Página 11 dos resultados de 11756 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Epidemiologia clássica e molecular da tuberculose pulmonar em pacientes da região norte de Minas Gerais

Prince, Karina Andrade de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 114 f.
POR
Relevância na Pesquisa
36.46%
Pós-graduação em Biociências e Biotecnologia Aplicadas à Farmácia - FCFAR; Tuberculosis is a chronic infectious disease caused by the bacillus aerobic Mycobacterium tuberculosis. It causes health problems among millions of people each year, being ranked as the second leading cause of death from infectious disease worldwide. Thus, the aim of this study was to analyze the epidemiology of classical and molecular pulmonary tuberculosis in patients in North of Minas Gerais. We conducted an epidemiological study, an observational, longitudinal, retrospective and quantitative design. The population consisted of patients with suspected pulmonary TB, residents in the north of Minas Gerais patients at the University Hospital Clemente de Faria (HUCF), State University of Montes Claros (UNIMONTES), from January 2011 to December 2012. The clinical samples (sputum or bronchoalveolar lavage) of these patients were analyzed by Ziehl-Neelsen staining and culture by the method of Ogawa-Kudoh. Clinical isolates were subjected to molecular identification, genotyping by Spoligotyping techniques, RDRio, ERIC-PCR and MIRU-VNTR and drug susceptibility testing. The classical and molecular epidemiological correlation was performed using data from genotyping and classical epidemiological data. Of the 345 patients evaluated...

Epidemiologia das infecções por nematódeos gatrintestinais em ovinos criados em Botucatu

Wilmsen, Maurício Orlando
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 91 f.
POR
Relevância na Pesquisa
36.46%
Pós-graduação em Medicina Veterinária - FMVZ; The epidemiology of gastrointestinal nematode infections was evaluated in sheep raised in Botucatu – SP. Every month, from April 2008 until March 2011, two tracer lambs were exposed to natural infection with gastrointestinal nematodes for 28 consecutive days, while grazing together with a sheep flock. Haemonchus contortus presented the highest infection intensities with 100% prevalence. There was no significant influence of the seasons in H. contortus infection intensity. Trichostrongylus colubriformis also presented 100% prevalence with the lowest infection intensity during the summer months. In the case of T. colubriformis, there was significant correlation coefficient between worm counts x precipitation (r = -0.32; P < 0.05). Other three nematodes species were found in tracer lambs, however, in small numbers. Their prevalence and mean intensity of infection (in parenthesis) were the following: Oesophagostomum columbianum 28% (25.2), Cooperia curticei 7% (4.5) and Trichuris spp. 2% (1). In conclusion, the environmental conditions of the area were very favourable for H. contortus and T. colubriformis transmission all year round. These explain in part the failure of private and governmental programs to promote the sheep breeding activity in São Paulo State due to high sheep mortality rates and low productivity caused by gastrointestinal nematode infections; A epidemiologia das infecções por nematódeos gastrintestinais foi avaliada em ovinos criados em Botucatu - SP. A partir de abril de 2008 até março de 2011...

Epidemiologia molecular de rotavírus em rebanhos bovinos no estado de São Paulo no período de 2006 a 2010

Siqueira, Heloisa Pinto de Godoy
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: ix, 63 p. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
36.46%
Pós-graduação em Medicina Veterinária - FCAV; Rotavirus is the major causative agent of diarrhea in several animal species and humans, causing large economic and public health damage. A striking feature of this virus is the great genotypic diversity of circulating strains. Genotyping information is essential to establish surveillance mechanisms of rotavirus infection. This study aimed to discuss the epidemiology of rotavirus in cattle through studies conducted between 2006 and 2010, the Rotavirus Disease Laboratory of the Faculty of Agriculture and Veterinary Sciences of the Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho (FCAV / UNESP), 803 samples of feces of calves were obtained, ranging in age from 1 to 90 days, with and without diarrhea, 48 herds of dairy and beef cattle in the State of São Paulo. The samples were characterized on the basis of electrophoresis tests on polyacrylamide gel (PAGE) and then reverse transcription polymerase chain reaction (RT-PCR). The PAGE test indicated positive animals in 33.3% (16/48) of the herds and 6.1% (49/803) of the samples. In dairy herds infected animals were detected rotavirus in different age groups (P> 0.05), while in the high frequency cut herds (22.8%) of positive samples was observed in calves between 1 to 15 days (P <0...

Epidemiologia dos acidentes do trabalho fatais na "região de Campinas"-SP no periodo de 1979 a 1989

Sergio Roberto de Lucca
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em //1992 PT
Relevância na Pesquisa
36.46%
Partindo-se da constatação que os acidentes do trabalho ocorridos nos últimos 20 anos, segundo as estatísticas oficiais (INSS), resultaram em mais de 80 mil óbitos e, aproximadamente, um milhão de trabalhadores com seqüelas permanentes; procurou-se estudar a epidemiologia destas ocorrências fatais, na região de Campinas - SP, importante pólo industrial do Estado de São Paulo. Foram localizados e anal isados 476 prontuários de acidentes do trabalho fatais arquivados na Agência de Campinas do INSS, ocorridos nos Municípios de Campinas, Cosmópolis, Paulínia, Sumaré e Valinhos no período de 1979 a 1989 ...Observação: O resumo, na íntegra poderá ser visualizado no texto completo da tese digital; According to statistics from the Ministry of Social Security (INSS) , for the last twenty years, more than eighty thousand deaths and approximately one million permanent sequelae occurred as a result of work accidents in the region of Campinas, an important industrial centre in the state of São Paulo, 476 registers filed at the Campinas agency of the INSS were analysed, covering the municipalities of Campinas, Cosmópolis, Paulínia, Sumaré and Valinhos, from 1979 to 1989 ...Note: The complete abstract is available with the full electronic digital thesis or dissertations

Analise de tabelas de contingencia 2x2 : aplicações a epidemiologia

KJulia Maria Pavan
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/11/1987 PT
Relevância na Pesquisa
36.46%
É realizada uma revisão da teoria estatística apropriada para análise de tabelas de contingência 2x2, dando ênfase à aplicação destes resultados a dados gerados de estudos epidemiológicos. O desenvolvimento teórico explora a noção de condicionar a distribuição da estatística do teste em uma estatística ancilar, o que implica na tão polêmica análise de tabelas de contingência usando marginais fixadas. São apresentadas também outras formulações te6ricas como a revisão de vários procedimentos de estimação pontual ou por intervalo do parâmetro razão de produtos cruzados através de expressões exatas empregando métodos numéricos (CornField, 1956) ou expressões aproximadas (Cox, 1958; Gart, 1962.; Wolf, 1954), considerando métodos condicionais ou não condicionais. A quantidade razão de produto: cruzados se destaca como uma medida de associação superando outras quantidades devido a suas propriedades estatísticas e de aplicações. Três exemplos da área aplicada à Epidemiologia são desenvolvidos caracterizando cada tipo de estudo observacional prospectivo, retrospectivo e transversal e analisando criticamente os intervalos de confiança calculados; Not informed

Epidemiologia molecular do HIV-1 e resistência primária a antiretrovirais em indivíduos soropositivos da região metropolitana de Florianópolis/SC

Gräf, Tiago
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 92 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.46%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia e Biociências; Florianópolis possui a segunda maior taxa de incidência de casos de AIDS entre as capitais brasileiras, mas pouco se sabe sobre a epidemiologia molecular do HIV-1 e a prevalência de resistência primária a drogas nesta cidade. Com o intuito de melhor entender a dinâmica da epidemia do HIV-1 na região metropolitana de Florianópolis foram analisadas as regiões genômicas do envelope, protease, transcriptase reversa e integrase do HIV-1 de 82 indivíduos soro-positivos e virgens de tratamento. A forma genética do HIV-1 mais freqüente foi o subtipo C (65,8%), seguido por cepas mosaico BC (18,3%), subtipo B (13,6%), subtipo F1 (1,2%) e uma forma recombinante BCF1 (1,2%). Uma associação estatisticamente significativa entre categorias de exposição e subtipos do HIV-1 foi observada no presente estudo. Mais de 75% das formas recombinantes BC e de sequências subtipo C pertenciam a sujeitos da categoria de exposição heterossexual, enquanto que 73% das sequências subtipo B eram provenientes da categoria HSH. Mutações de resistência a drogas foram observadas em 11% dos indivíduos estudados. O presente estudo confirma a alta prevalência de subtipo C e formas recombinantes BC no estado de Santa Catarina e revela uma diferença significante (?<0...

Malária no Brasil : epidemiologia e controle

Tauil, Pedro Luiz
Fonte: Departamento de Análise de Situação de Saúde da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde Publicador: Departamento de Análise de Situação de Saúde da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde
Tipo: Parte de Livro
POR
Relevância na Pesquisa
36.46%
Introdução: A malária ainda é um grande problema de saúde pública no Brasil, particularmente na região Amazônica. Objetivo: Apresentar a situação atual da malária no país do ponto de vista epidemiológico e de seu controle, com ênfase nos indicadores de monitoramento das metas relacionadas nos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio – ODM. Método: Foram revistas publicações científicas e técnicas referentes à epidemiologia e ao controle da malária. Os dados utilizados constam dos sistemas nacionais de informação, como o Sistema de Informação em Vigilância Epidemiológica da Malária – Sivep-Malária, o Sistema de Informação de Agravos de Notificação – Sinan, o Sistema de Informações sobre Mortalidade SIM e o Sistema de Informações Hospitalares no Sistema Único de Saúde – SIH-SUS. Esses dados foram consolidados em tabelas e gráficos pelo Programa Nacional de Controle da Malária no Brasil, do Ministério da Saúde. Resultados: A incidência da malária no Brasil concentra-se, atualmente, na região Amazônica, em determinadas localidades, em função de múltiplos fatores biológicos, ecológicos, geográficos e sociais. As estratégias atuais de controle têm reduzido significativamente a incidência de malária grave associada ao Plasmodium falciparum...

Possibilidades e dificuldades nas rela????es entre ci??ncias sociais e epidemiologia

Minayo, Maria Cec??lia de Souza; Assis, Simone Gon??alves de; Deslandes, Suely Ferreira; Souza, Edinilsa Ramos de
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.46%
O artigo objetiva efetuar uma discuss??o te??rica sobre as dificuldades e possibilidades de articula????o entre epidemiologia e ci??ncias sociais no campo da sa??de p??blica. As autoras, atrav??s de m??todo reflexivo, problematizam e prop??em caminhos de possibilidades ante a principal indaga????o do texto que ?? como t??m sido apropriados os conceitos e categorias de uma disciplina pela outra. Apresentam como essencial para a articula????o a disposi????o dos pesquisadores de dialogarem; o exerc??cio te??rico disciplinar tanto quanto o di??logo entre elas; a compreens??o das l??gicas disciplinares que d??o sentido aos conceitos. Finalizam, discutindo os limites e avan??os na apropria????o da interdisciplinaridade, a partir de exemplos de algumas ??reas, especialmente de pesquisas sobre viol??ncia e sa??de.

Usu??rios de drogas injet??veis e infec????o pelo v??rus da imunodefici??ncia humana: epidemiologia e perspectivas de interven????o

Caiaffa, Waleska Teixeira; Bastos, Francisco In??cio Pinkusfeld Monteiro
Fonte: Associa????o Brasileira de P??s -Gradua????o em Sa??de Coletiva Publicador: Associa????o Brasileira de P??s -Gradua????o em Sa??de Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.46%
Dos cerca de 130 mil casos de aids notificados no Brasil entre 1980 e fevereiro de 1998, 21% est??o diretamente relacionados ao uso de drogas injet??veis. Este artigo revisa aspectos da epidemiologia da infec????o pelo HIV e outros pat??genos de transmiss??o sang????nea, entre usu??rios de drogas injet??veis (UDI), visando a subsidiar as pesquisas e a implementa????o de propostas de interven????o em nosso meio. A popula????o de UDI ?? heterog??nea e, ao contr??rio do estere??tipo, nem todos os UDI prov??m de minorias masculinas das grandes ??reas urbanas. Esta popula????o est?? em cont??nua transforma????o, com mudan??as marcantes ao longo do tempo na sua composi????o, h??bitos e padr??es de consumo. A estimativa precisa do n??mero de UDI em uma dada localidade constitui tarefa dif??cil, embora disponha-se de novas metodologias, como o m??todo de captura-recaptura. A combina????o de dados provenientes de diversas fontes se mostra tamb??m indispens??vel. Estudos no sentido de monitorizar os padr??es e tend??ncias do uso de drogas injet??veis, segundo diferentes n??veis de agrega????o e em intervalos regulares, permitem estimar prov??veis aumentos ou decr??scimos desta popula????o e detectar mudan??as relevantes nos seus comportamentos...

Epidemiologia de estirpes produtoras de ESBL em ITU

Soares, Sofia Farias
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.46%
A produção de ß-lactamases de espectro estendido (ESBL) é o mecanismo de resistência mais importante aos antibióticos ß-lactâmicos em bactérias da família Enterobacteriaceae. A disseminação destas espécies produtoras de ESBL na comunidade é uma realidade descrita a nível mundial, principalmente na Europa. A deteção destas estirpes é extremamente relevante em termos de qualidade de informação para o clínico, (pelas implicações terapêuticas imediatas), mas também pela importância em termos epidemiológicos dos microrganismos produtores destas enzimas, o que deve contribuir para diminuir a sua disseminação na comunidade e no ambiente hospitalar. Neste contexto, são necessários estudos que permitam conhecer o panorama mais realista da distribuição destes microrganismos, quer no meio ambiente, quer no meio hospitalar, de forma a fornecer melhores cuidados de saúde. Assim, é fundamental que o diagnóstico in vitro seja efetuado com recurso a metodologias de alta especificidade e sensibilidade, adequadas à realidade hospitalar. Os principais objetivos deste estudo foram averiguar quais os principais agentes causadores de infeções do trato urinário, na população servida pelo Centro Hospitalar do Baixo Vouga e inferir sobre a disseminação de ESBL nos isolados causadores destas infeções. Das 424 amostras estudadas...

Epidemiologia de isolados multirresistentes na comunidade

Magalhães, Sandra Vicência Martins
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
36.46%
A utilização massiva de antibióticos β-lactâmicos para o tratamento de infeções, nomeadamente infeções do trato urinário, levou ao desenvolvimento de mecanismos de resistência nos microorganismos, principalmente nas bactérias da família Enterobacteriaceae. De entre os mecanismos de resistência, a produção de β-lactamases é o mais comum entre estes microorganismos. Nos últimos anos, a produção e disseminação de β-lactamases de espetro estendido (ESBL), principalmente na Europa, tem sido grande motivo de preocupação para os profissionais de saúde. Assim, é de crucial importância o correto diagnóstico in vitro destes isolados e dos mecanismos de resistência subjacentes, assim como a realização de estudos de vigilância epidemiológica que permitam monitorizar o comportamento destas estirpes multirresistentes e avaliar a sua distribuição na comunidade. Este estudo teve assim como principais objetivos apurar quais os microorganismos responsáveis por infeções do trato urinário na comunidade servida pelo Hospital Infante D. Pedro e inferir na epidemiologia de Enterobacteriaceae produtoras de ESBL causadoras deste tipo de infeções. Durante o ano de 2013 estudaram-se 540 amostras das quais 88% foram bactérias Gram-negativas...

Epidemiologia e controlo do parasitismo gastrintestinal em éguas e seus poldros numa exploração do Ribatejo

Reis, Pedro Miguel Cunha
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária Publicador: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 19/12/2011 POR
Relevância na Pesquisa
36.46%
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária; O principal objectivo deste trabalho foi analisar a prevalência dos diversos parasitas gastrintestinais detectáveis por intermédio de coprologia. Encontraram-se factores que se relacionaram com as parasitoses detectadas, de forma a perceber um pouco melhor a sua epidemiologia. Analisou-se, também, o esquema terapêutico realizado na exploração estudada, tendo-se elaborado algumas sugestões práticas e aplicadas ao seu caso específico. O estudo foi efectuado na coudelaria da Companhia das Lezírias, S. A., realizando análises coprológicas de 10 éguas de ventre em pastoreio permanente e do poldro de cada uma delas, perfazendo um total de 20 animais, ao longo de um ano, a intervalos mensais. Os parasitas gastrintestinais encontrados pertenciam todos à ordem Nematoda, existindo animais positivos para Parascaris equorum (30%), Oxyuris equi (90%) e estrongilídeos gastrintestinais (100%). A eliminação de ovos de P. equorum foi esporádica ao longo do estudo e a detecção de O. equi só foi possível numa ocasião isolada; por essas razões não foi possível efectuar uma análise mais pormenorizada a estas espécies. A eliminação de ovos de estrongilídeos apresentou um padrão marcadamente sazonal...

Epidemiologia e controlo de helmintes intestinais em éguas e poldros Puro Sangue Lusitano em regime de maneio extensivo no Ribatejo e no Baixo Alentejo

Cabaço, Bernardo Maria de Melo Franco Gaspar
Fonte: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária Publicador: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 22/12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
36.46%
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária; Os equinos apresentam-se, por norma, infectados por inúmeras espécies de helmintes numa complexa fauna parasitológica, muitos deles com elevada patogenicidade. Assim, recomenda-se o delineamento de programas de controlo parasitário capazes de manter baixos níveis de carga parasitária compatíveis com um estado hígido. Pretendendo avaliar a epidemiologia e as formas de controlo de helmintes intestinais aplicadas em equinos criados em regime extensivo no Ribatejo e Baixo Alentejo colheram-se, mensalmente, amostras fecais entre Dezembro de 2012 e Janeiro de 2014, de 60 equinos (20 éguas, seus poldros de mama e respectivos poldros de ano) distribuídos equitativamente por duas coudelarias: concelho de Serpa (CS) e da Azambuja (CA). As amostras foram analisadas segundo técnicas coprológicas quantitativas e qualitativas. Realizou-se ainda a técnica da fita adesiva para pesquisa de ovos/adultos de Oxyuris equi. A análise da informação supracitada permitiu propor um esquema integrado e sustentável para o controlo das parasitoses identificadas. Nas duas coudelarias, identificaram-se animais positivos aos seguintes helmintes intestinais: O. equi (CS-70%; CA-67%), estrongilídeos intestinais [EI] (CS-100%; CA-93%)...

Queimaduras oculares químicas: epidemiologia e terapêutica

Noia,Luciana da Cruz; Araújo,Ana Helena Garcia de; Moraes,Nilva S. Bueno de
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2000 PT
Relevância na Pesquisa
36.46%
Introdução: Queimaduras oculares químicas podem produzir danos importantes à superfície ocular, resultando em incapacidade visual transitória ou permanente. Objetivos: Levantar dados acerca da epidemiologia e do tratamento inicial aplicado aos pacientes vítimas de queimaduras oculares químicas que chegam a um hospital-escola. Métodos: Foi realizado exame oftalmológico em 47 pacientes vítimas de queimaduras oculares químicas no pronto- socorro do Hospital São Paulo - Escola Paulista de Medicina / Universidade Federal de São Paulo. Resultados: A maioria das vítimas era de jovens do sexo masculino e acidentes de trabalho foram bastante freqüentes (46,8%). Agentes de natureza básica (alcalina) foram envolvidos em 55,32% dos casos. A córnea foi afetada em 95,7% dos casos. Os graus I (78,8%) e II (12,8%) da classificação de Hughes foram os mais observados. O tratamento inicial dos pacientes foi realizado em 89,4% dos casos (irrigação copiosa do olho afetado com solução salina e remoção de debris) e 21 (44,68%) casos receberam medicações tópicas. Conclusões: Foram observados vários erros na abordagem inicial dos pacientes, o que pode ter influenciado o prognóstico de alguns pacientes.

Epidemiologia de 118 casos de esclerose múltipla com seguimento de 15 anos no centro de referência do Hospital da Restauração de Pernambuco

Ferreira,Maria Lúcia Brito; Machado,Maria Íris Moraes; Vilela,Maria Lúcia; Guedes,Maria José; Ataíde Jr,Luis; Santos,Silvana; Laurentino,Sílvia Gomes
Fonte: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO Publicador: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
36.46%
A prevalência de esclerose múltipla (EM) varia consideravelmente no mundo. De acordo com Kurtzke, a América do Sul é considerada região de baixa prevalência (menor que 5 casos:100000 habitantes). OBJETIVO: Descrever a epidemiologia da EM em centro de referência, comparando-a aos achados de oito serviços nacionais. MÉTODO: Através de estudo de incidência, descritivo, prospectivo, longitudinal, foram analisados dados de 118 pacientes, atendidos no Centro de Referência para Atenção ao Paciente Portador de Doença Desmielinizante do Hospital da Restauração - Recife - PE - Brasil (CRAPPDD-HR), entre janeiro de 1987 e março de 2002, com diagnóstico de EM, segundo critérios de Poser. RESULTADOS: Os pacientes foram acompanhados por um a 15 anos. Noventa e cinco (80,5%) pacientes estavam em tratamento específico com imunomoduladores. A prevalência foi igual a 1,36:100000 habitantes. Identificaram-se: predomínio da etnia parda (110 casos, 93,2%); 82 (82,2%) casos clinicamente definidos, 15 (12,7%) laboratorialmente definidos e 6 (5,1%) clinicamente prováveis; número máximo de surtos igual a 46; maior número de casos com EDSS leve, assim como um a 10 anos de doença na forma surto/remissão (SR). A razão de gênero dos 83 casos da forma SR se equivaleu à geral (4...

A epidemiologia dos "edifícios doentes"

Sterling,Theodor D.; Collett,Chris; Rumel,Davi
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/1991 PT
Relevância na Pesquisa
36.46%
O meio ambiente interno dos edifícios modernos, especialmente aqueles designados para uso comercial e administrativo, constitui nicho ecológico com seu próprio meio bioquímico, fauna e flora. Sofisticados métodos de construção e os novos materiais e equipamentos necessários para manter o meio ambiente interno destas estruturas fechadas produzem grande número de sub-produtos químicos e permitem o desenvolvimento de diversos microorganismos. Estes edifícios, por serem hermeticamente fechados, apresentam um dilema quanto a regulagem da umidade e temperatura do ar que circula pelos duetos, uma vez que diferentes espécies de microoganismos se desenvolvem em diferentes combinações de umidade e temperatura. Se o meio ambiente interno dos edifícios fechados não for mantido de forma adequada, pode se tornar nocivo para a saúde dos seus ocupantes. Nessas condições, edifícios fechados, são chamados de "Edifícios Doentes". Apresenta-se uma revisão da epidemiologia das doenças ocasionadas por esses edifícios fechados, etiologia das doenças dos ocupantes, origens das substâncias tóxicas e métodos possíveis para manter um ambiente interno seguro.

Elementos históricos e filosóficos para a crítica da epidemiologia

Ayres,José Ricardo de C. M.
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/1993 PT
Relevância na Pesquisa
36.46%
Objetivou-se identificar as bases históricas e filosóficas da epidemiologia, a fim de enriquecer a reflexão sobre a inserção dessa ciência no conjunto das práticas de saúde. Utilizando-se informações historiográficas extraídas de textos consagrados na literatura especializada, e buscando-se subsídios teóricos e metodológicos na produção da epistemologia histórica francesa, procede-se a uma aproximação epistemológica apoiada ético-filosoficamente na crítica da razão moderna desenvolvida pela chamada Escola de Frankfurt. Destaca-se a noção abstrata de "meio" na tradução teórica do "espaço público da saúde" como a base contraditória da conformação instrumental do conhecimento epidemiológico. Com base nesta noção ampliou-se, de forma progressiva, a possibilidade de conhecimento e intervenção sobre os fenômenos sanitários, mas, ao mesmo tempo, limitou-se a objetivação do caráter propriamente público desses fenômenos.

Antinomias e "suturas" epistemológicas entre biológico-social e individual-coletivo no âmbito da epidemiologia social

Melo-Filho,Djalma A. de
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/1996 PT
Relevância na Pesquisa
36.46%
A complexidade do objeto epidemiológico tem suscitado, ao longo do tempo, discussão sobre alguns elementos que o compõem, assumindo, muitas vezes, a forma de antinomias. Utilizando-se como substrato textos fundamentais, analisaram-se, no âmbito da epidemiologia social, a formulação e a proposta de solução para as antinomias biológico-social e individual-coletivo. Criticou-se a validade teórica das saídas apontadas pelo discurso epidemiológico-social para resolver o "conflito de leis" que permeia o referido objeto. Destacou-se o conceito marxista-helleriano de indivíduo para contribuir com a "sutura" dos três planos da realidade: o universal, o particular e o singular.

Doença meningocócica: epidemiologia e controle dos casos secundários

Barroso,David E.; Carvalho,Diana M. de; Nogueira,Susie A.; Solari,Claude A.
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/1998 PT
Relevância na Pesquisa
36.46%
Aspectos epidemiológicos da doença meningocócica registrados a partir da segunda metade da década de 80 impulsionaram as autoridades de saúde pública a discutirem as medidas de controle disponíveis. A ocorrência da doença entre adolescentes e o registro de surtos envolvendo escolas são os dois pontos que mais pressionaram uma revisão das medidas de controle disponíveis. O uso das vacinas antimeningocócicas polissacarídeas e as recomendações para o controle de surtos localizados (clusters) são outros aspectos que mereceram atenção recentemente. Objetivou, assim, apresentar um panorama atual de alguns aspectos da epidemiologia e do controle dos casos secundários da doença meningocócica.

Situação atual da epidemiologia da leishmaniose visceral em Pernambuco

Dantas-Torres,Filipe
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 PT
Relevância na Pesquisa
36.46%
O objetivo do estudo foi descrever a situação epidemiológica atual da leishmaniose visceral no Estado de Pernambuco, Brasil. Para tanto, realizou-se revisão na literatura científica sobre a epidemiologia visceral em Pernambuco, por meio das buscas nas bases MEDLINE, SciELO e LILACS. Adicionalmente, foram consultados outros artigos relevantes que não foram localizados nas bases eletrônicas. Os 18 trabalhos selecionados para a revisão indicam que: a leishmaniose visceral possui ampla distribuição geográfica; os casos humanos estão freqüentemente associados à pressão antrópica sobre o meio ambiente; as crianças têm sido mais freqüentemente afetadas pela doença. Esses resultados mostraram a necessidade de mais estudos sobre os fatores de risco associados à incidência da doença no homem, o papel dos hospedeiros de Leishmania chagasi no ciclo zoonótico de transmissão e o comportamento do vetor nas diferentes regiões geográficas do Estado.