Página 11 dos resultados de 1305 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

A utopia do envelhecer saudável nas ações coletivas dos grupos da terceira idade

Portella, Marilene Rodrigues
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 157 f.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
26.96%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem.; Os objetivos deste estudo constituíram-se em: compreender como a utopia do envelhecer saudável se torna possível nos projetos alternativos dos grupos de terceira idade (GTIs) e verificar se tais ´projetos se constituem em canais de aprendizagem para construção da cidadania e de que forma os GTIs tem trabalho para erradicar as desigualdades e discriminações sociais para com os mais velhos. Adotou-se como fundamentação teórico-metodológica a noção de movimentos sociais como uma rede de movimentos, proposta por Scherer-Warren. Conclui-se que os GTIs são formas de ações coletivas, criadas por aqueles que se encontram na chamada terceira idade, em parceria com outros atores sociais. Articulando-se com a escola, com a universidade, como o poder público, com centros comunitários, com profissionais interessados nas questões gerontológicas estão exercitando sua cidadania e lutando contra a exclusão social da velhice. A utopia de transformação da velhice concretizou-se nas mais variadas formas, desde a participação em festas e festejos, passando pelo engajamento em atividades comunitárias...

Sou senhora

Siqueira, Mônica Soares
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.96%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social; Esta dissertação apresenta um estudo antropológico sobre travestis na velhice. O foco central da pesquisa foi o de descortinar, tendo como referência suas histórias de vida, os significados e implicações do processo de envelhecimento para esses sujeitos. A hipótese que permeou meu projeto de pesquisa foi de que esses sujeitos são vítimas de um duplo processo de marginalização, por serem travestis e velhos. A pesquisa etnográfica foi realizada na cidade do Rio de Janeiro, sendo seu universo principal composto por cinco travestis entre 59 e 79 anos de idade. Concluímos que, ao mesmo tempo que procuram construir uma representação até certo ponto positiva da velhice, quando buscam salientar que vivem uma fase mais tranqüila, com melhor qualidade de vida, ou que estão na melhor fase de suas vidas, chamam atenção para as dificuldades em atingir uma idade avançada. Envelhecer significa atingir um status superior perante o grupo mais amplo de travestis e, num sentido mais abrangente, perante a sociedade como um todo, revelado pelo fato de serem permanentemente confundidas com senhoras em suas relações cotidianas. Elas querem envelhecer...

Velhice e políticas públicas: um estudo preliminar das percepções dos idosos junto ao grupo Antonieta de Barros - SESC Florianópolis

Lemos, Jéssica
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 88 f.
Relevância na Pesquisa
26.96%
TCC (Graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Socioeconômico. Serviço Social.; O presente trabalho procura tecer reflexões sobre a velhice e políticas públicas de atenção ao idoso, com o objetivo de identificar as percepções que os idosos do Grupo Antonieta de Barros PSIE – SESC Florianópolis, possuem a cerca desta temática. O estudo foi desenvolvido através de uma pesquisa de campo, bibliográfica e documental. Para auxiliar a compreensão do objeto de estudo, foi analisado o processo de envelhecimento, considerando os estigmas e qualidade de vida para este segmento populacional. Tivemos como base a construção histórica dos direitos dos idosos, através da ampliação da cidadania a partir da Constituição Federal de 1988, e os mecanismos específicos direcionados a população idosa como a Política Previdenciária, Política Nacional do Idoso e Estatuto do Idoso. Consideramos o contexto histórico em que surgiu o SESC e o Trabalho Social com Idosos, bem como o trabalho realizado pelo Serviço Social junto a esta instituição na unidade Prainha. Buscamos compreender três categorias centrais que nortearam nosso trabalho: Velhice, Preparação para esta fase da vida e Políticas Públicas de Atenção ao Idoso...

Do Princípio a atualidade: as transformações no trabalho com grupos de idosos no SESC - Florianópolis/SC

Rech, Angela
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Relevância na Pesquisa
26.96%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econômico, Curso de Serviço Social.; Este estudo exploratório realiza um resgate histórico do trabalho desenvolvido pelo Serviço Social do Comércio (SESC), em Florianópolis/SC. no que se refere ao trabalho com Grupos de Idosos. Tem como questão norteadora identificar as causas das mudanças e as permanências no trabalho com grupos de Idosos e se estas foram decorrentes das demandas dos usuários, das transformações da profissão, ou das necessidades da instituição. Inicialmente foi realizada uma abordagem sobre a questão do envelhecimento: sobre como a velhice era visualizada em sociedades nômades. o processo de envelhecimento no Brasil, os conceitos utilizados para denominar o processo de envelhecimento e foi feito um res gate da questão da velhice no Brasil. A seguir. apresentase o trabalho desenvolvido pelo SESC e as influências políticas. econômicas e sociais sofridas pela instituição e o inicio do trabalho com Grupos de Idosos no Brasil com as mudanças institucionais ocasionadas pela realidade social. Em seguida, faz-se uma tentativa de resgate sobre como se deu o início do trabalho com Grupos de Idosos em Florianópolis SC, os fatores que antecederam a criação do primeiro grupo e como isso ocorreu...

Velhice e envelhecimento: qualidade de vida para os idosos inseridos nos projetos SESC-Estreito

Silva, Vanessa
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Relevância na Pesquisa
26.96%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio Econõmico, Curso de Serviço Social; Este trabalho tem como objeto a compreensão de qualidade para os idosos participantes das atividades desenvolvidas no SESC-Estreito - Setor de Grupos. Tem por objetivo identificar o que os idosos inseridos nos projetos do SESC-Estreito compreendem por qualidade de vida. São objetivos específicos do trabalho: desvendar o que os idosos inseridos nos projetos do SESC-Estreito entendem por qualidade de vida e identificar a relação entre a melhoria da qualidade de vida dos idosos após sua inserção nos projetos da instituição. Para realização do estudo utilizou-se pesquisa exploratória do tipo qualitativa, com aplicação de um questionário com perguntas abertas e fechadas, tendo como universo 16 idosos participantes das atividades do Setor de Grupos do SESC-Estreito. Para elaboração deste trabalho foram fundamentais autores como: Beauvoir (1990 e 1970), Neri (2007), Paschoal (2000, 2002 e 2006) e Salgado (1988 e 2007). Na primeira seção faz-se um resgate de concepções de envelhecimento e velhice distinguindo estes dois processos inerentes aos seres humanos. Aborda-se, também, uma contextualização sobre as mudanças relativas ao idoso no Brasil e no mundo e a posição das sociedades perante estas mudanças. Ainda na primeira seção faz-se um resgate histórico da proteção social ao idoso...

Mudanças fisiológicas e psicológicas na velhice relevantes no tratamento odontológico; Physiologic and psychological changes in old age considerable in dental treatment

Silva, Eulália Maria Martins da; Silva Filho, Cícero Eleutério da; Fajardo, Renato Salviato; Fernandes, Aline Úrsula Rocha; Marchior, André Vinícius
Fonte: Pró-Reitoria de Extensão Universitária – PROEX, da Universidade Estadual Paulista – UNESP Publicador: Pró-Reitoria de Extensão Universitária – PROEX, da Universidade Estadual Paulista – UNESP
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
26.96%
O envelhecimento faz parte de um processo natural do organismo. Em muitos países, o grupo que cresce mais rapidamente é o de idade mais avançada, refletindo o resultado de novas terapias, estratégias preventivas e programas de controle de natalidade. Nesta etapa da vida, é comum surgirem algumas limitações físicas e, isto pode influenciar no aspecto psicológico alterando a rotina de alguns pacientes e seus familiares. O propósito deste trabalho foi apresentar mudanças ocorridas na terceira idade, através de uma revisão de literatura, correlacionando-as ao tratamento odontológico. ____________________________________________________________________________________ ABSTRACT; The aging is part of natural process in organism. In many countries, the group of age more advanced is the group what more quickly increases; it reflects the result of news therapy, programs of natality control and preventives strategy. In that stage from the life frequently appear some physical limitations and it can to perturb the routine of some patients and of theirs relative. The purpose from this paper was to show changes occurr ed in seniors, through of a literature revision in correlation to the dental treatment.

O envelhecimento populacional e as políticas sociais: região de Viseu

Tavares, Gabriela de Paiva Figueiredo
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.96%
Segundo os Censos 2001 e 2011, Portugal apresenta uma evolução positiva no envelhecimento da população (INE, 2002; INE, 2012 b). Velhice e envelhecimento populacional têm significados diferentes, no entanto mantêm alguma relação. Enquanto a velhice pode ser definida num âmbito mais individualizado, o segundo termo caracteriza-se por o número de idosos com mais de 65 anos por cada 100 jovens, entre os 0 e os 14 anos. Para fins estatísticos, a entrada na terceira idade inicia-se aos 65 anos. O Estado tem uma forte intervenção na ação social, em Portugal, refletindo-se na sustentabilidade da economia e do próprio sistema de ação social, em virtude das receitas dependerem predominantemente de transferências do Orçamento de Estado. O nosso trabalho procura investigar a realidade das respostas sociais destinadas à população com 65 e mais anos, na região de Viseu de forma a conhecer quais as necessidades prementes da população de idosos e se as respostas sociais se ajustam a essas necessidades. Para o efeito, foi efetuada uma recolha de dados com um inquérito por questionário às diretoras técnicas das respostas sociais Estruturas Residenciais para Idosos (Lar de Idosos), Serviço de Apoio Domiciliário, Centro de Dia...

O espelho da velha: imagens da velhice institucionalizada

Pavão, Cecília do Rosário Farias
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 16/02/2014 POR
Relevância na Pesquisa
26.96%
Dissertação de Mestrado, Ciências Sociais, 16 de Maio de 2014, Universidade dos Açores.; O objetivo desta dissertação é dar conta da forma como se produzem as imagens ou construções sociais acerca da velhice institucionalizada, sobretudo na esfera individual dos idosos internados permanentemente em equipamentos destinados à velhice dependente. Analisa-se a formação das categorias sociais e a influência dos principais agentes dessa construção e o impacto que a instituição tem, quer no quotidiano dos institucionalizados, quer no seu processo identitário. O trabalho empírico consiste na leitura das autoimagens dos velhos em situação de institucionalização.; ABSTRACT: The goal of this dissertation is to explain the way how are produced the images of old age in a nursing home, especially in the olds individual sphere, who are living permanently in an establishment created to accept the dependent elderly. We analyze the construction of the social categories and the influence of their most important agents, such as their impact in the olds quotidian and identity’s process. The empirical work consists on reading the personal images of the elderly situation in the nursing home.

Modernidade e gestão da velhice

Santos, José Manuel Figueiredo; Encarnação, Maria Fernanda Neves da Silva
Fonte: Centro Regional de Segurança Social do Algarve Publicador: Centro Regional de Segurança Social do Algarve
Tipo: Livro
Publicado em //1998 POR
Relevância na Pesquisa
26.96%
Este trabalho pretende encaminhar a discussão da velhice em dois grandes planos: o primeiro procura analisar as condições de experiência da velhice na actualidade. O segundo insiste na exploração das formas de dominação de modelos de comportamento social entrincheirados na estrutura económica, social e política da sociedade que se abatem sobre esse mesmo idoso.

Os idosos e a realidade da velhice

Steagall-Gomes,Daisy Leslie; Scatena,Tereza Cristina
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1983 PT
Relevância na Pesquisa
26.96%
Com o objetivo de conhecer o que acontece com as pessoas que envelhecem e o que elas dizem ser o envelhecimento, as autoras realizaram um trabalho de pesquisa através de entrevistas com pessoas idosas, num total de 93. Dessas, 55 eram albergadas em instituições filantrópicas para idosos e 38 residiam na comunidade. Os resultados obtidos mostram relações da velhice com o trabalho, a família, e a saúde, evidenciando que os chamados fatores sociais influem no envelhecimento e no modo pelo qual as pessoas vivem a sua velhice.

Concepções teórico-filosóficas sobre envelhecimento, velhice, idoso e enfermagem gerontogeriátrica

Santos,Silvana Sidney Costa
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
26.96%
Foi objetivo deste ensaio direcionar a reflexão/criticidade acerca das concepções teórico-filosóficas sobre os conceitos de envelhecimento/idoso/velhice, enfermagem gerontogeriátrica. Foram utilizados referenciais da enfermagem, gerontologia e da complexidade de Morin como embasamento teórico. A gerontologia continua sendo uma ciência nova no Brasil, emergente, em ascensão, caminhando para a necessidade de se implementar ações voltadas à melhoria da qualidade de vida dos que estão envelhecendo e garantia de autonomia e independência dos que já integram a velhice. Há necessidade de se estabelecerem termos aproximados para que se der uma linguagem comum dentre os trabalhadores da saúde/enfermeiros que atuam, desejam atuar nessa área ou àqueles que se preocupam em usar termos apropriados em referência à gerontologia.

Análise psicossocial da violência contra idosos

Araújo,Ludgleydson Fernandes de; Lobo Filho,Jorgeano Gregório
Fonte: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
26.96%
O objetivo deste estudo foi apreender as representações sociais de idosos de Fernando de Noronha-PE acerca da violência na velhice. A amostra foi não-probabilística, intencional e acidental, constituída por 50 idosos, de ambos os sexos (60% feminino e 40% masculino), com média de idade de 64 anos, que responderam à Entrevista Semi-Estruturada e ao Teste de Associação Livre de Palavras (TALP). Os dados apreendidos pelo TALP foram analisados pelo software Tri-Deux-Mots, através da análise fatorial de correspondência, enquanto os dados da entrevista foram submetidos à Análise de Conteúdo Temático de Bardin (2002). Observou-se que a violência contra idosos foi objetivada em expressões como abandono, negligência, agressão física e desrespeito. As medidas preventivas contra a violência na velhice foram representadas pelas expressões denúncia, punição, políticas públicas e cuidados.

O desafio da clínica psicanalítica com idosos

Reis Filho,José Tiago dos; Santos,Gisela de Carvalho
Fonte: Departamento de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro Publicador: Departamento de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
26.96%
O texto narra uma experiência de atendimento psicoterapêutico de referência psicanalítica de um sujeito idoso, realizada durante o estágio de uma estudante de graduação em Psicologia. A velhice, enquanto categoria, é aqui discutida, enfatizando seus aspectos sociais e psíquicos. Articular os conceitos de velhice, doença, clínica psicanalítica e multidisdiplinaridade foi um desafio apresentado à jovem terapeuta e seu supervisor psicanalista. Dessa forma, partimos do conceito de clínica ampliada e elaboramos uma crítica ao atual sistema de saúde, que oferece um atendimento precário a seus usuários e, principalmente, à população idosa, que tem crescido cada vez mais.

O velho na propaganda

Debert,Guita Grin
Fonte: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu Publicador: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2003 PT
Relevância na Pesquisa
26.96%
O artigo trata das imagens de mulheres e homens velhos na publicidade. Com base em entrevistas, realizadas com os criadores das propagandas, ativistas da questão da velhice e através de uma dinâmica com um grupo da terceira idade, é analisado um corpus de propagandas apresentadas na televisão nos anos 90. O argumento central é que estas imagens são ativas na produção da "reprivatização do envelhecimento", que implica sua transformação num problema dos indivíduos considerados incapazes de se envolver em atividades motivadoras, deixando de adotar formas de consumo e estilos de vida adequados para evitar a velhice.

Vulnerabilidade social, individual e programática em idosos da comunidade: dados do estudo FIBRA, Campinas, SP, Brasil

Rodrigues,Natália Oliveira; Neri,Anita Liberalesso
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
26.96%
Condições socioculturais e econômicas interagem com os processos biológicos ao longo da vida, determinando vulnerabilidade ou resiliência na velhice. O objetivo foi investigar relações entre vulnerabilidade social (gênero, idade e renda); individual (comorbidades, sinais e sintomas, incapacidade funcional, suporte social percebido e saúde percebida) e programática (índices de SUS-dependência e de vulnerabilidade social e acesso aos serviços de saúde) em amostra de indivíduos com 65 anos e mais. Participaram 688 idosos recrutados em domicílio, em 88 setores censitários urbanos sorteados, em Campinas, SP. Os dados (de autorrelato) foram obtidos em sessão única de coleta. Dos entrevistados, 470 eram mulheres, com mais comorbidades e sinais e sintomas, mas mais envolvidas em atividades avançadas de vida diária (AAVD) e atividades instrumentais de vida diária (AIVD) do que os homens. A média de idade foi 72,28 ± 5,41 anos e a de renda familiar 4,72 ± 5,28 salários mínimos. As variáveis que melhor explicaram a variabilidade dos dados foram acesso e uso de serviços de saúde, índices de SUS-dependência e de vulnerabilidade social e renda familiar. Condições sociais e renda familiar covariam com vulnerabilidade individual na velhice.

Velhice e a relação com idosos: o olhar de adolescentes do ensino fundamental

Gvozd,Raquel; Dellaroza,Mara Solange Gomes
Fonte: Universidade do Estado do Rio Janeiro Publicador: Universidade do Estado do Rio Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
26.96%
OBJETIVO: analisar a percepção de estudantes da 6ª série de uma escola pública do norte do Paraná sobre a velhice. METODOLOGIA: realizou-se estudo individuado, observacional e transversal; a coleta de dados ocorreu através da aplicação de questionário na escola. RESULTADOS: 87% adolescentes afirmaram já ter convivido com pessoas idosas (70,7%); 88,5% consideraram esse convívio positivo e 11,5% avaliaram de forma indiferente, nenhum dos participantes considerou a qualidade do convívio com a pessoa idosa como negativa. Muitos adolescentes possuem percepções positivas sobre o envelhecer, percepções negativas existem, mas com menor frequência. A percepção sobre envelhecimento foi analisada através da associação com as variáveis: sexo, escolaridade do chefe da família e convívio com idosos. Sexo e o convívio com idosos podem estar associados a algumas concepções, não sendo possível, entretanto, comprovar uma tendência positiva ou negativa. CONCLUSÃO: espera-se com este estudo contribuir para que o educador possa realizar uma abordagem sobre envelhecimento baseada em conceitos, percepções e vivências existentes no universo dos adolescentes e assim leve para os jovens a construção ou fortalecimento de concepções positivas sobre a velhice.

Estilísticas e estéticas do homoerotismo na velhice: narrativas de si

Santos,Daniel Kerry dos; Lago,Mara Coelho de Souza
Fonte: Centro Latino-Americano em Sexualidade e Direitos Humanos (CLAM/IMS/UERJ) Publicador: Centro Latino-Americano em Sexualidade e Direitos Humanos (CLAM/IMS/UERJ)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
26.96%
Este artigo problematiza narrativas ouvidas durante uma pesquisa sobre as experiências do homoerotismo na velhice entre homens. Buscou-se enfatizar os processos de resistência e de subjetivação em face de modelos hegemônicos que dão contornos à velhice e à homossexualidade. Ao tentar escapar do fatalismo da abjeção muitas vezes atribuída aos homossexuais mais velhos, sustenta-se que o sujeito velho e homossexual estaria habitando uma zona limítrofe de um regime discursivo que estabelece, por um lado, um campo de legitimidade e, por outro, uma zona de ininteligibilidade, um exterior constitutivo. Estar nessa fronteira discursiva (performatizada pela própria materialidade do corpo) não necessariamente constitui uma vida abjeta, mas incita a fissuras pelas quais o desejo pode potencialmente adquirir matérias de expressão. Nesse sentido, as narrativas ouvidas apontaram para uma possível ética do envelhecimento, a partir da qual os sujeitos podem conduzir e (re)inventar a vida, o corpo e o desejo.

Concep????es te??rico-filos??ficas sobre envelhecimento, velhice, idoso e enfermagem gerontogeri??trica

Santos, Silvana Sidney Costa
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
26.96%
Foi objetivo deste ensaio direcionar a reflex??o/criticidade acerca das concep????es te??rico-filos??ficas sobre os conceitos de envelhecimento/idoso/velhice, enfermagem gerontogeri??trica. Foram utilizados referenciais da enfermagem, gerontologia e da complexidade de Morin como embasamento te??rico. A gerontologia continua sendo uma ci??ncia nova no Brasil, emergente, em ascens??o, caminhando para a necessidade de se implementar a????es voltadas ?? melhoria da qualidade de vida dos que est??o envelhecendo e garantia de autonomia e independ??ncia dos que j?? integram a velhice. H?? necessidade de se estabelecerem termos aproximados para que se der uma linguagem comum dentre os trabalhadores da sa??de/enfermeiros que atuam, desejam atuar nessa ??rea ou ??queles que se preocupam em usar termos apropriados em refer??ncia ?? gerontologia.; Objective of this essay was to lead a reflection/critics about the theoretical and philosophical ideas on the concepts of aging/elderly/old age, and gerontogeriatric nursing. Benchmarks of nursing, gerontology and the complexity of Morin as theoretical were used. The gerontology is still a new science in Brazil, emerging, rising, and walking to the need to implement actions aimed at improving the quality of life of those who are older and a guarantee of autonomy and independence of that part of the old already. There is a need to establish terms that approximate to give a common language among health workers/nurses that act...

Envelhecimento e esporte: um estudo sobre os basqueteiros veteranos da cidade do Rio Grande/RS

Silveira, Raquel da; Rosa, Scheila Morais da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
26.96%
Este estudo tem o objetivo de compreender os significados que homens que se encontram na velhice atribuem ?? pr??tica do basquete em Rio Grande/RS, pr??tica essa que faz parte da hist??ria esportiva dessa cidade. Para isso buscamos um grupo de veteranos que praticasse esse esporte, e escolhemos a AVB-RG (Associa????o de Veteranos de Basquete do Rio Grande). Optamos por fazer uma pesquisa de cunho qualitativo com aspira????es etnogr??ficas. Para tanto realizamos dezenove idas a campo e quatro entrevistas por meio de um roteiro semi-estruturado. O grupo pesquisado ?? formado por aproximadamente vinte cinco integrantes, sendo que dois desses s??o chamados de diretores t??cnicos. Ao buscar compreender porque homens que se encontram na velhice participam de um grupo, outras quest??es surgiram, como por exemplo, a adapta????o do jogo com intuito de oportunizar a participa????o de todos na partida, a rela????o dos veteranos com os participantes que possuem idades entre 15 a 35 anos, al??m da quest??o da inexist??ncia da participa????o feminina nos jogos. Podemos notar por meio da an??lise dos resultados obtidos nas observa????es e nas entrevistas realizadas que a atividade esportiva, no caso o basquete, foi o que uniu esses veteranos, contudo diferentes significados foram sendo atribu??dos a essa pr??tica...

O turismo na velhice praticado na cidade de Rio Grande e suas aproxima????es com os princ??pios da Educa????o Ambiental

Figurelli, Ana Hartmann
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.96%
Disserta????o(mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande, Programa de P??s-Gradua????o em Educa????o Ambiental, Instituto de Educa????o, 2009.; A presente pesquisa prop??e um estudo acerca do Turismo como op????o vi??vel de conscientiza????o em rela????o aos problemas socioambientais da atualidade, na busca pela supera????o dos mesmos. O objetivo principal ?? investigar o Turismo praticado na velhice, realizado na cidade de Rio Grande, em seus ??mbitos te??rico e pr??tico, sob a ??tica da Educa????o Ambiental, visto que a rela????o Turismo/ Educa????o Ambiental vem sendo bastante estudada nos ??ltimos anos e apontada como uma eficiente alternativa, tanto de conscientiza????o da popula????o na luta pela preserva????o da natureza, como de promo????o da distribui????o de renda e da igualdade social. Efetuou-se uma consistente revis??o bibliogr??fica na busca de maiores conhecimentos sobre os seguintes conceitos relacionados ao tema proposto: Turismo, Educa????o Ambiental, a liga????o entre ambos e o turismo para a terceira idade. Os participantes foram selecionados por conveni??ncia para atender aos objetivos da pesquisa. Fazem parte do grupo de pesquisados os membros da Secretaria Municipal de Turismo, os guias da Associa????o de Guias de Rio Grande ??? que trabalham diretamente com a Secretaria ??? e turistas idosos. O instrumento para coleta de informa????es junto aos participantes foi o da entrevista...