Página 11 dos resultados de 398 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Avaliação do tratamento da coledocolitíase residual; Treatment evaluation of residual choledocholithiasis

Ferreira, Berivaldo Dias
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/10/2003 PT
Relevância na Pesquisa
16.94%
A coledocolitíase residual representa grande desafio na avaliação diagnóstica e proposta terapêutica. Neste contexto, realizamos estudo retrospectivo com o objetivo de avaliar critérios clínicos, laboratoriais e métodos de imagem para o seu diagnóstico; avaliar o resultado do tratamento através de procedimentos endoscópicos e cirúrgicos, bem como a ocorrência de complicações e sua repercussão no período de internação. Foram estudados 32 (trinta e dois) pacientes portadores de coledocolitíase residual internados na Clínica Cirúrgica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Goiás, no período de janeiro de 1995 a julho de 2001. Foram incluídos pacientes submetidos previamente a colecistectomia, nos quais o diagnóstico de coledocolitíase foi feito posteriormente (pela não realização de colangiografia trans-operatória) ou no próprio curso da colecistectomia, porém postergando-se o tratamento. Pudemos concluir: a maioria dos pacientes portadores de coledocolitíase residual tem como sintoma principal a icterícia; a ultra-sonografia não é um método diagnóstico eficaz, uma vez que demonstrou alteração de via biliar em cerca de 50% dos pacientes; tanto o procedimento endoscópico como o cirúrgico mostraram alto índice de clareamento da via biliar (acima de 90%)...

Preservação de cadáver de coelho (Oryctolagus cuniculus) com a solução de Larssen modificada para treinamento em cirurgia videolaparoscópica

Menezes, Cláudio Leonardo Montassieur de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
16.94%
As habilidades psicomotoras são fundamentais para conduzir de forma adequada e segura um procedimento videocirúrgico. A cirurgia laparoscópica difere da cirurgia tradicional, pois o cirurgião deve guiar suas manobras em um ambiente tri-dimensional, através de imagem bi-dimensional, é privado da sensação táctil direta com os tecidos e necessita adquirir coordenação motora para a utilização de um novo tipo de instrumental cirúrgico. Faz-se necessário o desenvolvimento de modelos de treinamento factíveis para a formação de cirurgiões laparoscópicos, que simulem adequadamente as situações vivenciadas na sala de operação. Esta pesquisa objetivou desenvolver um modelo de cadáver de coelho embalsamado, utilizando a solução de Larssen modificada, para treinamento em quatro procedimentos laparoscópicos: colecistectomia, nefrectomia, esplenectomia e criptorquidectomia. Foram utilizados 17 coelhos de diferentes raças, submetidos a dois procedimentos cirúrgicos cada um. Destes, 15 foram eutanasiados, embalsamados e criopreservados. Após uma semana, os animais foram descongelados em caixa plástica com água aquecida a 40ºC e utilizados no treinamento de um cirurgião sem experiência prévia em videocirurgia. Dois coelhos foram operados vivos...

Colelitiase não-hemolitica na infancia e na adolescencia : distribuição etaria, manifestações clinicas, diagnostico, fatores predisponentes, tratamento e complicações em 65 pacientes; Non-hemolitic cholelithiasis in infancy and adolescence : etary distribution, clinical manifestations, fiagnosis, predisposal factors, treatment and complications in 65 patients

Ana Claudia Bottura
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/11/2006 PT
Relevância na Pesquisa
16.94%
Pouco se conhece sobre epidemiologia e melhor terapêutica da colelitíase na infância. Sabe-se que o número de casos é crescente e alguns necessitam de cirurgia e apresentam risco de complicações. Este estudo teve por objetivo avaliar os prováveis aspectos envolvidos na colelitíase, de etiologia não-hemolítica, em crianças e adolescentes, na tentativa de esclarecer aspectos relacionados a fatores de risco, quadro clínico, diagnóstico, bem como presença de doenças associadas, complicações, história familiar e as condutas terapêuticas realizadas. Foram avaliados 65 pacientes, de 0 a 18 anos, com colelitíase não-hemolítica, atendidos de janeiro de 1993 a dezembro de 2005 no Hospital de Clínicas da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas. O estudo foi descritivo, retrospectivo e prospectivo, utilizando-se dados obtidos por meio de prontuários e entrevistas. Os pais foram convocados para realização de ultra-sonografia abdominal para investigar colelitíase. A investigação laboratorial dos pacientes constou de perfil lipídico (colesterol total e frações e dosagem de triglicérides) e perfil hepático (aminotransferases e gama-glutamiltranspeptidase). Também foi realizado um estudo de caso-controle investigando a influência da colelitíase materna sobre a litíase nos filhos. Quarenta e seis dos 65 doentes eram do sexo feminino (70...

Microcristais biliares na pancreatite aguda idiopática: indício para etiologia biliar oculta subjacente

CHEBLI,Júlio Maria Fonseca; FERRARI Jr.,Ângelo Paulo; SILVA,Maria Regina Regis; BORGES,Durval Rosa; ATALLAH,Álvaro Nagib; NEVES,Manoel Martins das
Fonte: Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE ; Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD ; Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD ; Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBG; Sociedade Brasileira de Hepatologia - SBH; Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED Publicador: Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE ; Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD ; Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD ; Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBG; Sociedade Brasileira de Hepatologia - SBH; Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2000 PT
Relevância na Pesquisa
16.94%
As principais causas de inflamação pancreática no mundo são a litíase biliar e o alcoolismo crônico. Admite-se que 10 a 30% das pancreatites agudas sejam idiopáticas. Sugere-se que parte destas são causadas por microlitíase ou barro biliar, identificados pela presença de microcristais no sedimento biliar. Neste estudo, realizou-se análise microscópica da bile obtida por colangiopancreatografia endoscópica, em pacientes com pancreatite aguda idiopática, pancreatite aguda biliar e pancreatite crônica alcoólica - 20 em cada grupo. Pacientes com pancreatite aguda idiopática e microcristais na bile foram submetidos a colecistectomia. Naqueles inaptos à cirurgia efetuou-se esfincterotomia endoscópica ou tratamento com ácido ursodesoxicólico. Pacientes com pancreatite aguda idiopática sem cristais não receberam tratamento específico. A prevalência de microcristais biliares em pacientes com pancreatite aguda idiopática (75%) e pancreatite aguda biliar (90%) foi significativamente maior que naqueles com pancreatite crônica alcoólica (15%). A detecção de microcristais apresentou sensibilidade de 90%, especificidade de 85%, valor preditivo positivo de 85,7%, valor preditivo negativo de 89,4% e acurácia de 87,5% em identificar pancreatite de origem biliar. Nos pacientes com pancreatite aguda idiopática recurrente...

Avaliação do efeito da cetamina associada à remifentanila na dor pós-operatória

Leal,Plínio Cunha; Sakata,Rioko Kimiko; Salomão,Reinaldo; Sadatsune,Eduardo Jun; Issy,Adriana Machado
Fonte: Sociedade Brasileira de Anestesiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Anestesiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
16.94%
JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A associação de cetamina com remifentanila parece estar relacionada à analgesia de melhor qualidade e duração. O objetivo deste estudo foi avaliar se a cetamina associada à remifentanila promove melhora da analgesia pós-operatória. MÉTODO: Estudo prospectivo, aleatório, duplo encoberto em 40 pacientes submetidos à colecistectomia videolaparoscópica. A anestesia foi feita com remifentanila, propofol, atracúrio, 50% de oxigênio. Os pacientes do G1 receberam remifentanila (0,4 mcg.kg-1.min-1) e cetamina (5 mcg.kg-1.min-1); os do G2, remifentanila (0,4 mcg.kg-1.min-1) e solução salina. Foi administrado 0,1 mg.kg-1 de morfina no final da operação e a dor pós-operatória foi tratada com morfina, através de analgesia controlada pelo paciente (PCA). A intensidade da dor pós-operatória foi avaliada pela escala numérica de 0 a 10, durante 24 horas. Foram anotados o tempo para primeira complementação analgésica, a quantidade de morfina usada durante 24 horas e os efeitos adversos. RESULTADOS: Ocorreu diminuição da intensidade da dor entre a desintubação e os outros momentos avaliados no G1 e no G2. Não foi observada diferença significante na intensidade da dor entre os grupos. Não houve diferença entre G1 (22 ± 24...

Tipo, número e tamanho de cálculos da vesícula biliar: estudo prospectivo de 300 casos de colelitíase

Coelho,Júlio Cezar Uili; Vianna,Rodrigo; Aranha,Ayrton; Sobreiro,Bernardo Passos; Borges,Alessandra M.
Fonte: Colégio Brasileiro de Cirurgiões Publicador: Colégio Brasileiro de Cirurgiões
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/1999 PT
Relevância na Pesquisa
16.94%
O nosso objetivo é determinar prospectivamente o número, tamanho e tipo de cálculos da vesícula biliar de trezentos pacientes consecutivos submetidos à colecistectomia. O tipo de cálculo foi correlacionado com o sexo e idade dos pacientes, o tamanho e o número de cálculos e a presença de colecistite aguda e de displasia da vesícula biliar. Cálculo de colesterol foi encontrado em 262 pacientes (87,3%), pigmentar negro em 33 (11 %) e pigmentar marrom em cinco (1,7%). Todos os tipos de cálculos foram mais comuns no sexo feminino e aumentaram com a idade. O cálculo de colesterol foi mais comum em todas as faixas etárias. O número de cálculos variou de um a 465, sendo que a metade dos pacientes apresentou menos do que cinco cálculos. Cálculo único foi encontrado em 65 dos 262 pacientes (24,8%) com cálculo de colesterol, em um dos cinco pacientes (20%) com cálculo pigmentar marrom e em nenhum paciente com cálculo pigmentar negro. A incidência de colecistite aguda foi similar para os três tipos de cálculos. Não houve diferença na incidência de displasia da vesícula biliar em relação ao número, tipo e tamanho de cálculo. Conclui-se deste estudo que os cálculos de colesterol são os mais comuns da vesícula biliar...

Tratamento cirúrgico da obesidade mórbida

Ferraz,Edmundo Machado; Arruda,Pedro Carlos Loureiro de; Bacelar,Tércio Souto; Ferraz,Álvaro Antonio Bandeira; Albuquerque,Antonio Cavalcanti de; Leão,Cristiano Souza
Fonte: Colégio Brasileiro de Cirurgiões Publicador: Colégio Brasileiro de Cirurgiões
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2003 PT
Relevância na Pesquisa
16.94%
OBJETIVO: Avaliar prospectivamente o tratamento cirúrgico de pacientes portadores de obesidade mórbida, realizadas no Serviço de Cirurgia Geral do HC-UFPE (SCG/HC-UFPE). MÉTODO: No período de novembro de 1997 a fevereiro de 2001 foram operados 228 pacientes oriundos do Ambulatório de Cirurgia Bariátrica do SCG/ HC-UFPE e da clínica privada dos dois primeiros autores. A idade variou de 20 a 59 anos de idade (média de 34 anos). O índice de massa corporal médio (IMC) foi de 46 Kg/m², variando entre 35 e 98 Kg/m². O sexo feminino foi predominante, constituindo 58% dos casos. RESULTADOS: A gastroplastia com bypass jejunal em Y de Roux (operação de Fobi/Capella) foi realizada em 207 pacientes (47 com colecistectomia), gastroplastia vertical (Operação de Mason) em três casos, sete casos de operações descritas por Scopinaro, cinco casos de utilização de banda gástrica por via laparoscópica, cinco casos gastroplastias verticais em Y de Roux (operação de Fobi/Capella) videolaparoscópica e um caso de " Switch duodenal". As comorbidades mais freqüentemente encontradas foram: hipertensão arterial sistêmica (68%), refluxo gastroesofágico (34%), varizes de membros inferiores (36%), artropatia degenerativa (31%), dislipidemia (21%)...

Ingestão de glutamina e maltodextrina duas horas no pré-operatório imediato melhora a sensibilidade à insulina pós-operatória: estudo aleatório, duplo-cego e controlado

Dock-Nascimento,Diana Borges; Aguilar-Nascimento,Jose Eduardo de; Waitzberg,Dan Linetzky
Fonte: Colégio Brasileiro de Cirurgiões Publicador: Colégio Brasileiro de Cirurgiões
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
16.94%
OBJETIVO: investigar se a abreviação do jejum pré-operatório com uma bebida contendo glutamina e dextrinomaltose melhora a resposta orgânica ao trauma cirúrgico. MÉTODOS: trinta e seis pacientes adultas, (18-62 anos) candidatas à colecistectomia videolaparoscópica eletiva foram aleatoriamente divididas em três grupos: grupo jejum convencional (grupo Jejum), ou em dois grupos para receber duas dietas diferentes, oito horas (400ml) e duas horas antes da indução anestésica (200ml): grupo carboidrato (12,5% de dextrinomaltose) e glutamina (12,5% de dextrinomaltose e, respectivamente, 40 e 10g de glutamina). As amostras de sangue foram coletadas no período pré e pós-operatório. RESULTADOS: vinte e oito pacientes completaram o estudo. Nenhuma complicação pulmonar ocorreu durante o estudo. O volume residual gástrico foi similar entre os grupos (p=0,95). No pós-operatório, todas as pacientes do grupo jejum apresentaram glicemia anormal (>110mg/dl), sendo essa anormalidade 50% para o grupo CHO (p=0,14) e, apenas, 22,2% para o grupo GLN (p=0,01). No pós-operatório, todas as pacientes que abreviaram o jejum (grupo CHO + GLN) apresentaram insulinemia normal, contrastando com 66,7% no grupo jejum (p=0,02). A sensibilidade anormal à insulina subiu no pós-operatório de 32...

Complicações da cirurgia videolaparoscópica no tratamento de doenças da vesícula e vias biliares

Salim,Marcelo Talasso; Cutait,Raul
Fonte: Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva Publicador: Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
16.94%
RACIONAL: O tratamento de escolha para as doenças da vesícula biliar é a colecistectomia, cujo objetivo é o alívio de sintomas e o tratamento e/ou prevenção das complicações. OBJETIVO: Identificar as principais complicações da cirurgia videolaparoscópica no tratamento das doenças da vesícula biliar e vias biliares. MÉTODO: Realizou-se busca eletrônica na base de dados LILACS e Medline desde o ano de 1981 a agosto de 2007; foram encontrados 57 artigos, sendo utilizados para o estudo 31 e três capítulos de livros. RESULTADOS: A produção científica submetida à análise de conteúdo evidenciou os seguintes núcleos temáticos: variações anatômicas (3 artigos), iatrogenias (5 artigos), síndrome pós-colecistectomia (1 artigo), complicações raras (3 artigos), síndrome de Mirizzi (1 artigo), complicações pulmonares (2 artigos) e tratamento (1 capítulo de livro e três artigos). CONCLUSÕES: As complicações que podem ocorrer na cirurgia videolaparoscópica da vesícula biliar e das vias biliares têm basicamente duas vertentes: uma é a inexperiência dos cirurgiões com o método laparoscópico (curva de aprendizado) e outra, as variações anatômicas com as quais os cirurgiões, mesmo os mais experientes...

Estudo anatômico das vias bilíferas extra-hepáticas no suíno. Comparação entre a dissecção convencional e por videolaparoscopia

Escalante Hurtado,José Renan; Goldenberg,Saul; Novo,Neil Ferreira; Juliano,Yara; Escalante,Rodrigo Dornfeld
Fonte: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Publicador: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/1997 PT
Relevância na Pesquisa
16.94%
Estudou-se no presente trabalho, através de dissecção de peças anatômicas constituidas de fígado e duodeno, a morfologia das vias bilíferas do suíno. Os animais foram separados em dois grupos iguais, sendo que o primeiro foi submetido a colecistectomia videolaparoscópica. O segundo grupo era constituído de suínos abatidos para consumo. Os animais do grupo da colecistectomia videolaparoscópica eram observados por um período curto de pós-operatório e depois abatidos para retirada de peças anatômicas, tendo sido realizado o estudo das vias bilíferas extra-hepáticas. No segundo grupo eram as peças retiradas após o abate dos animais, estas eram dissecadas, coradas com tinta guache e posteriormente submetidas a estudo radiológico com a injeção de Bário. Os dados obtidos foram analizados utilizando-se o teste de FISHER. Verificou-se que o ductus choledocus é constituído pela união do ductus cysticus e ductus hepaticus na grande maioria dos casos (84.3%). Verificou-se também que o ductus hepaticus é formado, em grande número dos casos, pela confluência do ductus principalis sinister e ductus principalis dexter. Os resultados encontrados permitem concluir que não existem diferenças significantes, no que se refere à conformação das vias bilíferas extra-hepáticas em ambos os grupos.

Determinação do antígeno carcinoembrionário biliar na detecção das metástases hepáticas do carcinoma colorretal

Polycarpo,Adriana; Topciu,Flávia Renata; Abucham Neto,Julio Zaki; Lopes,Leonardo Seligra; Catelani,Luis Gustavo Coelho; Zerwes,Maria Helena de Toledo; Gonçalves,Sérgio; Waisberg,Jaques
Fonte: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia Publicador: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em Cirurgia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2003 PT
Relevância na Pesquisa
16.94%
OBJETIVO: Analisar, prospectivamente, os resultados da determinação do antígeno carcinoembriário (CEA) na bile vesicular, relacionando-os com os aspectos morfológicos e clínicos da neoplasia e recidiva hepática. MÉTODOS: Os níveis do CEA foram estudados na bile vesicular e no sangue periférico de 44 doentes com carcinoma colorretal e 10 com colelitíase não complicada, a partir de amostras do CEA colhidas imediatamente antes da extirpação da neoplasia colo-retal e da colecistectomia (considerou-se valor normal até 5 ng/ml). RESULTADOS: Os 44 carcinomas colorretais extirpados com intenção curativa tiveram nível médio do CEA sérico de 8,5 ng/ml e CEA biliar, 74,5 ng/ml. Nas colelitíases não complicadas submetidas a colecistectomia, o nível médio do CEA sérico foi de 1,9 ng/ml e CEA biliar, 1,2 ng/ml. Quatro doentes submetidos à extirpação do carcinoma colo-retal, sem evidências de metástases hepáticas e com valor médio de CEA biliar de 213,2 ng/ml apresentaram metástases hepáticas entre três a 17 meses após a extirpação. CONCLUSÃO: o nível elevado de CEA biliar dos operados por carcinoma colo-retal pode indicar presença de metástases hepáticas e esses enfermos devem ser acompanhados com especial atenção para diagnosticar essas lesões.

Fatores preditivos de coledocolitíase em doentes com pancreatite aguda biliar

Parreira,José Gustavo; Rego,Ronaldo Elias Carnut; Campos,Tercio De; Moreno,Cristina Hachul; Pacheco Jr,Adhemar Monteiro; Rasslan,Samir
Fonte: Associação Médica Brasileira Publicador: Associação Médica Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
16.94%
OBJETIVO: Avaliar o papel da fosfatase alcalina (FA), gama glutamiltransferase (gamaGT) e ultra-sonografia (US) como fatores preditivos de coledocolitíase em doentes com pancreatite aguda biliar (PAB). MÉTODOS: Os dados foram coletados prospectivamente durante um período de 31 meses. Quarenta doentes foram incluídos, sendo 30 mulheres, com média etária de 49 + 16 anos. Foram registrados os dados de todos os doentes com pancreatite aguda biliar. Aqueles doentes ictéricos e com a forma grave da doença foram excluídos. As dosagens de FA e GGT, assim como a US, eram realizadas na admissão e 48 horas antes da cirurgia. Todos os pacientes foram submetidos à colangiografia intra-operatória (CIO) ou à colangiografia retrógrada endoscópica (CPRE) pré-operatória, que era definida baseada na probabilidade de coledocolitíase. Com o intuito de identificar os indicadores de coledocolitíase, as variáveis foram comparadas entre os pacientes com ou sem coledocolitíase. Os testes t de Student, Qui-quadrado e Fisher foram empregados para a análise estatística, considerando-se p<0,05 como significativo. Os valores preditivos positivo (VPP) e negativo (VPN) foram calculados para cada variável. RESULTADOS: Na US realizada à admissão...

Duodenoscopy and endoscopic retrograde cholangiopancreatography (ERCP) in the diagnosis of biliary and pancreatic pathology.; Duodenoscopia e colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (cpre) no diagnóstico da patologia biliar e pancreática. Experiência dos primeiros 150 exames.

Ginestal-Cruz, A; Serviço de Medicina 2 do Hospital de Santa Maria. Centro de Gastrenterologia do I. N. I. C.. Lisboa.; Gargaté, A.; Serviço de Radiologia do Hospital de Santa Maria. Lisboa.; Grima, Nuno; Serviço de Medicina 2 do Hospital de Santa Mar
Fonte: Ordem dos Médicos Publicador: Ordem dos Médicos
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; article; article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/1979 POR
Relevância na Pesquisa
16.94%
Relata-se a experiencia das primeiras 150 duodenoscopias consecutivas para colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (CPRE). Descreve-se o material e metodologia utilizados, incluindo a pesquisa sistemática do follow-up dos doentes examinados. A duodenoscopia foi diagnóstica em 19 casos. A canulação da papila de Vater, com visualização das vias biliares e/ou pancreáticas foi conseguida em 106 de 131 tentativas (81 % de êxitos técnicos): CPRE em 55, CRE em 22 e PRE em 29. Esta percentagem elevou-se para 88 % nos últimos 50 exames. Predominaram as indicações clinicas por suspeita de patologia biliar (colestase em 72, colangite recorrente em 22 e síndrome dolorosa pós-colecistectomia em 9). No grupo da colestase, o diagnóstico etiológico foi obtido em 51 casos - 70 % do total — (80 % dos 30 mais recentes), sendo em 12 endoscópico e em 39 colangiográfico. Na colangite recorrente obteve-se diagnóstico etiológico em 63 %. A CPRE foi particularmente útil nos casos com hidatidose hepatobiliar ou pós-colecistectomia. O exame foi diagnóstico em 7 dos 9 doentes colecistectomizados com quadro doloroso, com avaliação endoscópica útil nos casos com coledocoduodenostomia. Nas restantes indicações (pancreatite recorrente em 16...

Pancreatite aguda litiásica – caso clínico

Chaves, Margarida; Silvério, Cristina; Brito, Anabela; Oliveira, Helena; Santos, Ascensão; Lynce, Nuno
Fonte: Sociedade Portuguesa de Pediatria Publicador: Sociedade Portuguesa de Pediatria
Formato: application/pdf
Publicado em 28/08/2014 POR
Relevância na Pesquisa
16.94%
ResumoA pancreatite aguda é uma patologia rara na idade pediátrica.Apresenta-se o caso de uma adolescente obesa, internada por icterícia obstrutiva. A ecografia abdominal mostrou vesícula litiásica, sem dilatação da via biliar principal. Teve alta após melhoria e cinco dias depois foi reinternada por dor abdominal intensa, vómitos e hiperamilasémia. Confirmou-se ecograficamente litíase vesicular com via biliar principal dilatada.Após terapêutica médica de suporte e melhoria clínica, realizou-se colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (CPRE), com esfincterotomia e extracção de cálculo da via biliar principal. Em ambulatório, foi submetida a colecistectomia laparoscópica, com boa evolução. Numa adolescente obesa com dor abdominal e icterícia obstrutiva, o diagnóstico de litíase da via biliar principal deve ser considerado precocemente, evitando complicações graves como a pancreatite aguda.Palavras-chave: Pancreatite aguda; litíase biliar; obesidade; adolescente; CPRE; colecistectomia.

Infecciones en pacientes tratados con citorreducción peritoneal mas quimioterapia hipertérmica intraperitoneal

Becerra Ramírez, Henry Alberto; Quintero López, Olga Lucía
Fonte: Facultad de medicina Publicador: Facultad de medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/bachelorThesis; info:eu-repo/semantics/acceptedVersion Formato: application/pdf
Publicado em 29/03/2014 SPA
Relevância na Pesquisa
16.94%
Introducción:Los individuos en quienes se realiza el sugarbaker tienen diagnósticos tumorales bien caracterizados. Actualmente no se dispone en la literatura médica universal de comparadores previos que permitan estimar la morbilidad relacionada específicamente con procesos infecciosos en pacientes sometidos al procedimiento, por tanto se presenta la caracterización de procesos febriles e infecciosos en el postoperatorio de la cohorte de pacientes intervenidos en la FSFB y de los factores de riesgo asociados a su manifestación. Métodos:Estudio descriptivo con componente analítico de una cohorte ambidireccional compuesta por pacientes intervenidos en la FSFB mediante el procedimiento de Sugarbaker. Resultados:En total se incluyeron en el estudio 53 pacientes consecutivos (37mujeres y 16hombres), quienes fueron llevados al procedimiento de peritonectomía radical más quimioterapia hipertérmica intraperitoneal entre el mes de nov/2007 y jun/2012 en el Hospital-Universitario Fundación Santa Fe de Bogotá. Los desenlaces de morbilidad asociada al procedimiento fueron caracterizados, indicando que las principales causas de morbilidad son los eventos tromboticos y las infecciones. Se caracterizaron como estadísticamente significativos para estancia hospitalaria el requerimiento transfusional (r=0...

Eficacia da Calatonia sobre os parametros clinicos no periodo pos-operatorio imediato: estudo clinico; Eficacia de la Calatonia sobre los parametros clinicos en el periodo postoperatorio inmediato: estudio clinico; Efficiency of Calatonia on clinical parameters in the immediate post-surgery period: a clinical study

Lasaponari, Elaine Ferreira; Peniche, Aparecida de Cassia Giani; Turrini, Ruth Natalia Teresa; Grazziano, Eliane da Silva
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/09/2013 ENG; POR; SPA
Relevância na Pesquisa
16.94%
OBJECTIVE: to assess the efficiency of the Calatonia technique about clinical parameters and pain in the immediate post-surgical phase. METHOD: a randomised study was carried out with 116 patients subjected to a cholecystectomy, by laparoscopy, divided into an experimental group (58 patients) and a placebo group (58 patients). The experimental group received the Calatonia technique, while the placebo was only subjected to non-intentional touches. RESULTS: The placebo group and the experimental group were considered homogeneous in terms of the variables: sex, age, physical status classification, duration of surgical procedures and also the time spent recovering in the Post-Anaesthetic Recovery Room. The only variable to show a statistically significant difference was the axillary temperature of the body. In relation to pain, the experimental group showed significant results, and hence it is possible to deduce that the relaxation caused by the Calatonia technique brought some relief of the general situation of pain. CONCLUSION: The application of Calatonia can take up the function of a resource complementary to assistance in the period immediately after surgery. Brazilian Register of Clinical Trials, UTN U1111-1129-9629.; OBJETIVO: avaliar a eficácia da técnica da Calatonia sobre os parâmetros clínicos e dor no pós-operatório imediato. MÉTODO: foi realizado um estudo randomizado...

Quiste de ovario errante

López Milhet,Ana Bertha; Roque González,Rosalba; Quintana Pajón,Ingrid; Pereira Fraga,Jorge Gerardo; Olazábal García,Enrique; Pernia González,Liliana
Fonte: Revista Cubana de Cirugía Publicador: Revista Cubana de Cirugía
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 ES
Relevância na Pesquisa
16.94%
Se presenta el caso de un paciente de 52 años de edad, que ingresó en el Centro Nacional de Cirugía Endoscópica a causa de un dolor constante y sensación de pesadez en el bajo vientre, además de trastornos dispépticos. Después de los estudios de laboratorio e imaginológicos se diagnosticó un quiste de ovario derecho de 5-8 cm y varios cálculos menores de 10 mm en la vesícula biliar. Durante la intervención quirúrgica se encontró un quiste (ecolúcido), necrosado, adherido al mesocolon e independiente del ovario. Se practicó su exéresis y una colecistectomía. Por resultar una localización infrecuente de un quiste de ovario, se decide exponer las características clínicas y los resultados quirúrgicos y anatomopatológicos de este caso a la comunidad científica nacional e internacional. Se hace referencia además a la posibilidad que brindó el acceso por cirugía laparoscópica de realizar procedimientos asociados en un mismo paciente: colecistectomía y exéresis del quiste de ovario errante.

¿Tiene utilidad el tratamiento preoperatorio con ácido ursodeoxicólico en la reducción de las recidivas en la pancreatitis aguda biliar?

Borda,F.; Oquiñena,S.; Borobio,E.; Vila,J.; Frauca,A.; Martínez,B.
Fonte: Anales del Sistema Sanitario de Navarra Publicador: Anales del Sistema Sanitario de Navarra
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/08/2003 SPA
Relevância na Pesquisa
16.94%
En el presente trabajo se ha valorado la posible reducción de la tasa de recidivas en la pancreatitis aguda biliar mediante el tratamiento con ácido ursodeoxicólico (AUC) entre el episodio de pancreatitis y el momento de la colecistectomía. Se estudiaron 72 primeros episodios consecutivos de pancreatitis aguda biliar, en pacientes no colecistectomizados, seguidos hasta la cirugía. Los casos se dividieron en grupo A (n = 30), tratados al alta con AUC 10 mg/kg/día, hasta la cirugía, y grupo B o control (n = 42). Se evaluaron las diferencias entre ambos grupos en cuanto a características del paciente, gravedad de la pancreatitis, características de la litiasis y demora hasta la cirugía. Analizamos las recidivas de la pancreatitis entre los grupos con y sin AUC. En el grupo con AUC comparamos la duración del tratamiento entre los pacientes con y sin recidiva de la pancreatitis. Los dos grupos no mostraron diferencias significativas en cuanto a ninguno de los parámetros estudiados. Registramos 7/30 (23,3%) recidivas en el grupo AUC, frente a 9/42 (21,4%) recidivas en el control (p = 0,85). Dentro del grupo AUC, la duración del tratamiento fue similar entre los casos que recidivaron: 4,9±4,5 meses y los no recidivados: 4,4±1...

Pancreatitis aguda en la Unidad de Cuidados Intensivos e Intermedios: revisión y evolución de 36 casos. Hospital Víctor Lazarte E. - Trujillo, Perú

Arroyo-Sánchez,Abel Salvador; García Ventura,Jorge; Aguirre Mejía,Rosa Y.
Fonte: Revista de Gastroenterología del Perú Publicador: Revista de Gastroenterología del Perú
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2008 ES
Relevância na Pesquisa
16.94%
INTRODUCCIÓN. La pancreatitis aguda (PA) es un proceso inflamatorio localizado que puede generalizarse produciendo disfunción multiorgánica y fallecimiento del paciente. OBJETIVO. Describir las características epidemiológicas, clínicas, terapéuticas y evolución de los pacientes con PA de nuestra unidad y compararlos con los descritos en la literatura nacional e internacional. MATERIAL Y MÉTODOS. Se realizó una revisión de los casos de PA manejados en la UCI-UCIN del Hospital Víctor Lazarte Echegaray Hule durante el periodo 1° de Enero del 2004 al 30 de Abril del 2007. RESULTADOS. Se hospitalizaron 40 pacientes con PA, recuperando 36 historias clínicas, 24 tuvieron PA Grave (PAG) y 12 tuvieron PA Leve (PAL). La edad promedio de los pacientes fue 55 ± 16,7 años (27-84 años), siendo similar el número de pacientes varones y mujeres (18o). La etiología predominante fue biliar con 26 casos (72,2%). El 100% de los pacientes tuvo dolor abdominal estando en 94,4% (34/36 casos) asociado a nauseas y vómitos. El valor promedio de la amilasa sérica fue de 2580 ± 1507,1 UA/L (380-6883 UA/L). El score de Ranson promedio fue 2,92 ± 1,71 puntos (0-6 puntos) y el score APACHE II fue 11,86 ± 8,27 puntos (0-31 puntos). La Tomografía contrastada fue realizada a 22 pacientes...

Cáncer de la vesícula biliar: limitaciones diagnósticas y terapéuticas

Rojas M,Rubén; Samaniego A,Castor
Fonte: EFACIM. Editorial de la Facultad de Ciencias Médicas - Universidad Nacional de Asunción Publicador: EFACIM. Editorial de la Facultad de Ciencias Médicas - Universidad Nacional de Asunción
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 ES
Relevância na Pesquisa
16.94%
Antecedentes: El cáncer de la vesícula biliar tiene baja frecuencia en Sudamérica, excepto en Chile; por lo general es diagnosticado y tratado en etapas avanzadas. Objetivo: Estudiar la frecuencia, el perfil demográfico, el cuadro clínico, el diagnóstico y los resultados de la cirugía en pacientes con cáncer vesicular. Material y método: estudio descriptivo y retrospectivo basado en pacientes sometidos a colecistectomía por litiasis en el periodo 1992-2002. Fueron seleccionados los casos comprobados de cáncer vesicular; se evalúan: frecuencia, perfil demográfico, cuadro clínico, aportes de los medios de diagnóstico y resultados inmediatos del tratamiento. Resultados: Fueron hallados 16 casos de cáncer vesicular sobre 3239 colecistectomías (0.5%); 15 fueron mujeres. La edad media fue 63 años (r 53-77). El dolor fue el principal motivo de consulta. El 75% presentó ictericia + coluria + acolia. La ecografía comprobó engrosamiento de la pared vesicular en 6 casos y vesícula escleroatrófica en uno. La colecistectomía simple fue efectuada en 2 casos; ella se asoció a drenaje biliar externo en 3, biopsia hepática en 2 y a derivación biliodigestiva en 1. Una derivación biliodigestiva, dos drenajes biliares externos...