Página 10 dos resultados de 532 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Mecanismos e parâmetros de adsorção de íons Mn2+ e dodecil benzeno sulfonato em zeólitas naturais modificadas

Taffarel, Silvio Roberto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
17.16%
Este trabalho descreve estudos de ativação e modificação superficial de uma zeólita natural chilena para investigar a eficiência na remoção dos íons manganês e dodecil benzeno sulfonato de soluções aquosas. Foi realizada a caracterização dos materiais particulados, incluindo a determinação de distribuição granulométrica, área superficial específica, espectroscopia, difratometria de raios-X, potencial zeta, dentre outros. Os estudos realizados, usando a zeólita natural pulverizada, mostraram que os processos de ativação e modificação superficial da zeólita aumentaram significativamente tanto a capacidade como a cinética de adsorção. Estudos em escala de bancada foram realizados com a adsorção dos poluentes nas zeólitas ativadas ou modificadas a fim de obter parâmetros de processo (capacidade de adsorção, cinética e pH ótimo). Na ativação com íons inorgânicos (Na+ e NH4 +), a remoção de íons Mn2+ foi influenciada significativamente pelo pH do meio. A adsorção de íons Mn2+ sobre as zeólitas ativadas apresentou bom ajuste para o modelo cinético de pseudo-segunda ordem e a zeólita ativada com NaOH alcançou a maior taxa de adsorção. O modelo da isoterma de Langmuir mostrou o melhor ajuste aos dados de equilíbrio...

Variação espacial da carga interfoliar de esmectitas do depósto de bentonita de melo (norte do Uruguai): implicações nas propriedades físicas e na organofilização.

Machado, Gabriel Gonzalo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
17.16%
Para a modelização da distribuição espacial da carga interfoliar das esmectitas de Melo foram amostrados quatro perfis, sendo dois obtidos a partir de furos de sondagens e dois com amostras coletadas na frente da cava de exploração da ocorrência. Os perfis formam aproximadamente uma figura com a forma de um trapezoide isósceles possuindo uma mediana em torno de 100 m. Foi analisado um total de 21 amostras a partir dos perfis. A camada de bentonita na área estudada varia de 5 a 6 metros de espessura e no perfil localiza-se entre a camada de solo do topo e uma camada sotoposta de arenito de granulação media a grossa. A composição mineralógica observada em rocha total ao XRD mostra um aumento do conteúdo de esmectita com a profundidade, estimando-se uma proporção de 30% a 50% na profundidade de 1,5m e de 90 a 96% na profundidade de 7 a 8,3 m, variando muito pouco de um perfil em relação a outro, porém, mantendo a tendência de aumento da esmectita em profundidade. Identifica-se montmorilonitas dioctaedricas magnesianas com predomínio de Ca na posição trocável, seguido de quartzo, feldspatos (albita e K-felçdspato) e raramente identifica-se traços de ilita e zeolitas (heulandita-clinoptilolita). A composição química por XRF também é coerente com a tendência observada na mineralogia...

Transformação do glicerol em compostos de interesse petroquímico catalisada por zeólitas com ordem hierárquica de poros

Possato, Luiz Gustavo
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 80 f. : il. -
POR
Relevância na Pesquisa
17.16%
Pós-graduação em Química - IQ; As propriedades catalíticas de zeólitas micro e micro-mesoporoas foram avaliadas pela desidratação do glicerol em fase gasosa. A dessilicação foi a metodologia utilizada para criar mesoporos nas zeólitas, diminuir as limitações difusionais e aumentar a conversão de glicerol devido a esse sistema hierárquico de poros criados no cristal zeolítico. A composição química e estrutural dos catalisadores foi estudada por difração de raios-X, isotermas de adsorção-dessorção de nitrogênio, TPD-NH3 e quimissorção de piridina seguida por espectroscopia IV. Embora o objetivo fosse dessilicar para criar mesoporosidade nos cristais zeolíticos, a dessilicação promoveu a firmação de alumínio extra-rede que afeta a conversão e a distribuição dos produtos. Os resultados mostram claramente que zeólitas mesoporosas permitem a rápida difusão e consequentemente melhoram a cinética da reação. Entretanto, uma atenção especial foi dada à dessilicação porque tratamentos severos afetam negativamente, interferindo na distribuição relativa dos sítios ácidos de Brønsted e Lewis e, consequentemente, na ineficiência catalítica promovida por esses materiais. Contudo, durante a reação catalítica...

Sínteses e caracterização de novos catalisadores zeolíticos e sua como suportes inorgânicos para imobilização de lipase produzida por Rhizomucor miehei e seu estudo catalítico na reação de transesterificação do óleo de soja para produção de biodiesel

Vasconcellos, Adriano de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 126 f. : il. color.
POR
Relevância na Pesquisa
17.16%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Microbiologia - IBILCE; Os principais objetivos do presente trabalho de pesquisa são a síntese de novos catalisadores zeolíticos, a avaliação de seus usos como possíveis matrizes para imobilização enzimática, e o uso desse complexo zeólita/enzima como catalisador para produção de biodiesel. Inicialmente foram sintetizadas duas classes de zeólitas: faujasita (FAU) e gismondina (GIS), em suas formas sódicas, e estas zeólitas foram convertidas para as formas Cu2+, Ni2+ e Zn2+ por troca iônica. Na sequência foi avaliado o potencial desses materiais zeolíticos para imobilização e atividade lipolítica da enzima (Lipase de Rhizomucor miehei) na reação de hidrólise do p-nitrofenil palmitato (pNPP) a p-nitrofenol (pNP). Os estudos de imobilização foram feitos variando os parâmetros térmicos do pré-tratamento do suporte zeolítico e o meio catiônico dominante. Os resultados obtidos mostraram que dos 16 suportes avaliados para imobilização enzimática, todos se mostraram capazes de imobilizar a enzima em questão e produzir atividade catalítica, no entanto, o melhor compromisso entre imobilização e atividade enzimática foi obtido pelo complexo LIPASE/GIS/Ni2+ pré-tratada a 200ºC. Este complexo que imobilizou 11...

Oxidação seletiva de cicloexano catalisada por zeolita Y contendo terras raras

Emerson Luis Pires
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/1999 PT
Relevância na Pesquisa
17.16%
Catalisadores do tipo LnY (Ln = Ce, Eu, Nd, Sm e Yb) foram sintetizados a partir dos respectivos cloretos de terras raras e de zeólitas Y (Si:Al = 2,6, 12,5, 28, 60 e 100) por meio de reação no estado sólido (T = 800 K, p = 13 kPa e t = 6 h). Tais catalisadores foram caracterizados por difração de raios-X, espectroscopia infravermelho, ressonância magnética nuclear de Al e Si e fluorescência de raios-X; esses métodos revelaram que as extensões de troca foram de 30 e 50 % para zeólitas com Si:Al = 2,6 e 12,5, respectivamente e de 40 % para as demais zeólitas, sendo ainda que as estruturas foram mantidas intactas após o procedimento de síntese. Os catalisadores assim obtidos foram empregados em reações de oxidação de cicloexano, a fim de se obter cicloexanol e cicloexanona, utilizando terc-butilidroperóxido, tBHP; como agente oxidante (T = 343 K, t = 24h) e acetona, acetonitrila, piridina, diclorometano e 1,2-dicloroetano como solventes. Os catalisadores apresentaram-se ativos para a oxidação sendo a eficiência dependente do metal introduzido na zeólita (Ce > Yb > Nd > Eu > Sm) e da razão Si:Al da zeólita matriz (12,5 > 2,6 > 28 > 60 > 100), com conversão de cerca de 8 % e número de "turnover" igual a 403 para o catalisador CeY-12...

Uso de quimiometria aliada a espectroscopia de raios-X para caracterização de AI em aluminossilicatos e em silicas modificadas com AI203; Chemometrics allied to X-ray spectrometry for characterization of AI on aluminum-silicates and on AI203 modified silica

Karen Goraieb
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
17.16%
Um método para a análise qualitativa e quantitativa de Al em matrizes com alto teor de Si (aluminossilicatos, por exemplo) utilizando-se a Espectrometria de raios-X aliada aos métodos quimiométricos PCA (análise de componentes principais), e PLS 1 (regressão por mínimos quadrados parciais para uma variável) foi desenvolvido. As amostras estudadas neste projeto foram: amostras-padrão (misturas de Al2O3 e SiO2), fases estacionárias de SiO2 com camada de Al2O3 para cromatografia, cimento Portland e Zeólitos. Primeiro foi feita a otimização do método acerca do tempo de irradiação das amostras e com relação ao pré-tratamento a ser aplicado aos espectros antes da análise quimiométrica. Depois, com o PCA, foi possível observar que há uma tendência em separar as amostras-padrão conforme o teor de Al em 3 subgrupos (alto, médio e baixo). Porém, para as amostras mais complexas, não se observou uma grande influência do Al nas separações dos subgrupos durante uma análise exploratória inicial, porém outras características importantes, tais como, grau de uso (para os zeólitos) e origem (para os cimentos) foram relevantes. Com o PLS 1 foi possível construir modelos de calibração e de validação cruzada para o Al nas amostras-padrão...

Síntese de zeólita tipo 4A a partir de resíduo proveniente do processo de polpamento de papel branco

Melo, Carolina Resmini
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 117 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
17.16%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química, Florianópolis, 2013.; O crescente desenvolvimento industrial vem aumentando consideravelmente a quantidade de resíduos produzidos nos processos de fabricação e, entre esses, pode ser citado o segmento de papel e celulose. Os resíduos deste segmento, quando não dispostos de forma correta no meio ambiente, podem trazer sérios problemas à saúde pública. Além da disposição correta, há uma preocupação crescente com relação ao reaproveitamento destes resíduos para que possam ser reutilizados em outros processos industriais. Quando ocorre a reutilização, diminui de forma considerável a disposição em aterros e, via de regra, economiza energia, matéria prima e minimiza ainda a responsabilidade solidária da empresa geradora destes resíduos com a empresa depositante. Assim, este trabalho tem como foco principal o estudo e definição de uma rota eficaz e viável para a síntese de zeólitas a partir de resíduos provenientes do processo de polpamento de papel branco. Esta alternativa vem no sentido de diminuir os impactos ambientais que este tipo de resíduo gera quando descartado. A alternativa estudada é a utilização do caulim presente nestes resíduos como fonte de metacaulim para a produção de zeólitas. Estas zeólitas têm uma vasta aplicação como trocadores iônicos...

Síntese e caracterização de zeólita y com fontes alternativas de silício e alumínio

Bortolatto, Larissa Bento
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 98 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
17.16%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química, Florianópolis, 2014; A síntese de zeólitas a partir de fontes alternativas de silício e alumínio são rotas promissoras para a obtenção de materiais zeolíticos. Tais materiais normalmente são aplicados em processos catalíticos, adsortivos seja para obtenção de novos produtos ou para processos de purificação e separação dos mesmos. Visando à obtenção de um material com características ambientalmente corretas, a presente pesquisa concentrou-se no estudo de uma rota eficaz e viável para a síntese de zeólitas Y, a partir de diferentes fontes de silício e alumínio. Como matéria-prima foram empregados reagentes analíticos e dois tipos de metacaulim, metacaulim resíduo (MCR) e metacaulim (MC). Além disso, foi realizado um planejamento experimental como ferramenta para avaliar a significância dos efeitos dos parâmetros tempo e temperatura na cristalização das zeólitas, com reagentes analíticos. As matérias-primas, bem como os produtos obtidos, foram caracterizadas por um conjunto de técnicas: Fluorescência de Raios-X (FRX), Difração de Raios-X (DRX), Espectroscopia de Infravermelho por Transformada de Fourier (FTIR)...

Modificação de zeólitas com trióxido de tungstênio para aplicações em catálise e adsorção

Costa, Andréia Alves
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
17.16%
Tese (Doutorado)- Instituto de Química, Programa de Pós-Graduação em Química, 2011.; Atualmente, os catalisadores sólidos ácidos são os materiais mais importantes utilizados na indústria química e petroquímica. Dentre esses materiais, as zeólitas ocupam posição de destaque, por suas propriedades singulares e pelos resultados catalíticos alcançados em várias reações de âmbito industrial. Este trabalho envolve o estudo da influência do trióxido de tungstênio na acidez das zeólitas ZSM-5, USY e BEA, e de suas atividades em duas aplicações: reação de esterificação do ácido oléico e extração em fase sólida de 15 hidrocarbonetos policíclicos aromáticos. Um método de impregnação aquosa foi realizado usando WO3•nH2O como precursor. Além disso, uma peneira molecular mesoporosa foi testada, a Si-MCM-41. Os materiais foram sintetizados e caracterizados por diversos métodos: DRX, FRX/EDX, RMN no estado sólido de 29Si e 27Al, FTIR, FT-Raman, adsorção de piridina em fase gasosa e líquida, calorimetria em fase líquida, isotermas de adsorção/dessorção de nitrogênio e por análises térmicas. Os resultados preliminares mostraram uma nova distribuição de sítios ácidos após a impregnação do óxido na estrutura. A aplicação dos materiais zeolíticos na reação de esterificação do ácido oléico mostrou uma atividade reduzida para os catalisadores WO3/ZSM-5...

Encapsulamento de fármacos em zeólitos para utilização no tratamento do carcinoma do colorretal

Vilaça, Natália
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
17.16%
Dissertação de mestrado em Técnicas de Caracterização e Análise Química; Desde a antiguidade que o Homem tem desenvolvido estratégias terapêuticas que têm sido aperfeiçoadas ao longo do tempo. A maioria das formulações terapêuticas apresenta uma ação rápida, de curta duração, atingindo um pico seguindo-se a diminuição rápida da sua ação. Tal levou à necessidade de se criarem formulações que permitam uma ação mais prolongada no tempo. Algumas destas novas formulações incluem os chamados sistemas drug delivery (DDSs), que podem ser direcionados para locais específicos do corpo. Estes sistemas, devido à sua capacidade de libertar os fármacos em locais específicos do corpo, apresentam inúmeras vantagens, como por exemplo, diminuição da toxicidade e maior tempo de permanência em circulação. São diversos os materiais que, durante as últimas décadas, têm sido estudados para a criação de DDSs. Estes sistemas têm sido sujeitos a diferentes abordagens de forma a aumentar o benefício terapêutico do fármaco minimizando os seus efeitos colaterais e ainda de forma a melhor as suas propriedades farmacocinéticas e farmacodinâmicas. Neste trabalho foram preparados DDSs baseados em três zeólitos...

Synthesis of faujasite membranes

Machado, Andreia Filipa Gouveia
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
ENG
Relevância na Pesquisa
17.16%
Os processos de separação usando membranas são cada vez mais frequentes para aplicações industriais devido à superioridade técnica e económica deste tipo de metodologia. Os zeólitos são candidatos promissores para membranas de elevado desempenho porque combinam as vantagens das membranas inorgânicas, tais como estabilidade a elevadas temperaturas, resistência a meios agressivos e fácil modificação catalítica, com as características únicas de peneiro molecular, permuta iónica, adsorpção selectiva e catálise típica dos zeólitos. Entre os vários zeólitos, a faujasite é particularmente atractiva porque apresenta a estrutura mais aberta de todos os zeólitos conhecidos. Os seus poros largos (~7.4A) podem ser usados para aplicações envolvendo moléculas maiores comparativamente com as que podem ser acomodadas em outros zeólitos. O objectivo desta tese consiste na síntese de membranas de faujasite para separação de olefinas/parafinas. Para esta aplicação, o revestimento do suporte e a eliminação de defeitos que criam percursos intrazeolíticos são fundamentais. Desta forma, a optimização das condições de síntese e o conhecimento do efeito de cada variável na microstrutura e qualidade do material são essenciais. As membranas de faujasite foram sintetizadas hidrotermicamente em suportes tubulares de a(alpha)-Al2O3 pelo método de crescimento secundário a partir de géis e soluções. Os suportes foram revestidos por imersão numa suspensão aquosa de cristais de zeólitos e subsequente tratamento a 150ºC. Em seguida...

Reciclagem química de zeólitas comerciais desativadas

Afonso,Júlio Carlos; Pontes,Alexandre Barboza; Santos,Emmanuel Soares; Menezes,Mayko de Sousa; Aguiar,Renata de Melo
Fonte: Sociedade Brasileira de Química Publicador: Sociedade Brasileira de Química
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2004 PT
Relevância na Pesquisa
17.16%
Pyro and hydrometallurgical processes were applied to the treatment of spent commercial zeolites (a molecular sieve and a ZSM-5 sample). Both catalysts were employed in pilot plant units. They were kept in their original shape, they were not regenerated and were not subjected neither to mechanical stress nor to overheating zones during their time on-stream. Two recycling processes were tested: (i) direct solubilization of samples in mixtures of HF + H2O2 (60 ºC, 1 h). Although silicon was solubilized, insoluble matter was found in both samples, particularly in the molecular sieve, due to its high amounts of alkaline and alkaline-earth metals; (ii) fusion with KHSO4 (5 h, 600 ºC) with KHSO4/zeolite mass ratio 6:1. After fusion the solid was solubilized in water (100 ºC), leaving silicon as SiO2 residue. In both processes, solubilized metals were isolated by conventional selective precipitation techniques. Analysis of final products by common analytical methods shows that metals present in the original catalysts were recovered with very high yields except when the molecular sieve was treated with HF + H2O2. This reactant mixture proved to be suitable for processing zeolites with a low alkaline and alkaline-earth metal content whereas fusion with KHSO4 appeared to be adequate for all types of zeolites.

Estudo da adsorção de compostos sulfurados empregando zeólitas contendo zinco

Malvesti,Álvaro L.; Mignoni,Marcelo L.; Scherer,Robison P.; Penha,Fábio G.; Pergher,Sibele B. C.
Fonte: Sociedade Brasileira de Química Publicador: Sociedade Brasileira de Química
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
17.32%
This paper deals with an adosrption of sulphur compounds employing zeolites containing zinc. The zeolites employed were commercial NaY and Beta. The zinc was incorporated in three levels: 0.5; 1.0 and 5%. The sulphur compounds studied were benzothiophene and dibenzothiofene. The results showed that both zeolites can be employed for adsorption of benzothiophene and dibenzothiophene. The Zn incorporation (0.5%) promotes an increase in zeolites adsorption ability. The DBT adsorbs more than BT, probably because it strongly interacts with zeolite structure. The BT adsorbs more in NaY than in beta probably because the NaY zeolite has a high intern volume. This is not observed for DBT.

Analysis of the biological and chemical reactivity of zeolite-based aluminosilicate fibers and particulates.

Fach, Estelle; Waldman, W James; Williams, Marshall; Long, John; Meister, Richard K; Dutta, Prabir K
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /11/2002 EN
Relevância na Pesquisa
17.32%
Environmental and/or occupational exposure to minerals, metals, and fibers can cause lung diseases that may develop years after exposure to the agents. The presence of toxic fibers such as asbestos in the environment plus the continuing development of new mineral or vitreous fibers requires a better understanding of the specific physical and chemical features of fibers/particles responsible for bioactivity. Toward that goal, we have tested aluminosilicate zeolites to establish biological and chemical structure-function correlations. Zeolites have known crystal structure, are subject to experimental manipulation, and can be synthesized and controlled to produce particles of selected size and shape. Naturally occurring zeolites include forms whose biological activity is reported to range from highly pathogenic (erionite) to essentially benign (mordenite). Thus, we used naturally occurring erionite and mordenite as well as an extensively studied synthetic zeolite based on faujasite (zeolite Y). Bioactivity was evaluated using lung macrophages of rat origin (cell line NR8383). Our objective was to quantitatively determine the biological response upon interaction of the test particulates/fibers with lung macrophages and to evaluate the efficacy of surface iron on the zeolites to promote the Fenton reaction. The biological assessment included measurement of the reactive oxygen species by flow cytometry and chemiluminescence techniques upon phagocytosis of the minerals. The chemical assessment included measuring the hydroxyl radicals generated from hydrogen peroxide by iron bound to the zeolite particles and fibers (Fenton reaction). Chromatography as well as absorption spectroscopy were used to quantitate the hydroxyl radicals. We found that upon exposure to the same mass of a specific type of particulate...

Atomic sites and stability of Cs+ captured within zeolitic nanocavities

Yoshida, Kaname; Toyoura, Kazuaki; Matsunaga, Katsuyuki; Nakahira, Atsushi; Kurata, Hiroki; Ikuhara, Yumi H.; Sasaki, Yukichi
Fonte: Nature Publishing Group Publicador: Nature Publishing Group
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 16/08/2013 EN
Relevância na Pesquisa
17.32%
Zeolites have potential application as ion-exchangers, catalysts and molecular sieves. Zeolites are once again drawing attention in Japan as stable adsorbents and solidification materials of fission products, such as 137Cs+ from damaged nuclear-power plants. Although there is a long history of scientific studies on the crystal structures and ion-exchange properties of zeolites for practical application, there are still open questions, at the atomic-level, on the physical and chemical origins of selective ion-exchange abilities of different cations and detailed atomic structures of exchanged cations inside the nanoscale cavities of zeolites. Here, the precise locations of Cs+ ions captured within A-type zeolite were analyzed using high-resolution electron microscopy. Together with theoretical calculations, the stable positions of absorbed Cs+ ions in the nanocavities are identified, and the bonding environment within the zeolitic framework is revealed to be a key factor that influences the locations of absorbed cations.

First-principles molecular modeling of structure-property relationships and reactivity in the zeolite chabazite

Lo, Cynthia
Fonte: Massachusetts Institute of Technology Publicador: Massachusetts Institute of Technology
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 139 p.
ENG
Relevância na Pesquisa
17.32%
Zeolites are crystalline, porous aluminosilicates; while a pure silicate structure is charge-neutral, the substitution of A1³⁺ for Si⁴⁺ creates in the framework a negative charge, which can be compensated by a proton that acts as a strong, acid-donating Bronsted site. Zeolites are widely used in industry, most commonly for catalysis and separations. Unfortunately, they have not yet been able to replace all homogeneous catalysts in industrial processes due to the difficulties in reactant and product diffusion to and from the zeolite surface in the absence of a solvent. However, it is believed that if we had a thorough understanding of how solid acids, especially zeolites, catalyze reactions, then we would be able to design heterogeneous catalysts to overcome these difficulties. The nature of the acid sites in zeolites and the factors contributing to enhanced catalytic activity have been the subject of much study in the literature. In particular, the issue of whether all of the acid sites in a particular zeolite are homogeneous or heterogeneous in acid strength requires the development of a systematic way to quantify acidity. To address this, a detailed density functional theory (DFT) investigation of the reactivity of the acid sites in the zeolite chabazite was performed. Energies of adsorption of bases...

Síntese integrada em condições brandas de zeólitas 4A e NaP1, a partir de cinzas de carvão, para o uso em detergente e descontaminação ambiental

Cardoso, Ariela Milbrath
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
17.32%
O principal uso do carvão é a geração de eletricidade, o que representa 41% de toda a eletricidade gerada no mundo. A combustão do carvão nas usinas dos estados do sul do Brasil gera 3,0x106 toneladas de cinzas por ano. O presente trabalho visa a síntese integrada de zeólitas NaP1 e 4 A em condições brandas, utilizando cinzas volantes de carvão como matéria-prima. Estas zeólitas apresentam aplicações industriais e ambientais de grande importância para o país, visando a minimização dos impactos ambientais e os resíduos gerados. Para a síntese das zeólitas foi realizado processo hidrotérmico com diferentes concentrações de NaOH em reator de vidro de baixo custo. A relação L/S, temperatura, as fontes de alumínio, entre outros fatores, também foram investigados. Várias técnicas foram utilizadas, para caracterizar as zeólitas sintetizadas, tais como MEV, DRX, FRX, CTC, entre outras. Os melhores produtos zeolíticos foram utilizados no tratamento de efluentes. Sob as condições utilizadas neste estudo as zeólitas NaP1 e 4 A foram obtidas com valores de CTC de 2,5 e 4,5 meq g-1, respectivamente, indicando conversões elevadas. A zeólita NaP1 provou ser altamente eficiente na remoção de Mn e NH4+, de drenagem ácida de mina e efluentes de dejetos suínos...

Síntese e caracterização de zeólita beta hierarquizada e materiais híbridos micro-mesoporosos aplicados no craqueamento de PEAD

Caldeira, Vinícius Patrício da Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Química; Físico-Química; Química Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Química; Físico-Química; Química
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
17.32%
A catalyst of great interest to the scientific community tries to unite the structure of ordered pore diameter from mesoporous materials with the properties of stability and acid activity to microporous zeolites. Thus a large number of materials was developed in the past decades, which although being reported as zeolites intrinsically they fail to comply with some relevant characteristics to zeolites, and recently were named zeolitic materials of high accessibility. Among the various synthesis strategies employed, the present research approaches the synthesis methods of crystallization of silanized protozeolitic units and the method of protozeolitic units molded around surfactant micelles, in order for get materials defined as hierarchical zeolites and micro-mesoporous hybrid materials, respectively. As goal BEA/MCM-41 hybrid catalysts with bimodal pore structure formed by nuclei of zeolite Beta and cationic surfactant cetyltrimethylammonium were developed. As also was successfully synthesized the hierarchical Beta zeolite having a secondary porosity, in addition to the typical and uniform zeolite micropores. Both catalysts were applied in reactions of catalytic cracking of high density polyethylene (HDPE), to evaluate its properties in catalytic activity...

Evaluation of a substitute filter medium for removal of haze in beer.

Marquez, Ma Perpetua M.
Fonte: Universidade de Adelaide Publicador: Universidade de Adelaide
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2001
Relevância na Pesquisa
17.32%
Diatomaceous earth (DE) is widely used in the filtration of beer to remove suspended yeast and other particulate material that can cause cloudiness or haze in the final product. The DE used has a particle size diameter of between 60 and 100 um. However, health and safety concerns arise its human carcinogenic classification in 1997 from Category 2 (Probable Human Carcinogen) to Category 1 (Human Carcinogen) by the IARC. In a confidential study conducted at Adelaide University, zeolite-A, a hydrated aluminosilicate of alkali earth metals, showed promising filtration capabilities when used in the removal of haze in white wine. Zeolite-A is non-toxic via oral, dermal, ocular and respiratory exposure as well as safe for the environment at disposal. An experimental study to investigate zeolite-A as a possible substitute for DE in the brewing industry was therefore undertaken. The particular zeolite-A used was selected as it was judged as nearly the same as that manufactured within the Department of Chemical Engineering, Adelaide University from naturally occurring deposits of kaolin. Two size-grades of zeolite-A (large diameter particles of 125-250 um and small diameter particles of 63-125 um) were selected to cover the particle size range of widely used DE (as Celite 503). These two zeolites...

Cimentos Portland aditivados com arenito zeol?tico com propriedades pozol?nicas

PICAN?O, Marcelo de Souza; ANG?LICA, R?mulo Sim?es; BARATA, M?rcio Santos
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
17.32%
O uso adequado de pozolanas possibilita a produ??o de cimentos especiais, de menor custo de fabrica??o e de maior durabilidade que os correspondentes sem adi??o. O emprego dessas adi??es minerais possibilita ganhos significativos em termos de produtividade e uma extens?o da vida ?til dos equipamentos de produ??o e da pr?pria jazida de calc?rio, tamb?m ajudando na diminui??o de CO2 lan?ado na atmosfera. As ze?litas t?m sido utilizadas como material pozol?nico em misturas com "terras vulc?nicas" e ?gua nas constru??es desde o tempo do antigo Imp?rio Romano. Nos dias atuais, existem muitas discuss?es envolvendo reatividade pozol?nica das ze?litas naturais na incorpora??o dos cimentos Portland. Na Regi?o nordeste do Brasil, ze?litas sedimentares relacionadas a arenitos da Bacia do Parna?ba foram descobertas pelo Servi?o Geol?gico do Brasil nos anos 2000. Estes arenitos s?o constitu?dos em sua maioria de quartzo, ze?litas naturais (estilbita) e argilominerais (esmectita). Estudos preliminares constataram que este arenito pode ser empregado como material pozol?nico em sistemas a base de cimento Portland, desde que o material seja peneirado para remo??o do quartzo e ativado termicamente, uma vez que a estilbita ? uma ze?lita de baixa atividade pozol?nica. O objetivo geral desse trabalho foi determinar qual propor??o de arenito zeol?tico ativado termicamente proporciona melhores propriedades mineral?gicas e mec?nicas ao cimento Portland. No programa experimental empregou-se o arenito zeol?tico passante na peneira 200# e calcinado ? temperatura de 500?C. A an?lise qu?mica das amostras foi realizada por espectroscopia de fluoresc?ncia de raios-x e a caracteriza??o mineral?gica por difra??o de raios-x e an?lise termogravim?trica e termodiferencial. O comportamento da hidrata??o dos cimentos foi avaliado atrav?s de calorimetria de condu??o...