Página 1 dos resultados de 1001 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Polimorfismos nos genes DAT1 DRD4 e transtorno de déficits de atenção e hiperatividade (TDAH) em adultos

Marques, Francine Zanchetta Coelho
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.35%
O transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) é um dos problemas psiquiátricos mais comuns na infância, o qual apresenta uma herdabilidade significativa e se caracteriza pela presença de desatenção, hiperatividade e impulsividade. Cerca da metade das crianças com TDAH permanecem com o transtorno durante a vida adulta. Embora os estudos em amostras de crianças tenham explorado diversos genes de suscetibilidade ao TDAH, os resultados são inconclusivos e há poucos estudos em adultos. A amostra aqui estudada é composta por 308 adultos portadores de TDAH e 233 doadores de sangue do Hemocentro do Rio Grande do Sul.Ambos os grupos são compostos por brasileiros descendentes de europeus. Os diagnósticos psiquiátricos foram realizados por uma equipe treinada, seguindo os critérios do DSM-IV. Este trabalho objetivou testar possíveis associações entre polimorfismos nos genes do receptor D4 de dopamina (DRD4) e da proteína transportadora de dopamina (DAT1) com o TDAH, tendo em conta os subtipos, gravidade, comorbidades e idade de início dos sintomas de TDAH. Não foi encontrada associação entre os dois polimorfismos estudados no gene DRD4 (duplicação de 120 pares de base da região 5’ e VNTR de 48 pares de base do éxon III) e o TDAH. Porém...

Eventos de vida em pacientes adultos com transtorno de déficit de atenção/hiperatividade

Garcia, Christiane Ribas
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.35%
Os transtornos psiquiátricos estão associados a eventos de vida de várias maneiras, sendo que a ocorrência e gravidade destes transtornos e sua relação com os eventos de vida ainda não está completamente esclarecida. Muitos estudos associam os eventos de vida ao início ou desencadeamento de transtornos mentais, especialmente a depressão, enquanto outros colocam os eventos de vida como conseqüência dos transtornos mentais. O transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH) é uma condição que inicia na infância e persiste em aproximadamente 50 a 75% dos casos, com uma prevalência de aproximadamente 4,4% na população adulta. A maioria dos adultos com TDAH apresenta desfechos negativos em diversas áreas da vida, como desempenho acadêmico e profissional, posição sócio-econômica e marital. Apesar das evidências de associação entre desfechos negativos e TDAH, não há relatos publicados de associação específica entre este transtorno e eventos de vida negativos no adulto. O objetivo do presente estudo é testar a hipótese de que eventos de vida negativos, ocorrendo vários anos após o início da doença, estão associados com a gravidade dos sintomas em ambas as dimensões do TDAH (desatenção e hiperatividade)...

Food intake and serum levels of iron in children and adolescents with attention-deficit/hyperactivity disorder; Ingestão alimentar e níveis séricos de ferro em crianças e adolescentes com transtorno de déficit de atenção/hiperatividade

Menegassi, Márcia; Mello, Elza Daniel de; Guimarães, Lísia Rejane; Matte, Breno Córdova; Driemeier, Fernanda Munhoz; Pedroso, Gabriela Lima; Rohde, Luis Augusto Paim; Schmitz, Marcelo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
37.52%
Objetivo: Investigar as variáveis hematológicas relacionadas à deficiência de ferro e à ingestão alimentar no transtorno de déficit de atenção/hiperatividade. Método: Sessenta e duas crianças e adolescentes (6-15 anos) divididos em três grupos: Grupo 1: 19 (30,6%) pacientes com transtorno de déficit de atenção/hiperatividade com uso de metilfenidato durante três meses; Grupo 2: 22 (35,5%) pacientes com transtorno de déficit de atenção/hiperatividade sem uso de medicamento; e Grupo 3: 21 (33,9%) pacientes sem transtorno de déficit de atenção/hiperatividade. Ferro sérico, ferritina, transferrina, hemoglobina, volume corpuscular médio, amplitude de distribuição dos eritrócitos, concentração da hemoglobina corpuscular média, parâmetros de diagnóstico nutricional – Coeficiente de Índice de Massa Corporal, inquérito alimentar e a correlação entre os sintomas do transtorno e os níveis de ferritina foram avaliados. Resultados: O grupo com transtorno de déficit de atenção/ hiperatividade não medicado com metilfenidato apresentou maior amplitude de distribuição dos eritrócitos dentre os três grupos (p = 0,03). Nas outras variáveis hematológicas e inquéritos alimentares não encontramos diferença significativa entre os grupos. Não observamos correlação entre os sintomas do transtorno de déficit de atenção/hiperatividade e ferritina. Conclusão: Marcadores periféricos do estado nutricional de ferro e a ingestão alimentar de ferro não parecem estar modificados em crianças com transtorno de déficit de atenção/hiperatividade...

Um estudo de associação entre sintomas de tratamento de déficit de atenção/hiperatividade e medidas neuropsicológicas em crianças em idade escolar

Courel, Simone Fragoso
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.41%
O TDAH costuma estar associado a várias disfunções cognitivas. O presente estudo buscou associações entre medidas neuropsicológicas de atenção, controle inibitório, memória de curto prazo e operacional e sintomas de desatenção e hiperatividade /impulsividade identificados pela SNAP-IV, através de pais e professores de estudantes de escolas públicas de Porto Alegre com idades entre 8 e 12 anos. Encontrou-se correlações significativas entre medidas de atenção e controle inibitório, através do CPT II, e critérios de desatenção e hiperatividade da escala SNAP- IV. Houve uma pequena diferença nos itens correlacionados entre pais e professores, sendo os primeiros mais abrangentes nos aspectos de desatenção e hiperatividade e os segundos mais focados em sintomas de hiperatividade e medidas indiretas de atenção sustentada. Identificou-se correlação significativa entre medida de memória de curto prazo e hiperatividade, por tarefa de span de dígitos ordem direta, mas não em medida específica de memória operacional. Sugere-se mais estudos com enfoque dimensional do transtorno utilizando medidas neuropsicológicas que propiciem análise mais funcional de memória operacional e identificação de sintomas através de escalas que abarquem também pontos positivos do comportamento.; ADHD is usually associated with several cognitive dysfunctions. The present study sought associations between neuropsychological measures of attention...

Desempenho cognitivo-linguístico e leitura em escolares com transtorno do déficit de atençào e hiperatividade

Silva, Cláudia da; Cunha, Vera Lúcia Orlandi; Capellini, Simone Aparecida
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 849-858
POR
Relevância na Pesquisa
37.35%
OBJECTIVE: the aim of this study was to compare the cognitive-linguistic skills performance and reading of students with Attention Deficit and Hyperactivity Disorder and students without behavioral and/or learning disorders. METHOD: the study included 20 students from 5th to 8th grade of elementary school. The students were divided into: Group I (GI): composed by 10 students with an interdisciplinary diagnosis of Attention Deficit and Hyperactivity Disorder, and Group II (GII): composed by 10 students without complaints of behavioral and/or learning disorders. The tests of metalinguistic skills and reading (PROHMELE) were used as procedure, composed of syllabic and phonemic identification, syllabic and phonemic manipulation, repetition of nonwords and reading tests. RESULTS: the results showed statistically significant differences between GI and GII, demonstrating that students from GI presented superior performances when compared to the students from GII. CONCLUSION: according to the findings of this study we can conclude that the difficulties presented by students with Attention Deficit and Hyperactivity Disorder can be attributed to inattention, hyperactivity and disorganization, characteristic of this diagnosis, and not to a disorder of language of phonological basis.; OBJETIVO: o objetivo deste estudo foi comparar o desempenho cognitivo-linguístico e em leitura de escolares com Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade com escolares sem queixa de transtornos comportamentais e/ou de aprendizagem. MÉTODO: participaram deste estudo 20 escolares de 5° a 8° ano do ensino fundamental. Os escolares foram divididos em dois: Grupo I (GI): composto por 10 escolares com diagnóstico interdisciplinar de Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade...

Sintomas e sinais de respiração predominante oral em adolescentes com transtorno de déficit de atenção/hiperatividade e queixa de prejuízo escolar

Costa, Tatiana Leonel da Silva
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.41%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2008.; O Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade e a Respiração Predominantemente Oral apresentam etiologias distintas, entretanto podem levar a sintomas semelhantes e desencadear prejuízos escolares. Distúrbios Respiratórios do Sono podem causar ou intensificar as alterações na atenção e na disciplina repercutindo diretamente na vida escolar. Poucas pesquisas abordam esses temas em um mesmo estudo. A presente pesquisa teve como objetivo geral caracterizar os sintomas e sinais da Respiração Predominantemente Oral em adolescentes com Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade e queixa de prejuízo escolar. Os objetivos específicos foram relacionar as características encontradas com o diagnóstico dos Tipos do Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade, o gênero e faixa etária da população. A coleta foi realizada no ADOLESCENTRO instituição pública pertencente à Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal - Brasil. O histórico dos sintomas diurnos e noturnos que os adolescentes apresentaram dos dois aos doze anos foi analisado, assim como, alguns sinais relatados pela literatura, como características comuns da Respiração Predominantemente Oral. Observou-se alta ocorrência de características da Respiração Predominantemente Oral associadas ao ronco...

Identificação dos comportamentos de alunos com perturbação de hiperatividade e défice de atenção : perceção dos professores

Matos, Teresa Maria Afonso de
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 11/02/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.35%
Introdução: A Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção (PHDA) é a perturbação infantil mais diagnosticada e a que mais desafios coloca às escolas e aos professores; contudo, o conhecimento destes sobre a hiperatividade tem mostrado não ser suficiente para responder às diferentes necessidades educativas. Objetivo: Conhecer as perceções dos professores do 1ºciclo do ensino regular sobre a identificação de comportamentos de alunos com PHDA e verificar se esta identificação coincide com a descrita no DSM-IV-TR. Metodologia: Trata-se de um estudo qualitativo, transversal, de natureza fenomenológica. O período de recolha de informação decorreu entre Abril e Maio de 2012, através de entrevista semiestruturada, tendo os 10 participantes sido selecionados de forma intencional, procurando nos seus relatos a saturação da informação. Resultados: Os dados mostram que os comportamentos identificados correspondem maioritariamente aos indicados na literatura científica, essencialmente no que se refere aos sintomas nucleares da PHDA, à desatenção, à hiperatividade e à impulsividade. Contudo, não são suficientes, pois revelam algumas lacunas, sobretudo ao nível do diagnóstico, do tratamento e das estratégias de intervenção. Conclusão: Perante tais evidências...

Perturbação de hiperatividade e défice de atenção: avaliação do sentimento de competência educativa parental de pais de crianças com perturbação de hiperatividade e défice de atenção na consulta de Psicologia Clínica do CHNE, E.P.E.

Lima, Marta Solange Alves Moutinho
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.35%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica; A Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção é uma perturbação que apenas nas últimas décadas foi alvo de estudo científico, pese embora existam evidências acerca do estudo desta perturbação desde finais do século XIX, início do século XX. É uma perturbação que interfere no comportamento das crianças e no contexto familiar, diretamente, já que a família é o principal contexto de sociabilização e aprendizagem, o que promove nos pais expetativas em relação ao sucesso dos seus filhos, seja académico, social ou futuramente, profissional, sendo desta forma necessário analisar de que forma os pais de crianças com Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção se percecionam enquanto educadores. O presente trabalho visa, neste sentido, dar resposta à seguinte pergunta de partida: Qual o nível de sentimento de competência educativa parental que possuem os pais de crianças com Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção, na consulta de psicologia clínica do Centro Hospitalar do Nordeste, E.P.E.?, utilizando uma metodologia de carácter correlacional, recorrendo à utilização de uma abordagem predominantemente quantitativa e aplicando como instrumento de recolha de dados o questionário de auto avaliação do sentimento de competência educativa parental a 33 mães/avós e 29 pais de crianças diagnosticadas com PHDA...

Transtorno de déficit de atenção/hiperatividade: atualização

Rohde,Luis A.; Halpern,Ricardo
Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria Publicador: Sociedade Brasileira de Pediatria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2004 PT
Relevância na Pesquisa
37.35%
OBJETIVOS: O transtorno de déficit de atenção/hiperatividade tem sido cada vez mais reconhecido em nosso meio. Associa-se com comorbidades importantes e determina marcado prejuízo no funcionamento acadêmico e social de crianças e adolescentes afetados. O presente estudo busca uma revisão atual, para o pediatra clínico, dos principais aspectos do histórico, epidemiologia, etiologia, neurobiologia, quadro clínico, comorbidades, diagnóstico, evolução e tratamento do transtorno. FONTES DOS DADOS: Trata-se de uma revisão abrangente, não-sistemática da literatura sobre o transtorno de déficit de atenção/hiperatividade. SÍNTESE DOS DADOS: O transtorno de déficit de atenção/hiperatividade é de base neurobiológica, com alta prevalência em crianças e adolescentes. O tratamento é bastante eficaz, envolvendo uso de medicação na maioria dos casos. CONCLUSÕES: O pediatra está numa posição privilegiada para a detecção precoce do transtorno de déficit de atenção/hiperatividade em crianças e adolescentes e para o manejo inicial dos casos menos graves e não complicados pela presença de extensa comorbidade.

Ciclo vigília/sono e o transtorno de déficit de atenção/hiperatividade

Anacleto,Tâmile Stella; Louzada,Fernando Mazzilli; Pereira,Érico Felden
Fonte: Sociedade de Pediatria de São Paulo Publicador: Sociedade de Pediatria de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.46%
OBJETIVO: Analisar as relações entre ciclo vigília/sono e transtorno de déficit de atenção/hiperatividade. FONTES DE DADOS: Os artigos foram selecionados nas bases de dados SciELO e PubMed, utilizando-se "sono", "transtorno de déficit de atenção/hiperatividade", "atividade motora" e "crianças" como palavras-chave para a busca. SÍNTESE DOS DADOS: Embora os resultados de diferentes estudos sejam inconclusivos e, por vezes, contraditórios, não sendo possível estabelecer relações claras entre sono e transtorno do déficit de atenção/hiperatividade, observa-se que o sono das crianças diagnosticadas difere do sono de crianças que não possuem o transtorno, sugerindo que alterações de sono possam se relacionar ao transtorno do déficit de atenção/hiperatividade. CONCLUSÕES: A falta de marcadores biológicos e de conhecimento a respeito da sua etiologia gera dificuldades na determinação da real prevalência do transtorno do déficit de atenção/hiperatividade, além de limitar sua compreensão e a busca por novas formas de tratamento e prevenção. Embora dificuldades de sono sejam frequentemente relatadas na prática clínica e já tenham sido utilizadas como um dos critérios diagnósticos para o transtorno, pouco se sabe sobre a possível participação da privação de sono na etiologia do transtorno do déficit de atenção/hiperatividade.

Amizade em meninos com Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade

Sena,Soraya da Silva; Souza,Luciana Karine de
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.41%
Crianças com Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade tendem a participar de relações de pares insatisfatórias, podendo ser rejeitadas socialmente e até vitimizadas. O objetivo deste trabalho foi de comparar a percepção da qualidade da melhor amizade e do conflito nessa relação, em 17 meninos com e 19 sem Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade, de sete a nove anos de idade, por meio de entrevista semiestruturada e da Escala da Qualidade da Amizade. Os meninos com Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade não diferenciaram daqueles sem o transtorno na percepção da qualidade da amizade; destes últimos, os mais velhos pontuaram melhor o amigo. Foi maior a percepção de situações de conflito com o amigo por parte de meninos com Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade, inclusive dos mais velhos. É possível que o portador de Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade perceba mais os conflitos com o amigo em virtude do aumento etário, pois o avanço sociocognitivo pode auxiliar a captar melhor as reações negativas dos pares a seu comportamento frequentemente desrespeitoso às regras sociais.

Desempenho operatório de crianças com queixas de desatenção e hiperatividade em jogos eletrônicos baseados em provas Piagetianas

Rossetti,Claudia Broetto; Souza,Maria Thereza Costa Coelho de; Röhrig,Fabíola; Guimarães,Queila Cássia Corrêa; Pylro,Simone Chabudee; Bahiense,Taisa Rodrigues Smarssaro
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.35%
Realizou-se uma avaliação operatória em contexto virtual de 16 crianças entre sete e 10 anos com queixas de desatenção e hiperatividade por meio dos jogos eletrônicos "Zona Trash 3" e "Protocolos", construídos a partir de provas Piagetianas clássicas. Solicitou-se às pedagogas de uma escola pública que indicassem crianças com indícios de dificuldades de atenção e/ou hiperatividade. Os professores das crianças indicadas responderam à Escala de Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, e foram incluídas como participantes da pesquisa apenas as crianças que obtiveram os maiores escores na referida escala. Quase a totalidade dos participantes conseguiu chegar ao final dos dois jogos. Observou-se maior dificuldade no jogo "Protocolos", que avalia a lógica combinatória e que, em geral, exige maior paciência e concentração dos participantes. Dessa maneira, os jogos de regras eletrônicos "Protocolos" e "Zona Trash 3" apresentam-se como bons instrumentos para a avaliação das noções operatórias de lógica combinatória e raciocínio espacial em crianças que apresentam indícios de transtorno de déficit de atenção e hiperatividade.

Sintomas e sinais de respiração predominantemente oral em adolescentes com transtorno de déficit de atenção/hiperatividade e queixa de prejuízo escolar

Costa,Tatiana Leonel da Silva; Campos Júnior,Dioclécio; Silva,Hilton Justino da; Cunha,Daniele Andrade da
Fonte: CEFAC Saúde e Educação Publicador: CEFAC Saúde e Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.46%
OBJETIVOS: caracterizar sintomas e sinais da Respiração Predominantemente Oral em adolescentes com Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade e queixa de prejuízo escolar e relacionar as características com os Tipos do Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade, gênero e faixa etária. MÉTODOS: realizada no ADOLESCENTRO, instituição pública do Distrito Federal, com 115 adolescentes de ambos os gêneros, faixa etária 10-18 anos, apresentando queixa de prejuízo escolar e Transtorno do Déficit de Atenção/Hiperatividade. Histórico dos sintomas diurnos e noturnos dos dois aos doze anos foi analisado e sinais da Respiração Predominantemente Oral. RESULTADOS: alta ocorrência (86,95%) de sintomas e sinais da Respiração Predominantemente Oral. Registrou-se associação entre amigdalite e tipos do Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade com maior frequência no Tipo II hiperativo (60%), sialorreia no travesseiro com gênero predominando o masculino (65,5%) e respiração oral diurna (64,7%), respiração oral noturna (82,4%) e sialorreia no travesseiro (64,7%) todas estas com a faixa etária de 10 a 12 anos. Houve associação entre lábios (54,3%) e língua (54,3%) não funcionais e faixa etária de 10 a 12 anos. Encontrou-se diferença estatisticamente significante para expulsões (20%)...

Processamento auditivo temporal em crianças com transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH)

Romero,Ana Carla Leite; Capellini,Simone Aparecida; Frizzo,Ana Claúdia Figueiredo
Fonte: CEFAC Saúde e Educação Publicador: CEFAC Saúde e Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.41%
OBJETIVO: comparar os achados da avaliação comportamental do processamento auditivo temporal em crianças com e sem Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade. MÉTODOS: participaram desse estudo 30 crianças na faixa etária de 8 a 12 anos, sendo 15 do grupo controle e 15 do grupo pesquisa, com limiares audiométricos dentro dos padrões de normalidade. Como procedimentos foram realizados os testes temporais de padrão de frequência e de duração. RESULTADOS: na comparação entre o grupo controle e grupo pesquisa em ambos os testes - padrão de frequência e padrão de duração foram verificadas diferenças significantes entre os grupos, sendo que o grupo pesquisa apresentou resultados alterados em sua maioria, enquanto que todas as crianças do grupo controle apresentaram resultados normais. Foi possível observar ainda que todas as crianças de ambos os grupos tiveram resultados inferiores para o Padrão de Duração quando comparado aos resultados do Padrão de Frequência e. CONCLUSÃO: a avaliação comportamental do processamento auditivo temporal de crianças com e sem Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade...

Estudo epidemiológico dos sintomas do transtorno do déficit de atenção/hiperatividade e transtornos de comportamento em escolares da rede pública de Florianópolis usando a EDAH

Poeta,Lisiane Schilling; Rosa Neto,Francisco
Fonte: Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP Publicador: Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2004 PT
Relevância na Pesquisa
37.46%
OBJETIVOS: O transtorno do déficit de atenção/hiperatividade (TDAH) é uma patologia caracterizada por desatenção, hiperatividade e impulsividade. Este trabalho teve como objetivo realizar um estudo epidemiológico dos sintomas do transtorno do déficit de atenção e do transtorno de conduta em escolares da rede pública de Florianópolis usando a Escala para la evaluación del trastorno por déficit de atención con hiperatividad (EDAH). MÉTODOS: Fizeram parte do estudo 1.898 escolares (1.001 do sexo masculino e 897 do sexo feminino), matriculados em cinco escolas da rede pública de Florianópolis, de 1ª a 4ª série do ensino fundamental, com idades entre 6 e 12 anos. O instrumento utilizado foi a Escala de Farré e Narbona, preenchida pelos professores e pais, que classifica a criança com o predomínio dos sintomas de hiperatividade, déficit de atenção, transtorno de conduta,hiperatividade com déficit de atenção e TDAH associado com transtorno de conduta (global). RESULTADOS: Dentre os 1.898 escolares, 95 (5%) apresentaram os sintomas do transtorno do déficit de atenção/hiperatividade associado ao transtorno de conduta. Em relação ao sexo, a freqüência foi maior nos meninos, na proporção de 3:1. CONCLUSÃO: Os dados encontrados nesta pesquisa corroboram os da literatura. A distribuição dos subtipos do TDAH por sexo é similar à informada na literatura.

Transtornos alimentares comórbidos em uma amostra clínica de adultos com transtorno do déficit de atenção com hiperatividade

Mattos,Paulo; Saboya,Eloisa; Ayrão,Vanessa; Segenreich,Daniel; Duchesne,Monica; Coutinho,Gabriel
Fonte: Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP Publicador: Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 PT
Relevância na Pesquisa
37.35%
A comorbidade de transtornos alimentares (TA) com o transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) é pouco investigada, apesar de relevante para o tratamento clínico. MÉTODOS: 86 adultos com transtorno do déficit de atenção com hipeartividade segundo o DSM-IV de uma amostra inicial de 107 indivíduos auto-referidos para um centro especializado em TDAH foram entrevistados com o SCID-P para avaliar a presença de transtornos alimentares e outros transtornos comórbidos. RESULTADOS: Nove pacientes apresentavam transtornos alimentares, sendo o transtorno da compulsão alimentar periódica (TCAP) o diagnóstico mais comum. O grupo com transtornos alimentares revelou maior número de comorbidades (p=0,02), não foram observadas, entretanto, diferenças quanto ao sexo, idade na avaliação atual, escolaridade e tipo de transtorno do déficit de atenção com hiperatividade entre os grupos. CONCLUSÃO: Amostras clínicas de transtorno do déficit de atenção com hiperatividade podem apresentar elevada prevalência de comorbidade com transtorno da compulsão alimentar periódica. Pacientes com transtorno do déficit de atenção com hiperatividade e transtornos alimentares podem apresentar um perfil diferente de comorbidades.

Interferência do cloridrato de metilfenidato no desempenho de escolares com transtorno de déficit de atenção/hiperatividade; The interference of methylphenidate hydrochloride in school performance of students with attention deficit disorder/hyperactivity disorder

Bezerra, Claudia Santos Gonçalves Barreto
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde (FM); Faculdade de Medicina - FM (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde (FM); Faculdade de Medicina - FM (RG)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.41%
The attention deficit/hyperactivity disorder is a neurodevelopmental disorder provided in the International C lassification of Diseases (ICD) characterizing a continuing pattern of attention deficit and/or hyperactivity/impulsivity with more intense and higher rates than what presented by individuals at the same development level. This dissertation was organized u sing the models of scientific articles analyzing the results from school performance by students of the Colégio de Aplicação (a school maintained by a university) of the Federal University of Goiás, 7 to 14 age group with and without ADHD diagnosis. Initia lly, the prospective observational study to assess comparative effectiveness involved 355 students and investigated the results from school performance by 60 of them before and during Methylphenidate - based treatment (MPH) and psychotherapy compared with th e control group. The students had their school performance and treatment adherence monitored for the first eight months. The literature review on the theme is presented in the first article submitted to the journal “Revista Ciência & Saúde Coletiva” (Journ al of Science and Collective Health), entitled “ Methylphenidate - based treatment and school performance by students with attention deficit/hyperactivity disorder : integrative literature review”. The review included scientific articles published from 2006 to 2013. Six hundred and sixteen out of the 629 articles found did not meet the criteria for inclusion and 13 were part of the sample. Most of the studies emphasized that the group of children with ADHD undergoing methylphenidate - based treatment improved the ir performance compared with the group of children with ADHD with no records for the treatment and stimulant - based therapies are more beneficial in the long term. The second article...

Processamento fonológico, leitura e escrita em crianças com dislexia do desenvolvimento e crianças com transtorno do déficit de atenção e hiperatividade; Phonological processing, reading, writing in children with developmental dyslexia and children with attention déficit hyperactivity disorder

Tais de Lima Ferreira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/07/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.41%
O objetivo geral deste estudo foi verificar o processamento fonológico, leitura e escrita em crianças com dislexia do desenvolvimento e em crianças com transtorno do déficit de atenção e hiperatividade. O objetivo específico foi comparar o desempenho de processamento fonológico, leitura, escrita entre a dislexia do desenvolvimento e o transtorno do déficit de atenção e hiperatividade e levantar quais os aspectos diferenciam os sujeitos entre si. Participaram 51 crianças, de ambos os gêneros, com idades entre 8 e 14 anos, divididas em três grupos: GDD ¿ 17 crianças com o diagnóstico de Dislexia do Desenvolvimento; GTH ¿ 17 crianças com o diagnóstico de Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade; GC ¿ 17 crianças sem dificuldades de aprendizagem ou atencionais. As crianças de GDD e GTH foram avaliadas no Ambulatório de Neuro-Dificuldades de Aprendizagem do Hospital de Clínicas/UNICAMP e as crianças do GC foram avaliadas em duas escolas públicas na cidade de São Carlos (SP). Foram realizadas avaliações individuais utilizando os instrumentos: Instrumento de Avaliação Sequencial (CONFIAS), Prova de Nomeação Automática Rápida (RAN), Protocolo de Avaliação de Memória de Trabalho (PMT), Prova de Nível de Leitura...

Os benefícios da atividade física em escolares portadores do transtorno do déficit de atenção/hiperatividade na rede pública do Distrito Federal

Vellasco, Nayara Mara Martins
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.46%
O Transtorno do déficit de atenção/ hiperatividade (TDAH) é uma patologia caracterizada por desatenção, hiperatividade e impulsividade. Este trabalho teve como objetivo realizar um estudo dos sintomas do transtorno do déficit de atenção e do transtorno de conduta em escolares das redes de ensino do Distrito Federal usando a Escala de evolução de transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (EDAH). Fizeram parte do estudo n= 28 escolares, matriculados em duas escolas da rede publica do Distrito Federal, do 3° ano do ensino fundamental, na faixa etária de 08 e 09 anos. O instrumento utilizado foi a escala de FARRÉ E NARBONA (2001), preenchidos pelo professores e pais para confirmação de sintomas, que classifica a criança com predomínio dos sintomas de hiperatividade, déficit de atenção, transtorno de conduta, hiperatividade com déficit de atenção é TDAH associados com transtorno de conduta (global). Foi identificado com mais freqüência os sintomas relacionados à hiperatividade/impulsividade, e sintomas relacionados ao transtorno de conduta. O dado encontrado nesta pesquisa corresponde com os da literatura. Que a prática de atividade física sistemática ou de esportes tem um impacto significativo sobre a saúde e a qualidade de vida desses indivíduos.; Educação Física

Saberes docentes necessários aos professores de educação física para trabalhar com alunos portadores de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH)

Lidório, Franciele da Rosa
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.41%
Trabalho de Conclusão do Curso, apresentado para obtenção do grau de Bacharelado no Curso de Educação Física da Universidade do Extremo Sul Catarinense, UNESC.; Diante do interesse em investigar como estão os saberes docentes dos professores de educação física em relação aos alunos que possuem déficit de atenção e hiperatividade, surgi à ideia de realizar uma pesquisa que aborda o seguinte o tema: saberes docentes necessários aos professores de educação física para trabalhar com alunos portadores de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH). As razões pela qual levou a pesquisadora a estudar este tema foi à ideia que a escola é um lugar onde possuem varias individualidades, diferenças físicas e psicológicas, exclusões, valores, culturas trazidas por cada aluno, surgindo então em meio ao âmbito escolar varias criações, produções, e reproduções de cultura, de valores, lugar de grandes encontros, tensões, conflitos, preconceitos. Onde é baseada em uma determinada metodologia que resulta naquilo que cada um dos seus sujeitos faz dela (professores, pais, alunos, funcionários, etc.). Este trabalho caracteriza-se por uma pesquisa de campo descritiva com recorte qualitativo, que envolve diretores, professores e pais localizados no município de Içara - SC. Para o estudo foram utilizados três questionários...