Página 11 dos resultados de 2551 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Tinctorial behavior of curaua and banana fibers and dyeing wastewater treatment by porous alumina membranes

Oliveira, Fernando R.; Galvão, Felipe M.F.; Silva, Tábhita L.T. da; Silva, Késia Karina O.S.; Nascimento, José H.O.; Souto, A. Pedro; Zille, Andrea
Fonte: Taylor & Francis Publicador: Taylor & Francis
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /06/2015 ENG
Relevância na Pesquisa
36.81%
Physicochemical and dyeing properties using reactive dyes of curaua and banana fibers were studied by means of color strength (K/S), differential scanning calorimetry (DSC), scanning electron microscopy (SEM), and Fourier transform infrared (FTIR) spectroscopy analyses. SEM analysis of alkali-treated fibers showed an increase in roughness due to surface lignin and hemicellulose defibrillation. DSC analysis showed for all the samples an endothermic and an exothermic peak at 70–80 and 340–360 ̊C due to the loss of adsorbed/ absorbed water and to decomposition of α-cellulose, respectively. Alkali-treated fibers dis- played a second peak around 290 ̊C attributed to the degradation of hemicellulose. FTIR spectra of the studied fibers show similar bands with different intensities attributed to the main components of cellulose-based materials. Alkali-pretreated fibers demonstrated excel- lent dyeing ability for all the tested dyes. Dye absorption depends on the chemical fiber, dye structure, and concentration. The results of washing fastness are very good for all the tested fibers. The dyeing effluent treated with an advanced microfiltration method using an improved alumina ceramic membrane shows an average efficiency of 98% in turbidity and color reduction. Low-cost ceramic alumina microfiltration membranes are a very promising advanced treatment for textile industrial effluents allowing water reuse.; C2011-UMINHO-2C2T-01 acknowledges the funding from Programa Compromisso para a Ciência 2008...

Depósitos de calda obtidos com a aplicação aérea de defensivos na cultura da banana

Corrêa,Hermes Geraldo; Benez,Sergio Hugo; Berton,Ronaldo S.; Sáes,Luís Alberto
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2004 PT
Relevância na Pesquisa
36.81%
O objetivo deste trabalho foi contribuir para maior eficiência das aplicações aéreas de defensivos na cultura da banana, mediante o levantamento dos depósitos da faixa total de aplicação, e realizado no município de Registro, Região do Vale do Ribeira (SP). Utilizou-se um avião Ipanema modelo 201-A equipado com quatro "micronairs" AU 3000, aplicando 13,8 L.ha-1 de calda contendo 3% de propiconazole em óleo de pulverização agrícola. Três vôos foram realizados em diferentes condições meteorológicas, sendo os depósitos de calda amostrados acima da cultura e no solo e por diferença obteve-se o depósito de calda retido pelas plantas. A análise desses depósitos, obtidos com espectrofotometria de absorção atômica, apresenta acima da cultura para o 1.º; 2.º e 3.º vôos, depósitos máximos nas faixas de aplicação de 12,5; 11,6 e 9,1L.ha-1 respectivamente. Para as aplicações utilizaram-se gotas de diâmetros medianos volumétricos (Dmv) de 181, 219 e 275 micrômetros, recolhidas na faixa de vôo e acima da cultura, respectivamente, no 1.º, 2.º e 3.º vôos. Os depósitos máximos obtidos sobre as plantas foram de 9,1; 10,1 e 7,1 L.ha-1, respectivamente, para o 1.º, 2.º e 3. vôos.

Avaliação de parâmetros de ultrafiltração de suco de banana

Rodrigues,Simone Loureiro Campos; Moreira,Rebeca Leite de Souza; Cardoso,Marisa Helena; Merçon,Fábio
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 PT
Relevância na Pesquisa
36.81%
A técnica de ultrafiltração foi empregada no processamento de suco de banana (Musa sapientum, shum.) visando sua clarificação e remoção da polifenoloxidase. O módulo consistiu de uma célula plana, com escoamento transversal e 14,6cm² de área de membrana. Em função do peso molecular da enzima foram utilizadas duas membranas poliméricas de poli(éter-sulfona) com pesos moleculares de corte de 10 e 30kDa. O suco clarificado apresentou coloração amarela, elevada translucidez e aspecto atrativo. A membrana com peso molecular de corte de 30kDa apresentou um fluxo permeado superior ao da membrana de 10kDa. A atividade da enzima polifenoloxidase foi reduzida em 97,5 e 96,2% para as membranas de peso molecular de corte de 10 e 30kDa, respectivamente. O emprego de uma etapa de limpeza com solução cloro-alcalina permitiu a recuperação do fluxo permeado inicial, sendo um indicativo da possibilidade de reutilização da membrana.

Filmes de polpa de banana produzidos por batelada: propriedades mecânicas e coloração

Martelli,Milena dos Reis; Barros,Taís Téo de; Assis,Odilio Benedito Garrido
Fonte: Associação Brasileira de Polímeros Publicador: Associação Brasileira de Polímeros
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.81%
Polpa de bananas sobremaduras e impróprias ao consumo foram utilizadas como matéria-prima para a elaboração de formulações para o processamento de filmes biodegradáveis. Os filmes foram obtidos fazendo uso de uma máquina semi-industrial de laminação plástica da Mathis no modo batelada. Pequenas adições de glicerol como plastificante e de pectina como aglutinante foram avaliadas. O processamento via Mathis garantiu lâminas homogêneas e reprodutivas. O glicerol mostrou ser necessário para conferir plasticidade aos filmes. A melhor combinação entre módulo de elasticidade e máxima elongação foi a composição com 4,5% purê obtido da polpa de banana (g purê seco/100 g de solução filmogênica), 5% glicerol (g glicerol/100 g de purê seco) e 0,5% pectina (g pectina/100 g de solução filmogênica). A adição de 0,5% de pectina também proporcionou maior estabilidade da coloração dos filmes.

Crispy banana obtained by the combination of a high temperature and short time drying stage and a drying process

Hofsetz,K.; Lopes,C. C.
Fonte: Brazilian Society of Chemical Engineering Publicador: Brazilian Society of Chemical Engineering
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 EN
Relevância na Pesquisa
36.81%
The effect of the high temperature and short time (HTST) drying stage was combined with an air drying process to produce crispness in bananas. The fruit was dehydrated in an air drier for five minutes at 70°C and then immediately set at a HTST stage (130, 140, 150°C and 9, 12, 15 minutes) and then at 70°C until water activity (a w) was around 0.300. Crispness was evaluated as a function of water activity, using sensory and texture analyses. Drying kinetics was evaluated using the empirical Lewis model. Crispy banana was obtained at 140°C-12min and 150°C-15min in the HTST stage, with a w = 0.345 and a w = 0.363, respectively. Analysis of the k parameter (Lewis model) suggests that the initial moisture content of the samples effects this parameter, overcoming the HTST effect. Results showed a relationship between sensory crispness, instrumental texture and the HTST stage.

Estabilidade da pré-mistura de bolo elaborada com 60% de farinha de banana verde

Borges,Antonia de Maria; Pereira,Joelma; Silva Júnior,Antenor; Lucena,Eliseu Marlônio Pereira de; Sales,Júlio Cesar de
Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.81%
Objetivou-se, neste trabalho, avaliar a estabilidade físico-química e microbiológica da pré-mistura de bolo elaborada com 60% de farinha de banana em substituição à farinha de trigo, durante 120 dias de armazenamento. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com cinco tratamentos (tempo de armazenamento - 0, 30, 60, 90 e 120 dias) e cinco repetições. Durante o armazenamento, a cada 30 dias foram realizadas as determinações de umidade, pH, acidez total titulável (ATT), vitamina C, coliformes a 45ºC, Bacillus cereus, Salmonella sp., fungos filamentosos e leveduras. A avaliação físico-química da pré-mistura manteve suas características com pequenas variações durante o armazenamento em temperatura ambiente. A variação mais expressiva foi observada quanto aos parâmetros pH e ATT. A pré-mistura não apresentou alterações durante o armazenamento com relação ao desenvolvimento dos patógenos: coliformes a 45ºC, Bacillus cereus, Salmonella sp., fungos filamentosos e leveduras.

Study of banana (Musa aaa Cavendish cv Nanica) trigger ripening for small scale process

Larotonda,Fábio Donato Soares; Genena,Aziza Kamal; Dantela,Daniela; Soares,Hugo Moreira; Laurindo,João Borges; Moreira,Regina Fátima Peralta Muniz; Ferreira,Sandra Regina Salvador
Fonte: Instituto de Tecnologia do Paraná - Tecpar Publicador: Instituto de Tecnologia do Paraná - Tecpar
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2008 EN
Relevância na Pesquisa
36.81%
The present work focuse on the impact of O2, CO2 and ethylene concentrations on ripening rate control of bananas as a contribution for the development of domestic equipments that could allow the user to drive the fruit shelf live. It represented the adjustment of metabolic activity rates in order to manage the maturity process. Ripening variables such as ethylene and CO2 concentrations and temperature were adjusted to accelerate or slow down the process, while the maturity degree was monitored through the physical and chemical parameters and sensorial analysis. Therefore, the objective of this work was to evaluate the influence of these parameters to manage the banana ripening. The optimum temperature was at 25 ºC of storage. The presence of oxygen, CO2 withdraws and ethylene injection were relevant for the ripening process. The "ready-to-eat" quality was achieved in 6 days in confined system. The use of ethylene as trigger was adequate to accelerate the ripening process with advantages in fruit color.

Response of banana genotypes to yellow Sigatoka in coastal tablelands of Sergipe, Brazil

Quirino,Zilná Brito de Rezende; Lédo,Ana da Silva; Talamini,Viviane; Oliveira,Lucas Fonseca Menezes; Teixeira,Kelly Cristina dos Santos
Fonte: Universidade Federal do Ceará Publicador: Universidade Federal do Ceará
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2014 EN
Relevância na Pesquisa
36.81%
Brazil has low availability of productive commercial cultivars with appropriate size and resistance to yellow Sigatoka. The objective of this study was to evaluate the behavior of different banana genotypes against yellow Sigatoka at conditions of Coastal Tablelands of Sergipe. The experiment was conducted at the Experimental Field of Embrapa Tabuleiros Costeiros, municipality of Nossa Senhora das Dores. The experimental design was randomized blocks design with 22 genotypes and three replications, six plants per plot. The genotypes tested were: Enxerto-33, Japira-106, FHIA-23, YB42-17, YB42-47, FHIA-18, PA42-44, PA94-01, PV79-34, Pacovan Ken, Pacovan, Prata-Anã, Maravilha, Garantida, Princesa, Tropical, Maçã, Grande Naine, FHIA-02, Caipira, Bucaneiro and Thap Maeo. The severity of yellow Sigatoka was evaluated at 60, 270 and 420 days after planting (DAP) (from July/2009 to July/2010), using a descriptive scale of Stover. Then, the infection rate was calculated at 60, 270 and 420 DAP, and was compared by Scott-Knott test at 5%. It was observed that genotypes have the same behavior at 270 DAP. At 60 DAP, genotypes with lower infection rate were Bucaneiro, Enxerto-33, Japira-106, YB42-17, FHIA-02, FHIA-18, FHIA-23, PA42-44, PA94-01...

Evolução da maturação e determinação do ponto de colheita de banana nas condições de cultivo da região do Submédio do Vale do São Francisco.

ALENCAR, F. M. de; SILVA, M. M. da; LIMA, M. A. C. de; SILVA, G. G. B. da; CASTRO, F. de.
Fonte: In: JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACEPE / CNPq, 10.; JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA CATÓLICA/CNPq / FACEPE, 8.; COMUNICAÇÕES DA CATÓLICA; SEMANA DE INTERAÇÃO CATÓLICA - SOCIEDADE, 4., 2006, Recife. Anais... Recife: FACEPE; Universidade Católica de Pernambuco, 2006. Publicador: In: JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FACEPE / CNPq, 10.; JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA CATÓLICA/CNPq / FACEPE, 8.; COMUNICAÇÕES DA CATÓLICA; SEMANA DE INTERAÇÃO CATÓLICA - SOCIEDADE, 4., 2006, Recife. Anais... Recife: FACEPE; Universidade Católica de Pernambuco, 2006.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.81%
O elevado índice de perdas desde a produção até a comercialização de banana no Brasil faz com que apenas uma parcela, entre 50 a 60% da produção, chegue à mesa do consumidor. A determinação do ponto de colheita mais adequado tem como finalidade permitir o máximo aproveitamento da fruta. O objetivo deste trabalho foi o acompanhamento da maturação dos frutos desde a emissão da inflorescência até a maturação completa do cacho na planta e, assim, verificar a época ideal de colheita, por meio de análises físicas e químicas, quanto a tamanho, peso, textura, pH, acidez total titulável e açucares solúveis totais, nas condições de cultivo do Vale do São Francisco. Verificou-se que o diâmetro, comprimento e desaparecimento da angulosidade dos frutos, não foram adequados para determinação do ponto de colheita de bananas de cultivar Pacovan, visto que os frutos mantiveram-se irregular em tamanho e forma até a completa maturação e que a acidez total titulável e textura foram os melhores indicativos para o ponto de colheita.; 2006; 1 CD-ROM.

Mapeamento da probabilidade de resposta à adubação para banana em função da variabilidade do estado nutricional das plantas - micronutrientes.

AMORIM, L. B.; MENDES, A. M. S.; LIMA, J. A. G.; DUDA, G. P.
Fonte: In: REUNIÃO BRASILEIRA DE FERTILIDADE DO SOLO E NUTRIÇÃO DE PLANTAS, 27. ; REUNIÃO BRASILEIRA SOBRE MICIRRIZAS, 11; SIMPÓSIO BRASILEIRO DE MICROBIOLOGIA DO SOLO, 9,; REUNIÃO BRASILEIRA DE BIOLOGIA DO SOLO, 6,. Bonito, 2006. A busca das raízes: anais. Dourados: Embrapa Agropecuária Oeste, 2006. Publicador: In: REUNIÃO BRASILEIRA DE FERTILIDADE DO SOLO E NUTRIÇÃO DE PLANTAS, 27. ; REUNIÃO BRASILEIRA SOBRE MICIRRIZAS, 11; SIMPÓSIO BRASILEIRO DE MICROBIOLOGIA DO SOLO, 9,; REUNIÃO BRASILEIRA DE BIOLOGIA DO SOLO, 6,. Bonito, 2006. A busca das raízes: anais. Dourados: Embrapa Agropecuária Oeste, 2006.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.81%
Este trabalho teve como objetivo mapear a probabilidade de resposta à adubação para micronutrientes em área comercial de produção de banana, na região do Vale do Assu, utilizando o procedimento de krigagem indicatriz para estimar isolinhas de probabilidades de resposta à adubação com micronutrientes pela bananeira a partir da variabilidade dos teores foliares destes nas plantas.; 2006

Efeito de indutores de resistência na incidência do mal do Panamá em banana maçã.

DAMASCENO, C. L.; MATOS, A. P. de; TROCOLI, R. O.; CORDEIRO, Z. J. M.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 21., 2010, Natal. Frutas: saúde, inovação e responsabilidade: anais. Natal: Sociedade Brasileira de Fruticultura, 2010. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 21., 2010, Natal. Frutas: saúde, inovação e responsabilidade: anais. Natal: Sociedade Brasileira de Fruticultura, 2010.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.81%
O mal do Panamá ou murcha de Fusarium, causado por Fusarium oxysporum Schlechtend.: Fr. f.sp. cubense (E.F. Smith) W.C. Snyder & Hansen, é uma das doenças mais importantes da bananeira (Musa spp.). Primeiramente relatado na Austrália, esta doença está presente em todas as regiões produtoras do mundo. Nas décadas de 1950 e 1960, o mal do Panamá dizimou a bananicultura da América Central e Caribe, então constituída unicamente da variedade Gros Michel (Daly & Walduck, 2006). No Brasil, onde foi detectado em 1930 sobre banana Maçã (Cordeiro et al., 2003), essa doença causa perdas acentuadas na produção de frutos em todo o País (Cordeiro et al., 1993), notadamente na variedade Maçã e naquelas do subgrupo Prata.; 2010; pdf 2022

Avaliação do teor de carotenóides totais em híbridos e acessos de banana.

CERQUEIRA, J. de O.; OLIVEIRA, L. A. de; VIANA, E. de S.; SOUSA, M. R.; SILVA, S. de O. e; AMORIM, E. P.
Fonte: In: JORNADA CIENTÍFICA EMBRAPA MANDIOCA E FRUTICULTURA, 4., 2010, Cruz das Almas. [Anais...] Cruz das Almas: Embrapa Mandioca e Fruticultura, 2010. (Embrapa Mandioca e Fruticultura. Documentos, 190). 1 CD-ROM. Publicador: In: JORNADA CIENTÍFICA EMBRAPA MANDIOCA E FRUTICULTURA, 4., 2010, Cruz das Almas. [Anais...] Cruz das Almas: Embrapa Mandioca e Fruticultura, 2010. (Embrapa Mandioca e Fruticultura. Documentos, 190). 1 CD-ROM.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.81%
Nos últimos anos, a população tem percebido que os alimentos nãservem apenas para nos alimentar, mas também oferecem compostobiologicamente ativos, que nos proporcionam benefícios à saúde. Desspercepção surgiu o conceito de alimentos funcionais. Entre esses compostobiologicamente ativos, estão os caratenóides, que são corantes naturais doalimentos e possuem também atividade biológica, além da atividadprovitamínica A de alguns caratenóides. Tantos os caratenóides que sãprovitamínicos e os que não são, contribuem para saúde, aumentando resposta imune e reduzindo o risco de doenças degenerativas como câncedegeneração muscular, cataratas e doenças cardiovasculares. Os caratenóidesão responsáveis pela coloração amarela, laranja e vermelha de grandnúmero de frutas, folhas e algumas flores, sendo encontrados também noanimais. Este trabalho objetivou avaliar o teor de carotenóides totais de 1acessos de banana, sendo 12 híbridos resistentes à Sigatoka-negra, trêhíbridos em avaliação quanto à resistência à mesma doença e três variedadecomerciais (Grande Naine, Pacovan e Prata Anã).; 2010; PDF. 042.

Selection of minimum descriptors in banana using univariate and multivariate methods.

AMORIM, E. P.; BRANDÃO, L. P.; OLIVEIRA, L. S.; SOUZA, C. P. F.; PEREIRA, V. M.; SEREJO, J. A. dos S.; SILVA, S de .O. e
Fonte: In: PROMUSA SYMPOSIUM, 2011, Salvador. Bananas and plantains: toward sustainable global production and improved uses: abstracts. [Montepellier.]: [Bioversity International, 2011. p. 129. Publicador: In: PROMUSA SYMPOSIUM, 2011, Salvador. Bananas and plantains: toward sustainable global production and improved uses: abstracts. [Montepellier.]: [Bioversity International, 2011. p. 129.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
EN
Relevância na Pesquisa
36.81%
The objective of the present work was to quantify the genetic diversity between banana accessions at Embrapa Cassava and Fruits, Brazil, using a list of morpho-agronomic descriptors, as well as to provide a minimal number of descriptors capable of quantifying the diversity between accessions.; 2011

Teores de compostos bioativos e proteína em variedades de banana.

NEVES, G. de O.; OLIVEIRA, L. A. de; SANTOS, A. de O.; SANTANA, F. A.; VIANA, E. de S.; AMORIM, E. P.
Fonte: In: JORNADA CIENTÍFICA EMBRAPA MANDIOCA E FRUTICULTURA, 5., 2011, Cruz das Almas. Anais... Cruz das Almas: Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical, 2011. Publicador: In: JORNADA CIENTÍFICA EMBRAPA MANDIOCA E FRUTICULTURA, 5., 2011, Cruz das Almas. Anais... Cruz das Almas: Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical, 2011.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 p.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.81%
A banana (Musa spp.) é originária do continente asiático, e atualmente vem sendo explorada na maioria dos países tropicais, ocupando o segundo lugar em volume de frutas produzidas e consumidas no Brasil. Nos últimos anos, a população adquiriu a visão de que os alimentos, além de nutrir, podem também oferecer compostos ou elementos biologicamente ativos que proporcionam benefícios adicionais à saúde.; 2011; 1 CD-ROM.

Avaliação da qualidade de banana passa elaborada a partir de variedades resistentes à Sigatoka-negra.

SENA, L. O.; NEVES, T. T.; SILVA, L. F. L. da; JESUS, J. L. de; VIANA, E. de S.; REIS, R. C.; AMORIM, E. P.
Fonte: In: JORNADA CIENTÍFICA EMBRAPA MANDIOCA E FRUTICULTURA, 6., 2012, Cruz das Almas. Anais... Cruz das Almas: Embrapa Mandioca e Fruticultura, 2012. Publicador: In: JORNADA CIENTÍFICA EMBRAPA MANDIOCA E FRUTICULTURA, 6., 2012, Cruz das Almas. Anais... Cruz das Almas: Embrapa Mandioca e Fruticultura, 2012.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.81%
A desidratação é uma alternativa interessante para reduzir as perdas pós-colheita da banana, pois prolonga sua vida-de-prateleira e agrega valor ao produto, sendo uma excelente oportunidade de negócio para as agroindústrias. O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade físico-química e sensorial de variedades de bananeiras resistentes à Sigatoka-Negra, na forma desidratada. Os frutos das variedades BRS Caipira e BRS Tropical foram selecionados no estádio 7 de maturação, devidamente lavados, sanitizados e descascados.; 2012

Comportamento agronômico de cultivares de banana em função de diferentes lâminas de irrigação.

GONÇALVES, Z. S.; AMORIM, T. B. do; XAVIER, C. S.; AMORIM, E. P.; LESSA, L. S.; LEDO, C. A. da S.; ROQUE, R. de L.
Fonte: In: JORNADA CIENTÍFICA EMBRAPA MANDIOCA E FRUTICULTURA, 6., 2012, Cruz das Almas. Anais... Cruz das Almas: Embrapa Mandioca e Fruticultura, 2012. Publicador: In: JORNADA CIENTÍFICA EMBRAPA MANDIOCA E FRUTICULTURA, 6., 2012, Cruz das Almas. Anais... Cruz das Almas: Embrapa Mandioca e Fruticultura, 2012.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.81%
A bananeira é a frutífera tropical mais difundida no mundo, apresentando grandes áreas cultivadas e grandes volumes de comercialização. A banana é o segundo fruto mais produzido e consumido no Brasil.; 2012

Avaliação da qualidade de Banana Passa elaborada a partir de variedades resistentes à Sigatoka-Negra.

NEVES, T. T. das; JESUS, J. L. de; VIANA, E. de S.; SENA , L. O.; SILVA, L. F. L. da; REIS, R. C.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 22., 2012, Bento Gonçalves. Anais... Bento Gonçalves: SBF, 2012. 1 CD-ROM. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 22., 2012, Bento Gonçalves. Anais... Bento Gonçalves: SBF, 2012. 1 CD-ROM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.81%
A banana (Musa spp.) é uma fruta de grande importância econômica para o Brasil e para outros países. Possui elevado valor nutricional e é altamente perecível, o que dificulta a comercialização do fruto in natura levando a grandes perdas após o seu amadurecimento (BORGES et al., 2010). A desidratação é uma alternativa interessante para reduzir tais perdas, pois prolonga a vida-de-prateleira dos frutos, agrega valor ao produto e é de fácil aplicação, sendo uma excelente oportunidade de negócio para as agroindústrias de frutas (MOTA, 2005; BORGES et al., 2010).; 2012

Comportamento biométrico de cultivares de banana sob irrigaçao localizada no Recôncavo Baiano.

XAVIER, C. S.; SILVA, R. O. da; GUIMARÃES, M. J. M.; GONÇALVES, Z. S.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 22., 2012, Bento Gonçalves. Anais... Bento Gonçalves: SBF, 2012. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 22., 2012, Bento Gonçalves. Anais... Bento Gonçalves: SBF, 2012.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.81%
O Brasil em 2012 produziu aproximadamente 6,9 milhões de toneladas de bananas, sendo o quinto maior produtor mundial, após Índia, Filipinas, China e Equador (FAO, 2012). Segundo o IBGE (2012), a região Nordeste é a principal produtora, responsável por 37,9% da produção, e o estado da Bahia o segundo maior produtor. No entanto, a produtividade nacional tem se mostrado muito aquém de seu potencial em função de problemas nutricionais e de suprimento hídrico, apesar de existir condições favoráveis para seu cultivo em quase todo o país. O baixo rendimento constatado nas regiões produtoras de banana evidencia a necessidade de ajustes tecnológicos e de manejo da cultura nas diversas áreas do conhecimento.; 2012

Necessidades de pesquisa e desenvolvimento no Brasil nas culturas da banana e do mamão - percepções das cadeias produtivas.

TELHADO, S. F. P. e; TRINDADE, A. V.; ARAUJO, J. C. de
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 22., 2012, Bento Gonçalves. Anais... Bento Gonçalves: SBF, 2012. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, 22., 2012, Bento Gonçalves. Anais... Bento Gonçalves: SBF, 2012.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.81%
Para que as ações de pesquisa e desenvolvimento (P&D) de instituições públicas sejam melhor direcionadas às demandas do setor produtivo, é necessária interação direta com o mesmo. Em 2011 ocorreram no Brasil dois importantes encontros das cadeias produtivas da banana e do mamão: o Simpósio Internacional Promusa ? ISHS ? Bananas e Plátanos: Produção global sustentável e usos alternativos; o Papaya Brasil 2011 ? V Simpósio do Papaya Brasileiro. Os dois eventos reuniram uma série de especialistas, produtores, extensionistas, representantes dos setores de insumos e pesquisadores envolvidos com essas culturas.; 2012

Textura, cor e aceitação sensorial de bolo elaborado com farinhas de castanha do brasil e banana verde.

CUNHA, C. R. da; LIMA, Y. B.; FURTADO, C. de M.; MACIEL, V. T.; FERNANDES, E. T. M. B.
Fonte: In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA PARA O PROGRESSO DA CIÊNCIA, 66., 2014. Rio Branco. Anais... Rio Branco: SBPC, 2014. Publicador: In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA PARA O PROGRESSO DA CIÊNCIA, 66., 2014. Rio Branco. Anais... Rio Branco: SBPC, 2014.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.81%
A farinha parcialmente desengordurada de castanha-do-brasil é um subproduto da extração do óleo da castanha. Essa farinha é rica em proteínas de alto valor biológico e em selênio, e pode ser usada como ingrediente em diversos produtos alimentícios, melhorando seu valor nutritivo. A farinha de banana verde é considerada um alimento funcional por ser rica em amido resistente, composto que no organismo humano atua como fibra dietética, melhorando o trânsito intestinal e servindo de substrato para a microflora bacteriana do intestino grosso, e assim exercendo diversos efeitos benéficos sobre a saúde, como redução da glicemia, ação hipocolesterolêmica e efeito protetor contra o câncer. A combinação dessas duas farinhas dá origem a um produto com excelente valor nutritivo, que pode ser usado na formulação de bolos, pães e biscoitos. Apesar do forte apelo nutricional, esses produtos ainda são produzidos em pequena escala e pouco empregados pelas indústrias processadoras de alimentos, o que se deve, entre outros fatores, ao desconhecimento sobre seu potencial de aplicação e sobre as características dos produtos gerados.; 2014