
Relevância na Pesquisa
26.76%
Consultable des del TDX; Títol obtingut de la portada digitalitzada; Esta investigación teórica pretende servir de herramienta de consulta accesible para el profesor de portugués como lengua extranjera. En la primera parte se plantean los objetivos: (1) establecer el sistema fonológico segmental del portugués atendiendo a las variedades europea y brasileña, (2) realizar el análisis contrastivo de las descripciones de los sistemas castellano y portugués, y (3) caracterizar la interlengua fónica de los castellanohablantes que aprenden portugués. Asimismo, en esta parte, se nos introduce en el marco teórico de la lingüística contrastiva, en la adquisición de la fonología y en el concepto de interlengua fónica del aprendiente de segundas lenguas. En la segunda parte se describen, desde el punto de vista del estructuralismo y partiendo de los rasgos tradicionales de base articulatoria, los sistemas fonológicos segmentales de los estándares del castellano y del portugués. La descripción del portugués ofrece un sistema unitario que abarca las variedades europea y brasileña (carioca). A partir del orden fonológico establecido para el portugués, se describe la articulación de los alófonos correspondientes a cada fonema y se restringe su distribución (primer objetivo). En la tercera parte se lleva a cabo el análisis contrastivo de los dos sistemas fonológicos descritos (segundo objetivo)...

Fonética e fonologia portuguesas: um modelo didático latoratorial; Portuguese Phonetics and Phonologie: a Teching Laboratorial Model

Masip, Vicente
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2015 POR
Relevância na Pesquisa
26.76%
As línguas naturais são veículos orais de comunicação que eventualmente se escrevem. É muito importante refletir sobre os sons do português, usando todos recursos que a tecnologia coloca ao nosso dispor, especialmente os laboratórios fonéticos, que nos permitem gravar mensagens, analisá-las, diagnosticá-las e transmiti-las. Propomos um modelo, em duas fases, a primeira mais simples e a segunda mais elaborada, que poderá ser usado como suporte para o ensino da língua portuguesa a nativos e a estrangeiros e, especialmente, como instrumento de pesquisa capaz de detalhar o registro dos sons, seus traços segmentais e prosódicos; a partir da investigação sonora que sugerimos, será possível estabelecer contrastes, identificar convergências e divergências e esclarecer ambiguidades e equívocos, procedimentos especialmente úteis para professores do ensino fundamental, que carecem de instrumentos para fazer a ponte entre a fala e a escrita, carência que se reflete na pobreza de resultados obtidos na alfabetização de crianças, jovens e adultos brasileiros. A pesquisa do som, que até alguns anos atrás constituía uma atividade complexa e onerosa, foi progressivamente simplificada e barateada até se tornar uma ferramenta ao alcance de todos.; Natural languages are oral communication vehicles that eventually are written. It is very important to reflect on the sounds of the Portuguese language...

Acerca dos diferentes graus de distinção em fonologia: o caso dos fonemas portugueses em dissílabos do tipo CVCV; Título em inglês

Viaro, Mário Eduardo; Guimarães-Filho, Zwinglio O.
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 02/06/2010 POR
Relevância na Pesquisa
26.76%
o conceito estruturalista de fonema se define como o menor unidade segmental deuma língua, depreensível por meio de contrastes de pares mínimos. Entretanto, o número deprodutos em cada oposição é muito distinto. As diferenças da função distintiva são analisadasnesse artigo a partir do conjunto de todas as palavras portuguesas que tenham a estruturaCVCV encontradas no dicionário Houaiss O efeito da inclusão de formas flexionadas, bemcomo de palavras com baixa frequência de uso também é levado em conta. Outras perspectivasde análises são possíveis, além das tradicionais, para a questão da distinção fonológica.; The concept phoneme, from point of view of the Structuralism, is defined as the smallest segmental unit of a language which is apprehensible by means of contrasts of minimum pairs. Nonetheless, the number of products in each opposition is very dissimilar. The differences of the distinguishing function are analyzed in this paper by means of the set of all Portuguese words from the Houaiss dictionary which has the CVCV structure. The effect of the inclusion of inflected forms, as well as of words with a low use frequency is also considered. Other perspectives of analysis are possible for the question of the phonological distinction...

THE EXPERIMENTAL PHONOLOGY

Demolin, Didier; Université Stendhal
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 21/06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
26.76%
O presente artigo mostra que o uso de métodos experimentais permite formular hipóteses sobre a categoria fonológica e seu primitivo, bem como sobre a maneira como o falante controla seus articuladores. O objetivo é demonstrar que problemas e hipóteses fonológicos podem ser formulados e testados através do método experimental. Hipóteses falsificáveis são parte do interminável progresso do esforço científico, do qual o estudo da linguagem e a fonologia são partes inegáveis.

REPRESENTAÇÕES MENTAIS NA AQUISIÇÃO DA LINGUAGEM ORAL E ESCRITA

Silva, Thaís Cristófaro; Universidade Federal de Minas Gerais
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 20/06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
26.76%
Este artigo pretende contribuir com o debate sobre a natureza das representações mentais ao discutir aspectos da linguagem infantil tanto oral quanto escrita. Dois estudos de casos foram considerados. Miranda (2007) contribui com a discussão de aspectos relacionados com a aquisição da linguagem oral e Greco (2009) contribui com a discussão da aquisição da linguagem escrita. Os resultados analisados à luz da Fonologia de Uso (Bybee 2001, 2010) e da Teoria de Exemplares (Johnson, 1997, Pierrehumbert 2001) indicam que as representações mentais contêm detalhes fonéticos finos e que as mesmas podem ser alteradas ao longo do curso de vida de um indivíduo. Estes resultados indicam que as representações mentais devem ser gradientes, multi-representacionais e dinâmicas. Sugerimos, neste contexto, que a experiência e o uso são cruciais para a organização e o gerenciamento do conhecimento linguístico.

REDUÇÃO VOCÁLICA EM POSTÔNICA FINAL

VIEIRA, Maria José Blaskovski; Universidade Federal de Pelotas (UFPel); CRISTÓFARO SILVA, Thaís; Universidade Federal de Minas Gerais UFMG/CNPq)
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 10/08/2015 POR
Relevância na Pesquisa
26.76%
Este artigo tem como objetivo discutir as formas de realização fonética da vogal anterior postônica final no português falado na cidade de Santana do Livramento/RS. Estudos anteriores (Schmitt, 1987; Vieira, 1994) mostram que nessa comunidade a vogal anterior postônica final pode ocorrer como vogal média [e] ou como vogal alta [i]. Pautando-se na hipótese de redução vocálica como consequência de uma estratégia global do Português Brasileiro (PB), este artigo discute a implementação da trajetória [e] > [i] > Ø em posição postônica final a partir da Fonologia de Uso (Bybee, 2001, 2006) e da Teoria dos Exemplares (Johnson 1997, Pierrehumbert 2001, Foulkes e Docherty 2006). Os resultados apontam para a ocorrência de um padrão inovador que consiste no apagamento da vogal átona final. A presença de consoante fricativa adjacente à posição postônica final favorece a redução vocálica, assim como a ocorrência de uma vogal alta em posição tônica da palavra. Efeitos de frequência lexical são considerados e discutidos à luz da perspectiva teórica assumida. Sugestões para o desenvolvimento de pesquisas futuras são apontadas: confluência de efeitos de frequência ou contextos alternativos. 

A REESTRUTURAÇÃO ACENTUAL DO PB MEDIANTE O APAGAMENTO DA VOGAL POSTÔNICA MEDIAL

SILVA, André Pedro da; Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 08/08/2015 POR
Relevância na Pesquisa
26.76%
O presente trabalho visa discutir sobre o processo de apagamento da vogal postônica medial em nomes, no dialeto da cidade de Sapé, localizada no interior da Paraíba. Alguns estudos apontam que, com esse apagamento, certos processos são desencadeados, como a ressilabação, a assimilação e a reestruturação dos pés métricos, um fenômeno ligado diretamente à síncope e, por isso, tomado como ponto principal desta discussão. Uma das características desse apagamento é apresentar uma mudança de padrões, ou seja, desencadear um processo que transforma palavras com padrão de acento marcado em um padrão acentual não marcado. Assim, parte-se do pressuposto de que as sílabas, no português brasileiro (PB), tendem a se estruturar em troqueus binários, da direita para a esquerda, e que o peso silábico deve ser levado em consideração nesse processo. Além disso, as exceções à regra devem ser explicadas por meio de outros argumentos - como a extrametricidade - para que se ajustem a essa regra. Assim como Bisol e Wetzels, defende-se aqui que o PB é sensível ao peso silábico em não verbos e se acredita em uma estruturação deles em pés binários trocaicos. E, para a discussão deste trabalho...

Vogais nasais do português brasileiro: reflexões preliminares de uma revisita; Nasal vowels in Brazilian Portuguese: preliminary considerations in a revisit

Medeiros, Beatriz Raposo de; USP - Departamento de Lingüística
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/save
Publicado em 29/10/2009 POR
Relevância na Pesquisa
26.76%
This articles proposes a reflection about the nasal vowel phenomenon in Brazilian Portuguese by analyzing the biphonemic proposal and acoustic phonetic production features to propose a representation which is able to capture its variability. Although nasal vowels have formant patterns as regular as their oral counterparts, it remains difficult to estimate the precise limit between two phonemes or even two phases (biphasic proposal, an alternative to thebiphonemic proposal). In this way, the existence of a purely oral portion in the beginning of the vowel is called into question. Also discussed is the variable nature of the nasal murmur, usually present in syllabic contexts in which the nasal vowel precedes an obstruent, but absent when it precedes a fricative. It can be concluded that the variable nature of the nasal vowel is better explained by a dynamical perspective as the one proposed by Articulatory Phonology. Finally, a first approximation of the treatment of nasal vowels is proposed with the dynamical approach.; Este artigo propõe reflexões acerca do fenômeno da vogal nasal que versam desde a proposta bifonêmica para tratar tais vogais no português brasileiro, passando pela sua realização fonéticoacústica...

Ciência da Fala: desafios teóricos e metodológicos

Cristófaro Silva, Thaïs; UFMG, CNPq, FAPEMIG; Cantoni, Maria; UFMG; Barbosa, Liliane; UFMG, UNIMONTES
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 02/03/2012 POR
Relevância na Pesquisa
26.76%
Este artigo tem por objetivo principal discutir aspectos teóricos e metodológicos relacionados com a Ciência da Fala na expectativa de apontar desafios atuais e indicar possíveis caminhos para avanço nesta área do conhecimento. Na área da Lingüística a fonética e a fonologia são as disciplinas que tradicionalmente se ocupam da investigação da fala. Outros domínios do conhecimento também dedicam atenção à Ciência da Fala, dentre estes a psicologia, a fonoaudiologia, a neurociência e a tecnologia de fala. Assim, este artigo deverá contribuir com o debate teórico e metodológico na área da Lingüística e também em outros domínios do conhecimento.

Um debate sobre a natureza dos primitivos de percepção da fala

Nishida, Gustavo; Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 20/03/2015 POR
Relevância na Pesquisa
26.76%
O objetivo deste trabalho é apresentar um “debate” ocorrido entre John Ohala e Carol Fowler em 1996 no qual discutiam qual é a natureza da percepção da fala. Sua apresentação é importante, pois há um hiato com relação às discussões sobre a natureza da percepção de fala. O problema é colocado na década de 50 (com os achados de Liberman e colegas nos Laboratórios Haskins) e somente é retomado em 1996 com esse “debate”.A análise dessa troca de textos mostra que os primitivos perceptuais seguem as propostas de primitivos de análise das teorias fonológicas, uma vez que no Estruturalismo acreditava-se numa concepção auditiva (acústica) sobre a percepção, enquanto ela passa a ser de natureza abstrata e mental no Gerativismo e real e ecológica no arcabouço dinâmico.É sobre esse panorama histórica que o debate entre Ohala e Fowler ilustra de maneira pontual que não há consenso entre os pesquisadores sobre a natureza da percepção da fala. A nossa proposta é a de que esse fato existe porque cada um dos debatedores se situa em um recorte epistemológico que, por sua vez, considera fenômenos distintos como relevantes para sustentar cada uma de suas propostas teóricas, a saber: enquanto Ohala sustenta seus argumentos com base em evidências fonológicas de natureza acústica...

Desempenho Funcional dos Fonemas — A Fonologia ou Fonêmica

Mansur Guérios, R. F.
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 25/11/2010 POR
Relevância na Pesquisa
26.76%
Desempenho Funcional dos Fonemas —A Fonologia ou Fonêmica

PELA INCORPORAÇÃO DE INFORMAÇÃO FONÉTICA AOS MODELOS FONOLÓGICOS

Silva, Adelaide H. P.
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 22/12/2004 POR
Relevância na Pesquisa
26.76%
A literatura fonética atual tem apresentado exemplos de fatos que, embora usualmente tidos como categóricos são, na verdade, gradientes, i.e., dispõem-se ao longo de um contínuo físico, como é o caso de várias alofonias. Além disso, essas alofonias se mostram sensíveis a fatos gramaticais – como a prosódia – de línguas específicas. Dada a natureza do primitivo de análise adotado pelas teorias fonológicas, elas não conseguem representar os fatos gradientes. A Fonologia Articulatória (Browman; Golstein, 1986; 1989; 1990; 1992), porém, ao propor um novo primitivo de análise – o gesto articulatório, definido em termos dinâmicos por uma equação que descreve um movimento oscilatório simples –, dá conta de representar os fatos gradientes sem precisar recorrer a regras transformacionais, dado que o gesto é também uma unidade abstrata. Este texto, então, expõe os pressupostos desse modelo, buscando observar como se dá essa “tradução” do gradiente no simbólico e buscando apresentar brevemente o modelo, até agora muito pouco conhecido por pesquisadores brasileiros. Abstract Recent phonetic literature argues that some phenomena treated as categorical by traditional phonological literature are gradient indeed. Some allophonies...

Técnica composicional aplicada ao desenvolvimento fonológico

Paulinyi, Zoltan
Fonte: Música e Linguagem - Revista do Curso de Música da Universidade Federal do Espírito Santo Publicador: Música e Linguagem - Revista do Curso de Música da Universidade Federal do Espírito Santo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 03/02/2013 POR
Relevância na Pesquisa
26.76%
Inversão e retrogradação de materiais sonoros encontram justificativa metafísica independente da contingência perceptiva pelo ouvinte. Essa mesma justificativa aplica-se ao uso operacional de inversão e retrogradação em textos vocais. Para isso, os fonemas são representados num plano cartesiano onde as vogais ocupam o eixo vertical e as consoantes o eixo horizontal. Esta representação permite definir a inversão fonética como a troca de sentido do fonema nesse plano cartesiano. Duas peças de Zoltan Paulinyi exemplificam o uso artístico desta técnica. "Alegria" (2012), para soprano e dois trompetes, foi estreada em Évora, Portugal, antes de "Bêlar" para coro a 4 vozes. Ambas as peças utilizam um texto muito curto e simples com a finalidade de enfatizar a aplicação de operações apofônicas de inversão e retrogradação da fonologia vetorial.

Editorial

Matte, Ana Cristina Fricke; Laboratório SEMIOTEC/UFMG e Grupo Texto Livre.
Fonte: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion;
Publicado em 25/11/2009 PT
Relevância na Pesquisa
26.76%
É com orgulho que a Revista Texto Livre: Linguagem e Tecnologia publica o volume 2, número 2 de 2009. Muitos percalços foram vencidos para viabilizar esta publicação, a qual traz cinco artigos inéditos.Na seção de Documentação em Software Livre, Joana Ziller traz "BLOGS SOBRE SOFTWARE LIVRE: O QUE SE PUBLICA?", um trabalho sobre a utilização de blogs na divulgação, discussão e documentação de software livre, fazendo uma interessante análise do conteúdo veiculado nos blogs dedicados ao assunto.A seção Semiótica e Tecnologia traz dois artigos. O "SEMIOTIZANDO DADOS FONÉTICO-ACÚSTICOS: O SENTIDO DA EXPRESSÃO DA FALA NO JORNAL NACIONAL", de autoria de Conrado Moreira Mendes, faz uma análise semiótica e fonética de notícias online publicadas em formato de vídeo na página do Jornal Nacional, da Rede Globo de Televisão. Já o artigo de Woodson Fiorini de Carvalho, "AS REDES DE RELACIONAMENTO E OS SITES DE NAMORO E AMIZADE", analisa as redes sociais em sites de amizade e de namoro, enquanto herdeiras de uma internet interativa, sob uma perspectiva da semiótica greimasiana.A última seção dedica-se ao tema Linguística e Tecnologia. Nesse escopo, Daniervelin Renata Pereira traz uma discussão sobre conceitos na pesquisa acadêmica...

A variação fonológica na aquisição com desviosDOI:10.5007/1984-8420.2011v12n1p1

Lazzarotto-Volcão, Cristiane; Universidade Federal de Santa Catarina
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Lingüística da UFSC Publicador: Programa de Pós-Graduação em Lingüística da UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Avaliado por pares"; Pesquisa analítico-descritiva Formato: application/pdf
Publicado em 19/02/2012 POR
Relevância na Pesquisa
26.76%
O fenômeno da variação fonológica integra o processo de aquisição da fonologia, seja normal ou desviante. Este trabalho tem como objetivo analisar o fenômeno da variação fonológica presente na fala de um sujeito com Desvio Fonológico (DF). A análise deu-se com base na proposta de Bonilha e Matzenauer (2003), a qual está fundamentada pela Teoria da Otimidade – OT. Os resultados evidenciaram que a proposta é capaz de representar os dados de variação linguística, aqui estudados.

Phonological processes of the dialectal portuguese revisited:the CODA /S/; Processo fonológicos do português revisitados: CODA /S/

Brenner, Teresinha de Moraes; Universidade Federal de Santa Catarina Centro de Comunicação e Expressão Departamento de Língua e Literatura vernáculas
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Lingüística da UFSC Publicador: Programa de Pós-Graduação em Lingüística da UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; "Avaliado por pares"; ; Formato: application/pdf
Publicado em 19/09/2012 POR
Relevância na Pesquisa
26.76%
Abstract: Multilinear phonology, through the approach of the geometry of phonological features, provides a singular interpretation to linguistic variation. The phonological component, when focused in a plurilinear way, permits phonemic properties or segments to get co-articulated with elements from the same or other levels. Every phonological process implies different geometric configurations and follows universal principles and particularparameters to each language. The lexical abstract level virtually preserves all the varieties. In the specific case of Portuguese, it is possible to confirm through the dialects of fishermen and “rendeiras” of Florianópolis, the multilinear description of phonological processes observed in the coda position, like assimilation, epenthesis, deletion, metathesis, among others. ; http://dx.doi.org/10.5007/1984-8420.2012v13n1p79A fonologia multilinear propicia, sob o enfoque da geometria dos traços, uma interpretação singular da variação linguística. O componente fonológico, recortado plurilinearmente, faculta que propriedades fonêmicas ou segmentos se co-articulem com elementos do mesmo ou de outros níveis. Todo processo fonológico implica configurações geométricas variadas e obedece a princípios universais e a parâmetros peculiares a cada língua. O nível abstrato lexical preserva virtualmente todas as variedades. No caso do português...