Página 11 dos resultados de 5737 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Ecology of a stream from upper Paraná River basin inhabited by Aspidoras fuscoguttatus Nijssen & Isbrüker, 1976 (Siluriformes, Callichthyidae)

Araujo, R. B. de; Garutti, V.
Fonte: Instituto Internacional de Ecologia Publicador: Instituto Internacional de Ecologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 363-372
ENG
Relevância na Pesquisa
16.42%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); A maioria das informações disponíveis sobre cascudos do gênero Aspidoras é proveniente de observações em aquário. No presente estudo, foram investigados aspectos da ecologia de Aspidoras fuscoguttatus em um riacho de primeira ordem na região de São José do Rio Preto, SP, incluindo caracterização do ambiente, levantamento da ictiofauna associada e análise de estratégias utilizadas na ocupação dos diferentes microhabitats do riacho. Os dados foram coletados mensalmente em três pontos (nascente, curso médio e desembocadura) no período de agosto de 1999 a julho de 2000. Os maiores valores de temperatura, condutividade elétrica, turbidez, alcalinidade, largura, profundidade e velocidade da água foram obtidos na estação chuvosa. As concentrações de oxigênio dissolvido apresentaram diferenças significativas entre os três pontos e em todos os meses amostrados, exceto setembro. Na composição do substrato, houve predomínio de areia, silte e argila no curso médio e na desembocadura, tanto na estação chuvosa como na seca. Na nascente ocorreu considerável aumento da fração arenosa no período chuvoso. Foram identificadas na vegetação marginal e aquática 30 espécies de macrófitas e 5 de algas. Quanto à fauna...

Cryptic species of Gryllus in the light of bioacoustic (Orthoptera: Gryllidae)

David, José A. de O.; Zefa, Edison; Fontanetti, Carmem S.
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 75-80
ENG
Relevância na Pesquisa
16.42%
O gênero Gryllus destaca-se com um grande número de espécies descritas e representa um dos mais complexos gêneros na sistemática dos Orthoptera, caracterizado por um conjunto de espécies cosmopolitas e crípticas. Este trabalho compara os sons emitidos por espécimens de Gryllus coletados no campus da UNESP em Rio Claro (SP), bem como a morfologia e morfometria das pars stridens, com o objetivo de aplicar os resultados no reconhecimento de possíveis espécies crípticas e contribuir na discussão de processos de especiação. Três grupos de grilos foram discriminados por diferenças nas pars stridens e sons de chamado, caracterizados por diferentes ritmos, freqüências e composição das notas, indicando assim, a presença de três espécies no local analisado, morfologicamente pouco distintas. Diante dos resultados, sugere-se a utilização das características da pars stridens e do som de chamado como caracteres diagnósticos imprescindíveis na taxonomia dos Gryllus.; The Gryllus genus represents one the most complex in the Orthoptera systematic, characterized by a set of cosmopolite and cryptic species, many of them already described. This study compared the songs emitted by Gryllus specimens collected on the UNESP campus in Rio Claro (SP) and the pars stridens morphology and morphometry...

Aspectos biológicos de Phthia picta (Drury, 1770) (Hemiptera: Coreidae) em tomateiro sob condições controladas

Silva, Ricardo Adaime da; Carvalho, Gervásio Silva
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) Publicador: Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 381-386
POR
Relevância na Pesquisa
16.42%
Phthia picta (Drury, 1770) é considerado importante praga da cultura do tomateiro-estaqueado, em função dos danos que pode causar aos frutos. Devido à ausência de informações sobre a biologia desse coreídeo sob condições controladas, realizou-se este trabalho, objetivando o seu estudo em uma cultivar comercial de tomateiro (Lycopersicon esculentum Mill). O trabalho foi conduzido no Laboratório de Entomologia do Departamento de Fitossanidade da Faculdade de Agronomia da UFRGS, sob condições controladas (26 ± 1ºC; 70 ± 10% UR e fotofase de 14h), utilizando como alimento folíolos e frutos de tomateiro, cultivar Carmen. Os estádios duraram 3,26, 6,91, 7,91, 7,12 e 11,25 dias, respectivamente ao 1, 2º, 3º, 4º e 5º. A duração da fase ninfal foi de 34,39 dias. A mortalidade foi maior no 3º, 4º e 5º estádios. A mortalidade na fase ninfal foi de 56,0%. O número de ovos/fêmea, oviposições/fêmea e ovos/oviposição foi 60,43, 6,14 e 9,84, respectivamente. O período de incubação dos ovos foi de 10,90 dias e a percentagem de eclosão foi de 65,87%.; Phthia picta (Drury, 1770) is an important pest of the tomato culture. There are not studies on this bug under controlled conditions. So, this report was developed this work aiming at the study of this insect biology in a comercial cultivar of tomato (Lycopersicon esculentum Mill). The study was carried out in the Laboratório de Entomologia...

Between-season attraction of cotton boll weevil, Anthonomus grandis Boh. (Coleoptera: Curculionidae) adults by its aggregation pheromone

Fernandes, Wedson Desidério; Carvalho, Sérgio Luis de; Habib, Mohamed
Fonte: Universidade de São Paulo (USP), Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ) Publicador: Universidade de São Paulo (USP), Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 229-234
ENG
Relevância na Pesquisa
16.42%
O presente estudo teve como objetivo investigar a atratividade do bicudo do algodoeiro ao seu feromônio de agregação em período de inverno. Foram utilizados dois campos experimentais no município de Casa Branca, SP. em cada um destes, foram estabelecidas três áreas separadas de aproximadamente 500 metros, sempre próximas à vegetação de refúgio. Cada área foi dividida em três sub-áreas ou blocos de 100 m² para receber a aplicação do feromônio (2,5 g por bloco). Foi realizada uma contagem de bicudos adultos no solo antes, e mais cinco após a aplicação de feromônio. em cada bloco, foram observadas dez parcelas aleatórias, para a avaliação dos bicudos. Os adultos de A. grandis foram atraídos imediatamente após a aplicação do feromônio, sendo capturados por mais de 14 dias após. O índice mais elevado de atração foi observado 24 horas após a aplicação. A utilização do feromônio de agregação durante o inverno, pode aumentar a ação reguladora exercida pelos inimigos naturais, devido ao aumento de disponibilidade de presas. Controle químico pode ser recomendado 24 horas após a aplicação de feromônio em pequenas parcelas, como uma estratégia para a supressão de adultos de Anthonomus grandis em período de entressafra.; The present study was undertaken to investigate the attractiveness of boll weevil adults by its aggregation pheromone under winter field conditions. Two experimental fields were utilized at Casa Branca...

Seletividade de acaricidas a insetos e ácaros predadores em citros

Santos, Antonio C. dos; Gravena, Santin
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 99-105
POR
Relevância na Pesquisa
16.42%
Estudou-se a seletividade de acaricidas a insetos e ácaros predadores em pomares citrícolas localizados em Monte Alto e Vista Alegre do Alto, SP, em 1993 e 1994. Os acaricidas nas dosagens testadas (em g.i.a/1001) foram: em 1993, pyridaben 20 CE, 20 PM e 75 PM (10 e 15), óxido fenbutatin (40) e testemunha; em 1994, pyridaben 20 CE e pyridaben 75 PM (10 e 20), óxido fenbutatin (40), cyhexatin (25) e testemunha. Larvas e adultos de Pentilia egena Muls. e Coccidophilus citricola Bréthes, adultos de Cycloneda sanguinea L., Azya sp. e Calloeneis sp. e larvas de crisopídeos foram observados nas plantas, previamente e a 1, 3, 7, 10, 14 e 21 dias após a aplicação. Para contagem de Euseius sp. e Iphiseiodes zuluagai Denmark & Muma, 10 folhas do interior da planta foram coletadas e observadas. Os produtos foram classificados em: seletivo (até 25% de mortalidade); levemente tóxico (25 a 50%; moderadamente tóxico (51 a 75%) e tóxico (> 75% de mortalidade). Os resultados indicaram que todos os produtos foram seletivos a adultos de P. egena, porém, pyridaben causou de 25 a 50% e cyhexatin de 51 a 75% de mortalidade de larvas. Pyridaben 20 CE e 75 PM reduziram em 25 a 50% e 51 a 75% respectivamente o número de adultos de C. citricola; já cyhexatin foi tóxico e fenbutatin seletivo a adultos desta espécie. em relação a larvas de C. citricola mortalidade de 51 a 75% foi causada por pyridaben 20 CE e 75 PM...

Sobrevivência de operárias de Atta sexdens rubropilosa Forel (Hymenoptera: Formicidae) isoladas do formigueiro e alimentadas com dietas artificiais

Bueno, Odair C.; Morini, Maria S. C.; Pagnocca, Fernando Carlos; Hebling, Maria José Aparecida; Silva, Osvaldo A.
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 107-113
POR
Relevância na Pesquisa
16.42%
Avaliou-se dietas artificiais, para operárias médias de Atta sexdens rubropilosa Forel isoladas de formigueiros de laboratório e de campo. Os bioensaios foram realizados com 6 formigas/placa de Petri, sendo 10 placas/tratamento, em câmara ambiental a 24 ± 1 °C e UR > 70%. Não houve diferença na sobrevivência entre as operárias de laboratório e de campo, quando tratadas com dieta artificial líquida. Ao se comparar as dietas artificiais líquida e sólida, pode-se constatar que não houve diferença na sobreviência das operárias de laboratório tratadas com as diferentes dietas. A dieta artificial sólida com troca a cada 48 h, até 25 dias, representa uma alternativa para se trabalhar com operárias médias de A. sexdens rubropilosa, isoladas do formigueiro, em bioensaios de laboratório.; Artificial diets, were studied for medium sized workers of Atta sexdens rubropilosa Forel isolated from laboratory and natural ant-nests. The bioassays were undertaken with 6 ants/Petri dish, 10 dishes/test, in an environmental chamber at 24 ± 1 °C and 70% RH. The number of dead ants/dish was observed daily. Results showed that there was no difference among the laboratory and field workers when treated with the liquid artificial diet. The same was demonstrated when we compared the liquid diet to the solid one. Results demonstrated that the artificial solid diet...

Parasitismo em lagarta-do-cartucho, Spodoptera frugiperda (Smith), na região do Triângulo Mineiro, MG

Silva, Fábio M. A.; Fowler, Harold Gordon; Lemos, Raimunda N. S.
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 235-241
POR
Relevância na Pesquisa
16.42%
Com o objetivo de avaliar a freqüência e distribuição de parasitóides associados a larvas da lagarta do cartucho, Spodoptera frugiperda (Smith), foram realizadas amostragens em campos comerciais da cultura do milho (Zea mays), nos anos agrícolas 1991/92 (duas regiões) e 1992/93 (cinco regiões). em cada local amostrado foram coletadas aproximadamente 100 larvas, em plantas com 20 a 40 dias após a emergência. As larvas foram criadas em laboratório a 25 ± 2ºC, UR 50 - 60%, fotoperíodo de 14 horas e observadas diariamente. Os parasitóides mais freqüentes foram: Chelonus texanus (Cresson) (Hymenoptera: Braconidae), Diadegma sp. (Hymenoptera: Ichneumonidae) e Archytas incertus (Macquart) (Diptera: Tachinidae). Foi observado que o parasitismo total foi de 10,3% em 1991/92 e 13,8% em 1992/93. Os parasitóides Diptera apresentaram preferência pela fase de pupa da lagarta do cartucho (76,5%), nos dois anos agrícolas. Os parasitóides Hymenoptera tiveram preferência por larvas de 3º e 4º ínstares (41,9 e 45,2%), no ano agrícola 1991/92 e de 2º e 3º ínstares (39,1 e 43,5%), no ano agrícola 1992/93.; The frequency and distribution of parasitoids associated with fall armyworm larvae, Spodoptera frugiperda (Smith), was observed in commercial maize (Zea mays) fields...

Nonpreference of the lace bug Leptopharsa heveae Drake & Poor (Heteroptera: Tingidae) for rubber tree clones

Lara, Fernando Mesquita; Tanzini, Marcel R.
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 429-434
ENG
Relevância na Pesquisa
16.42%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Objetivou-se verificar a resistência de clones de seringueira (Hevea brasiliensis) a Leptopharsa heveae Drake & Poor (Heteroptera: Tingidae) em Itiquira, MT, de 1994 a 1995, comparando-se os clones: AVROS 2037, Fx 4037, GT 1, HARBEL, IAC 207, IAN 4493, IAN 717, IAN 873, RO 38 e RO 46. Foram realizados ensaios de preferência para oviposição e alimentação, com e sem chance de escolha, em condições de campo e laboratório. Efetuaram-se as avaliações através de: notas atribuídas aos sintomas causados pelo inseto, número de excrementos, número de ovos/fêmea/folíolo, percentagens de mortalidade e número de insetos/folíolo. Pode-se concluir que os clones Fx 4037, RO 38 e RO 46 revelaram-se resistentes, apresentando resistência do tipo não-preferência para alimentação e oviposição, enquanto GT 1 e IAN 873 foram os mais suscetíveis.; To determine the resistance of rubber tree clones (Hevea brasiliensis) to Leptopharsa heveae Drake and Poor (Heteroptera: Tingidae) a trial was held in Itiquira, MT, in 1994/95 by comparing the following clones: AVROS 2037, Fx 4037, GT 1, HARBEL...

Previsão de ocorrência de picos populacionais de percevejos pragas da soja em condições de campo

Cividanes, Francisco Jorge; Figueiredo, Jairo G.
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 517-525
POR
Relevância na Pesquisa
16.42%
Estudou-se em condições de campo, a previsão de picos populacionais de adultos de Piezodorus guildinii (West.), Nezara viridula (L.) e Euschistus heros (Fabr.) (Heteroptera: Pentatomidae), por meio de um modelo de graus-dia. Considerando-se o desenvolvimento do ciclo biológico, observou-se que mais de 70% da emergência dos adultos de P. guildinii, N. viridula e E. heros ocorreu depois de terem sido acumulados em média 307,7; 753,8 e 370,3 graus-dia respectivamente, sendo as diferenças entre a data prevista e a observada de 0-3 dias para P. guildinii e N. viridula e 5-6 dias E. heros.; The study was carried out to predict, in the field, the occurrence of populational peaks of adults of Piezodorus guildinii (West.), Nezara viridula (L.) and Euschistus heros (Fabr.) (Heteroptera: Pentatomidae), using a degree-day model. Considering the development of the biological cycle, it was observed that more than 70% of adult emergence of P. guildinii, N. viridula and E. heros occurred when means of 307.7, 753.8 and 370.3 degree-day respectively had been accumulated. The differences between predicted and observed dates for emergence were 0-3 days for P. guildinii and N. viridula and 5-6 days for E. heros.

Resistance of wild and near isogenic bean lines with arcelin variants to Zabrotes subfasciatus (Boheman): I - Winter crop

Lara, Fernando Mesquita
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 551-560
ENG
Relevância na Pesquisa
16.42%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Verificou-se a resistência de linhagens de feijoeiro (Phaseolus vulgaris) portadoras de arcelina nas sementes e provenientes de plantio de inverno, a Zabrotes subfasciatus (Boheman) (Coleoptera: Bruchidae). Foram conduzidos dois ensaios em laboratório, sem e com chance de escolha, com os genótipos: Arc. 1, Arc. 2, Arc. 3, Arc. 4, (linhagens quase-isogênicas contendo arcelina 1, 2, 3 e 4, respectivamente); Arc. 1S, Arc. 3S, Arc. 5S (linhagens selvagens contendo arcelina 1, 3 e 5, respectivamente); IAPAR MD-808 e Porrillo 70. Utilizaram-se parcelas com 10g de cada linhagem e a proporção de 7 casais adultos/parcela. Observaram-se a atratividade, a oviposição, a emergência e o peso de adultos, a mortalidade, o período de desenvolvimento e a perda de peso das sementes. Constatou-se a não-preferência do inseto (atração e oviposição) somente para os genótipos Arc. 3S e Arc. 5S. Os genótipos selvagens Arc. 5S e Arc. 1S e as linhagens quase-isogênicas Arc. 1 e Arc. 2, apresentaram alta resistência (antibiose) a Z. subfasciatus; as linhagens Arc. 4 e Arc. 3 apresentaram resistência moderada, provavelmente devido a não-preferência para alimentação.; The objective of this study was to determine the resistance of winter crops of bean (Phaseolus vulgaris) lines with arcelin variants to Zabrotes subfasciatus (Boheman) (Coleoptera: Bruchidae). Two trials...

Number of ovarioles in workers descendent from crossings between Africanized and Italian honeybees, Apis mellifera L.: comparison among backcrosses and ancestors colonies

Thuller, Regina H.C.; Malaspina, Osmar; Bueno, Odair C.; Chaud-Netto, José
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 237-243
ENG
Relevância na Pesquisa
16.42%
Comparou-se o número de ovaríolos de operárias de abelhas Apis mellifera L. de 36 colônias de retrocruzamentos (Africanizadas e Italianas) e operárias de colônias ancestrais parentais, endocruzadas e híbridas (F1). Não houve diferença no número de ovaríolos dos ovários direito e esquerdo das operárias. As abelhas híbridas da geração F1 apresentaram de 2 a 31 ovaríolos. O número de ovaríolos nas operárias dos retrocruzamentos africanizados variou de 2 a 56 e nos retrocruzamentos italianos de 2 a 117. A grande variação no número de ovaríolos das abelhas dos retrocruzamentos deveu-se a variabilidade observada na geração parental (abelhas africanizadas: 2 - 16; italianas: 6 - 26) e no F1 (2 - 31).; A comparative study of ovarioles number in workers of bees, Apis mellifera L. of 36 backcrosses colonies (Africanized and Italian), and stock, inbred and F1 colonies was carried out. No difference on the number of ovarioles in right and left ovaries of workers from the colonies used was detected. The hybrid bees from F1 generation presented from 2 to 31 ovarioles. The number of ovarioles observed in backcrossed Africanized workers varied from 2 to 56 and from 2 to 117 in the Italian ones. The range observed in these bees may be partially explained by the variability registered in stock colonies (Africanized workers: 2 - 16; Italian workers: 6 - 26) and in F1 colonies (2 - 31).

Comportamento de oviposturas individuais, percentagem de eclosão e peso larval mínimo para pupação em populações de Chrysomya megacephala (F.)

Von Zuben, Claudio J.
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 525-533
POR
Relevância na Pesquisa
16.42%
Chrysomya megacephala (F.), a exemplo de muitas outras moscas-varejeiras, utiliza recursos discretos e efêmeros para alimentação e oviposição, tais como carcaças em decomposição. O contexto espacial em que ocorre competição por alimento em C. megacephala caracteriza-se por duas populações: indivíduos adultos dispersando-se e imaturos que são depositados nos substratos pelas fêmeas adultas. O objetivo do estudo foi investigar aspectos da bionomia associados com competição larval por alimento em populações experimentais de C. megacephala, incluindo comportamento de ovipostura e peso mínimo necessário para pupação. Os resultados indicaram que fêmeas depositam parte de seus ovos produzidos, contrastando com estudos anteriores que consideraram apenas ovipostura completa. A percentagem de eclosão de larvas foi alta (90 %) e o peso mínimo necessário para pupação situou-se entre 30 e 32 mg.; hrysomya megacephala (F.), like many blowfly species, utilizes discrete and ephemeral resources such as decomposing carrion for feeding and egg laying. The spatial context in which exploitative competition takes place in C. megacephala is characterized by two populations: dispersing adult individuals, and immatures that are laid in clutches on the substrate by adult females. Aspects of the life-history associated with larval competition for food in experimental populations of C. megacephala...

Parasitismo natural de ovos de Alabama argillacea Hüb. e Heliothis virescens Fab. (Lep.: Noctuidae) por Trichogramma pretiosum Riley (Hym.: Trichogrammatidae) em algodoeiros no Mato Grosso do Sul

Fernandes, Marcos G.; Busoli, Antonio C.; Degrande, Paulo E.
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 695-701
POR
Relevância na Pesquisa
16.42%
Os experimentos foram conduzidos em culturas comerciais de algodoeiros na região de Dourados no Estado de Mato Grosso do Sul, durante a safra 1996/97. Observaram-se os seguintes aspectos do parasitismo natural em ovos de Alabama argillacea Hübner e Heliothis virescens Fabricius por Trichogramma pretiosum Riley: índice de parasitismo, razão sexual e número de adultos emergidos por ovo. Realizou-se coleta semanal de ovos dos lepidópteros e sua incubação em laboratório. Aos 31 dias após a emergência das plantas (DAE), não se observou parasitismo nos ovos de A. argillacea. Porém, a partir de 58 dias (DAE), acima de 60% dos ovos estavam parasitados por T. pretiosum, atingindo em algumas avaliações quase 100%. Apesar da baixa ocorrência de ovos de H. virescens, esses também apresentaram elevado índice de parasitismo por T. pretiosum. O número de fêmeas emergidas dos ovos parasitados geralmente foi maior do que o de machos. Fêmeas representaram em torno de 60% do total de adultos emergidos na maioria das coletas efetuadas. O número de adultos emergidos por ovo de A. argillacea e H. virescens foi ao redor de dois. Na região de Dourados, portanto, o parasitismo natural em ovos de A. argillacea e H. virescens por T. pretiosum é elevado...

Tipos de resistência a Alabama argillacea (Huebner) (Lepidoptera: Noctuidae) envolvidos em genótipos de algodoeiro: I - não-preferência

Lara, Fernando Mesquita; Ferreira, Alvemar; Campos, Alcebiades Ribeiro; Soares, José J.
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 739-744
POR
Relevância na Pesquisa
16.42%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Avaliou-se a preferência para oviposição e alimentação de Alabama argillacea (Huebner, 1818) por genótipos de algodoeiro (Gossypium hirsutum L.). em condições de campo, os genótipos avaliados foram: IAC 21, CNPA 2H, CNPA 7H, HR 21 T 16, HR 102, JPM 157, STO 285 N, SU 0450, T 267-12-14, T 277-2-6, T 295-3-2, T 695-8-22, T 941-274, T 953-13-4-2 e T 1122-13-1. Efetuou-se a contagem de ovos em 10 folhas/parcela, amostrando-se o terço superior de 10 plantas. Paralelamente, foram conduzidos dois ensaios, com e sem chance de escolha, com os genótipos CNPA 9211-21, CNPA 9211-31, JPM 157, STO 285 N, T 953-13-4-2 e T 1122-13-1, plantados em vasos, no interior de telados. Os ensaios de preferência para alimentação foram efetuados em laboratório, com discos de folhas daqueles seis genótipos. Utilizaram-se larvas de primeiro e terceiro ínstar, efetuando-se 20 repetições e avaliando-se o peso seco do alimento consumido. Constatou-se que a oviposição foi semelhante, estatisticamente, nos genótipos em estudo, excluindo-se portanto qualquer resistência do tipo não-preferência para oviposição. O genótipo CNPA 9211-31 foi o menos consumido por larvas de primeiro ínstar...

Oviposition preference of Bemisia tabaci (Genn.) biotype B (Homoptera: Aleyrodidae) for bean genotypes containing arcelin in the seeds

Oriani, Maria A. de G.; Lara, Fernando Mesquita
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 565-572
ENG
Relevância na Pesquisa
16.42%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Genótipos de feijoeiro (P. vulgaris) que contêm arcelina em suas sementes foram avaliados quanto à preferência para oviposição de Bemisia tabaci biótipo B (Homoptera: Aleyrodidae). Os testes foram conduzidos em condições de estufa, nas épocas das águas e da seca, em dois anos consecutivos, com os seguintes genótipos: ARC 3s, ARC 5s (genótipos selvagens portadores de arcelina); ARC 1, ARC 2, ARC 3, ARC 4 (linhagens quase-isogênicas portadoras de arcelina - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)), Porrillo 70, Bolinha e IAPAR MD 808 (cultivares sem arcelina). Nos ensaios de preferência para oviposição, em teste com e sem chance de escolha, observou-se que os genótipos Bolinha e Porrillo 70 foram os mais preferidos para oviposição pelo inseto. A suscetibilidade do genótipo Bolinha pode estar relacionada com o grande número de tricomas aciculares presentes em suas folhas. Os genótipos selvagens, ARC 5s e ARC 3s, apresentaram resistência do tipo não-preferência para oviposição. Esta resistência não está relacionada com a arcelina, uma vez que os genótipos melhorados também contêm arcelina em suas sementes e não mostraram-se resistentes a esse biótipo de B. tabaci.; The oviposition preference of Bemisia tabaci biotype B (Homoptera: Aleyrodidae) for bean (Phaseolus vulgaris L.) genotypes containing arcelin in the seeds was evaluated. The tests were carried out under greenhouse conditions...

Antibiosis effects of wild bean lines containing arcelin on Bemisia tabaci (Genn.) biotype B (Homoptera: Aleyrodidae)

Oriani, Maria A. de G.; Lara, Fernando Mesquita
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 573-582
ENG
Relevância na Pesquisa
16.42%
A biologia de Bemisia tabaci biótipo B (Genn.) foi avaliada em genótipos de feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) que contêm arcelina em suas sementes. Foi também realizada análise bioquímica de proteínas, em sementes e em folhas dos genótipos de feijoeiro, a fim de verificar se haveria traços de arcelina nas folhas dos materiais a serem avaliados. Os testes foram conduzidos em condições de casa de vegetação, nas épocas das águas e da seca, em dois anos consecutivos, com os seguintes genótipos: ARC 3s, ARC 5s (genótipos selvagens portadores de arcelina); ARC 1, ARC 2, ARC 3, ARC 4 (linhagens quase-isogênicas portadoras de arcelina - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)), Porrillo 70, Bolinha e IAPAR MD 808 (genótipos sem arcelina). Os genótipos selvagens, ARC 3s e ARC 5s, apresentaram altos níveis de antibiose, com ênfase para o ARC 5s (as ninfas tiveram alta mortalidade, em torno de 90%). O prolongamento do ciclo de desenvolvimento dos insetos provenientes do genótipo ARC 5s podem sugerir uma resistência do tipo antibiose e/ou não-preferência para alimentação. A resistência dos genótipos selvagens não está relacionada com a presença de arcelina nas sementes, já que nenhum traço dessa proteína foi encontrado nas folhas destes.; The biology of Bemisia tabaci biotype B (Genn.) on bean (Phaseolus vulgaris L.) genotypes containing arcelin in the seeds was evaluated. Also...

Dinâmica populacional de mosca-negra-dos-citros (Aleurocanthus woglumi Ashby, 1915) em pomares de citros em sistema agroflorestal e monocultura

Silva, Anderson Gonçalves da
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: viii, 79 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
16.42%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia (Entomologia Agrícola) - FCAV; Entre os insetos pragas que mais preocupam os citricultores no estado do Pará, a mosca-negra-dos-citros, Aleurocanthus woglumi destaca-se por acarretar danos diretos e indiretos ás plantas cítricas, além de constituir praga quarentenária presente ou A2 de alerta máximo, restringindo o comércio com outras regiões. Por ser uma praga exótica, recém introduzida, faltam conhecimentos básicos para a implementação de um manejo adequado na região amazônica. Desse modo, o objetivo do presente trabalho foi avaliar a dinâmica populacional de mosca-negra-dos-citros em pomares de citros em sistema de plantio agroflorestal e monocultura, utilizando a metodologia geoestatística. A área experimental está localizada no município de Capitão Poço onde foram realizadas 12 amostragens durante o período de setembro de 2008 a outubro de 2009, avaliando a presença ou ausência da praga nas laranjeiras em ambos os sistemas de produção. Os resultados obtidos mostraram que o sistema de plantio agroflorestal apresentou maior incidência de plantas com presença de mosca-negra-dos-citros comparado ao sistema de plantio de citros em monocultura...

Entomofauna associada a goiabeira Psidium guajava L. em pomares experimentais comerciais em Vista Alegre do Alto – SP e semi-orgânicos em Pindorama – SP

Calore, Ricardo Aparecido
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xiii, 115 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
16.42%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia (Entomologia Agrícola) - FCAV; Considerando-se a importância de estudos relacionados à entomofauna em pomares de goiaba para o manejo integrado de pragas, o presente trabalho objetivou: a-) Conhecer a entomofauna associada à parte aérea através do uso de armadilhas adesivas amarelas em pomar comercial de goiaba com uso predominante do inseticida imidacloprid na região de Vista Alegre do Alto-SP e em pomar experimental semi-orgânico de goiaba na região de Pindorama-SP; b-) Conhecer as flutuações populacionais dos insetos principais (pragas e inimigos naturais) em ambos os pomares e as correlações com dados meteorológicos das duas regiões. Para levantamento da dinâmica populacional, os espécimes foram coletados com armadilhas adesivas amarelas (25 cm x 9,5 cm), trocadas a cada 15 dias. Os experimentos foram realizados entre março e novembro de 2009 em Vista Alegre do Alto-SP, e entre junho de 2009 e junho de 2010 em Pindorama-SP. Com base nos resultados obtidos e nas condições de desenvolvimento do presente projeto, foi possível obter as seguintes conclusões: a) As maiores densidades populacionais de Triozoida limbata ocorrem em outubro e novembro e as menores em março e abril...

Composição e abundância da comunidade de macroinvertebrados aquáticos associados à Eichhornia azurea (Swartz) Kunth e suas relações com as variáveis abióticas em seis lagoas laterais ao Rio paranapanema - SP

Silva, Carolina Vieira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 137 f.
POR
Relevância na Pesquisa
16.42%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Ciências Biológicas (Zoologia) - IBB; O objetivo deste estudo foi analisar a composição taxonômica e a densidade de macroinvertebrados associados à macrófita Eichhornia azurea (Swartz) Kunth em seis lagoas laterais ao Rio Paranapanema em sua zona de desembocadura na Represa de Jurumirim – SP. As amostragens foram realizadas em março e agosto de 2009, supostamente meses de estações chuvosa e seca, respectivamente. Em cada uma das seis lagoas, foram selecionados três bancos distintos de E. azurea para coleta do material biológico (macrófita e fauna associada) e medida das variáveis limnológicas: profundidade, transparência, temperatura, pH, condutividade elétrica e concentrações de oxigênio dissolvido e material em suspensão. A amostragem de E. azurea foi realizada com um retângulo de 0,1976 m2, utilizando-se uma tesoura de jardinagem para retirada do material vegetal, que foi lavado em solução de formol e água para remoção dos macroinvertebrados associados. Entre os períodos estudados diferenças significativas (p<0,05) foram encontradas tanto para as variáveis limnológicas, quanto para a densidade de alguns dos taxa de macroinvertebrados. Na comparação das lagoas entre si em março e agosto...

Preferência alimentar por insetos aquáticos em espécies de peixes de riacho tropical

Pinto, Tamara Leite Ferreira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 102 f.
POR
Relevância na Pesquisa
16.42%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Pós-graduação em Ciências Biológicas (Zoologia) - IBB; A composição da fauna de um riacho pode variar tanto em função de alterações sazonais em sua estrutura, como em função da presença ou ausência da mata ciliar, acarretando alterações na oferta de nichos e modificando a composição de espécies. Uma questão que tem sido pouco considerada em estudos de partilha de recursos no Brasil, sao mudanças no hábito alimentar, em função da disponibilidade de alimento e mudanças na escolha do alimento, em função de sua qualidade. Assim, a determinação da existência ou não de uma preferência alimentar pela ictiofauna de riachos permitiria uma análise das relarções tróficas entre os membros da comunidade, levando em conta os recursos disponíveis no ambiente e a seletividade alimentar das espécies. No presente trabalho, as comunidades de macroinvertebrados aquáticos e de peixes de um riacho de 3ª ordem situado no município de Itatinga (SP) foram estudadas com objetivo de verificar possíveis mudanças na estrutura destas comunidades e na seletividade alimentar dos peixes, em função de variações sazonais (estação seca-Junho/2006 e chuvosa-Dezembro/2006) e espaciais (presença ou ausência de mata ciliar). A partir de uma análise quantitativa da fauna bentônica em corredeiras e da dieta da ictiofauna...